“Zágari, acho muito legal a sua nova iniciativa de gravar vídeos sobre vida cristã, mas não tenho paciência de ver porque eles são muito longos. Poxa, faz uns videozinhos menores, vai!”. Esse comentário me foi enviado por inbox por uma irmã querida e se refere à minha recente iniciativa de postar no YouTube vídeos com reflexões sobre vida cristã, num canal que chamei de Homileo. Quando li o comentário dela, fiquei pensativo e preocupado e cheguei à conclusão de que ele carrega profundas e graves implicações espirituais. Gostaria de compartilhar com você esses meus pensamentos (com a devida autorização prévia da autora do comentário acima, para não constrangê-la com esta postagem).

Quando criei o blog APENAS, adotei propositadamente a seguinte filosofia nos meus textos: transmitir teologia cristã de maneira totalmente compreensível, em linguagem acessível, em textos gostosos de ler, de forma que ficasse fácil para qualquer pessoa aplicar tais conceitos na prática do dia a dia. Essa filosofia tem norteado todos os meus textos. Assim que criei o blog, ainda lá em 2011, um conhecido meu, blogueiro experiente, me recomendou: “Faça as postagens com no máximo três parágrafos, senão as pessoas não lerão”. No início, eu tentei. Mas logo descobri que sou totalmente incompetente para desenvolver um raciocínio com começo, meio e fim, que seja minimamente útil para o leitor, em textos tão minúsculos. Confesso minha incapacidade. Admiro quem consegue fazer isso, mas eu não consigo. Optei, então, por investir na qualidade dos textos, tivessem que tamanho tivessem, sem me preocupar em escrever pouco a fim de acumular mais e mais leitores. Foi quando orei a Deus e lhe disse:

– Senhor, sou incapaz de escrever reflexões minimamente decentes em apenas três parágrafos. Então, que o Senhor faça cada texto chegar a quem for preciso pelo teu poder e não por estratégias humanas.

Com essa decisão, mantive meus textos do tamanho necessário, isto é, com uma média de 8 parágrafos, às vezes menos, às vezes mais. O que me espantou foi a frequência com que comecei a ler nas redes sociais irmãos e irmãs comentarem, ao compartilhar minhas reflexões do APENAS com seus amigos e “seguidores”, coisas do tipo: “Apesar de esse texto ser muito longo, vale a pena ler” ou “Senta que lá vem textão, mas leia até o fim”. Isso me chocou. Oito parágrafos são textão?

Perdaototal_Banner Blog Apenas

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

O problema tornou-se mais visível quando, há quatro semanas, passei a gravar os vídeos do HOMILEO. Uma colega, que trabalha com internet, recomendou: “Faça vídeos com no máximo três minutos, senão as pessoas não assistirão”. No começo, eu tentei. Garanto que me esforcei demais para isso. Mas passei a perceber que também sou absolutamente incapaz de desenvolver um raciocínio minimamente útil em tão pouco tempo: ou eu investia em tempo curto, a fim de arrebanhar mais inscritos em meu recém-criado canal do YouTube, ou investia na qualidade do conteúdo. Preferi investir na qualidade e não na quantidade, mesmo que isso não gere muitos inscritos no canal (afinal, o objetivo não é me fazer popular, mas edificar e abençoar vidas, a despeito de quantas forem). Resultado: minhas reflexões no YouTube têm uma média de “gigantescos” 5 a 6 minutos. Foi quando recebi o comentário de minha amiga pelo inbox, que reproduzi no início deste post.

Confesso, meu irmão, minha irmã, que estou preocupado com as graves implicações que essa cultura do “textão” tem sobre nossa espiritualidade. Explico: como uma pessoa que considera “textão” um textinho de 8 parágrafos terá capacidade de manter uma rotina de leitura e estudo da Bíblia? Como um cristão para quem ler mais de três parágrafos é enfadonho conseguirá ler diariamente bons e necessários livros cristãos, uma disciplina fundamental e indispensável para nossa espiritualidade? Se a Igreja de Cristo se acostumar à mentira de que textos que exigem mais de dois minutos de leitura são gigantescos, como poderá crescer e amadurecer em seus conhecimentos bíblicos e teológicos? Ou nos conformaremos com a mediocridade de textos minúsculos, superficiais e rasos?

