Ovelha1O Senhor não resgata ninguém para descartar depois. Se ele resgata é para tornar aquele indivíduo alguém útil e produtivo, um servo ativo na obra de Deus e plenamente capacitado e aprovado para atuar em prol do reino dos céus. É um absurdo achar que Jesus busca a ovelha perdida para fazer dela um peso morto, inútil. Esse é um pensamento antibíblico e, vamos concordar, impiedoso e maldoso. Mas hoje importa começar esta reflexão com palavras que não são minhas, mas de Jesus: “O Filho do homem veio para salvar o que se havia perdido. ‘O que acham vocês? Se alguém possui cem ovelhas, e uma delas se perde, não deixará as noventa e nove nos montes, indo procurar a que se perdeu? E se conseguir encontrá-la, garanto-lhes que ele ficará mais contente com aquela ovelha do que com as noventa e nove que não se perderam’.” (Mt 18.11-13). No relato de Lucas, o Senhor emenda essa parábola com a da moeda perdida: “Qual é a mulher que, possuindo dez dracmas e, perdendo uma delas, não acende uma candeia, varre a casa e procura atentamente, até encontrá-la? E quando a encontra, reúne suas amigas e vizinhas e diz: ‘Alegrem-se comigo, pois encontrei minha moeda perdida’. Eu lhes digo que, da mesma forma, há alegria na presença dos anjos de Deus por um pecador que se arrepende” (Lc 15.8-10). E, em seguida, Jesus fecha com chave de ouro, contando a famosa história do filho pródigo.

Creio que o conceito por trás desses ensinamentos está claro: se uma ovelha, alguém que se perdeu, um filho do Pai tropeça no meio do caminho, chafurda no pecado e é resgatado por Cristo, o nosso papel é exultar, festejar, juntar-nos a Deus e aos anjos na enorme alegria que representa o retorno dessa vida. Não consigo ver em nenhuma dessas passagens que nossa postura deva ser a de discriminar o arrependido que retornou – como fez o irmão mais velho do filho pródigo, alguém que, certamente, não compreendia o que significa amor nem graça.

Ovelha3Tendo dito isso, falemos sobre Jimmy Swaggart. Para as gerações mais novas, explico: ele é um evangelista que nos anos 1970 e 1980 lotava estádios por todo o mundo, tinha um ministério profícuo e famoso. Até que cometeu adultério. Pecou. Errou. O que fez foi feio. Horrível. Abominável. Nisso todos concordamos e não há espaço para discussão sobre a gravidade desse pecado (é possível até que seja tão grave como ódio, discórdia, ciúmes, ira, egoísmo e inveja, visto que sobre todos esses diz Gálatas 5.21 que “Aqueles que praticam essas coisas não herdarão o Reino de Deus”). Mas vamos adiante: consta que Swaggart se arrependeu, confessou e deixou sua transgressão. Diante disso, não sou o Espírito Santo para julgar o homem, simplesmente porque a Bíblia não me autoriza a isso. Se ele se arrependeu de fato, confessou e deixou, que autoridade tenho eu para condená-lo? Jesus o justificou e eu o condeno? Ai de mim se o fizer, como o Senhor mostra com apavorante clareza na parábola do credor incompassivo (Mt 18.21-35). Mas ninguém vinha dando muita atenção a isso por aqui pois, afinal, Swaggart deixou de estar presente na vida da Igreja brasileira há muitos e muitos anos.

Bem, até agora. A Sociedade Bíblica do Brasil lançou há algum tempo a “Bíblia de Estudo do Expositor – Jimmy Swaggart”, com comentários exclusivos escritos pelo próprio. Dei uma boa espiada no material e, acredite, é bastante bom. Uma ferramenta útil para o estudo das Escrituras, uma obra digna de ser lida por todo cristão interessado em compreender melhor a Palavra de Deus. Claro, não é perfeito. Mas – com exceção da Bíblia e de Jesus – existe algum livro ou ser humano na face da terra que seja?

