Alguns irmãos queridos vieram me perguntar por que não divulguei meus últimos posts aqui do APENAS pelo twitter e pelo Facebook, como tenho feito nesses quase 14 meses de existência do blog. Senti que precisava dar uma satisfação a quem me acompanha e se identifica com o que escrevo. Fato é que abandonei as redes sociais. Mas, antes de chegar nessa questão específica e de menor importância, gostaria de refletir um pouco sobre algo bem mais relevante no que tange a esse assunto e que está relacionado a ele: aquilo que chamo de Religião Internet.  É inegável que o surgimento da rede mundial de computadores mudou muito a vida da Igreja, em especial no Brasil. A primeira vez que surfei (sim, usávamos esse termo no século passado em vez de “naveguei”) na web foi ainda num browser Netscape Beta, por volta de 1995. Para alguém de até uns 20 anos pode ser engraçado ler isso, já que deve pensar “como era possível viver sem Internet”? Pois acredite: era. E éramos felizes sem ela. Hoje achamos que a vida sem Internet é impossível. Só que não é. Sei que meu comentário vai na contramão do que muitos advogam, mas creio que a inclusão digital não é tudo isso que dizem – tanto que a humanidade viveu milênios antes que Bill Gates ou Steve Jobs existissem. E, no caso da Igreja, quando falamos de redes sociais torna-se ainda mais irrelevante e até problemática.

Como disse John Piper, “uma das maiores utilidades do twitter e do Facebook será provar no último dia que a falta de oração não era por falta de tempo”. O que é absolutamente irônico é que li essa frase no Facebook. E sou obrigado a concordar com Piper, simplesmente porque ele tem razão. Mas concordar com isso e compartilhar essa frase no Facebook… é a contradição das contradições! A verdade é que, se acredito nessa afirmação, não adianta compartilhar a fotinho ao lado: preciso agir com a coerência que essa frase me exige. E só Deus sabe o quanto eu preciso orar mais, buscar mais intimidade com o Pai, me santificar e ser um homem a quem Jesus diga naquele dia: “Bem-vindo, servo bom e fiel”. E as redes sociais não estão me ajudando em nada nesse sentido. Mas daqui a pouco falo mais sobre isso.

Entenda, não demonizo a web. Sei todas as coisas boas que ela pode proporcionar. Cá estou eu, por exemplo, sendo lido por você via Internet. Há muitas coisas positivas, quando o seu uso e seu propósito são benignos. No entanto, o que quero abordar hoje não são as inúmeras vantagens que a rede mundial de computadores trouxe para nós, mas os males que gerou para o Corpo de Cristo.

O maior deles é a ideia de que é possível substituir a igreja local e a comunhão dos santos por uma pseudoprática de fé via web. Multidões têm se protegido misantropicamente das decepções com pastores e membros se entrincheirando na segurança de seus notebooks. Formam “igrejas” (embora se recusem, irritados, que usemos essa palavra) com indivíduos reduzidos a avatares que acham que conhecem e com quem trocam meia dúzia de palavras pela rede. Talvez bate-papos via MSN, frases curtas via twitter ou alguns textinhos pelo Facebook. Formam seu aprendizado de fé assistindo a cultos on-line, acompanhando vlogs de 5 minutos de pregadores famosos, lendo blogs como o APENAS e ouvindo bate-papos em podcasts muitas vezes – me perdoem – teologicamente ridículos. Mas meu blog, por exemplo, não substitui a igreja. Meu blog não substitui uma pregação. Meu blog não substitui a adoração. Meu blog não substitui a oração de uns pelos outros. Meu blog não substitui o aconselhamento pastoral. E quando falo do APENAS, o estou usando como arquétipo de todas as mídias que mencionei acima – e muitas outras. A Internet é a cerejinha do bolo da fé, mas há muitos que estão pondo o bolo em cima da cereja.

Há também o problema da enorme mistura de teologias, doutrinas, ensinamentos e doideiras que o internauta que substitui a vida em comunidade pela Religião Internet absorve. Lembro quando dava aula em seminário teológico, passava trabalhos para os alunos e, em vez de uma pesquisa, recebia de volta páginas impressas da Wikipédia. Que, aliás, é uma bênção e uma desgraça ao mesmo tempo, visto que pode esclarecer muitas coisas mas qualquer um pode postar o que quiser ali – o que torna essa ferramenta altamente desconfiável. Mas damos mais atenção à Wikipédia e a sites correlatos do que a livros que exigiram pesquisa, revisão, o crivo dos editores e são, eles sim, fontes confiáveis. Mas nossa preguiça e nosso imediatismo tornam mais fácil escrever uma palavrinha no Google e ver o que a loteria da pesquisa vai jogar em nosso colo como primeiras opções do search. E é nelas que confiaremos – sem ter conhecimento sobre quem escreveu, que linha segue, que teologia ou crenças nortearam aquela fonte de dados. Como ouvi certa vez, não me recordo de quem, substituímos o saber pela informação. E informação não forma ninguém, conhecimento adquirido com muito estudo e suor sim.

A Bíblia Sagrada foi trocada por versículos tuitados e frasezinhas descontextualizadas de Spurgeon, Paul Washer e outros homens de Deus. Ou então de pregadores da moda – muitos deles hereges. Na vida de muitos, o texto bíblico foi substituído por citações de pessoas que ensinam doutrinas diabólicas, como a que afirma que o que você disser com fé vai acontecer, ou que a Bíblia é um livro de homens e não de Deus, ou que Deus não exerce sua soberania nas tragédias, ou que o cristão autêntico tem que ter prosperidade material. Tudo absurdos bíblicos – mas muitos não sabem discernir, pois valorizam mais a beleza poética do que é dito do que a correção bíblica. Sejamos francos e não vamos esconder o problema sob o tapete: se não têm intimidade com as Escrituras, como discernirão o erro? Cairão fácil nos engodos.

Conheço um “pastor” que escreve frases lindas no twitter. Poderia jurar que ele é um conservador, até, não fosse o corte de cabelo modernoso. Mas, quando você vai ao blog dele, descobre que é um esotérico que acha que Jesus é um extraterrestre e que vai voltar num disco voador. Não ria, isso não é piada, é um fato. Possivelmente você o segue, visto que ele tem mais de 5.600 seguidores. O lê, o retuita, acha lindo o que ele fala e nem ao menos sabe que seus ensinamentos são tresloucados. Ou o pastor garotão que fica falando sobre a “contextualização” do Evangelho, ensinando montes de mundanismos – e a turma adora. Ou o pastor herege que joga a Bíblia no lixo. Ou o professor de pós-graduação que ensina a demoníaca Teologia Liberal e fala que o Cristo do cristianismo clássico é invenção grega – mas como ele fala tão bonito e tem uma carinha tão simpática muitos o amam, sem saber o perigo que ele representa para milhares de almas humanas por ensinar um Jesus que não é o da Bíblia.

Muita gente já me deu #FF no twitter junto com algumas dessas pessoas. E quando vejo isso me pergunto como um irmão pode dar #FF no mesmo tuíte para alguém como eu, que crê no conservadorismo bíblico, e para alguém que prega o liberalismo teológico, crença extremamente oposta à minha e que considero uma heresia. Não consigo compreender tamanho contrassenso. Sim, a Religião Internet é um perigo. Quem substitui a sólida doutrina de suas igrejas pela babel da www corre sérios riscos de absorver ensinamentos terríveis mas que têm aparência de piedade.

E aí chegamos às redes sociais. Tinham tudo para ser uma incrível ferramenta a serviço do Reino de Deus. Mas do jeito que têm sido usadas se tornaram em esmagadora parte uma perda de tempo precioso que poderia ser investido numa devocionalidade real – e que, essa sim, nos tornaria pessoas mais próximas de Deus. Posso falar por mim: as redes sociais me afastaram muito de Cristo e dou a mão à palmatória quanto a isso. Analisemos friamente e sem olhar apaixonado: o Facebook é o universo da irrelevância. Se você peneirar ali o que realmente tem utilidade verá que se resume talvez a 1% do que entra na sua tela. O twitter, com seus 140 caracteres, já é, por sua vez, o universo da superficialidade. Como é possível achar que um complexo pensamento teológico pode ser destrinchado nesse microespaço? Impossível. O Orkut? Ah, é verdade, o Orkut morreu, graças a Deus.

É por tudo isso e outros fatores pessoais que decidi me retirar, pelo menos por um longo e indefinido período sabático, das redes sociais. Minhas poucas entradas serão por exigência de meu trabalho. Na web só continuarei escrevendo no APENAS e nas minhas colunas em sites e revistas – artigos que alguns acham enormes, tão viciada a Igreja está em textos minúsculos e tão desacostumada está de ler livros (e me pergunto se alguém que reclama do tamanho de meus textos leria os 28 capítulos do evangelho segundo Mateus ou os 50 de Gênesis…).

Fato é que as redes sociais não têm feito bem à minha vida espiritual, além de me tomarem um tempo precioso, que preciso dedicar mais à leitura, à oração, a relacionamentos com pessoas tridimensionais a quem eu possa aconselhar e que possam me aconselhar e ouvir a confissão de meus pecados, gente com quem eu possa comungar sem a falta de prosódia que relacionamentos virtuais geram. Pela tela do computador ninguém consegue enxugar minhas lágrimas, nem eu consigo estender o ombro a quem precisa. Quero me recolher a minha vida real e resgatar a devocionalidade que vivia antes de entrar nas redes sociais. Quero que a frase de John Piper ganhe consequência em minha vida. Tenho sentido a imperativa  necessidade de me aproximar mais de Deus e me afastar desse universo paralelo, que me conduz a pecados que passam pela ira, o rancor e muitos outros que a irrealidade virtual gera – o que tem atrapalhado minha saúde física (num momento em que me trato de estresse) e espiritual. Sem falar de tristezas, decepções, chateações e similares que pulam dentro de minha casa pela tela do notebook.

Já tem cerca de dois anos que praticamente parei de assistir a televisão. Não tem nada a ver com crer que TV seja pecado. Simplesmente perdi o interesse pelos telejornais mentirosos, os seriados que não edificam, os documentários falaciosos. Não serei hipócrita de dizer que aboli a TV da minha vida, eventualmente assisto a uma ou outra coisa que penso que será interessante. Mas talvez não chegue a 3 horas por semana, no total. E posso afirmar a monstruosa diferença que afastar-se do vício por TV faz. Não tenho absolutamente nenhuma vontade de voltar a consumir essa mídia como fazia antes, e por uma simples constatação: depois que você se desintoxica ela não faz a mínima falta.

Agora quero fazer a mesma coisa com as redes sociais. Quando as descobri achei que seriam edificantes. Experimentei. Hoje, fazendo um balanço, vejo que não foram, pois mais me afastaram de Deus do que me aproximaram. Tirei muitas coisas positivas delas, creio ter contribuído um pouco, mas chegou a hora de parar. Preciso respirar mais do ar puro da vida real e retornar a 1995, quando os amigos marcavam um café para se encontrar, nos telefonávamos, mandávamos cartões de Natal escritos a mão. Hoje as pessoas mandam scraps impessoais no Facebook nos aniversários, trocam farpas pelo twitter, vivem relacionamentos bidimensionais. Não tem me feito bem. Creio que eu também não tenha feito bem a muitos, reconheço as críticas, aceito as que são justas e prefiro esquecer as injustas – pois na minha luta para me aproximar de Cristo me esforço para não devolver mal com mal. Quero avançar para trás e viver a vida que existe fora das telas.

Por isso, desde o dia 29 de junho parei de usar minhas redes. Não entro, não olho, não escrevo nelas, salvo uma ou outra coisa feita por questões de trabalho. Vou deixá-las congeladas – possivelmente abandonadas – por período indeterminado. Usava-as muito para divulgar posts novos do blog, o que de fato foi proveitoso, pois o APENAS acabou de completar 350.000 acessos em pouco mais de 13 meses no ar. Se você tem interesse em continuar lendo as reflexões que aqui são postadas, pode juntar-se aos 1.027 irmãos e irmãs que até a data de hoje gentilmente assinaram o blog e recebem os posts novos por e-mail. Ou, se lembrar, dar uma passadinha por aqui de vez em quando ou nas colunas que escrevo em outros sites e revistas. Mas não vou mais divulgar as postagens novas pelo twitter ou o Facebook.

Sei que o número de acessos vai diminuir (percebi que sair das redes reduz em cerca de 250 acessos por dia, em média), mas,  honestamente, não me importo, pois minha oração a Deus hoje é que conduza até o APENAS somente aqueles que Ele entende que precisam ler as palavras de edificação, consolo e exortação que aqui são publicadas. A partir de agora, é o Espírito de Deus quem fará a divulgação de novos posts.

Quero agradecer a você que teve a paciência de me aturar esses cerca de dois anos em que estive no twitter e poucos meses no Facebook. Mas a Religião Internet tem, na verdade, me afastado de Deus. Quero retomar essa proximidade. E, como disse, para isso é fundamental retroceder. Lembrar-me de como era antes de entrar em redes sociais. Creio que será melhor para mim e, acredito, para muitos que não coadunam comigo. Que Deus abençoe você, meu irmão, minha irmã, e que possa viver a sua fé no mundo real, sem as ilusões que as redes sociais, com todos os benefícios que proporcionam, oferecem – e que ameaçam a intimidade com Deus, a santidade e a comunhão com os irmãos que nós, cristãos, precisamos ter. Deixo um beijo e um abraço aos manos e manas com quem me relacionei em edificação pelas redes.

