Divorcio1Existem entre nós multidões de irmãos e irmãs que enfrentam problemas em seu casamento. Alguns dos posts mais lidos do APENAS são justamente aqueles que se referem a casamentos infelizes, uma prova de que a coisa não vai bem e o povo de Deus está ávido por orientação e consolo nessa área. Lamentavelmente, ser cristão não nos dá passaporte automático para a felicidade matrimonial. O aspecto que considero o mais triste de tudo é que, muitas e muitas vezes, irmãos e irmãs consideram que a saída mais “fácil” para seus dramas conjugais é o divórcio. Embora cada vez mais o divórcio venha se difundindo no seio da Igreja, nada me convence que essa seja a alternativa preferida do Senhor para um matrimônio em crise. Jamais você ouvirá de mim uma recomendação para que se divorcie. Acredito na restauração. Acredito que o poder de Deus é capaz de pegar o relacionamento mais devastado do mundo e reconstruí-lo, fazer com que seja funcional e feliz novamente. O próprio Jesus afirmou: “Para Deus todas as coisas são possíveis” (Mt 19.26). Então ou acredito em Cristo ou não acredito. E, se ele garantiu que é possível para Deus fazer tudo, eu creio que é possível ele restaurar todo e qualquer casamento.

Divorcio2No entanto, por mais que a Bíblia afirme certas verdades, muitos de nós sempre têm um “porém” quando se trata de sua vida em particular. Quando alguém me pergunta se deve se divorciar ou não e eu digo que deve lutar pelo casamento, que deve ter fé na restauração por Cristo, ouço com uma frequência enorme coisas do tipo “Ah, você diz isso porque não conhece meu marido”, “Mesmo depois que tudo o que minha esposa aprontou?”, “Sei que Deus pode, mas no meu caso não tem jeito”, “Eu acho que não casei no Senhor”, “Já profetizaram que ela não era a escolhida de Deus para mim”, “Depois de tudo o que eu sofri não tem volta”. As justificativas são muitas. E todas elas trazem em si duas características: despem Deus de sua onipotência (pois carregam em si a ideia de que, naquele caso, o Senhor não tem como resolver), e buscam no divórcio a solução. Mas Deus pode todas as coisas (Mt 19.26), odeia o divórcio (Ml 2.16) e ama a família (Mt 19.6). Portanto, acredito firmemente que o caminho divino para todo casamento é sempre a restauração – mesmo nos casos de práticas sexuais ilícitas, para os quais Jesus abre a possibilidade de separação (Mt 5.31-32).

Você, nesse momento, pode olhar para sua vida e comentar: “Ah, Zágari, falar é fácil”. E é  verdade, falar é fácil. Mas, então, eu gostaria de lhe dar esperanças sem falar muito mais. O que passo a fazer a seguir é simplesmente reproduzir uma troca de e-mails que tive com uma irmã. Ela me procurou com uma crise aguda em seu casamento. Com a autorização dela e de seu marido, mostro a seguir o que aconteceu em sua vida e em seu matrimônio, na esperança de que essa história real ajude você naquilo que for preciso. Existem muitos elementos no caso dela com que você pode se identificar e a minha esperança é que o relato a seguir (que é longo, peço desculpas por isso, mas não tinha jeito) venha a impactar a sua vida.

Três observações: 1. Para este post não ficar enorme, tive de encurtar alguns trechos, indicados por “[…]”. 2. A irmã será mantida no anonimato e informações que poderiam levar à sua identificação serão ocultadas ou alteradas. 3. Nos momentos em que a irmã se refere a mim com palavras elogiosas, isso não tem nenhum sentido de autoexaltação e peço encarecidamente que, se você está em crise no seu casamento, não procure conselhos meus: vá ao seu pastor e, acima de tudo, a Deus. Eu não faço milagres e não tenho absolutamente nenhum poder de restaurar lares: só o Senhor tem. Por favor, não veja em mim ninguém especial nesse sentido, não me peça aconselhamento: Deus comissionou a sua alma ao seu pastor, é ele quem deve tratar de sua vida. Sou apenas uma ovelhinha, balindo pela internet. Tendo dito isso, passemos ao diálogo:

div3 IRMÃ:
“Bom dia, irmão Maurício! […] Li seu artigo sobre casamentos infelizes, e infelizmente, me identifiquei com todos os casos ali citados, porém, meu caso é bem pior… […] Casei-me há X anos, depois de X anos de namoro. Tenho um filho de X anos, que é a nossa felicidade e pelo qual lutamos arduamente pra manter nosso casamento porque queremos dar a ele uma referência de família estruturada. Quando eu namorava meu marido, nós brigávamos muito, por ciúmes, e ele chegou a me agredir severamente.

Neste meio tempo, conheci um rapaz, que foi o grande amor da minha vida. Mas, por pressão da família e pq achava que casar com meu marido atual seria mais seguro pra mim, aceitei o fato e me casei com ele. Íamos na igreja, fomos trabalhando, tivemos nosso filho….Mas esquecemos do nosso casamento. Ele sempre gritou comigo, me destratava na frente das pessoas…

Até que um dia, o antigo amor apareceu. E, quando o vi, todo aquele amor que guardei por X anos ressuscitou com força total e eu acabei traindo meu marido. Acabei contando pro meu marido, pois não podia esconder algo tão grave (ele havia visto um email meu pra uma amiga contando da traição, eu não tive alternativas e contei tudo pra ele….). Me arrependi, pedi perdão, pois sabia que havia pecado contra Deus e contra meu esposo. Ele ficou irado, se revoltou, mas me perdoou, só que vive me ameaçando, dizendo que, se encontrar com o outro, não sabe a reação dele.

Ele se transformou em um homem amargo, vive me policiando, desconfia dos meus olhares, não posso nem pensar em olhar pro lado, pra todo lugar que vou, tenho que avisar…perdi a minha liberdade, mas isso eu já previa desde a hora que contei pra ele… […] num dia desses, me recusei deitar com ele…num ato de desespero, ele me pegou à força e me meu um tapa na cara, dizendo que isso servia para que eu acordasse pra vida…

Fiquei muito magoada, pois prometi à mim mesma que nunca mais ele colocaria a mão em mim pra me agredir…me revoltei e pedi o divórcio. Ele, arrependido, pediu perdão, mas eu, com o coração duro como pedra, não quis voltar atrás na minha decisão, pois estava em jogo meu ego, minha dignidade de mulher, o respeito…

Estávamos prontos a entregar nossos cargos na igreja, mas, meia hora antes da reunião, li o seu artigo…. de verdade, fiquei mais revoltada por estar de mãos atadas, mas esperançosa no Deus do impossível, pois vi que se eu quisesse agradar a Deus, terei que me sacrificar mas sei que Ele iria me dar um escape….

Mas confesso que amo o outro rapaz com todas as minhas forças (e o pior de tudo é que ele me espera, pois se divorciou da esposa dele pra ficar comigo…eu não pedi, ele fez pq quis)….mas sei que vai contra todos os princípios que acredito…e não sei o que faço…tô mais perdida que cego em tiroteio, perdida em meus sentimentos, meus princípios, em questão à vontade de Deus na minha vida, do pq que tenho que passar por tudo isso (lógico que sei que é consequência das minhas próprias escolhas, certas ou erradas)… O que é mais difícil é ter que aguentar olhar pra cara do meu marido, não tenho a mínima vontade de estar com ele, me deitar com ele….como manter o casamento assim né???”

RESPOSTA:
“Minha irmã, eu recomendo enfaticamente que vocês procurem seu pastor. Houve e há erros de todos os lados. Você errou, seu marido errou, esse rapaz errou. Está tudo uma grande confusão e é preciso retornar ao prumo. Isso só vai acontecer com abnegação, reconhecimento de erros e uma fidelidade inegociável à Palavra de Deus.

O que vejo pelo que você me disse é que falta muita coisa nessa história toda. Falta perdão. Falta amor. Falta arrependimento. Falta buscar Deus em primeiro lugar. Falta agir conforme o padrão bíblico de marido e mulher. Vocês precisam apagar essa confusão toda e recomeçar. Busque seu pastor. Converse com ele. Peça orientação. Peça oração. É um caso complexo demais para eu te aconselhar por email, minha irmã. Vocês precisam de muito mais que conselho: precisam de pastoreio, amparo e discipulado. E seu pastor é a pessoa para isso. […] Mas tenha esperança: Deus faz o impossível. Se vocês se arrependerem e buscarem o Senhor, Ele vai consertar tudo. Tenha paz. Confie na graça. Realize as obras do Reino. É o que posso te dizer por este meio tão limitado.”

IRMÃ:
Pois é, Maurício….Eu e meu marido não achamos que o pastor saberá lidar com a nossa situação….Nossa comunidade é muito pequena, bem tradicional….Eu não quero expôr meu marido e nem ele a mim….Por isso não buscamos ajuda dentro na nossa igreja, pois será um “baque” muito grande….temos medo de escandalizar a comunidade e de servir de pedra de tropeço pra alguns…. E realmente falta muita coisa….faltou vergonha na minha cara rsrsrs….faltou temor a Deus…e qdo vi, o desastre já estava feito….Me arrependo do dia em que me encontrei com o outro…pois foi nesse dia que o pecado entrou na minha vida conjugal….Sei que a culpa de tudo isso foi minha…mas ficar me lamentando é pior….Mas não tenho coragem de abrir a situação pro meu pastor….”

RESPOSTA:
“Seu pastor não é um carrasco. Se ele exercer o ministério com zelo pastoral, antes de mais nada vai manter sigilo absoluto sobre o caso e não exporá nenhum de vocês a absolutamente ninguém. Nenhum cristão decente faria isso. Em segundo lugar, ele vai trabalhar para reconstruir o que foi destruído e não para condenar vocês. Se houve arrependimento e abandono do pecado, o que resta é a restauração. Se seu pastor não for confiável a ponto de poder pastorear vocês dessa maneira, recomendo que mudem urgentemente de igreja e procurem um pastor que entenda o seu papel – apascentar vidas e não afundá-las mais na lama. […] Em oração por ti, minha irmã, na esperança da reconstrução.”