Ovelha4Fiquei muito feliz quando tive contato com essa Bíblia de Estudo; aliás, duplamente feliz. Primeiro por ver um material do gênero à disposição da Igreja. E, segundo, por ver que não só o filho pródigo, Swaggart, tornou à casa do Pai, recebeu um anel no seu dedo, foi vestido de roupas novas e gerou alegria entre os anjos do céu, mas também porque ele ganhou a oportunidade de voltar a ser um membro produtivo do Corpo de Cristo – em prol da edificação do Corpo de Cristo. Bravo, palmas para Jesus, que cumpriu o milagre da justificação em mais uma alma que estava fora do aprisco, e palmas para o Espírito Santo, que convenceu a ovelha pedida do pecado, da justiça e do juízo. O Bom Pastor deixou as 99 ovelhas e foi atrás de Jimmy Swaggart. Consta que seu arrependimento foi sincero e Deus me livre de dizer que não foi, pois não compete a mim julgá-lo neste momento de sua vida. Os frutos até o momento não o condenam, pelo que me consta. E, vamos combinar: sendo eu este terrível pecador que sou, que moral tenho para lançar a primeira pedra?

Ovelha5No entanto, quando minha alegria ao ver essa dupla bênção aflorou, eis que baldes de água gelada foram lançados na minha cabeça. Pois foi só as pessoas tomarem conhecimento de que essa Bíblia de Estudo seria publicada e não demorou para alguns cristãos impiedosos se manifestarem, desmerecendo a obra, pelo fato de ser comentada pelo homem que um dia adulterou. Parece que preferiam que ele jamais voltasse a produzir nada para o reino. Perdoem-me, mas não consigo acreditar que seja isso o que o Senhor deseja: pelo meu entendimento bíblico, o perdão do pecado confessado e abandonado zera tudo: “O SENHOR é compassivo e misericordioso, mui paciente e cheio de amor. Não acusa sem cessar nem fica ressentido para sempre; não nos trata conforme os nossos pecados nem nos retribui conforme as nossas iniquidades. Pois como os céus se elevam acima da terra, assim é grande o seu amor para com os que o temem; e como o Oriente está longe do Ocidente, assim ele afasta para longe de nós as nossas transgressões” (Sl 103.8-12). Isso, claro, é como Deus vê e faz. Mas para cristãos impiedosos não é assim: o cumprimento da sua justiça humana exige que se enterre aquele que Jesus desenterrou e que ele se torne inútil para a obra do Senhor. A justiça da cruz some nessa hora. Vale é a justiça do degredo ou, no mínimo, a do desmerecimento eterno.

É a filosofia do “não o resgate, mate. Mas, já que vai resgatar, pelo menos o esconda em algum porão. E, se não der, desmereça tudo o que ele vier a fazer…”.

Eu não deveria mais me espantar com isso. Afinal, já vi a impiedade se manifestar no seio da Igreja muitas e muitas vezes e de muitas e muitas maneiras. Não em poucas ocasiões testemunhei o apedrejamento de cristãos arrependidos de seus pecados por grupos que consideram seus próprios pecados menos graves do que os dos outros. Pior: vi gente que prossegue sem arrepender-se de suas iniquidades não confessadas acusar e desmerecer coisas feitas por iníquos que se arrependeram, confessaram e deixaram o pecado. O que não é novidade nenhuma, Jesus mesmo falou sobre isso (atente para o negrito):

“Propôs também esta parábola a alguns que confiavam em si mesmos, por se considerarem justos, e desprezavam os outros: Dois homens subiram ao templo com o propósito de orar: um, fariseu, e o outro, publicano. O fariseu, posto em pé, orava de si para si mesmo, desta forma: Ó Deus, graças te dou porque não sou como os demais homens, roubadores, injustos e adúlteros, nem ainda como este publicano; jejuo duas vezes por semana e dou o dízimo de tudo quanto ganho. O publicano, estando em pé, longe, não ousava nem ainda levantar os olhos ao céu, mas batia no peito, dizendo: Ó Deus, sê propício a mim, pecador! Digo-vos que este desceu justificado para sua casa, e não aquele; porque todo o que se exalta será humilhado; mas o que se humilha será exaltado” (Lc 18.9-14).

De tanto isso acontecer, eu não deveria mais me surpreender ao ver tantos cristãos justificados de seus pecados serem escorraçados por cristãos que não compreendem o alcance do perdão e da graça de Deus. Aliás, permita-me confessar o meu pecado: eu mesmo não entendia tempos atrás, encharcado de impiedade que eu era, até o dia em que as asas da graça divina se estenderam sobre minha vida e experimentei na pele e na alma o que é ser alvo da compaixão do Senhor. Então, de certo modo, entendo os impiedosos, pois já estive cego como eles estão. O que não quer dizer que eu não fique muito, mas muito triste com atitudes como essas.

