O novo ano está chegando. Como acontece em toda virada de ano, é período de refletir, fazer um balanço da vida, reavaliar atitudes e metas. Você já sabe disso, até aí nenhuma novidade. A chegada do dia 1 de janeiro costuma nos levar a um ambiente mental e emocional de autocrítica, o que é muito bom. Afinal, sempre devemos repensar nossa vida para tentar melhorar no que for possível – e ter uma data anual para fazer isso é fenomenal. Porém, aqui cabe uma pergunta: será que uma única data anual é o suficiente?

Eu sou um poço de problemas, defeitos e erros. Não conheço ninguém que seja tão imperfeito como eu – acredite, eu me conheço. Sinto raiva, preguiça, inveja, desejos inomináveis. Sou surpreendido com frequência por pensamentos absolutamente contrários aos bons valores da fé que tenho e, por essa razão, vivo em guerra contra mim. Assim como Paulo, “Não entendo a mim mesmo, pois quero fazer o que é certo, mas não o faço. Em vez disso, faço aquilo que odeio. Mas, se eu sei que o que faço é errado, isso mostra que concordo que a lei é boa. Portanto, não sou eu quem faz o que é errado, mas o pecado que habita em mim” (Rm 7.15-17).

Olho para o tamanho da minha pecaminosidade e a frequência e a força com que sou assaltado por vontades e inclinações espiritualmente horríveis e me assombro por perceber como e quanto Deus me ama. Como é possível que um ser tão perfeito como ele ame com tanta graça, misericórdia e generosidade um ser tão rebelde e corrupto como eu? E se, apesar da minha decadência e fraqueza espiritual, tenho uma centelha de dignidade e amor por quem me amou primeiro, percebo com clareza que preciso, com todas as minhas forças, fazer o que está ao meu alcance para agradar quem me criou. Não por medo do inferno ou de Deus “pesar a mão”, mas por amor a quem me ama tanto. Preciso me esforçar para fazer o que é certo simplesmente porque desejo ser ajustado ao coração de Cristo. É fundamental deixar que a vontade dele em mim cresça e a minha diminua, e, para realizar essa importante tarefa, uma única virada de ano não basta. É pouco demais.

O fim do sofrimento_Banner APENAS

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

Meu irmão, minha irmã, como anda o seu coração? Como andam seus desejos, vontades e inclinações? Quão retas têm sido suas palavras e ações e quão puros têm sido seus pensamentos? Em outras palavras, como tem sido sua postura diante das questões da vida e dos pecados que teimam em brotar em seu coração, seus lábios, suas mãos? Será que lhe basta um dia do ano para avaliar seus passos, confrontá-los com sua conduta e traçar planos e metas de mudança? Se você for como eu, perceberá que um ano-novo só não basta.

Peço a Deus que, anualmente, ele promova 365 anos-novos em minha vida. Que todo dia seja dia de eu me analisar, me julgar, me condenar, me lançar aos pés da cruz e clamar ao filho de Davi que tenha compaixão de mim. Tenho de pedir diariamente que o Filho interceda por mim junto ao Pai, que seu Santo Espírito promova a renovação de minha mente e meu coração, que o Senhor me perdoe e me conduza por novos e melhores caminhos durante todo o bom combate que é a vida.

Confiança inabalável_Banner Apenas

Clicando na imagem acima você vai para a livraria virtual Amazon

Eu não presto. Estou longe, longe, longe do que seria um ser humano ideal. Preciso me reinventar diariamente. Mais do que isso, preciso me criticar, avaliar, arrepender e renovar a cada segundo da jornada. A cada segundo! Que essa percepção me lance à cinza e ao pó não em todos os dias da minha vida, mas em todos os segundos da minha vida. Sim, é disto que preciso: que Deus renove em mim um coração justo e reto a cada segundo da minha existência. E quanto a você?

Feliz ano-novo! Feliz segundo-novo! Feliz vida velha que se renova a cada segundo com novas e espetaculares possibilidades de fazer com que suas vontades e ações estejam em sintonia com o coração do seu amoroso, generoso e gracioso Deus.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari < facebook.com/mauriciozagariescritor >

comentários
  1. Juliana disse:

    Feliz ano novo, Maurício, pra você e sua família, e a todos que lêem o blog!
    É verdade, eu também percebo isso em minha vida, é de fundamental importância estarmos sempre nos renovando, sempre nos arrependendo e com humildade deixarmos o Espírito Santo nos auxiliar. E, em momentos de dificuldade, antes de pecar, ter aquele segundo de reflexão que nos impede de fazer o mal quando ouvimos o Espírito em nossos corações e nos lembramos de agir conforme a Palvra do Senhor nos ensina.

    • Olá, Juliana,
      .
      fico muito contente por ver sua percepção espiritual. Que Deus siga fortalecendo suas pernas e seu espírito, para superar as dificuldades da vida.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  2. Charles F. Machado disse:

    Meu irmão, feliz ano de 2019 a você. Sua reflexão é pertinente e também faço dessa sua, a minha!

    Ainda hoje refletia sobre isso, sobre como é grande o amor de Deus por nós, seres tão falhos que diariamente repetem os mesmos erros e pecados.

    Misericórdia para essa virada.

    Abraços

    Charles

  3. Manderson disse:

    Fico expantado com sua transferência irmão Zagari. Eu te admiro muito, mas muito mesmo.
    Você é um ótimo teólogo e escritor.
    Suas mensagens me fazem Pará e refletir sobre o cristianismo.
    Que Deus continue te usando e capacitado nessa jornada meu irmão Zagari!!

    • Oi, Manderson,
      .
      muito obrigado pelo afeto de suas palavras, apesar dos elogios imerecidos. Ore por mim, mano, pois é só o Espírito de Deus quem me ilumina e me sustenta, e a intercessão dos irmãos e das irmãs é preciosíssima. Agradeço de coração.
      .
      Abraço fraterno,
      mz

  4. Manderson disse:

    Fico expantado com sua transparência irmão Zagari. Eu te admiro muito, mas muito mesmo.
    Você é um ótimo teólogo e escritor.
    Suas mensagens me fazem Pará e refletir sobre o cristianismo.
    Que Deus continue te usando e capacitado nessa jornada meu irmão Zagari

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s