Seguirei aqui pelo blog, este meu mosteiro virtual, onde vou me enclausurar para continuar compartilhando como vaso de barro que sou o tesouro do Evangelho em que creio, o poder da graça, a denúncia de heresias, o amor de Cristo e a promessa de restauração a todo aquele que se arrepende e vai viver a eternidade ao lado do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Pois redes sociais são irrealidade. Já o Céu e o Inferno são o que há de mais real.

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Se você deseja aconselhamento, recomendo que procure seu pastor e não um blogueiro.

As reflexões expressas neste blog são pessoais e não representam necessariamente a posição oficial de nenhuma igreja, denominação ou grupo religioso.

comentários
  1. Katia Mascarenhas disse:

    Amém! Deus o abençoe nisso também!

    • Obrigado, Kátia!
      Beijo grande e a paz de Cristo!

    • David Prado Junior disse:

      Parabéns pelo seu blog Mauricio! Estava fazendo uma pesquisa ontem sobre música secular e música cristã e por acaso ( acho que não existe acaso no Reino de DEUS não é?) achei o seu blog. Pela primeira vez achei um cristão que trata os diversos assuntos do “meio cristão” com sensatez, seriedade e qualidade. Esse assunto das redes sociais também dão muito “pano pra manga”,com certeza. Ultimamente tenho refletido muito nesse assunto também. Acho que hoje em dia as pessoas em geral estão simplesmente reféns dessa tecnologia e isso tem contaminado seriamente a vida da igreja (como se ela já não estivesse muito contaminada). Fico pensando o que será das próximas gerações de “crentes” que cada vez mais consomem e são consumidos por essas redes sociais.

      • Olá, Davi, prazer em te conhecer, virtualmente que seja.
        Obrigado pela gentileza e pelas palavras imerecidas.
        De fato é um assunto que merece nossa reflexão. É uma ferramenta que pode ser muito útil mas que, a meu ver, tem causado muitos danos.
        Abraço forte e seja-bem-vindo ao APENAS sempre que desejar.
        Que o Senhor seja contigo, com Sua graça e Seu amor.

  2. KM disse:

    Boa reflexão, Maurício. Tenho pensado muito sobre isso e faz uns 6 dias que parei de acessar meu Facebook com a mesma frequencia que fazia. Acabei de ver que a data coincide: dia 29 de Junho. Como estou fora do Brasil, essa é a maneira que encontrei para me sentir perto dos conhecidos daí. Porém, esse falsa idéia de proximidade tem me incomodado e em nada tem acrescentado. A paz do Senhor Jesus seja com você! Karina

  3. Liberalino disse:

    Maurício, que Deus continue te usando para a edificação daqueles que como eu querem ser edificados, e que cada vez mais o evangelho genuíno do nosso Senhor possa ser a luz que ilumina a sua mente e que nós possamos nos beneficiar das bênçãos dessa sua escolha de se retirar das redes sociais; Parabéns pelo texto que realmente falou ao meu coração, e com certeza me abençoou. Deus te abençoe!

  4. Maria Lúcia disse:

    Oh Glórias a Deus!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!! Que maravilhosa descoberta! Fico feliz em saber que uma pessoa culta, antenada com a realidade como vc Irmão Mauricio passou a pensar assim. Digo isto pq sempre fui avessa a estas redes, nunca participei e muitas vezes percebia que as pessoas me achavam retrógrada, ficavam falando que eu preciso viver de acordo com a realidade atual, mas sinceramente, não tenho a minima vontade e nem sinto a míniam falta destes “contatos”. A única rede que uso é o msn por pura necessidade profissional(p/ diminuir custo telefônico) e por ser a que oferece ainda alguma privacidade, mas passou disso…. Podem me chamar de atrasada, de anti social, seja lá o que for, mas não vou me apegar a isso. O que vemos hoje é uma febre.. só se ouve esta comunicação: Ah falei com fulano, com fulana, com sicrano pelo “face”… é esta linguagem atual e o que vemos são pessoas cada vez mais com uma rede cada dia mais extensa de “amigos sociais” e cada vez mais percebemos pessoas muito mais solitárias, muito mais vazias como nunca se viu antes. infelizmente!!! Temos é que orar mais como vc falou, e pedir ao Senhor misericórdia e sabedoria, pq ninguem sabe até onde isso vai… e aonde vamos chegar…… pois ainda veremos muitas coisas. Que geração futura vamos ter??? Uma geração totalmente desprovida de verdadeiro conhecimento, de entendimento…. pq não está acostumado a pensar, a refletir, a mente não está habituada a nenhum tipo de raciocinio e sim a coisas totalmente superficiais. Oh Jesus! que antes disso Senhor, a Tua trombeta soe para buscar a tua Igreja. Amém!!!!!

    • Oi, Maria!
      creio que você tomou a decisão mais excelente, é dificil para um peixe num aquario discernir a agua em que esta inserido. Mas quando vc consegue, muitas vezes percebe que a agua esta poluida e nao lhe faz bem. Então é hora de pular fora do aquário para nadar em mares mais abertos.
      Deus te abençoe!

  5. Lelê (Alessandra) disse:

    Maurício,
    Respeito a sua atitude e digo que continuarei lendo os seus artigos por aqui.
    Seu blog já está na lista dos meus favoritos há muito tempo e assim continuará.
    Confesso que tb estou em um período sabático de FB, e MSN. Não tenho mais comentado, muito menos postado fotos. Nos últimos 3 meses tive que escolher entre estar em redes sociais ou estar com o meu namorado (ele é avesso a todas elas) e é obvio que preferi ficar com ele. Lembrando que ele não me fez esta imposição, somente eu preferi dar valor a ele do q a todas elas. Ele é muito mais importante pra mim. É ele quem me atura, me dá carinho e me dá seu ombro! Na mais justo.
    Eu te apoio na sua decisão e graças a Deus temos uma relação de amizade e de familia que vai muito além das redes socias.
    Até a minha volta!
    Com carinho e admiração,
    Lelê

    • Oi, Lelê,
      obrigado pelo carinho e fico feliz por continuar tendo tua companhia no meu mosteirinho. Obrigado por sempre prestigiar o APENAS, seus comentários sempre o enriquecem.
      Vc tocou num ponto importante: prioridades. Hoje vejo que as redes estavam me tomando um tempo que deveria estar dedicando a coisas muito mais importantes.
      Boa viagem e Deus te abençoe e ao moço que me ensinou que malária é maneiro (rs, desculpe, mas essa eu ainda vou citar umas 50 vezes rs)
      Beijo e paz!

  6. Gamaliel Martins disse:

    Irmão Zágari (creio que o posso chamar assim, ou não? rsrsr) Permita-me falar com o amado de forma descontraída.
    Discordo do irmão em partes. Por exemplo, a forma que o mundo tem-se tornado hoje na área da informação e tudo é feito por acessos a grande rede, fica difícil imaginar sem ela. Não digo aqui, sem redes sociais e outros sites que em nada nos edificam. Esses podemos ficar sem eles.
    Eu trabalho na área de informática (programação) e sei quando o provedor cai e acontece como semana passada, quando ficamos sem internet 24 horas, foi uma loucura, não conseguíamos fazer quase nada, usuários ligando porque estavam sem emails e outros acessos. Esse é o ponto principal, quando envolve nosso trabalho, somente.
    Para glória de Deus, o Espírito Santo tem usado você para nos fazer refletir sobre muitas “coisas”e graças a Deus, aprendi bastante e preciso aprender ainda mais.
    Sabe, quando tive o primeiro contato com o facebook, achei uma tremenda falta de nexos para a nossa vida pessoal, e nem se fala da espiritual. Mas, cai na onda do “todo mundo tem” preciso ter o meu. E assim como você, hoje descubro (ou redescubro..rsrsrs) que ele (facebook) em nada tem acrescentado a minha vida, nem profissional, pessoal ou espiritual, acabei por desativá-lo, pelo menos por enquanto (não porque li seu post), mas porque tenho prioridades na minha vida que preciso revê-las.
    Só mais essa (permita-me, irmão… rsrs) Ontem recebi um e-mail sobre votos, é uma falácia onde estão dizendo que se, 50% dos eleitores votarem nulo a eleição é anulada e será convocada outra com outros concorrentes. Isso é uma falácia. As pessoas reencaminham esse tipo de informação como sendo verdadeiras e nem ao menos pesquisas para saber se realmente é verdade.
    Isso tem acontecido com a igreja de Cristo, recebem “qualquer coisa” e digerem, tornando-se crentes desnutridos da Palavra e do Evangelho de Deus.
    Que Deus o abençoe sempre meu irmão, na Paz de Cristo!

    • Salve, Gamaliel!
      Entendo sua posição, ainda mais pela sua área profissional. Como eu disse, não desmereço as coisas boas da web. Mas antigamente a Barsa fazia um bom trabalho, não? rs. A questão são os problemas que ela gera. O tempo que ela toma. O estressa que ela provoca. A irrelevância de muito daquilo que está ali e em que investimos um tempo precioso. É a velha questão de saber peneirar o que é bom do que é mau. E creio que eu e vc já estamos com a peneira na mão, não é?
      Abraço forte, querido, na paz do Mestre!

  7. Cleide Brígido disse:

    Continuarei lendo através de meu email. Verdadeiramente vejo Deus nessa decisão. Que o Senhor continue a te usar poderosamente como vaso de honra. Obrigada por ser esse canal de benção. A paz seja contigo sempre!!!

    • Ô, Cleide, que palavras gentis!
      Certamente mais do que mereço.
      Fico feliz de continuar com sua companhia, espero poder sempre ser bênção pra ti.
      A paz do Nosso Mestre seja contigo!

  8. Sarita Knup disse:

    Creio que para muitos, a rede social não tem sido só um impedimento no seu relacionamento com Cristo, mas com o mundo real e todas as experiências de uma verdadeira vida em sociedade.
    Maravilhoso artigo. Esclarecedor.
    Que o Espírito Santo “trabalhe” mesmo em nossos corações essas verdades e nos convença a abandonar tudo que nos impeça de servi-lo com esmero.

  9. Concordo com o que você disse, e inclusive fui uma das que compartilhou a frase de Piper…rsrs
    Eu tive que fazer uma desintoxicação e tanto que não acesso mais o twitter, porque não acrescenta nada. Mas o Facebook, eu continuo usando por ter familiares no exterior, e ser a forma de amenizar a distância. Mas o que tenho feito diariamente é postar minhas devocionais diárias (em realidade posto no Instagram e já publica automaticamente), mensagens que escrevo, etc.
    Acho que tem que ser usado com muuuuita moderação. Hoje por exemplo nem entrei, porque é uma filial do Globo Esporte. Irmãos que até ofendem a outros porque não são do mesmo time. Vergonhoso!

    • Olá, Fabiana!
      É isso aí. Há muita ofensa, ódio e rancor entre os frequentadores de igreja que estão nas redes sociais. Por essas e outras o meu desejo de me afastar. Tenho parentes no exterior tb e te dou uma dica: skype e email funcionam que é uma beleza rs.
      Espero que a sua presença no FB seja muito edificante pra ti e pros que te leem.
      Um beijo grande, na paz do Mestre!

  10. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!!
    Pra dizer a verdade, nem senti muito sua falta nas redes sociais. Explico: Me cadastrei no tuíter(gostei do aportuguesado) e nem sei qual foi a última vez que tuitei(acho q mais de 1 ano), e na verdade só estou procrastinando a saída. Orkut já saí faz tempo. Facebook ainda estou, mas confesso que já estou ficando saturado, mas continuo também por questões profissionais, pois estou finalizando a página para meus préstimos em fotografia.
    Entendo seus motivos e concordo com suas colocações. Acho mesmo que devemos/precisamos nos afastar de tudo que nos afasta de Deus e de Sua comunhão. É uma luta diária e por toda vida aqui na terra, creio eu, mas que certamente deve ser enfrentada, combatida e vencida.
    TV só tenho assistido esportes, reportagens e telejornais, esse último uma verdadeira proclamação do caos; da desgraça. Percebo, cada vez mais, a necessidade que a mídia tem de estampar o “sangue” na tela. Talvez seja mesmo o feedback de muuuuitos telespectadores…
    Para mim, internet=trabalho, digo, estou conectado durante todo o tempo de trabalho, pois isso faz parte do meu trabalho(ad. de redes, webmaster, webdesign e bibliotecário (estou na internet antes de você. rssss. e acho que o primeiro browser que surgiu foi o Mosaic)). Sendo assim, também utilizo o facebook paralelamente, mas nada que comprometa meu trabalho. Em casa uso pouquíssimo. Finais de semana praticamente não entro na internet, a não ser em caso de necessidade e de trabalho.
    Sabe Zágari, vi e participei do início da internet no Rio de Janeiro, onde aqui no trabalho tínhamos acesso a Internet por conexão discada. Chegávamos aos maravilhosos 1.2Kbits/s…nem dá pra imaginar isso nos dias de hoje.
    Ah, essa sim é uma frase para patentear: “Quero avançar para trás e viver a vida que existe fora das telas.” Vou postar no face..rsss.

    God bless you!

    • kkkk, Marco eu ia comentar teu comentário, mas qdo vc disse que ia postar no FB (nunca tive intimidade suficiente para chamar de “Face”) me quebrou. Só rindo mesmo, mano. Vê-se logo de quem vc é ovelha kkkk.
      Mas vc tem razão, minha relação com as redes a partir de agora será só para trabalho. De resto, viver a vida como a vida é. E está entrando um sol tão bonito pela janela…
      Abraço grande, queridão, na paz!