Ovelha6É duro ver ovelhas que Jesus trouxe de volta ao aprisco se esforçando para fazer algo em prol da edificação da Igreja e observar o fruto do seu esforço ser desmerecido, desdenhado e boicotado por irmãos em Cristo. Gente que voa na jugular, sabotadores da redenção da cruz. Será que o pai do filho pródigo o recebeu de volta em casa para  ele ficar sentado o dia inteiro, sem fazer nada? O fato de o filho pródigo ter saído dos trilhos por uma fase faz dele imprestável pelo resto da vida? O que Jesus diria sobre isso? Quando Pedro traiu Cristo (três vezes, lembremos) e Jesus o perdoou, o que o Mestre disse ao apóstolo? “Tudo bem, mas nem ouse fazer a obra de Deus, esconda-se num canto e nunca mais faça nada”. É isso? Ou ele manda o pecador arrependido apascentar as suas ovelhas? Pare. Preste atenção: Jesus manda o pecador que o traiu três vezes fazer nada menos do que pastorear as suas ovelhas, cuidar delas, guiá-las. Que lição para todos nós!

Sinto arder na minha pele a tristeza por ver homens impiedosos depreciarem todo o esforço de Swaggart em elaborar essa Bíblia de Estudo, em vez de se alegrarem por ele estar ativo na edificação do Corpo de Cristo. Que tipo de gente faz isso? Que tipo de gente faz caretas e comentários maldosos e maquiavélicos porque alguém que estava perdido foi encontrado e voltou a ser útil? Deveriam estar se alegrando junto com os anjos no céu, por Deus!

E note algo: em momento algum estou falando de concordar ou discordar da teologia que ele prega, de suas crenças soteriológicas ou do que for. Minha reflexão passa longe disso. Estou falando de pecado, arrependimento e perdão de um cristão, algo que perpassa absolutamente toda e qualquer divergência teológica ou doutrinária.

Ovelha7Uma verdade: infelizmente, fala-se muito mais sobre graça do que se exerce graça. É lindo teologizar sobre graça. Mas… pôr em prática? É para poucos. Pois muitos preferem se juntar não ao pai do filho pródigo, mas aos apedrejadores da mulher adúltera.

Peço a Deus que sejamos mais piedosos. Perdoadores. Graciosos. Amorosos. Menos ferinos na língua que fustiga os outros e mais amáveis ao aplicar o bálsamo sobre as feridas dos que se embrenharam pelo espinheiro do pecado mas foram resgatados pela maravilhosa graça.

Volto a dizer: não sou o Espírito Santo para dizer o que se passa no coração de Jimmy Swaggart. Se ele abandonou a prática do pecado eu não posso garantir. Mas quero crer que sim. E, até que me provem o contrário, o sangue de Cristo repousa sobre a vida daquele homem, tornando-o inculpável. E herdeiro do céu.

A ovelha foge do aprisco. O Senhor parte em seu resgate. Ele a traz de volta. Os anjos no céu fazem festa. O banquete é servido. O Pai se alegra. E depois? Depois muitos de nós pegamos aquela ovelha e a espancamos com socos, murros, pontapés e cusparadas. Que linda lição de cristianismo.

Obrigado, Senhor, pela graça. Obrigado, Senhor, pelo perdão. Obrigado, Senhor, pela restauração. E tem misericórdia de mim, pois não sou melhor do que ninguém. Ó Deus, sê propício a mim, pecador…

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

comentários
  1. Olá Maurício,
    Graça e paz!
    Tremendo texto meu amigo, muito obrigado. Dê uma olhada abaixo no texto que escrevi ano passado quando comprei a Bíblia de Estudo do Expositor – Jimmy Swaggart

    7 de Novembro de 2012!

    POR QUE TANTO PRAZER EM CONTINUAR ATIRANDO PEDRAS?

    Já contei para vocês que sou um tremendo “viciado” em Bíblias de Estudo. Sempre que uma nova Bíblia dessas é lançada eu faço o possível (e o impossível também) para adquiri-la. Às vezes as pessoas que me atendem nas livrarias evangélicas ficam até chateada comigo porque tem vezes que compro a Bíblia antes dela chegar às livrarias. Eu avisei que era um viciado… rs,rs,rs.

