Spams são uma das maiores pragas para os usuários de internet. Não tenho nem de explicar: se você está lendo este artigo é porque é usuário da web. E, se navega no mundo cibernético, já foi vítima de spam. “Ganhe dinheiro sem sair de casa”, “Aumente o tamanho do pênis” (desculpe se isso te escandaliza, mas esse chega todo dia), “Viagra com 50% de desconto”, “Livro da AD Santos é destaque da revista Quem” e inutilidades do gênero lotam nossa caixa de entrada de e-mails, trazendo consigo desde vírus até a mera chateação de ter que ficar deletando cada um. Mesmo o espaço de moderação de comentários do APENAS sofre com isso, acredite. A cada comentário legítimo, entram três spams, em média. Recentemente, um irmão me mandou um comentário indignado (com toda razão): “Não entendo quando vejo em blogs tal como o seu e outros de conteúdo evangélico, voltados para edificação da igreja, banners de propagandas totalmente contrárias à fé evangélica em Cristo Jesus, tal como o que vejo acima, oferecendo os serviços de um vidente de nome tupak ou tupac, e em outro caso que me vem a memória (em outro blog), quando vi ali propagandas da medalha milagrosa”. Pois é, spams nos atacam até como banners não solicitados e não aprovados em nosso blog. Como esse aqui abaixo, que acabou de aparecer na página enquanto eu fechava este texto, de “Tara, a médium visionária”. São incômodos, indesejados, prejudiciais, chegam sem que queiramos, invadem nossa privacidade, geram em nós sentimentos ruins. E em nossa vida espiritual há um tipo de spam muito pior do que esses, que não só irritam e causam confusão como nos fazem muito mal. Chama-se pecado.

Nenhum cristão quer pecar. Tenho absoluta certeza que, se você tem o coração em Cristo, a última coisa que quer fazer é desobedecer e entristecer o teu Salvador. E não estou falando de joio, mas de cristãos sinceros, tementes a Deus, honestos em sua devoção. Só que, de repente, quando menos se espera, seu firewall falha e eis que entra no inbox da sua alma um spam enviado pela sua natureza pecaminosa com auxílio de um hacker chamado Satanás. Pode vir em formas diversas: pensamentos maldosos, desejos ilícitos, cobiças impróprias, sentimento de vingança, vaidade odiosa, maledicências nocivas, invejas desnecessárias, glutonaria despropositada… são muitas. Elas invadem sua caixa de entrada na forma de tentações. Furaram as defesas, o antivírus não pegou, o antispam foi ineficaz e lá está ele. Não teve jeito, alcançou seu coração. E agora?

Agora há dois caminhos. Ao detectar o spam indesejado você pode deletá-lo apertando o botão da oração, clicando no comando da leitura bíblica, arrastando-o para a pasta do fruto do Espírito ou pondo na quarentena das disciplinas espirituais. O outro caminho é cedendo à tentação e abrindo o email, deixando que o vírus escondido dentro do spam do pecado contamine todo o software da sua alma. E aí a coisa fica feia.

Uma vez que o spam do pecado cumpriu o seu papel, a sua máquina começa a funcionar mais lentamente. Some a vontade de ir à igreja, a concentração na hora da oração se dispersa, a leitura das Escrituras diminui ou some, um abismo vai chamando outro abismo. Nenhum computador foi feito para ser contaminado, assim como nenhum cristão deseja pecar, mas se o spam foi bem-sucedido ao furar os bloqueios, mesmo o mais sincero cristão vai começar a agir segundo a programação que se infiltrou em seu código-fonte de boas obras. Aliás, isso acontece com absolutamente todos os cristãos. O hacker espiritual logrou êxito e conseguiu contaminar todos os computadores espirituais do mundo todo, de todas as eras e em todos os lugares.

Veja como o apóstolo Paulo reconhece com sinceridade e humildade que seu software estava cheio desse spam virulento: O pecado, aproveitando a oportunidade dada pelo mandamento, produziu em mim todo tipo de desejo cobiçoso. (…) Sabemos que a lei é espiritual; eu, contudo, não o sou, pois fui vendido como escravo ao pecado.  Não entendo o que faço. Pois não faço o que desejo, mas o que odeio.  E, se faço o que não desejo, admito que a lei é boa.  Neste caso, não sou mais eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim.  Sei que nada de bom habita em mim, isto é, em minha carne. Porque tenho o desejo de fazer o que é bom, mas não consigo realizá-lo.  Pois o que faço não é o bem que desejo, mas o mal que não quero fazer, esse eu continuo fazendo.  Ora, se faço o que não quero, já não sou eu quem o faz, mas o pecado que habita em mim.  Assim, encontro esta lei que atua em mim: Quando quero fazer o bem, o mal está junto a mim.  Pois, no íntimo do meu ser tenho prazer na lei de Deus;  mas vejo outra lei atuando nos membros do meu corpo, guerreando contra a lei da minha mente, tornando-me prisioneiro da lei do pecado que atua em meus membros. (Romanos 7.11-23).

