Perdao total_pilhaSou um pecador. Peco todos os dias, embora eu odeie os meus pecados. Isso também acontece com você? Já cometi pecados que me envergonham profundamente e até mesmo me fizeram questionar se seria possível que Deus me perdoasse. Também já fui ferido por outras pessoas e tive de estender perdão a elas, apesar de profundamente machucado. E, claro, já causei mal a outras tantas pessoas também, e precisei ser perdoado por elas. Se você é humano e falho como eu, percebe, então, a suma importância de perdoar, de se perdoar e de ser perdoado. Não há como mensurar o valor incalculável do precioso perdão, algo que, ao recebermos ou concedermos, remove de nossa alma toneladas de culpa, dor, sofrimento, falta de paz. A vida cristã só é possível porque existe perdão, a cruz de Cristo teve como objetivo conceder perdão… enfim, é absolutamente impossível caminhar no evangelho sem perdão. Esse assunto tem feito parte de minhas reflexões de modo muito intenso nos últimos anos, o que me levou a realizar uma pesquisa profunda nas Escrituras sobre o tema. Essa busca para compreender (e viver) melhor o perdão de Cristo acabou gerando um livro, lançado oficialmente ontem pela editora Mundo Cristão: Perdão Total – Um livro para quem não se perdoa e para quem não consegue perdoar (já disponível no site da Mundo Cristão e, nos próximos dias, nas livrarias de todo o Brasil).

Peço desculpas se este texto soa como a propaganda de um livro. Acredite: para mim, é muito mais do que isso. Tenho a convicção, reforçada pelo depoimento de pessoas que já o leram, de que ele pode ajudar vidas que por anos estiveram aprisionadas pela falta de perdão a encontrar o caminho da paz e do cumprimento da vontade de Deus; da graça e do amor divinos. A falta de perdão é um fardo pesado demais e ninguém precisa carregá-lo. Ninguém. A você, que acompanha este blog semanalmente, explico que tudo o que procurei fazer com esse livro foi o que faço nos posts do APENAS: estudar e refletir sobre as coisas de Deus para abençoar a vida de quem me lê.

Além na necessidade pessoal de viver diariamente o perdão (seja dando-o, seja recebendo-o), o que me motivou a escrever esta obra foi a clara percepção de que muitos e muitos de meus irmãos e minhas irmãs em Cristo não estão vivendo o perdão como Deus deseja. Ao conversar com centenas de cristãos em igrejas em que prego ou palestro ou mesmo por meio deste blog, me espanto e me entristeço pela quantidade de almas que sofrem (muitas vezes em silêncio) por não conseguir viver plenamente o perdão. Por isso, meu objetivo é que este livro – escrito numa linguagem extremamente fácil e simples, para ser compreendido por qualquer pessoa – conduza quem o ler a vivenciar de modo pleno e absoluto o perdão bíblico. Perdão Total_Capa 3D em alta

Primeiro, o texto mostra a quem vive atormentado pela culpa por ter cometido determinados pecados no passado que pode ser liberto imediatamente desse peso e viver com leveza e felicidade. Isso mesmo para cristãos que cometeram tais pecados após a conversão.

Segundo, o livro apresenta verdades bíblicas para quem foi magoado, ferido, humilhado, abandonado, traído, desprezado, agredido, enganado, roubado, vilipendiado, usado, maltratado, molestado, abusado… enfim, para quem de algum modo sofreu algo que o deixou ressentido e, por isso, não consegue perdoar quem o fez sofrer. Às vezes até sabe que deve perdoar e gostaria de liberar perdão… mas não consegue. E, por isso, vive preso a amarras espirituais que têm consequências sérias.