    Há pouco mais de um mês comprei a “Bíblia de Estudo do Expositor – Jimmy Swaggart”. Mas bastou eu citar o nome Jimmy Swaggart para muito amigos meus fazerem “cara feia”.

    – “Como você pode comprar uma Bíblia com comentários desse sujeito? Eu ainda lembro bem do que ele fez” – perguntaram-me algumas pessoas.

    Para quem não sabe (ou não viu), o pastor Jimmy Swaggart influenciou toda uma geração de pregadores pelo mundo afora nos anos 1980, principalmente onde seu programa semanal era transmitido. Jimmy Swaggart esteve no Brasil duas vezes, onde lotou estádios como o Maracanã e Morumbi com milhares de pessoas que o amavam e contribuíam com seu ministério. Eu fui um dos que esteve presente no Maracanã para ouvi-lo pregar a Palavra de Deus.

    No auge de seu ministério ele caiu em adultério e acabou perdendo seu espaço na mídia em todo o mundo. Após seus deslizes morais, seu ministério caiu em decadência em todo o mundo. Eu chorei muito no dia em que soube o que havia acontecido com ele.

    O que poucas pessoas talvez não saibam é que talvez tenha sido justamente por sua postura ética, sua coragem em sustentar a sã doutrina, e sua intrepidez em denunciar as heresias e os comportamentos mundanos e heréticos dos pastores, que ao cair, Jimmy Swaggart tenha sido motivo de alegria de diversos pastores.

    O interessante é que ontem li um comentário escrito pelo Bispo Hermes C. Fernandes sobre o pastor Caio Fábio, outro servo de Deus que também tropeçou e caiu em adultério. O bispo Hermes conta do dia em que ouviu a notícia:

    “O gerente da loja virou-se para nós e disse: Vocês não vão acreditar!
    Sabem quem caiu? O Caio Fábio!
    Levei um choque. Emudeci. Porém, o choque que se seguiu seria maior que o provocado pela notícia em si. Aquele pastor e o gerente pareciam comemorar. Um deles disse: – Eu sabia que mais cedo ou mais tarde a máscara cairia. Era questão de tempo até que surgisse um escândalo com o seu nome. Toda aquela santidade não passava de fachada!
    Saí dali amargurado.
    Conheci, naquele fatídico dia, uma face da igreja evangélica que até então ignorava.”

    Quando se fala em Jimmy Swaggart ou em Caio Fábio muitos críticos insistem em bater na mesma tecla: “Ele cometeu adultério”. Bem… só queria dizer que Davi também cometeu adultério, e pior: para tentar consertar seu erro, mandou matar o esposo de sua amante. Arrependeu-se, morreu, e depois de tantos anos, a cada passagem de um novo rei, lemos nas Escrituras o próprio Deus falando “Nunca houve um servo como David”. De fato, Davi e Deus eram tão íntimos que o Senhor permitiu que ele recebesse um título que ninguém mais recebeu: “O homem segundo o coração de Deus”.

    Hoje o pastor Jimmy Swaggart está com mais de 80 anos, mas continua pregando a Palavra de Deus, está firme na fé, com seu centro de adoração impactando vidas nos estados Unidos e outros países. O pastor Caio Fábio também recomeçou a sua vida. Então eu pergunto: Vamos passar o resto de nossas vidas medindo suas vidas por causa do pecado que eles cometeram?

    E se isso tivesse acontecido comigo ou com você? Você gostaria de passar o resto da vida sendo criticado por algo que fez, mas do qual você já se arrependeu e pelo qual tem certeza absoluta de que recebeu o perdão do Senhor?

    Quando Jesus perdoou a mulher que foi levada até sua presença acusada de adultério, Jesus a perdoou! Jesus não estava isentando a mulher do seu pecado. Ele apenas queria que cada um refletisse na própria maldade que existia em seus corações.

    Quais são as nossas atitudes diante dos pecados dos outros? Será que estamos sempre prontos para julgá-los e condená-los ou estamos dispostos a oferecer misericórdia e perdão? “Sede misericordiosos, como também é misericordioso vosso Pai. Não julgueis, e não sereis julgados; não condeneis, e não sereis condenados; perdoai, e sereis perdoados” Lucas 6:36-37.