A descrição de Paulo é perfeita. O spam do pecado aproveita uma oportunidade e produz todo tipo de estragos que o computador originalmente não desejava. O software age sem entender o que faz. Não faz o que foi feito para fazer, mas “o que odeia”. Assim, quem executou o que o spam determina não é o software original, mas o vírus que habita nele. E, deste modo, o computador sai completamente da normalidade, faz o mal que não foi programado inicialmente para fazer. No íntimo, sua programação tem prazer na lei de Deus, mas uma outra força atua em seus sistemas, guerreando contra os códigos originais, tornando o computador prisioneiro do vírus que determina suas operações.

Pronto, a máquina contaminou. O estrago foi feito. Talvez muitos arquivos importantes tenham sido perdidos. Pessoas ao seu redor foram afetadas, como spams que fazem seu e-mail enviar cópias dele para sua lista de contatos. A máquina pode até mesmo travar e parar de funcionar. Páginas pornográficas vão pular na tela à sua frente. Banners de videntes vão escandalizar quem lê sua vida. Softwares de santidade deixam de abrir. Quando se dá conta, o estrago é tamanho que você cai em si, despenca em prantos e fica se perguntando o que tinha na cabeça quando clicou no arquivo executável que veio naquele spam. E tudo parece perdido. Será preciso formatar a máquina. Talvez vendê-la. Não havia backup, então tudo está perdido. Deus…

De repente, chega um e-mail enviado por  “Espírito Santo”, um amigo e conselheiro antigo com quem você costumava andar muito, mas de quem tinha se afastado há algum tempo. Escrito no “subject” vem o assunto: “Graça”. Sentado no chiqueiro da virulência, você abre a mensagem e vê um texto curto, escrito em vermelho cor de sangue, dizendo para você se lembrar que na casa de seu pai há um antivírus muito potente. Que basta você enviar um e-mail escrito “Arrependimento” e seu pai lhe mandará esse antivírus, chamado “Cruz”.

Você faz isso. Para sua surpresa, o Pai não manda o e-mail. Vem pessoalmente instalá-lo na sua máquina. Ele observa com gigantesco amor o seu olhar impotente, insere o DVD da misericórdia e procede a limpeza. Aparece uma mensagem na tela: “O sangue de Jesus está purificando sua alma de todo pecado. Aguarde o fim da limpeza”. Enquanto espera (a limpeza é muito rápida), só dá tempo de ler uma mensagem que o antivírus da Cruz estampa antre seus olhos, escrita pelo apóstolo Paulo: “Miserável homem eu que sou! Quem me libertará do corpo sujeito a esta morte?  Graças a Deus por Jesus Cristo, nosso Senhor!” (Romanos 7.24,25a). Em segundos o software de limpeza informa o fim do procedimento. Na tela, aparece a última caixa de texto do processo: “Portanto, agora já não há condenação para os que estão em Cristo Jesus,  porque por meio de Cristo Jesus a lei do Espírito de vida me libertou da lei do pecado e da morte.  Porque, aquilo que a lei fora incapaz de fazer por estar enfraquecida pela carne, Deus o fez, enviando seu próprio Filho, à semelhança do homem pecador, como oferta pelo pecado” (Romanos 8.1-3).

Seu pai te abraça. Você não tem palavras para agradecer. Lágrimas rolam pelo seu rosto. Todos os programas e arquivos que você julgava ter perdido estão lá, como se tudo tivesse sido feito novo, como se o computador tivesse acabado de sair da fábrica. Você não para de agradecer, os olhos cheios d’água. E promete nunca mais clicar num daqueles spams. Seu pai se contenta em sorrir, como se soubesse que essa é uma promessa que você jamais conseguiria cumprir sozinho. E apenas lhe responde: “Tudo bem. Mas se voltar a clicar num spam não hesite em me chamar. Mesmo se for setenta vezes sete vezes”. Você diz que sim. Sabe que aquele antivírus estará à disposição todos os dias, até a consumação do século.

Seu pai se despede e faz que vai embora, mal sabendo você que ele ficou onde sempre esteve, no mesmo cômodo que você, quietinho, escondido atrás de uma cortina, vendo tudo o que você faz, o DVD na mão. Você está feliz demais. Mas… de repente, um barulhinho no seu computador chama sua atenção. Na tela, uma janela indica: “Você tem 1 nova mensagem”. Quando vai ver, adivinha: é um spam. Você se lembra da promessa feita ao seu pai. Seu dedo paira sobre o botão de deletar. Um pensamento vem: que mal poderia fazer? Vai que te dá algum prazer ou alguma vantagem ler esse e-mail, nunca se sabe. E então… clica.