Eu me recuso a acreditar que as pessoas são medíocres. Sempre vejo muito potencial em cada uma. A mentira de que 8 parágrafos é “textão”, inventada pela geração internet que tem preguiça de se concentrar em leituras proveitosas, não pode nos vencer. Não pode vencer nossa vontade de crescer. Não pode derrotar o plano divino de que seus filhos e filhas cresçam sempre mais nos âmbitos intelectual, emocional e espiritual. Pois uma Igreja que não lê algo que vá além de três parágrafos está condenada à estagnação, à pobreza, à superficialidade e ao erro.

Confiança inabalável_Banner Apenas

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

Vamos além: como pessoas que não têm paciência de assistir a um vídeo com 5 ou 6 minutos de duração conseguirão manter a atenção necessária durante uma pregação de 40 minutos? É por essa razão, para conseguir prender a atenção de fieis cada vez mais incapazes de se concentrar, que muitas igrejas transformaram seus cultos em shows e seus pregadores em piadistas ou entretenedores. E mais: como pessoas sem paciência de assistir a um vídeo de 6 minutos conseguirão se concentrar em seus momentos de oração e meditação diárias, se sua mente não consegue ficar mais que 3 minutos atenta a algo sem se entediar? Não seria por isso que as reuniões de oração das igrejas vivem vazias? Estamos falando de um problema demasiadamente grave.

Como você pode ver, meu irmão, minha irmã, essa não é uma questão qualquer. É um fenômeno extremamente sério, que exige nossas reflexões – e a tomada de atitudes. Pois a impressão que dá é que vivemos na geração da preguiça mental, o que condenará aqueles que aceitarem a mediocridade de pensamento a uma vida de pouca aquisição intelectual, pouco conhecimento bíblico, pouca dedicação a disciplinas espirituais, pouca leitura, pouca paciência, pouca reflexão, pouca transformação, pouco crescimento… e muita limitação, mediocridade e superficialidade.

Concentração é algo fundamental para o desenvolvimento do indivíduo e das sociedades. A filosofia grega só surgiu porque aquela sociedade viveu, 2.400 anos atrás, um contexto social que permitia às pessoas ter tempo para pensar e refletir e, com isso, evoluir, transformar-se. Se os gregos da época de Sócrates, Platão, Tales de Mileto e outros tivessem preguiça de ler 8 parágrafos ou ouvir por 5 ou 6 minutos alguém… o pensamentos ocidental dos últimos muitos milênios teria sido paupérrimo. Graças a Deus aqueles homens se dedicavam a horas e horas de participação nas ágoras, a leituras extensas, a aprofundamento e crescimento. Deu no que deu.

O fim do sofrimento_Banner APENAS

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

Tente imaginar quanto tempo Jesus levou para ministrar o Sermão do Monte. Já pensou se as pessoas que o estavam ouvindo desistissem de escutá-lo após 3 minutos de preleção? Talvez nem tivessem chegado ao final das bem-aventuranças! Os israelitas adoraram um bezerro de ouro porque foram vencidos pela impaciência ao esperar a descida de Moisés do monte. Saul sacrificou indevidamente porque considerou demais o tempo de chegada de Samuel. Sara não teve paciência de esperar e nasceu Ismael, o pai do povo árabe. A Bíblia mostra que a impaciência sempre gera maus frutos, enquanto a paciência, que é uma das virtudes do fruto do Espírito, gera frutos excelentes. Lembre-se da paciência de Jó, Davi, José e tantos outros que valorizaram o tempo certo para todas as coisas. Leve o tempo que levar! Leia Salmos 37.7; 40.1; Provérbios 25.15; Eclesiastes 6.8.

Meu irmão, minha irmã, se você chegou até este ponto da leitura, parabéns. Saiba que já percorreu 12 parágrafos. Isso prova, sem sombra de dúvida, que você tem o que é necessário para ser um leitor capaz de crescer diariamente no conhecimento e na reflexão sobre as coisas da vida cristã. Se lhe disserem o contrário, não acredite.

Portanto, fica a recomendação, em amor: use esse seu belo cérebro, que é perfeitamente capaz de se concentrar, adquirir conteúdo, refletir sobre o que leu ou ouviu e de tomar decisões de mudança de vida, para crescer no conhecimento, na renovação da mente e no avanço espiritual. Derrote os mentirosos que inventaram o conceito diabólico de “textão”, destinado a condenar o povo de Deus à mediocridade intelectual e espiritual. Você pode. Você consegue. Você é capaz.

