erosao1Um câncer começa com uma única célula defeituosa. Um vírus microscópico é capaz de tirar uma vida. Cupins menores do que uma unha conseguem destruir toda uma casa. Uma pitada de veneno mata. Um punhado de grãos de cocaína são suficientes para causar uma overdose letal. Bactérias ínfimas provocam estragos monstruosos. Tudo isso são exemplos de que não é preciso algo ser grande para gerar enormes danos. Em nossa vida espiritual não é diferente: muitas vezes são os “pequenos pecados” que acabam nos conduzindo a grandes quedas – isto é, justamente os pecados que não consideramos muito problemáticos é que poderão acabar nos afastando de Deus. Uma onda do mar não destrói uma rocha. Na verdade, parece ter pouco efeito sobre ela. Mas ponha uma onda, após outra, após outra. Adicione tempo. Em alguns séculos você terá um buraco naquele pedaço de granito sólido e aparentemente impenetrável. É o processo chamado erosão. Nossa alma também pode ser vítima da erosão do pecado.

A Bíblia nos alerta para sempre vigiarmos, em oração. E de fato fazemos isso. Tomamos precauções contra muitos pecados e até que nós saímos bem. Evitamos andar nos becos escuros das grandes tentações, pois sabemos que ali há transgressões aguardando por nós atrás de cada poste. Mas nos expomos em plena luz do dia aos “pequenos pecados”.

erosao2Começamos praticando o que consideramos que são delitos menores, aparentemente insignificantes. É a “mentirinha branca”, por exemplo, aquela que “não faz mal a ninguém”. Ou somos só um pouquinho agressivos com aquele vendedor de telemarketing que nos irrita ligando no sábado. Que mal faz, afinal? Olhamos de cara feia para o cidadão no ônibus que passou de qualquer maneira e esbarrou na gente. Topamos não pedir nota fiscal do serviço que nos é prestado, desde que o preço cobrado seja mais baixo, assim todos saem ganhando! Fazemos aquela fofoquinha santa da irmã, porque, bem, não chega a ser maledicência, né, é só um comentariozinho de nada. E por aí vai. Ficamos descansados, achando que nada disso representa algo demais.

Só que “Um abismo chama outro abismo” (Sl 42.7). O que acontece é que os pequenos delitos, os “pecadinhos que não fazem mal a ninguém”, acabam nos acostumando ao pecado. Nos insensibilizam à transgressão. E, com isso, passamos a ver a desobediência a Deus como algo que não nos enoja mais. Algo “aceitável”.

erosao0Por que você acha que Jesus disse que não deveríamos nem ao menos chamar alguém de “tolo”? Porque as desavenças nos acostumam ao ódio e, dentro de algum tempo, dar um tiro em alguém não será algo tão mau assim. Por que você acha que Jesus disse que se olhássemos para alguém com desejo no coração já estaríamos adulterando? Porque a cobiça dos olhos dentro de algum tempo nos acostuma ao delito e daqui a pouco deitar-se com alguém não soa tão grave assim. Em outras palavras, a ética de Cristo estimula você a cortar todo mal pela raiz, ela é preventiva e mostra que não existe pecado “menos grave” que outro. Hoje você dá propina no trânsito; amanhã no Congresso Nacional.

Estava pensando: será que o primeiro pecado de Satanás foi a rebelião contra Deus, já no ato do “golpe de estado” que tentou dar? Não posso afirmar, pois a Bíblia não afirma, mas eu acredito que ele deve ter alimentado pecados – se não na prática – pelo menos no seu coração por muito tempo. O motim foi o clímax. Não acredito que ele foi para a cama como um querubim magnífico e sem mancha e acordou dizendo “Acho que hoje vou me insurgir contra Deus”. Muito difícil crer nisso. Especulo que tenha sido um longo processo, talvez pontuado por algumas transgressões que ele considerava “menores”. Claro, isso tudo é puro fruto da minha imaginação, mas me faz todo sentido.