Se você vive alguma dessas realidades, recomendo carinhosamente a leitura deste livro. Ou, se você conhece alguém que não perdoa a si mesmo ou que precisa perdoar outra pessoa, recomendo que indique o livro ou o dê de presente. Claro que, como autor, minha recomendação é suspeita. Por isso, sinto-me mais à vontade deixando que outros falem em vez de mim. “Perdão Total” tem prefácio do pastor presbiteriano JR Vargas, apresentador do Debate 93 FM; além de endossos de pessoas como a pregadora Helena Tannure; a coordenadora nacional do movimento Desperta Débora, Nina Targino; e o juiz federal e escritor William Douglas. Eles escreveram sobre o livro:

Nina Targino“Falar sobre Perdão Total em poucas palavras é um desafio grande demais, pois o livro é maravilhoso. Nele aprendemos sobre o amor que vai além dos dramas da vida. É luz para quem não sente o perdão de Deus e para quem não consegue perdoar os que lhes têm ofendido. A beleza não é somente o esmero do autor, mas a possibilidade de falar a corações que vivem em prisões da alma. Leia este livro, encontre a paz!” —– Nina Targino, Coordenadora Nacional do Desperta Débora.

JR Vargas“Você tem em suas mãos uma obra valiosa, que o ajudará a descobrir o caminho do Perdão Total. Em cada página somos conduzidos a uma prática libertadora, sustentada pela Palavra do Senhor. Aproveite a oportunidade, leia prazerosamente este livro — pelo qual já fui grandemente abençoado — e seja livre” —– Jr. Vargas, Pastor da Igreja Presbiteriana das Américas (RJ) e apresentador do Debate 93, na Rádio 93 FM.

William Douglas “Este é um livro único. Tem a grande virtude de destacar as verdades bíblicas sobre o perdão em uma linguagem muito acessível e agradável. Maurício Zágari tem se destacado como escritor e editor, melhorando substancialmente as obras nas quais trabalha, então ele não poderia deixar de fazer um livro de excepcional qualidade. É uma grande alegria poder ler um livro de Maurício Zágari” —– William Douglas, Juiz federal, escritor e conferencista, membro da Academia Evangélica de Letras do Brasil (AELB) e da Academia Niteroiense de Letras (ANL). ”

Helena TannureEm Perdão Total, Maurício Zágari nos dá o vislumbre de uma vida livre do fardo pesado que o acusador impõe, encorajando cada leitor a receber a dádiva do perdão e a permanecer trilhando o caminho da verdadeira liberdade que também nos fará estender a outros o que de graça recebemos. O amor de Deus é completo, absoluto e suficiente para arrebentar as amarras de culpa que continuam prendendo pessoas em intermináveis teias de dor ao longo de toda a história humana” —– Helena Tannure, Palestrante, escritora e cantora.

Entenda que “Perdão Total” não tem nenhuma virtude em si. Seu valor está, isto sim, em indicar de forma ao mesmo tempo profunda e compreensível o que a Palavra de Deus fala sobre o perdão divino. A Bíblia sim aponta o caminho. Jesus é quem realiza a obra. Tudo o que eu fiz, como autor, foi amplificar aquilo que as Escrituras revelam. A Deus toda a glória e todo o mérito. Desde que comecei a idealizar “Perdão Total”, minha oração sempre foi que ele se tornasse um instrumento de Deus para transformar muitas e muitas vidas. Talvez a sua. Talvez a de alguém que você conheça. Seja a de quem for, oro a Jesus que abençoe, liberte, restaure, ilumine, edifique e mostre o caminho mais excelente que só o verdadeiro perdão pode proporcionar. Perdão total: abrace essa realidade e viva plenamente essa verdade!

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício Zágari Perdao Total_News cortado

Anúncios
comentários
  1. Iara Souza disse:

    Já vem com autógrafo? rsrs
    Interessei-me pelo livro desde o post anterior.
    Tentei comprá-lo, mas a site não reconheceu meu endereço. Estranho, não?
    Vou tentar de novo, ou esperar chegar aqui na Ilha de São Luís, ou vou ver se uma amiga consegue comprá-lo para mim.
    Não tenho dúvidas de que a leitura é pontual e edificante, como têm sido cada palavra que compartilhas aqui.
    Grande abraço!
    Que o Senhor te abençoe, irmão!

