escandalo gospelNo meio cristão volta e meia somos surpreendidos por um escândalo. Como nossa fé prega a santidade e o apego inegociável aos valores éticos, ficamos profundamente chocados quando tomamos conhecimento de falhas morais ou atitudes reprováveis de algum irmão ou irmã – seja de nosso círculo próximo de relacionamentos, seja alguém com mais notoriedade. É compreensível. O pecado nos choca, confronta, entristece, abate, revolta. Nessas horas, nosso senso de justiça nos leva a querer sangue, exigir punição dos pecadores, hereges e canalhas. A minha pergunta é: como exatamente devemos proceder quando explode um escândalo no meio cristão?

Pastores que falharam em sua santidade, irmãos que pecaram na sexualidade, líderes que desonraram pai e mãe, cristãos famosos que disseram ou fizeram algo estranho em público, bons pregadores que passaram a pregar heresias… a lista das causas de um escândalo entre nós é interminável. No centro de todas, uma única causa: pecado. Deus é santo e não tem parte com o pecado, é certo. Mas Deus também é gracioso e sua misericórdia dura para sempre. Diante dessa realidade, eis minha sugestão sobre como devemos nos posicionar diante de um escândalo:

1. Não tenha prazer no escândalo. Quedas morais, pecados e heresias são tragédias. São desastres. Não são motivo de piada. Devemos tratá-los como o horror que representam: com lamento, choro e profunda tristeza. O pecado jamais deve se tornar motivo para tricotadas, fofocadas, “você soube da última?” ou disse-me-disse. Não faça piada com o horror. Não se deleite na tragédia. Isso é papel do Diabo.

2. Fale com Deus. Converse sobre o escândalo com as demais pessoas apenas o estritamente necessário. A pessoa com quem você deve conversar intensamente e longamente sobre o escândalo é o Senhor. O nome disso é oração. Portanto, ore a Deus, peça misericórdia sobre a vida dos envolvidos, clame por arrependimento e restauração. Ficar de tititi com as pessoas, pessoalmente ou nas redes sociais, não adianta absolutamente nada; orar adianta tudo.

3. Não conclua antes de saber de todos os fatos. Cansei de ver escândalos em que as pessoas criam mil conjecturas acerca do que houve sem saber direito as informações. “Ouviram falar” e, por causa disso, tomam comentários colhidos ao vento como verdades absolutas. Para emitir uma opinião, assumir uma postura, tomar lados, se posicionar, antes é preciso ter total conhecimento da situação. Nesse sentido, uma das virtudes do fruto do Espírito é essencial: a paciência. Espere. Não corra para emitir uma opinião. Deixe a verdade ser exposta totalmente e, só então, se posicione.

4. Olhe para os culpados com firmeza, mas com misericórdia. A ética de Cristo não é a da punição, é a da restauração. Como filhos de Deus, o desejo do nosso coração deve ser sempre ver os que erraram arrependidos e restaurados espiritualmente. Não queira mandar os hereges e os pecadores para o inferno, queria vê-los de lágrimas no pó e coração sinceramente compungido. Como embaixadores do reino daquele que veio para os doentes, devemos ser médicos da graça e não carrascos da desgraça. Uma vez que se comprove a culpa, seja movido por compaixão pela vida dos culpados, para que sejam resgatados do poço de trevas em que se enfiaram e que, se tiverem de arcar com as consequências humanas de seu pecado, que pelo menos sua alma seja salva.

5. Entenda que a disciplina dos culpados é necessária. Determinados tipos de escândalos vão gerar consequências no plano humano. Um pastor que adultera precisa ser afastado do cargo até que sua vida esteja restaurada. Um pregador que diz uma heresia precisa se retratar em público. Um líder que desonra pai e mãe tem de ser tratado fora dos púlpitos e cargos antes de continuar liderando. Uma pessoa qualquer que comete um crime deve ser punida de acordo com o que prevê o código penal, mesmo que esteja arrependida e tenha sido perdoada por Deus: há consequências no plano humano para nossos atos, e devemos enfrentá-las.