    Talvez aquela mulher nunca esperasse o que recebeu. Talvez nem Jimmy Swaggart e nem Caio Fábio esperassem pelo perdão da forma tão maravilhosa que receberam, muito mais por serem pastores. Em todos esses casos o perdão de Deus lhes deu a oportunidade de começarem uma nova vida.

    O perdão de Deus continua sendo oferecido, não só a eles, mas a cada um de nós! Todos nós temos hoje a oportunidade de largar as pedras, olhar para dentro de nós mesmos, perdoar, e recebermos o perdão de Deus e sermos profundamente abençoados pelo Senhor.

    Só para terminar: a Bíblia publicada pelo ministério do Pr. Jimmy Swaggart é muito boa. Posso não concordar doutrinariamente com todos os comentários feitos por ele, mas é uma excelente Bíblia de Estudos.

    Bom Maurício, esse foi o texto que enviei para vários amigos, e hoje lendo o seu artigo fiquei muito feliz por tudo que você colocou. Grande abraço!

    Sérgio Müller
    Joinville – SC

    • Oi, Sérgio,
      .
      bravo, mano, fico muito feliz pelas suas colocações. Perfeitas. Que bom que há pessoas como você, que conseguem enxergar o evangelho pelos olhos da graça redentora e não da des-graça humana. Me emociona encontrar alguém que entende o que é o perdão de Deus e o que ele implica.
      .
      Um abraço, querido, e parabéns pelo texto. Na paz de Cristo,
      mz

    • Renato Souza disse:

      Infelizmente, conforme vejo, o Caio Fábio guarda uma raiz de amargura. Nas polêmicas em que ele entra, tenho visto ele destratar as pessoas. Discordo fortemente da teologia dele, mas mesmo que concordasse, não poderia concordar com as agressões muitas vezes gratuitas contra irmãos. Sinceramente, isso me parece pior que o adultério. Há espaço, as vezes, na fala de um ministro do evangelho, para uma palavra dura, mas nunca para uma palavra de morte e depreciação.

  2. Gamaliel disse:

    Ótima reflexão meu caro irmão. Que a graça do Senhor Jesus Cristo seja abundantemente derramada em nossas vidas, pois dependemos dela e não somos melhores do que ninguém.
    Na graça de Cristo.

  3. Mery disse:

    Lindo ! Maurício ,eu me lembro de Jimmy Swaggart,eu era pequena e assistíamos na TV,ele e sua linda família ,depois eu fiquei sabendo de acontecido e fiquei triste,lembro-me também,que Chico Anísio fazia uma sátira com essa família e se chamava Tim Tones lembra?
    Enfim ,muito me alegra saber de seu arrependimento,e muito me chateia os que atiram pedras nas ovelhas arrependidas, somos todos pecadores,e Jesus nos perdoa a todo momento.
    Vou ler os estudos Jimmy Swaggart ,fiquei nostálgica agora ,saudades do começo da adolescência rs
    Mery

    • Oi, Mery,
      .
      também me lembro dele na TV (Bandeirantes, se não me engano). Mudemos a nós mesmos, a quem está ao nosso lado e assim, quem sabe, conseguiremos mudar muitos? Quem sabe um dia entendamos o que é a religião verdadeira…
      .
      Abraço pra ti, no amor de Deus,
      mz

  4. Beth disse:

    A paz Murício!!

    Como sempre um belo texto. Esse texto é a pura verdade, mas como é difícil se comportar dessa forma. É muito fácil ser o irmão do filho pródigo (e na minha opinião compreensível também). Não tem sentimento pior (ou pouquíssimos são piores) do que você ver alguém que estava chafurdando na lama (do pecado) retornar e ser agraciado com aquela benção, que você que nunca se afastou, está buscando há anos… Dificil se alegrar com a vitória do outro e não questionar Deus por isso (exatamente como fez o irmão do filho pródigo). Sendo muito honesta com você, eu simpatizo com o irmão do filho pródigo (até sei que é errado) mas fazer o que… srsrsrrrs

    Deus te abençôe hoje e sempre!!

    • Oi, Beth,
      .
      sabe… creio que temos a ilusão de que, porque nunca deixamos a igreja somos menos pecadores do que o filho que se afastou. Quando penso em todos os pecados que cometo sistematicamente, mesmo estando aos pés de Cristo, vejo que não estou menos mal na fita. Isso nos põe em um lugar de profunda humildade…
      .
      Abraço carinhoso pra ti, na paz de Deus,
      mz

  5. blogdesnomeado disse:

    amém! que Deus nos ensine a sermos assim!