Cuidado com os pecados que lhe parecem insignificantes. Eles não são. “Pecadinhos de nada” têm o poder de uma bomba atômica. E eles vão fazer você se acostumar com o ato de pecar. Uma vez que transgredir naquilo que você considera inofensivo se torna uma prática tranquila aos seus olhos, você não vai parar quando se deparar com algo que entende ser mais grave. Simplesmente porque desobedecer Deus virou algo comum.

erosao00Não permita que isso ocorra. Convido você a refletir sobre os seus “pequenos delitos”, aqueles a que não presta muita atenção, que não o incomodam tanto assim. E o estimulo enfaticamente a abandonar a prática desse delito. Ele não é insignificante. É maligno. É destrutivo. Cam não achou que rir do pai bêbado era algo muito problemático. Adão e Eva devem ter pensado que, ora bolas, era apenas uma frutinha. Davi possivelmente se convenceu de que “ah, será só um recenseamento”. Saul talvez tenha suposto que somente um sacrifício sem a presença do profeta não seria lá grande coisa. Deu no que deu.

Você pode se considerar uma rocha de santidade. Talvez creia que está tão alerta contra as tentações que nada vai te alcançar. Mas as ondas estão batendo. A erosão está destruindo as suas defesas contra o pecado. Se você não tomar uma providência agora mesmo… a montanha inteira pode vir abaixo.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

Anúncios
comentários
  1. Rosilda Ferreira disse:

    Enviado por Samsung Mobile

  2. Nelce disse:

    obrigada Maurício, pelo alerta.

  3. Bianca disse:

    Mauricio que texto confrontador, Deus lhe abençoe com muitos outros… A paz!!!!

  4. Mery disse:

    Maurício ,belo texto,mês passado ouvi uma pregação na minha igreja nesse
    mesmo sentido,inclusive nesse pensamento sobre o motim de satanás ,talvez
    eu não tenha me dado conta dos meus “pecadinhos” e Deus veio falar comigo
    através desse post, Deus é maravilhoso né não?
    Abs,Mery

    • Oi, Mery,
      .
      me alegro por saber que Deus falou com você por meio dessa reflexão. De fato, ele nos presenteia com muito mais do que imaginamos e esperamos.
      .
      Que ele te abençoe muito,
      mz

  5. Bruno Maciel disse:

    Muito bom! Parabéns pelos seus posts!
    A gente sempre ler e dificilmente comentamos. Saiba que tem abençoado muita gente através de seu blog!
    A Paz, querido!

    • Oi, Bruno, tudo bem?
      .
      Que bom que o blog te abençoa, sou grato a Deus por isso. Enquanto for da vontade do Senhor edificar vidas por meio dele, eis-me aqui.
      .
      A paz seja contigo e toda a família,
      mz

  6. Jose disse:

    A paz do Senhor Jesus, nobre amigo Mauricio.

    A Biblia diz que o salário do pecado é a morte.

    Salário é um direito dado a uma pessoa que exerceu uma forca de trabalho num período de tempo, talvez uma semana, uma quinzena ou um mês.

    Repito: salario é um direito.

    Se insistirmos em “trabalhar”em algo, a conseqüência lógica é recebermos por isso.

    Como sempre, suas palavras são de uma inspiração única. Deus seja louvado por sua vida!

    (…)

    Mas após ler o texto algumas vezes, enquanto olhava compenetrado nas imagens ilustrativas, me peguei pensando no quanto é difícil não pecar. Seja por algo “grande ou pequeno”.

    Nossa mano, é algo quase impossível não pecar. E sim, a Biblia afirma isso.

    Pergunto: voce acha que muitos pecam porque simplesmente querem, porque desejam ser condenados a perecer no inferno por toda a eternidade?

    (…)

    Lembro-me de alguns pecados que ja cometi na vida, e as observações que eu ouvia de alguns parentes e/ou irmãos era: “que nada, é safadeza mesmo; ou corpo mole; joao-sem-braço; etc”.