Atrás da cortina, seu pai se entristece. Abaixa os olhos para o DVD e, falando de si para si mesmo, sussurra: “Antes vocês estavam separados de Deus e, em suas mentes, eram inimigos por causa do mau procedimento de vocês.  Mas agora ele os reconciliou pelo corpo físico de Cristo, mediante a morte, para apresentá-los diante dele santos, inculpáveis e livres de qualquer acusação” (Colossenses 1.21,22).

E então ele sorri um sorriso com gosto de vitória final.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

About these ads
comentários
  1. Marcelo Caldas disse:

    Mauricio desta vez vc se superou! Este texto esta excelente, leve mas profundo, posso colocá-lo em minha pastoral esta semana? Sou fã de informatica (fui analista antes de ser pastor) e minha pos estou escrevendo sobre TI e Missoes, em breve transformarei em livro. Paz seja contigo.

    • Oi, Pr. Marcelo,
      .
      obrigado, você é muito gentil. Por favor, fique à vontade para usá-lo em sua pastoral. Se puder edificar vidas ficarei feliz.
      .
      Abraço grande e que Deus o ilumine no seu trabalho (quando for publicado me avise, quero ler),
      mz

      • MAILSON disse:

        Graça e Paz!

        Mauricio, desde que descobri esse blog não deixo de acompanhar e de influenciar a outros também, afinal aquilo que é bom e edificante precisamos está acompanhando, tanta coisa sem valor que não edifica que há na internet…fico feliz por existir pessoas igual a você que busca escrever e viver o Cristianismo oro pra Deus continue te abençoando a escrever tão relevantes post, continue esses post tem me abençoado bastante e abençoado a muitos, que Deus renove a Sabedoria e a Inteligência na sua vida…um forte abraço

      • Mailson, oi,
        .
        fico feliz que as simples reflexões que aqui compartilho têm servido de canal para Deus abençoar sua vida, querido.
        .
        Obrigado pelas orações, só Deus sabe como é difícil para um pecador como eu compartilhar o tesouro maravilhoso do santo Evangelho de Cristo. Cada texto é um confronto comigo mesmo. Mas… é o que temos de fazer, não é?
        .
        Deus te abençoe, querido, que a paz venha sempre sobre ti e tua familia,
        mz

      • Olá Mauricio, acabei de publicar o livro em uma editora on-demand, mas irei te mandar um ebook, por favor envie seu email inbox para mim. Link do livro https://www.clubedeautores.com.br/book/144459–Missoes_e_Tecnologia

    • rmdias disse:

      Excelente Maurício!
      Como fico feliz por você, pois sabemos que textos assim, são frutos do espírito Santo…
      Não sei você, mas as vezes escrevo algumas coisas e quando paro para ler, me alegro por saber que não seria capaz de escrever tal coisa se não fosse o Espirito Santo!
      Glória a Deus por você meu irmão, que vidas sejam edificadas através de seus textos !

      Como Davi diz no salmo 51; Deus quer de nós um coração sincero, quebrantado, arrependido e assumido de nossa posição dependente da graça Dele, pois Ele sabe que não podemos vencer o pecado por nossas contas, nossas promessas não passam de emoções, mas a Misericórdia desse Pai é infinita e renova a cada manhã.

      Que Deus faça de nós, cada dia mais, sinceros, humildes e arrependidos de nossa natureza, pois só assim agradaremos nosso Senhor, o Deus pai!

      • Mano, essa é a minha oração constante. Enquanto não confrontarmos e aceitarmos nossa natureza incorrigivelmente pecaminosa sempre dependeremos de nós mesmos, em vez de no Espirito Santo.
        .
        É um primeiro passo. Mas vale a pena dá-lo.
        .
        Abração, querido, Deus te abençoe muito,
        mz

  2. luiz Fernando disse:

    Ola, Maurício. Graça e paz.
    Perfeita a analogia, muito perfeita. Realmente há muita semelhança entre nossa vida e o computador, onde pode sair coisas maravilhosas ou coisas totalmente imundas. Esse texto, meu amigo, serviu 100°/° pra mim e muito, vc não tem noção…
    É um fato o que Paulo diz sobre nós fazermos o que não queremos, eu sou uma prova disso. Por que mesmo que nós tenhamos orado, jejuado, obedecido, procurado praticar o bem e o amor de Cristo, nós caimos nessas ciladas?(observe que é uma indignação comigo mesmo)
    O fato é que enquanto vivermos nessa peste, podridao que chamamos carne, estamos sujeitos à isso todos dias de nossas vidas.
    Mano, só Jesus na minha vida, que Ele tenha misericórdia de mim. Pois quando penso que sou forte, aí sou fraco. Afinal, só pode cair quem está de pé, estou balançando e preciso urgentemente me apegar a Graça de Deus. Meus pensamentos parecem turbilhoes de porcarias, está igual à um lixão. Maurício, sei que Jesus é fiel e misericordioso, mas isso parece que vai me derrubar a qualquer momento, eu digo em alta voz: o diabo nao vai me derrotar! Estou de pé, com toda certeza desse mundo, pela misericórdia de Deus. Se puder ore por mim, meu amigo.
    Mais uma vez agradeço por este texto que me trouxe a esperança de que Deus vai me levantar, mesmo que as circunstâncias digam que não. Prefiro fraco com Jesus onde sou exaltado por Ele, do que forte lá no mundo onde me prostrarei.
    Te amo em Jesus, meu irmão. Fique com Sua paz.