6. Olhe para as vítimas com compaixão. Esposas traídas, pessoas enganadas, ovelhas feridas… muitas pessoas ficam machucadas quando explode um escândalo. As vítimas devem ser abraçadas, devemos chorar com elas, conduzi-las a perdoar quem as machucou, amparar seu coração em frangalhos. Nunca se aproxime dos feridos para obter mais detalhes sobre o escândalo ou algo assim. O nosso papel é amar, sofrer com quem sofre e auxiliar na sua restauração física, emocional e espiritual.

7. Lembre-se dos seus próprios pecados. Jesus presenciou um escândalo. Mais do que isso: ele foi instigado a emitir um parecer sobre o escândalo. Afinal, uma mulher fora flagrada em adultério. Adúltera! Pecadora! Escandalosa! Opróbrio! Digna de apedrejamento aos olhos da Lei! Mas a resposta de Jesus aos que queriam apedrejá-la foi que cada um olhasse para si. Afinal, em maior ou menor intensidade, todos temos telhado de vidro. E isso ele nos diz, hoje: olhe para si. Quando ocorre um escândalo, devemos agir com humildade, sem nos considerarmos megassantos, pessoas acima do bem e do mal. Mais do que jogar pedras, precisamos usar o escândalo alheio para ver como nós mesmos somos frágeis e passíveis de errar. Se há algo de positivo no escândalo é o alerta que ele lança sobre nós, para que, estando de pé, não caiamos. Vigie sempre.

8. Seja parte da solução e não do problema. Que tudo o que você pensar, falar ou fizer em relação ao escândalo seja para edificação das pessoas e para a glória de Deus. Fora disso, o melhor é não fazer nada, manter-se calado e ficar quieto.

Meu irmão, minha irmã, infelizmente sempre haverá escândalos entre nós, pois vivemos debaixo do pecado. Devemos saber como falar e agir no momento que isso acontecer, sempre com amor, graça e palavras temperadas, chorando com quem chora e pacificando. Nosso papel não é chutar quem está caído. Muito menos execrar vítimas. Exerça misericórdia. Busque a justiça, sim, mas que seja em amor e não com ira, vingança, ódio, destempero. Fale e faça aos outros como gostaria que falassem e fizessem a você se a queda fosse sua. E, acima de tudo, ore a Deus. Pois ele é quem tudo sabe, quem exerce a perfeita justiça e quem governa a nossa vida como Justo juiz e Príncipe da paz. Como ordena a Palavra do Senhor: “Amados, nunca se vinguem; deixem que a ira de Deus se encarregue disso, pois assim dizem as Escrituras: ‘A vingança cabe a mim, eu lhes darei o troco, diz o Senhor’. Pelo contrário: ‘Se seu inimigo estiver com fome, dê-lhe de comer; se estiver com sede, dê-lhe de beber. Ao fazer isso, amontoará brasas vivas sobre a cabeça dele’. Não deixem que o mal os vença, mas vençam o mal praticando o bem” (Rm 12.19-21).

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari < facebook.com/mauriciozagariescritor >

Confiança inabalável_Banner ApenasClicando nas imagens acima e abaixo você vai para a livraria virtual das lojas Saraiva.

APENAS_Banner três livros Zágari

Anúncios
comentários
  1. Beth Matias disse:

    A Paz, Maurício !! Como sempre um texto equilibrado. Eu fiquei realmente muito chocada com o último escândalo. Estou muito envergonhada como cristã e principalmente evangélica. Estou pensando seriamente em sair desse rótulo de religião/igreja. Por que se pensarmos bem, pagamos junto com quem errou. A minha vontade nesse momento é não me colocar atrás de rótulo religioso. Se me perguntarem qual a minha religião, estou seriamente inclinada a dizer que a minha religião é Jesus. Se não fosse pela Ceia, eu sairia do sistema religioso. Não vejo como continuar sendo fiel a Palavra sem participar da Ceia. E Ceia, ao meu ver, só em igreja. Vontade é o que não me falta de sair desse sistema (igreja).

