Lele1De vez em quando convido pessoas queridas para contar aqui no APENAS algo que creio que vai edificar a sua vida, meu irmão, minha irmã. Tenho uma amiga chamada Alessandra (a dançarina da foto ao lado), membro da igreja em que congrego, cuja vida me humilha. Se você tem o hábito de ler os comentários deixados aqui no blog já deve ter visto algo que ela escreveu, assinado com o apelido com que a costumamos chamar, Lelê. Dona de um enorme coração, sempre faz elogios ao que aqui é escrito, mas a vida dela é um post tão mais maravilhoso do que qualquer texto que eu possa escrever que confesso que fico constrangido e me sinto indigno todas as vezes em que ela escreve palavras elogiosas. De verdade, sem falsa modéstia. Conhecendo a vida e as lutas de Lelê, soube que ela fez algo no último fim de semana que banhou meu rosto em lágrimas. Eu, que tive um ano muito difícil, chorei e reclamei tanto aos pés do Senhor e me senti tão mal em tantos momentos, olhei para a foto que Lelê postou na Internet (e que reproduzo ao final deste post) e, ao vê-la, conhecendo a luta de sua vida… me senti um gigantesco reclamão. Um murmurador. Ela é um exemplo tão grande para mim que eu já quis lançar um livro com a história magnífica de sua trajetória. Infelizmente não foi possível, mas hoje quero publicar a síntese da caminhada de Lelê, contada por ela própria. Para honrar essa amiga extraordinária que Deus me deu e para glorificar Deus pela obra extraordinária que Ele fez na vida dessa minha amiga. É um relato um pouquinho grande, mas, acredite, vale a pena ler até a última linha. Passo a palavra a Lelê:

“Me chamo Alessandra e sou convertida há mais de 15 anos. Minha vida era a mais normal possível: eu estudava, dançava como profissão e como hobby e estava me descobrindo em todos os sentidos. Tive um encontro supremo com Deus quando tinha 21 anos. Sim, com 21 anos eu renasci para a vida e para as pessoas. Com aquela idade eu tinha responsabilidade de gente grande. Fazia faculdade, curso de inglês e francês, dançava em duas companias de dança e ainda dava conta de administrar a minha casa. Estava tudo “bem” deste jeito.

Naquele tempo confesso que a minha vida com Deus era morna. Eu orava quando era do meu interesse, apesar de ir todo domingo à igreja, mas não cria de fato que Deus poderia transformar a minha vida. E costumo dizer que as pessoas se aproximam do Senhor pelo amor ou pela dor. Dito e feito! Deus não quer metade de nada, ele não queria o meu coração pela metade – muito menos a minha doação e minha entrega. E eu, intensa como era, já me sentia incomodada com a situação.

Deus escolheu o dia 12 de junho para fazer a virada que eu merecia e poderia suportar, sem que ao menos disconfiasse que algo tão trágico poderia acontecer. O dia começou igual aos demais, acordei às 6h, fui para a faculdade e voltei para casa. O único fato fora do normal é que meu pai estava viajando e eu fiquei com o carro, o que facilitava muito o deslocamento. Estava indo ao shopping perto de casa.

E tudo aLele5conteceu ali mesmo, no sinal de trânsito: sofri um AVC hemorrágico, um derrame cerebral. Sim, eu, com 21 anos de idade, bailarina em ascenção, sem vício algum, sem ter nenhum indício, carregava uma bomba relógio na cabeça. Uma veia que teve má-formação, localizada em uma parte nobre do cérebro, onde não se pode fazer nenhuma intervenção, estava pronta para estourar a qualquer momento. Deus quis assim – para mostrar a todos que só Ele tinha o poder para me restaurar.

Desmaiei ao voltante. Me levaram ao hospital público que fica bem perto do local ocorrido. Imagine a situação: uma menina saudável e toda serelepe em um dia no outro estava entre a vida e morte no hospital. Pode haver quem pense que isso foi uma grande fatalidade. Eu prefiro acreditar que Deus cumpriu o seu propósito na minha vida. Os médicos que me atenderam me desenganaram. Disseram que o local da hemorragia era nobre e que a dimensão do derrame era a de uma bola de tênis. Em resumo, só um milagre me salvaria.

O tempo em que passei inconsciente era terrível para as pessoas que estavam na ânsia por algum milagre. Deus foi muito fiel comigo. E, um dia, eu simplesmente acordei. E só acordei, pois não conseguia fazer nada sozinha. Respirar, falar, sentar, andar e mexer o corpo era para pessoas que tinham controle do seu corpo. Não pra mim. Nesse momento eu renasci, pois tive que aprender a fazer tudo de novo, já que meu corpo não respondia aos estímulos. Foi muito lenta a minha recuperação. Os médicos me diziam horrores, que levaria dez anos para voltar a andar, falar, estudar – e isso se eu fosse uma pessoa muito disciplinada. Assim renasceu Lelê.

Lele6Quando acordei, tive a certeza de que Deus estava me dando uma nova chance de viver e que teria de caminhar segundo a Sua vontade. Renasci sedenta por cumprir o propósito de Deus. Ele me deu uma nova chance de viver, tive que reaprender a fazer TUDO. Sentar, levantar, andar, respirar, falar, escovar os dentes. Algumas ações, conseguia fazer com muita dificuldade; outras eu tive que reaprender na marra. Tudo o que é corriqueiro para qualquer ser humano com mais de cinco anos era muito difícil para mim.