IRMÃ:
Mauricio…isso é verdade. Vou conversar com meu marido. Lembre-se de nós em suas orações, mesmo que não nos conheça pessoalmente, precisamos muito, pois sei que Deus ouve e intercederá por nós. E eu vou orar não só pela restauração, mas também pelo seu ministério, que é muito edificante e confortante. Deus o abençoe, obrigada pelo auxílio muito benéfico num momento tão difícil pra mim….Confio que Deus é muito bom pra mim, que me mostrou seu artigo meia hora antes de entregarmos tudo…Sinto muita alegria na palavra de Deus e não poderia viver longe da casa de Deus…é isso que me sustenta e não me faz desistir de tudo….”

Depois de algum tempo, recebi o e-mail abaixo dela:

IRMÃ:
“Boa tarde, irmão Maurício,
Venho trazer notícias: conversamos com nosso pastor. Deus fez surgir a oportunidade e sabemos que é o cuidado Dele …. O pastor soube lidar com a situação (o meu medo era que ele NÃO soubesse lidar), abrimos tudo aquilo que havia acontecido e também o que sentíamos (como dizem por aí: lavamos a roupa suja ali mesmo) e ele nos aconselhou e vai continuar nos aconselhando. E nós, como casal, vamos lutar pra manter nosso casamento. Entendemos que precisamos da graça de Deus, do perdão mútuo e muita paciência. Sabemos que é um novo começo, como diz o artigo que escreveu…. Obrigada pelas orações (e continue orando, por favor) […] Deus o abençoe ricamente….”

Aparentemente, a situação tinha melhorado, mas, então, recebi este e-mail:

div5IRMÃ:
“Paz do Senhor, irmão Maurício…lembra de mim? […] Tenho algumas perguntas, espero que vc possa me ajudar, como irmão em Cristo….Tenho passado algumas situações referentes ao meu marido….ele não me perdoa pela traição, faz coisas absurdas, como me seguir o tempo todo, não tem mais confiança e vira e mexe discutimos…há meses que não temos relações sexuais, não da parte dele….da minha mesmo, pois não tenho um pingo de vontade, pois as coisas que ele anda fazendo, só tem me feito rejeitá-lo…

E depois disso, ainda tem mais um problema: ele está muito agressivo….um tempo atrás ele me deu um tapa na cara, sem mais, nem menos e outro dia agrediu nosso filho tão violentamente, que quase perdemos nosso filho pro conselho tutelar, pois a professora viu as marcas que ficaram sobre o corpo dele….nesse dia saí de casa com meu filho….E pra piorar tudo, ele escancarou o problema pra toda a liderança de nossa igreja, mas de um jeito agressivo e me expôs de uma maneira vergonhosa, relatando tudo à maneira dele, do ponto de vista dele….me chamou de mentirosa e etc…nem tive como me defender diante as acusações dele….pois eu só sabia chorar de vergonha e me senti humilhada…. nas nossas discussões ele me acusa de estar acabando com nossa família, diz que eu estou jogando a vida de todo mundo no lixo…[…]

A minha pergunta é: Se eu me separar dele, vou pro inferno? Quais as consequências que terei que arcar? Como fica meu ministério na igreja? O que faço eu diante de tudo isso, se meu coração só deseja ficar longe dele? Vou ser perseguida a vida toda, sendo julgada, se me separar ? Deus vai me condenar? me ajuda meu irmão…..”

RESPOSTA:
“Minha irmã, você e seu marido precisam voltar às bases da fé: amor e perdão. Sem isso, carregarão feridas pelo resto da vida. Separar-se não é a solução, vocês precisam de cura. Estão feridos, machucados, magoados. Divórcio será apenas mais um problema, até porque, como pai do teu filho, ele manterá contato pelo resto da vida com você.

Vocês precisam voltar ao básico: dialogo em vez de briga. Amor em vez de ódio. Perdão em vez de acusação. Você esta fazendo as perguntas erradas. Não tem que se perguntar o que acontece caso se separe, mas o que acontece se não amar, perdoar, restaurar. A Bíblia nos diz que Deus não perdoa os pecados de quem não perdoa o próximo. Você não está perdoando. Seu marido não está perdoando. Isso sim é grave. O perdão restaura a alma. Recompõe relacionamentos. Traz paz. A falta de perdão alimenta o ódio, nos afasta de Deus, nos assemelha ao Diabo.

Tente conversar e orar junto com ele. Como vocês se relacionarão sexualmente cheios de mágoa, rancor e ressentimento um com o outro? É preciso zerar tudo. Como? Pedindo perdão.  Perdoando. Conversando. Buscando aconselhamento em amor. Sua liderança não tem o direito de julgar ou condenar ninguém, tem de trabalhar no sentido de reconduzir vocês ao caminho de onde saíram.

Oro por você, minha irmã, para que tenha a sabedoria da mulher virtuosa de Pv 31. Lembre-se que a mulher sábia edifica o lar. Seja sábia. Aja e reaja com maturidade às ofensas de seu marido. Lembre-se que o filho de vocês ficará marcado pelo resto da vida pelo que vocês dois fizerem agora. Seja modelo para seu filho, por mais que seu marido não seja.

Recomendo que você assista junto com seu marido a essa pregação de Paul Washer, é magnífica e bíblica: http://youtu.be/uEugHA8R6qg. Faça a coisa certa, que não necessariamente é a mais fácil.”

IRMÃ:
“Acho que sou rebelde….pois sei de tudo que está na Biblia….e não consigo aceitar que tenho que escolher ficar com meu marido….Não tenho ódio, de verdade…perdoo o que ele anda fazendo….a única coisa é que não quero mais conviver com ele….Ele  não tem a alternativa de se separar de mim? Já que é a parte ofendida?”

RESPOSTA:
“E por que vc quereria isso? Celibato eterno? Biblicamente não é o melhor.”

IRMÃ:
“Difícil…..mas entendo que seguir Jesus nunca seria fácil….Que Deus me ajude e me direcione…acredito que Deus é um Deus de milagres…..mas sinceramente, não sei se Deus vai conseguir trabalhar em mim…pois reconheço que sou muito dura de coração…:(

Agradeço suas palavras  e conselhos Mauricio…ore por mim, por nossa família…. Deus continue abençoando sua vida…Continuo lendo seus posts….aliás, são muito abençoados e abençoadores! Paz esteja contigo e sua família…”

Finalmente, após muito tempo sem ter notícias, semana passada recebi este e-mail da irmã:

div1IRMÃ:
“Bom dia, irmão Mauricio
Venho trazer notícias, boas notícias…
A tempestade passou, e confesso. ..que tempestade tenebrosa!
Conseguimos passar por ela, não ilesos, mas com certeza, mais maduros e com a certeza do grandioso amor de Deus.
Hoje entendo que estive cega, nas mãos do inimigo, satisfazendo as vontades dele e quase perdi o meu maior tesouro:  minha família.
Mas Deus nos resgatou, me resgatou e estou vivendo a volta ao meu primeiro Amor.
E você é parte contribuinte de todo esse processo, junto com muitos outros irmãos que se juntaram nesta causa.
E acredito que Deus sorriu quando decidimos voltar atrás e reconstruir nossa família.
Que Deus sorriu quando Ele estava pegando meus pecados e lançando ao mar do esquecimento diante ao meu arrependimento.
Nós somos feitos à semelhança Dele…então…Ele sorri,  como nós. ..como eu sorrio agora, porque vejo o sorriso do meu filho quando me vê junto ao meu marido.E meu marido sorri porque tem a mulher que ele diz amar ao seu lado. ..
Assim como vc deve estar sorrindo ao ler este email da pessoa que um dia pediu ajuda, sem ao menos saber quem vc era e vc decidiu ajudar sem saber quem eu sou, simplesmente por amor de irmãos,  unidos por Cristo, por um Deus que nos ensinou o que era o amor verdadeiro.
Como Deus não haveria de sorrir numa situação dessas? !
[…] Agradeço pelo seu tempo, que não foi perdido, pois o resultado está neste email.
No amor de Cristo”.

cruz-cristo-jesus-pascoa-deusA você, que teve paciência de ler este post tão longo, peço a Deus que a história dessa irmã ajude a lhe dar esperança. Lembre-se que, não importa quão graves foram os pecados envolvidos no seu casamento, se você se dispuser a buscar a restauração e confiar em Deus… tudo mais ele fará.

Todo casamento pode ser restaurado. Todo. Deus não realiza o impossível dia sim, dia não: ele é onipotente a todo momento. Ele pode tudo. Ele pode pegar o seu casamento em ruínas e construir a partir dos escombros um lar cheio de alegria, paz e respeito.

Você crê nisso? Deus crê.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari < facebook.com/mauriciozagariescritor >

Clicando nas imagens acima e abaixo você vai para a livraria virtual das lojas Saraiva.

APENAS_Banner três livros Zágari

Perdaototal_Banner Blog Apenas

Anúncios
comentários
  1. HP disse:

    Glórias a Deus!!

  2. Jose disse:

    A paz do Senhor Jesus, nobre amigo Maurício.

    Historia inspiradora. Mas…

    Eu náo sei…
    Talvez eu já não seja mais tao crédulo, e sei que Deus é onipotente e pode fazer o impossível. Mas…

    E, se um casamento não foi feito sob a vontade de Deus? Como fica?
    A pessoa casa com alguém que não tem nada haver, sabe que não a ama (e não é amada por ela), e por pura paixão momentânea, se entrega ao ato e depois vê tudo sair errado o tempo todo…

    E ai Deus vai abençoar-nos somente porque casamos? Por que?

    Eu casei em uma igreja evangélica, sem amar… depois divorciei… e oito anos depois, casei novamente.

    Um pastor falou na minha cara: voce vive um adultério continuo; e sua filha é produto de prostituição. Sua vida não é legitima, e sua esposa não te pertence. Voce vive uma mentira e tudo o que voce projetar so tem a dar errado. E, pior, tudo tende a dar errado em sua vida, ate que voce termine esse casamento.

    (…)

    O ex-marido dela ja casou, mora em outra cidade, tem filhos.
    A minha ex vive em outra cidade, e eu, sigo aqui…

    Acho quase impossível alguém viver bem com outra pessoa, sem amar, apenas pela fe. Apenas pela razão. É muito difícil, quase que… impossível.

    Quando nunca existiu amor, e o motivo foi apenas uma paixão sexual efêmera, e ambos são opostos em tudo… Nao ha esperança. Pelo menos pra mim, não tem havido.

    Eu sei que esse assunto é complexo. Entendo sua posição sobre a manutenção do casamento…
    Mas ha situações que não tem como lutar.

    Sao quatro anos de sofrimento, angustia, decepção, brigas, ameaças… e uma relação sexual quase que mecanizada, superficial… como dizem, um sexo de coelho.