    • Oi, Beth,
      .
      não saia da igreja, mana. Não se deixe levar pelo discurso de que a instituição é o mal, pois não é. O mal é o pecado e esse está em todo lugar em que houver um ou mais seres humanos. Em vez de abandonar, contribua para melhorar. Use tua visão crítica para somar e encorajar. Se os bons partem, o que sobra?
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  2. Débora Oliveira disse:

    Muito bom 🙂
    É essa postura de nós cristãos devemos ter.

  3. Francisco Simões disse:

    Irmão Maurício;

    Obrigado pela exortação tão necessária em tempos difíceis pelos quais vivemos.

    Deus o ajude sempre na jornada.

    Abraço;

    Em Cristo

    Chico Simões

  4. Letícia Rodrigues disse:

    A paz de Cristo Maurício !
    Seus textos são sempre muito bem vindos principalmente quando estamos vivendo aquilo exatamente que foi escrito. Fiz parte de uma igreja por quase dez anos igreja a qual me converti e ter o conhecimento de que a pessoa que sempre te ensinou sobre o Reino era na verdade alguém que vinha tendo casos extra conjugais o que já é pecado, mas minha alma ficou enormemente abatida em descobrir que o último caso vinha sendo com uma menina que na época tinha apenas 12 anos. Enfim o caso está na justiça ( mas tudo é muito lento) a jovem hoje com 17 anos desamparada , boa parte da igreja foi embora pois ele não quer se arrepender e continua como se nada estivesse acontecendo .
    Confesso que ainda tenho vontade de fazer algo que mostre para os que ficaram que eles estão sendo manipulados e fazer protestos para tirar ele da igreja , mas não sei se é o correto.
    Oro para que Deus sempre nos dê sabedoria diante de tais escândalos pois também somos pecadores e sempre achamos o pecado do nosso irmão maior que o nosso .
    Obrigada irmão por sempre nos ajudar com suas palavras.

    • Leticia, olá,
      .
      cuidado para não confundir verdade e justiça com desejo de vingança. Guarde teu coração, ok?
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  5. Isabela disse:

    Muito bom! É bem assim que devemos reagir diante dos escândalos. Parabéns pelo texto. Deus abençoe.

  6. LéaCarneiro disse:

    Concordo plenamente, devemos ser cautelosos, tudo que escrevemos em uma rede social se eterniza, e isso é muito grave. Deus nos entregou o livro que é a Bíblia Sagrada, onde adquirimos o conhecimento para viver nesse mundo, que nem sempre nos deixa feliz, e temos que saber conviver com isso, tendo sabedoria, onde somente Deus nos dá através do Espírito Santo. Parabéns, pelo seu artigo, uma riqueza de informação! Amém, que Deus lhe abençoe!

  7. solange vieira disse:

    Olá !
    Excelente ….ultimamente o que mas temos visto é esta exposição triste tanto para
    a vitíma, como para o agressor,( não estou aqui defendendo o agressor), triste para
    nós como seres humanos e principalmente para o evangelho.Muitas vezes exposições
    desnecessárias que não vão agregar e sim desigrejar os que não estão alicerçados na fé.
    Oremos e oremos…JESUS esta voltando ,precisamos amar e ter olhos de compaixão.
    Que Deus tenha misericórdia de todos nós, e aquele que esta de pé cuide-se para que
    não caia.
    Que Deus nos conduza para o caminho do bem e nos desvie do mal.
    A Paz de Cristo.
    Solange

  8. Vanda disse:

    Querido irmão,

    Infelizmente passei por um escândalo e sei dar valor em relação àquele que passa por isso.
    Este texto é muito pertinente para a igreja de hoje.
    Antigamente, quando ouvia uma pregação na igreja, sentia orgulho em pensar que estava a seguir direitinho a Palavra, mas esquecia-me que era preciso vigiar e clamar para não cair em tentação. Como estou triste agora por ter sido assim, mas Deus permite que caiamos para tiramos a trave que está no nosso olho e depois compreendemos que não somos ninguém para critícar e julgar.