E Deus nunca me abandonou, eu sabia que ele estava ao meu lado em todos os momentos. Nos inúmeros tombos, nas palavras que não conseguia pronunciar, quando eu queria comer algo e a comida caía da minha boca, quando desejava falar alguma coisa mas a palavra saía em outro tom. Até quando eu queria somente ir ao banheiro e não conseguia ir com as minhas próprias pernas.

Depois de muitos anos de lapidação de movimentos, cheguei na zona de conforto. Já conseguia andar (devagar), falar, escrever (com a mão esquerda, eu que sou destra), comer, respirar e – o melhor – ter vontade própria. E nesse estágio eu poderia escolher viver uma vida “muito mais ou menos” ou então correr atrás da minha qualidade de vida. Escolhi a minha qualidade de vida. Foi quando listei TUDO o que eu fazia antes do meu acidente e que eu não conseguia fazer mais. A lista era muito maior do que esta, mas aqui vão alguns dos pontos:

1. Colocar e tirar brincos e cordões
2. Prender meu cabelo
3. Andar sem segurar em nada e falar ao mesmo tempo
4. Dirigir
5. Dançar sapateado
6. Nadar
7. Correr

Lele3Eu não consegui fazer todas essas coisas rápido, algumas delas demorei muitos anos. Mas gostaria de me ater ao ato de correr – e você já vai entender por quê. Nunca tive muita resistência respiratória. No máximo conseguia correr 100 metros, cansava e parava. Todas as pessoas que olham pra mim hoje notam que algo de estranho aconteceu comigo. Eu ainda ando mancando e, se não me forçar a usar o meu lado direito, consigo fazer todas as atividades sem ele. Mas correr era quase uma questão de honra. Eu moro em um condominio e, quando descia para fazer a minha atividade física diária, olhava para as pessoas correndo e sempre me perguntava: “Será que um dia vou correr?”

Anos e anos se passaram, o meu andar ficou menos vagaroso e comecei a trotar, buscando maior gasto calórico. Mas o medo de cair era o que me impedia de ir mais rápido. Bolei um plano: eu marchava entre um quebra-mola e outro e andava no trecho seguinte – e assim eu fiz por mais de dois anos. Mas eu precisava ir além. Aquela velha história da acomodação: eu poderia me contentar com o fato de andar rápido. Mas não quis.

No meu trabalho existe um programa de qualidade de vida para funcionários e eles sempre anunciam as Corridas Adidas. Todos meus colegas que foram amaram e minha vontade ficou ainda mais latente. O medo de falhar era grande, mas a minha busca pelo meu objetivo era maior. Contei toda a minha história para o meu treinador e ele se dispôs a correr ao meu lado. Tomei coragem e fui encarar os cinco quilômetros do percurso.

A cada quilômetro que passava eu me lembrava de uma fase da minha vida. Do tempo em que era completamente dependente de tudo e todos, que não tinha a opção de decidir se queria ou não fazer as coisas. E o primeiro quilômetro simplesmente passou.

Correndo estava e assim continuei. No segundo, me lembrei da dificuldade que era para andar e da dificuldade que tive de provar para as pessoas que só estava com limitações físicas. A minha mente, o raciocínio e a consciencia, continuava preservada. Mas, hoje em dia, não preciso provar mais nada para ninguém. E assim passou o terceiro quilômetro.

No quarto recordei que já tinha conseguido uma qualidade de vida excelente, mas não me contentei com tudo que eu tinha. Eu queria mais. Essa sim foi a parte mais cansativa. E, nessa hora, me lembrei de Deus. Ele não me abandonou jamais, sempre me dando forças, me sustentando quando eu caía e me levantando com a sua destra fiel.

Eu já enxergava a linha de chegada e o sucesso da prova dependia só de mim. Deus já tinha me capacitado para completar com êxito e eu também estava me preparando há tempos. Deus sempre foi fiel e não iria me desamparar nessa hora. Estava perto de acabar o trajeto quando lembrei que voltei a dirigir o carro que eu mesma comprei com o salário do meu próprio trabalho, tudo graças ao Senhor. Deus sempre soube de todas as minhas aflições. Por quantas e quantas noites eu chorei no quarto, sozinha, clamando a Deus por ajuda, porque estava muito cansada de viver, de provar o tempo todo para as pessoas que estava lúcida. Chorei na luta por um emprego e hoje trabalho em uma multinacional. Chorei muito, mas Deus sempre esteve ao meu lado, enxugando todas as minhas lágrimas.

Ultrapassei, enfim, a linha de chegada.

Lele4

Deus sempre foi muito fiel comigo, desde o meu nascimento até o dia de hoje. Quando olho pra trás e vejo onde cheguei, tenho mais certeza de que sem Deus eu nem teria saído do estado de coma – muito menos conseguiria realizar todas essas peripécias.

Com este testemunho gostaria de enfatizar a misericórdia do Senhor. Assim como Ele teve muita comigo, Ele também tem muita com você. Abra seu coração, ore sem cessar, leia a Bíblia e pratique tudo o que está escrito. Você não vai se arrepender. Que estas simples palavras exaltem o nome de Deus, pois é Dele toda a honra e glória.

