Meus olhos correm pela Bíblia procurando passagens que sirvam de base para que cristãos vivam brigando. Não encontro. Comparo o comportamento de frequentadores de igrejas brigões (o que inclui muitos pastores) com a descrição que Jesus faz de gente bem-aventurada e não encontro compatibilidade. Isso me lança em reflexões.

É um fato: vivemos uma geração de cristãos esquisitíssimos, que acham que viver brigando é uma possibilidade bíblica aceitável. Fazem de brigas com o marido, a família, os “amigos” das redes sociais um hábito. E creem que é um comportamento bonito aos olhos do Deus que nos ordena: “O servo do Senhor não deve viver brigando, mas ser amável com todos, apto a ensinar e paciente” (2Tm.2.24).

Deixe-me repetir: “O servo do Senhor não deve viver brigando”.

Não é um pedido, é uma ordem de Deus.

De onde veio esse pensamento bizarro? Talvez de judaizantes que se baseiam no comportamento guerreiro da Israel do AT. Talvez da ideia alucinada de que, porque Jesus derrubou as mesas dos cambistas, nós podemos ser briguentos. Talvez porque é mais fácil arranjar desculpas bíblicas para continuar sendo tão bruto depois da conversão como antes dela, para não ter de lutar contra sua natureza. Seja a razão que for, justificativas são muitas para ser um adepto das brigas “em nome de Jesus”. Aceitáveis? Nenhuma.

A explicação é que somos, ao mesmo tempo, habitação do Espírito Santo e do pecado. Se vivermos pelo Espírito, seremos pacificadores, autocontrolados e mansos. Porém, se vivermos pela carne, seremos brigões, petulantes, escravos do pecado. Cada um de nós precisa fazer uma autoavaliação. Será que vivemos brigando? Preferimos ter razão a ter paz? Então, precisamos urgentemente tratar essa inclinação. Como? Buscando a face do Príncipe da Paz. Humilhando-se diante do Manso Cordeiro. Arrependendo-se.

E que aquele que nos “chamou para viver em paz” (1Co 7.15) mude nosso coração de pedra em um de carne, disposto a boas obras e a viver como, de fato, ele nos chamou para viver: em paz.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari
Facebook: facebook.com/mauriciozagariescritor
Instagram: instagram.com/mauriciozagari

comentários
  1. GUILHERMINA CORREIA disse:

    EXCELENTE MENSAGEM PARA TODOS LERMOS E MEDITARMOS…….
    Abraço da irmã em CRISTO DE LISBOA – PORTUGAL

  2. VITOR disse:

    Pastor Maurício Zágari.
    Bem aventurados os pacificadores. Eu desejo ser cada dia uma pessoa melhor, com ajuda do Espírito Santo. Abandonar esse tipo de prática.
    Quero dizer que sou um fã do seu blog. Sou muito edificado com a reflexões bíblicas. Que Deus te abençoe muito!! Te dando muita inspiração para escrever e abençoar os seus leitores. Abraço!!!

    • Oi, Vitor, bom dia!
      Grato por seu carinho, querido, e fico muito feliz por o Espírito Santo tocar em seu coração por meio do que escrevo, chamando-o para realizar aquilo que ele deseja. Obrigado por sua oração!
      Abraço fraterno,
      mz

  3. Flávio disse:

    Há muitos anos atrás eu estava utilizando a internet para me entreter quando decidi utilizá-la para algo mais edificante e foi ai que comecei a buscar por sites e blogs cristãos. Uma decisão que a princípio foi a pior que eu poderia tomar. Tudo que encontrei era discórdia, debates entre arminianos e calvinistas raivosos, apologética feita sem nenhum amor, uma lástima. Confesso que balancei ao ver tais atitudes, embora tenha aprendido muita coisa com a apologética e os debates teológicos, a maneira como as conheci me entristeceram, foi ai que ainda pesquisando sobre conteúdo cristão encontrei o apenas1, haviam ainda poucos posts, mas eram aquilo que eu tanto procurava, falavam sobre perdão, intimidade com Deus e tantos outros temas que foram um bálsamo em meio a tanta guerra. Depois de tantos anos, retorno aqui para agradecer a Deus por suas escritas meus irmão.
    Que Deus continue te dando graça.
    Um abraço,

    Flávio

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s