    Infelizmente, hoje, na Igreja, as pessoas preferem ser um Pac Man (É um boneco que vai engolindo os outros) que agir em amor. Uma vez que os cristãos decidem que alguém está em pecado, não fazem a menor tentativa de procurar o pecador em amor para que volte. Em vez disso, se afastam da pessoa e cortam todo contato com ela, comportamento que multiplica as feridas do pecador e o afasta de Deus. Esta prática não agrada ao Senhor. Daí a seguinte exortação do apóstolo Paulo aos coríntios: “Ora, se alguém tem causado tristeza, não me tem contristado a mim, mas em parte (para não ser por demais severo) a todos vós. Basta a esse tal esta repreensão feita pela maioria. De maneira que, pelo contrário, deveis antes perdoar-lhe e consolá-lo, para que ele não seja devorado por excessiva tristeza. Pelo que vos rogo que confirmeis para com ele o vosso amor (2Co 2.5-8).”

    A Palavra de Deus diz:
    “Há seis coisas que o Senhor detesta; sim, há sete que
    ele abomina: olhos altivos, língua mentirosa e mãos
    que derramam sangue inocente; coração que maquina
    projetos iníquos, pés que se apressam a correr para o mal;
    testemunha falsa que profere mentiras, e o que semeia
    contendas entre irmãos” (Pv 6.16-19).

    Esta é uma declaração muito forte: Deus “odeia” certas atitudes e para Ele alguns comportamentos nossos são “abominações”.

    Deixo aqui um texto tirado de um livro de Rebeca Brown “cavando trincheiras”:

    ” Meu nome é fofoca.
    Não tenho nenhum respeito pela justiça.
    Eu mutilo sem matar, estraçalho corações e arruíno vidas.
    Sou perspicaz, maliciosa e adquiro forças com o passar do tempo.
    Quanto mais sou mencionada, mais me dão crédito.
    Eu tenho sucesso em qualquer nível da sociedade.
    Minhas vítimas ficam sem saída. Elas não podem se proteger de
    mim porque não tenho reputação nem rosto.
    Rastrear-me é impossível. Quanto mais se tenta, mais subtil me
    torno.
    Não sou amiga de ninguém!
    Uma vez que eu tenha manchado uma reputação, ela nunca mais
    será a mesma.
    Eu faço governos caírem e mato amizades. Até mesmo devasto
    casamentos.
    Arruíno carreiras e causo insónias, ataques cardíacos e indigestões.
    Eu semeio suspeitas e gero sofrimento.
    Faço pessoas inocentes chorarem sobre seus travesseiros.
    Sou pronunciada de forma sorrateira, pelo telefone, em festas,
    e, não se esqueçam, nas igrejas.
    Crio manchetes e enxaquecas.”

    Espero ter sido útil no meu comentário. Abraço em Cristo,
    Vanda

    • Oi, Vanda,
      .
      sim, seu comentário foi bem pertinente. Há essa impiedade, sim, em muitos ambientes cristãos, pela ilusão de que todos temos o direito de atirar a primeira pedra. Que sejamos compassivos, sem deixar de ser justos.
      .
      Gostei do Pac Man rs.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  9. Karina disse:

    É muito difícil agir contra tudo que a sociedade nos ensina e exige de nós. A Bíblia vai na contra mão de tudo, por isso quem a segue se torna diferente dos demais e facilmente criticados. Que Deus tenha misericórdia da Sua Igreja. Que nós possamos nos voltar à prática das Escrituras e ter sabedoria para agir diante dessas situações tão comuns nos dias de hoje.