    Isso mata a gente. Humilha. Diminui-nos.

    Fico procurando onde esta sendo Deus glorificado em minha vida.
    Se a nossa vida tem que ser vivida para a gloria de Deus, logo, que fazer se tudo o que represento é tristeza a decepção? C

    Como podemos ser luz e sal para outros casais, se nós mesmos estamos em amargura profunda?

    Os filhos.

    A gente pensa: “poxa, e as crianças, como ficarão?”.

    Mas e a gente?
    Se não ha vida, como faze-las felizes, ensinar o que é certo… ser o exemplo?
    O bom exemplo, claro.
    Afinal em casa somente há brigas, palavras raivosas, comportamentos errados e falta de empenho espiritual.

    Apesar de que eu possa vir a crer que Deus pode sim fazer um milagre… Mas primeiramente creio que precisamos querer esse milagre, e não somente uma parte, mas ambas, e de forma continua e perseverante.

    Agradeço por mais um post. É mais uma reflexão que me ajuda a madurar minhas idéias.

    Abraço fraterno,
    Jose.

    • José, oi,
      .
      mano, não posso falar sobre caso a caso, pois cada história tem muitos para e é preciso verificar todos , com calma.
      .
      Mas, de modo sistêmico, o que sei é que nosso Deus não se limita ao que nós nos limitamos. Ele pode tudo. Tudo. E tudo é tudo. Ele fez brotar água de pedras e transformou um líquido sem cor nem gosto em vinho. Andou sobre águas. Parou o sol. Dividiu o mar vermelho. Nos redimiu. Ele pode tudo. Por isso, creio que alguém que fez mortos em decomposição voltarem a viver tem total possibilidade de fazer um casamento arenoso ser feliz e pleno.
      .
      Sigo orando por ti, mano. Peço a Deus que te dê a paz que você busca.
      .
      Um abraço, no amor do Onipotente,
      mz

      • Christiane disse:

        Caro irmão. Quase igual ao texto desse irmão tem sido minha vida. me casei com um homem apenas para ter onde morar em outra cidade, e por nao me dar bem com meu padrasto. Foi a puorncoisa que fiz na minha vida. Um filme de terror. Vivia amargurada, sozinha, um vazio tremendo! Ele me traiu, o traí, nos divorciamos. Depois re encontrei o homem o qual sonhei a vida toda, era na minha cabeça meu eterno amor. Mas foi tudo ilusão. Fomos morar juntos, casamos, engravidei e hoje com apenas 3anos de União o que predomina são as palavras amargas, brigas, discussões, desamores. Temos uma filha de um ano, e me vejo em um barco a deriva. Apenas Deus pode mudar essa situação. Porque eu estou sem forças peço a oração de vocês.

  3. Jose disse:

    Desculpe o texto longo e de desabafo…
    Quando li o post, desmoronei… mas depois vi que tenho que seguir a vida.
    Abraco,
    Jose.

    • Não tem do que se desculpar, querido. Se eu servir nem que seja para desabafar, já ganhei o dia.
      .
      Aquele abraço, na concreta paz de Cristo,
      mz

      • Jose disse:

        Voce sempre nos ajuda, meu nobre.
        Eu que sou um caso perdido…
        Mesmo assim obrigado pelas palavras de consolo.
        Deus Lhe seja propicio.

        Jose.

      • Mano, você não é um caso perdido. Meu post foi para mostrar exatamente que não existe para Deus o conceito de “caso perdido”. Esse é um conceito humano, mas não existe na gramática do Senhor. Tudo é possível para ele. Creia nisso, Jose.
        .
        Abraço, no amor do Onipotente,
        mz

  4. Raquel disse:

    Gostaria de lhe cumprimentar por escrever sobre assuntos tão mal aconselhados por muitos que se dizem conselheiros e que as vezes mandam que o casal se separem. Eu e o meu marido trabalhamos com curso de casais e aconselhamos casais com muitos problemas no casamento e pela graça de Deus nunca os aconselhamos dando liberdade para o divórcio, pois dizemos a eles que Deus detesta o divórcio e se essa for a opção estarão contrários a vontade dEle portanto trazendo maiores problemas, pois se estiverem em desobediência ao que Ele diz não poderão contar com a ajuda dEle.
    Temos visto também situações dessa forma que após longo aconselhamento vemos o casal vivendo maravilhosamente hoje .
    Temos que crer que a Palavra de Deus não vai voltar vazia antes ela há de fazer aquilo para qual ela foi enviada, lógico que tem gente com todo tipo de coração e que não quer mudanças mas aí fica por conta deles a responsabilidade do erro.
    Que Deus o guarde meu irmão e o faça cada dia mais destemido para falar o que deve ser dito em Nome de Jesus. Tenha um bom dia!

    • Olá, Raquel,
      .
      fico muito feliz de ver que vocês aconselham segundo a fé bíblica e não segundo conselhos humanos. Peço a Deus que frutifique o ministério de sua família e que sejam canal de benção e restauração para muitas vidas que vivem abalos no casamento. Louvo ao Senhor por tua vida.
      .
      Um abraço a ti e a teu marido, no amor de nosso Deus,
      mz

  5. Abraão Modesto disse:

    Irmão Zágari, bom dia!

    Nunca tinha ouvido um testemunho como esse, sempre ouvia falar em perdão no matrimônio mas sempre via casos que a mulher perdoava a traição do marido, nunca o contrário.
    Atualmente o casamento tem perdido a credibilidade devido a quantidade de divórcio existentes mas os erros humanos não anulam o propósito de Deus para o matrimônio.
    Antes já cheguei a pensar até em celibato devido as dificuldades que vejo nos casamentos e por ver que muitas vezes nas igrejas existem muitos divórcios e também por vim de um lar separado mas depois de um certo amadurecimento espiritual vi que o celibato não é pra mim rsrsrs….

    Enfim mais um post edificante, graças a Deus,
    Que Cristo te abençoe mais neste ministério,

    Abraços,

    Abraão Modesto.

  6. Mirameles Sabino disse:

    Emocionante ver como Deus age através dos seus servos! Deus abençoe você, irmão Maurício e à família dessa “irmã”. Que todos os casais cristãos encontrem alguém que possa ajudá-los em situações difíceis. Amém!!!

  7. Felipe disse:

    A paz!

    Mauricio, essa historia dessa irmã é Deus agindo literalmente e usando sua vida pra isso.

    A mesma gratidão que essa irmã tem por sua vida eu também tenho, pois após meu acidente fiquei totalmente decepcionado com a igreja e nunca mais coloquei o pé em uma ate…

    Desigrejados e decepcionados com a igreja

    Maurício Zágari em 18 de junho de 2012

    Não me pergunte como achei esse texto seu no gospel+, mas depois desse texto comecei a acompanhar todos seus textos no APENAS e a cada texto aprendo muito!! Voltei a igreja me batizei e só agradeço a Deus por ter usado sua vida pra resgatar a minha.

    Uma coisa que pretendo fazer um dia é te conhecer pessoalmente e te dar um abraço e dizer: Mauricio, que Deus sempre use você dessa maneira tremenda e muito obrigado por tudo.

    Comento pouco aqui no blog mas leio todos seus textos hehe

    A igreja que estou frequentando a pouco tempo abriu ha 2 semanas uma igreja nesse endereço Rua das Pitombeiras 488, praça 7 de abril
    Bairro Paciência – Rio de Janeiro / RJ
    Um dia irei visita-la e tenho certeza que vamos se encontrar pra trocar aquela ideia cheia do espirito santo!

    Continue edificando vidas atraves do seu blog.

    Fique na paz!!!!!

    Abraços!

    • Felipe, oi,
      .
      mano, essas palavras enchem meus olhos de lágrimas. Mas então me lembro que foi Deus quem agiu em tua vida e minha emoção se torna louvor a esse Ser tão espetacular. Obrigado, Senhor, por esta vida tão preciosa ter sido resgatado por mérito único e exclusivo teu.
      .
      Um abraço, querido , e obrigado pelas palavras que nos incentivam a continuar. Deus te abençoe,
      mz

  8. Anônimo disse:

    Nossa! Fiquei impressionado com este Blog/Site (vou acompanhá-lo a partir de hoje). Sobre o post do casamento meus pais se separam por causa de traições, problemas financeiros, mágoas, não vejo restauração pelo menos por enquanto. Na verdade nunca orei pela restauração do casamento deles, visto que o sofrimento era enorme para toda família, até desejava a separação ( mas nunca fiz nada para contribuir para ela, ao contrário pedia compreensão e entendimento entre os dois). Eram brigas diárias. Uma das partes se retirou e foi viver a vida como queria fora dos princípios de Deus, quando saiu as coisas começaram a mudar de forma impressionante para os que ficaram, houve organização e união onde só haviam brigas por parte da família. Foi tão rápido que recordei trechos da bíblia “se uma família se divide em grupos que brigam entre si, essa família não pode durar”, “quem comigo não ajunta, espalha”, o fato me fez perceber que era essa parte (que saiu) que prejudicava a todos. Hoje eles estão vivendo separados mas vejo arrependimento por parte dos dois, mas principalmente do que mais prejudicava, que sente saudade da família que deixou e percebeu que viver fora dos princípios de Deus não traz a verdadeira felicidade mas sim o prazer do momento,ensinamentos como dar valor ao bem estar familiar e não à bebida, e saber que amar é o cuidar do outro. Gosto de associar o que minha família passou com a parábola do filho pródigo. Só espero que com o mesmo fim mas para acontecer um deve pedir perdão (sincero) e o outro dar o perdão.