    • Oi, Luiz,
      .
      fico feliz que o texto serviu para tua vida, querido.
      .
      Tenha a certeza de que todos nós caimos nessas ciladas, você não é o único nem de longe. Que Deus tenha misericórdia de todos nós, em quem não há nada de bom. Mas você tocou no ponto-chave: Jesus nos tem. Somos dele. Está a uma oração de distância. Quando vier a pedra que você acha que vai te fazer cair agarre-se no Mestre. Ele é nossa esperança, nosso consolo, nosso refúgio, nossa paz de espírito. Tenha fé nele e mantenha-se de pé, Luiz.
      .
      Abraço apertado, querido, a paz seja contigo,
      mz

  3. Katia Mascarenhas disse:

    Maravilhoso. Deus o abençoe e aperfeiçoe, Maurício!!

  4. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!!!!

    Você me obriga a ser repetitivo…Analogias perfeitas!!!!
    Deus continue te inspirando e abençoando você e sua família!!!!!!!

    God bless you!!!!!!!!

    • Oi, queridão,
      .
      então também serei repetitivo e direi que você, como sempre, continua sendo muito generoso nas suas palavras. Obrigado pelo carinho, mano.
      .
      Deus te abençoe e a todos os teus,
      mz

  5. Jose Gad disse:

    Bom dia Maurício,
    A graça do Senhor Deus seja contigo.

    Bela dissertação.
    O seu timing com o Espírito Santo foi perfeito.

    É uma versão high tec de “O Peregrino”, rsss.
    Para uma sociedade que hoje vive a mil entre bits e bytes, sua exposição é oportuna e salutar.

    Abraço fraterno,
    José.

    • Oi, José,
      .
      quem sou eu, mano, estou muito aquém de Bunyan. Mas se o texto edificar vidas ficarei feliz.
      .
      Abraço, mano, e que a paz de Cristo seja contigo,
      mz

      • Jose Junior disse:

        Olá Maurício,
        A paz do Senhor Jesus.

        Sim, este post (como todos os outros que já li no APENAS) é atual e provoca reflexões que me incita a uma vida de pratica e não somente leituras. Estou sempre a colher bons frutos com as suas exposições. Sou grato a Deus por sua vida.

        Conforme eu disse-lhe anteriormente, fico a meditar no que escreve, e a medida que isso vai acontecendo procuro apreender maiores conhecimentos para a minha alma. É então que surgem algumas dúvidas (as quais você tem respondido e me ajudado prontamente), e também soluções para o dia a dia da minha fé.

        Coincidentemente, esta semana, eu estava a meditar em um assunto que se encontra na epístola aos Colossenses. Achei oportuno avançar aos versículos que você pontuou. Hoje pela manhã veio à minha mente alguns pontos do post, coadunados com o livro do Bunyan, apontando ao personagem Ignorância. Achei interessante a sintonia que vislumbrei.

        Eu entendo que o propósito do APENAS é provocar reflexões naqueles que chegam até aqui, sem no entanto adentrar em embates teológicos ou algo parecido. Não sei se isso é uma regra. Sei que você não se sente confortável para dar conselhos, via blog, mas ainda não vi alguma resistência de sua parte a compartilhar o conhecimento que tens das Escrituras aqui no blog.

        Assim sendo, seria possível que você explanasse um pouco mais a última afirmativa do post (“E então ele sorri um sorriso com gosto de vitória final.”), combinada com os versículos 21, 22 e principalmente, o 23 (a parte “a” deste último), tendo como pauta a “segurança do crente” (segundo como você entende pelas Escrituras).

        Eu “conheço superficialmente” as duas correntes (Armínio e Calvino), mas ainda é algo “novo” para mim. Sinto-me um neófito, mas com vontade de aprender. E justamente por você se considerar “falível, pecador, imperfeito”… mas com amor ao evangelho que transforma e com vontade de ajudar à Igreja do Senhor, vejo em você alguém acessível e disposto a ajudar ao próximo.

        Agradeço a oportunidade.
        Abraço fraterno,
        José.

        ps. não posso fazer faculdade agora… e não tenho um círculo de amizade cristã, embasados e críveis, que possa confiar… por isso todos essas perguntas desde que conheci o seu blog.