    • Oi, Karina,
      .
      como Jesus bem definiu, quem quiser ser cristão tem de negar a si mesmo, tomar a sua cruz e segui-lo. Fora disso, não há cristianismo.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  10. Geane disse:

    Como lidar com essas situações?! Realmente foram palavras muito sóbrias. Na minha experiência tenho “procurado” fixar meu olhos somente em Deus e olhar para o homem apenas como um pecador que precisa Dele, assim fazendo, nada do que eu outros fizerem irá me chocar. O homem comeu da árvore do conhecimento e tudo o que fizer é fruto da independência e assim naturalmente coisas esquisitas irão ocorrer perto ou longe de nós.

    • Geane, oi,
      .
      olhar para Deus e para o que ele nos diz pela Palavra. Se tivermos uma imagem de Deus como um ser meramente irado e justiceiro e não atentarmos para seus ensinos corremos um risco muito grande de errar.
      .
      Abraço fraterno, no amor de Cristo,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

      • Geane disse:

        Um Deus irado e justiceiro é tudo o que muitas religiões costumam pregar e isso é mais umas das estratégias do inimigo para nos afastar Dele. Precisamos ser diligentes. Ah, eu gostaria de presenteá-lo com um livro. Se puderes, escreva-me.
        Graça e Paz

  11. Excelente e oportuno. Obrigada.

  12. Luciano Amaro disse:

    Se não houver disciplina,não há recuperação.

  13. Shirley Ramos disse:

    Maurício, Louvo a Deus por sua vida, por me ensinar a ser mais parecida com Cristo. Leio, compartilho e sigo!

  14. Mauricio, obrigado por sua sensibilidade em alertar-nos em momentos tão difíceis para a igreja brasileira. Deus está descortinando muita coisa, na política, nas famílias, no trabalho e porque não nas igrejas.
    Texto de exortação e ao mesmo tempo confortador aos justos em meio a esta bagunça toda. Um abraço Cris

    • Oi, Cristiane,
      .
      precisamos estar alertas para não nos deixarmos levar por ímpetos que não estejam em sintonia com a ética cristã. Eu que agradeço por suas palavras.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  15. Maria Lúcia disse:

    Que verdade irmão Maurício!

    É com muita tristeza realmente que devemos olhar para tudo isso. E é motivo de nossas orações. Afinal, quantos não estão sujeitos a cair, não é verdade? Devemos orar para que o Senhor sustente a sua igreja para que não venha cair em tentação. E o que é mais triste é a publicidade que é dado a certos fatos. A correção e a penalidade devem ser dadas, mas é deprimente como se dá notoriedade, como se divulga as coisas. Existem várias formas de punição sem que necessariamente seja tão divulgado. Porque como diz a Palavra: O cair é do homem, mas o levantar é do Senhor. Hoje pode ser quem quer que seja, mas amanhã pode ser eu, ou qualquer um outro. Bom é praticar a Palavra: Vigiar e orar.

    Fique na Paz!

    • Oi, Maria Lúcia,
      .
      sim, devemos sempre seguir o que a Palavra nos orienta e agir conforme o Cristo nos ensinou. A vida é frágil e nós somos pó.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  16. Déborah disse:

    Quanta sabedoria! Deus te abençoe sempre!

  17. MARIA ELISABETE BOTELHO disse:

    Meu marido, presbítero, ministro de louvor…. adulterou durante 1 ano e mentiu muito estando vivendo com uma outra mulher e comigo ao mesmo tempo. Serviu santa ceia, aconselhou, ministrou, etc… etc.
    A verdade veio à tona!!!e ele abandonou a família que em todo o tempo lhe estendeu a mão e o perdão. Não quis, foi embora deixando uma igreja destroçada pelo escândalo. Até hoje, mais de 4 anos depois ainda não nos reerguemos, nem a família e nem a igreja. Até hoje eu escuto pessoas dizerem que tinham a minha família como exemplo e que não acreditam mais em família depois do que ele teve coragem de fazer. Triste realidade! e continuo vendo muitos casos assim.

