paciencia1Vivemos dias de grande impaciência. A fila do supermercado nos irrita; esperar mais do que trinta segundos pelo download nos chateia; o engarrafamento nos transtorna; “KD VC?!”, cobramos, pelo celular, da pessoa que ainda não chegou onde marcamos; meu Deus, nove meses para nascer o bebê! Não sabemos mais esperar. Em poucas décadas, a humanidade aprendeu que tudo está ao alcance de um botão, que a food pode ser fast, que a pipoca de microondas estoura mais rápido, que um clique do mouse resolve tudo na hora; que esperar é perder tempo. Só que não temos tempo a perder! Aliás, tempo temos, nós é que não queremos mais perder tempo. Tudo é pra já. Nada mais em nossa vida nos treina para sermos pacientes, pelo contrário, a rapidez de tudo nos adestra, na verdade, para sermos especialistas em impaciência. Não sabemos esperar com tranquilidade. Infelizmente, a cultura do “é pra ontem” tem cobrado um preço alto de nossa vida espiritual e de nosso relacionamento com Deus.

“Esperei com paciência no SENHOR, e ele se inclinou para mim, e ouviu o meu clamor” (Sl 40.1). As palavras do salmista soam bastante fora de moda, pois esperamos com cada vez menos paciência que Deus cumpra seus propósitos. Oramos sempre na expectativa de uma cura instantânea – se ela vier daqui a uma semana é porque o Onipotente está meio fora de forma. Barganhamos fé em troca de pressa. Seis meses desempregado? Que Deus é esse? A oração precisa ter resposta imediata. O amor que ainda não apareceu? Anda logo, Onipotente! O parente que ainda não foi salvo? Acho que não tem mais jeito para ele. Chegamos ao Senhor como quem chega ao balcão do McDonald’s, exigindo uma bênção crocante e quentinha – se chegar fria ameaçamos mudar para a concorrência, como muitos que abandonam o evangelho porque não foram atendidos na hora em que queriam. Nossa impaciência tem nos levado a viver um cristianismo bem diferente daquele que a Bíblia ensina. É o cristianismo do Deus express.

paciencia2Só que o Deus da Bíblia não é assim e seus servos não devem esperar que ele seja de outro jeito. Na vida de Abraão, por exemplo, sempre destacamos a sua fé, mas o autor de Hebreus mostra que a paciência foi indispensável para o êxito do patriarca: “E assim, depois de esperar com paciência, obteve Abraão a promessa” (Hb 6.15). Queremos que a promessa se cumpra, mas não temos paciência de esperar por ela. Fé, meu irmão, minha irmã, é algo ligado intimamente à paciência. Paulo deixou isso claro: “Mas, se esperamos o que não vemos, com paciência o aguardamos” (Rm 8.25). Não basta ter fé se ela só durar até o limite da paciência. Entenda que ter fé significa ter a certeza de algo que virá (Hb 11.1) e, se é uma certeza, você espera por toda a eternidade que ocorra. Fé que acaba ou que se abandona depois de algum tempo não é fé, pois certeza implica em paciência para se aguardar quanto tempo for preciso.

Paciência não é uma opção em nossa vida espiritual: ela é indispensável. O cristão que não sabe esperar com paz no coração aquilo que almeja acabará vivendo crises difíceis. Pois ter paciência significa ser capaz de tolerar contrariedades, dissabores e infelicidades. É esperar o que se deseja em sossego e com perseverança. “Mas, se somos atribulados, é para o vosso conforto e salvação; se somos confortados, é também para o vosso conforto, o qual se torna eficaz, suportando vós com paciência os mesmos sofrimentos que nós também padecemos” (2Co 1.6).