      • Olá, José,
        .
        me regozijo por saber que o texto salta da tela do computador para tua vida prática, mano. Eu quem louvo a Deus por isso, senão… que motivo haveria para escrever, não é?
        .
        E, por favor, não precisa se desculpar pelas dúvidas. No que puder ajudar, conte comigo.
        .
        Sobre a questão de “vitória final”, é difícil explicar em poucas palavras. Meu estudo sobre o conceito bíblico de “vitória” se desenrolou tanto que foi preciso que eu escrevesse um livro (o “A Verdadeira Vitória do Cristão”) para explicar a questão, visto que ele abrange mais de 160 passagens da Bíblia. Então peço desculpas, mas me sinto incapaz de apresentar tudo neste espaço tão restrito sem deixar muito a desejar.
        .
        Sobre calvinismo/arminianismo, em um resumo bem resumido, pode-se dizer que o calvinismo é a doutrina soteriológica que crê na eleição/predestinação, ou seja, que Deus elegeu certos indivíduos para irem para o Céu, deixando os demais seguirem o curso do pecado rumo ao inferno. Já o arminianismo põe em primeiro plano o livre-arbítrio, que estabelece que toda a humanidade tem a mesma chance de ir para o Céu ou para o inferno. No calvinismo, a graça de Deus é irresistível. No arminianismo, o homem pode se recusar a recebê-la. Em outras palavras, no calvinismo, Deus é o único agente da salvação. No arminianismo, o homem é coparticipante. Naturalmente isso é uma explanação extremamente suscinta, há muito mais e você, mesmo sem fazer faculdade, pode adquirir bons livros que tratam do tema.
        .
        Eu pessoalmente não revelo publicamente que corrente adoto. Minha experiência mostra que os debates sobre o tema trazem mais males do que bens. As pessoas ficam tão arraigadas à discussão que se esquecem do principal do Evangelho, como amor, paz, perdão, união. Essa questão, José, embora não desprezível, é secundária. Independentemente do que eu ou você cremos, Deus é Deus e agirá da forma que age. Então, a meu ver, as discussões e os debates sobre isso são muito menos frutíferos do que debates sobre amor ao próximo, por exemplo. É triste ver pessoas gastando tanto tempo com esse assunto e falando tão pouco sobre arrependimento e perdão, que são colunas da nossa fé. Meu conselho é: aprofunde-se no estudo mas jamais entre em bate-bocas sobre essa questão, pois não te levará a lugar algum. É discutir o sexo dos anjos. Importa? Claro que sim. Mas é fundamental? Não creio.
        .
        Desculpe se minha resposta é decepcionante, mas o espaço para discorrer sobre um tema que exigiu escrever um livro para discorrer sobre ele (vitória) mais minha postura pessoal de não discutir calvinismo/arminianismo em ambiente público me tornam uma péssima fonte de informações sobre o assunto rs.
        .
        Abraço, mano, que Deus te ilumine e preserve acesa essa chama por saber mais das coisas do Alto. Não abandone nunca a curiosidade, só não deixe o anelo por saber o que não sabe ser maior do que a fome de pôr em prática aquilo que já sabe. No amor do Senhor,
        mz

      • Jose Junior disse:

        Oi Maurício,

        Na verdade eu citei as correntes apenas como pano de fundo. Uma dúvida surgiu quando quando li o versículo 23, que condiciona os dois anteriores, os quais foram citados como fonte de segurança. Foi isso.

        Quando o seu livro, eu o comprei essa semana e deve estar chegando pra mim até segunda-feira. Vou ater-me no que você sugeriu.

        Obrigado muitíssimo.
        Deus continue abençoando,

        José.

      • Imagina, mano, no que precisar é só falar. Se estiver ao meu alcance, conta comigo.
        .
        Sobre o v.23, entendo que o que Paulo diz é que seremos apresentados santos e irrepreensíveis ante o Senhor no dia do juízo uma vez que permaneçamos firmes na fé até o fim. Na visão calvinista, o eleito permanece firme até a morte. Na visão arminiana, se a pessoa chegou ao fim da vida firme na fé ele será salvo. De um ou outro modo não creio que haja problemas na aplicação de ambas as doutrinas a essa afirmação. Não sei se isso responde tua duvida.
        .
        Abraço, querido, na paz de Cristo,
        mz

  6. Rabily Oliveira disse:

    Olá Mauricio!

    Concordo com o pessoal dos comentarios acima, o texto está otimo!
    A comparação ficou muito bom, uma otima tatica para mostrar para os joven que passam tanto tempo na frente do computador.
    Obrigada por continuar escrevendo e edificando a vida de muitos.
    Como sempre digo, que Deus continue abençoando e guiando os seus passos neste caminho meu irmão.

    A Paz!