    Já convivi com pessoas que tinham vários tipos de comportamentos considerados ruins: alcoólatras, drogados, fumantes, prostitutas, ladroes, adúlteros, fofoqueiros, iracundos… e outros. Por tabela eu também tive resquícios desses hábitos.

    Uma coisa de que lembro-me muito bem era que a gente la no fundo nunca ficava “satisfeito” por praticar aqueles atos. Sempre havia uma ressaca moral, mas… volta e meia fazíamos tudo novamente.

    Enes vezes cometi pecados com lagrimas nos olhos, mas cometia-os…
    Enes vezes vi amigos meus reconciliarem sob lagrimas diante de apelos inflamados, mas depois, tudo era igual como era antes.
    .
    Sabe Mauricio, acompanho teu blog a mais de ano. Sempre achei os posts inspirados por Deus. Mas muitas vezes, após a leitura, eu chorava porque simplesmente achava aquilo longe demais para mim. Ali, na teoria, era a coisa mais espiritual do mundo. Mas na pratica, para mim, quase inexeqüível.

    E por que???

    Com certeza alguns responderiam-me: “que nada, é safadeza mesmo; ore ao Senhor, jejue e Deus da a vitoria”. “Olha ai na sua Biblia e vc vera que se resistir ao Diabo ele fugira de voce”.

    Veja bem, meu amigo, eu não estou aqui fazendo apologia ao pecado. Nao.
    O que quero dizer é que não pecar, ou melhor, não cometer pecados grandes ou pequenos é algo que esta muito aquém de simples decisões que venham de nossa parte.

    Parece que propositadamente somos designados a perder para o pecado. E por que isso?
    A própria Biblia demonstra que a maioria não consegue, e nem conseguira.
    Temos mais exemplos de irmãos que foram derrotados do aqueles que venceram.
    Olhemos o exemplo daqueles que pereceram no deserto. Milhares em detrimento de apenas 2 que se salvaram. Que numero alarmante!!! Uma proporção real e que demonstra que por mais que se esforce, apenas tera adiado a derrota.

    Foi o que vi, meditando na ultima imagem que voce postou.
    A rocha que um dia estava “afastada da praia” um dia foi “alcançada” pela onda.
    Ela não pode fazer nada, a não ser apenas “resistir”por um tempo e depois… desmoronar.

    Ainda tenho alguma resistencia a crer em predestinação, mas diante de tantos fracassos, meus e de alguns que conheço, parece que por mais que se lute contra o pecado, seja ele “grande ou pequeno”, no fim somos destinados a sermos vencidos…

    (…)

    Como cortar o mal pela raiz, se a nossa vida é a própria raiz?

    Talvez vivendo a unica coisa que realmente acredito viável para chegar ao Ceu: renuncia.

    Poxa, se Lucifer, que era perfeito em seus caminhos, caiu… Imagine eu, nascido em pecado!
    Sempre observo uma coisa em mim: toda vez que digo que não vou mais cometer um certo tipo de pecado… volto a ele muito mais forte do que antes.

    Ultimamente quanto mais observo ao meu redor, menos consigo acreditar que salvação é para todos, pois a maioria peca, peca, peca, peca… sem parar, e por mais que não queira, continua pecando…

    Sei que essa mensagem esta mais parecendo uma confissão de um derrotado, mas não sinto outra coisa a não ser isso.

    Sim, é um texto contraditório, pois ao mesmo tempo que digo que não tem saída, apresento uma saída (a mesma que a Biblia ensina, creio eu).

    Ao contrario do que voce afirmou, posso ate me considerar uma rocha, mas sem inspiração de de achar que possa ser um santo intocável.

    Obrigado por me ajudar mais uma vez.
    Voce nao sabe o quanto.

    Abraço fraterno,
    Jose.

