felicidade1O mundo ficou chocado com o anúncio do suicídio do genial ator Robin Williams. Uma série de fatores contribuíram para que sua morte fosse especialmente chocante, mas creio que podemos resumir tudo a uma causa só: Williams tinha tudo o que o mundo diz que devemos almejar em nossa vida e, mesmo assim, esse tudo não foi suficiente para que ele desejasse seguir vivendo. Que contradição estranha! Veja se não é verdade: quando você pensa em felicidade, que conceitos vêm à sua mente? Em geral, nossa sociedade prega que, para sermos felizes, devemos ser ricos, famosos, bem-sucedidos profissionalmente e ter uma pessoa ao nosso lado a quem amemos e que nos ame. Robin Williams tinha tudo isso. Era milionário, conhecido internacionalmente, reconhecido na carreira, casado com uma esposa que o amava… ele cumpria todos os requisitos para ser considerado uma pessoa feliz. Mesmo assim se matou. Quem explica?

O comediante sempre era visto sorrindo e fazendo piadas, numa aparente alegria que se revelou ser apenas uma máscara. Mas, se você for além das aparências e examinar os bastidores da vida de Robin Williams, vai descobrir que ele sofria de depressão, lutava contra o alcoolismo e era dependente de drogas. Seu casamento já era o terceiro. Algo estava errado no coração daquele ser humano.

felicidade2O suicídio de Williams me fez pensar também no de outras pessoas que, aparentemente, tinham tudo o que o mundo considera fundamental para a felicidade, como bens materiais e notoriedade. Lembra, por exemplo, de Kurt Cobain? O astro da banda de rock Nirvana tirou a própria vida com um tiro na cabeça e deixou um bilhete explicando que se matava por algumas razões, entre as quais ser uma pessoa triste e não se divertir mais quando estava no palco. Ele tinha mulher, filha, fama, fortuna e era uma rock star (o sonho de milhões de pessoas por todo o planeta). Ainda assim, aquilo não foi suficiente.

Dá para explicar o suicídio de pessoas como Robin Williams e Kurt Cobain, que têm tudo o que o mundo diz ser sinônimo de felicidade e ainda assim não basta? Sim, dá. É que, na verdade, o mundo está errado. Sua proposta de felicidade é mentirosa, uma ficção. Essas coisas simplesmente não fazem ninguém ser verdadeiramente feliz. São valores que valem muito pouco ou quase nada. Se você acredita na proposta mundana de que, para ser realizado na vida, precisa ganhar muito dinheiro, aparecer na capa de revistas famosas, viver distribuindo autógrafos, ter três carros na garagem e coisas do gênero… está acreditando numa mentira. “Não acumulem para vocês tesouros na terra, onde a traça e a ferrugem destroem, e onde os ladrões arrombam e furtam. Mas acumulem para vocês tesouros nos céus, onde a traça e a ferrugem não destroem, e onde os ladrões não arrombam nem furtam. Pois onde estiver o seu tesouro, aí também estará o seu coração” (Mt 6.19-21)

É por isso que me preocupo muito quando vejo cristãos correndo atrás de tudo isso. Sim, cristãos. Afinal, os valores do mundo contaminam todos. Preocupo-me porque, como provam as histórias de Williams e Cobain, se acreditarmos nessa definição de felicidade – que não é bíblica – viveremos sempre infelizes. Quando vejo irmãos e irmãs em Cristo ter como alvo a fama, por exemplo, meu coração se enche de tristeza, por perceber que sucumbiram ao engano. “Não amem o mundo nem o que nele há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele. Pois tudo o que há no mundo — a cobiça da carne, a cobiça dos olhos e a ostentação dos bens — não provém do Pai, mas do mundo. O mundo e a sua cobiça passam, mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre” (1Jo 2.15-17).