  7. Impactante.
    Postei em minha página do facebook.
    Minha oração é que ele “CAUSE” o que causou aqui no coração do pessoal da empresa!
    Deus te abençoe muito Maurício!

    • Olá, Josiane,
      .
      fico feliz que essa fábula tenha tocado corações no teu local de trabalho. Que ajude a abrir olhos para uma realidade tão… real.
      .
      Louvo a Deus por tua vida e pelo teu coração, cuja bondade se traduz em palavras afetuosas – obrigado.
      .
      Na paz do Mestre,
      mz

  8. Paz de Cristo mano!!!

    Cara, nem sei quantas vezes já abri os spams na minha vida espiritual.
    Mas me lembrei do meu amigo Espírito Santo e, em pranto, respondi arrependido.
    Preciso de graça … e preciso sempre!
    Um abraço mano!!

    • Oi, Alexandre,
      .
      todos nós já fizemos isso, mano. E todos nós precisamos de graça. Todos pecaram e destituídos estão da glória de Deus. Só a cruz. Sóa a cruz…
      .
      Abraço, querido,
      mz

  9. Beth disse:

    Deus te abençôe!! Você escreve maravilhosamente bem!!!! srsrssr Que texto!!!!

    • Oi, Beth,
      .
      você é muito gentil. Toda boa dádiva e todo dom perfeito vem do alto, minha irmã, sou só um vaso de barro que tenta derramar um pouquinho do tesouro do Evangelho sobre os meus irmãos usando talentos que não me pertencem.
      .
      Deus te abençoe muito,
      mz

  10. Ricardo disse:

    Bateu tudo certinho, a inspiração, a condução, a respiração do ritmo para a escrita.
    Como se fossem peças de uma engrenagem funcionando em perfeita harmonia.
    Texto muito edificante, envolvente e totalmente respaldado trazendo ainda mais clareza e entendimento a nossa mente, acho que o objetivo foi alcançado.

  11. Bouaa.!

    Vamos passar o anti-vírus no pecado, com o Espírito Santo..

    Vlw Mauricio.. bela analogia .
    Deus te abençoe

  12. Maria Eduarda disse:

    Mauricio,eu não tenho conseguido aceitar essa graça.Eu tenho caído sempre.Não me lembro de um compromisso ou voto que fiz ao Senhor que tenha cumprido.Toda vez eu me coloco diante da presença do Senhor e me arrependo choro,sinto o perdão Dele.Mas basta passar alguns dias para eu cair e deixar de orar ler como antes.Então hoje eu me sinto cansada,cansada de sempre me arrepender e depois começar tudo novamente.Não consigo me manter firme,apesar dos cargos na igreja,apesar do respeito dos irmãos pela minha conduta.Que na verdade diante de Deus não é a mesma coisa.A minha vida tem sido dividida em duas,entre a minha conduta cristã na igreja e entre os familiares e finalmente a realidade diante de Deus,que não passa de uma pessoa inconstante em seus caminhos.

    Deus te abençoe pelo artigo !

    • Maria, oi,
      .
      minha irmã, imagino o que você esteja sentindo, o pecado é uma força muito poderosa. E quando você tem o Espirito Santo dentro de si – e você tem – o pecado nos achata, nos destrói, corrói a nossa alma.
      .
      Claro que nada é desculpa para pecar. Devemos fugir disso a todo custo. Mas nunca se esqueça de que Deus sempre tem o perdão para nós e para os piores pecados. E Ele sempre te perdoa, esperando, claro, que você não vá pecar mais.
      .
      Você pode estar cansada de se arrepender, mas Deus não está cansado de te perdoar, Maria.
      .
      Me parece, minha irmã, que você precisa conversar com alguém sobre isso. Acredite, ajuda e muito. Alguém que te conheça e possa te acompanhar, que sirva de porto seguro quando a tentação vier. Você pode procurar o seu pastor ou uma irmã mais madura e experiente na fé. Alguém para quem possa confessar seus deslizes e a dificuldade que tem de superá-los e que possa te amparar nas horas mais difíceis, aconselhar, orar por e com você.
      .
      Sei que parece difícil. Que você nunca conseguirá. Mas isso só ocorre enquanto você depender de si. Aceite a ajuda de Deus. Lance sobre Ele o fardo. Peça-lhe sem desanimar que te fortaleça. Uma excelente disciplina espiritual que pode te ajudar é o jejum, pois te ajudará a domar no poder do Espirito os seus próprios impulsos.
      .
      Eu creio que você conseguirá, Maria. Não desanime. Creia. Aja. E vá em frente, um dia após o outro. Deus é contigo.
      .
      Te abraço, minha irmã. E que a paz de Cristo transborde em tua vida,
      mz

      • Maria Eduarda disse:

        Muito obrigada pela atenção.Tenho mesmo que conversar com alguém,desde a minha conversão que não sou muito de dividir minhas lutas e tribulações.
        Confesso que preciso deixar a minha rebeldia de lado,a resistência que estou tendo de buscar ao Senhor,por causa do histórico de vida que venho tendo.
        Mas creio no Senhor.Preciso que crer em sua bondade.