Lelê.”

Obrigado, amiga, por ser uma pregação em forma de gente. Que me recorda sempre da bondade de Deus e me faz sentir tão ingrato ao Senhor por minhas lutas tão pequenas.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

About these ads
Comentários
  1. Mery disse:

    É .. e eu aqui, me queixando de coisas que nem se comparam a que essa moça passou ,meu Deus perdoa-me por ser ingrata a ti

  2. Rodrigo disse:

    Paz meu irmão Maurício,

    Que testemunho lindo, louvo a Deus pela vida da Alessandra, pela coragem e fé.
    Obrigado por compartilhar conosco, fui edificado com esse testemunho.

    Esse espaço está sendo uma benção em minha vida, me auxiliando em minha caminhada cristã.
    Um abraço,

    No amor de Jesus.

    R

  3. Paz mano … e paz mana Lelê (que sempre vejo os posts sim)

    Que história!!! Só posso louvar a Deus por tanta misericórdia sobre a vida dessa moça …
    Obrigado por compartilhar, me emociono e me alegro em toda sua superação.
    Fiquem com Deus … e que nas pequenas coisas tbem possamos ver o grande milagre de vida, pois Deus fez a mana Lelê renascer duas vezes: espiritualmente e fisicamente.
    Abraços em todos!!

  4. Alessandra (Lelê) disse:

    Maurício,
    Espero que estas simples palavras sejam refrigério e força para continuar lutando na vida de muita gente. Que toque o coração dos demais e que todos reconheçam que Deus é Deus e isso já nos basta!
    Me sinto lisongeada por ter sido um canal de benção nesse espaço que tanto estimo. Por conhecer a sua vida e da sua família eu sou uma privilegiada de estar sempre por perto.
    A minha vida não é mais minha e sim de Deus pois Ele me deu a chance de começar tudo de novo .
    Obrigada pela amizade e pela oração de vcs. São essencias para a minha saúde!
    Com muito carinho e eterna admiração,
    Lelê

    • Lelê,
      .
      você não tem nada que agradecer, nossa amizade é fruto de quem você é. Em outras palavras: de quem Deus fez você ser. Obrigado por nos privilegiar com seu relato. Sem palavras.
      .
      Beijo grande, no amor de Cristo, que nos une,
      mz

  5. afterwhile disse:

    Zagari e lele, me emocionei muito c sua historia. Zagari, volte da missao em moscou ha uns seis meses e esfriei um pouco. Acontecer algumas coisas e tive q voltar. Esta historia me fez lembrar de mim mesma principalmente porqye estou passando um momennto de superacao com Deus, atraves da corrida tb… so q nao eh fruto de algo fisico, mas psicologico. Agradeco ao Senhor pela oportunidade de ter lido este testemunho justp hoje, justo pela manha. Chorei no onibus kkkkkk. Bom, que sejamos mais gratos e maia. simples, dando valor as pequenas coisas que podemos fazer, como prender os cabelos, sorrir quando se tem vontade e andar com as proprias pernas sustentados pelo unico que tem o real controle delas….

    Paz aos filhos!!

    • Oi, Carol, tudo bem?
      .
      a história da Lelê é um exemplo para todos nós. Fico feliz que de algum modo te fortaleceu e edificou. E as lições que você tirou são essenciais.
      .
      Louvo a Deus por sua vida e peço a Ele que te fortaleça e restaure tudo o que precisa ser restaurado. No amor de Cristo,
      mz

  6. Cristina disse:

    Sem palavras, terminei de ler chorando. Do que eu reclamo mesmo? De nada, perto do que ela passou . Deus a abençoe muito.

  7. Andressa disse:

    Com certeza uma vencedora, um exemplo pra todos nós, que temos “tudo” o que precisamos e ainda murmuramos muitas e muitas vezes!! Que o Senhor nos ajude a ser mais gratos pelo que temos, e nos torne pessoas melhores, mais humildes!!
    Obrigada Senhor Jesus por Tudo o que és pra nós, por Tua fidelilade e misericórdia que não nos abandona!!

  8. luiz Fernando disse:

    Ola. A paz, meu amado.
    Olha, Maurício, com sinceridade, me senti um inútil perto da Alessandra. Reclamo de tantas coisas pequenas, futeis que nem percebo que Deus tem tido uma IMENSA misericórdia na minha vida por lutas tao pequenas. Meus olhos se encherao d’água por uma história tão linda como essa. Jesus criou um exemplo de vida, muito mais que isso, criou um exemplo de perseverança e fé. Louvo a Deus pela a vida da Alessandra, que Ele a abençoe grandemente, e faça com que ela continue sendo esse exemplo de humildade e fé em nossas vidas. Confirmo o titulo, amigo: muito mais que vencedora.
    Deus te abençoe, um forte abraço.