paciencia3Paciência, aliás, faz parte da essência do Senhor: “Ora, o Deus da paciência e da consolação vos conceda o mesmo sentir de uns para com os outros, segundo Cristo Jesus (Rm 15.5). Que expressão linda: “Deus da paciência”. Não é de se espantar que uma das virtudes do fruto do Espírito seja, exatamente, paciência (Gl 5.22-23), pois, para nos conformarmos à imagem de Cristo, precisamos ter em nós aquilo que ele é. E é fundamental lembrar sempre que fazemos parte de um povo que baseia toda sua crença religiosa numa esperança que exige de nós paciência: “Sede, pois, irmãos, pacientes, até à vinda do Senhor. Eis que o lavrador aguarda com paciência o precioso fruto da terra, até receber as primeiras e as últimas chuvas. Sede vós também pacientes e fortalecei o vosso coração, pois a vinda do Senhor está próxima. Irmãos, não vos queixeis uns dos outros, para não serdes julgados. Eis que o juiz está às portas. Irmãos, tomai por modelo no sofrimento e na paciência os profetas, os quais falaram em nome do Senhor. Eis que temos por felizes os que perseveraram firmes. Tendes ouvido da paciência de Jó e vistes que fim o Senhor lhe deu; porque o Senhor é cheio de terna misericórdia e compassivo” (Tg 5.7-11). Se não tivermos paciência para esperar pelo retorno do Senhor, de que adianta tudo o que vivemos?

Sei que eu e você fomos criados para viver em uma sociedade que não sabe esperar, que deseja tudo para ontem, que tem respostas e comodidades a um botão de distância. Mas o evangelho nos convida a contrariar essa ideia. Se queremos viver plenamente segundo a esperança que nos foi proposta, precisamos aprender a esperar com paz na alma. A respirar fundo e deixar Deus ser Deus, isto é, a agir no tempo que tem planejado. É por ser impacientes que muitos de nós enfiamos os pés pelas mãos e, tal qual Saul sacrificou sem ter esperado a chegada de Samuel, agimos precipitadamente e tomamos escolhas erradas – com consequências que podem ser desastrosas. Muitas vezes, temos de abrir mão de algo por anos se desejamos que Deus aja. O preço da impaciência costuma ser muito alto.

A Bíblia nos mostra que o Senhor age quando quer agir e não quando nós queremos. Jesus não chegou à casa de Lázaro quando Marta e Maria queriam, mas quando o defunto já cheirava mal. Embora não parecesse aos homens, era o momento certo para Deus. O cativeiro babilônico durou 70 anos. A escravidão no Egito, 400. Às vezes, o calendário divino demanda bastante tempo. Entre a primeira e a segunda vindas de Jesus já se passaram mais de dois mil anos, e a ampulheta segue escorrendo areia. Por que essa ansiedade toda? Por que essa impaciência toda? Você não confia? Será que Deus não é a melhor pessoa para dizer a hora certa de algo acontecer?

paciencia4Calma. Paciência. Paciência, meu irmão, minha irmã. Deixe-se guiar sempre pelas palavras de Davi: “Entrega o teu caminho ao SENHOR, confia nele, e o mais ele fará. Fará sobressair a tua justiça como a luz e o teu direito, como o sol ao meio-dia. Descansa no SENHOR e espera nele […] Deixa a ira, abandona o furor; não te impacientes…” (Sl 37.5-8). Que o Deus da paciência acalme o seu coração, a fim de que você olhe cada vez menos para o relógio e cada vez mais para a cruz.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

Anúncios
comentários
  1. Nadia Malta disse:

    Muito boa palavra meu irmão! E como é reconfortante saber que ela veio do coração de um jovem, até porque parece que paciência e juventude não combinam muito num mundo de apressados. Contudo, a sua palavra me trouxe esperança. Na maioria das vezes, a espera faz parte da resposta, como diz Piper: “Deus não trabalha segundo o calendário de seres humanos apressados”. Minha sogra orou esperançosa por 48 anos esperando a volta de meu marido para Deus e ele chegou. Ele e eu oramos 30 anos por uma causa que a todos parecia absolutamente impossível e o Senhor nos concedeu vitória. Outras vezes oramos inquietos e Deus vai nos aquietando o coração e nos preparando para nos dizer um amoroso NÃO! E não há nada mais lindo que nos debruçar na janela da fé e assistir Papai trabalhar, tudo Ele faz esplendidamente! Que o Senhor continue te abençoando e te enchendo cada vez mais.