      • Marco Juric disse:

        Zágari, receber um comentário seu é, e sempre será, um privilégio.
        E falando em ovelha, quarta-feira agora, 11/07/2012, o Pr. Walmir completa 47 anos de ministério e 48 de casamento…vai ter bolinho e td mais…rssss. Sendo possível, é só aparecer.
        Abração cara!!!!!!!

      • Oi, Marco!
        O privilégio é meu, pode ter certeza.
        Querido, infelizmente não terei como ir à celebração do Pr. Walmir. Se estiver com ele e se lembrar por favor mande-lhe um abraço bem apertado e diga-lhe que tenho um carinho enorme por ele.
        Abraço, queridão, na paz do Mestre.

  11. Cabral. disse:

    Entendo seu posicionamento.
    Que O Senhor possa restaurar e remir o tempo!
    Os e-mails com seus novos artigos continuam,né Zágari?

    Estamos aqui! Juntos, mano!

    Abraço!

    Cabral.

    • Salve, Cabral!
      Sim, como falei o APENAS segue, bem como minha coluna no Gospel+. Pois aí é outra dinâmica.
      O que estou deixando são apenas as redes sociais, que viram exclusivamente ferramenta de trabalho.
      Abração, querido, ainda nos falaremos muito, se Deus quiser!

  12. Deborah disse:

    Muito bom. Há alguns dias percebi o mesmo sobre mim. Como já não assisto Tv faz algum tempo, pela mesma razão que vc, percebi que a internet estava fazendo o mesmo papel que ela fazia antes em minha vida. Portanto, começava a me fazer mal. Aí percebi que estava na hora de maneirar. Já tinha visto a frase de Jonh Piper também e ela tinha sido um de direita em mim. Então eu disse: Fala Deus!! rs…

    Percebi o quanto os cristãos podem ser agressivos pra defender sua “fé”. O quanto são rasos e pensam que estão cheios. Compartilham frases curtas que nos tocam profundamente como uma grande verdade extra-bíblica dita por pessoas idólatras, atéias, hereges, que nunca nasceram de novo e tão vazias de Deus. Não estou dizendo que essas pessoas não digam coisas proveitosas, mas fazer de suas filosofias de vida a nossa, pode crer, tem algo de errado conosco é só procurarmos.
    Sim, postamos algumas coisas que não nos afetam ou não afetam outros. Mas em sua maioria, podemos observar uma fria distância do Deus verdadeiro que elas pensam que seguem.

    Obrigada, por mais uma vez ser instrumento de Deus.
    Grande beijo, mano.

  13. Gosto muito de seus textos e desde a primeira vez que li já assinei seu blog. Sempre leio pelo e-mail e o texto de hoje é super coerente, a primeira vez que vi, também pelo Facebook, a frase de John Piper fiquei pensando em abandonar as redes sociais também e confesso que toda vez que fico horas diante do computador me sinto como um viciado que após buscar a satisfação de seu vício sente um tipo de arrependimento/remorso…É um sentimento ruim, de perda de tempo, perda de comunhão com Cristo, acabo vendo tanta futilidade…trabalho na área de beleza e bem estar e vejo tanta superficialidade que me enojo.
    Mesmo no meio cristão vejo tantos comentários agressivos, pessoas que se dizem cristãs tentando convencer outras na base da violência ao invés de mostrar amor, acusações, maldições, parece até que estão praguejando contra aqueles que se dizem ateus…e vejo isso em comentários de clipes de cantores gospel no youtube, em notícias por ai…é muito triste.
    Preciso criar coragem e abandonar as redes sociais também.
    Que Deus nos abençoe.

    • Olá, Sarah!
      Muito obrigado pelas palavras gentis e pelo carinho de assinar o APENAS.
      O sentimento que vc descreve é bem semelhante ao meu. Há um dia em que parece que cai a ficha e vc se pergunta “o que estou fazendo aqui?”.
      A agressividade cristã (que expressão mais paradoxal, não é?) é uma das coisas que mais me incomodam. Junto com montanhas de coisas inúteis (como cachorrinhos dizendo “oba, hoje é sexta-feira”…ahn???) e a gente ali, perdendo tempo, jogando tudo isso pro cérebro. E muitas outras coisas.
      Acredite, no dia em que vc criar coragem não vai se arrepender. É tão bom poder voltar a usar as madrugadas para ler de novo…LIVROS!rs
      Vc não faz ideia. São antissociais demais essas redes.
      A paz de Cristo seja contigo! Beijo e paz!

  14. Isaque L.F. disse:

    Maurício,
    Concordo plenamente com você: as redes sociais tiram nosso tempo que deveria ser gasto em oração, leitura da Bíblia e bons livros cristãos, comunhão com os irmãos e a família, etc. Por isso não tenho Facebook nem Twitter, nem tenho interesse em ter algum dia. Quanto à TV, também vejo pouquíssimo. Antes assistia bastante, mas agora dedico meu tempo para a leitura, e não consigo ficar mais do que 20 minutos por dia na frente da telinha! O que eu realmente gosto é de ler, então, meu irmão, continue postando no seu blog, que eu continuarei lendo…
    E como disse o salmista: “Desvia os meus olhos das coisas inúteis; faze-me viver nos caminhos que traçaste.” (Salmos 119:37 – NVI)
    Abraços, meu irmão! Que Deus abençoe você e sua família!

    • Oi, Isaque!
      mano, em poucas palavras vc disse tudo. A diferença que é ler textos escritos por quem se dedica a leitura é gritante. Parabéns por estar trilhando esse caminho.
      Abraço forte, querido, Deus te abençoe e aos teus em dobro!

  15. Edilson Lima disse:

    Amém. Nos meus 48 anos nunca me interessei e nunca achei falta de Facebook e muito menos de Twitter. Parabéns Maurício, por entender e não ter vergonha alguma de expor isso em seu blog. É de pessoas como voce que Deus precisa para o seu Reino. Como voce disse, seriam ferramentas maravilhosas para divulgar o evangelho genuíno de Jesus Cristo, mas não é isso que vemos. Deus te abençoe e sempre estarei aqui aprendendo através do que Deus tem através de voce.

    • Olá, Edilson!
      Obrigado pelo carinho e o incentivo, mano.
      Sem dúvida as redes não estão sendo bem usadas por nós, cristãos. E me incluo. Muito tempo investido, pouca edificação. Vamos aos livros!
      Muito me honra a tua companhia aqui no APENAS, obrigado por aguentar ler os devaneios deste vaso de barro. Deus o abençoe muito!

  16. Nadine Melo disse:

    Mauricio, isso tudo que tu falou no post, o Espírito Santo tem ministrado no meu coração nos últimos dois meses, e eu me alegro porque hoje o Deus falou mais uma vez, fortemente comigo. É verdade que as redes sociais nos afastam do Senhor, e como tu, eu tb, graças a Ele, já me distanciei das redes, não tenho mais entrado, e a minha oração pra Deus é que Ele me ocupe cada vez mais com as coisas do reino, e que preencha os meus pensamentos com as coisas do alto, para que eu possa estar cada vez mais perto do Senhor Jesus e nunca longe.

    Agradeço ao Pai pela tua vida, que Ele continue te usando mt atráves do Apenas e outros sites. Tu é uma benção!

    DTA

  17. Solange vieira disse:

    Bom dia !
    Amado do Senhor ! compartilho contigo este mesmo sentimento ultimamente tb tenho me afastado das redes sociais. Que Deus continue te usando e nós continuemos nos edificando com seus ótimos post.
    A paz de Cristo esteja convosco querido irmão !

    • Fico feliz por ti, Solange!
      Em menos de uma semana já noto claramente a diferença. O tempo rende, outras áreas do cérebro passam a funcionar e vc passa a se lembrar que amigos não são avatares e que têm telefone e voz – e que sentam com vc para tomar café. É lindo o mundo real.
      Obrigado pelo carinho com o APENAS.
      Deus te abençoe, com a paz que excede todo entendimento.

  18. Grande Amigo e Irmão, Amém por isso, achei que era o único … Deus abençoe, parabéns pelo Blog.

  19. Jean disse:

    Isso aí,Zágari!..Estou contigo,mano..
    Acho que as redes sociais com o tempo, terão um grande colapso.As pessoas(os incrédulos,inclusive) perceberão o quão vazias são as mesmas.Tenho facebook,mas sou relaxado;não tenho vício de tudo ali postar,ainda bem.Vejo amigos,familiares passarem mal ao ficarem desconectados.E na verdade,quando ficamos desconectados com as coisas que vem do Alto,não sofremos de abstinência,não é mesmo?..Um abraço,mano.
    Na Paz de Cristo.

    • Olá, Jean!
      Sinceramente não sei até onde vão as redes sociais. São um fenômeno muito novo na História e suprem uma carência de muitos. Poderiam ser muito bem usadas, o problema é que as usamos mal. O Facebook então é inacreditável. O próprio criador dele disse que estava desgostoso com a forma como ele era usado no Brasil, pois tinha se tornado poluído e inútil demais. Pra vc ver a que ponto chegou.
      Enfim, nova fase. E até agora, nenhuma crise de abstinência rs.
      Abraço forte, na paz do Mestre!

  20. cris disse:

    Por tudo isso, nunca tive facebook, twitter…acho muuuita exposição, vc sabe minha opnião nisso, né…
    Que Jesus te abençoe muito nesse novo tempo e te guarde de todo mal. Oro por vc sempre.

    Bjs

    Cris

  21. Paz e graça mano!
    Bom, apesar de lamentar não poder interagir mais com o irmão através do facebook, acho sua decisão muito madura e tudo aquilo que pode nos aproximar mais de Deus de forma bíblica é digno de respeito. Eu, há anos tbem aboli a TV da minha vida, e concordo que faz uma gde diferença.
    Irmão, de toda forma estarei sempre por aki, e independente do facebook ou qq outra rede social, já estamos conectados… no corpo de Cristo!
    Um abraço forte e em suas orações lembre-se do seu irmão aki!!!

    • Oi, Alexandre!
      Pra mim é um enorme prazer seguir em contato contigo. Sempre que quiser será uma honra trocar figurinhas aqui pelo blog.
      Pode deixar, seu pedido é uma ordem! Seu nome já vai pro caderninho! (:
      Abraço forte e seguimos juntos!

  22. Muito boa sua reflexão, a internet (redes sociais) afasta-nos das escrituras sem que percebamos, consome-nos e rouba nossa tempo. Você está certo em perceber que lhe estava sendo prejudicial, e uma de nossas virtudes é percebermos que estamos errados e compartilharmos com esse testemunho: “O erro existe em milhões de pessoas, e eu não estou falando para acusar, mas sim a começar de mim que reconheço e reconheci a tempo de me consertar”. Parabéns, eu sou um dos mil e poucos que continuarei a te ler, textos equificantes, profundos e análises com conteúdo. Paz pra você amigo.

    • Oi, Ricardo!
      Obrigado pelo carinho.
      Sim, eu estava errado. E é bom poder voltar a ler mais, orar mais e até andar mais de bicicleta na praia.
      Obrigado pela honra de assinar o APENAS, espero sempre edificá-lo por meio dos textos.
      Abraço forte, na paz do Mestre!

  23. Jacy disse:

    Maurício, com lágrimas nos olhos terminei lendo este post. Não estou triste porque você abandonou as redes sociais. Estou maravilhada com a Obra que Deus faz em sua vida e através da qual tem feito na minha. Desde que conheci o Apenas estou passando por um processo de filtragem espiritual. É perceptível, para a glória de Deus, mudanças em meu ser. A forma como tenho agido, a comunhão e iserção na igreja local, a qual antes só via defeitos e não conseguia me enquadrar, a maneira pela qual o Senhor tem me conduzido para Si. Louvo a Deus pela sua vida. Em minha perca de tempo navegando em vários sites e rede social facebook tive um grande benefício que foi conhecer não só você, mas grandes homens de Deus que fazem parte deste mundo virtual. Enfim, me ajudaram no caminho e eu sou grata por isso. Inclusive este post testificou em meu ser o que há muito tempo ouço de pessoas queridas e que no fundo eu já sabia: preciso “viver” mais. Estudar, sair, comungar. Obrigada mano querido! Com certeza estarei aqui sempre lendo com muita paciência todas as linhas que só têm me abençoado até hoje. Abraços fraternos. 🙂

    • Oi, Jacy!
      Quem ficou com lágrimas nos olhos agora fui eu.
      Obrigado pelo carinho de atribuir ao APENAS as mudanças positivas em tua vida, mas não se esqueça nunca que o cano apenas transporta a água, quem sacia a sede é o rio. Em outras palavras: tudo é obra de Deus na tua vida.
      Fico feliz por vc, por suas decisões e transformações. Enquanto eu puder te abençoar, conte comigo.
      Beijo grande a vc e Marcus, na paz do Nosso Senhor.

  24. Gessé Celestino disse:

    Muito bom..!eu tenho 18 anos e já estava pensando nisso uns dias atrás, esse texto veio pra esclarecer de vez… não digo q irei abandonar totalmente as redes.. mas irei diminuir o tempo.. e assim cada dia mais vou me desintoxicando … e me aproximando de CRISTO.!
    A Paz Zágari. Obrigado.!

    • Amém, Gessé, o mais importante é se aproximar de Cristo. Priorizar o que é indispensável e devotar ao supérfluo apenas o tempo ocioso. Quem faz isso escolheu a melhor parte.
      Deus te abençoe, mano! Abraço forte!