    • Oi, Luiz,
      .
      creio que a percepção maior é essa, como reclamamos tanto quando Deus nos dá tanto. O maná desce do céu e reclamamos da falta dos manjarees do Egito. Que fique o aprendizado pela vida da querida Lelê.
      .
      Abração, querido, na paz de Cristo,
      mz

  9. Flavia Rolim disse:

    Lembro-me da Alessandra antes do AVC, quando ainda novinhas na fé faziamos seteb em Botafogo. Conheço bem essa história, lembro-me de orarmos na igreja por ela… Mas digo: não me canso de ler seu testemunho…choro, sorrio…Deus é tremendo !
    Mas uma coisa fica sempre na minha cabeça. Acho que a Alessandra de hoje tem muito mais brilho nos olhos, muito mais alegria nos lábios…
    Obrigada por presentear minha manhã com esse post tão lindo !
    Flavia Rolim

    • Oi, Flavinha!
      .
      teu comentário complementa maravilhosamente o post. Eu que agradeço pelo carinho de ler.
      .
      Beijão pra ti e pro querido Leo, na paz de Cristo,
      mz

    • Alessandra (Lelê) disse:

      Obrigada pela boa percepção, Flavinha!!!!
      E o brilho no olhar e alegria nos lábio são verdadeiros. E isso faz toda a diferença!
      bjss e saudades

  10. Monica disse:

    Fui sacudida, tipo “ACORDA FILHA MINHA, RECLAMONA, CHEIA DE SAUDE, COM FILHAS LINDAS E SAUDAVEIS E HOJE PELA MANHA NEM LEMBROU DE ME AGRADECER PELO DIA”

  11. Simone disse:

    Lindo! Parabéns Lelê por ser um testemunho para todos nós e que Deus continue te abençoando.

    Obrigada pela lição.

    Realmente para Deus nada é impossível,

    A paz de Cristo!

  12. Vera disse:

    Querido Maurício, esse testemunho me emociona de uma forma muito especial. Eu congregava na mesma igreja que a Alessandra, estava presente quando o pastor informou, no púlpito, o que havia acontecido. Chorei com nossa congregação, orei com ela. Lembro quando o pastor Marcos falou sobre o prognóstico dos médicos, e como a igreja simplesmente não aceitou aquilo e se uniu, constantemente, em oração. Fui testemunha do vale, e também do início da vitória.

    Hoje congrego em outra igreja da nossa denominação, e o testemunho da Alessandra enche meu coração de alegria, pois Deus não simplesmente livrou-a da morte mas lhe restaurou, fortaleceu e fez dela testemunho vivo e constante da Sua glória, graça e misericórdia.

    Fica na paz do Maravilhoso Deus!
    Vera

    • Que alegria, Vera. Compartilho da sua felicidade por tudo o que Deus fez na vida da nossa querida Lelê, mostrando que Ele pensa muito acima do que os homens pensam.
      .
      A paz, minha irmã, Deus te abençoe,
      mz

    • Alessandra (Lelê) disse:

      Olá Vera!
      As suas orações não foram em vão!
      Além de Deus ter me curado, recontruiu meu coração!
      Obrigada pelo carinho de sempre!
      Com carinho,
      Lele

  13. MAILSON disse:

    Estou chorando por dentro…que testemunho, que Deus continue abençoando a Lelê…a graça de Deus manifestada glória seja dada sempre a ele(Deus)..

  14. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!
    “me senti um gigantesco reclamão. Um murmurador”…
    E eu então?! Cara, de verdade, eu sou isso³…
    Lindo, edificante e milagroso testemunho…

    Lelê, Deus continue te abençoando!!!!!

    Meu mano Zágari, as benção são também para você e sua família!!!!

  15. solange disse:

    Olá querido Irmão !
    A glória de DEUS enche nossas vidas com este testumenho,consigo imaginar,só imaginar a luta e perseverança da Lêlê,qts vezes,ela deve ter incentivado alguns que queriam desanimá-la,são estas experiencias que nos fazem voltar e ver ,que não somos nada,não fazemos nada,sem que nosso DEUS permita e que não estejam nos planos dele.Até nosso respirar se faz novo.Quando renascemos com CRISTO parace que valorizamos mais o imensurável amor e misericórdia de DEUS em nossas vidas.
    Lêlê mesmo sem te conhecer pessoalmete,quero te dizer ,você é LINDA !Menina dos olhos de DEUS.
    Abraços Maruricio.
    Na paz.

    • Solange, oi,
      .
      o que dizer, não é? Há tantos maus exemplos por aí que devemos nos espelhar nos bons que encontramos. São lições vivas do poder e do amor de Deus.
      .
      Abraço, minha irmã, na paz de Cristo,
      mz

    • Alessandra (Lelê) disse:

      Obrigada Solange!
      Todas nós somos a menina dos olhos de Deus!
      Com carinho,
      Lelê

  16. Marco Juric disse:

    Ah! Zagari, sempre esou compartilhando seus posts no facebook, mas poucas vezes o tenho feito pelo icone abaixo. Tenho copiado e colado o link da página…rsss

    Abração!!!!!

  17. TALITA disse:

    Me emocionei …

  18. TALITA disse:

    Vidas como dá Lelê … são capazes de nos fazer repensar em nossos posicionamentos e questionamentos diante de DEUS …

    Lindo testemunho …

  19. Gamaliel disse:

    Meu Deus!!!! Ingrato homem que sou! Que reclamão que sou, estou com vergonha de mim!
    Sem mais palavras.

  20. Maira brasileira disse:

    …glórias a Ti, meu Senhor! Como não dar valor ao Teu tão grande Amor?
    Sem mais palavras…

  21. Eliana disse:

    Querido Maurício,

    Eu já li muitos comentários da Lelê nos seus posts e já me chamavam a atenção. Mais uma vez, este espaço é utilizado para honrar a Deus e nos abençoar! Obrigada!