  6. rmdias disse:

    Que reflexão maravilhosa e bem vinda pela manhã…

    Meu irmão Maurício, fico muito feliz em poder ler seus posts
    inspirados pelo Espirito Santo!

    Como nosso Deus é maravilhoso…

    Deus tem me mostrado bastante sobre a graça ultimamente e vou compartilhar uma breve
    experiência que me tocou muito.

    Um dia desses, estava eu em casa e começou a passar um filme que sempre que posso, assisto como se fosse a primeira vez: ” A procura da felicidade”. Só que, dessa vez, o Senhor me tocou no ponto mais lindo do filme, de forma diferente. No momento que o personagem de Will Smith consegue o emprego na corretora.

    Depois de toda a luta, todo sofrimento, ele finalmente conseguiu.

    A reação dele foi de profunda gratidão e alívio sobre todo aquele peso tirado de suas costas
    com uma simples palavra: “você foi contratado”.

    Naquele mesmo momento, meus olhos cheios de lágrimas derramaram e eu pensando com Deus
    comecei agradecê-lo por essa experiência e me vendo sendo grato assim nas minhas conquistas…até que…

    O Senhor fala em meu coração, seja grato assim, simplesmente por acordar de manhã…
    ou seja, devemos ser gratos a Deus, pelo simples abrir dos olhos no dia seguinte e com a alegria
    de como se tivesse conquistado o emprego dos sonhos, o amor da vida, o carro dos sonhos e etc.

    E mais uma vez, com esse seu texto observo outra coisa, um dos pontos principais para se compreender e receber o dom da graça, misericórdia em nossos corações, é a simplicidade, porque o Pai nos trata com simplicidade e nos mostra que é nisso que Ele faz as maiores manifestações de seu poder e graça.

    Obrigado Senhor por ter deixado as 100 ovelhas várias vezes para ao resgate de mim, mero pecador!

    Sê propício a mim Senhor….pecador…

    Abraço irmão Maurício,

    Alegro-me muito pelos seus textos!

    • Salve, querido,
      .
      bela reflexão, absolutamente verdadeira e pertinente. Também me comovo demais com esse filme, certamente dá muito o que pensar sobre muitas coisas. Louvo a Deus por levar você a esse pensamento.
      .
      Abraço, querido, e obrigado pelo incentivo e as palavras de afeto. Deus te abençoe,
      mz

  7. Jacy disse:

    Oi, Maurício! Bom dia!

    É irmão, é mais fácil alguém que se sentiu ovelha desgarrada e foi salva pela Graça compreender a importância de abraçar aquele que se arrependeu e voltou. Isso se chama compaixão. Ser sensível para se colocar no lugar do outro, afinal todos pecaram e pecam e carecem da misericórdia de Deus.

    Todos nós, pecadores. Deus tenha misericórdia.

    Abraço, na paz do mestre! 🙂

  8. Henrique disse:

    Maurício,

    Texto oportuno. Muito necessário.

    Sabe, gostei muito por você lembrar de Gálatas 5:21. Muitas vezes classificamos “Adultério” como o “Pior dos pecados” e nos esquecemos que quando nos iramos, estamos indo pelo mesmo caminho…

    Bem, iríamos pelo mesmo caminho se não fosse Cristo nos salvar. Só que julgamos o adultério terrivelmente e não fazemos o mesmo com a ira, com a contenda ou com a mentira…

    É, meu irmão. Somos hipócritas…

    Sabe, uma vez me perguntaram porque eu considerava as pregações que o Caio Fábio fazia, pois ele tinha adulterado, etc.
    No mesmo momento me lembrei de Davi. Ele adulterou com Beteseba e acabou por assassinar Urias! Mas mesmo assim, lá na frente ele escreveu um Salmo 32, um dos mais lindos ao meu ver:

    “Bem-aventurado aquele cuja transgressão é perdoada, e cujo pecado é coberto. Bem-aventurado o homem a quem o Senhor não imputa maldade, e em cujo espírito não há engano. Quando eu guardei silêncio, envelheceram os meus ossos pelo meu bramido em todo o dia. Porque de dia e de noite a tua mão pesava sobre mim; o meu humor se tornou em sequidão de estio.
    Confessei-te o meu pecado, e a minha maldade não encobri. Dizia eu: Confessarei ao Senhor as minhas transgressões; e tu perdoaste a maldade do meu pecado.
    Salmos 32:1-5”

    Se lemos com atenção o Salmo de Davi e o consideramos Inspirado por Deus (Pois está na Bíblia), porque não aceitarmos um irmão que pecou, se arrependeu do pecado e hoje, restaurado pelo Espírito Santo é usado por Deus para pregar o Evangelho?