  18. IARA BANDEIRA DE OLIVEIRA disse:

    Tenho orgulho de ser evangélica, pois tenho 40 anos que sirvo há Deus. Nunca olhei para os defeitos das pessoas. Só olho para Jesus, pois a salvação é individual. Já passei por coisas terríveis mas minha meta é o Céu . Nada me separará do amor de Cristo. O segredo da vitória é obediência. Deus tem me honrado muito e me enchido de bênçãos.O Céu é para os filhos obedientes. O amanhã não nos pertence. Vamos se consertar a cada dia para termos um encontro feliz com Jesus.

  19. Nivia Maria Prado disse:

    Sua reflexão foi resposta de Deus pra mim , pois com os ultimos acontecimentos senti muita dor em minha alma, e muito confusa no que pensar e como pensar , porque por mais que não quero pensar me pego pensando rsrssss confuso né… Mas sua reflexão abriu meus olhos e acalmou meu coração. Obrigado

  20. Ana Paula Ferreira disse:

    A Paz de Cristo Mauricio.
    Lendo esse texto senti um pouco de Paz no meu coraçao.
    Porque estamos vivendo momentos tao dificeis que realmente as vezes nao sei Como agir diante de tantas investidas do inimigo .
    Oro ao Senhor Para que a sua misericordia
    Nos alcance todos os dias.
    E Para que o nosso foco continue sendo o nosso Senhor ☝
    Obrigada pelo texto.
    Que o Senhor te abençoe.

  21. Tânia disse:

    Sou evangélica há 30 anos. O que aconteceu com o filho da Bianca Toledo me abalou. Sei que isso acontece todos dias com outras crianças, filhos de cristãos e não cristãos. Minha pergunta é pq isto aconteceu com uma criança, cuja mãe saia de casa para ministrar a palavra de salvação, de cura para pessoas que prescisavam? Confiando que seu filho estava guardado. Não quero pecar, talvez já esteja pecando. Tenho pedido a Deus para tirar da minha mente esses tipos de pensamento, pois estou muito angustiada.Pq acontece isso com uma criança, cujo os pais, ou apenas um dois dois fazem a obra de Deus? A inocência roubada, a pureza estraçalha. Como está o coração e a mente deste menino, me preocupo, fico muito triste pela Bianca Toledo, pois tbm sou mãe, mas ela é adulta sabe se defender, orando, lendo a palavra, porém estou muito abalada por causa do menino que é indefeso, como será que ele está? Como vai ser este menino no futuro?

  22. Greize disse:

    Seu texto foi um bálsamo é um norte para mim ,que ficou desnorteada,com os últimos acontecimentos.E também para outros que repassei seu texto .Graças a Deus não olho para o homem ,há muitos anos pra viver minha fé .Somos humanos e ficamos abalados e até revoltados ..mas Jesus deve ser nosso foco sempre .Que Ele lide com tudo é nosso coração .Obrigada Senhor por usar a vida do Maurício zágari com palavras certeiras em momentos estranhos .Deus abençoe sua vida muitíssimo.Abços

  23. Thaiane Ribeiro . disse:

    Querido Maurício, neste momento agradeci ao Pai pela sua vida.

    Em um mundo tão cruel, onde as máscaras de muitos crentes estão caindo, você, inspirado pelo Espírito Santo tem dividido grandes revelações conosco.

    vejo na internet tanta baboseira, de homens e mulheres com apenas letras dentro de si, fazem teologia e acham que conhecem tudo do Reino, quando na verdade estão completamente enganados

    Você relata a palavra de Deus com graça, sinto paz com seus posts.

    Que Deus te honre a cada dia mais!

    Por diversas vezes quis expor minha opinião nas redes sociais sobre o caso da Bianca Toledo, mas o Espírito Santo não permitiu, com seu post entendi o pq. Tudo isso me mostrou que a volta do noivo está cada vez mais próxima.

    Abraços

    Thaiane Ribeiro – Santo André/SP

    ________________________________

  24. jose marques disse:

    Muito bom qui há sabedoria muitos nós ná hora do ódio esquecemos ,Deus tenha sempre misericórdia de nós é que tenhamos misericórdia com o nosso próximo.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s