    E, para a Lelê, o que dizer? Que a admiro e respeito, que me emocionei com um testemunho tão lindo, com sua fé, sua determinação, sua disciplina. Que minha vontade é imprimir várias cópias deste post e sair distribuindo. Que a graça, misericórdia e soberania de Deus são demonstradas em sua vida. Utilizando as suas palavras, Maurício, a história da Lelê “me recorda a bondade de Deus e me faz sentir tão ingrata ao Senhor por minhas lutas tão pequenas”. É isso.

    Que Deus abençoe a vocês dois e respectivas famílias. Pessoas preciosas.

    Beijo aos dois, na paz de Cristo.

    Eliana.

    • Querida Eliana,
      .
      glorifico a Deus por usar este espaço para Sua honra e bênção a Seus filhos. E, mais uma vez, pelo teu bondoso coração.
      .
      Deus abençoe muito você, o maridão e o restante da família, que moram no meu coração.
      .
      Beijo e paz,
      mz

  22. Dalva disse:

    Além, de ser um testemunho de vida emocionante, eu penso que ouve momentos maus que a Lelê deve ter imaginado que Deus havia desistido dela, daí vem aquela parte que é só “nossa com Deus”, sabe___ aquela parte que “Ele” estica uma corda e tu seguras na ponta dela como a última esperança ?
    Jesus não desistiu da Lelê, não desiste de mim , não desiste da minha família, não desiste de ti,
    o Senhor não desiste dos seus escolhidos, ele vai buscar a onde estiver e chama pelo amor, e muitas das vezes pelo amor__ os seus escolhidos não vão. Mais o amor do Senhor é tão grande que ele traz pela dor. Mas não deixa seus escolhidos para o inimigo.
    Sem sombras de dúvidas, esse testemunho acorda para vida pessoas segurando uma ténue linha.
    Obrigada, por acordar-me !
    Tenho vergonha de mim!adoro este post(MZ)
    Um beijinho, Lelê.
    Um abraço Maurício! Um amigão… Vou mandar-te a conta dos lenços de papel, pois os meus esgotaram…
    Dalva,Viseu,Portugal.

    • Dalva, oi,
      .
      não tem como não ser tocado ou, pelo menos, levado a uma profunda reflexão por atos de Deus na vida de seus filhos queridos como a Lelê. Nos humilha, emociona, transforma e aproxima.
      .
      Posso pagar os lenços em reais ou tem de ser em euros? rs
      .
      Deus te abençoe, minha irmã, a ti e todos os teus,
      mz

  23. J.Clóvis disse:

    Sem comentários. Só Papai mesmo!

  24. Ana Lúcia disse:

    Alessandra, querida!! Te conheci já na fase da “qualidade de vida excelente”, e sempre te achei linda, extrovertida, simpática e, ah, sempre muito elegante aos domingos de manhã, rs……. sempre te admirei. Que o Senhor continue te surpreendendo…… e que esta história voe aos quatro ventos, nos lembrando de quanto somos pequenos e de quão cuidadoso é o nosso Pai. Você é benção pura!!!!!!!! :)
    Beijo enorme!

  25. Viviane Costa disse:

    Lembremos sempre que Deus tem o controle de todas as coisas em Suas mãos e sua misericórdias são a causa de não sermos consumidos.
    Deus abençoe sua vida, Lelê!
    Deus abençoe sua vida, Maurício!

  26. Rejane Miranda disse:

    Que testemunho lindooo!!!
    Ele remete várias questões, algumas delas é o crente morno, o apego as coisas deste mundo e a fé provada diante da adversidade.
    Deus age de formas que desconhecemos. E com um testemunho desses podemos provar que a maneira dEle é a melhor. Me lembra um louvor que gosto muito… “sua maneira a mais lindaaa, seja feita a sua vontade, eu só quero a sua vontade assim na terra como no céu…”
    Quando algum irmão me pede oração ou porque está donte ou por algum parente, me vem à memória a palavra de Jesus diante da notícia da doença de Lázaro: Jo 11:4 “E Jesus, ouvindo isto, disse: Esta enfermidade não é para morte, mas para glória de Deus, para que o Filho de Deus seja glorificado por ela.”
    O problema é que alguns só querem a cura e não o sacrifício até chegar a ela. Aí pergunto: Você quer um milagre? Lógico que respondem: Sim! Então, eu digo: Aceite Jesus agora e deixe Ele fazer da maneira dEle. Nem sempre a aceitação é positiva. Bom, isso é assunto para outro post..rs
    Em vários testemunhos que já li sobre cura divina, em todas eles, as pessoas só foram curadas pois acreditaram. Mesmo com a pouca fé que tinham, menor do que um grão de mostarda, Deus agiu ali. Se deixaram ser transformados por Deus. E o resultado? A vitória! Às vezes, dependendo da doença, a pessoa acaba falecendo. Há casos em estas pessoas só aceitam Jesus no leito de morte, e por mais que algumas não acreditem que isso seja uma vitória, ela é.
    Lelê, você é mais que uma vencedora. Deus ti deu a chance de recomeçar. Os frutos que você semar e colher nesta terra serão a demonstração de agradecimento por tudo que Deus fez a você.