felicidade3A notoriedade deve ser consequência de algo bem feito, jamais a causa que nos motiva a fazer esse algo. Se você é, por exemplo, um pregador, artista ou escritor e se torna muito conhecido, deve tomar todos os cuidados possíveis para não se deixar levar pela maldita vaidade, que conduz à autoidolatria e, portanto, é uma desgraça. “Nada façam por ambição egoísta ou por vaidade, mas humildemente considerem os outros superiores a si mesmos. Cada um cuide, não somente dos seus interesses, mas também dos interesses dos outros. Seja a atitude de vocês a mesma de Cristo Jesus, que, embora sendo Deus, não considerou que o ser igual a Deus era algo a que devia apegar-se; mas esvaziou-se a si mesmo, vindo a ser servo, tornando-se semelhante aos homens.” (Fp 2.3-7). Entenda: ser famoso não é o problema, não é crime nem pecado. Se você é alguém conhecido, entende que essa realidade não tem valor real e usa a visibilidade que Deus te deu para a glória desse mesmo Deus, amém. Jesus foi famoso em seus dias, o que ajudou a propagar sua mensagem. Mas se você deixa essa fama contaminar seu coração com sentimentos equivocados… ai de você.

Para não falar dos outros, deixe-me pôr na berlinda. Eu escrevo livros e tenho um blog. Isso não faz de mim alguém famoso, mas acaba gerando uma certa visibilidade. De vez em quando, viajo a outros estados do país e encontro pessoas que já me conheciam devido ao que escrevo. Tomo muitos cuidados para não deixar isso afetar meu coração, pois, no dia em que a minha escrita tiver como motivação a projeção pessoal e não o desejo sincero de abençoar vidas, eu terei fracassado monumentalmente. Estarei a um passo da infelicidade. Jamais posso permitir que a vaidade domine meu coração, caso contrário todo o propósito de meus livros e deste blog estará pervertido e me tornarei alguém digno de pena. Deus, nunca permita que isso ocorra, por favor. Que toda a atenção voltada para mim sirva sempre para projetar Cristo, jamais o mensageiro pecador, imperfeito e falho que sou eu. Não é falsa modéstia: é a pura constatação da realidade.

Mature businessman holding scrunched moneyQue dizer, então, do dinheiro? Muitos abrem mão do que de fato tem valor por amar mais o dinheiro, que, como você bem sabe, gera problemas seriíssimos. “De fato, a piedade com contentamento é grande fonte de lucro, pois nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos. Os que querem ficar ricos caem em tentação, em armadilhas e em muitos desejos descontrolados e nocivos, que levam os homens a mergulharem na ruína e na destruição, pois o amor ao dinheiro é a raiz de todos os males. Algumas pessoas, por cobiçarem o dinheiro, desviaram-se da fé e se atormentaram com muitos sofrimentos” (1Tm 6.6-10). Conheço cristãos bons e sinceros que acabaram cometendo atrocidades por causa de dinheiro, que praticaram atos de desamor por amar as riquezas. Quando vidas caem em segundo plano e são desamparadas, enganadas ou vilipendiadas por aquilo que o dinheiro pode proporcionar é sinal que Jesus não está mais no barco, apenas observa da praia, com muito pesar. “Conservem-se livres do amor ao dinheiro e contentem-se com o que vocês têm, porque Deus mesmo disse: ‘Nunca o deixarei, nunca o abandonarei’” (Hb 13.5).

Convido você a analisar o seu coração, por uma razão fundamental: “Acima de tudo, guarde o seu coração, pois dele depende toda a sua vida” (Pv 4.23). O que tem motivado suas ações? Será o dinheiro? Será a vontade de aparecer? Por que você prega? Pelas ofertas e pela notoriedade que estar no púlpito pode te dar? Por que você louva? Pela venda dos CDs e para receber elogios? Por que você faz o que faz? Se a resposta não for “para a glória de Deus”, recomendo que reavalie urgentemente as prioridades e os valores da sua vida. “Assim, quer vocês comam, bebam ou façam qualquer outra coisa, façam tudo para a glória de Deus” (1Co 10.31). Caso a proposta de felicidade do mundo tenha conquistado o seu coração, mude tudo, rápido. Caso contrário, você pode acabar rico, famoso, vazio e infeliz.