  25. luizfnunes disse:

    É incrível que a maioria de seus posts parecem ser escritos direto para mim, rs. Louvo a Deus pois através de muito conteúdo da internet, inclusive seu blog, minha visão de cristianismo foi além do púlpito local e estou vivenciando uma “renovação do entendimento”. Porém a algum tempo venho precisando dessa “desintoxicação” de que muitos falaram, embora seja dificil pois eu estudo essa área (informática). Então que a graça do Senhor esteja conosco…
    Obrigado irmão!

    • Luiz, olá!
      Fico feliz por minhas palavras alcançarem o teu coração.
      Só tome cuidado com as pessoas a quem vc dá ouvidos na web, tá? Tem muito lixo sendo empurrado como Bíblia, é preciso sempre discernimento.
      Entendo que tua área te leve a isso, mas pense que informática vai muito além de redes sociais. É aquela coisa: saber peneirar, reter o que presta, descartar o que é inútil e remir o tempo.
      A graça e a paz, querido, não tem o que agradecer!

  26. isabella saes disse:

    MZ! Adorei o seu texto e concordo com você. Mas preciso dizer que, mesmo não tendo muita paciência para elas, as redes sociais têm seu lado bom, que pra mim se resume a divulgar um trabalho feito com amor e compartilhar conteúdo relevante com amigos/ seguidores. Infelizmente, as pessoas confundem tudo e esses espaços muitas vezes viram fonte de agressividade e futilidade. Mas, se soubermos filtrar e tivermos disciplina para evitar perder tempo, elas são válidas! Por exemplo: achei seu blog através de um post da Alê no Facebook. Adorei descobrir esse seu espaço. Dá uma passada no meu site – http://www.isabellasaes.com.br – e veja, na seção “clipping”, o primeiro texto que aparece (colunista convidado do jornal “O Globo”). Tem a ver com o que vc escreveu aqui. Beijo grande e bom saber onde te achar na rede! Bel.

    • Oi, Belzinha! Que bom ter notícias tuas!
      Adorei teu site, esta lindo, parabéns!
      Eu reconheço o lado bom das redes, até mencionei no post. O que me chateia é o lado negro da força: roubo de tempo, irrelevâncias e inconveniências. E um geração educada a ler textos minúsculos e a se sentir no direito de agredir os outros pq a web horizontaliza as relações. Assim, não se argumenta, não se racionaliza: se ataca. Como vc, o lance agora é usar as redes só profissionalmente. Li teu artigo nO Globo (muito mal escrito por sinal, vc não teve chefes decentes qdo era estagiaria não? Rsrs) e concordo com vc, a gente sabe trafegar no meio. No meu caso, eu tava descambado pra fora desse meio. Sentia falta do seu Manoel da padaria. Hj faz uma semana que saí das redes e estou me sentindo ÓTIMO. Vc não sabe o bem que me fez. Minha teimosia vitoriana não me deixa usar FB por exemplo para networking, deixo meus contatos guardadinhos na agenda do iPhone. Então…no meu caso não me faz falta. Lembro da época da Globosat qdo todos tinham Orkut menos eu. Essa nunca foi minha praia. Amo cheiro de gente e de ver meu reflexo nos olhos de quem falo, então deixo as redes para quem das redes gosta, com minha bênção.
      É isso. Se vc tiver paciência de passar por aqui de vez em qdo e ler reflexões teológicas sobre cristianismo são versus o lado sombrio dessa falsa igreja evangélica que está por aí(deu pra perceber que esse é o foco do blog, né?) sinta-se em casa. O APENAS é nosso rs.
      Beijo grande em ti e em toda a familia Lima (ta vendo, a gente descobre que ta ficando velho quando percebe que faz a mesma Piada há mais de sete ou oito anos)e, é claro…fora Raupp! (-;
      Saudades, mz

  27. Jose disse:

    Graça e paz, irmão Zágari.

    Muito sabia a sua decisão. Pode ter a certeza que não foi atoa e que Deus esta nesse negócio.

    Eu nunca gostei de redes sociais. Como um irmão comentou acima, “mas se todo mundo tem…”.
    O fato é que eu fazia uma conta no Orkut e poucos dias depois estava deletando-a. Havia muito hipocrisia, falacias, e principalmente, picuinhas. Na verdade muitos somente querem ver o circo pegar fogo. Aconteceu o mesmo com o twitter e o facebook. Não gostei, e fugi rapidinho.

    Gosto de ler blogs que me ajudam a refletir a vida cristã. Mas atualmente tenho ficado somente no com o seu (é sóbrio e tem atendido às pesquisas que faço na web). E, a gente dá honra a quem tem honra. Por favor, falo com sinceridade.

    Cheguei ao APENAS num momento de aflição tremenda, e graças a Deus por te usar como Seu instrumento de propagação de mensagens tão edificantes. Aqui, apesar de ser um espaço virtual, li vários testemunhos edificantes (tantos teus como dos irmãos que comentam os posts). O fato de você ser teólogo tradicional e dar bom testemunho de vida, faz com que eu sempre espere pelos teus comentários com uma certa ansiedade (moderada, claro, rsss).

    Lendo você agora, sorri aqui na minha salinha de estudo. É que, enquanto muitos tem deixando o hábito de leituras dos tradicionais livros (trocando-as pela Web), eu acabei de receber o meu pacote, via Sedex, com vários livros, para suporte aos meus estudos bíblicos. Antes de começar ver este post, tinha acabado de abrir o pacote e estava folheando a História Ilustrada do Cristianismo (dentre outros títulos do Justo González e também o “O Futuro da Justificação”, do Piper, e mais outros autores), e pensando que é muito melhor debruçar sobre livros, meditando neles, principalmente na nossa maravilhosa Palavra de Deus, seja em alguns versículos de Judas ou nas dezenas de capítulos de Salmos.

    Amo ler a Palavra de Deus, e como eu disse ontem ao meu filho mais velho: culto de oração é bom, culto de libertação é bom, culto de louvor é bom; mas culto de doutrina e EBD, são únicos. E se cheguei até aqui, em comunhão com o Senhor Jesus, após tantos altos e baixos, é porque, primeiramente o Senhor teve misericórdia de mim (pois sou pecado, independente de ler ou não)e depois porque a Palavra de Deus tem sido a “lâmpada para os meus pés”.

    Aqui em casa, tenho tentado por em prática uma meta: so assistir na TV aquilo que o meu filhote possa ver. Se servir pra ele, serve pra mim. Com isso, normalmente assistimos a programação da Discovery Kids, tipo o Thomas e os seus amigos, do Rev. Wilbert ou outro (e mesmo assim, procuro prestar atenção ao conteúdo, para não expor ele a lixos fatais, e por pouco tempo, pois não quero que ele fique viciado em mundos virtuais e midiáticos, e perca o “contato com a família”.

    Falei que estou “tentando”, porque nem sempre todos comungam da minha visão, dizendo que o mundo de hoje é assim mesmo. Mas discordo.

    Apesar de você destacar ao final do texto que “aconselhamentos” devem ser solicitados aos nossos pastores, mas gostaria de poder pedir “conselhos teológicos” em alguns estudos que faço eventualmente.

    Perdoe-me pelo longo texto.
    Que Deus continue te abençoando ricamente com a Sua graça.

    A nós que estamos em Cristo, graça e paz.

    Jose Gad

    • José, graça e paz,
      que lindas palavras, meu irmão. Fico muito feliz pela tua vida e por, apesar de ser um tremendo pecador, eu de algum modo poder ser canal de edificação para ti.
      Que o Senhor cubra vc e sua família com sua mão e lhes dê a paz.
      Aberaço forte, do mano.

  28. Eliana disse:

    Amado amigo e irmão em Cristo,

    dou todo apoio à sua decisão. Que o Senhor te abençoe ainda mais e fale com você a cada dia. Que você cresça cada vez mais em sua vida devocional, busca pela santidade e comunhão com os irmãos.
    Eu mesma tenho entrado muito pouco no twitter também. Até aqui no APENAS diminuí os comentários por questão de racionalizar o tempo. Mas não deixo de entrar neste blog nunca, estando você ou não nas redes sociais. Isso porque aprendi a amar este espaço. Você muitas vezes foi e continua sendo instrumento de Deus na minha vida. Inclusive por intermédio deste post.
    Mas, com toda certeza, isso aqui é um acréscimo e não substitui a vida devocional e de comunhão com irmãos da nossa igreja. Congregar é preciso. E vida devocional de estudo da Palavra e oração é uma especie de gasolina da nossa vida espiritual, né? Você sempre incentivou os leitores do APENAS neste sentido.
    Obrigada, Maurício, por tudo. Oro por você. Você, Alê e Laura possuem um lugar só de vocês no meu coração.
    Deus abençoe vocês!!!

    • Oi, querida! Espero que vc e o maridão estejam bem!
      obrigado pelo apoio. Vc tb faz bem de reduzir suas entradas. Fico feliz que vc ainda aguenta meu blablabla, espero e oro que possa continuar sendo canal de edificação pra tua vida.
      Sem duvida a vida devocional é a ess~encia da intimidade com Deus.
      Que isso, Eliana, não tem nada o que agradecer. Eu que agradeço todo o carinho de vcs, pessoas do bem e que nos proporcionam sentimentos bons.
      Obrigado pelas orações.
      Vcs sabem que vcs tb são vips no meu coração. Sempre que vierem ao Rio quero encontrar vcs.
      E se puder não some daqui, pra nao perder vcs de vista (:
      Beijo grande, no amor de Cristo!

      • Eliana disse:

        Pode deixar que não sumo daqui não, tanto pelos textos edificantes, quanto para ter notícias suas. E qdo formos ao Rio novamente, vamos nos rever com certeza! Deus abençoe! Bjo, na paz! 🙂

      • Amem, querida irmã.
        Deus te abençoe e um abraço no maridão!

  29. Ree disse:

    “Agora quero fazer a mesma coisa com as redes sociais. Quando as descobri achei que seriam edificantes. Experimentei. Hoje, fazendo um balanço, vejo que não foram, pois mais me afastaram de Deus do que me aproximaram.”

    Anotei esse trecho em particular porque traduziu o que eu não estava conseguindo colocar em palavras. Não digo que as redes sociais me afastaram de Deus porque nunca tive expectativa de que me achegassem a Ele – bem sei como a banda www toca -, mas sim que alguns muitos ‘cristãos’ crentes evangélicos teólogos intelectuais pastores seminaristas and so on fizeram esse trabalho, me afastaram de Deus como Ele é nas Escrituras verdadeiras, mano. As ‘escrituras’ da web que essas pessoas criaram cheiram mal. Também desisti de tentar encontrar coisa edificante porque tenho mais do que certeza de que elas estão na Bíblia, no convívio com o povo cristão com que nos identificamos, com pastores que nos deixam ouvir a voz do Pai chamando para viver o Evangelho. Muita informação sem discernimento, crítica, cuidado, adoece.

    Também assisto na tv o mínimo do mínimo e nem discuto ou ouço mais debates sobre ufcs, defesa disso ou daquilo daqueles que deveriam ser irmãos na fé mas chamam de ‘crentes’ radicais, bobos, e por aí vai, quem acredita mais no Espírito do que na ilusão da carne. Querem continuar com pedacinhos de vida carnal e se justificam com argumentos inconsistentes e agressivos. Deu!

    Respeito, admiração e carinho por você, mano! Alegria por ter passado por aqui um dia e descoberto uma extensão da vida real com a Igreja de que todos desejamos desfrutar, até a eternidade.

  30. Rejane disse:

    Mauricio achar você na internet é o que me faz acreditar que isto aqui tem algo de bom! Abandonei meu facebook após trabalhar em um encontro da igreja, foi muito claro o que Deus me pediu e o twitter nunca tiver paciência, gosto de textos longos, aqueles que como este falam ao meu coração!
    Te peço que nunca abandone este blog porque é o unico jeito de aprender com você.

    A paz de Cristo, nosso Senhor e Salvador!!

  31. Paulo Lameira disse:

    Graça e paz querido Maurício!
    Sabe de uma coisa Zágari? O seu blog é uma das poucas coisas que acesso na Internet, e aqui incluo IBRMEC e meus e-mail. Isso porque há alguns anos atrás me vi invertendo prioridades das coisas que são do alto para dar valor ao que estava distante das preferências de Deus pra minha vida. Aí então aquela frase maligna “Isso é normal, não tem nada a ver!” fez-me cair nas atrocidades sutis das armadilhas do inimigo. Decido então apenas dar às coisas o seu devido valor, que merecem, e o Reino, nesse caso está em primeiro lugar. Tenho uma sobrinha que estava de castigo, e sua mãe a deixou sem acessar a internet por uma semana … ela ficou com síndrome de abstinência, quase entrou em depressão, saiu pelo condomínio andando descalça, com olhar fixo para o horizonte perdido … e ela tem apenas 16 anos! Grato a Deus pelo APENAS e por Ele te inspirar a escrever esse post, que em muito irá inspirar outros a seguirem esse bom exemplo! E que Deus o abençoe mais este fim-de-semana!
    Paulo Lameira

    • Graça e paz, Pastor!
      Muito gentil de sua parte. Apesar de eu ser um vasinho de barro bem tosco fico feliz se de algum modo o que escrevo abençoa vidas.
      Que triste história a dessa jovem. Me compadeço dela.
      Obrigado pelo seu carinho e, se lembrar, pelas orações pelo irmãozinho aqui. Preciso muito.
      Deus o abençoe, com sua graça, sua paz e seu amor.