    • Oi, Nádia,
      .
      fico feliz de ver a ação de Deus em sua vida, pois prova de modo prático que as verdades bíblicas não são teoria, mas realidade. Creio que os espinhos da caminhada e, principalmente, nossos erros nos ensinam muito sobre paciência. Deus nos ajude em nossas limitações.
      .
      Abraço carinhoso, no amor de Cristo,
      mz

  2. anobre77 disse:

    Bom dia mano!!
    Olhar pra cruz, é esse o ponto. Eu vou lendo suas palavras e vejo que, sem falsa modéstia, estou aquém de ser um cara paciente. Mas como eu sempre digo que até as lutas cooperam pro nosso bem, hoje sou mais calmo que ontem. Por anos me tratei contra a fobia social e TAS (Transtorno de Ansiedade Social) e imagina o que esse monte de pó não era antes!! Hoje ainda restam uns fragmentos de ansiedade e talvez seja necessários mais algumas tribulações pra me ensinar a confiar mais; mas tô no caminho!
    Que Deus me ajude a olhar pra cruz … e isso que preciso!!
    Abração!!!

    • Oi, Alexandre,
      .
      todos nós precisamos desse olhar, mano. A dificuldade é conciliar nossa ansiedade humana natural com a paz que vem de Deus. Creio que, ao fazer isso, nos conformamos mais à imagem de Cristo. Sigamos na força do Senhor.
      .
      Abraço pra ti, na paz do alto,
      mz

  3. vanessa disse:

    A paz irmão Mauricio,
    Essa era uma palavra que eu precisava ouvir a dias, pois como voce falou vivemos tudo pra ontem, me sinto ansiosa para que as coisas acontecam na minha vida, tenho sonhos mais tenho tambem o pessimo habito de achar que esse é o melhor tempo para que acontecam, as vezes penso que a vida ta passando e eu to “perdendo tempo“ em nao poder viver meus sonhos agora, em nao ter e ser o que quero.Sei que paciência é uma dadiva, e você me falando agora me despertou pra isso. Obrigado pela rica palavra, que Deus te abençoe!

  4. Paz irmão Maurício!
    Eu sempre acompanho seus posts por e-mail e fico quietinha, mas hoje foi inevitável vir aqui. É muito apropriada essa oposição da pressão do mundo em relação ao modo e tempo de Deus. Eu me pergunto sempre por que meu coração é tão duro, ao ponto de não conseguir descansar nos desígnios e cuidados de um Deus que é soberano. Por que tendo a não me conformar simplesmente com a Sua vontade, se creio que, mesmo que não a entenda, e não seja confortável para mim, procede de um Deus bom, amoroso e fiel?
    Penso sempre nisso. E vc hj me ajudou a ir mais longe…
    Abraços!

    • Oi, Katiana, tudo bem com você?
      .
      Fico feliz por poder ajudar. Eu creio que o que você vive (bem como muitos de nós) é fruto de sermos humanos. A incerteza do amanhã, apesar de nossa fé em que tudo está nas mãos de Deus, decorre de nossas inseguranças e do mau hábito humano de querer realizar o que precisamos pela força do próprio braço. Alcançar o equilíbrio entre confiar na soberania divina e agir segundo o querer pessoal é um dos grandes desafios dos cristãos.
      .
      Abraço pra ti, no amor maior que nos une,
      mz

  5. Jonas disse:

    Identifiquei-me muito com esse texto. Tenho 20 anos. Tudo é muito rápido e corrido. Às vezes me dá uma agunia tão grande pela minha própria impaciência. A impaciência gera ainda mais impaciência. Não sou tão velho para dizer que no meu tempo era assim ou assado, mas a minha infância foi um pouco diferente do começo das crianças e pré-adolescentes de hoje em dia. Parece que essa falta de equilíbrio muda toda nossa maneira de ver a vida que, consequentemente, muda nossa maneira de viver. Obrigado por esse post. Deus te Abençoe Maurício.