Termino este meu texto (“ão” ou “inho”? Você decide) com uma reflexão: o Espírito Santo registrou sua verdade sagrada em um livro que contém cerca de 785 mil palavras, num total de 106 mil parágrafos e 3,6 milhões de letras. Repito: 785 mil palavras! Agora, por favor, me responda: você realmente acha que, se Deus estivesse mais preocupado com o tamanho dos textos do que na importância da leitura (gaste-se quanto tempo for necessário), ele teria registrado tudo num calhamaço de 785 mil palavras? Diante dessa realidade, você pode escolher: ou passa a acreditar na verdade divina de que não importa o tamanho do texto, mas, sim, sua qualidade, ou desiste de ler as Escrituras sagradas, porque, afinal, como diz o pensamento diabólico… senta que lá vem textão!

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari < facebook.com/mauriciozagariescritor >

Anúncios
comentários
  1. GUILHERMINA CORREIA disse:

    Olá irmão MAURÍCIO !!!
    Acabei agora mesmo de ler TODO o texto que me enviou. A que alguns chamam Textão.
    Pois é, vivemos na ERA do TUDO rápido, e parece que ninguém tem Paciência de ESPERAR.
    Não podemos julgar ninguém, mas só lê quem quer, ou tem tempo.
    Estou de acordo consigo, nem DEUS agradou a TODOS…..
    Um abraço da irmã em CRISTO
    Guilhermina Correia – LISBOA – PORTUGAL

    • Olá, Guilhermina,
      .
      fico feliz que você invista na qualidade e não na quantidade. E agradeço pelo incentivo de suas palavras!
      .
      Abraço fraterno,
      mz

    • Tiago Santos disse:

      Desde que talvez por “acaso” descobri esse blog com seus textos , tenho me esforçado para ler sempre.
      Que Deus continue lhe abençoando e lhe dando saúde para compartilhar conhecimento.

      luz e paz

      • Olá, Tiago,
        .
        fico feliz que as reflexões que compartilho pelo blog sejam úteis à sua vida. Se você desejar, pode cadastrar seu email na home page do APENAS e assim passará a receber as postagens por e-mail, sem precisar ficar entrando sempre na página.
        .
        Grande abraço,
        mz

  2. MARIA LUCIA disse:

    Oh Glórias a Deus por este post irmão Maurício. Em um tempo que estamos vivendo em que as pessoas são tão imediatistas, não dedicam seu tempo mais para as coisas úteis da vida, realmente fica dificil parar para ler seus textos. Só não sabem o que estão perdendo, na verdade, não sabem o que estão perdendo em muitas coisas que se deixou de valorizar, de dedicar tempo… até a família está sendo negligenciada. Hoje, o tempo das pessoas são gastos com coisas fúteis que são recebidas através das redes sociais. Pessoas hoje não se comunicam mais.. não se usa mais o telefone, a mensagem, o email… Fiquei muito triste no post que comunicava que ia disponibilizar vídeos devocionais e quando tentei entrar pelo link, somente seria pela conta do facebook… E como fiz uma opção de vida de não ter nenhuma rede social … nem face, nem wats, nem instagram, e nenhuma outra que venha aparecer, em muitas coisas não tenho acesso. Já desisti de alguns cursos na igreja porque todas as informações sobre os mesmos eram transmitidas através de grupos de watsap. Qualquer coisa hoje é “vamos formar um grupo” e de grupos, de interação não tem nada. Porque apesar de ser um “grupo” o que prevalece é o individualismo. Pergunte a um dos componentes como está o outro que ele não vai saber responder. Sou muito criticada pela minha família, pelos colegas de trabalho… por não fazer parte do “grupo da familia” nem do “grupo do setor” nem do “grupo da ebd” nem do “grupo da igreja”. Mas enquanto eles me criticam, estou intercedendo por eles. Mas, não pelas criticas que vou participar, porque resolvi, decidi não aderir as redes sociais. É uma questão de decisão, de opção de vida.. e estou muito feliz assim. Que o Espirito Santo venha ensinar ao seu povo a aproveitar o tempo com as coisas que realmente compensem, porque nos resta pouco deste tempo… E para tudo tem o seu tempo determinado. Amém!!!!