    • Oi, Iara,
      .
      estranho isso ter acontecido. De qualquer modo, ele está sendo distribuído em livrarias por todo o país (inclusive seculares, como a Saraiva) e tem a versão em e-book, disponível em diferentes lojas virtuais. Peço a Deus que você consiga adquiri-lo e que o livro seja uma grande bênção em sua vida!
      .
      Abraço fraterno, na paz de Deus,
      mz

  2. Jacy disse:

    Maurício, eu sou suspeita para falar sobre o blog e também sobre seu primeiro livro “A verdadeira Vitória do Cristão”. rsrs

    E posso testemunhar que já fui abençoada muito antes de ler “Perdão Total”. Assisti o vídeo e as poucas palavras que você, inspirado pelo Espírito Santo, ali proferiu já iluminou alguns cantinhos obscuros de minha alma. As vezes deixamos a sujeira da falta de perdão esquecidas pelos cantos, e a reflexão à luz da Palavra nos ajuda a varrê-las pra bem longe, nos trazendo de volta à paz.

    Em breve, pela Graça de Deus, também irei adquiri seu novo livro e já tenho a quem presenteá-lo.

    Abração meu querido mano, a você e aos seus. Deus te abençoe sempre.

    • Oi, Jacy,
      .
      louvo a Deus por ter abençoado sua vida e revelado essas sujeirinhas. Peço a Deus que o “Perdão Total” abençoe sua vida e de todos aqueles a quem você presentear.
      .
      Abraço carinhoso, no amor de Jesus,
      mz

  3. Patricia Galíz disse:

    Mauricio, Shalom, mais uma vez seu post serviu par me fazer refletir neste assunto tão impirtante na vida de uma pessoa, acho que pelo meu nome vc não se lembrará de mim, mas já conversamos muito por inbox do facebook, eu sou da Venezuela, seu post sobre a teologia da prosperidade fez uma revolução na minha vida espiritual, e hj está acontecendo de novo, não wue seja ignorante sobre o assunto do perdão, mas creio que este livro irá de novo fazer outra revolução. Tento há anos perdoar o meu esposo e a mulher com a qual ele vive já há 11 anos, eu libero o perdão mas quando menos espero ahí estou eu de novo com aquele sentimento de ódio pelos dois, no entanto algo está acontecendo nestes dias e parece que a providência divina esta entrando en ação de novo, ao ler esta mensagem meus espírito se alegra, porque sinto que vou ser liberta disso em pouco tempo. Deus te abençõe. Um abraço grande para vc e sua família.

    • Oi, Patricia,
      .
      entendo a sua situação e vejo que você precisa de ajuda, pois é preciso que você compreenda alguns aspectos do perdão que me parece ainda estarem confusos para ti. Eu recomendaria com ênfase a leitura do “Perdão Total”, pois ali abordo muitos aspectos de situações como a sua. Da Venezuela, você pode adquiri-lo em formato de e-book, on-line, se assim desejar, pelo e clicando no ícone “Comprar ebook”. O preço é bem baratinho, justamente para que a obra seja acessível a qualquer pessoa, visto que meu objetivo não é financeiro, mas espiritual. Oro ao Senhor que essa leitura te abençoe muito e te liberte dessa prisão da falta de perdão.
      .
      Abraço carinhoso, no amor de Deus,
      mz

  4. Ediná disse:

    Boa noite mano, como vai? Tudo bem?
    Estou terminando de ler o livro de sua autoria: “A verdadeira vitória do Cristão” e ansiosa por começar a ler “Perdão total”.

    Abraço. Deus te abençoe!

    • Olá, Ediná, tudo bem?
      .
      Fico feliz que os livros que Deus me leva a escrever abençoem sua vida. Depois me diga se as obras tocaram teu coração.
      .
      Abraço fraterno, no amor de Deus,
      mz

  5. Luiz Fernando disse:

    Poxa, mano. Deus o abençoe nesse teu empenho, de ajudar pessoas a liberarem o perdão e si perdoarem. Tenho certeza que a falta do perdão, é um dos problemas mais sérios da igreja na atualidade. Presencio isto na minha denominação, e claro, na minha vida. Faço minha oração para que o seu livro, que com certeza é inspirado pelo Pai, alcance multidões em sofrimento. Assim sendo, vou com toda certeza adquiri o meu.
    Com toda certeza, meu mano, Deus não me encaminhou a este blog por acaso. Cresci muito espiritualmente, através de sua vida. Seus textos foram o ponto de partida para que tivesse uma visão nítida e ampla do Evangelho da cruz, digo o Verdadeiro. Não digo isto de maneira nenhuma para que você se vanglorie, e sei que você já sendo maduro espiritualmente, não entenderá assim. Digo isto, para que você seja incentivado cada vez mais a continuar nesse mesmo caminho, e ensinando a outros. De forma sincera, e pelo amor do nosso Senhor Jesus: Deus o abençoe com toda sorte de bênçãos espirituais.
    Abraços, fique na Santa paz.