??????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????????Meu irmão, minha irmã, sei que você já ouviu isso muitas outras vezes, mas nunca é demais repetir: só Cristo satisfaz. Só nele encontramos a verdadeira felicidade. É no relacionamento com o Senhor que recebemos paz, alento, tranquilidade e contentamento real. É nas demonstrações de piedade, nas ações de amor ao próximo, que experimentamos alegria inigualável. Regozije-se não por ter um salário alto e muito dinheiro no banco ou por ser reconhecido por onde passa e muitos te convidam para eventos, mas porque você fez o deprimido sorrir, o faminto se alimentar, o atribulado encontrar a paz, o perdido enxergar a luz. Que a sua vida seja devotada não a tornar-se uma pessoa como Robin Williams e Kurt Cobain, mas a levar o amor e a graça de Deus a pessoas como Robin Williams e Kurt Cobain – só então você será verdadeiramente feliz.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

Anúncios
comentários
  1. Mery disse:

    Maurício,eu sempre achei Robin Williams triste,essa tristeza estava em seus olhos
    e não fiquei surpresa com a forma de sua morte,graças a Deus nunca almejei nada que
    pudesse me deixar nesse estado,tive depressão sim,pois em 10 meses perdei duas
    pessoas que muito amei,mas olhei para Jesus ,Ele é meu consolo,hoje vivo bem
    Deus é maravilhoso, e se nos afastarmos dele a vida se complica.

    Mery

    • Oi, Mery,
      .
      essa certeza da suficiência de Cristo é que deve nos manter de pé nos momentos de angústia. Que bom que você teve essa percepção nos momentos de tristeza da sua vida, louvo a Deus por iluminar seu coração nesse sentido.
      .
      Abraço pra ti, no amor de Deus,
      mz

  2. Alexandre Nobre disse:

    Ola Maurício! Como vai?
    Pois é… a morte de Williams e, mais recentemente a morte de Campos nos leva à velha e atual verdade: A vida é um vapor! Fiquei chateado com a morte do ator, mas extremamente triste e revoltado com a morte de Eduardo Campos. Coisa estranha essa … não vou negar que mesmo sendo cristão já desejei sair desse mundo que mais faz mal do que bem. Coisa estranha essa … uns querem ir e ficam, outros querem ficar e vão … Claro que, por conhecer as Escrituras, sou grato a Deus pela vida, pela oportunidade de proclamar Cristo, mas se Elias quis partir e Paulo não sabia se o melhor era partir e estar com Cristo ou ficar e proclamá-lo, quem sou eu para negar esse desejo … mais uma vez tudo é estranho … o mundo está estranho …. as pessoas estão estranhas. Corre-se atrás de vento e quem pode agarrá-lo? Quem pode conhecer o mistério de nossos dias? Deus apenas! Cada pessoa com quem convivo me parece morta de vida verdadeira. Conversas fúteis, gostos idem! Espero que o Senhor tenha encontrado o Eduardo e o Williams no caminho, quem sabe hoje ambos se alegram em um bom lugar. Lamento por quem vai, lamento mais por quem fica … Jeremias já dizia que aqui tudo é enfado e tristeza! Perdoe-me se estou sendo ou parecendo pessimista e fúnebre demais, mas de dentro dos meus cinco sentidos percebo que, com raríssimas exceções, estamos correndo atrás do vento. Perdão, escrevi demais. Peço a Deus que nos ajude nessa caminhada árdua até lá, onde gozaremos de verdadeira paz! Abraços mano!!

    • Oi, Alexandre, tudo certo?
      .
      É, mano, esses aparentes absurdos apontam sempre para a soberania de Deus. Ele age não segundo a lógica humana, mas segundo princípios eternos. É compreensível o seu desejo e ele mostra que seu coração não está nas coisas deste mundo, algo cada vez mais raro. Meu entendimento bíblico é que devemos almejar com todo nosso ser chegar à pátria celestial, mas sem deixar de desfrutar da viagem até lá. Temos muito o que fazer enquanto estamos na estrada, se não fosse assim Deus já nos teria levado. Fique firme.
      .
      Abraço, mano, Deus siga te abençoando muito,
      mz

  3. Mateus disse:

    Maurício, muitas vezes oro e repito essas palavras:

    “Afasta de mim a vaidade e a palavra mentirosa; não me dês nem a pobreza nem a riqueza; mantém-me do pão da minha porção de costume;
    Para que, porventura, estando farto não te negue, e venha a dizer: Quem é o Senhor? ou que, empobrecendo, não venha a furtar, e tome o nome de Deus em vão.”
    Provérbios 30:8-9

    É incrível como a Palavra de Deus é pura e completa (pv 30:5). É muito clara a posição que devemos ter em relação ao dinheiro. E quanto às outras coisas que você citou, sabemos que o homem tenta preencher o vazio de seu coração com coisas, como fama e mulher. Não é à toa que dinheiro, fama, poder, cônjuge e até muitas vezes os filhos se tornam ídolos para várias pessoas. Na ânsia de acabar com o vazio o ser humano tenta se preencher com tudo isso. Que saibamos ter as coisas na medida certa, amar na medida certa, agir na medida certa.