    • Oi, Maria, tudo bem?
      .
      Acho perfeitamente compreensível a sua decisão de sair das redes sociais. Se as minhas atividades não me exigissem estar presente nelas, eu também sairia. Fique firme nesse propósito e dedique seu tempo a coisas mais relevantes, como as disciplinas espirituais e a leitura de bons livros. Espero que agora, com a divulgação dos vídeos aqui no blog e a criação do canal do YouTube, seja melhor para você acessar o Homileo.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  3. Marilene Delgado disse:

    Leio seus textos e assisto seus vídeos. Vc é um dos que me ajudam a crescer espiritual e emocional. Continue nesse ministério que Deus te deu.

  4. LAERCIO SANTOS ROCHA disse:

    Êhh Mauricio, você sempre com textos maravilhosos que falam e tocam na alma e no coração. Adoro seus textos independente do tamanho. Muito obrigado, Deus continue te abençoando.

  5. Rafael Vieira Baittinger disse:

    Mano, que belo texto. Estamos vivendo na geração miojo, onde tudo tem que estar pronto em 3 minutos (infelizmente), quando coloco algo para vender na internet por exemplo tenho que achar um bom título, porque as perguntas que recebo sobre o produto, são exatamente as que estão na descrição de 3 linhas deles, creio que isso é sim uma estratégia do inferno contra a igreja. Eu nunca tive o hábito de ler livros, pois nunca fui ensinado, incentivado, motivado para tal, porém tenho me esforçado e colocado metas para ler uma certa quantidade de livros por ano e isso em me ajudado a adquirir muito conhecimento além de mudança no relacionamento com Deus. Obviamente como um “novato” na leitura de livros, tenho falhado muitas vezes em leituras longas, mas tenho tido êxito em meus objetivos. Mano obrigado por seus textos que tenho tentado ler sempre que posso, e continue a escrever e edificar a igreja. Obs. desculpe o “textão” nós comentários…. Hehehe

    • Oi, Rafael,
      .
      fico feliz que você tenha essa percepção e que venha se esforçando por ler mais e mais livros. Como bem escreveu Malba Tahan, “quem mal lê, mal fala, mal ouve, mal vê”. Siga firme nesse propósito, você só tem a ganhar.
      .
      Grande abraço,
      mz

  6. Alexandre disse:

    Olá Mauricio, infelizmente a preguiça mental está impedindo muitas pessoas de realizar seus melhores planos e principalmente de obter o amadurecimento espiritual.
    Parabéns pelo texto, que Deus continue abençoando e continue firme nesse propósito.
    Grande abraço.

    • Oi, Alexandre,
      .
      que Deus ajude esta geração a vencer essa preguiça mental! Para o bem de cada um e da comunidade.
      .
      Muito obrigado pelo carinho do seu incentivo!
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  7. Andressa Huggler disse:

    Amo todos os seus textos e pra mim eles são é muito curtos, isso sim. 🙂
    Recentemente deletei todas as minhas redes sociais pois assisti um vídeo que me ajudou a perceber que o incentivo à estímulos rápidos e imediatistas desses aplicativos estavam roubando minha capacidade de concentração. Eu sempre AMEI ler, devorava livros inteiros em questão de dias, mas ultimamente não conseguia ler nem duas páginas sem me sentir entediada e até mesmo angustiada às vezes. Estou fazendo faculdade de teologia e isso estava prejudicando 100% meus estudos, isso porque é um assunto que eu vivo e respiro.
    A tecnologia tem muitos benefícios e sou grata por ela existir, mas temos que ficar muito alertas pra não cair nas armadilhas e perder a capacidade intelectual que Deus nos deu.
    Em Cristo,
    Andressa

    • Oi, Andressa,
      .
      muito obrigado pelo carinho das suas palavras e pelo encorajamento incentivador. Valioso!
      .
      O que você relata não é um fato isolado. Essa diminuição da leitura em função do condicionamento causado pelas redes sociais tem proliferado. Existem, inclusive, estudos que mostram como a frequência nas redes sociais altera o funcionamento do cérebro, é assustador. Em minha opinião, você tomou a atitude certa ao deixar as redes. Infelizmente, eu não posso fazer isso, em razão das minhas atividades profissionais e ministeriais, mas, se pudesse, sairia delas feliz. Que Deus ajude essa geração!
      .
      Abraço fraterno, com carinho,
      mz

  8. Summer disse:

    Textos pequenos são horríveis ! Obrigada por cada “textão” !

