Posts com Tag ‘realize seus sonhos’

Nós temos o hábito de supervalorizar nossos sonhos. Se um pregador quer empolgar as pessoas, basta fazer uma preleção em que diga coisas como “Deus tem grandes sonhos para sua vida” ou “Sonhe os sonhos de Deus e eles se realizarão” e o auditório irá ao delírio. Confesso que tenho sérios problemas com esse tipo de mensagem, que põe o foco nos “meus sonhos” e, em especial, quando os mistura com supostos “sonhos de Deus para minha vida”. E isso por duas razões principais.

Primeiro, “sonho de Deus” é um conceito antibíblico. Quando dizemos que temos um sonho, isso significa que temos um desejo no coração que esperamos que se realize, apesar de não haver nenhuma certeza de que ele ocorrerá. Há o desejo; não há a garantia. Nesse sentido, no sonho só cabem probabilidades.

Logo, se dizemos que Deus tem um sonho, isso o esvazia de toda onisciência e onipotência. O deus que sonha não tem certeza do futuro, mas transita no campo da expectativa. O deus que sonha não é Deus, pois não tem segurança de nada, não é soberano sobre o que vai acontecer, apenas cruza os dedos e fica na torcida. O deus que sonha é um deus sem glória. O Deus da Bíblia, por sua vez, é o Deus que tudo pode e cujos planos não podem ser frustrados (Jó 42.2).

Portanto, não, Deus não tem sonhos, tem linhas de ação. Ele já sabe o que fará e nada nem ninguém pode impedir.

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

Portanto, além de a expressão “Sonhe os sonhos de Deus” ser antibíblica, ela esvazia Deus de seu poder, o destitui de seu trono e faz dele alguém que desconhece o futuro e tem a mesma capacidade de influenciá-lo que nós, seres criados. O deus cujos sonhos preciso sonhar é um ídolo, um bezerro de ouro.

O segundo motivo pelo qual não gosto de enfatizar meus sonhos é que sonhos são objetivos, metas, destinos, linhas de chegada. Se supervalorizo o sonho, isto é, aquilo que espero que aconteça lá na frente, deixo de valorizar tudo o que posso viver no decorrer da jornada. Nós não vivemos apenas para “chegar lá”, vivemos para experimentar a soma de todos os instantes que compõem o trajeto até atingirmos o alvo.

Ficar infeliz porque nossos sonhos não se realizaram é deixar de desfrutar da paisagem grandiosa da escalada só porque ainda não chegamos ao cume da montanha. Mas… o cume não é tudo! Cada etapa vencida é uma vitória, um deleite, uma gota de felicidade.

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

Se o sonho é ter um filho, não despreze as alegrias dos nove meses de gravidez. Se o sonho é ter o emprego, não despreze o aprendizado do processo de consegui-lo. Se o sonho é o casamento, não despreze tudo de bom que a solteirice proporciona antes de subir ao altar. Em suma: pare de dar tanta ênfase ao sonho e passe a valorizar a jornada que o leva até o sonho.

Deus não tem sonhos, ele tem planos que se cumprirão e nada nem ninguém pode impedir. Já eu e você temos muitos sonhos, pois não conhecemos o futuro, e não há mal algum em tê-los. É saudável ter objetivos e desejar “chegar lá”. Nosso erro é achar que a alegria e o propósito da vida estão em ver os sonhos realizados. Nada disso. A felicidade está na soma de todos os pequenos e aparentemente insignificantes momentos que, juntos, nos levam até a realização, ou não, dos nossos sonhos.

Afinal, essa soma de momentinhos tristes e felizes, vitórias e derrotas, lágrimas e sorrisos é aquilo que compõe este presente tão maravilhoso que Deus nos deu, chamado… vida.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari < facebook.com/mauriciozagariescritor >

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

BNJC_arte para blog APENAS