    Que Deus sempre continue a te usar com a Verdade e autoridade do Espírito.

    Um grande abraço, meu irmão.
    Com carinho.

    Henrique

  9. solange vieira disse:

    Bom dia ! Mauricio.
    Como é gratificante ler seus posts. Amigo só tenho que dizer e pedir ao Pai que me conceda bons olhos, amor, paciência, misericórdia ,sim ,pois por mais que todos os dias tente ser uma pessoa
    melhor, cada dia vejo quão pecadora e carente de amar meu próximo, meus irmãos.eu sou…as vezes nem precisamos falar ,apenas abraçar o perdido já lhe fará tão bem, recebe-lo em nosso meio com alegria e crer na obra redentora de JESUS CRISTO. e o ESPIRITO SANTO se moverá .
    Que Deus tenha misericórdia de mim.
    Deus tem tratado de meu coração e seus textos tem cooperado para isso.
    Toda honra e Glória seja dada ao SENHOR .
    A paz de Cristo esteja entre nós sempre.
    Solange

  10. Cássia disse:

    Eu precisava muito ler isso. Paz!

  11. Sara disse:

    Lembro de você na minha igreja há algumas semanas dizendo que é uma simples ovelha! Mas é uma simples ovelha que se deixa usar para abençoar vidas.
    Maurício eu não me via apedrejando pessoas, até porque já fui apedrejada por vários irmãos após a minha volta para a casa de Deus depois de “curtir” o mundo, então não acreditava que seria capaz de fazer isso com alguém. Mas hoje depois de ler o seu post, eu vi que faço isso, não falando da pessoa para os outros, ou tetando boicota-la, mas percebi que faço isso no meu coração! Não liberando perdão para aquele a quem Deus já perdoo, assim como tantas vezes já fez comigo, que não sou melhor do que ninguém.
    Queria compartilhar isso porque talvez alguns irmãos se encontrem como eu, sem enxergar que precisar limpar o coração e praticar o verdadeiro amor de Cristo.

    Que Deus continue te abençoando, abraços.

    • Oi, Sara, tudo bem? Você é aquela jovem da ICNV Taquara que veio falar comigo ao final da pregação, não é? 🙂
      .
      Exulto ao ver que o texto levou você a uma reflexão que, oremos, vai resultar em mudança de postura. Lindo, fico feliz ao ver Deus agindo.
      .
      Bênçãos em dobro pra ti, no amor de Cristo,
      mz

  12. lucas machado disse:

    Mais uma edificante reflexão Mauricio, que Deus continue lhe usando…
    Mesmo que a ovelha esteja no pecado, ainda não tenha sido alcançada pela maravilhosa graça do Senhor, nosso papel não é julgar, jamais, devemos clamar por essa vida perdida, oferecer o ombro amigo, ajudar o pecador a abandonar o pecado, e não condena-lo. Que o Senhor nos ajude a sermos cristãos verdadeiros, pois não é nada fácil.

    • Oi, Lucas,
      .
      obrigado pelo carinho e pela oração, mano.
      .
      Essa é a visão. Se fizermos o que você escreveu estaremos mais perto do reino de Deus.
      .
      Abraço, no amor de Cristo,
      mz

  13. Victor Hugo disse:

    Confesso que era um desses que criticava alguém que havia caído em grande pecado e não acreditava na sua mudança. Não conhecia Jimmy Swaggart até uma semana atrás quando soube do seu problema, como também de Jim Bakker que caiu no mesmo caso, porém, no caso dele, por motivos financeiros. Ainda passou 15 anos na prisão, onde reveu toda sua doutrina errada e se desculpou por ela.
    Passei então a ver com mais atenção aqueles que demonstravam arrependimento. Qual não é minha surpresa ao ver um texto falando de Swaggart, a quem conheci nem 5 dias atrás. Muito pertinente à igreja que tem se mostrado com um coração duro para perdoar e dos quais infelizmente confesso que fiz parte. Mas estou orando pra que Deus melhore isso em mim. Obrigado pelo texto!