  32. «73n £1Øn» disse:

    Oi Irmão Zágari,

    Escrevo enquanto atendo telefonemas de beneficiários de um programa do Governo, então não atente para a fluidez do texto, por favor.

    Tenho passado por esta sensação de ocupação perene em relação ao facebook, na verdade, como um boom, que aos poucos, pela própria decadência e falta de assunto vai perdendo seguidores. Faço uso do face, pouco uso do tuíter, mas através dele tenho contatato alguns irmãos, feito coisas interessantes (faço parte do pessoal das faixas do $how tem que parar, de BH, para ficar fácil de referenciar) Sou assinate de seu blog, mantenho um blog como repositório de textos para consulta pessoal e referência para amigos – já rebloguei e reblogo textos seus – e tenho me sentido incomodado com esa facebookalização da fé. Tenho me deparado com frases, conceitos, pensamento tão esdrúxulos, que se a pessoa não fosse conhecida, assumiria que esta seria budista, nunca um cristão. Esta aí meu mal. Não consigo ficar sem responder, e isto está me desgastando. Trabalho secularmente operando sistemas on line, o que me deixa em contato com a Web o dia inteiro e tenho segurado minha compulsão em digitar fb.com na barra de endereços, o que tenho feito apenas no final da tarde, em casa, quase não tenho acessado, apesar de prestar serviços como técnico de manutenção em computadores e ter de acessar a net. Fotógrafo amador que sou, compartilho fotos, acesso sites de fotografia, posto fotos medíocres no face.. Trato como um vício mesmo, me abstendo e com cuidado tento fazer uso regrado.

    Tenho a função de pastor numa comunidade, transmitimos nossos cultos ao vivo e as pessoas interagem via face com o operador. É interessante pois temos alcançado (termo estranho) desigrejados e os com falta de opção, a maioria nos conhece via facebook. Fico preocupado, pois o acompanhamento pastoral é impossível.

    Decisão como a sua terei de tomar se me deixar recair neste vício cibernético. Acesso blogs, leio muita coisa on line, tenho ojerizas com alguns e alegrias diárias em blogs como o Apenas. Sigo “surfando” – sou também da época dos BBS – não me deixando seduzir pela beleza da paisagem.

    P.S. Escreva cada vez mais,não tenha medo de deixar transparecer sua alma no seus textos, cada vez mais viscerais. Vou reblogar este.

    N´Ele, que sem facebook nos alcançou em nossos delitos e pecados,

    Neilton.

    • Pastor Neilton,

      obrigado por compartilhar com tanta coragem e honestidade sua experiência. Me fortalece nas minhas decisões. Tive experiências com Deus que me fazem cada vez mais desejar me afastar de tudo o que me afasta de Deus. E as redes sociais estavam, certamente, me afastando – e por minha culpa. Me levando a pecar, ocupando meu tempo, me afastando de gente de carne e osso. Não quero isso e não desejo isso a ninguém.

      Amei sua frase final e, com sua permissão, vou usá-la aqui tb, de tão perfeita:

      N´Ele, que sem facebook nos alcançou em nossos delitos e pecados,
      mz

  33. Maurício entendo e respeito sua decisão, resumindo um pouco do que falou, e o isolamento que as redes sociais tem causado, outro dia estava no shopping com minha esposa e numa mesa próxima a nós na praça de alimentação, percebemos um grupo de jovens todos reunidos, sentados a mesa, mais na verdade cada um estava no seu mundo, acessando cel, tablets, etc… Juntos mais distantes, não sou tão velho assim hehehe mais tenho saudade de quando marcávamos de encontrar com os amigos na época da adolescência e orávamos juntos, conversávamos, como era saudável. Hoje vivemos cada vez mais isolados mesmo estando tão perto um dos outros como no exemplo do shopping.
    Grande abraço
    Alex Costa

    • Oi, Alex, graça e paz,
      esse é um dos problemas. No que for possível, busquemos nos afastar dele. O olho no olho e a mão na mão não têm preço. No dia em que eu chorar preciso de alguém que me estenda o lenço. No dia em que o outro chorar, meu ombro precisa estar ao alcance. Nasci numa época estranha, mano, e tenho que aprender a viver nela.
      Abraço forte, no amor dAquele que nos une.

  34. ISABELLE disse:

    Bom dia
    Maurício

    Essa sua nova reflexão trouxe-me a certeza da decisão que tomei há um bom tempo, a diferença somente é que nunca tive um twitter ou face, aliás, nem me pergunte como funciona, não sei se deveria saber , mas não sei e não me condeno por isso. Tv então nem pensar, como diz um adágio interessante ” não penso, não existo. Só assisto”… rs
    As pessoas são capazes de conversar uma noite e uma madrugada on-line, mas se colocarmo-nas frente a frente não passam uma hora juntas. Apesar de díficil a convivência entre humanos, nada substitui o calor humano, é gostoso conversar olhando nos olhos, vendo as reações e expressões do interlocutor. Mas, para gostar é preciso prática.
    O nosso conselho, nossa opinião se torna mais eficaz quando a pessoa conhece suas convicções, seu modo de viver, quem você é de verdade. Sua vida só causará impacto quando realmente você for íntima de Deus e isso não é tão simples como muitos pensam.
    A minha experiência com Deus não dá para ser explicada somente por palavras, a convicção que se tornou estilo de vida é preciso ser visto também.

    Leio frequentemente seus textos, mas nem sempre deixo minha opinião, minha reflexão a respeito, porque nesse universo sem ‘rosto’ as palavras serão indiferentes, são muitas palavras sem sobrenome, elas não causam impacto como causam quando alguém vê minha expressão. Então, eu leio aqui e comento com os que estão próximos de mim e encaminho alguns artigos interessantes por email aos meus amigos.
    Não me despeço de você, rs porque o meio pela qual tenho contato com seu intelecto se manterá intacto. A intimidade virtual faz-nos criar uma imagem da pessoa que pode não ser condizente com o que a pessoa é na sua realidade física.

    Tem uma frase linda que diz assim :” Muitos livros podem informar, mas só a bíblia pode transformar ”
    Ler livros me trará o conhecimento da palavra de Deus, mas ler a bíblia me trará o conhecimento de
    Deus, eu passarei a conhecer o Deus da palavra e não a palavra de Deus somente.
    Nas nossas relações não criamos intimidade por entremeios.

    E viva a verdadeira comunhão !

    Um grande abraço
    Que a sabedoria de Deus continue sendo acrescentada dia a dia , mais e mais na sua vida.

    • Isabelle, olá,
      pouco tenho a dizer sobre o que vc escreveu. Há enorme sabedoria em tudo o que disse. Sabe, por vezes penso que ainda mantenho o APENAS muito mais pelo que aprendo com os irmãos que comentam do que pelo fato de escrever, em certos momentos vejo que contribuo menos do que os irmãos que comentam. Ler, por exemplo, tuas palavras me dá muito o que pensar.
      Sou grato a Deus por pessoas sensatas e coerentes como vc, que certamente têm muito a ensinar. Obrigado.
      Que o Senhor te abençoe, com sua paz e seu amor.

  35. José Luan disse:

    Olá Irmão Zágari, desde já quero lhe parabenizar pela decisão, que sem Dúvidas foi muito sábia,e também dizer-lhe que graças a Deus nunca tive, nem pretendo ter um twitter ou facebook, muitos irmãos já me estimularam a criar uma conta e tudo mais, porém sempre tive “medo” de me envolver com as redes sociais e perder parte do tempo que uso pra buscar mais as coisas de Deus para minha vida. E mais uma vez o Senhor Jesus me mostrou que de verdade não preciso de nada disso. A minha oração querido é pra que o Senhor te ilumine a cada dia mais e te dê mais discernimento para tudo que fores realizar em sua caminhada com Cristo. Saiba que estou muito feliz pois ainda existem remanescentes.
    A paz a ti e todo o povo de Deus. E um forte abraço de um irmão que é tão falho porém anseia pelas coisas de Deus a cada dia mais e mais.
    Que Deus continue abençoando você e toda a sua Família.

  36. FÁTIMA disse:

    Olá Maurício Paz do Senhor, olha muito sensato da sua parte, vou tomar como um exemplo a ser seguido, todos os seus post que recebo via email, eu salvo na minha pasta ” para imprimir” e vou imprimindo e lendo e quando posso venho aqui e comento algo, já aprendi muito contigo, tenha certeza vc é canal de bençãos para muitas vidas. Eu adoro ler tudo que vc escreve, não importa quão longo seja o texto eu leio tudo, e já passei para outras pessoas lerem também, admiro demais, sua sabedoria e clareza em tudo que escreve, então venho aqui te pedir: não deixe de escrever seus texto para nós, eu não tenho twitter, nem blog, eu não visito blog nenhum, procuro nem ligar o computador quando chego em casa, vejo (graças a Deus) muito pouco a tv, mas confesso que ficarei muito triste em não ler mais o que vc escreve! Mas eu creio que em tudo existe um propósito debaixo do céu, então se Deus tem te usado, ele vai continuar. Tudo que vc escreveu aqui nada foi em vão com certeza Deus sempre tinha um foco, e vc foi somente o canal usado por ele, certo? É assim que eu vejo, pois falou muito comigo algumas vezes, obrigado por tudo isso, quero continuar aprendendo contigo. Parabéns por sua atitude e determinação, te admiro ainda mais. Deus te abençoe grandemente e sua família também. Fraternalmente Fátima.

    • Fátima, olá,
      minha irmã, muito obrigado pelo teu carinho e o teu incentivo. Se e enquanto Deus permitir continuarei escrevendo no blog. Apesar de todos os meus defeitos e pecados, se apraz ao Todo-Poderoso usar este vaso de barro que sou para abençoar vidas continuarei a fazê-lo. Me alegro ao saber que Deus falou com vc por intermédio de minhas reflexões.
      E não me admire, não sou admirável. Admirável é Aquele que me chamou e que põe pensamentos em minha mente. A Ele sim toda glória e todas as loas.
      Que o Senhor te abençoe e aos teus, com Seu amor e Sua paz,
      o mano mz.

  37. Fábio Delfino disse:

    Bom, sempre gostei de Tv e internet, mas ultimamente tenho focado em outras coisas.

    Mas não abro mão de ter o face, apenas por entretenimento. Acredite graças ao face dou muitas risadas… Apesar de tudo, abandonar as redes sociais e a tv, pelo menos para mim não seria algo coerente.. Apenas aprendi a usar o meu tempo, sem em momento nhenhum, abandonar o trabalho ao proximo.

    Nunca achei que privação, seja ela qual for resolveria… Sempre pensei que a pessoa deve decidir o que é certo ou errado. Ter escolha é sempre melhor do que não ter… Pelo menos acho que a gente aprende mais assim.

    Excelente materia por sinal.

    Abraços

    • Olá, Fábio,
      Respeito tua opinião. É uma questão pessoal. Realmente olho aquelas brincadeirinhas do FB e não acho graça nenhuma. Talvez eu esteja ficando velho rs.
      Deus te abençoe, mano! Abraço!

  38. Greize disse:

    Oi lembra no seu post de oração que eu disse que fiz jejum de Facebook, não tenho twitter.Sim gosto de algumas brincadeiras, mas toda vez que saía sentia um vazio, nesse últimos tempos.
    Ou perdia tempo demais nele.Tanto que sempre gostei muito de ler.E tenho uma amiga que tb adora.Ela não usa mto o face, e me perguntou outro dia:Qual livro vc esta lendo?Fiquei com vergonha, vi que há tempos não parava para ler um livro.Virou ritual abrir o computar , ver e-mail e correr para o Face.É bom para reencontrar amigos.Mas a baixaria, briga de times, farpas entre cristãos, erros horrendos de português vindo de alunos universitários, imagens chocantes, pessoas compartilhando coisas sem saber da onde procedem, e textos e frases com autores diferentes do original.E brigas muitas brigas.

    Mas o pior é que esta tirando meu tempo, para fazer minhas coisas e para ter tempo para Deus.
    A pergunta da minha amiga me abalou, a frase do John Piper ,tb.E olha que aprendi muito com ele na internet, vendo seus ótimos vídeos.Mas ele fala de Redes Sociais.
    Mas seu texto é coisa pessoal,mas me incomodou demais, e não foi vc, e sim o Espirito santo.É hora de maneirar, de dar um tempo, e saber usar com sabedoria.Usar meu tempo com coisas que vão me edificar.
    Que Deus me ajude.E olha que sou da geração barça tb.Se fui obrigada a ficar sem celular eu consigo ficar sem Facebook.Lembro de um e-mail que roda há anos , Reunião de satanás, sei que pode parecer ridículo mas no e-mail falava, vamos tirar o tempo deles(cristãos), de buscar a Deus.E o mal usa de toda ferramenta. Não, não estou demonizando internet.É uma benção quando usamos com sabedoria,mas ela não pode nos usar e dominar.Ai é o problema central.
    A solidão é responsável pelo tempo que ficamos em Redes sociais, eu acho, mas é tudo ilusão, pq por trás das fotos em que todos parecem super felizes, ninguém sabe da luta diária de cada um.Usamos máscaras.
    E o Face não abraça nem acolhe.Que Deus me ajude a dar prioridade a Ele.Só quero acessar para ajudar o grupo da doença.
    Abraços.