  4. Vivian disse:

    Oi Maurício!!

    Domingo na pregação do meu pastor, ele disse que todo homem, todo, tem um vazio dentro de si que só Cristo preenche. Ele pode tentar preencher com coisas materiais ou desejos carnais que vão satisfaze-lo temporariamente, pois depois se tornará comum e o vazio vai continuar. E mesmo quem diz que não tem vazio, um dia perceberá! É bem isso. Sempre peço a Deus pra não me deixar envaidecer, não sou rica e nem artista e nem tenho salário alto rs, mesmo assim eu oro e peço. Minha oração por dinheiro, faço quando o salário atrasa ou não cai, fico preocupada com as contas e oro, mas acho que isso não é pecado ne? rs – Obrigada pelo Texto, Deus continue usando sua vida.

    • Oi, Vivian, tudo bem?
      .
      Sem dúvida, seu pastor está certíssimo. Não se preocupe com a oração pelo sustento, Jesus nos ensinou a orar pedindo o pão de cada dia. Penso que a questão se resume ao peso que nosso coração dá ao dinheiro e o que ele nos leva a fazer. Se lidamos bem com as riquezas, elas não são o problema, mas sim um coração desfocado.
      .
      Um abraço carinhoso, no amor de Deus,
      mz

  5. Luciano Silva disse:

    Sensacional comentário Maurício! Que Deus continue te dando sabedoria para falar profundamente aos nossos corações. Sinto-me honrado em ter recebido do Senhor o privilégio de ter conhecido você. Como sempre, sou edificado com o seu testemunho e palavras. Um forte abraço e fique na Paz! Luciano (EMC)

    • Meu amigo Luciano, que alegria e que honra receber sua visita neste humilde espaço virtual.
      .
      Muito obrigado pelo carinho de suas palavras e pela tão valiosa oração. Peço a Deus que sempre use este cano enferrujado que eu sou para levar a água da vida a muitas vidas.
      .
      Um abraço, mano, na paz do nosso Deus,
      mz

  6. Neia disse:

    Mano Maurício ,
    Hoje vivemos realmente uma fase difícil , onde existe uma grande competição dentro das igrejas quem prega melhor, quem canta melhor a motivação pela a qual estão fazendo as coisas não tem nada a ver com oque a biblia nos ensina mas muitos acham que precisam da fama de ser reconhecido . E triste ver que assim com esses dois famosos muitos estão usando máscaras , parecem ser super felizes e realizados mas no fundo estão triste e vazio pq o conceito de felicidade está em ter dinheiro , fama não entenderam que tudo isso e vaidade e como você disse felicidade e ter Jesus na vida ele e a fonte da verdadeira alegria e felicidade.
    Um abraço Mano
    Obrigado pelo post Jesus o abençoe assim como toda a sua família.
    Neia Cunha 😃

    • Oi, Neia, tudo bem?
      .
      É verdade, creio que você alcançou bem a proposta dessa reflexão. Que nossas percepções ecoem em nossas ações. Obrigado pelo carinho de suas palavras.
      .
      Abraço pra ti, na paz de Cristo,
      mz