    • Oi, Jonas,
      .
      me alegro que o texto tenha falado ao teu coração, mano. Isto é um dos segredos para se viver uma vida com menos decepções: entender que tudo muda e as estações nunca são iguais às anteriores. Não tem o que agradecer, querido, é o Senhor quem ilumina.
      .
      Um abraço pra ti, no amor de Deus,
      mz

  6. Ao navegar pela net encontrei o seu blog, não li muito,mas gostei do que vi e li,espero voltar mais algumas vezes,deu para ver a sua dedicação e sempre aprendemos ao ler blogs como o seu.
    Se me der a honra de visitar e ler algumas coisas no Peregrino e servo ficarei radiante, e se desejar deixe um comentário.
    Abraço fraterno.António.
    http://peregrinoeservoantoniobatalha.blogspot.pt/

    • Olá, António,
      .
      obrigado pelas palavras, mano. Com certeza visitarei seu blog, obrigado por compartilhar. Um abraço a todos os irmãos em Cristo nas amadas terras lusas!
      .
      Deus o abençoe muito,
      mz

  7. Jose disse:

    Oi Mauricio, nobre amigo.
    A paz do Senhor Jesus.

    É, a falta de paciencia pode simplesmente por uma pessoa em derrocada, e dependendo do ato, quase que pra sempre… ou pra sempre.

    Dependendo do que ela venha ter feito, em sua impaciência, as conseqüências são irreparáveis.
    E então, o que fazer?

    É como falar de liberdade para um homicida com pena perpetua.
    Faz sentido? Ira ajudar em alguma coisa? É correto isso? Ou apenas criar-se falsas esperanças?

    Mas… com certeza devo esperar contra a esperança.

    A quem iria eu, se somente Jesus Cristo tem as palavras de vida eterna?

    Perdoe-me pelo aparência de incredulidade.
    Agradeço a Deus por ainda inspirar homens com fé como você. É como uma fagulha mas que nos ajuda a buscar a chama do Espirito Santo em nossas vidas. De alguma forma, de algum jeito… sou inclinado a não perder o Alvo. E isso é glorioso por demais para mim.

    Mesmo imerecidamente ainda tenho acesso a algo que possa me confortar e inspirar a não desistir, mesmo diante de um grande Mar, sou agraciado. Sou grato por isso.

    Os dissabores sao muitos… e ajo como Asafe observando a vida, sob um prisma humano.
    Mas sob a presença de Deus, diante de Sua Santidade, pelo Espirito Santo que me foi outorgado, sou consolado.

    Graça e pazz para ti, nobre irmão.

    Que sejamos paciente ate a vinda do Senhor.
    Jose Gad.

    • Salve, José,
      .
      de forma bem sucinta: não perca o alvo. Em Deus, a prisão é liberdade. Sem Deus, que liberdade há? Mantenha a chama da esperança acesa, mano. Ele é bom e cuida de nós. Nunca perca a fé, pois ela é o alicerce.
      .
      Um abraço, querido. Mantenha viva a esperança, por meio da paciência. Deus te abençoe muito,
      mz

  8. Iara Souza disse:

    É, meu querido irmão, não é nada fácil esperar com paciência no Senhor. Não sou tão imediatista, ou procuro não ser, mas já tenho algumas cobranças diante de Deus. =/
    Seria bem mais simples orientarmo-nos em Romanos 5:3-5: “e não somente isto, mas também nos gloriamos nas tribulações; sabendo que a tribulação produz a paciência, e a paciência a experiência, e a experiência a esperança. E a esperança não traz confusão, porquanto o amor de Deus está derramado em nossos corações pelo Espírito Santo que nos foi dado.”
    Que o Senhor acalme nosso coração…

    • Oi, Iara,
      .
      não é fácil, de fato. é um grande desafio. Por isso dependemos da frutificação do Espírito em nós, para que tenhamos a mente de Cristo e não caminhemos por nossas próprias forças e com nossas dificuldades.
      .
      Abraço fraterno, no amor de Cristo,
      mz

  9. vanessa disse:

    A paz Mauricio,
    Esta era a palavra que a dias eu precisava ouvir, pois como você disse vivemos tudo para ontem, me sinto ansiosa para realizar as coisas que desejo ser e ter, sinto que o tempo voa, e que eu poderia já estar desfrutando das bençãos que desejo receber de Deus, tenho sonhos, mais tenho também o péssimo habito de achar que hoje seria o melhor tempo para que acontecesse, HOJE, AGORA. É muito ruim se sentir assim, o pior que como cristã sei que paciência é fundamental mais colocar isso na prática é um desafio. A palavra de hoje me fez despertar isso no meu coração. Que possamos olhar para a cruz, para Cristo.
    Obrigado pela rica palavra, que Deus te abençoe!

    • Oi, Vanessa,
      .
      fico feliz que Deus falou ao teu coração por meio desta reflexão. Oro ao Senhor que ela possa te despertar para caminhos a trilhar e rumos a seguir. Confie no Senhor e siga em esforço e fé.
      .
      Abraço pra ti, na paz de Deus,
      mz

  10. solange vieira disse:

    Olá !!
    Se pararmos para refletir pacientemente neste post, podemos chegar a conclusão lógica que nossa impaciencia nos impede de enxergar a grandeza de nosso Deus e deixamos de crer que ele
    tem o controle de nossas vidas e agindo ele ninguem impedirá.
    A Paz de CRISTO !

    Solange

    • Olá, Solange, tudo bem?
      .
      touché, é isso mesmo. Eu iria além. Creio que é a deficiência na percepção da grandeza de Deus que também influi em nossa impaciência.
      .
      A paz de Cristo, Deus te abençoe muito,
      mz

  11. Marlon Ronei Fernandes Muniz disse:

    Querido irmão Mauricio, a paz.

    Minha esposa é leitora fiel do blog a praticamente um ano, mas apenas recentemente começamos a debater seus posts em família (habito muito saudável, diga-se de passagem).

    Tal como ocorreu com outros irmãos que se já manifestaram, essa mensagem de hoje vai bem de encontro ao momento que estou passando em minha vida, o de crer no invisível e esperar em Deus uma promessa de vitória (caso eu cresse em coincidências, apontaria o fato de que estou esperando uma oportunidade de emprego há exatos 6 meses, como diz sua mensagem), contudo, nosso Pai é bondoso e nunca permite que nos sobrevenha tribulações que não possamos aguentar.

    Escrevo estas palavras para agradecer-lhe por ser parte do agir de Deus hoje para mim e para encorajá-lo à permanecer nesse seu ministério, que claramente tem a assinatura de Jesus Cristo.

    Um abraço e que Deus lhe abençoe,
    Marlon

    • Olá, Marlon, tudo bem?
      .
      Que alegria poder contribuir para os momentos de reflexão bíblica de sua família. Para mim é uma honra. Fico grato a Deus por ter falado ao teu coração e fico agradecido a você pelo incentivo e o encorajamento. Muito obrigado. Oro a Deus que você seja empregado no tempo certo e que tudo o que está passando seja para o seu crescimento e a glória de Deus.
      .
      Um abraço fraterno a ti e a toda a tua família, na paz de Cristo,
      mz

  12. Mery disse:

    Maurício,texto maravilhoso ,tudo que penso já foi comentado aqui ,e como dizemos nós Pentecas ,”Deixa Deus te Usar Varão ” …rs,Deus te abençoe
    Mery

  13. Gabriel Garcia disse:

    Boa noite Mauricio. Esse é um dos meus vessiculos favoritos. Ate escrevi ele num comentario aqui no blog esta semana. E realmente, ter paciencia e confiar no Senhor so nos trara felicidade. Por nao ter sido paciente sofri muito e acabei fazendo outros sofrerem. Mas agora q me tornei um homem paciente, alem de ser mais feliz, aos poucos estou recuperando o que perdi, alcançando a graça que tanto peço.
    Excelente post. Parabéns.