    • Oi, José,
      .
      olha, eu não acho “quase impossível não pecar”, biblicamente é totalmente impossível não pecar. Caso contrário seríamos Deus. A questão é o que fazemos diante disso. O cristão se ressente pelo seu pecado, se arrepende e se esforça por não mais pecar. O não cristão peca sem dor de consciência, para ele é natural e normal pecar. Nesse caso, sim, muitos pecam porque querem, simplesmente. Não porque querem ir para o inferno, mas porque não compreendem a realidade do inferno e da graça de Deus.
      .
      Temos de lutar constantemente contra o pecado, uma leitura da Bíblia nos mostra isso em muitas e muitas ocasiões. O fato de termos a natureza pecaminosa não nos isenta de termos de buscar a inatingível perfeição. Deus não espera de nós perfeição, mas esforço para alcançar a perfeição.
      .
      É aí que entra Cristo. O que nos dá acesso ao céu é a cruz. É a justificação. Uma vez que Deus olha para nós, com nossa multidão de pecados, mas vê o sangue do Cordeiro sobre nós, é o sangue que ele vê.
      .
      Em oração por ti. Deus siga o abençoando e dando forças para resistir ao pecado e ser fiel até o fim. Um abraço,
      mz

      • Jose disse:

        Ola, Mauricio.

        Agradeço a Deus por sua vida e pela atenção que tens dado a pessoas como eu.
        Perdão por insistir no assunto.

        A gente vai ficando tao decepcionado que chega uma hora que a incredulidade vai sugando todas as forças e ai, fica-se a um passo de apostatar.

        Desculpe, mas queria sua reflexão sobre o que eu disse antes, isto é, sobre a Bíblia em seus exemplos demonstrar que a maioria das pessoas são condenadas, e apenas um pequeno numero é que alcançam a comunhão com Deus.

        Diante disso, os pecados, sejam eles tidos como pequenos ou grandes, simplesmente parecem que são impossíveis de serem evitados, e logo, a maioria das pessoas irão perecer.

        Eu ando tao aterrorizado.
        Fico pensando no futuro de meus filhos.
        Um bebe de 3 anos, duas adolescentes de 11 anos. Minha esposa… voce conhece minha historia. Que legado posso deixar de bom, se os pecados, pequenos e grandes, tem sido constantes em minha vida? Sei que a salvação deles não é por mérito meu, mas creio que eu precisaria ter bons exemplos para que eles inspirem-se. A salvação é pela graça, seu sei.

        Mas é como se isso fosse algo quase que impossível de ser alcançado pela maioria. Apenas um seleto grupo, pequeno, em detrimento de milhões, pudessem usufruir de uma amizade com Deus.

        Quando penso isso, sinto uma dor, pois fico imaginando se de repente eu não possa fazer parte desse grupo. E se o meu tempo estiver sendo perdido? E se por mais que eu esforce-me, nunca consiga ter uma vida de fe e renuncia.

        Ah, a renuncia.

        Veja bem. Israel abriu mão de viver no Egito como escravo. Recebeu o convite de Deus para serem livres e foram com Moises. Mas eles não se submeteram a vontade de Deus, e este prometeu a eles que não entrariam em Seu repouso. Que todos pereceriam no deserto.

        Imagine.
        Essa gente que recebeu essa mensagem simplesmente não tinha mais nenhuma esperança de vida, de arrependimento, de reconciliação. A partir daquele momento viveriam amargas, deprimidas, e cabisbaixas… pois o fim delas eram viver como zumbis. Estavam vivas na carne, mas condenadas a viverem fora do repouso de Deus.

        O proprio Deus Lhes disse isso.

        E hoje, Mauricio, na era da graça, isso ainda seria possível?
        Sei la, é tao complicado, tao perturbador. Tao desesperante pensar numa eternidade… sem vida eterna.

        Sabe, eu sei que as vezes voce pode ficar sem jeito de responder alguns questionamentos aqui no APENAS, e acaba nos direcionando para um pastor, um conselheiro.

        O problema é que a maioria desses homens não são sensíveis a nossa causa.
        Sao meros ouvintes que depois de nos verem agonizados diante deles, apenas “receitam uma dipirona” e prometem que irão orar por nós.
        Nao que a oração não seja importante, mas faltam-lhe isso que voce faz pelos seus leitores: atenção de verdade.