  7. Paulo Lameira disse:

    Graça e paz querido Zágari! Quanto tempo! Não que eu tenha deixado de acompanhar seus posts, não é isso! Mas a academia deu uma aliviada nos trabalhos.
    E mais uma vez agradeço a Deus por sua vida, na certeza que Ele tem te capacitado e usado como instrumento para edificar vidas.
    Pois é meu caro irmão, a morte é mesmo um mistério. Semana passada fui ao sepultamento da sogra do meu irmão. Uma mulher que perseverou na caminhada e deixou o exemplo de vida cristã. Tinha muita gente no cemitério. Muitos familiares chorando. Que Dor!!! Onde está Cristo? Ele não levou sobre si as nossas dores? Não venceu a morte? Por que isso então? Ela lutou para viver até o último instante. Que paradoxo … enquanto uns querem viver, outros escolhem o suicídio.
    Fiquei olhando para o caixão descendo, então senti um pouco de medo, ansiedade, tristeza, saudade, desespero, angústia …. Chorei …. mas uma Palavra foi soprada em meu coração … “E Deus limpará de seus olhos toda a lágrima; e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor; porque já as primeiras coisas são passadas.” (Ap 21. 4)
    NÃO HAVERÁ MAIS …. MORTE, PRANTO, DOR … E Deus limpará TODA lágrima. Que promessa tremenda! Em nossa caminhada choramos por diversos motivos … perda, traição, enfermidade, por nossas próprias mazelas e pecados … mas tudo isso vai passar! Vale a pena esperar e confiar. Pois nossa maior VITORIA não é um carro novo, casa nova, casamento, filhos, fama ou dinheiro. A VERDADEIRA VITORIA do cristão é a VIDA ETERNA em Cristo Jesus, como você mesmo expõe em seu livro! Tudo o mais que Ele nos dá são apenas boas dádivas que recebemos e agradecemos. Mas o núcleo duro de tudo isso é o que Jesus conquistou na cruz por nós: Salvação e Vida Eterna.
    “Quem vencer, herdará todas as coisas; e eu serei seu Deus, e ele será meu filho.” (Ap 21. 7)
    Quem tem Jesus tem a vida. Quem não tem Jesus não tem a vida. Existem momentos em que pode até haver desespero na nossa vida, como aconteceu com Elias, Davi ou Pedro, que chorou amargamente. Mas são períodos de deserto, peregrinação e não de morada para nós.
    Perdoe-me por ter me extendido um pouquinho, mas é que eu estava com saudades!
    Que Deus continue abençoando sua vida e família!
    Graça e paz querido!

    • Querido Pr. Paulo, que alegria ter notícias suas,
      .
      Obrigado pelas palavras de afeto e incentivo, você segue sendo muito gentil. É isso mesmo, penso que devemos sempre olhar para a grande vitória, que está além desta vida. Por aqui a coisa é repleta de canseira, enfado e sofrimento, que se alternam com alegria e momentos de paz. Que Deus nos ajude a perseverar até o grande dia do nosso encontro com o Pai.
      .
      Não tem o que desculpar, reverendo, sempre sua contribuição é excelente. Muito obrigado por compartilhar!
      .
      Um abraço pra ti, Deus siga o abençoando muito,
      mz

  8. Fabio Cardoso disse:

    Oi Maurício,

    Sou de Santos e fui amigo de infância do Chorão da banda Charlie Brown Jr e vi que o “sucesso” nada vale.
    Admiro muito o Rodolfo, do Raimundos, que no pico da fama com a agenda lotada de shows, cancelou todos, renunciou os aplausos da grande massa, pois Jesus mudou seu viver.

    Abraço!

    • Olá, Fabio,
      .
      penso que devemos nos espelhar nos exemplos dos que buscam Cristo e repudiam as riquezas como causa de suas ações. Dinheiro sempre deve ser consequência, quando ele entra no centro, o ser humano sempre sai perdendo e o amor ao próximo é deixado de lado. Façamos nossa parte.
      .
      Abraço, Deus te abençoe muito,
      mz

  9. Wallysson Bruno disse:

    Graça e paz Mauricio …

    Nesses dias estava lendo o e-book “Uma paixão consumidora por Cristo” de John Piper e o capitulo 3 traz um bom entendimento de que o homem só encontra sua satisfação em Cristo Jesus, pois fomos criados para a gloria de Deus e quando o homem não atinge esse propósito, em Cristo, ele perde o sentido da vida, é como uma maquina de fotografar que não tira foto.
    John Piper fala algo interessante em Para sua alegria: “Em nosso momentos mais felizes, não desejamos morrer. A vontade de morrer surge apenas quando nosso sofrimento parece insuportável. O que realmente queremos, nesses momentos, não é a morte, mas o alívio. Almejamos que volte os bons tempos, que a dor passe ou que nosso ente querido retorne da sepultura, queremos vida e felicidade.” pag. 18

    Em minha cidade o suicídio esta sendo um caminho trilhado por muitos, revelando a necessidade e carência do povo em conhecer a Deus. Que a igreja seja o canal para suprir essa necessidade.

