carater 1Semana passada, meu pastor anunciou que vai plantar uma nova igreja, em um bairro da zona norte do Rio. O anúncio foi feito durante um culto e, na ocasião, ele informou que quem ficará à frente da congregação será um dos pastores auxiliares, Pr. Evandro. Ao fazer o comunicado, Pr. Marco Antônio chamou Pr. Evandro ao púlpito e contou um pouco da história do relacionamento entre eles. Foi quando mencionou algo que chamou especialmente minha atenção: a motivação para ter ordenado Pr. Evandro ao ministério não foram os seus talentos, mas, sim, o seu caráter. Isso me deixou extremamente pensativo. Saí do culto e cheguei em casa me perguntando: me conhecendo como me conheço, será que eu poderia ser considerado uma pessoa de caráter? Afinal, talentos todos temos: um canta afinado, o outro prega bem, há quem ensine com habilidade e outros que cuidam com competência da contabilidade. Eu recebi de Deus o talento de refletir e escrever. Mas… e o caráter?
.
Confesso que essa reflexão me deixou bastante mal. Pois a conclusão a que cheguei é que meu caráter não é lá grande coisa. Como alguém que preza muito as palavras, fui ao dicionário procurar o significado de “caráter”. A definição é: “O que faz com que os entes ou objetos se distingam entre os outros da sua espécie; Qualidade distintiva;  Índole, gênio; Firmeza; Dignidade”. Sei que Jesus me salvou, sabe-se lá por quê, mas permaneço falho e cheio de defeitos. Passei, então, a refletir se me encaixo nas definições de “caráter”.
.
O que faz com que os entes ou objetos se distingam entre os outros da sua espécie. Qualidade distintiva”. De forma alguma enxergo isso em mim. Não sou melhor do que ninguém. O que me diferencia dos demais é exatamente aquilo que meu pastor disse que não deve impressionar ninguém: talentos. Pois os dons que Deus me concedeu são únicos, assim como os que ele concedeu a você e a qualquer outro: todos nós nos distinguimos por nossos talentos (que são dons concedidos pelo Senhor, ou seja, nem mesmo pelos nossos talentos nós temos mérito). Fora isso nada me torna melhor do que qualquer outra pessoa: ideias, aparência, status social, educação, experiências, histórico familiar, realizações na vida… tudo o que você possa pensar é circunstancial. Não sou melhor, sou apenas diferente.

.