  9. Ayres Filho Balbino disse:

    Zágari, sabemos que apesar das urgências dos tempos modernos, nenhuma interlocução consistente cabe em 8 ou 12 parágrafos. A vida letrada e a vida prática não cabe nos parágrafos e nem nas entre linhas. De maneira que você precisa mandar o seu recado de forma que você perceba que conseguirá afetar como Spinoza.Se és prolixo ou contido para aqueles que conseguem, não importa. O que importa é chegar, afetar e isso você faz, cumpre seu papel. Precisamos vencer e nos libertarmos da escravidão do tempo e nos permitimos sermos atravessados pela boa literatura e pelo livro da vida (biblía) que é longa..

  10. Jose Marconni Cavalcante disse:

    Olá Maurício, que Deus continue lhe capacitando a escrever textos como esse, que trazem edificação espiritual para as nossas vidas!! perseverança e fé sempre!!

  11. Simone Alberigi Azevedo disse:

    Olá Mauricio, boa tarde! Leio o seu blog há alguns anos e há muito não faço comentários, mas pude acompanhar todas as fases, desde os textos dos primeiros anos de blog, toda a transformação pela qual você passou e que ficou refletida na maneira como você escreve. Deus lhe deu um dom marvilhoso, pois além de escrever muito bem, aborda os assuntos de uma maneira muito leve e com muita seriedade, levando-nos a profundas reflexões. Seus textos foram muito importantes para mim em um período de depressão que durou 10 anos. Continuam me ajudando demais…nossa! Vários! Compartilho e por incrível que pareça a reação em geral vem de amigos que não são convertidos. Não sei se os convertidos leem e pensam: ah isso já sei, não concordo com isso ou mesmo não leem…rss. De qualquer forma fico feliz, pois podem alcançar pessoas que precisam ouvir sobre o amor de Cristo.

    O texto de hoje, mais uma vez irretocável. Isso também me preocupa muito. O quê me intriga é por que um post ou vídeo de piada, deboche ou mesmo ofensa geram tantos likes enquanto que um que servirá de alimento pra alma, muitas vezes se quer tem uma única curtida? E falo isso sobre cristãos não me refiro a pessoas do mundo. Tem um vídeo muito bacana do bispo Mclister que ele fala sobre o tempo e diz que tempo é prioridade, ou seja, quais são as nossas prioridades? Tb em outro, ele fala sobre a leitura bíblica e diz que as pessoas dizem: “Ah…quando vou ler a bíblia me dá um sono”, só que ficam na tv zapeando e reservam o tempo para leitura quando vão dormir, aí é claro que já estarão com sono…rss!

    Fiquei surpresa com o comentário dessa irmã, pois seus vídeos estão super sucintos, acho que nenhum chegou a 10 min. Se ela está achando os vídeos longos, imagino que não leia seus textos, a menos que tenha feito um desses cursos de leitura dinâmica, pois creio que requerem um tempo maior do quê o tempo para ver os vídeos. Há vídeos muito mais longos no youtube e com records de visualização. E outra, existem aceleradores de vídeo, se a pessoa acha que está muito longo, dá uma aceleradinha que resolverá o problema, faço isso quando vejo videoaula. “Quem quer arruma um jeito, quem não quer, uma desculpa”. Embora ache que no caso dos seus vídeos, esse que recurso seja dispensável.

    O pastor de minha igreja fez uma pregação dia desses e disse que uma pesquisa realizada entre os cristãos revelou que uma porcentagem grande, não vou lembrar com exatidão, dedicava em média 20 minutos para oração. Aí pensei, devem ser 20min/oração e pasme Maurício esse tempo é por semana. Fiquei besta!

    Continue firme com seus vídeos, gaste o tempo o tempo que for falando coisas importantes que precisam ser ditas. Com os textos também, o blog é seu faça como Deus lhe mostrar. Não tá fazendo redação de colégio ou concurso público que precisa de introdução, desenvolvimento, conclusão e limite de 30 linhas…rss. Imagino que escrever seja muito prazeroso pra você.

