Anúncios
comentários
  1. Prezado Maurício, Deus o abençoe por compartilhar essas reflexões e experiências conosco. Mais do que nunca a Igreja precisa se voltar à essência do evangelho: o amor. Que Deus nos ajude.
    Fique na Paz. Abraço

  2. Cley disse:

    O capítulo 25 do livro de Mateus se refere literalmente à presídios mesmo? Não seria uma referêcia a Israel, ao povo hebreu?

    • Não, Cley, a referência é a presos mesmo.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

      • Cley disse:

        Querido irmão veja o texto. Jesus seria um estuprador ou um famigerado assassino?
        Leia bem e veja ao que se refere o texto. Claro QUE devemos nos ater ao sofrimento dos presídios, aliás, esse é o verdadeiro objetivo do cristão redimido por Cristo, mas afirmar que o texto em si refere à isso, seria substmar a Palavra de Deus.

      • Então dar de comer e beber é ao povo de Israel também?

  3. Cley disse:

    Perdão pelo erro na palavra “subestimar ” ,
    lapsus calami.

  4. Cley disse:

    Sim meu Irmão e também em outro sentido. Sei que vc é inteligente e vai saber tirar isso de letra. Leia bem, torne a ler, mas não use a palavra isoladamente. Vc sabe que o texto diz tudo e ainda mais com a ajuda do professor infalível, o Espírito Santo. Eu também entedia à sua maneira e isto por anos…até que um simples irmãozinho que se hospedou em nossa casa, ainda me lembro, eu estava ao piano quando passei a ouvi-lo sobre o assunto. Agradeço a Deus pelo conhecimento do simples irmão. Claro que o texto serve, também, para ser aplicado em certos casos assim, mas a princípio e a priori, não.

  5. Marcelo disse:

    Muito obrigado por dividir uma experiência tão marcante afim de nos fazer refletir. É a luz da teologia viva entrando na escuridão que Cristo quer dissipar.

  6. Lilian Lobo disse:

    Boa tarde ! Graça e paz ! Esta Passagem da Bíblia nos faz refletir muito quanto a nossa vida cristã ,pois Jesus não vai descer do céu para fazer aquilo que os discípulos dele ( eu e você ) temos que fazer, ” IDE” por todo o mundo…..
    E este texto irmão Maurício amplia muito mais o entendimento de que a prisão, não necessariamente pode ser alguém dentro do presídio, pois toda prisão limita e deixa sem liberdade, sem expectativas, sem esperança , cego , surdo e mudo para Deus.
    E quando e onde existe pessoas assim?
    Não somente nos presídios de fato, mas em todo lugar que há uma pessoa presa a qualquer tipo de sofrimento e pecado, nos hospitais , asilos , orfanatos , nas ruas….enfim bem perto de nós….as vezes até dentro da nossa própria casa.
    Precisamos entender que Jesus conta conosco para levar as boas novas de tão grande Salvação aqueles que estão com a alma encarcerada,

    Fica na paz de Cristo Jesus

  7. Wedja Tôrres Oliveira disse:

    Mensagem impactante, Maurício.
    Que Deus nos desperte do sono profundo e nos liberte da ideia de que somos seres humanos de classe superior.
    “Como está escrito: Não há um justo, nem um sequer.
    Não há ninguém que entenda; Não há ninguém que busque a Deus.
    Todos se extraviaram, e juntamente se fizeram inúteis. Não há quem faça o bem, não há nem um só.”
    ( Rom 3:10-12 )
    Prossiga levando a preciosa semente por onde O SENHOR te levar!
    Paz!

  8. Bernardo Júnior disse:

    A Paz Maurício, como conseguiu ter a oportunidade de pregar em um presídio?
    É necessário algum tipo de autorização?
    Qualquer pessoa pode ir?