carater 2“Índole”. Podemos dizer que, em termos de cumprimento de legislação, tenho uma boa índole: não roubo, não mato, não fraudo, não sonego, não dou propina. Mas, se formos olhar o interior… ah… quantos pensamentos maus, quantas inclinações pecaminosas, quantos sentimentos inconfessáveis. E nas práticas da vida… não me faça dizer quantos pecados já cometi em meus 19 anos de conversão. Primeiro, porque eu morreria de vergonha. Segundo, porque não caberiam neste post. Então a índole não é tão patente como parece: por mais que sejamos bons, nunca deixaremos de ser maus. “Porque eu sei que em mim, isto é, na minha carne, não habita bem nenhum, pois o querer o bem está em mim; não, porém, o efetuá-lo. Porque não faço o bem que prefiro, mas o mal que não quero, esse faço” (Rm 7.18-19).
.
“Gênio”. Pergunte à minha mãe e ela terá prazer em contar muitas histórias que revelam quão terrível é meu gênio. “Firmeza”. Meu irmão, minha irmã, como eu gostaria de ter sido firme em muitas e muitas vezes em que fraquejei! Já falhei tantas vezes no domínio próprio que não sei contar. Não, meu histórico denuncia um indivíduo bem menos firme do que o ideal. Por fim, “dignidade”. Aí eu leio o que João viu na visão do Apocalipse: “Vi, também, um anjo forte, que proclamava em grande voz: Quem é digno de abrir o livro e de lhe desatar os selos? Ora, nem no céu, nem sobre a terra, nem debaixo da terra, ninguém podia abrir o livro, nem mesmo olhar para ele e eu chorava muito, porque ninguém foi achado digno de abrir o livro, nem mesmo de olhar para ele” (Ap 5.2-4). Digno, eu? Não. Só Cristo me dignifica.
.
Cheguei ao final da leitura do dicionário e de minha dolorosa reflexão e percebi que sou um homem cujo caráter jamais mereceria uma menção no púlpito. E nem fora dele. Não que eu não faça coisas boas, entenda, mas porque já fiz e ainda faço tantas coisas ruins que me considero, no máximo, alguém esforçado e que luta para alcançar o que Cristo deseja de mim. E esse é o ponto focal de toda esta reflexão, que muito me quebrantou, pela percepção da minha extrema falibilidade e pela noção clara de minha absoluta e total dependência da graça de Deus. Lembrei-me de que “As misericórdias do SENHOR são a causa de não sermos consumidos, porque as suas misericórdias não têm fim; renovam-se cada manhã” (Lm 3.22-23).
.
carater 3Se depender de quem eu sou, em essência, jamais alguém poderá dizer “eis aí um homem de caráter” a meu respeito. Mas tenho uma ponta de esperança. E ela se volta totalmente para Cristo. Se o meu Salvador me estender sua graça diariamente, perdoar os meus pecados, purificar meus pensamentos, guiar minhas ações, me estimular em minhas omissões e me conformar ao seu caráter, quem sabe um dia alguém diga “eis aí um homem de caráter”. Se eu ouvir isso, por dentro saberei que, na verdade, não será o meu caráter deficiente que tal pessoa estará apontando, mas, sim, o caráter daquele que me amou primeiro e quis me chamar das trevas para a luz.
.
Você vê falhas de caráter em si mesmo, meu irmão, minha irmã? Bem-vindo ao clube. Mas permita-me dar uma sugestão: busque a Cristo. Prostre-se constantemente aos seus pés. Rasgue seu peito em total transparência, confesse diariamente a ele os seus pecados, negue-se a si mesmo, tome a sua cruz e siga o Redentor. Esse é o bom combate. E se você combater o bom combate e sair vitorioso pelo sangue do Cordeiro, o que ouvirá no final não será “eis aí um homem de caráter”, mas algo ainda mais honroso, fruto única e exclusivamente da graça: “Muito bem, servo bom e fiel! […] Venha e participe da alegria do seu senhor!” (Mt 25.21).
.
Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari < facebook.com/mauriciozagariescritor >

 .
Perdaototal_Banner Blog Apenas
Clicando no banner você vai à loja virtual da editora Mundo Cristão
Anúncios
comentários
  1. Alessandra disse:

    Como sempre, texto irretocável. Porém discordo de você quanto ao seu caráter. És um homem de caráter, que teme ao Senhor e busca ser melhor em suas falhas! 😘

  2. Andréia Franco disse:

    Puxa, como sempre você abençoando minha vida!!!

  3. Zágari, não posso deixar de comentar este porque, no tocante ao chamado pastoral, eu mesmo me sinto indigno e por falhas de caráter tb que analiso em minha vida, fico ruborizado, consternado e muito triste. Mas busco em Cristo mudar dia a dia.

    Deus te abençoe.

    • É o bom começo, Anderson. Na percepção da dependência absoluta de Cristo começamos a caminhar em fidelidade com ele. Bendito rubor, meu amigo.
      .
      Abraços, Deus o abençoe sempre mais,
      mz

  4. Sidney da Rocha disse:

    Estimado irmão Maurício

    Sou seu admirador e grande divulgador do seu blog e entendi muito bem as suas colocações e me solidarizo e também as atribuo a mim.
    Entretanto, pela sua abordagem, ninguém é digno de ocupar qualquer posição, pois ninguém tem caráter, ou seja, este não pode ser um critério de escolha.
    Toda a base bíblica usada pelo irmão está perfeitamente de acordo com a natureza humana, mas penso que ficou um pouca forçada sobre o termo que também é definido como formação moral sólida e incontestável de alguém.