    Um abraço mano.

    • Oi, Wallysson,
      .
      Piper tem toda razão. Creio que a grande dificuldade é conseguir não se deixar contaminar pela fórmula do mundo e conseguir viver plenamente a proposta bíblica. É difícil, pois as influências vêm de todos os lados. Mas em Cristo esperamos que consigamos crescer à sua conformidade.
      .
      Abraço, mano, na paz do alto,
      mz

  10. Isac disse:

    É verdade Maurício, Neste conceito de “felicidade” ensinado pela mídia, o maior problema é fazer com que pessoas cheguem ao topo, mas ao chegar lá tudo que encontra é nada, ninguém, um triste vazio! Somente Cristo nos Preenche, ELE é o príncipe da Paz.

  11. Lázaro Júnior disse:

    Maurício li uma mensagem no vida.net que tem uma certa ligação com o que vc diz aqui, e me assustei com os comentários de algumas pessoas que estão a beira do suicidio. tentei ajudar deixando uma mensagem lá, se vc pudesse deixar uma sua lá penso que serioa muito bom. Se for possível agradeço de coração. Abraço em cristo! http://www.vidanet.org.br/mensagens/por-que-deus-me-odeia-tanto

  12. Ediná Oliveira disse:

    Paz do Senhor irmão,

    Só o Amor de Deus pode preencher qualquer lacuna que esteja em nosso coração. Só precisamos enxergar essa verdade com os olhos da fé, buscando ao Senhor todos os dias através da oração e meditação em Sua palavra e crendo que ele nos responderá sempre.

    Deus te abençoe!!!

  13. Ediná Oliveira disse:

    Oi de novo!
    Você pode me explicar este versículo? “Todavia, ao que não trabalha, mas crê em Deus, que justifica o ímpio, sua fé lhe é creditada como justiça.” Romanos 4:5

    Abraço, obrigada!

    • Olá, Ediná,
      .
      Para compreender essa passagem, você precisa seguir uma regra básica de interpretação bíblica, que é nunca ler um versículo isolado, mas sempre dentro de seu contexto (lendo o que vem antes e o que vem depois). No caso, Paulo está fazendo uma explanação sobre sermos justificados pela fé e não pelas obras da lei mosaica. Gosto de ler a tradução ARA: “Ora, ao que trabalha, o salário não é considerado como favor, e sim como dívida. Mas, ao que não trabalha, porém crê naquele que justifica o ímpio, a sua fé lhe é atribuída como justiça”. Ou seja, Paulo está fazendo uma ilustração para explicar que a salvação ocorre não por merecimento próprio, isto é, não por esforço humano (obras), mas pela fé no justificador, que é Cristo.
      .
      Abraço pra ti, no amor de Deus,
      mz

  14. roberto disse:

    Olá Mauricio tudo bem? Em parte concordo com vc dinheiro não traz felicidade, mas que ajuda a pagar as contas ajuda, ajuda pagar uma conta no hospital quando precisa, a pagar por uma casa, mesmo que seja aluguel como no meu caso, comida, roupas, estudos, nunca vi uma pessoa dizer que dinheiro não traz felicidade pegar o dinheiro que tem e doar aos pobres, principalmente se esse for muito rico, agora qdo o pobre diz isso, é porque ele nunca teve tanto dinheiro pra saber, então como ele sabe que não traz felicidade? Eu acho que ter dinheiro não é pecado algum, pecado é você ser escravo dele e fazer mal uso dele, não sou uma pessoa materialista, mas se eu tivesse dinheiro pra comprar minha casa própria e um bom carro não precisa ser de luxo, mas pra ter uma vida confortável, eu seria muito feliz sim, mas não ficaria deslumbrado.
    Uma coisa eu concordo com você só cristo satisfaz, mas quanto ao alento , a paz, a tranquilidade e contentamento real a quem tem um encontro com jesus, até agora eu nunca tive nada disse, desde o momento que eu passei a conhecer o verdadeiro cristo, somente sinto ansiedade, tristeza, desconfiança e solidão, quanto a levar o amor e a graça de Deus as outras pessoas, o dia que eu experimentar deste amor e desta graça, eu poderei falar dela para outras pessoas, só não posso falar de algo que nunca tive, aliás eu não acredito em salvação pela graça se fosse assim todos seriam salvos, um forte abraço pra você e a todos aqui.