    • Oi, Luiz,
      .
      mano, só posso dizer muito obrigado por suas orações, seu incentivo e seu carinho e louvar a Deus por ele usar este blog em sua vida do modo que você descreve. Com certeza a falta de perdão é um dos mais graves problemas na Igreja em nossos
      Dias e se eu puder contribuir de algum modo para que haja nem que seja um pouquinho de avanço nessa área já ficarei contente.
      .
      Abraço fraterno, na paz,
      mz

  6. Michel disse:

    Olá Maurício, venho lhe dizer que seu blog é muito legal e interessante. Apesar de ter lido aqui mesmo em seu blog, que se eu quisesse um aconselhamento era melhor um falar com o pastor, e não ter ligação com o tema da pastagem, quero lhe fazer uma sincera pergunta. Ela é um pouco grande, mas por favor leia. Eu tenho 17 anos, estou cursando o 3° ano do ensino médio e a mais menos dois anos eu comecei a me aproximar do evangelho, e confesso que logo de começo entrei a fundo nele, mas acontece que nos primeiros meses, eu me sentia muito bem, estava muito feliz com Deus e com tudo, um êxtase grande por estar com Deus, e etc mas logo depois começaram a vir umas dúvidas muito grande sobre a “existência” de Deus em minha mente, e isso me atormentou dias a fio. Depois de um ano frequentando a igreja eu até decidi me batizar, porque eu realmente queria isso, mas a maior parte foi porque eu tinha certeza que quando me batizasse esses pensamentos “iriam embora”, mas aí depois dele esses pensamentos continuaram e eu ficava tentando os ignorar para ver se eles iriam embora mas eles nunca foram, e no momento eu estou completamente afastado da figura de Deus, a minha mente realmente está numa dúvida seria sobre sua existência. Cada vez que vejo um testemunho principalmente pela internet (aconselho se vc não tenha ainda visto, pesquisar no YouTube pelo testemunho de “Brian Head Welch ex-korn” é um bonito) eu me sinto bem, as vezes me vem a vontade orar nas acontece que quando eu tento me aproximar de Deus eu simplesmente não consigo crer nele 100%, eu vou fazer alguma coisa e me dizem que tenho que ter “fé”, mas eu simplesmente não consigo, tanto é que isso até me faz sofrer porque eu queria ter fé, admiro muito pessoas que tem aquela “certeza” da existência de Deus, já tentei praticamente “forçar” minha mente a crer mas parece que algo me bloqueia e eu fico muito triste e mal por isso. As vezes eu duvido da existência de Deus, as vezes eu tenho quase certeza que ele não existe mas nunca tenho 100% de convicção, já orei muito a Ele pra Ele me ajudar mas Ele parece que não me ouve e isso me aflige ainda mais. Eu também praticamente não consigo me arrepender dos meus pecados, eu simplesmente não sinto que fiz algo errado, e isso alguns disseram que é porque não tenho o Espírito Santo em mim, mas como faço para o tê-lo? Já tentei muito, chorei, orei e nada… Me ajude, eu simplesmente não quero virar ateu mas minha mente está fazendo isso sozinha. Desculpe o tamanho do texto mas eu quis desabafar contigo porque creio que vc não irá responder apenas “ore de todo coração” como todos o fazem. Obrigado Maurício, e por favor peço que ore por mim.