  5. Ediná disse:

    Olá Mauricio, como vai?
    Você tem o que Cristo quer que todos nós tenhamos: HUMILDADE, que é uma QUALIDADE DISTINTIVA. Você reconhece quem é e não tem vergonha de confessar isso a ninguém. Veja o caso do seu post: “o egoísta que habita em mim” e de tantos outros que já li.
    Tudo de bom que somos é dádiva de Deus por moldar nosso caráter a cada dia através da obra do Espírito Santo que habita em nós.

    Paz seja contigo e com todos os seus!!!

  6. John disse:

    Olá Mauricio , peço desculpas pela minha hostilidade no outro dia . Eu fiquei chateado por ñ ter tido a resposta rapidamente , o que me levou a agir daquele modo. Foi uma atitude de gente mimada , te peço perdão por isso.
    Forte abraço e que Deus te abençoe.

  7. Rosana disse:

    Mauricio

    Sempre digo que caráter é tudo em um ser humano…
    Saber reconhecer quando erramos, ser justo quando temos nas mãos o poder de decisão com os outro, não pagar com o mau podendo agora fazer a justiça com suas próprias mãos, não enganar a quem corre com você e muito menos a si mesmo…Isso para mim é caráter.

    Aprendi que muitas vezes a mesma pessoa que é benção para uns é maldição para outros, e quantas vezes não somos essa pessoa em algum momento de nossas vidas…

    Carácter para mim é saber reconhecer que nada somos e nada temos se Deus não estiver no controle. E isso eu vejo muito em suas mensagens…

    Deus abençoe… Me corrija se estiver errada.
    Paz de Deus!

  8. sandra disse:

    eu. parei uma vez pra refletir sobre meus defeitos. procurei, procurei se eu te disser que não encontrei. os pouquinhos pequenininhos que eu encontrei pra todos já tinha minha defesa. cheguei a triste conclusão meu maior defeito é, não saber quais são eles.

  9. Alexandre disse:

    Mauricio.
    Eu li seu texto e reconheci em mim varias falhas, e é muito positivo da sua parte reconhecer suas limitações, mas posso te garantir que não existe pessoas 100% perfeitas.
    Se fosse você ordenado, seu pastor diria que és um homem de caráter da mesma forma.
    Muitas são aprovados por homens, mas são reprovadas por Deus, cometem pecados escondidos. por isso precisamos ser corretos sempre, principalmente quando estamos só pois ali, é que mostramos realmente quem somos.
    A palavra de Deus nos adverte, nada que é oculto que não será revelado.
    Parabéns meu amigo, apesar de não te conhecer pessoalmente, mas pelos seus textos te considero muito, que Deus possa de abençoar a cada dia mais.

    Alexandre

  10. Vejo-me totalmente nesse texto… Nasci na fé e Deus emprestou-me alguns talentos… Talvez por esse motivo, foi mais difícil de enxergar-me a mim mesma, mas quando olhei bem dentro do meu ser, finalmente vi uma pessoa com um caráter muito mal e nenhum pingo de dignidade. Rogo ao Senhor que deu seu único e amado Filho Jesus Cristo, que me lave com seu sangue para que eu seja purificada de todo pecado; que eu me converta e seja liberta de verdade pela Palavra de Cristo! Pois quero muito ouvir “Muito bem, servo bom e fiel! […] Venha e participe da alegria do seu Senhor!” (Mt 25.21).

    • Adácia, olá,
      .
      louco a Deus por o primeiro passo ter sido dado: o reconhecimento do pecado. Agora é combater o bom combate, negar a si mesmo e crescer na intimidade com o Senhor, a fim de galgar mais e mais degraus.
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      Facebook.com/mauriciozagariescritor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s