    Saiba que estará ajudando pessoas, ainda que seja uma única pessoa, não importa! Deus se lembrará disso! Durante a minha doença mesmo, muitas vezes os próprios familiares não sabiam como me ajudar e encontrei verdadeiros amigos no youtube e em blogs como o seu. Você não tem ideia de como um vídeo pode melhorar o emocional de uma pessoa, renovar suas forças para ter um dia melhor. Orei e tenho certeza que muitas vezes Deus me respondeu e responde por meio de seus textos. Estou amando está ferramenta que você está usando para nos ajudar. Parabéns!

    Ah! Deus me curou! Desejo de coração que essa irmã peça a Deus paciência, pois será muito bom pra ela em todos os aspectos. Um abração e Deus continue o abençoando em Cristo Jesus!

    • Oi, Simone,
      .
      não tenho palavras para agradecer por seu feedback tão belo. Acredite, chegou em momento precioso.
      .
      Louvo a Deus por, de algum modo, conseguir levar ao teu coração em alguns momentos aquilo que Deus deseja lhe falar. A misericórdia dele não tem tamanho. Que lindo é saber, também, que você repassa para não cristãos e as reflexões falam ao coração deles. O Senhor é muito bom.
      .
      Fico muito grato ao Senhor por ele tê-la curado. Que nisso e em tudo mais ele seja glorificado.
      .
      Um carinhoso e fraterno abraço,
      mz

  12. Natanael C. Silva disse:

    Maurício, os seus textos e postagens não são nada longos. Acho-os notadamente claros e concisos. Mesmo se conseguisse, sem perder a eficácia, reduzi-los a um parágrafo, ainda assim haveriam as críticas. Eu sei o que é um texto longo e chato. Trabalho com perícias judiciais e tenho que ler os autos dos processos. Alguns, creia-me, são indigestos. Como não sou politicamente correto, o fato é que ninguém reclama por gastar horas em frente a uma televisão ou nas redes sociais. Percebemos como as pessoas se incomodam e ficam irriquietas quando o culto se alonga um pouquinho mais. A verdade, é que quando a nossa prioridade for o Senhor e o Seu Reino, não vamos reclamar do tempo empregado.

    • Perfeitas colocações, Natanael. “O fato é que ninguém reclama por gastar horas em frente a uma televisão ou nas redes sociais” é reflexo da realidade, difícil saber o que fazer para mudar essa cultura da preguiça mental, talvez o caminho seja perseverar naquilo que a desafia.
      .
      Obrigado pelas palavras!
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  13. Fabio disse:

    Olá Maurício,
    Muito triste o comportamento de um grande número de pessoas, mas siga marchando em frente porque você abençoa muitas pessoas com seu ótimos textos .

    Abraço !!

  14. Alexandre Nobre disse:

    Fala mano!! Esse é sim um textão, mas no sentido sólido e maduro … um texto pra boa edificação.
    Obrigado por compartilhar seus textos e vídeos… uma alegria aprender com você.
    Graça e paz!!

  15. Aline Lins disse:

    O pessoal já falou várias coisas que pensei em dizer enquanto estava lendo o texto, como: o QUANTO suas profundas palavras nos faz refletir sobre a nossa vida cristã na prática, e o quanto somos confrontados a viver de modo mais digno e semelhante a Cristo… Então só me resta agradecer mesmo, muuuuito obrigada.

    Mas, faço questão de fazer um apontamento, se é que é difícil ler um texto, imagina para o sr elaborar o mesmo… E ainda responder eventual assinante que encontra no sr um amparo, um conselheiro (que nem sempre achamos na igreja), como já aconteceu comigo, quando no começo da minha conversão lhe enviei uma questão e o prontamente foi um farol pra mim..

    Continue com os textos e agora com os vídeos eles vão até onde o sr pessoalmente não pode ir…

    Que Deus continue te abençoando, dando graça e sabedoria.

    Lembrei de um trecho do livro Cristianismo puro e simples de C. S. Lewis. que cai como uma luva:

    “Não devemos ter como lema “Seja boa, doce menina, e deixe a inteligência para quem a possui”, mas sim “Seja boa, doce menina, e não se esqueça de ser o mais inteligente que puder”. Deus não detesta menos os intelectualmente preguiçosos do que qualquer outro tipo de preguiçoso. Se você está pensando em se tornar cristão, eu lhe aviso que estará embarcando em algo que vai ocupar toda a sua pessoa, inclusive o cérebro.”