  9. Patrícia disse:

    Que experiência!
    tenho alguns amigos que fazem visitas constantes ao presídio da minha cidade… é um pouco diferente, não é permitido que eles se aproximem dos presos, a mensagem é passada do alto de (como se fosse) um mezanino.
    Realidades diferentes e experiências únicas que Deus vai proporcionando ás nossas vidas.

  10. Fernanda disse:

    Que texto maravilhoso Maurício! Desafiador! Estou em lágrimas, pedindo a Cristo para ser um pouco parecida com Ele. Deus te abençoe meu querido abç

    • Cley disse:

      QUE o Espírito Santo de Deus faça com que entendam o verdadeiro significado dessa passagem bíblica.

  11. Jadiléia disse:

    Prezado Maurício, boa tarde.

    Costumo ler alguns de seus textos e os acho muito edificantes. Mas este texto, em especial, me fez chorar e emocionar bastante. Não por ter alguém nesta situação; glória a Deus por não ter alguém passando por essa tristeza. Mas porque no domingo passado, 29.01, estava conversando com uma pessoa que, apesar de cristão, demonstrou muito rancor e ira ao falar dos que estão encarcerados ou ainda do cumprimento das suas penas (questão processual). Enfim, ele acha que o encarceramento é a solução dos problemas de insegurança a que a sociedade vive diariamente; e ele não está sozinho nessa opinião. Muitas pessoas que conheço compartilham do mesmo pensamento. Apoiam pena de morte, prisão perpétua, redução da maioridade penal e etc. Eu sou completamente contra essas medidas. Para mim o problema está na base familiar que com o tempo perdeu seus valores e esqueceu-se de colocar Deus no centro de suas vidas.
    Penso como você e inclusive muitas das suas palavras foram as que eu lhe disse (eles estão perdidos no pecado e escuridão; quem está sem Cristo é o que mais precisa de oração; precisamos orar não somente por aqueles que fazem parte da nossa vida, mas por aqueles que estão encarcerados, enfermos em leitos de hospital, crianças perdidas para o tráfico) enfim. Coloquei que o Senhor Jesus Cristo quando veio disse que deveríamos amar ao nosso próximo como a nós mesmos e a Deus acima de todas as coisas.
    Acredito muito no poder da oração e creio que precisamos orar incessantemente por uma mudança na vida de todos os seres humanos. Todos somos pecadores, sem exceção. O fato de eles estarem encarcerados precisa, necessariamente, despertar em nós, COMPAIXÃO.
    Que Deus continue te usando poderosamente e que o Espírito Santo Dele te encha, controle e domine, assim como a mim e a todos seus separados espalhados sobre a face da terra, para que possamos fazer absolutamente tudo para a honra e glória do Senhor. Afinal, se não for para imitar o Senhor, para que fomos separados por Ele?
    Que Deus te abençoe, bem como toda sua família e parentela.

    Cordialmente.
    Jadiléia.

    • Oi, Jadiléia,
      .
      obrigado por palavras tão cheias de misericórdia e evangelho. Infelizmente, essa postura é cumprimento da profecia bíblica, que diz que nos últimos dias o amor de muitos esfriaria. É triste, mas era previsto. Façamos o possível para manter a chama acesa na maior quantidade possível de corações.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  12. Mateus disse:

    Irmão Zágari, eu sempre compreendi o “Estava preso e me visitaram” aos discípulos de Cristo presos por causa de sua fé, exemplos citados no final de Hebreus 11.
    Mas esse não é o foco. Queria dizer que seu texto me tocou, afinal, se Jesus estivesse no teu lugar faria o mesmo: iria ao encontro dessas almas perdidas. Nós um dia também fomos perdidos, mas fomos achados pelo nosso Pastor. Que eles também sejam achados por Deus. Deu pra perceber que essa experiência te tocou muito. Quem leu também se sentiu tocado, como eu. Presídios, orfanatos, hospitais são lugares que necessitam demais de nós, e muitas vezes negligenciamos isso.
    Deus te abençoe, irmão.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s