        Ore por mim Mauricio,que Deus abençoe vc e seus familiares.

      • Maria,
        .
        é uma sábia decisão. Por experiência própria sei que ter pessoas confiáveis com quem compartilhar suas fraquezas ajuda e muito a manter-se fiel a Cristo. A Bíblia nos ensina a carregarmos os fardos uns dos outros. Isso é ser Igreja. Não lute suas lutas sozinha, minha irmã, é muito mais difícil.
        .
        Oro por ti. Que Deus ilumine teus passos e te ajude a superar as tuas humanidades. Tenho fé que você vai conseguir. Paz seja contigo,
        mz

  13. Jacy disse:

    Sensacional, Maurício!
    Abraçosssss!!!!

  14. Nadine Melo disse:

    Paz Mauricio!
    Quero dizer que chorei do inicio ao fim do teu post… pude perceber, mt embora ja soubesse, o quanto Deus me ama e me perdoa pelos meus erros… eu estava precisando ler tudo isso… creio, realmente que foi o próprio Senhor falando cmg!

    Agradeço a Deus pela tua vida, que Ele continue a te usar mais e mais…

    Abraço :)

    • Oi, Nadine,
      .
      louvo a Deus por ter tocado tão profundamente teu coração por meio de um texto tão simples.
      .
      Creia nessa verdade: Deus ama, perdoa, reconcilia e restaura. Leia o post que publicarei 5a feira que vem, pode vir a ser bom para você.
      .
      Obrigado pela oração, mana, Deus sabe o quanto preciso. Que a paz de Cristo seja com você,
      mz

  15. Cara, somente oro para que o SENHOR JESUS – Nosso Libertador, possa e seja o mantenedor de todo o seu arsenal da PAZ.
    Seguir e meditar em seus posts – faz me perceber que a experiência espiritual que tive no passado é um foco para o futuro…faz perceber que apesar de agirmos na contra-mão , ainda assim, não estamos sós – teremos sempre a ELE.
    GLORIA A DEUS POR TUA VIDA, amado Mano.
    Em Cristo,
    Roberto

    • Olá, Roberto,
      .
      obrigado pelo carinho, meu irmão, louvo a Deus também pela tua vida, por saber que há pessoas que têm uma compreensão do real significado do Evangelho.
      .
      Fico feliz que as simples reflexões aqui postadas despertam em você meditações positivas.
      .
      Te abraço com carinho, no Senhor,
      mz

  16. Bianca Dias disse:

    Maurício, acabei de ler seu texto com meu sogro mais uma vez e sinceramente as lágrimas rolam em meu rosto e a unica coisa que vem em minha mente é dizer o quanto sou grata a Deus por existir homens como você, queria poder dizer muito mais….mas me sinto a vontade de apenas dizer muito obrigada!!!! e que vc continue escrevendo seus textos com ajuda do Espírito Santo….e pondo em prática tudo que você têm escrito …..

    A Pazzz!!!!!!

    • Ô, Bianca, você sempre com palavras carinhosas. Louvo a Deus por teu coração bondoso e generoso.
      .
      Mande um abraço ao teu sogro por mim, por favor.
      .
      Um abraço fraterno a todos dessa amada família,
      mz

  17. O bom de seus posts Maurício, além de serem “bíblicos” é que nos identificamos com eles e isso torna a leitura, além de edificante, emocionante. Que o Espirito Santo continue te inspirando mano. Abração!

    • Oi, Marcio,
      .
      obrigado pela sua gentileza, mano. Fico feliz que as minhas simples reflexões tragam edificação e emoção a tua alma, queridão.
      .
      Deus te abençoe muito, um abraço,
      mz

  18. Walber disse:

    Maurício fazem, creio eu, uns 2 anos que acompanho seu blog nem me recordo como o encontrei mas caiu do céu na minha… Leio cada um dos seus posts com certa ansia de ver se chegou o próximo na minha caixa de entrada, não sou muito de comentar mas hoje é o Dia D.

    Confesso que abri sem dar muito credito pelo título, já li outras parábolas parecidas e sempre acho muito previsível o enredo, mas vc tem o dom de colocar as palavras certas nos lugares devidos que fazem a gente realmente meditar, e graças a Deus na maioria dos posts tem sido assim, Deus te preserve.