    • Oi, Aline,
      .
      que palavras bonitas, muito obrigado. É muito bom ter feedbacks tão motivadores como o seu, que nos ajudam a ver que vale a pena prosseguir. Agradeço de coração.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  16. Ana Ingridi disse:

    Este texto é um verdadeiro deleite para os meus neurônios …. parabéns por persistir no propósito sem perder o alvo.

  17. escolhainteligente2014 disse:

    Muito bom seu texto! Desisti das redes sociais no dia em que compartilhei o link de uma receita de bolo e uma pessoa escreveu nos comentários “Oi passa a receita”.
    Deus te abençoe sempre.

    • Hahaha, que situação. Mas sua escolha foi inteligente (desculpe o trocadilho), se eu pudesse, deixava as redes também. Infelizmente, minhas atribuições profissionais e ministeriais pedem minha permanência.
      .
      Obrigado pelo carinho de suas palavras com o texto!
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  18. MISAEL disse:

    Olá, sou de Brasília e sigo seu blog ha alguns anos. A sua clara intenção de colocar a teologia ao alcance dos leigos com textos relativamente simples, mas de uma profundidade imensa , tem sido muito importante em minha vida, sou grato à Deus por você e essa estratégia. Minha filha mais nova tem quase a mesma idade da sua, tenho medo de que as futuras gerações cristãs se acomodem a receber as tais “pílulas de sabedoria” , passando assim a deixar de mergulhar na leitura da bíblia. Continue firme no seu proposito pois se vale a menção, ele tem me tocado. Abraço forte!

    • Misael, oi,
      .
      estou muito tocado pelo carinho que você e outros manos e manas têm demonstrado nos comentários desta postagem, com incentivo e encorajamento. Escrever é uma atividade muito solitária e com frequência não fazemos ideia de se as sementes que lançamos estão caindo em terra fértil ou simplesmente se perdendo no vento. Ler suas palavras são o fôlego que tanto precisamos para prosseguir. Muito obrigado por seu feedback, de coração.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  19. Marcel Ribeiro disse:

    Vivemos no tempo do ontem, o agora já se foi e o amanhã está passando.

    Em quantos minutos é possivel repassar os dedos pela tela do smartphone e nos interarmos de noticias ou manchetes do que acontece no Brasil e no mundo ? Talvez 3 minutos sejam muitos e, isso se tornou quase que automático. Há apenas o ligeiro passar de olhos, mas não há leitura aprofundada e nem reflexiva, tudo acaba-se nesse entendimento.

    Infelizmente a cultura do conhecimento tornou-se obsoleta em diversos ramos, quem dirá para a área religiosa, bíblica. São poucos os que estudam a fundo, refletem, estudam novamente, revisam e passam a vida estudando e refletindo na Palavra e assim, acabam por serem aceitos como ovelhas do pastor humano, ao invés de serem ovelhas do verdadeiro pastor.
    Tudo o que o pastor humano falar, deve-se acreditar, afinal ele estudou para isso, certo ? Todos os conselhos, ensinamentos, explanações foram estudadas, sendo assim, não precisamos estudar, refletir, vamos apenas cegamente seguir. Esse é o pior cenário que podemos encontrar no nosso século.

    Somente o conhecimento e a razão pura pode nos encaminhar para a sabedoria de Deus. Somente com trabalho sério, dedicado e duro é que vamos alcançar a plenitude em Cristo. Obviamente que, na teoria parece tudo facil, mas a pratica, só se tornara facil, quando se torna rotineiro, senão estaremos aqui daqui ha 10 anos comentando que um textão de 1 parágrafo é realmente sacrificante.

    Deus não escreve por twitter, para que se tenha entendimento, se faz necessário ouvir, ler, refletir e aplicar.

    ps: Gosto muito de ler seus textos, concisos, claros, objetivos e cheios de luz. Continue !

    abraços
    Marcel Ribeiro

    ________________________________

    • Marcel, oi,
      .
      que reflexão preciosa, obrigado! “Deus não escreve por twitter” é simplesmente uma verdade sensacional.
      .
      Agradeço pela gentileza de seu comentário e pelas palavras motivadoras. Fazem toda a diferença, creia.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  20. Js_Nascimento disse:

    Parabéns meu irmão!!! Você está coberto de razão. Outro dia, meu filho, que também e Youtuber, me falou a mesma coisa. Pois é, também fiquei chocado.
    Graças a Deus, os sermões na minha igreja duram de 50 a 60 minutos, mas percebo que muitos ficam entediados.