    • Olá, Roberto,
      .
      respeito a sua opinião, querido. Só me permita um comentário: crer em salvação pela graça é o elementar da fé, visto que a Bíblia faz essa afirmação com todas as letras: “Mas Deus, sendo rico em misericórdia, por causa do grande amor com que nos amou, e estando nós mortos em nossos delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, – pela graça sois salvos” (Ef 2.4-5).
      .
      Abraço fraterno, na paz de Deus,
      mz

  15. Comunidade mulheres com graça disse:

    Deus muda-nos e isso faz toda a diferença na forma como lidamos com o mundo.
    Somos um grupo de mulheres cristãs q cultiva a presença de Deus nas nossas vidas e das nossas famílias.Se tiverem curiosidade,visitem a nossa página do FB Comunidade Mulheres com Graça (em Portugal)…Deus vos abençoe 🙂

  16. Jose disse:

    A paz do Senhor, nobre amigo.

    Já tentei suicidio duas vezes.
    A ultima tentativa foi há duas semanas…

    Normalmente aconteceu em momentos em que, para todos, eu não tinha motivo algum para cometer tal ato, haja vista que, pela ótima de todos, uma vez que eu tinha casa, carro, bom emprego, esposa bonita… eu tinha tudo o que precisava para… ser feliz.

    Mas é ai que todos enganam-se.

    O mundo acha que uma vez que tenhamos bons bens materiais, não ha motivos para haver tristeza.

    Realmente.
    Alguém postou ai pra cima que, todo homem tem um vazio que somente Cristo pode preencher.

    Acredito que foi quando deixei de permitir Cristo preencher esse vazio em minha vida que acabei tomando essas decisões… e também tantas outras que, se não mataram-me fisicamente, causaram-me muitos danos espirituais, que potencialmente levariam-me a morte eterna.

    Nao é fácil, nobre amigo, não é fácil.
    Se nao for a graça de Deus, a gente perece mano.

    Quando li sobre a morte do Robbie, havia três dias que eu estava hospitalizado.
    Lembrei-me também de outros “astros” que tinham tudo, segundo a visão do mundo, mas mesmo assim optaram pela morte, a viver usufruindo das riquezas que tinham…

    Eu agradeço a Deus pela paciência que Ele tem tido comigo.
    Graças a Ele ainda estou vivo e com a oportunidade de servi-Lo por mais algum tempo.

    Também sou grato a irmãos que se dispõem a ajudar ao próximo, com vistas a transmitir esperança àqueles que, como eu, muitas vezes não vislumbraram o amor de Deus por nós.

    Otimo post.

    Que Deus abençoe, e Lhe seja propicio.
    Jose.

    • José,
      .
      agradeço a Deus que você esteja bem. Não preciso dizer o quanto fico triste que isso tenha acontecido, pois acredito na esperança de que você tenha dias melhores, de paz. O suicídio não é uma solução, mano, é como beber água do mar para matar a sede. Tenta-se sair de um problema entrando em outro muito maior. Eu recomendo, José, que, além de buscar se aproximar de Deus em oração e no estudo das verdades sagradas das Escrituras, você procure um medico. Se você chegou ao ponto de tentar a própria morte acredito que precisa tomar medicamentos que o tirem do estado depressivo. Não é errado nem pecado, é um grande auxilio da medicina. Cuide de você, José, busque amparo e socorro para que todo pensamento de autodestruição cesse e seja substituído por pensamentos de paz. Lembre-se de quem veio para matar e destruir, pois ele é o único que deseja sua morte. Deus não deseja – tanto que o preservou em vida. Lute contra isso.
      .
      Oro por você, meu irmão, na certeza de que Deus tem mais e melhor para sua vida. Não desista de si, pois Deus não desistiu.
      .
      Fico feliz que você permaneça entre nós. Que Deus cumpra todos os propósitos que tem para sua vida.
      .
      Um abraço, mano. Que a graça do Senhor permaneça sobre sua vida. E que você enxergue sempre a verdade da luz e não a mentira das trevas. No amor daquele que te ama,
      mz

  17. samira araújo disse:

    é certo a gente pensar que filhos são para sempre?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s