    • Michel, olá,
      .
      mano, antes de qualquer coisa, calma. Você está em meio a um turbilhão emocional, que não vai te ajudar em nada. Acalme teu coração.
      .
      Entenda que a fé em Deus se dá mediante o conhecimento dele conforme revelado em sua Palavra. O que você precisa fazer é buscar intimidade com ele por meio das disciplinas espirituais, em especial oração e estudo da Escritura. Procure orar com paz, sem obrigações, sem tempo pré-determindado, sem formato estabelecido… apenas converse com teu Pai. Bata papo com ele, exponha tudo o que se passa no teu coração. Junto a isso, estude as Escrituras, deixe Deus falar ao teu coração por meio delas. É somente assim que a fé cresce, mediante sua aproximação de Deus. Esse é um processo que deve se dar com calma, em paz. Procure ler o livro “A celebração da disciplina”, de Richard Foster, creio que vai ajuda-lo muito.
      .
      Tenha paz. Tenha calma. A caminhada com Cristo se dá ao longo de toda uma vida. Não se força fé, ela vem como algo natural, do mesmo modo que você não força nascer cabelo. Você duvida da existência de Deus porque não tem se aprofundado no conhecimento dele, penso eu. E esse conhecimento está na Bíblia.
      .
      Recomendo com ênfase que você busque seu pastor, converse com ele e peça para ser discipulado, aconselhado, acompanhado. Você precisa de mentoria de alguém experiente na fé, que te ouça, aconselhe, oriente, apoie. Procure seu pastor, desabafe com ele, diga-lhe tudo o que você escreveu e, certamente, ele te ajudará.
      .
      Oro por ti, na certeza de que Cristo te chama por sua graça. Abraço fraterno, no amor de Deus,
      mz

  7. Edilene Diniz disse:

    Esse tempo longe de redes sociais (tirando o seu blog) só o fez crescer mais ainda, isso é nítido… Tal prova é essa obra belíssima que nem preciso ler para crer que deve ser esmagadora e profundamente bíblica.

    Como meu coração se alegrou ao ler seus últimos posts… Como falaram profundamente ao meu coração. Já fazia alguns meses que não os acompanhava… Mas ontem lembrei de seu blog e decidi começar a acompanhar novamente… A última vez que li foi quando descobri que você padecia do mesmo mal que eu (fibromialgia) e postou dois artigos (quando Deus não cura parte I e II).
    Meu irmão… Que Deus em Cristo te fortaleça, abençoe e aperfeiçoe cada vez mais. Não pare! Você tem um sido benção na vida de pessoas… Deus te abençoe.

    Edilene Diniz.

    • Oi, Edilene,
      .
      peço a Deus que amaine as dores do teu corpo, sei que não é fácil conviver com a fibromialgia e por isso me solidarizo contigo.
      .
      Obrigado pelas lindas e generosas palavras de afeto e incentivo. Pode ter certeza de que são preciosîssimas. Obrigado, de coração.
      .
      Te abraço, no amor do nosso Deus,
      mz

  8. Viviane disse:

    Nossa amado irmao, que bencao este blog!!!Estou encantada!!!Deus o abencoe e continue te dando sabedoria para ajudar tantas vidas que precisam!

    • Oi, Viviane,
      .
      muito obrigado pelo carinho, peço a Deus que possa sempre abençoar a sua vida e a de muitos por meio do APENAS.
      .
      Abraço fraterno, no amor que nos une,
      mz
      Facebook.com/mauriciozagariescritor

  9. Vanda disse:

    Olá Irmão Maurício, a paz do senhor Jesus esteja consigo!
    Desculpe só comentar agora, mas só hoje é que li o seu comentário passados estes anos. Tenho estado a debater-me sobre este assunto e já comprei o seu livro “Perdão Total” aqui em Portugal na livraria CAPU, por sua sugestão. Ainda não o acabei de ler.
    Tenho uma dúvida que gostaria de esclarecimento: já perdoei o meu ex marido em relação ás ofensas que sofri com ele. Mas há situações em que reconheço que fui culpada e estava cega. Agora sinto que as escamas caíram e vejo que fui muito injusta com ele. É aquele exemplo da trave no olho. Agora o que faço? Já pedi perdão a Deus , mas tenho que ir ter com ele e dizer-lhe que pequei em relação a ele, que fui injusta, má e arrogante? Reconhecer isso diante dele? Que fui injusta no julgamento que fiz em relação a ele?
    Obrigada Maurício e peço que me dê uma palavrinha.
    Abraço em Cristo,
    vanda

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s