    • Olá, mano,
      .
      oro para que seus pais possam viver a plenitude do que Deus tem a oferecer aos que confiam nele e não agem por suas próprias forças. É muito triste ver uma família passar por isso e nem consigo imaginar o que você enfrentou e enfrenta. Só posso esperar em Deus que ele aja segundo seu querer para restaurar o casamento de seus pais.
      .
      Um abraço, no amor daquele que nos amou primeiro,
      mz

  9. Camila disse:

    Boa tarde! Que post lindo e que história linda! Eu concordo em gênero, número e grau com sua opinião sobre o divórcio, Maurício! E digo mais, concordo, por experiência própria! Vou fazer 5 anos de casada, e com 2 meses apenas de casamento, descobri traições do meu marido. Vivemos os 3 primeiros anos de casamento muito intensos, atordoadoas e atribulados. Com inúmeras traições dele, e inclusive, agressões! E a maioria das pessoas que nos acompanhou de perto, inclusive, o pastor que fez o nosso casamento, nos aconselhou a separar. Mas, eu sempre entendi que Deus é amor, viver com Ele e ser imitadora de Cristo inclui atos de amor e perdão, constantemente. E com muitas orações, cursos, aconselhamentos, estamos vivendo os momentos mais felizes das nossas vidas! Meu marido é meu amigo, meu parceiro, meu amante e temos sido aprimorado por Deus de forma tão linda, que dá gosto de ver! Vale a pena o sacrifíco do nosso egoísmo. Isso é tomar a sua cruz… Permitir sacrificar o seu desejo, seu egoismo e deixar Deus cuidar do resto…. Nós temos que parar de nos conformar com este século e não permitir mais que o divórcio habite dentro da igreja… Eu tenho horror de ver casais cristãos falando de divórico, esposas cristãs lendo literatura pornográfica, infelizmente, o mundo entrou dentro da igreja!! mas, nós q somos igreja de Cristo e morada de Deus devemos resistir até o fim! Aliás, sugiro um novo post sobre essas literaturas obscenas… tenho amigas e irmãs cristãs lendo e que insistem que é apenas para melhorar o casamento… Aff… Só Jesus mesmo!

    • Camila, olá,
      .
      louvo a Deus pela sua vida e por tudo que fez no teu casamento. Que lindo ver a graça maravilhosa em ação, de modo prático e que serve de testemunho vivo para aquilo em que cremos. Bendigo ao Senhor por tua fé.
      .
      Um abraço pra ti e teu marido, no amor de Cristo,
      mz

  10. Cássia disse:

    Me emocionei tanto nesse depoimento. Como Deus é grandioso! Hoje vemos a persistência de satanás ao tentar destruir os lares, nós deixamos nossa velha natureza prevalecer e muitas vezes o resultado é muito triste. Fico muitíssimo feliz por este casal, e desejo do fundo do coração que eles continue na perseverança de um lar abençoado, que Deus os ampare em seu grandioso amor.

    • Oi, Cássia,
      .
      de fato, a grandiosidade de nosso Deus excede tudo o que podemos pensar. Louvo a Deus todos os dias por seu poder sobre as armadilhas de Satanás.
      .
      Um abraço fraterno, na paz de Cristo,
      mz

  11. Rosana Rabelo disse:

    Não pude conter algumas lágrimas, principalmente no fim do texto. Deus é bom, misericordioso, onipotente e fiel aos que o buscam de todo coração.
    Suas palavras têm sido benção na vida de muita gente, Maurício.
    Fica na paz e que Deus continue abençoando sua vida!

  12. SUELI disse:

    Que emocionante,eu sorri e chorei ao mesmo tempo,quando ela disse que vc deveria estar sorrindo ao ler eu estava com uma cara de boba em frente ao computador,rindo sozinha e engasgada com choro…é maravilhoso ver o que Deus pode fazer quando lhe damos a oportunidade,que Deus abençoe essa familia, a vc Mauricio que em nenhum momento usou argumentos falhos e humanos mas se deteve naquilo que a palavra de Deus nos ensina,eu sou uma prova de que essas ministraçoes são capaz de nos curar,a alguns meses eu lhe escrevi numa grave crise de depressão e em crise espiritual,hj estou bem estou curada pra honra e glória de Jesus,e suas plavras foram de grande ajuda pra mim,obrigada por se permitir ser usado por Deus,não digo isso como bajuladora tampouco com intuito de lisonja,mas com a certeza de que todos que estiverem dispostos a servirem ao próximo em nome de Deus serão honrados por Ele no grande dia,ainda que nessa vida as lutas também os alcance,serão mais que vencedores..Continue; e a essa irmã eu digo força minha amada pernaneça, e que Jesus faça parte da tua familia e vc continue fazendo parte da dEle..Que Deus nos capacite a fazer o que é certo todos os dias e nos perdoe quando não formos eficientes nisto.

    • Oi, Sueli,
      .
      louvo a Deus pelo que fez na tua vida, muito me alegro por saber que você está bem. As palavras de vida são muitas vezes diferentes das que esperamos ouvir, mas a verdade é a verdade e é ela que precisamos proclamar. O resto Deus faz, por sua maravilhosa graça.
      .
      Obrigado pelo seu carinho.
      .
      Um abraço, no amor de Cristo ,
      mz

  13. lucia helena disse:

    Oi irmão, quanto tempo né?Que bom ver o quanto DEUS trabalha em favor daqueles que o buscam.Como já mencionei algumas vezes, há 11 anos vivo num jugo desigual,tantas vezes já pensei em jogar tudo pro alto,mas o SENHOR tem me dado força,graça e principalmente me sustentado com sua infinita bondade e misericórdia,sabe irmão a traição dói,o desprezo dói e o abandono também, por tudo isso eu passei e ainda enfrento muitos obstáculos em relação ao meu casamento…Quando vim pra Jesus eu já vivia com meu marido, o começo foi horrível ele parecia meu pior inimigo,até ir escondida pra igreja eu já fui,ele me proibia tudo que se relacionava com minha nova fé,sofri muito e hoje após 11anos posso dizer que verdadeiramente o Senhor trabalha em favor daqueles que Nele esperam,ainda que não seja no meu tempo e do jeito que eu gostaria .Um grande abraço no amor do Pai!!!

    • Oi, Lucia,
      .
      Jesus nunca nos prometeu uma vida fácil, pelo contrário, ir após Cristo significa negar a si mesmo e tomar nossa cruz. Mas nosso consolo é que Deus está ciente de tudo e um dia recompensará aqueles que lhe foram fieis. Tenha a certeza de que o Senhor não está alheio ao que te acontece. Persista, seja fiel e a graça te acompanhará todos os dias até o fim dos tempos.
      .
      Oro por ti, mana. No amor de Deus,
      mz

  14. anônimo disse:

    Bom dia em Cristo amado do Pai,

    Meu casamento uma benção, o relacionamento uma benção! Até que em 17 anos de casada, passei por um terrível naufrágio matrimonial. Jamais pudesse imaginar em minha vida que viveria o que vivi! Foram dias de puro desespero e tudo começou nada mais nada menos, com uma história de abuso. Foram dias de tormenta. A fé não sei ao certo para aonde foi, e nós que tememos o nome do Senhor, sabemos que o mundo aguarda com aplausos a desgraça do povo de Deus. Foi uma batalha que parecia não terminar, foram noites sem dormir, foram lágrimas sem cessar, muitas vezes pensava que era pesadelo, não era realidade. A única orientação que eu tinha da família era que me divorciasse.

    Cheguei a conversar com os pastores, intercessores, amigos mais próximos e muitos não acreditavam pois quando acontece este infeliz caso a pessoa abusada é traumatizada e não se relaciona bem com o abusador. Imagina a minha situação: de um lado minha filha e do outro meu marido. Ela estava em um fase rebelde e no momento que o pai foi corrigi-la com uma boa surra ( tinha 16 para 17 anos) veio à tona o fato de que quando criança foi abusada pelo pai. Ele o tempo todo negando, ela do outro afirmando, foi tenebroso, horrendo pra mim isso tudo. A sensação que eu tive que abrira um imenso buraco debaixo dos meus pés e eu entrei nele, literalmente na obscuridade e no silêncio de tal lugar.Segundo ela, isso ocorreu no período em que eu trabalhava e ela tinha a idade de 10 anos. Mas uma coisa me chamou a atenção ela sempre se deu muito bem com o pai e comigo sempre se levantava. A proximidade com o pai sempre foi de amor e nunca de ódio. A única coisa que o pai afirmou o tempo todo que muitas vezes quando chegava do trabalho, ela estava dormindo em nossa cama (o horário de trabalho dele é de escala, um dia de manhã, um dia a tarde, outro a noite), e que em uma dessas vezes ele encostou nela. Eu não reconhecia mais o meu coração, era um mix de sentimentos, ora raiva, ódio, piedade, amor e assim sucessivamente.Ele saiu de casa e quando saiu foi um vazio, um buraco sem fim. Ficamos em quatro, eu, minha filha e meus dois filhos. Foi a fase que minha filha aprontou mais, saindo de casa escondida e indo pra casa de namorado, me enfrentando, desafiando, um inferno! Nisso, meu esposo se afastava do evangelho, revoltado, xingando, destratando a gente… em meio a toda esta situação eu consegui visualizar o coração dele ferido.

    Minha família apoiava o tempo todo o divórcio e eu pensava no nome de Deus o tempo todo, na família que nós éramos. Passado uns meses, meu marido retorna pra casa, não conseguia ficar sem a família, eu do outro lado concordei, mas sentia que meu coração estava confuso. O que aconteceu foi verdade, não foi? Minha família do outro lado pressionando para que eu me divorciasse. O pastor da minha igreja na época, aconselhando para lutar pela família.

    Vivi momentos que sinceramente jamais pudesse imaginar! Vou encurtar. Meu marido saiu de casa umas três vezes devido a esta situação e minha filha bem, como sempre esteve. Um dia ela toma vários comprimidos e deixa uma carta dizendo que ela se sentia culpada por ter atrapalhado nossa vida, ela sabia que se insinuava para o próprio pai, que o ideal era morrer para que vivêssemos bem como antes. Nesse dia, quando cheguei em casa, ela já estava no hospital e passava bem, li a carta e a guardei. Orei e deixei nas mãos do nosso Pai. Uma certa vez, diante de uma advogada para dar entrada no divórcio, ouvi Deus falando comigo com essas palavras: QUEM DÁ PONTO FINAL E VÍRGULA EM SUA VIDA SOU EU !! naquele momento, vi que estava agindo de mim mesma e decidi voltar atrás, lutar pela família!!! A resposta definitiva aconteceu dentro da Estância Paraíso (Lagoinha – BH) em uma semana que passei lá em programa chamado Renovo dentro da Estância. Foi ali que decidi definitivamente amar, perdoar, viver!!! Se aconteceu ou não Deus o sabe; decidi perdoar o imperdoável, amar com amor de Deus! Foi um terremoto acompanhado de tsunami, sobrevivi!!! Estou aqui hoje, pela primeira vez, em uma rede, relatando um pouco daquilo que vivi, e sei que posso ajudar direta e indiretamente uma vida, uma família! Um adultério pode ser perdoado e ambos lançarem no mar do esquecimento! Sejam cheios do amor de Deus!!