        Sao por isso que essas reflexões do APENAS mexem com a nossa estrutura. Nos ajuda. Nos ensina. Nos faz emergir de momentos de dor e angustia para momentos de alivio… e esperança.

        Eu agradeço muito, muito, muito pela sua ajuda, atenção, e amor.
        Sei que nao posso mudar o meu passado, mas quem sabe o futuro.

        Deus seja contigo.

        Abraco,
        Jose.

      • Jose disse:

        A paz do Senhor Jesus, nobre amigo.

        Certas coisas acontecem e não tem como explica-las.

        Há uma hora atras eu estava num estado tao perturbador, mas agora de repente, sinto-me como se estivesse em pastos verdejantes e aguas tranquilas.

        Meu filho havia acordado assim que terminei de escrever, e após tomar sua dedeira, fomos brincar. Depois vim ao escritório e por ter deixado o computador ligado, resolvi entrar num site que ha algum tempo eu não visito.

        Num estado de oração silenciosa, e meditando nas suas palavras, achei um texto que, coadunado ao seu, catapultou-me a um outro estado de espirito.

        Sei que vou ter que fazer a minha parte e esforçar-me sempre, mas sou grato a Deus pela atenção daqueles que oram por mim e são usados para escreverem textos inspirados e auxiliadores.

        Grato, meu amigo.

        Se nao quiser publicar o anterior, tudo bem.

        Abraço fraterno,
        Jose.

      • Olá, José,
        fico feliz por Deus ter dado paz a tua alma. Ele é bom e te ama.
        Abraço, na paz de Deus,
        mz

      • Jose disse:

        Oi.
        Esqueci de postar o site, se voce me permite.
        http://www.chamada.com.br/mensagens/fatos_pecado.html .

        Obrigado.
        Jose.

  7. Letícia Mascarenhas disse:

    Querido Mauricio, não só esse post, mas, vários que tenho lido tem me ajudado bastante! Muito obrigada! Muito edificante.A paz.

    • Oi, Leticia,
      .
      só posso agradecer a Deus por isso, mana. Peço a ele que siga a abençoando.
      .
      Um abraço fraterno, na paz,
      mz

      • Leticia disse:

        VOCÊ É REALMENTE MUITO BOM NOS TEXTOS, ATINGE O OBJETIVO DE NOS FAZER REFLETIR E SEMEIA O QUE PODEMOS CHAMAR DE MELHOR, O ARREPENDIMENTO.
        Honestamente eu nem sei o q pedir a Deus pra vc, se ele te abençoe parece pouco (risos), parece clichê,que ele te leve as melhores experiências com ele( como posso pedir isso?quem sou eu?) sei que a palavra Dele através de ti me encharca de felicidade ,paz e arrependimento, traz uma certa tristeza ( n vou negar!)pois vejo q preciso mudar toda hora…Mauricio,não desista nunca desse blog lindo e edificante, minha bb na minha barriga chega mexe! bjos

      • Oi, Leticia,
        .
        obrigado pelo afeto presente em suas palavras, fico feliz que este texto tenha levado você à reflexão e que os posts em geral conduzem você à renovação do coração. Missão cumprida.
        .
        Muito obrigado pelas tuas orações, são preciosas e preciso muito delas. Não tenho como agradecer por tão valioso presente.
        .
        Um abraço carinhoso, no amor do Deus santo,
        mz

  8. Olá Maurício boa tarde! Perfeita a resposta em que você deu ao irmão João : “Deus não espera de nós perfeição, mas esforço para alcançar a perfeição.”
    Uma das coisas que venho alinhando em meus pensamentos e que estou colocando em prática é a que devemos ler a Bíblia Sagrada todos os dias pelo menos de 5 a 8 capítulos, assim nos tornamos cheios da palavra e revestidos pelo poder de Deus, e quando chegar a hora desses pecados pequenos virem em nosso dia a dia, certamente o Espírito Santo sussurrará em nossos ouvidos guiando-nos a não fazer determinadas “coisinhas erradas”.
    Devemos de pegar o modelo do Mestre e segui-lo, esse é o segredo para nos tornáramos seres humanos melhores.