    • Oi, Gabriel,
      .
      Obrigado pelo carinho de suas palavras, mano. Muito me alegro por você ter se tornado um homem mais paciente. Isso nada mais é do que um sintoma de que você hoje é mais maduro, inclusive espiritualmente. Siga sempre avançando.
      .
      Abraço pra ti, no amor de Deus,
      mz

  14. Edina Oliveira disse:

    Olá Mauricio,como vai?
    Fé traduz tudo o que disse. Devemos todos os dias pedir ao Senhor que aumente nossa fé, pois somos inconstantes e impacientes devido a pouca fé.

    Paz do Senhor para você e sua família.

  15. Pedrina disse:

    Olá Mauricio! Que texto abençoado e bem escrito! Sou fã de seus textos e sempre os acompanho via email, mas resolvi acessar o blog hoje, por coincidencias este ainda não chegou no email. Quanto ao conteúdo, quero dizer-te que há muito tempo vem tentando trabalhar a paciência no Senhor, a ansiedade em querer que tudo aconteça no nosso tempo em nada nos ajuda e nos faz esquecer que a falta de paciência não vai mudar os planos de Deus em relação ao que ele tem planejado para nossas vidas, tudo é segundo o propósito Dele e em Seu tempo. A boa notícia é que tenho buscado mais de DEUS em meio a ansiedade e seu post só me acrescentou mais ainda. Não deixe nunca de escrever, pois você é abençoado tanto como escreve como quanto ao que escreve.

    Paz do Senhor!

    (Rio Branco/AC)

    • Olá, Pedrina,
      .
      Grato pelas palavras gentis e carinhosas, seu incentivo é muito valioso. Quanto à paciência, desenvolvê-la faz parte do nosso amadurecimento. Quanto mais vivemos, erramos, aprendemos e nós aproximamos de Deus, a semente brota e se torna uma árvore frondosa. Siga firme.
      .
      Abraço, no amor que nos une,
      mz

  16. Isac disse:

    Não tenho palavras para agradecer a Deus por ter a sua palavra. E esse texto esta alicerçado nas Escrituras. Peço ao Senhor pra que ele possa continuar te dando sabedoria em tudo. Soli Deo Glori.

  17. Palavra maravilhosa!

  18. Walace Alves disse:

    Lindas palavras, estava precisando ouvi-las. Paz Mauricio Zágari. Sempre encontro palavras abençoadas neste site.

  19. Andréa Florêncio disse:

    O que mais me impactou nesta palavra foi a frase: “o preço da impaciência costuma ser muito alto”. Estou vivendo EXATAMENTE isso…só Deus sabe… Mas é isso mesmo irmão; a noiva de Cristo (começando por mim) tem esquecido completamente de que devemos andar na contramão desse mundo, e que a renovação da nossa mente é através da Palavra. Nosso Mestre disse que pra viver, temos que morrer; que pra receber, temos que dar; ao invés de matar nosso inimigo, devemos amá-lo…Duras são estas palavras, quem pode suportá-las? No entanto quero declarar que não irei a lugar algum, pois só Ele tem as palavras de vida eterna. Obrigada por não reter esta advertência MZ!!! O Pai das Luzes continue te abençoando!

  20. isanildes carvalho disse:

    Obrigada. Este texto me tirou do abismo da impaciencia que estava a me matar. Ao Senhor toda gloria!

  21. Alciane disse:

    oi Mauricio, obrigado por essa mensagem, está me ajudando muito, tenho passado por momentos difíceis com doença de pessoa querida na família, e a cruz da pesada de carregar, mas sei que o Espírito Santo de Deus tem me agido em minha vida me dando paciência no momento certo, mas confesso a você que não está sendo fácil, obrigada por esse seu blog que me ajuda tanto. Quero só fazer uma ressalva, não é 2 Corintios 2:1-6 e sim 2º coríntios 1:6. mais uma vez obrigada por tudo e que Deus continue usando sua vida abundantemente. fique na paz.

    • Olá, Alciane,
      .
      fico feliz por ser útil em tua vida, mana. Oro a Deus que traga paz, consolo e alívio nesta hora de dificuldade. E obrigado pelo toque, fico grato pela correção.
      .
      Abraço pra ti, na paz de Deus,
      mz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s