    • Olá, Greize,
      vc pôs tudo em tuas palavras. Fico feliz que essa reflexão te alcançou e oro a Deus que te conduza a um relacionamento saudável com essas tecnologias. Comigo não foi. E, agora que me distanciei, anelei tê-lo feito antes. Minha alma tem agradecido minha saída, pelo bem dela mesma e daqueles a quem minha presença não fez e não faz bem. Oro a Deus por todos.
      Jesus te abençoe muito, com seu amor e sua paz.

  39. Fabiana disse:

    Entendo completamente sua posição. Internet é uma boa ferramenta se a usamos bem e procuramos ter contato com quem também faz esse bom uso dela. Só possuo orkut ‘aquela coisa ‘tudo junto e misturado’, mas não entro a semanas, depois de meses fora porque não tenho encontrado utilidade, twitter acho uma coisa ‘sem expressão e calculada do nada’ e facebook uma versão’histérica’ de ambos então…
    Entro de vez em quando na internet, creia você, bem de vez em quando, para acessar os sites da minha igreja, seu blog, e outros sobre livros, sermões e pregações, mas tudo muito bem escolhido.
    Que você possa enriquecer sua vida…vivendo na Graça do Senhor.
    a Paz e as doces consolações que só o nosso Deus pode proporcionar.

    Fabiana

    • Olá, Fabiana,
      você faz bem, mana. É preciso dosar o uso da web. Tudo o que é demais faz mal – em especial se form usado de forma equivocada.
      Que as doces consolações e a paz do Mestre venham em dobro sobre ti.

  40. Que post corajoso amigo. Vi essa frase de John Piper faz uns meses, mas sinceramente só vi entender a profundidade dela com esse post e descobri que estou no mesmo que barco que você está, opa estava ! Concordo que a internet tenha sido bem mais prejudicial a nossa espiritualidade do que benéfica. Vou tomar esses sábios conselhos aqui escritos e buscar viver uma vida real de comunhão com Deus. Porque a internet e as redes sociais são irreal, mas o céu e o inferno, a vida e o juízo, a santidade e a impureza são bem reais. Não precisarei de redes sociais para ler seus posts, tenha certeza disso.. rsrs

    A Cristo toda Glória.. Paz.

  41. Elinton Oliver disse:

    Fala grande Mauricio, atitude legal.
    Eu estou neste dilema faz alguns dias, entro no facebook e só fico triste, no twitter nem se fale, estava usando essas redes em 99% das vezes para divulgar meu blog.
    Não é só por causa deste post seu que eu tomarei a mesma decisão, mas este texto me ajudou bastante, eu sinto falta do tempo que eu saia com meus amigos da igreja para tomar tereré e jogar bola, uno, etc. Hoje a gente fica discutindo e trocando ofensas no facebook, isso é chato. Vou abandonar também as redes sociais, não como você, vou continuar publicando meus posts, para que meus amigos vejam meu trabalho, já que este é o único meio que tenho de divulgar, vou abandonar no sentido de comunicação com outras pessoas, se alguém quiser falar comigo terá que buscar um meio mais pessoal possível, desde pessoalmente até telefonemas e chamadas de vídeo no skype. E o restante de todo o tempo que eu perdia no Facebook vou investir no meu crescimento, lendo mais a Bíblia, com devocionais e lendo artigos interessantes na internet como o seu blog.
    Que Deus continue lhe abençoando irmão Maurício, ahh e visita meu blog viu http://elintonoliver.wordpress.com/ srsrsrr

  42. A Paz do Altíssimo está na sua vida,filho amado de Deus.
    Percebi no Facebook que vc sumiu.Fiquei preocupada.Agora entendi o motivo quando entrei no Blog e li este post.Concordo contigo sobre as redes sociais.Há aborrecimentos no Face e twitter. Muitos absurdos,tristezas,decepções e palavras feias.Uma vez desativei a minha página do Face. Voltei tem 7 meses,mas não estou satisfeita com o que vejo por parte de algumas pessoas.Um quer ser melhor que o outro,gostam de esnobar com fotos,roupas e jóias.Estou bem quieta na minha pág.Só curto e comento o que edifica e fico pouco tempo no Face.Quando coloco msg é só bíblica.Não tenho twitter.Só Face e Recanto das Letras.Qualquer hora,se puder e quiser,vai no meu humilde Recanto me visitar (tem o link em um post seu que coloquei com a sua autorização).Neste mês de julho escreverei uma msg.Cada mensagem tem uma foto que escolhi com flores e outras figuras.O importante é propagarmos o Evangelho do reino de nosso Senhor e Salvador Jesus Cristo.Cada um tem o seu dom talentoso dado pelo Espírito Santo na forma de escrever.Servimos há um Único Deus.Não repare se alguma vez escrevi alguma palavra errada,pois escreve tão bem.Por favor não para de escrever no Apenas. Não some.Todos os que continuarão acessando o Blog Apenas,vem trazidos pelo Senhor,porque gostam da sua pessoa,do que escreve e tb o seu trabalho com os livros.Há edificação.Precisamos de vc aqui,irmão no Senhor! É bom ter contato contigo.Um ajuda o outro e ora.
    Com firmeza e na força do SENHOR que te guarda vai adiante.O Deus de amor,graça,misericórdia e perdão é com você.As Mãos de Jesus sustenta e consola.
    Busca,busca,busca e busca a Face do Senhor em oração,a presença do Todo-Poderoso Fiel.
    Clama em alta voz.Espera,confia sempre no Senhor e na Sua Palavra.
    Como escrevi,em outro post comentando,escolhe todos os dias sete louvores que gosta de louvar o Senhor e entrega a Ele a sua adoração,admiração e amor por Ele.O coração de Jesus e o seu coração,Maurício Zágari,unidos em eterno amor para sempre.O Senhor é fiel a vc.A sua vida fiel ao Senhor.Ele é a Sua Rocha e a razão do seu viver.Oro pela sua vida e para que o Senhor introduza no seu caminho pessoas boas de coração puro,amizades verdadeiras,eternas e fiéis.Gente que gosta de vc de verdade,querendo o seu bem-estar e felicidade.Quando abrirem a boca sairá uma boa palavra linda que abençoará a sua vida e de toda a sua família para a Glória do Senhor.
    “Portanto o meu povo saberá o meu nome;pois naquele dia,saberá que sou eu mesmo o que falo: Eis-me aqui.Quão formosos são,sobre os montes,os pés do que anuncia as boas novas,que faz ouvir a paz,do que anuncia o bem,que faz ouvir a salvação,do que diz à Sião: O teu Deus reina! Eis a voz dos teus atalaias! Eles alçam a voz,juntamente exultam;porque olho a olho verão,quando o SENHOR fizer Sião voltar.Clamai cantando,exultai juntamente,desertos de Jerusalém;porque o SENHOR consolou o seu povo,remiu a Jerusalém.O SENHOR desnudou o seu santo braço perante os olhos de todas as nações;e todos os confins da terra verão a salvação do nosso Deus” (Isaías 52:6-10).
    “Semeai para vós em justiça,ceifai segundo a misericórdia;lavrai o campo de lavoura;porque é tempo de buscar ao SENHOR,até que venha e chova a justiça sobre vós” (Oséias 10:12).
    “Buscai ao Senhor e a sua força;buscai a sua face continuamente” (Sl 105:4).
    “LOUVAREI ao SENHOR em todo o tempo;o seu louvor estará continuamente na minha boca.A minha alma se gloriará no SENHOR;os mansos o ouvirão e se alegrarão.Engrandecei ao SENHOR comigo;e juntos exaltemos o seu nome.Busquei ao SENHOR,e ele me respondeu;livrou-me de todos os meus temores.Olharam para ele,e foram iluminados;e os seus rostos não ficaram confundidos.Clamou este pobre,e o SENHOR o ouviu,e o salvou de todas as suas angústias.O anjo do SENHOR acampa-se ao redor dos que o temem,e os livra.Provai e vede que o SENHOR é bom;bem-aventurado o homem que nele confia.Temei ao SENHOR,vós,os seus santos,pois nada falta aos que o temem” (Sl 34:1-9).O Versículo 9 do Salmo 34,encaixa-se com o Salmo 23:1-6.
    “Então conheçamos e prossigamos em conhecer ao SENHOR;a sua saída,como a alva,é certa;e ele a nós virá como a chuva,como a chuva serôdia que rega a terra” (Oséias 6:3).
    Amém.Graças ao Bendito Senhor. Luciana. 🙂

    • Luciana, graça e paz,
      tantas coisas lindas num só comentário que me sinto pequeno para te responder, minha irmã. Resta-me dizer que vc é um instrumento de Deus para falar aos corações. Falou muito ao meu.
      Que Ele te encha a cada manhã de Seu amor e de Sua paz, Luciana, é meu desejo sincero.

      • Fico feliz,graças a Deus.A Ele toda a Glória.O Espírito Santo dá as palavras.Gosto de comentar as suas msgs que falam ao meu coração.Passo horas escrevendo para ajudar vidas,pois me faz bem e Deus tb fala comigo.Não se sinta pequeno para responder.Já respondeu com as palavras abençoadas acima.Obrigada.Para vc tb o Senhor te encha a cada manhã com o amor e a paz dEle.Quero que sinta o mesmo que sinto quando oro a Deus: A Luz do Senhor que esquenta o rosto,enfim a vida iluminada (de olhos fechados sinto em oração).Que a quentura do Deus Vivo,envolvendo-o com a Sua Glória bendita reflita no seu rosto quando estiver orando e louvando.É o brilho da beleza de Deus na sua face.Comunhão com Ele.Creia,porque é verdade.Depois me conta as maravilhas do Senhor. “Bem-aventurados os limpos de coração,porque eles verão a Deus” (Mt 5:8).
        Ora continuamente,adore-O.Invista tempo com o Altíssimo,meditação na Palavra de Deus que vai falar bastante ao seu coração.”Assim os justos louvarão o teu nome:os retos habitarão na sua presença” (Sl 140:13).”(…) bem-aventurados sois,porque sobre vós repousa o Espírito da glória de Deus” (I Pedro 4:14).Fiel Espírito do Senhor Consolador e Curador.Amém.Luciana.

      • Obrigado pelas palavras, minha irmã.
        Deus a abençoe.

  43. Lourayne Natiely disse:

    Amém Maurício entendo seu posicionamento e concordo!
    Que Deus continue a te usar grandemente, e que a cada dia você possa buscar mais e mais da sua palavra!
    Abração mano!
    Deus abençoe!

  44. walace alves disse:

    Bonitas palavras Zágari, nesta sua explanação sobre redes sociais. Eu precisava ler esse texto.
    A verdade é que perdemos muito tempo em coisas que não edificam, e nas que precisam, não valorizamos. Assistir um jogo 2Hs (torcer por alguém, msm se tiver perdendo tem fé que vai virar), assistir um filme 2Hs, e tantas outras coisas. Mas quando chegamos para orar, jejuar, ler a Bíblia. Cadê essa fé em Jesus, parece que estar no face é melhor, parece que assistir um filme é melhor. É Zágari digo que os valores mudaram, o diabo aos poucos tem enganados vidas, o que tem que ser o nosso foco é ter intimidade com Deus, e vigiar(orar) para não ser enganado(por tantas heresias) e ser luz para o próximo. Que possamos carregar a CRUZ, Renunciar, depender de Deus, (Ter mais tempo com Deus)

    John Piper estava e está certo na sua frase…

    Paz de Cristo!

    • Ola, Walace,
      obrigado pelo carinho e fico feliz que o texto te abençoou naquilo que vc precisava ouvir.
      Vc tem toda a razão. O diabo me enganou, eu me enganei, há muitos enganos. Meu consolo é que Deus não se engana e nos mostra a tempo de nos aprumarmos e nos consertarmos naquilo que nos afasta dEle.
      Grande abraço, na paz que homem nenhum entende.

  45. Oi Maurício!

    Estava exatamente procurando um post seu no twitter para saber da sua nova postagem e não achei. Daí resolvi acessar diretamente o blog e eis que encontro a resposta: você não está mais lá!

    Eu tenho reduzido (felizmente) meus acessos e tempo nas redes sociais. Me sinto muito angustiada quando passo horas na internet e depois, faço um balanço, e vejo que não fiz nada de proveito, em nenhum sentido, em nenhuma área da vida (espiritual, material, afetiva …).

    Você está certo Maurício. Mas foi muito bom você ter “investido” esse tempo nas redes sociais, só assim eu e muitos internautas pudemos te conhecer. Sorte das pessoas que tem um amigo e companheiro de jornada (usando a expressão de Yancey) como você…

    Daqui pra frente, a gente se encontra por aqui 😉

    Beijos!

    • Oi, Katiana,
      entendo vc perfeitamente e recomendo a aproximação da vida real.
      Eu diria que minha companhia não é grande coisa, mas se consigo aproximar as pessoas de Deus tenho sensação de dever cumprido. É a isso que quero dedicar os meus dias.
      Seja sempre bem-vinda, no que precisar estou aqui no meu mosteirinho virtual.
      Deus te abençoe!

  46. Bianca Dias disse:

    Mauricio concordo plenamente……eu já passei por isso e tenho que me cuidar para não voltar a ser com antes por causa das redes sociais…..

    A Paz de cristo!!!!

  47. Juliana disse:

    Querido Maurício,
    Foi através da rede que te “conheci”. Te procurei nela e não o encontrei. Muito coerente sua decisão, mais um motivo para admirá-lo. Um dia a gente se tromba por aí ou quem sabe na glória. Sempre que der passarei por aqui.
    Um forte abraço a você e os seus. Paz!