    Sou assinante de seu blog e das vezes que estou recebendo o email, copio o texto (com seus créditos) e colo para meus amigos do WhatsApp, está sendo muito proveitoso e de grande avalia fazer com que as pessoas leiam mais e façam uma análise sobre os texto reflexivos e também uma análise em si mesmos.

    Gostaria que você me dissesse se possível por gentileza qual o titulo de sua reflexão EM QUE VOCÊ ESCREVE QUE DEIXOU O FACEBOOK.

    Obrigado irmão e fique na Paz.

    Ricardo Marfin

  9. Jacy disse:

    Texto muito oportuno e que nos traz à memória a importância de estarmos vigilantes em todo o tempo.

    Um graaannnde abraço, de sua mana! 🙂

  10. Edina Oliveira disse:

    Olá Mauricio,

    Devemos pedir ao Senhor, que Seu Espírito esteja sempre a nos alertar, e eu creio que é o que Ele acabou de fazer através do que você escreveu. A vida aqui é curta e a eternidade nos espera a qualquer momento. Que Deus tenha misericórdia de nós, e nos faça enxergar com os olhos da fé, que tudo neste mundo é ninharia perto do que Ele tem reservado para nós na Sua presença.

    Muito obrigada meu irmão, por suas palavras que sempre nos dizem o que precisamos.

  11. Ana Paula disse:

    Caro Maurício, obrigada pelo artigo e pelos alertas. Adorei a primeira imagem, está tão linda e representou bem o assunto do post!!
    Que o Senhor te abençoe sempre!
    Abraços.

  12. Rodrigo disse:

    Glória a Deus por sua vida meu irmão! Glória a Deus por esse blog edificante. Deus sabe o quanto tem sido edificante em minha vida essas mensagens.

  13. Lina disse:

    Prezado MZ, alguém comentou acima sobre a imagem em que o mar bate na base da rocha e vai desestruturando-a e tudo vem a baixo.
    Bom, lá vai a aula de geografia “celestial” … Mania de professora de geografia mesmo… aquela imagem me parece ser o processo de formação de uma falésia. Ah que paisagem bela são as falésias! E gostaria de dizer ao irmão aí de cima, que a falésia me lembra que há esperança, é que esse trabalho do mar na base, desgastando, fragmentando, erodindo, desbarranca a rocha e forma uma paisagem inusitada e completamente oposta ao que quase todo o relevo faz que é se jogar aos poucos no mar, as falésias constituem paredões no mar. Torres no Rio Grande do Sul, no norte da Espanha, no nordeste tem na Paraíba, Fernando de Noronha.
    Digo isso porque merece apreciação, afinal o trabalho das provas na vida da gente são os agentes de desgaste que podem produzir belas paisagens! As cicatrizes podem ser meras marcas de dor, ou memoriais de superação…

    Ah que Deus lindo, nada escapa à Sua escola!

    Na paz de Deus e em amor,
    Lina

    • Oi, Lina,
      .
      nada como quem tem conhecimento de causa para dar uma explanação tão didática quanto bela. Obrigado! Você me fez lembrar das praias de Astúrias, que encantam justamente pelo que você disse.
      .
      Abraço pra ti, no amor de Deus,
      mz

  14. marcojuric disse:

    Bom dia Zágari!!

    É mano, a gente tem mesmo é que por as confissões em dia (I João 1:9), pois Sua misericórdia dura para sempre (Salmo100:5).
    E quanto os “pecados santos” e aos “pecados maiores ou menores”, tenho a mesmo entendimento, ou seja, não há diferença.
    Glórias a Deus por sua vida mano!!!!

    GBY!!

    MJ

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s