    Continue sendo linda (pois todos somos aos olhos dEle), perseverante e temente a Ele.
    Que a fé que você jamais deixou esmorecer, seja sempre o impulso para alcançar o coração do Pai.

    Shalon Adonai!

    Rejane

    • Lelê (Alessandra) disse:

      Obrigada Rejane!!!!
      Suas palavras alegram o meu coração, principalmente por vc perceber o cerne da questáo!
      Sim, sou muito muito grata a Deus por todo esse processo de reconstrução. Qd eu acho que Ele já recontruiu tudo, sempre me surpreendo com algum fato ainda “torto”no meu coração!
      Com carinho,
      Lelê

  27. Alexssandro disse:

    Maravilhoso testemunho de vida…grato Lele por compartilhar as maravilhas que Deus fez,faz e tenho certeza continuara fazendo em sua visa. Maurício grato pelo seu trabalho.

  28. Zulmira Borges disse:

    Olá irmão,

    Lendo agora o testemunho da Lelê, com lágrimas nos olhos e envergonhada, orando ao mestre e pedindo perdão, vejo como sou murmuradora e ingrata com o Pai.
    Tenho tanto para agradecer, dois filhos lindos e saudáveis, uma boa mãe, morando em uma cidade tranquila como eu queria, fazendo um trabalho com artesanato como eu queria(resposta de oração), etc Mas não!!!Sempre olhando para os problemas ainda não resolvidos, olhando para os obstáculos.
    Sempre leio os comentários também e tinha curiosidade em saber quem era a Lelê rsrs…mulher é curiosa mesmo! Valeu a pena conhecê-la .
    Obrigada pelo testemunho.

    Paz de Cristo.

    • Oi, Zulmira,
      .
      é fato, minha irmã, histórias como a de Lelê são exemplos para todos nós. Quem nunca enfrentou dificuldades tão sérias muitas vezes não sabe dar valor ao que tem.
      .
      Deus te abençoe muito, mana,
      mz

  29. Bianca Dias disse:

    Maurício um exemplo de vida essa moça, e serve para nós que muitas vezes estamos tão perfeitos e desanimamos nessa caminhada como cristãos, por motivos tão banais como o cansaço, a benção que não chega, a faculdade, o trabalho, o laser, tantas coisas que escolhemos antes de Deus, ai vem Deus e permite tudo isso, mas com um propósito muito grande de faze-la crescer espiritualmente, pois esse nosso corpo não se compara ao corpo que se revestirá da glória Deus.

    muitos aplausos para Lelê….

    A Paz Maurício!!!!

  30. Fran disse:

    eu simplesmente precisava disso hoje… muito lindo!!

  31. Marcos falcon disse:

    Graande Mauricio!Mais uma vez sendo usado ppr Deus como instrumento em suas maos. Essa fatos que ocorreram na vida dessa irma abencoada nos mostra o quanto Deus e misericordioso para conosco sendo fiel a nos.Deus tem tocado em meu coraca eue eluo para que que eu o coloque em primeiro lugar em mnde eu tenhoo e eterno, estava antes de ler meioeste post,

    • Olá, Marcos,
      .
      seu comentário chegou meio truncado, mas consegui entender que Deus está trabalhando na sua vida. É um chamado fundamental, mano, pôr o Senhor em primeiro lugar. Alegro-me com isso, queridão.
      .
      Abraço e Deus te abençoe muito,
      mz

  32. Cranudo disse:

    Só uma expressão fica: “Uau!!!”

    Tive que conter as lágrimas ao ‘desenhar’ o passo a passo da ‘Lelê’ (Toh lendo no trabalho)
    Valeu por compartilhar este testemunho Zágari.

  33. Lindo testemunho ,enxergar Deus através das pessoas, isso sim e que é Cristianismo,quando puder fazer um Livro com a historia de lele,me avisa que eu sou o primeiro a comprar.
    Deus te abençoes,um ótimo dia.

    • Olá, Elieser,
      .
      o livro está escrito por ela própria, infelizmente não tem editora. Se quiser, ore por isso, mano, para que de algum modo essa história tão maravilhosa sobre o que Deus pode fazer seja publicada. Tenho certeza que muitos seriam tocados e edificados.
      .
      Abraço, querido, no amor do Pai,
      mz

  34. Marcos falcon disse:

    Graande Mauricio!Mais uma vez sendo usado ppr Deus como instrumento em suas maos. Essa fatos que ocorreram na vida dessa irma abencoada nos mostra o quanto Deus e misericordioso para conosco sendo fiel a em todo o tempo.Essa palavra confirmou para mim o que Deus quer de minha vida, que eu o priorize no meu viver!Pois todas as demais coisas serao acrescentadas. Valeu. Falcon

  35. Juliana disse:

    Que testemunho maravilhoso!
    Impossível não se emocionar!
    Senti a presença de Deus em cada palavra escrita por essa mulher de fé!
    Que o Senhor continue te usando como canal de benção querida!
    Estou realmente humilhada e me sentindo uma resmungona e ingrata!
    Obrigada irmã “Lelê” por essa lição celestial!
    Deus te abençoe e te guarde todos os dias e sempre continue abençoando muitas vidas por meio da sua!
    A paz do Senhor seja contigo!