    Não vou me delongar nem entrar em questões teológicas, só queria dizer que DEUS usando suas palavras tem me segurado no caminho apesar de abrir alguns spams deixando a mostra vez por outra, como Paulo, um individuo que não quero ser mas….”Mas esmurro o meu corpo e faço dele meu escravo, para que, depois de ter pregado aos outros, eu mesmo não venha a ser reprovado.”
    1 Coríntios 9:27 (dentro do contexto que vivo)

    Tive a oportunidade de ouvir pessoalmente vc o Bispo McAlister no congresso da Consciência Cristã em Capina Grana PB, muito edificante por sinal, lamento MUITO não ter ido falar com vc espero algum dia te encontrar de novo, se não aqui no céu e lhe parabenizar pessoalmente pela entrevista no livro do bispo pelo blog e pela Verdadeira Vitória do Cristão

    Deus te abençoe querido.

    • Oi, Walber,
      .
      fico feliz de saber que o APENAS tem sido um instrumento para Deus agir na tua vida, querido irmão. Louvo a Deus por isso.
      .
      Oro ao Senhor que, se as reflexões que compartilho aqui são bênção para tua vida, que eu sempre consiga me manter nesse caminho, para continuar edificando você e quem mais Deus desejar.
      .
      Que pena que não nos conhecemos pessoalmente, mano, teria sido um prazer para mim. Se Deus desejar voltaremos a nos ver. E obrigado pelo carinho quanto aos livros, fico feliz que te abençoaram.
      .
      Que o Pai siga te purificando dos spams abertos, tenho certeza que apesar disso você é um homem temente a Deus e reto em seu coração. Que a graça do Senhor seja abundante em sua vida. Um abraço, querido,
      mz

  19. solange disse:

    Olá Mauricio !
    Como sempre,misericórdia,acho que esse anti virús chegou na hora certa para que eu pudesse ,ops eu não,o ESPIRITO SANTO,me levantar,miserável que sou,mais a infinita graça me alcançou.Agradeço mais uma vez a DEUS por sua vida e vc deixar ser usado.
    Que DEUS te abençoe cada vez mais.
    Abraços.

    • Olá, Solange!
      .
      fico feliz que a graça tenha te alcançado, minha irmã. Miseráveis todos somos, mas por essa graça o rico tesouro do Evangelho habita em nós, louvado seja o Seu nome.
      .
      Abraço grande, Deus te abençoe também, em dobro,
      mz

  20. A paz do senhor,

    Ótima associação acredito que as coisas acontecem dessa maneira,assim como na internet há muitas informações em nossa vida acontece da mesma forma, por isso que não existe melhor filtro contra o ante vírus do que a palavra de Deus.

  21. Jonathas Guedes disse:

    Boa Tarde Maurício. Não encontrei no blog um link para Te escrever sem que fosse através dos comentários, li a pouco uma informação e o responsável por compartilhar garantiu a veracidade (http://juliosevero.blogspot.com.br/2012/11/presidente-de-uganda-se-arrepende-de.html), no final do texto quando se trata de leis sobre conduta homossexual surgiu minha vontade em escrever e perguntar sobre qual deve ser a postura política que um cristão deve apoiar a respeito do homossexualismo, Rick Warren por exemplo, é contra essas leis criadas em Uganda… eis meu conflito; Até onde deve ir o amor ao homossexual, sem ofender a Deus ?

    • Oi, Jonathas,
      .
      o fato do presidente de Uganda é verídico. Eu mesmo vi a fala dele.
      .
      Mano, minha posição é que o amor ao homossexual deve ser sem limites. Ele é um ser humano tão carente da graça de Deus como eu e você. Ele comete um pecado? Sim. Mas… eu e você também nao cometemos?
      .
      Não me posiciono politicamente sobre isso, mas espiritualmente sim. Creio que homossexuais, travestis, transsexuais ou o que for são antes de tudo seres humanos. Pessoas para cujas vidas Deus pode ter planos maravilhosos. Pessoas que precisam conhecer Jesus, como qualquer heterossexual precisa. Se sou apresentado a um eu o abraço e dou a ele meu carinho e meu amor, do mesmo modo que faço quando sou apresentado a pessoas que cometem pecados nefastos como a vaidade, o orgulho, a arrogância ou o amor pelo dinheiro.
      .
      Se Deus nos estendeu Sua graça, por que não a estenderíamos aos homossexuais?
      .
      Procure se informar sobre a Missão Sal (tem site na internet), de Santo André (SP) e veja que forma linda de se lidar com travestis eles têm ali. Um exemplo a ser seguido.
      .
      Deus te abençoe muito, Jonathas,
      mz

  22. Fernanda Marreiro disse:

    Graça e paz querido!
    Achei fantástica essa sua comparação!
    Muito boa a iluminação que Deus te concedeu.
    Grande abraço!!!

  23. walace alves disse:

    Ótima comparação, Mauricio!
    Spam=pecado.
    Algo que aparece sem pedir, sem autorização e que faz o ser humano desejar e assim começa a se corromper. Sou professor de informática e estou maravilhado com tamanha inteligência e Graça de Cristo para escrever este post.

    Antivirus=Cruz

    Paz Maurício e a todos do blog!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s