Anúncios
comentários
  1. […] via A Palavra que nunca envelhece e sempre transforma — apenas […]

    • Rosemary disse:

      Prezado Maurício,
      Após cinco meses de luto, você foi a primeira pessoa que conseguiu me fazer rir. Vou lhe explicar: Desde o falecimento de minha filha, venho fazendo a seguinte pergunta: Sendo o Senhor o Pai dos espíritos, ele os envia à Terra assim que um ser humano é concebido. Ora, antes de encarnar, o espírito é puro e sem pecado, certo?O espírito adquire sua condição pecadora ao unir-seà carne daquele ser no ventre de sua mãe.
      Perguntei-me ao longo desses cinco meses: Minha filha, antes de nascer era um espírito puro, feliz e sem pecado. Por qu3 Deus continua permitindo que ela e todos os seres humanos depois de Noé nasçam, mesmo sabendo que se tornarão pecadores imediatamente após a concepção?
      Durante esse tempo vinha matutando essa questão. Então hoje resolvi pesquisar e o primeiro link que cliquei foi o Gospel+, onde tinha um texto seu sobre a pergunta “Porque Deus cria pessoas que Ele sabe que vão para o Inferno?” Então me veio a sua resposta: Não sabemos e nunca teremos todas as respostas. Só mos resta descansar e confiar. Foi aí que sorrí reconhecendo que até no meio das minhas dúvidas Deus me direciona para as respostas, ainda que elas sejam “Não é da sua conta”.
      Deus continue te abençoando..

  2. Daniel disse:

    Infelizmente tenho ídolos na minha vida que me fazem odiar o que me afasta deles (MT:6-24) . Por isso tenho lido a Palavra de forma superficial , sem meditação e sem empenho para buscar compreender aquilo que não consigo.

    • Olá, Daniel,
      .
      o primeiro passo você já deu, que é reconhecer o problema. Recomendo que não se acomode, mas faça o que puder para resolvê-lo. Vai valer a pena.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

  3. Débora disse:

    Glória a Deus!!

    Realmente a palavra de Deus tem poder. Na adolescência passei por uma fase de falta de amor próprio ou baixa autoestima que gerava muita dor e ansiedade. Com o meu estado de dor eu sempre procurava consolo no círculo de oração e tarde da benção. Um dia senti de meditar no livro de Salmos. Meditando no Salmo 139, quando cheguei nos versículos 13 e 14, foi como tomar o melhor analgésico para minha dor. O salmista diz: “Pois tu formaste o meu interior, tu me teceste no seio de minha mãe. Graças te dou, visto que por modo assombrosamente maravilhoso me formaste; as tuas obras são admiráveis, e a minha alma o sabe muito bem”.
    Eu chorei… e disse: Senhor tua palavra diz que tuas obras são admiráveis, mas minha alma precisa alcançar isso como o salmista sabia. A partir daí comecei a declarar que tudo que Deus faz é admirável e Deus havia me feito. Aleluia!!!
    O Senhor alcançou minha dor e a curou através de sua palavra.
    A partir de então tenho contemplado o poder, a profundidade, a grandeza e o valor da Palavra de Deus.
    Amado irmão em Cristo, sempre me deleito com o que o Espírito Santo ministra em seu coração.
    Deus continue lhe usando, continue sendo instrumento e sensível a voz do Senhor.

  4. Luciano B Guimarães disse:

    Amei o comentário sobre as escrituras sagradas.

  5. Edilson disse:

    Mauricio, essa bíblia está disponível em qualquer livraria?

  6. Susana disse:

    Muito obrigada, Maurício, por articular tão bem essa experiência do trabalho técnico com o texto bíblico e suas sobreposições com a devoção pessoal.
    Creio que todos nós do comitê trabalhamos com temor e tremor, sentindo continuamente o peso da responsabilidade. Ao mesmo tempo, contudo, foi uma oportunidade singular de experimentar profunda dependência na capacitação divina.
    De fato, Deus dá todo o necessário para realizarmos as tarefas que ele coloca diante de nós, não por mérito nosso, mas por graça e misericórdia dele, para a honra e glória de seu nome.
    E é impossível dedicarmos tanto tempo e esforço a esse trabalho sem nos apaixonarmos novamente pela Palavra de Deus – e pelo Deus da Palavra.
    Que ele continue a desenvolver em nós temor reverente, maravilhamento e consciência do privilégio incalculável que temos de nos relacionar pessoalmente com nosso Criador e Senhor.

  7. Eduardo Mesquita Novaes disse:

    Olá Maurício!

    Conheci o seu trabalho ouvindo o BTCast sobre o perdão. Como edificação pra sua vida quero dizer que desde então os textos no seu blog tem me fortalecido em Cristo.

    Comprei a Bíblia NVT há pouco tempo e adotei ela como minha principal leitura devocional. A maneira como a leitura dos textos flui é excepcional. Tem sido uma grande bênção na minha vida. Sempre usei na maioria das vezes a NVI, mas confesso que a maneira como a NVT trouxe alguns textos me surpreendeu positivamente. Já indiquei para várias pessoas e tenho certeza que Cristo está sendo glorificado nesse novo projeto lançado.

    Um abraço!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s