    • Olá, Jesse,
      .
      lamentavelmente, essa é uma triste realidade dos nossos dias. O que pudermos fazer para resgatar alguma mentes dessa pobreza intelectual, devemos fazer.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  21. harmoniapazebem disse:

    A mentira jamais pode vencer, e não vence.

    Caro irmão em Cristo, Maurício Zagari. A Paz do Senhor,

    Fiquei espantada ao ler essa mensagem. Gosto de ler seus textos, aprecio todos que chegam à minha caixa de e-mails e muitos outros que foram escritos antes de me cadastrar no canal. Acompanho as reflexões no YouTube, e com toda sinceridade que há em meu coração, nenhum desses canais são enfadonhos, pelo contrário, sempre fico com desejo de querer mais, e melhor que isso, eles me confrontam em meus pecados e me faz voltar a prática do primeiro amor, faz-me reconhecer a minha pequenez, sempre traz mudanças assertivas para o minha conduta como cristã. Acredito piamente no que diz, não importa o tamanho do texto, mas, sim, a sua qualidade.

    Por favor, continue escrevendo com liberalidade, pois ainda existe pessoas que estão sedentes por ler textos pautados na Palavra de Deus, ainda há muitas vidas sedentas, e famintas, ainda há lugar para tudo que é bom. Não importa o tempo e a velocidade fugaz que as mídias sociais nos ofereçam, aqueles que de fato tem fome da palavra sentem alimentados quando leem seus textos.

    Comprei todos os seus livros e não me cansei de lê-los. Seu canal Apenas eu sempre indico. Por favor, continue nos alimentando com aquilo que Deus lhe colocar para escrever, Muitas vidas agradecem, eu sou uma delas.

    Um abraço fraterno, No amor de Cristo, que nos une

    Meyre

    • Olá, Meyre,
      .
      fico extremamente grato a você pelas suas palavras. São uma injeção de ânimo em meio a muitos questionamentos sobre se aquilo que venho produzido em texto e vídeo de fato abençoam meus irmãos e minhas irmãs. Ler o que me escreve renova as forças. Muito obrigado por isso!
      .
      Um abraço fraterno,
      mz

  22. Ana Cecília disse:

    Meu irmão! Que “textão” maravilhoso! Que o Senhor nosso Deus continue lhe capacitando. Grandes ou pequenos, suas reflexões sempre agregam valor à minha vida!

  23. Bruno Gemeinder Teixeira disse:

    Prezado Maurício Zagari,

    Continue com seu ministério e escreva seus textos com o tamanho que for necessário. Tenho certeza que muitos têm sido ministrados pelas mensagens que você escreve.

    Que Deus continue a te usar!

    Um abraço. Bruno Gemeinder Teixeira

  24. Vanessa disse:

    Mauricio sou suspeita sobre falar de seus “grandes textos”, pois foi pela profundidade deles que muitas vezes fui transformada e auxiliada em diversas situações…
    Vejo que isso nada mais é do que uma continuação de nossa nova cultura que vem pregando o “me dar sem esforço”. Parece que há um inconsciente coletivo onde as pessoas acreditam que a evolução do ser humano é um mundo onde vc nao deve se esforçar pra mais nada, talvez pela questão da tecnologia minimizar cada vez mais os simples esforços, como o apertar de um botão. Conte com minhas leituras

    • Olá, Vanessa,
      .
      obrigado pelo carinho de suas palavras, louvo a Deus por ele falar ao seu coração por meio dos textos que compartilho. Creio que você está muito correta em sua análise de nossos tempos, peço a Deus que o dano seja o mínimo possível.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  25. Fernando Ometi disse:

    Cara… Sensacional! Sem palavras!
    Seus textos, meu amigo, são maravilhosos!

    Eu preciso ler seus livros… Ainda não tive esse prazer.

    Mas o farei! E mais, quero um “livrão”, logo de cara!
    hehehehe

    Deus abençoe mano, ricamente!

    • Oi, Fernando, tudo bem?
      .
      Fico feliz que o texto falou ao teu coração. Obrigado pelas palavras gentis e encorajadoras, peço a Deus que os livros que escrevi tragam paz e edificação à tua vida.
      .
      Abraço carinhoso,
      mz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s