  36. Raphael Figueredo disse:

    Essa é minha irmã (de sangue). Hoje leio esta msg com alegria e um ar de superação. Como valeu a pena ter fé, como valeu a pena dormir no sofá do hospital durante 3 noite, como valeu a pena dedicar tudo que dedicamos…

    A historia de vida dela é surpreendente, servindo de exemplo para todos aqueles que reclamam da vida (de prato cheio).

    Lelê, te amo! Viva mais 60 anos!!! Próxima corrida vamos correr juntos!

  37. Eliezer disse:

    (…)

    • Caro Eliezer,
      .
      o APENAS é um blog aberto para o posicionamento de ideias, muitas vezes há quem discorde daquilo que aqui é postado e nem por isso há censura. Pode-se concordar ou não. No entanto, é um ambiente para debates feitos com educação. O fato de você ser ateu não lhe dá o direito de ofender a fé de outras pessoas, assim como não dá a mim o direito de questionar sua sanidade ou seu caráter por ser ateu.
      .
      Por isso seu comentário não será postado: você não está expondo sua visão a moleques, mas a seres humanos que merecem respeito por suas crenças. Se desejar expor com argumento e palavras temperadas a sua discordância, terei alegria de dialogar e abrir espaço para seus comentários. Mas enquanto usar esse linguajar ofensivo o lugar de suas colocações será a lixeira.
      .
      Ideias diferentes não dá a ninguém o direito de ofender outros.
      .
      Deus o abençoe,
      mz

  38. Seliana disse:

    Lelê querida! Tenho muito orgulho de ser sua mãe. Você é um exemplo de perseverança e fé. Tenho aprendido muito com você. Estou muito feliz por mais essa vitória de muitas que ainda estão por vir. Deus te abençoe! Te amoooo… Bjs Mãe

    • Alessandra (Lelê) disse:

      Obrigada meu Deus por ser tão fiel!
      Foi em um momento de dor que vc tb chegou ao evangelho!
      Qd olho pra’quele momento não consigo sentir mais nada do que gratidão a Deus!
      Bjss e tb te amo!

      • Oi, Lelê,
        .
        não sou tão fiel assim não, minha irmã. Sou ruinzinho que só…
        .
        Beijo fraterno em ti, no Sergio e em toda a família,
        mz

  39. Kelly disse:

    E no fim o texto não ficou longo não, rs!
    Lindo testemunho.
    A parte que me chamou a atenção foi o relado dela sobre como foi aprender a fazer tudo outra vez, que naquele momento ela renasceu.
    Fiquei pensando e relembrando a passagem de Jesus afirmando que deveríamos nascer de novo para herdar o reino, e acho que agora entendi o que Ele disse.
    Com a “Lelê” (me permita chamá-la assim), foi um renascimento no corpo mesmo, por conta do acidente.
    Mas no campo espiritual, quem sabe seja necessário também um “acidente” que nos leve a reaprender tudo de novo, cada detalhe, cada movimento, das funções mais básicas até as mais complexas, com a diferença de que tudo isso, agora, ocorre da maneira que Deus permite e conduz.

    Obrigada pelo texto.
    Kelly.

  40. Testemunho lindo.. simplesmente estou contrito diante de uma filha de Deus tão incrível. Que Deus te abençoe amada e obrigado Zagari por postar esse testemunho que me edificou tanto. Abração

  41. Izínia disse:

    Olá Maurício…graça e paz! Antes de mais nada saiba que fiquei feliz com a sua volta. Quando li esse post me lembrei na hora de outro testemunho bem parecido com esse. Não sei se você já assistiu, mas vale a pena ser lembrado sempre. Beijos para você e para as garotas!

    • Oi, Izinia! Tudo bem? Espero que esteja tudo jóia com você e o maridão.
      .
      Fico feliz que o post te abençoou. Obrigado por compartilhar o vídeo, verei com carinho.
      .
      Deus te abençoe!
      mz

  42. Fabiano disse:

    Algumas lágrimas brotaram aqui, deve ter sido um cisco que caiu ao mesmo tempo nos dois olhos…rs….
    Que o Senhor continue abençoando a Lelê para que cada vez mais seu nome seja glorificado na vida Dela.

    Como sou mal agradecido, misericórdia Senhor! Me perdoe e me lembre sempre de histórias como a dela, do Maurício e de tantos outros que tem lutas muito muito muito maiores que a minha!

    Abraço meu irmão, obrigado por compartilhar este testemunho com a gente.

    • Imagina, Fabiano, pra mim é uma honra compartilhar experiências de cristãos sinceros que vivem vidas de fé simples e despidas de institucionalismos. Mais que isso, é uma obrigação.
      .
      Abraço, querido, Deus te abençoe,
      mz

  43. Jose Junior disse:

    A paz do Senhor nobre Maurício.

    É como tenho dito: junta a inspiração que Deus Lhe dá, mais as experiências dos testemunhos, e o APENAS é uma fonte maravilhosa de boa palavra e ajuda às nossas vidas.

    Graças a Deus por vocês todos, que tem ajudado na caminhada cristã de cada dia.

    E graças a Deus por nos permitir a Alessandra compartilhar de sua experiência.
    Com certeza é de elevo espiritual ímpar. Sempre a via participando logo no início dos posts, e as vezes fazendo comentários a respeito de como foi o culto. Vocês são bençãos para as nossas vidas. Deus vos abençoem sempre.