  15. Edina Oliveira disse:

    Ola irmão,

    Você é jovem e tem sabedoria dada por Deus. Sabe aconselhar sobre diversos assuntos e sempre dentro da Palavra, que verdadeiramente transmite os valores corretos para uma vida de acordo com a vontade de Deus.

    Quero te contar sobre um milagre que o Senhor Deus fez na vida de minha filha: lembra quando te pedi para orar pela saúde dela?
    Dois exames anteriores acusavam um problema grave. Orei e pedi ao Senhor que não deixasse minha filhinha sofrer, e que os novos exames fossem normais. Que aumentasse minha fé. Fiz promessa para cumprir durante um ano. Repetimos os exames, e está tudo bem.
    Deus é muito amoroso e bondoso. Não se limita a nossa pouca fé e grande imperfeição. Sou prova disso, pois nem eu, nem ela, nem a família toda é digna desse amor.

    Louvado seja Deus!!!

    Um abraço fraterno!

    • Oi, Edina,
      .
      que notícia maravilhosa! Fico muito grato a Deus pelo imenso amor e pela graça demonstrada a sua filha. Ele é bom e cuida dos seus.
      .
      Um abraço carinhoso para ti e toda a tua família,
      mz

  16. Beatriz disse:

    Maurício,
    No caso de um casamento entre cristãos em que um deles é divorciado de um casamento anterior, você acha que devem se separar?
    Abraço fraterno

    • Olá, Beatriz,
      .
      minha irmã, recomendo que você procure seu pastor e converse com ele. Essa é uma situação complexa e não posso expressar o que acho a partir de tão poucas informações. Cada caso deve ser tratado pelo pastor da igreja em que se congrega, com conversar completas e densas, sob oração, em um aconselhamento à luz da Bíblia, talvez em mais de um encontro. Por favor, procure seu pastor e exponha toda a situação a ele.
      .
      Um abraço carinhoso, no amor de Deus,
      mz

  17. Maira disse:

    Como é difícil lidar com os assuntos do coração.
    Estou separada há 4 meses do meu marido, não nos divorciamos ainda é a segunda vez que sai de casa, pois, já não aguentava mais o que ele andava fazendo, já não me respeitava mais, saiu da Igreja ai que a coisa piorou, sei que errei muito, mais sempre fui fiel a ele, nunca o trai, mais ele sempre disse que eu traia ele, não sei da onde ele tirava isso irmão.
    E ele se justificou dizendo que eu o traia e por isso queria fazer o mesmo comigo, sempre foi rude, nunca gostou da minha família, quantas vezes deixei de ir em festas familiares porque ele não ia ou simplesmente não deixava eu ir, sempre fui obediente a ele.
    Descobri coisas horríveis dele, por isso sai de casa, só que não vivo mais em paz, no começo ele disse que queria mudar, mais sempre descobria algo dele, mentiras e mais mentiras e resolvi não voltar esperando ele mudar, só que em dezembro ele começou a namorar outra mulher, nossa foi um baque, não esperava, ele disse pra mim que a amava e queria o divórcio, só que mês passado esse relacionamento dele acabou, e agora ele quer voltar, mais eu não quero mais, sei que estou condenada por Deus, até perdi a vontade de viver, já que Deus condena o divórcio, nosso pastor deixou de nos aconselhar, não sei mais o que fazer, não o amo mais 😦

    • Maira, olá,
      .
      seu pastor deixou de aconselhar vocês? Por favor, procure um pastor de verdade. Ele deveria dar a vida por vocês e não deixar de aconselhá-los.
      .
      Mana, eu creio que Deus ressuscita mortos, anda sobre o mar, retém os ventos, se transfigura e que criou os deus e a terra. Como não creria que ele restaura qualquer casamento?
      .
      Sei que é difícil, sei que é doloroso, sei que é humilhante. Mas não é impossível. E não é o fim. Se vocês dois estiverem dispostos a lutar pela família e o relacionamento, é possível. Não acontece do dia para a noite, as feridas doerão por muito tempo. Mas enquanto o espírito habita o corpo há esperança. Eu creio no Deus que tudo pode. Se você crer, entrega teu caminho a ele, confia e o mais ele fará.
      .
      Oro por ti, em solidariedade e amor. Na paz que excede todo entendimento,
      mz

  18. Graça e paz irmão Mauricio.
    Louvado seja Deus por encontrar pessoas que ainda se permitem ver os milagres em suas vidas, como no caso desse casal.
    Como um pequeno e humilde pastor, jamais posso aprovar o que Deus reprova: divórcio. Por isso, aqueles que se humilham diante de Deus, em breve encontram seus casamentos restaurados e o amor um pelo outro renovado.
    Deus é Poderoso para qualquer situação. Se Ele pode fazer nascer uma nova criatura de um ser humano morto em delitos e pecados, por que então não pode restaurar sentimentos?
    Lindo e glorificante testemunho. Levarei ao meu pequeno rebanho para edificação.
    No amor de Cristo,
    Jeferson Rangel

    • Salve, reverendo,
      .
      me alegro que compartilhamos a mesma fé na onipotência de Deus. Enquanto ele existir, seus milagres existirão.
      .
      Aquele abraço, no amor de Cristo,
      mz

  19. Jc disse:

    Você deveria reconsiderar e escrever mais sobre o que “Jose” disse em 27/02/2014 às 8:27. Segundo comentário deste post. Existe MILHARES de cristão vivendo este mesmo drama e ninguém liga para estes casos. “José’ é um exemplo do que está acontecendo “por baixo” do piso das igrejas.

    • Caro JC,
      .
      desculpe-me, não compreendi o que deveria reconsiderar. Que Deus tem poder para fazer qualquer coisa e que ele pode restaurar qualquer relacionamento? Isso é algo a ser reconsiderado?
      .
      Um abraço, na paz de Cristo,
      mz

  20. C disse:

    Este é o meu deserto no momento.
    Mas deixo como encorajamento a todos que tb estejam sofrendo por estes motivos que abram os olhos espirituais para além da “crise no casamento”. Esta situação tantas vezes é apenas uma sombra de outros males. Quantas vezes focamos no conjuge mais do que no Senhor, e um altar se instala em nós sob a desculpa do zelo, quando na verdade é idolatria? Quantas atitudes de insubmissão estão incrustradas nas mulheres ( e me coloco neste grupo) sob a filosofia atual e barata de revisa da “mulher forte, independente e de vênus”, apagando assim a recomendação de Proverbios 31 e do Ap Paulo quando nos encoraja a sermos submissas aos esposos como à Cristo?
    Que nossas crises matrimoniais ( e qualquer outra)nos aproximem da Verdade, pq ela liberta, e buscando-a na pessoa do Cristo e do Seu reino, TODAS as coisas nos serão acrescentadas.
    Deus é especialista em construir caminhos na tormenta.
    Busquemos à Ele, Ele pode, Ele faz.
    Ele ama a família. Sejamos sábios em Deus na condução de nossas vidas e famílias a despeito da zombaria do mundo.

    Fico daqui buscando a força que o Senhor ama distribuir no deserto aos fracos.

  21. Carolina disse:

    https://sites.google.com/a/ajudamatrimonial.com/new/

    Neste site tem um excelente livro de encorajamento sobre restauração matrimonial

  22. Samantha disse:

    A paz do Senhor Pastor;

    Seus post tem me ajudado muito,hoje li o post sobre o casamento,e em muitas partes parecia meu proprio relato,sei que Deus é cuidadoso e acredito que Ele nos conduz pelos seus caminhos não pelos nossos,estamos passando por aconselhamento na nossa igreja,obrigado por acreditar e nos ajudar a voltar a acreditar,que o nosso Deus é o Deus do impossível.

  23. AP disse:

    Daqui a alguns dias estarei completando 1 aninho de casada (nosso casamento é um bebê rs) e muito antes de nos casarmos eu procurei muitos artigos sobre esse assunto (divórcio), pois tenho muitos casos, infelizmente, de amigos que se separaram por simplesmente “não ter dado certo” ou pq “o amor acabou” entre n motivos… Eu só tenho 21 anos de idade, me casei nova, mas desde muito mais nova, quando me deparava com notícias de divórcio pensava “Eu não quero esse futuro pra mim, Senhor. Eu quero encontrar um servo seu que esteja disposto a superar todos os obstáculos comigo. Que o divórcio não seja nem mesmo uma opção na nossa vida.” E eu tenho a paz de que o encontrei e que sou casada com a pessoa que sempre sonhei… Deus me presenteou! Mas eu já discuti muito com amigos meus que se separaram e hoje buscam um “novo amor”. Às vezes me sinto um pouco “julgadora” entende? pq eu não aceito isso pra vida deles e acabo tomando o problema pra mim. Até com minha liderança que aprova em certos casos um novo casamento, eu já discuti. Eu nunca vou aceitar isso, nunca. Mas alguns amigos que passaram por essa situação me falam: “- Você diz isso tudo pq só tem 1 ano de casada, quero ver quando as grandes tempestades vieram, se conseguirão levar até o fim…”
    Eu só não consigo entender como amores, confirmados diante de Deus se acabam. Acredito que seja algo totalmente espiritual, penso como vc, que Deus pode restaurar e mudar qualquer caso. As vezes acho que não tenho sabedoria e jeito para aconselhar meus amigos, pois sempre saio errada ao tentar ajuda-los, hoje eu apenas oro. Estou fazer o certo? Não devo me intrometer mesmo né? mas é tão triste vê-los carregando um peso assim…
    E gostaria de parabeniza-lo, é a primeira vez que comento aqui, mas antes mesmo de me casar já acompanhava seus posts e continuarei, pois são edificantes e confirmam sem medo do que os outros vão pensar a palavra de Deus! 🙂

    • Olá, Amanda,
      .
      fico feliz que você tenha conceitos tão sólidos em defesa do casamento. Fora as práticas sexuais ilícitas não há permissão bíblica para o divórcio. E, mesmo em casos de pecados sexuais, o arrependimento e a restauração são o caminho mais cristão.
      .
      Creio que no trato com seus amigos você deve seguir o principio do amor: exortar com afeto e paciência. Com palavras doces mas firmes. Não se deve confrontar pecadores, mas proclamar o que a Palavra diz. O resto é com o Espírito Santo.
      .
      Não se sinta “julgadora”. É preciso entender o contexto em que Jesus falou sobre “não julgar”. Ele estava se referindo a hipocrisia, a pessoas que apontam nos outros o mesmo erro que elas mesmas praticavam. Não é o seu caso. Chamar seus amigos à verdade não tem nada a ver com julgar.
      .
      Orar é sempre um excelente e indispensável caminho. Interceda, aconselhe e deixe o resto com Deus.
      .
      Um abraço a ti e a teu marido, que Deus siga os abençoando e os prepare para as tempestades que, sim, virão. Mas que são totalmente contornáveis.
      Mz