    • Olá, Ju,
      obrigado pelo apoio, mas não me admire: ore por mim. É mais útil para minha vida espiritual.
      Vc será sempre bem-vinda ao APENAS.
      Outro abraço forte para vc e toda a sua família. Siga louvando ao Senhor com o dom que Ele te concedeu.
      Na paz dEle.

  48. Se me permite, postarei em meu blog o que postou. É exatamente o que tenho falado, principalmente com os meus filhos. Literalmente tem que cair na “REAL” e sair do VIRTUAL. Sou internauta desde de 2000 e posso dizer que nestes 12 anos muita coisa mudou e como mudou! Cada novidade no mundo virtual que surgia, lá estava Márcia para não ficar pra trás, afinal quem tem filhos adolescentes tem que estar antenado… acompanho desde do ICQ até Facebook; E aja “pique” viu…só que agora o filho mais novo está na fase dos jogos, aí nem tem como acompanhar tal coisa, não tenho tempo para perder tempo com jogos, ninguém merece!
    Mas tenho observado algumas “aberrações teológicas”, e chego a triste conclusão: O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento Oséias 4.6a…infelizmente a pura verdade e dura realidade! Hoje entro na rede para postar versículos e trechos de alguns renomados autores que se comprometem com a Palavra de Deus, nem perco tempo vendo atualização de Facebook, afinal o que os olhos não vêem o coração não sente…e cá pra nós aja coração! Estou ficando “chata” até mesmo com certos cultos que perdem tempo com piadinhas, gracinhas, historinhas, “palavreados”, e pasme até certos xingamentos em pleno altar, Palavra mesmo nada, Bíblia passa de longe, uma sombra, o famoso “dedinho de prosa”…o resultado? Exatamente o que estamos vendo, ouvindo e sentindo, os efeitos desastrosos estão patentes no meio secular com o nome de Gospel. Agradeço a Deus por ter conhecido seu blog, que continue te abençoando mais e mais! Me solidarizo contigo a respeito de sua saúde tenho plena certeza que cada vez que se busca o Reino de Deus e sua Justiça mais Refrigério vem sobre ti em nome de Jesus! Dia 07/07 fez cinco anos que estou afastada das minhas atividades devido a um problema de saúde nos pés e tendões, sei perfeitamente o que é estar aos pés do Pai, sendo dependente unicamente de sua graça. Sua graça nos basta!!! Amém? Graça, Paz e Misericórdia ! shalom!

  49. Flávia disse:

    Olá Zágari! Senti falta das suas publicações no Facebook, e por isso vim aqui checar o que poderia ter acontecido. Admiro a sua atitude. Confesso que por vezes já tentei me afastar das redes sociais (pelas mesmas razões que vc expôs), mas o máximo que consegui foi cancelar o Twitter e desativar o Orkut (na época quase ninguém usava o Facebook, então fiquei um tempo sem usar nada). Mas depois, voltei a utilizar o Face, julgando ser isso importante para os meus relacionamentos, uma vez que todos os meus contatos se encontravam nele. A verdade é que nada disso é importante e nem vital, como muitos pensam ser. Todos nós podemos viver muito bem sem nenhuma dessas ferramentas. Ou até melhor sem elas. O grande mal, como vc disse, é que isso consome o nosso tempo, o qual poderia ser investido em outras coisas que de fato são importantes, como o relacionamento com Deus e com as outras pessoas. Concordo com tudo o que disse, e espero poder fazer o mesmo, sem me preocupar com os eventuais prejuízos. Sábia atitude. Que o Senhor te abençoe.

  50. flavia disse:

    Ops…nem sabia que vc postava pelo facebook ..Sempre recebo por email seus posts. Sábios e edificantes como sempre.

  51. Poliana Vieira disse:

    Maurício seu post disse tudo que penso e tenho vivido. Muito obrigada e que Deus continue te usando para abençoar nossa vidas. Paz de Cristo!

  52. Rebeca Persi disse:

    Olá Maurício,

    Sua saída das redes sociais é uma perda, uma grande perda, afinal de contas você faz parte da pequeníssima parcela de pessoas que tuita ou compartilha algo de interessante e edificante nas redes.
    Mas por outro lado sua decisão é admirável, pois abrir mão das redes sociais é abrir mão do maior meio de divulgação do seu blog. Foi notável o aumento do numero de acessos, retuites, compartilhamentos etc., toda vez que abria a pagina do FB ou do Twitter via alguém divulgando algum post de seu blog, se você preferiu perder em quantidade de acessos e desprezar essa ‘fama virtual’ por notar que isso te prejudicava espiritualmente louvado seja Deus em sua decisão.
    Enquanto lia este post o Espírito Santo trouxe a minha mente o texto de Marcos 9:43-47

    “E se a tua mão te fizer tropeçar, corta-a; melhor é entrares na vida aleijado, do que, tendo duas mãos, ires para o inferno, para o fogo que nunca se apaga.
    [onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.]
    Ou, se o teu pé te fizer tropeçar, corta-o; melhor é entrares coxo na vida, do que, tendo dois pés, seres lançado no inferno.
    [onde o seu verme não morre, e o fogo não se apaga.]
    Ou, se o teu olho te fizer tropeçar, lança-o fora; melhor é entrares no reino de Deus com um só olho, do que, tendo dois olhos, seres lançado no inferno.”

    O texto exorta a estar numa constante autoanalise retirando da vida o que afasta de Deus afim de que isso não leve a perdição. As redes sociais estão tomando o tempo da comunhão com Deus, com a família e os amigos, estão entretendo tanto as pessoas que mesmo tendo consciência de céu, inferno, perdição, arrebatamento… Ainda assim vivem desligadas, descompromissadas, sem empreender esforço algum para manter a comunhão com Deus.
    Enfim por um lado fico triste em perder um pouco o contato com você meu irmão, mas por outro lado admiro e parabenizo sua atitude, Deus seja louvado em sua vida, pelo que vi nos comentários sua decisão influenciou muitos, o seu texto esclareceu alguns irmãos que estavam nesta situação e agora viram um incentivo em você para fazer o mesmo.
    Deus continue lhe abençoando querido irmão.
    Um forte abraço [com sentimento de despedida]
    Beijo e paz.

    • Oi, Rebeca,
      Muito obrigado por suas palavras. Por vezes precisamos tomar decisões que podem parecer passos atrás, mas na verdade são grandes avanços.
      E certamente ainda nos veremos.
      Deus a abençoe muito, com Seu amor, Sua paz e Sua graça.

  53. Valéria disse:

    Eu senti falta dos seus posts nas redes sociais e resolvi procurar. Interessante que tudo que li me edificou e foi uma confirmação de Deus para mim. Pode ter certeza de que essa sua decisão veio do coração de Deus para alertar até aos seus seguidores do twitter e do facebook ,como eu. Deus tem falado comigo que perco mais tempo na internet do que orando ou lendo a bíblia. Eu estava achando que era coisa da minha cabeça, quando li seu post percebi que tenho que tomar decisões. É verdade, muita das vezes eu compartilhei e curti mensagens de pessoas que eu nem conhecia, me mandavam, eu achava legal e repassava. Caro irmão, muito obrigada.

    Valéria

  54. Ricardo Viana disse:

    Eu estou envergonhado! Lutarei contra isso tbm!
    Irei retornar para o Senhor!

  55. Antonio e Sonia vicente disse:

    Como faz falta seus artigos, estava acostumada toda semana ver seus temas tão atuais e edificantes, mas concordo plenamente com voce , pois tenho também notado que as redes sociais tem sido para descarregar magoas ,raivas, sentimentos e muito mais.,tenho poupado um pouco também,mas posso dizer que seus artigos são ótimos e esperamos ve-lo em breve.
    Ainda o melhor é a oração do que as redes sociais, eu amo orar a Deus , orar sabe não se lamentar nem intimidar Deus coloca-lo em uma parede ou até mesmo pressiona-lo , a minha oração é sempre de agradecimento depois eu peço um pouquinho, sabe!!!! rsrsrsrsr.
    Amigo; se posso te chama-lo assim um grande abraço.

    • Amiga Sonia,
      obrigado pelo carinho e a preocupação. Atravessei uma fase complicada da minha vida, que me levou a silenciar para aprender, repensar coisas e ouvir a voz de Deus. Em breve voltarei a postar, querendo o Senhor.
      Até breve!
      Na paz, te abraço fraternalmente.

  56. muriel disse:

    Graça e paz querido amigo Mauricio
    Confesso que senti falta da divulgaçao dos post no facebook kkkkkkkkkk , mas vc esta certo em td que falou.
    Essa semana ainda estava conversando com meu esposo sobre os relacionamentos depois da febre das redes sociais.
    E td que vc escreveu nessa reflexão entrou na nossa conversa e faço a vc a mesma pergunta que meu filho de 7 anos nos fez,Como que vamos esta unidos se a tela de um computador nos separa(claro que ele nao falou com essas palavras),vc sabe pelo que pasei com a morte do meu irmao,e teve gente que me madou os pesames pelo facebook,pessoas que eram amigas de infancia.E hj se tornaram amigos virtuais.
    Moro num apartamento e tenho uma amiga que mora no ap da frente,sabado saindo com meus filhotes,a encontrei na area comum do predio e ela disse,nosso amiga qt tempo que nao nos vemos,e realmente nao nos viamos a uns 2 meses,mas nos falavamos tds os dias pelo msn.As pessoas abriram mao do abraço,do toque,do sorriso,do olhar,do tom de voz,agora pelo que abrimos mao de td isso nao sei.
    Tenho que ser sincera e dizer que as redes sociais tbm me afastaram de Deus.
    E tbm preciso fazer algo pra mudar isso.
    Claro que vou continuar seguindo o APENAS,pq é edificante e me ajuda muito.Ainda mais agora!!!
    FICA COM DEUS!!!

    • Muriel,
      fico feliz por sua decisão. Meu afastamento nas redes sociais é definitivo, um mês longe me fez muito bem e não pretendo voltar. Desinstalei até o MSN. Pretendo continuar apenas com o blog, pois de algum modo os irmãos têm se mostrado abençoados pelo que este vaso de barro escreve. Tenho repensado e mudado muitas coisas em minha vida e o silêncio tem sido importante para eu ouvir-me melhor e também ouvir melhor a Deus.
      Quando tiver encontrado o prumo e a certeza de que é hora de voltar, nos veremos aqui no APENAS. Será em breve, tenho certeza.
      Deus te abençoe!

  57. Tamires Souza disse:

    Caro irmão Mauricio, tudo em paz? que saudade… há algum tempo eu já vinha sentindo sua falta nas redes sociais, até que cheguei a perguntar de você pra minha amiga Veruska e ela me contou desse post que por sinal me impactou, e me deu um puxão de orelha bem grande para cima (como diz meu pastor Luiz). Lamento por você não estar mais nas redes sociais, confesso que suas frasezinhas me edificavam muito. Dei muitos retwittes e curtidas nelas rsrsrsrsrs. Porém parabenizo pela decisão e proposito, confesso que não é fácil, pelo menos pra mim não é, mas o fato, a realidade é essa, PERDEMOS MUITO TEMPO na internet, onde deveríamos estar investindo no Reino. Sendo assim, vou me policiar mais com relação a isso, é preciso, é necessário! Dessa forma quero virar uma leitora mais assídua do apenas, já assinei e segui ai ali em baixo pra receber os novos posts… =D! Deus te abençoe ricamente querido! um abração!

  58. Erica Moreira disse:

    Caro irmão,

    este não é, de fato, um comentário, mas uma forma de tentar falar com você. Tenho sentido sua ausência nos últimos dias. Está tudo bem?
    Peço ao amado Deus que o guarde em suas mãos, assim também, à sua família.
    Passei mesmo só para dizer que tenho sentido falta de suas reflexões e que estou orando por você.

    Fique na santa paz do nosso amado Deus.

    • Erica, olá,
      obrigado pelo carinho e a preocupação. Estou repensando muitas coisas em minha vida e isso acaba se refletindo no que escrevo. Assim que eu encontrar o tom certo das coisas voltarei a escrever.
      Deus abençoe muito você e toda a sua familia, na paz do Mestre. Até breve!

  59. Silas Tavares disse:

    Eu estou lamentando até hoje sua saída das redes sociais, até o blog você parou de publicar. Tudo que você disse é verdade mas a verdade maior é que 391.293 pessoas tiveram contato com a verdade e eu sempre fui muito abençoado por você, fui, sou e serei sempre que me lembrar das coisas que você pulicou. Em tempos tão difíceis de ter um pastor honesto e compromissado com a bíblia, pessoas como você na internet fazem muita falta, sempre fui direcionado a ler mais a palavra quando te lia, e muitas vezes entendi melhor a palavra quando te lia. Obrigado mesmo por tudo que você disse. Fez diferença ETERNA na minha vida. Deus o abençoe.

    • Ô, Silas, irmãozão! Assim você me quebra…
      Fico muito feliz por Deus ter me usado como um canal de bênçãos na tua vida, mesmo sendo eu tão imperfeito.
      O abandono das redes sociais é definitivo. Não pretendo voltar e elas realmente não estão fazendo falta, trouxeram mais tristezas à minha vida que benefícios. Mas aqui no blog devo voltar em breve. Tenho repensado muita coisa na minha vida e não me sinto a vontade para escrever enquanto algumas questões não estiverem muito bem definidas em minha cabeça. Assim que reencontrar o tom e o prumo voltarei a escrever.
      Abraço forte, na paz do nosso Mestre. E até breve!