    Abraço fraterno,
    José.

  44. um exemplo para todos nós.. vlw Lele!!

    vlw mauricio por postar.!
    A paz pra todos!

  45. Olá Mauricio, que testemunho de força e coragem, tenho um bom pra te falar, minha mãe, pastora do evangelho quadrangular, esta lutando com um AVC esquemico há 2 anos e meio, e tem avançado com fé, e estamos vendo a mão do senhor, e crendo na vitoria, Abraço

    • Ezequiel, olá,
      .
      Oro ao Senhor por sua mãe, mano, crendo que o Senhor fará grandes coisas na vida dela e por ela.
      .
      Que essa enfermidade venha para a gloria de Deus.
      .
      Um abraço carinhoso em você, sua mãe e toda a família,
      mz

  46. sandra mares teodoro de souza disse:

    São 07:03 da manhã deste dia tão lindo que o Senhor fez e nos deu, a ao ler este testemunho, como você estou em lágrimas e me sentindo como você disse me sentindo ingrata pelas lutas que tenho passado. Que o Senhor continue a abençoar essa querida irmã e a você por compartilhar uma história tão linda! Bom dia!.

    • Bom dia, Sandra,
      .
      sua percepção é o que torna um dia como este tão lindo: que mesmo os dias mais cinzentos são lindos quando temos Jesus conosco.
      .
      Um abraço fraterno, em Cristo,
      mz

  47. michele aguiar vivas passos disse:

    Me lembro bem da época do AVC da LELE…ainda que de longe vi sua garra.Me lembro dela chegando em botafogo no colo para assistir o culto. Me lembro das suas dificuldades para falar e andar e nunca a vi esmorecer…ainda que no seu coração existisse dor , ela sempre se fez forte; OU MELHOR, o Senhor a fez forte.
    Me emocionei ao ler sua história e ver como o Senhor a sustentou e a fez crescer…e ver como ela entendeu o propósito Dele em sua vida..sem murmurar.
    Parabéns,Alessandra, você ,hoje,é de fato , é aquilo que a bíblia chama de MAIS QUE VENCEDOR.
    Linda matéria,Maurício…Parabéns!

  48. Natália disse:

    Senhor me perdoa…
    Me perdoa por ser fraca… me perdoa por nao louva-lo tanto quanto deveria, por nao orar tanto quanto deveria, por não ser a serva fiel que deveria… perdoa-me pai pela mediocridade que ainda me assola, por ainda nao ter abandonado o vício do cigarro… por tantas vezes nao conseguir ser luz e sal…

    Quando leio algo assim me da vontade de me jogar de joelhos em oração e clamar o perdão por ser tão fraca! Gloria a Deus pela vida da Alessandra…

    Mauricio que alegria reencontrar seu site… foi o primeiro site cristão que li, em novembro do ano passado! Hoje sou batizada, membro de uma igreja batista em minha cidade ( Belo Horizonte) e estou buscando firmemente os caminhos do Senhor…

    Que Ele continue te usando para levar a palavra
    Nele que é nosso refúgio e fortaleza!

    Natália

    • Natália, olá,
      .
      ao ler seu primeiro parágrafo vejo que você está buscando firmemente os caminhos do Senhor. O primeiro passo nessa estrada é o reconhecimento de quem somos, sem máscaras ou autossuficiências. Você está indo bem, irmã.
      .
      Obrigado pelas palavras carinhosas, fico contente que o APENAS esteja sendo um bom servo para tua vida.
      .
      Com carinho, no amor de Cristo,
      mz

  49. Felipe Souza disse:

    Vi a historia da Lelê e lembro da minha, tive q aprender a fazer tudo de novo rs
    Meu objetivo maior é correr novamente, segundo meu médicos eu mal iria conseguir andar e isso ja faço normalmente.
    o que complica um pouco a minha situação é que não tenho ligamento cruzado anterior no meu joelho esquerdo, os meniscos tbm estao acabados rs
    Mas meu Deus é maior e ele vai me fazer vencer essa batalha.

    A paz de Cristo meu Amigo!

    • Oi, Felipe,
      .
      mano, a história da Lelê é um livro didático pra ti. Não perca a esperança. A superação existe e Deus está na equação. Tenha fé e faça a tua parte, querido.
      .
      Abraço fraterno, na paz de Cristo,
      mz

  50. Me lembro de quando eu estava com medo de não voltar a caminhar e você me contou do testemunho dela, Mauricio.
    E me lembro, também, o quanto essa história me abençoou.
    Não imagina o quanto é bom ler esse texto e ver a história linda que Deus escreveu!

    Abraço enorme!

    =)

    • Queridíssima Lu,
      .
      que alegria ter notícias suas! Espero que esteja tudo em paz com você e que a cada dia esteja se recuperando mais e mais.
      .
      Aproveito pra te desejar um Natal cheio de graça e do infinito amor daquele que nunca te esquece! Você é especial!
      .
      Com carinho e afeto, do mano,
      mz

  51. Ricardo Araújo disse:

    E eu chorei também, querido Zágari, chorei ao recordar tudo em minha humilde vida e como sou…
    Que maravilhoso testemunho. Obrigado a você pelo post e a abençoada “Lelê”, pelo tão grande ensino.
    Deus abençoe a ambos!

    Ricardo

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s