  24. Paulo Silva disse:

    Olá Zágari.
    O fato de o marido dela já não mais agir com violência física, não humilha la, não lançar lhe mais em rosto o seu erro e de ela ter a oportunidade de ver seu filho sorrir neste novo ambiente. Já lhe é motivo de sentir se bem resolvida. Porém, ela não disse que estava sentindo amor pelo seu esposo. Que ótimo (digo com sinceridade) que o que conseguiu alcançar, lhe é suficiente para estar bem! Em minha humilde opinião isto não aconteceu, porque para restaurar algo, este tenha que existir. Uma parte pelo menos. Deve se insistir na manutenção do casamento, buscar auxílio em Deus e perseverar nesta luta sim, mas não há garantias que se alcance realização por completo, infelizmente. Para alguns a possibilidade é real, para outros sabe se lá exatamente o porquê, não. Satisfatório para os não passionais, mas não para a outra classe que obtém no máximo, um consolo! Muitos, inclusive você em seu texto, falam como se “amar” estivesse ao alcance de uma decisão. Como numa prateleira, sendo somente ser necessário tomar posse. Se assim fosse, Jacó seria feliz com Lia, mas todos sabemos que ele somente se realizou quando casou se com Raquel a quem realmente amava. E olhe que estamos falado de uma referência e não de qualquer um. Para quem ama a sua esposa é fácil detonar (friamente) os que estão infelizes. Criticando suas atitudes quando não aguentam suportar um casamento sem amor. Peço que os realizados imaginassem se estando casados com a moça da padaria, ou qualquer outra que não lhe desperte interesse! Pois é pimenta nos olhos dos outros é refresco! Não estou apoiando o divórcio, mas olho com pesar os que sofrem no tocante a este assunto. É como sentir se condenado a uma sentença que limita o alcance de alguém ao bem estar próprio. Você já escreveu: “Somos chamados para a fidelidade e não para a felicidade”.Tudo bem, se fosse assim para com todos. Contudo, alguns encontram sim (aqui nesta vida) realização. Os que não, tenham o desprazer de ter que concordar que Tima Maia estava mais certo que muitos pastores. A saber; na canção “Azul da cor do mar”. Deixe me exemplificar um caso que conheço. Quando ainda sentindo a carência do amor em seu casamento. Pediu, pediu muito que Deus viesse a colocar em si o amor que não sentia pelo seu cônjuge. Nesta época, apesar de sua carência, a pessoa tinha maior espiritualidade, esperança e ainda gana de realizar se.Porém, com o tempo esta relação desgastou se de tal maneira, com tantas mágoas resultantes de humilhações, brigas, insultos, citações frequentes de divórcios, maldições, declarações de arrependimentos com o casamento, rejeição entre outras coisas. Já não há o desejo de amar tal indivíduo! Sendo assim, como Deus agirá? E por que faria agora, se não fez quando a situação era melhor em todos os sentidos? Este assunto é extremamente complexo e infelizmente muito comum na vida de muitos. Sobretudo de cristãos até. Perdoe me o enfoque negativo da mensagem. Gostaria de coração em tratar de forma diferente, mas é o que “tem” pra hoje. Fique na paz do criador.

    • Respeito sua opinião, Paulo.
      .
      Abraço, Deus o abençoe,
      mz

      • Paulo Silva disse:

        Olá Zágari.
        Sem a intenção de estender o assunto, gostaria de dizer que a minha “opinião”, está baseada em fatos e experiências reais.
        Gostaria de fazer algumas considerações. O inconveniente de um espaço como este (público), é que a possibilidade do debate o assunto exposto, pode interferir na intenção positiva do autor. Eu quando exponho minhas ideias (verbalmente), procuro evitar que certas pessoas participem. Nem sempre as coisas funcionam como gostaríamos. E isto pode ser extremamente difícil para quem não esteja preparado para possivelmente ficar desapontado e consequentemente desanimado.Nem todos estão capacitados a digerir de modo maduro, algo frustrante, para que possa ainda prosseguir, apesar disto. Por este motivo, ás vezes, não me sinto bem em expor um comentário que não concorda com a sua publicação. Não gosto (nada) de ser o responsável por “jogar um balde de água fria” em ninguém! Gostaria que soubesse. Pois, apesar das discordâncias, admiro o seu trabalho e considero (verdadeiramente) muito útil e significativo.
        Abraço e fique na paz do criador.

      • Oi, Paulo,
        .
        não se preocupe, este é um espaço onde discordâncias – se feitas com respeito e amorosamente – serão sempre bem-vindas. Ninguém é obrigado a concordar unanimemente com ninguém. Fique em paz.
        .
        Um abraço fraterno, Deus o abençoe,
        mz

    • Rodrigo disse:

      Boa tarde…

      Concordo com o Paulo… é extenso, complexo e delicado demais esse assunto.

      Passo por boa parte do que ele falou e não sei mais o que fazer. Pior é que sei que ela me ama, me respeita e tem feito de tudo para que dê certo. Mas no meu coração não há amor. Nunca houve, de verdade. Mas ela é uma pessoa maravilhosa, mulher de Deus, espiritual, compreensiva, forte, guerreira e várias outras qualidades que nem vão caber aqui… Mas eu não a amo. E por vários motivos alheios ao amor, me casei com ela. Com isso, sinto que ela também sofre, pois sabe que, apesar de me amar tanto e com tanta intensidade, não há uma resposta à altura da minha parte. Nunca disse isso a ela, mas ela sabe… toda mulher sabe.

      Enfim…

      Espero ter uma resposta pra minha vida um dia. Que Deus tenha misericórdia e seja breve…

      Nele, onde sei que estão todas as respostas…

  25. kelly falcão disse:

    Oi querido a paz!
    Maravilhoso os textos sobre casamento o Senhor usou sua vida poderosamente pra testificar a sua direção pra minha vida e Família. Deus te abençoe Muitíssimo!
    Não consegui assistir ao vídeo do Paul Washer que vc compatilhou o link, teria como vc me mandar o nome da mensagem? Aguardo resposta.

  26. J disse:

    Olá, Zagari
    Concordo com tudo o que disse e sei que Deus é capaz de restaurar tudo o que Ele queira.
    Sou casada a 16 anos, nesse tempo 4 anos separados, muito infelizes.
    Meu marido não me ama, nunca me amou, inclusive já verbalizou isso. Hoje, convertidos, ele diz que pede a Deus que possa me amar, e cada vez que ele diz isso me dói mais, pois é só a confirmação em palavras do desprezo e total desinteresse dele por mim. Nem mesmo intimidade temos mais pois engordei e ele ssempre teve problemas com isso.
    Eu não quero me separar, mas me pergunto por quantos anos ainda serei capaz de suportar.
    Estou muito cansada, na verdade eu acho que para meu marido minha morte seria um alívio, assim evitaria o divórcio e romperia com a mulher que não mora em seu coração.
    Por favor não divulgue meu nome, me chame só de J.
    Nem sei o que espero de resposta sua, acho que só preciso desabafar.

    • Olá, J.,
      .
      fico muito triste pela sua situação e peço a Deus que traga paz e restauração a sua vida e ao seu casamento. Permita-me perguntar, minha irmã, se vocês já procuraram auxílio, seja pastoral ou mesmo com um terapeuta familiar. A situação de vocês precisa de três elementos para ser resolvida: desejo de resolver, a presença de Deus e o auxílio de pessoas interessadas a ajudar. Eu prego o que creio e o que já vivi, minha irmã: acredito que Deus é capaz de restaurar todo e qualquer tipo de relacionamento, mesmo o mais destruído. Mas, para isso, é preciso buscar ajuda. Fundamentalmente pastoral, para ter alguém que aconselhe, oriente à luz das Escrituras e interceda por vocês. Um psicólogo especializado pode ser muito útil também. A boa notícia é que é possível. A questão mais complicada é que o casal precisa vencer esse momento e buscar, junto, esse auxílio. Tenho certeza de que, se houver esse interesse, Deus agirá. Não perca as esperanças, creia e aja, mana. Oro por vocês, na certeza de que Deus tem muito a fazer em e por sua vida.
      .
      Um abraço carinhoso, na fé inabalável,
      mz

  27. monalisa farias disse:

    A paz do senhor irmão Mauricio,estou lhe enviando este e-mail,lhe pedindo ajuda de verdade,fazendo algumas perguntas sobre divorcio,cheguei ate voce e suas publicações.achei muito bonito o jeito que voce trata o casamento das pessoas com todo carinho,e orientando a todos a não desistirem.
    pois bem meu querido irmão ,quando eu disse que estou precisando de ajude de verdade é que a coisa está muito seria.me oriente como proceder na minha situaçao,meu esposo veio me pedir para que eu de entrada no nosso divorcio o mas rapido possivel,temos 23 anos de casados,e ele disse que não me ama mas a muito tempo,quer viver comigo so como amigo por causas das nossas filhas,e que ele esta gostando de duas pessoas,uma é uma missionaria que nos conhecemos,ela é separada mas ela nem imagina isso que ele sente por ela,e a outra é uma garota,que tem a idade de nossa filha menor [18 anos e ele tem 49 ]ele so se correspondem pelo face ,pelo watzap,e pelo celular. e ele é um pastor de nossa igreja,mas nos temos o nosso pastor de ministério,bem nos conversamos nesse dia 24/08,e ele me pediu que desse entrada no nosso divorcio,e eu disse a ele que não ia fazer isso, pois temia a Deus e que nos no nosso casamento fizemos um juramento,na riqueza na pedresa,na saúde na doença etc e ate que a morte nos separe,e ele me respondeu que sera melhor a separação do que ele ficar num casamento sem amor,e lhe disse voce não esta abrindo o coração para Deus fazer o milagre,e ele me respondeu que no memento ele esta sendo egoista esta pensando so nele ,e ai eu lhe disse se ele achava certo destruir 2 familia ,a nossa e a da moça de 18 anos pois ela esta noiva também,ele me disse que não vai mais a ver casamento,tentei usar alguns argumentos da palavra de Deus, mas ele disse que conhece todos,enclusive corintios que fala,se não tiver amor não adianta o homem dar seu corpo para ser queimado,pois nada valeria se não tiver amor,ele tem usado a palavra de Deus para se justificar,eu disse a ele que tudo bem pedir perdão pelos erros cometidos no passado,e ele disse que essa seria a nossa ultima conversa que teríamos e depois dessa não teria mas conversa entre eu e ele.
    so meu amado irmão eu nunca desacreditei em Deus,que ele possa preencher o coração de meu esposo de amor por mim ,pela nossa família pelo nosso lar ,pelo nosso ministério,eu creio que Deus possa fazer um grande milagre nas nossas vidas,principalmente na do meu esposo,pois confesso que sinto que o seu coração esta ou sempre esteve como uma rocha.pois nem ciumes de mim ele não consegue ter.
    diga-me meu amado irmão o que faço nessa situação,pois ele não quer ouvir ninguem nem mesmo nosso pastor,que ja tentou conversar com ele mas ele não está aceitando que ninguem fale fale ou lhe oriente em alguma coisa.
    como devo agir nessa situação,sei que DEUS pode agir,mas e se ele não der lugar como fica
    Eu não quero e nem penso em me divorciar dele.