  60. Victor Vinicius disse:

    Que isso? falou tudo, olha, que Deus continue te usando assim, porque quando eu li, eu vi algo tremendo, meus parabéns pelo seu trabalho, isso com certeza me ajudou a abrir os olhos, pois utilizo o facebook apenas para trabalho, abração que Deus te abençoe grandemente.

  61. André de Oliveira Serra disse:

    Querido Maurício, não sei como, mas despretensiosamente, acredite, acabei neste seu post e o li. E chegou na hora certa, no momento certo das experiências minha e de minha esposa. Acabamos de desativar nossas contas do Facebook. E esse post simplesmente nos animou ainda mais a vencermos essa “grande irrelevância” na vida. É exatamente isso que precisamos, voltar à realidade, ao calor dos relacionamentos, ao olho no olho, à visão do sorriso, à pureza de estar simplesmente junto com o outro. Como me aconselhou John Piper, precisamos deixar de perder tempo, e retornarmos ao Evangelho, à oração, à realidade de um relacionamento eterno e real com o Senhor Nosso Deus. Me emociono ao escrever estas palavras, porque neste momento em que escrevo, o calor desta realidade me faz arder o peito, e me faz agradecer a Deus, (parece meio contraditório ao post) por sua vida, que não conheço pessoalmente, mas que, como resposta ao seu pedido no final do post, o Espírito Santo fez chegar até eu e minha esposa. Fomos abençoados, e desejamos que Deus continue te abençoando muito.

    • André, querido irmão,
      meu coração se enche de alegria ao ler suas palavras. Fico feliz de saber que pude abençoar sua vida e a de sua esposa.
      Que sua decisão venha a fortalecer a sua vida espiritual, como tem fortalecido a minha.
      Abraço forte, na paz do nosso Mestre.

  62. Dayana disse:

    Olá Mauricio, espero que ainda lembre de mim, era sua seguidora no twitt, mas por comungar desse mesmo pensamento, há alguns meses atras deletei meu inútil twitt, nada substitui os momentos que devotamos a Deus, fico feliz que tenha chegado a essa conclusão também. Abraço

  63. mzbrasileira disse:

    Maurício: que bom que você saiu das redes s o c i a i s… Este Blog é uma benção! preciosidade divina, verdadeiro Ide! Pra que mais? ! No Amor do Senhor, a quem toda glória, louvor e adoração… obrigada, meu Senhor, por existir este Blog!

  64. Vagner Morais disse:

    Ola! Respeito muito a sua opinião sobre não mais estar nas redes sociais como twitter e facebook,mais te pergunto ,quantos conheceram o Apenas através das redes sociais?Quantos agora irão deixar de conhecer o Apenas ,que frequenta tais redes sociais?Muitos que la estão precisam serem despertados quanto ao vício que elas causam como você relata,sendo assim porque não publicar uma matéria sobre o uso sadio e correto?E não simplesmente se abster como você o fez.Muitos precisam ser despertados nessas tal redes através do Apenas.
    Veja oque paulo diz:I Corintios 9:19-23
    19 – Porque, sendo livre para com todos, fiz-me servo de todos para ganhar ainda mais.
    20 – E fiz-me como judeu para os judeus, para ganhar os judeus; para os que estão debaixo da lei, como se estivesse debaixo da lei, para ganhar os que estão debaixo da lei.
    21 – Para os que estão sem lei, como se estivesse sem lei (não estando sem lei para com Deus, mas debaixo da lei de Cristo), para ganhar os que estão sem lei.
    22 – Fiz-me como fraco para os fracos, para ganhar os fracos. Fiz-me tudo para todos, para por todos os meios chegar a salvar alguns.
    23 – E eu faço isto por causa do evangelho, para ser também participante dele.
    Permita-me na minha opinião dizer-lhe que é preciso apenas controlar em oração e jejum se você detectou que o uso das redes sociais esta atrapalhando sua vida espiritual de intimidade com DEUS.Com certeza DEUS o ajudara como em muitas fazes da sua vida ele tem te ajudado a superar,como o relato de sua doença e como a tem superado, que me ajudou bastante .
    Um grande abraço!
    E fico muito feliz por conhecer o Apenas.

    • Ola, Vagner,
      obrigado pelo carinho e o interesse pela divulgação do Apenas.
      Sem dúvida as redes sociais ajudaram na divulgação do blog. Mas realmente elas não estavam sendo saudáveis na minha vida e está sendo bem melhor ficar sem elas. Até mesmo o número de acesos no blog caiu apenas um pouco, cerca de 200 leitores por dia (mas o número de assinantes que recebem por email aumentou quase isso). Estou menos preocupado com números, confesso. Se abençoar 50 irmão por post já ficarei extremamente feliz. Ou 10. Quantos o Senhor desejar.
      Prefiro orar e deixar que o Espírito Santo conduza quem ele quiser para este espaço, se aquilo que aqui apresento edificar os leitores. Acho que estou ficando velho rs. Mas se quem lê e é abençoado divulga entre seus contatos o blog seguirá sendo lido. Se algum dia Deus desejar que eu o encerre é o que farei.
      Obrigado pela preocupação, mano, que Jesus te abençoe muito,
      mz

      • Vagner Morais disse:

        Valeu! Maurício, foi como disse respeito muito sua opinião ,além do que é a sua vida espiritual e vc e o Espirito Santo sabem do que precisam ou não precisam,é intimidade em um relacionamento individual que temos para com DEUS.
        mas se permitir tenho um blog,face, twitter e assino vários sites que posso divulgar o Apenas.

        Legal ter te conhecido.
        Muito sucesso com o blog e que vidas sejam atingidas através dele.
        Um abração meu amigo!

      • Amem, mano, e faço coro com vc: que muitas vidas possam ser atingidas por ele.
        Deus te abençoe muito,
        mz

  65. Perla disse:

    Graça e Paz!Amei o post,por um tempo usei Face,Twitter,Orkut,mas vi como meu precioso tempo era desperdiçado,estava escorrendo ralo abaixo,rs
    O que me fez sair?Vi que meus filhos poderiam perecer por causa disso,eu precisava ser exemplo para eles,não queria ver meus filhos tentando se satisfazer com internet,não proíbo,mas tudo aqui tem limites,graças a Deus eles acatam nossos conselhos(meu e do meu esposo) e minha família tem sido grandemente abençoada.
    O benefício de ter um controle é que nos relacionamos muito mais em família,ainda sou do tempo que foto tem que ser no papel,que carta como vc disse é muito melhor ser escrita a mão.
    Muitas vezes eu não sou bem compreendida por essa maneira de pensar,mas não me incomodo mais.
    A internet tem afastado pais de filhos,filhos de pais,tem esfriado o amor de muitos.
    Muito edificante seu post,que Deus continue te usando.
    Ja estou te seguindo,obrigada!

    • Oi, Perla,
      .
      fico feliz que você tomou essa decisão. A pergunta é: porque todo mundo faz precisamos fazer também? No caso das redes sociais, decididamente não. Pois não há o que substitua a comunhão pessoal e as redes acomodam as pessoas. Hoje não se liga mais no aniversario, se manda um scrap. Isso desumaniza. Saí e não me arrependo. Fico feliz pela tua decisão também.
      .
      Deus abençoe você e toda a sua família. Na paz do Mestre,
      mz

  66. sidnéia g. de oliveira disse:

    Suas palavras: …pois minha oração a DEUS hoje é que conduza até o APENAS somente aqueles que ELE entende que precizam ler as palavras de edificação,consolo e exortação que aqui são publicadas!!! E GLÓRIAS,GLÓRIAS A DEUS!!! aqui estou eu lendo suas consoladoras e edificantes palavras!! que lindo irmão querido,que o amor de DEUS se derrame mais e mais em seu coração!!!

  67. Nágila disse:

    Muito bom irmão, eu também estou me afastando das redes sociais algo que me trouxe complicações ministeriais, pela falta de vigilância da minha parte, hoje eu vejo que se eu nem tivesse me adentrado a esse sistema com certeza teria me poupado de tamanha humilhação, o 1º que exterminei foi o orkut, depois de um tempo o facebook e só pra garantir a saída total deste, bloqueei a página, nem eu uso nem pessoas que usam o pc vão poder adentrar, aqui não rsrs’ agora é o msn, esse vai ser meio difícil pois, uso para comunicar com amigos da minha cidade natal, mas não vai demorar muito para ser excluído, é perda de tempo mesmo, claro que não quero transferir a culpa dos meus deslizes para essas mídias, mas posso dizer que sem elas eu me considero mais de Deus e menos hipócrita, com toda sinceridade, conheço cristãos (cristãos?) que tem uma vida real e outra virtual, dupla face, falsidade pura, sejamos reais e assumamos nossa postura de servo fiel com hombridade, sem escândalos e invencionices, acho que depois que os cristãos encontraram a religião internet a igreja do Senhor perdeu muito com isso, é um tal de tenho que ser, preciso ter isso e aquilo, e a vida com Deus vai se esvaindo.
    Me criticaram no início pela atitude, mas me senti melhor depois disso, senti que estava tirando um peso das costas, graças a Deus.
    Jesus continue te abençoando maninho.

    • Oi, Nágila, tudo bem?
      .
      Penso que você tomou a decisão certa. A verdade é que acabamos entrando nesses ambientes virtuais pela pressão do meio, pelo fato de que “todo mundo tem FB, como que você não???”. Mas, assim como você, as redes não me fizeram bem. Já estou há mais de 6 meses longe e não sinto nenhuma falta. Vivo melhor, com menos estresse, mais contato humano e menos aborrecimentos. Fico feliz que você esteja tomando essa postura.
      .
      Brijo fraterno, que Deus te abençoe muito,
      mz

  68. rafaela disse:

    legal ler isso também deixei as redes sociais recentemente, tenho lido mais a biblia.

  69. Paulo Silva disse:

    Modificando um pouco o ditado popular, diria que “(Quase) tudo demais é veneno”! É garantido não ficar bêbado evitando ingerir bebida alcoólica. Porém, apenas uma probabilidade quando se adota o “beber socialmente”. A frase de Piper, retrata em 100% os que não têm limites. Os que ficam horas nas redes e ficam em crise de abstinência se ficam fora delas. É complicado para muitos administrar isto de forma saudável, Mas é possível, podemos utilizar o Facebook para enviar recados a múltiplas pessoas de maneira mais rápida e econômica. Dar uma olhada geral naqueles que tem algo interessante a dizer. Compartilhar algo realmente interessante sem que se gaste imenso tempo com isso. Aliás, conheci o seu blog o qual passei a ser leitor e comentarista, através de um compartilhamento de um texto no “Face” por um amigo. Como nem todo mundo tem um blog, através desta mesma rede, algumas pessoas se revelam boas “escritoras” com seus textos inteligentes e cultos! Claro que também descobrimos o contrário em muita gente. Enquanto algumas nos surpreendem positiva outras negativamente! Do Twitter, nada falo, pois não tenho e nunca me atrai pelo seu formato e proposta. Sobretudo, entendo e respeito o seu conceito e direção. Realmente lemos coisas que nos indignam, aborrecem e ás vezes entramos na polêmica sem necessidade ou sem mesmo dever até. Abraço e bençãos de Deus para a tua vida.

  70. Paulo Silva disse:

    Só para enfatizar, pois tive que escrever rapidamente devido a um compromisso. Por isso me estendo um pouco ainda. Como num retiro espiritual, o afastamento de coisas que podem nos distanciar da presença de Deus, é sempre saudável e importante. Algumas vezes me vi interessado em continuar a assistir aos capítulos de algo que não era significativo e nem edificante. Então propositalmente interrompi a sequência para perder o interesse. Creio que ao longo de nossa jornada temos que exercitar isto. Algumas devem ser interrompidas momentaneamente outras em definitivo. Como você descreveu no artigo, “Deus, o diabo e o mundo das artes”. Temos que avaliar o que representa tal coisa em nossas vidas. Qual o impacto! Se o aspecto é positivo ou negativo em relação ao nosso relacionamento com Deus. Alvo este que deve ser prioritário na vida de um cristão, mas algo nem sempre fácil de administrar! Por isso, dicas de blogs como este, é sempre de grande valia. Pois nem sempre percebemos por nós mesmos as nossas falhas e deficiências. Valeu Maurício, fica com Deus.

  71. Daniel disse:

    Paz, Maúrício!

    Encontrei seu blog há alguns dias e já li diversos artigos…acho que mais de 10 por enquanto, e só posso dizer que foi uma benção cada um deles! Mas enfim, este é o primeiro que irei comentar: Concordo plenamente com seu posicionamento a respeito das redes sociais, e vou mais além: Alguns estudos até mesmo seculares tem constatado o prejuízo que esse excesso de tecnologia tem causado em diversas áreas, que vão desde as interações sociais até assuntos relacionados a neuropedagogia…

    Desativei meu facebook por mais ou menos 6 meses e retornei agora devido a necessidade de manter contato com algumas pessoas, (já que infelizmente em muitos casos acaba sendo a melhor forma). Mas tenho visto o prejuízo que essas redes sociais infelizmente têm causado em nosso meio…Você tem todo meu apoio e quem sabe um dia essa febre não passa, como foi no caso do orkut, entre outros.

    Abraço e fica na paz de Cristo!

    • Olá, Daniel,
      .
      sem duvida há muitos malefícios se o FB passa a interferir em nossa humanidade e sociabilidade. Que o passar dos dias nos tragam boas novidades.
      .
      Aquele abraço, na paz de Deus?
      mz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s