    • Olá, Monalisa,
      .
      lamento muito que você esteja passando por isso, peço a Deus que cumpra sua divina vontade e traga paz ao seu lar.
      .
      Preciso recomendar enfaticamente que você procure o seu pastor novamente e em oração e juntos tentem mostrar ao seu marido que está agindo de forma contrária à Bíblia. Essa é uma situação muito grave, que deve receber acompanhamento pastoral, em especial pelo fato de seu marido ser um ministro do evangelho e estar agindo de forma tão contrária às Escrituras.
      .
      Não gosto de opinar em casos específicos, mas me parece que o maior problema dele é estar distante de Deus. Duas mulheres? Egoísta assumido? Esse homem parece estar espiritualmente doente e precisando urgentemente ser pastoreado. A passagem de 1Corintios 13 se refere ao amor divino, o amor ágape, não ao amor humano. Ele está equivocado em seus argumentos e precisa de instrução e orientação pastoral.
      .
      Em minha opinião você não deveria se divorciar. Se ele persistir, entrará com divórcio litigioso, à sua revelia, mas você terá permanecido fiel ao que crê. Mantenha sua consciência limpa e fiel a seus princípios.
      .
      Oro por vocês, na esperança da restauração. Que Deus abra os olhos desse homem e o chame ao arrependimento, pelo bem dele mesmo. Oremos por isso. Deus te fortaleça e te dê paz.
      .
      Um abraço fraterno, no amor de Jesus,
      mz

      • monalisa farias disse:

        obrigado meu irmão,so sei que no momento qualquer palavra que lhe for dirigida no momento lhe sera como uma afranta,pois ele achar que agora todo mundo quer se meter em sua vida,os conselhos não estão fluindo efeitos na sua vida,pois ele esta se baseando em alguns homens pregadora da palavra que abandonaram suas esposas,e que Deus os restituiu seu ministerio,como ele falou daqui a um ano ninguem se lembrara mas do que acoteceu.
        eu lhe permito que o senhor me ajude com seu conselhos e aceito suas oraçoes coloque,o nome do meu esposo é MANOEL DO SOCORRO RODRIGUES.MUITO OBRIGADO PELA ORIENTAÇÃO vou voltar a falar com o meu pastor novamente.

  28. sidneia disse:

    Nao da pra pra reconstruir um casamento igual o meu meu marido e drogado mim trai a 8 anos com mulheree diferentes Deus esta mim punindo de todos meus erros pois 8 anos oro e nada muda talves essa alegria nao seja pra mim.

  29. Rayane disse:

    Paz irmão Mauricio. Eu estava procurando algo não muito diferente do seu post, e fui direcionada a esse. Meu caso é parecido com esse, mas ainda assim é muito diferente. Irmão, eu me amiguei com uma pessoa nao evangélica aos meus 18 anos, mas comecei a namora-lo com 14. Sempre brigamos muito por ciúmes e mesmo assim decidimos casar (na verdade so morar juntos mesmo, porque ele nunca quis casar na igreja). Nos primeiros meses até foi bem tranquilo, ai voltaram as brigas e nos desgastamos muito, ele sempre me tratava muito mal e era muito frio comigo. Então, agora depois de 6 meses de casados eu decidi que queria que ele fosse embora e continuo morando na mesma casa sozinha. Agora reencontrei um amigo que conheço a 5 anos e que ele sempre gostou de mim. Estamos saindo para nos conhecer melhor (apesar de ja conhece-lo a muito tempo, agora estamos conhecendo nossos defeitos. E tambem tem o medo da parte dele de que eu volte com meu ex, porque moramos muito perto e ele ainda vem atras de mim), e ele parece ser a pessoa certa, pois sempre coloca Deus a nossa frente, cuida muito bem de mim, nos damos bem, ele quer casar do jeito certo (mesmo sem nunca termos nos beijado) e me motiva muito. O unico problema é que ele acabou o namoro para investir em mim e eu tenho medo de que nao der certo por esse motivo. Mauricio, tambem nao sei se fiz certo em me separar do meu “marido”. Preciso muito de sua ajuda, pois sou muito nova e indecisa. Agradeço desde ja. Fique na paz e Deus e obrigada pelo incentivador post.

    • Rayane, olá,
      .
      querida, eu pediria que você procurasse seu pastor para receber orientação sobre sua situação. Entenda que casos como o seu precisam de um olhar próximo, com conversas em detalhes, debaixo de oração. Você deve conversar com a pessoa que Deus separou para apascentar sua vida, que é seu pastor. Não tenho como dar um parecer por aqui, sabendo tão pouco, seria uma irresponsabilidade minha influenciar suas decisões em tal situação. Peço que compreenda que digo isso por amor a sua alma e por zelar por sua vida. Procure seu pastor e peça aconselhamento bíblico a ele, que poderá ver todos os ângulos da situação e analisar cada detalhe. Acredite, é o melhor caminho.
      .
      Oro por você. Um abraço fraterno, na paz de Deus,
      mz

      • Rayane disse:

        Muito obrigada irmão Maurício pela atenção e cuidado. Que Deus contínui lhe abençoando.

  30. Angélica Leão disse:

    Maurício Zágari, como Deus é maravilhoso! Eu procurava no google uma reflexão sobre o versículo I Tessanolicenses 5.18 (em tudo dai graças) e uma das páginas que apareceram foi https://apenas1.wordpress.com/2013/05/14/em-tudo-dai-gracas, estou passando por vários problemas de saúde e sentindo dificuldade de comprreender e verdadeiramente praticar este sentimento, o artigo é tão claro e me tocou profundamente fazendo com que me sentisse grata mesmo diante de tantos problemas, gostei tanto que comecei a ler os outros artigos e este sobre casamento e divórcio, este sim é o meu “espinho na carne”. Meu caso é muito parecido com o relatado, exceto que não sofri agressão física e sim verbal e que nos divorciamos de fato, por opção dele que deu entrada nos papéis, embora uma semana antes da audiência demonstrou que queria voltar atrás, mas eu naquela altura do campeonato entendi que se Deus permitiu que chegássemos até ali, não tinha como parar mais, seria como o povo de Israel que Deus permitiu que saísse do Egito onde eram escravizados e ainda assim desejaram voltar para lá. Acabei de comprar pela internet o seu livro Perdão Total, pois mesmo sabendo que Deus me perdoou quando me arrependi sinceramente e deixei o pecado, carrego comigo a culpa e a dor de ver minha família destruída e a dúvida de se ainda é possível restaurá-la. Gostaria muito de uma palavra sua pois é muito perceptível que elas são orientadas por Deus. Um grande Abraço e que Deus sempre use sua vida para abençoar outras!

    • Olá, Angélica,
      .
      louvo a Deus por ter falado ao teu coração por meio do post, ele é bom e cuida de nós. Eu acredito na restauração dos casamentos e, sempre que possível, recomendo a todas as famílias que busquem no Senhor a reestruturação e a recomposição. Eu escrevi este post tempos atrás, que fala exatamente sobre isso:
      https://apenas1.wordpress.com/2014/02/27/meu-casamento-nao-tem-jeito-devo-me-divorciar/
      .
      O seu caso é diferente, pois você já está divorciada, então o melhor conselho que posso te dar é que procure seu pastor e trate da situação com ele, pois é necessário um acompanhamento mais próximo e extenso para analisar, à luz da Bíblia, o que pode ser feito. Acredito no perdão de Deus e peço a ele que o “Perdão Total” traga alívio e paz a tua alma. Deus é um Deus de graça e não de fúria, e acredito que ele pode agir plenamente nas impossibilidades aparentes da tua vida. Oro por você, mana, confiando na ação do Senhor.
      .
      Um abraço fraterno, na paz do nosso Mestre,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  31. Angélica Leão disse:

    Maurício, agradeço muito, muito, muito pelas palavras que tanto me confortaram como me emocionaram, e, mais ainda, pelas orações! Não esperava que respondesse tão rápido, devido a constante falta de tempo que citou em outro post que li, fiquei muito feliz por isso e também pelo “mana” rsrsrs. Até o próximo comentário (após a leitura do Perdão Total) com muita fé no nosso Deus de Graça que o seu conteúdo me trará o que foi pedido por ti e transformará minha vida… Um grande abraço!

  32. Aline disse:

    A paz do Senhor irmão Mauricio….
    Gostaria de um conselho seu, se for possível. Posso escrever-lhe um email? Qual seu email?
    Obrigada….

  33. vabb disse:

    estou passando por muitas dificuldades em meu casamento meu esposo esta desviado da presença de Deus, e so faz coisas para me magoar, me entristecer, por favor me ajude temos uma filha e nao quero que ela cresça neste ambiente em que minha casa se tornou, meu esposo so quer saber dos amigos e bebidas e eu e minha filha sempre ficamos sozinhas em casa.

  34. marcio zorzan disse:

    Felizes sao aqueles que conseguem reverter a situaçao matrimonial. ja estou indo para o segundo divorcio, mesmo quando estava na presença de Deus. Ele pra mim ,nao se importou comigo e meus filhos.

    • Olá, Marcio,
      .
      naturalmente ele se importou, mano. Muitas vezes pomos na conta de Deus algo que não é responsabilidade dele, mas da natureza falível humana.
      .
      Oro por você e seus filhos, meu irmão. Deus os abençoe,
      mz

  35. janaina disse:

    Mauricio…. casei cedo por conta de uma gravidez precoce. Sempre amei meu marido ele me trata muito bem, mas sempre desconfiei d algumas atitudes dele. Recentemente descobri que fui traída durante esses 10 anos de casamento. Ele ainda não sabe q eu sei, estou em estado de choque. Estou desesperada não sei que atitude tomar, sei que com o tempo posso perdoá-lo, mas não sei se consigo continuar casada com ele. Peço a orientação de Deus, mas ainda não sei o que fazer.

    • Janaina, olá,
      .
      fico muito triste pelo que aconteceu. Minha recomendação é que você procure seu pastor e converse com ele. É um assunto importante demais para ser tratado pela internet com alguém que você nem conhece. Isso é para ser visto em gabinete pastoral, onde seu pastor a aconselhará biblicamente e fará o que for possível para resolver tudo – se preciso for, chamando seu marido para o diálogo. Peço que entenda que falo isso por zelo a sua alma e por responsabilidade. Você vai entender por que aqui: https://apenas1.wordpress.com/2014/11/17/nao-foi-a-toa-que-deus-te-deu-um-pastor/
      .
      Procure seu pastor, ele é quem melhor pode orientá-la e cuidar de você. Oro por sua vida e pela sua família. Abraço fraterno, Deus a abençoe muito,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  36. emersonpaula disse:

    Maurício, boa tarde.

    Que Deus o abençoe pela dedicação e compromisso com a Palavra de Deus e com o Evangelho.

    Seus Post’s tem sido canal de bênção na vida de muitos.

    Eu tenho uma dúvida e gostaria de fazer uma pergunta, posso fazê-la através deste e-mail?

    Deus o abençoe.

    Obrigado.

    Emerson Paula

    Date: Thu, 27 Feb 2014 10:02:02 +0000 To: emersonpaula@msn.com

    • Oi, Emerson,
      .
      muito obrigado pelo seu carinho e pelas palavras. Claro, pode fazer sua pergunta por aqui mesmo.
      .
      Abraço, Deus te abençoe,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  37. ed ribeiro disse:

    paz do Senhor
    na minha igreja tens alguns casais que vivem de aparência e que não tem nenhum contato como marido e mulher vivem se traindo mutuamente .
    eu sou casado a 10 anos e tenho dois filhos, a 6 anos passo por uma dificuldade minha mulher que não quer saber de mim mais na cama , não me procura, e se recusa a ter relações comigo, já oro , jejuo e busco a resposta por 6 anos , é fácil estar casado e não ter relações nenhuma com sua esposa? quando existe é por pura obrigação e não passa de 2 ou 3 vezes no ANO? ela diz nao saber a fonte disso tudo mais preciso de uma resposta de Deus , pro meu pastor não conto pois outros casos como o acima que relatei ficou publico, e se isso acontecer ai que não salvo mesmo mais meu casamento. obrigado ed

  38. S disse:

    O peso é tão grande sobre aquele que deseja o fim da relação que ele acaba desejando que o cônjuge cometa adultério para ele ficar livre perante Deus.

    Pensando em outra coisa, divórcio não bíblico só pode ser sucedido por arrependimento verdadeiro caso o culpado não contraia novo matrimônio, de outra forma, tudo será um eterno adultério, do qual só há arrependimento se houver afastamento do novo cônjuge, certo?

    Isso leva a horrível conclusão de que é menos pior adulterar estando casado do que contrair novo matrimônio, vez que aberta ficaria a possibilidade de arrependimento, evitando ao menos o adultério eterno, sofrendo somente consequências, mas não condenação eterna.

    Afinal, o novo casamento não bíblico até o fim da vida é um sinal claro de que não houve arrependimento, pois quem se arrepende do adultério que comete dia após dia, o deixa, certo?

    Bem, são consequências claras da abordagem que não considera que deve haver pessoas convertidas que se divorciaram e tornaram a se casar, ou que, dada a dureza do coração do homem e os efeitos do pecado no mundo, há pessoas que decidirão pelo divórcio.

    Para mim, parece complicado conciliar a graça com toda essa questão, sendo o novo casamento um passaporte para o inferno.

  39. t. disse:

    Oi, ontem passei o dia todo pensando que a melhor coisa a se fazer era me divorciar e aí… Procurando sobre o que Deus fala sobre divórcio, aparece isso.
    Bem, eu vi você dizendo “procure o seu pastor” o que ocorre é que mudei de cidade, e não tenho uma igreja na qual vou, ou seja, não tenho um pastor. Então gostaria de pedir-lhe conselhos a respeito do meu casamento. Tenho 21 anos (isso pra muita gente é um absurdo já estar casada) mas então, meu marido não é evangélico e tenho sofrido muito. Todo dia penso: casei errado!!! Nós ja brigávamos muito no namoro e agora essas brigas so se intensificaram. Ele me trata mal quando está com problemas aleatórios. Não sou uma santa, que faz tudo certo, mas tenho tentado acertar. O problema é que viemos pra essa cidade pra que ele fizesse residência e agora comecei uma graduaçao que so acabara daqui a 6 anos e a dele a 3. E questionando sobre se ele ficaria aqui, ele disse que iria passar 3 dias em outra cidade, que não estava preocupado se ia me deixar sozinha aqui, que pra ele não importava isso, ia pra lá e pronto que lá ia trabalhar. Eu me senti usada, porque pra eu vir pra ca e nos casarmos ele disse que ficaria aqui ate que eu me formasse. E então ele começou a me ofender e dizer coisas sobre a minha graduação, sobre eu não ter me graduado já. E tudo isso feriu meu coração, e por estar tão magoada e achando que daqui a 3 anos ele irá embora pensei em pedir o divórcio logo. Mas, diante de tudo que li, estou confusa. Ele diz que estou fazendo tempestade com coisas futuras, que não são certas. Mas sinto que o que ele me disse ontem é o que ele vai fazer: Não se importar se estaremos juntos ou separados. Gosto muito dele, mas estou sofrendo muito. Por favor! Ajude-me! Já orei demais a Deus de ontem pra hoje. Graça e paz!!!

  40. […] está enfrentando problemas no seu casamento, recomendo com ênfase a leitura do seguinte post: <Meu casamento não tem jeito, devo me divorciar?> […]

  41. Alessandra E.A.Souza disse:

    A paz do senhor jesus irmão,preciso de conversar em particular pois estou passando por momentos difíceis no meu casamento.

    • Alessandra, olá,
      .
      lamento muito saber disso e peço a Deus que restaure o seu lar. No entanto, minha recomendação é que você procure seu pastor e peça aconselhamento a ele. Por uma questão de princípios e pelos maus resultados de experiências passadas, não aconselho ninguém pela internet. Por favor, procure o seu pastor, na certeza de que ninguém melhor do que ele pode te auxiliar à luz da Palavra de Deus.
      .
      Oro por você e peço a Deus que a paz volte ao seu lar. Abraço fraterno,
      mz

  42. Suelani disse:

    Preciso urgente de ajuda! Meu casamento está destruído por falhas minhas. Me arrependi e quero reconstruir meu casamento só que ele não. Estou ficando desesperada! O q faço?

  43. Milena disse:

    Como esta sendo importante para mim, nesse momento, ler essas coisas. Aprendi que Deus repudia o divorcio e ama a familia. Meu marido quer sair de casa por causa de um amor de adolescencia que reapareceu. Tenho sofrido drasticamente no deserto que fui colocada. Quase nao como e nao to tendo forcas pra trabalhar… Ele liga pra moca..ve facebook etc…diz que gosta das duas mas parece que gosta mais da outra..disse que ha muito tempo nao e feliz comigo.. Eu rogo a Deus inssesantemente pra que Ele tenha misericordia dos meus pecados… Ja os reconheci pq fui a esposa tola. Ja pedi perdao ao meu marido chorando compulsivamente de arrependimento. Estou em oracao desde que descobri. Nao canso de rezar…Temos dois lindos filhos que sofrem com essa situacao. Meu marido nao acredita que podemos voltar a ser felizes juntos.. Mas eu creio..porque creio no Deus do amor e do impossivel. Mesmo que essa pessoa seja seu amor do passado nos dois somos uma familia junto com nossos filhos. Estamos juntos ha 12 anos. Vivemos no USA. Essa pessoa esta no Brasil e eles nao se veem ha 16 anos. Tive e tenho medo. Mas creio na palavra de Deus e fla o a Ele que restaure meu casamento e me transforme na esposa que Cristo deseja..e assim serei a melhor esposa pro meu marido. Se eu estiver errada por favor me ajudem…

  44. elika disse:

    olha sabe meus amados sabe o que aprendi muito com uma pregação do pastor paulo junior e disse assim sabe porque as pessoas nao estao felizes no seu casamento porque eles estao preocupados com a sua felicidade terrena.gente amados nao se desespere pela sua vida terrena sabe o que eu falo pra vcs amados a partir do dia que esquecer (nao quer dizer maltratar sua familia não importar com eles) a sua vida terrena e buscar a vida vindoura com toda verdade do seu coração as lutas sao a hora se vc mostrar que é cristão por exemplo amando aquele que nunca te amou ajudando ele a enxergar o que ele não consegue ver como vc ver , a nossa vida no cento da vontade pperfeita e agradável de DEUS.ser cristão é carregar a sua cruz todos os dias.viva sua vida de acordo com a vontade de DEUS.se vc ainda so quer viver pros seus sonhos fala com DEUS confesse com reverência e ele vai te ajudar a amar primeiramente a vontade dele.fomos criados por ele e para ele.digo ainda se quando realmente no seu coração vc quer viver pra DEUS quando vem as lutas os problemas vc sabe passar aquilo muito bem sabe amar quem te maltratou busque essa força em DEUS.se arrepende dos seus erros morra pra o mundo pro seus sonhos viva pra vontade de DEUS.JESUS vai voltar e nos levará pra novo lar.esse mundo nao é seu lugar. vamos avante peregrinos vamos.se vista das armaduras de DEUS resista ao mal.nao se levar po engano deste mundo.parabéns a este post abencoador.edifica mesmo muitas vidas.

    olha tambem assiste as pregações do pastor paulo junior muito edificante.igreja aliança do calvário.

  45. EITAAA JESUS ME AJUDOU MUITO.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s