  14. Greize disse:

    Ontem por acaso vi um pedaço de uma série sobra Bíblia, exatamente a parte de Davi, seu adultério e planejando a morte de urias.Mas e se fosse nos dias de hoje?

    Adulterou e pior matou o marido e amigo, para ficar com a esposa.Foi horrendo e hoje ele nunca teria a admiração que tem por muitos.Ele se arrependeu de todo coração.Deus perdoou.Mas consequência do pecado levamos até a morte.Mesmo assim gerações ainda o admiram.

    O pecado bate a nossa porta.A trava do olho também.Deixa Deus julgar, já basta nossa vida que é uma luta diária!!!Julgar cansa.

  15. Greize disse:

    Esqueci uma parte.Belo texto sobre .Misericórdia!!!Abraços.

  16. João Vitor Alves Cardoso disse:

    E aí Maurício,texto excelente como sempre, fico muito feliz quando minha igreja recebe novos convertidos,faz um tempo que um conhecido meu se converteu.Nunca imaginava que ele poderia se converter um dia.

    Fica na paz,man!!!!!!!!

  17. Eliane. disse:

    O que é a Graça de Deus? – É favor imerecido,…não merecemos, mas ELE nos ama, nos perdoa, nos justifica, nos eleva em seus braços com amor…quando olha nosso coração, onde nada podemos esconder. Arrependimento e obediencia, juntamente com perdão e amor, são chaves preciosas para nossa entrada no Reino de Deus. Amei….seu Post. “Deus realmente não nos constituiu juiz, sobre ninguem.”

  18. luizasil disse:

    infelizmente, fala-se muito mais sobre graça do que se exerce graça. É lindo teologizar sobre graça. Mas… pôr em prática?

    …Quando vamos aprender a humildade que Cristo nos ensinou??…

  19. Lígia Maria da Silva Barros disse:

    Olá irmão!
    Que bela e profunda reflexão.
    Desde criança sempre falei:”que bom que serei julgada por Deus”.
    E confesso não compreender essas práticas cristãs.
    Às vezes falo que não sirvo ao Deus que alguns dizem servir.
    O amor de Jesus é tão evidente e simples, em “-VAI,NÃO PEQUES MAIS!”; -NÃO VIM PARA OS SÃOS!”:”-HOJE MESMO ESTARÁS COMIGO NO PARAÍSO!” e tantas outras passagens.
    Tem muitas ovelhas necessitando tirar as traves dos olhos.
    Ainda bem pra eles que DEUS É AMOR.
    Graça e Paz!

  20. Dayana disse:

    A graça não faz acepção de pessoas e pecados, mais infelizmente muitos dos que a receberam fazem!

  21. Jose Junior disse:

    A paz de Deus nobre amigo.

    Engraçado como são certas coisas.
    Lembrar de alguns gigantes da fé, que um dia cairam (mas foram resgatados), traz-me não um sentimento de rejeição a eles, mas de “comunhão”.

    Não que eu me coadune com os pecados deles, mas ao “visualizar” tais fatos, vejo que não existem “super crentes”, mas seres humanos carentes das misericórdias de Deus, Independente de quem quer que seja. Seja um iracundo Moisés, ou um adúltero Davi, ou um covarde Pedro.

    Tivemos grandes homens renomados, e cheios do poder de Deus, durante as décadas de 70, 80 e 90, que infelizmente foram enganados pelo Diabo (tanto estrangeiros como alguns brasileiros), mas que vários deles arrependeram-se e hoje são novamente exemplos da graça de Deus.

    Deus é um Deus que pega o barro e esta sempre fazendo o vaso conforme Lhe apraz. E se o vaso vier a trincar, Ele novamente pode trazer a honra de volta a este vaso. A glória é pra Deus.

    Louvo a Deus por homens e mulheres que são resgatados e hoje podem dizer felizes: “Oh Senhor, sê propício a nós, pecadores”.

    Ótima fonte de reflexão.
    Deus seja contigo.

    No amor de Cristo,
    José.

  22. Marcos Cesar disse:

    Quero parabenizar os amigos que comentam aqui nesse blog…olha, navego há anos pela net, e posso dizer sem medo de errar, que é a primeiras vez que encontro um blog de evangélicos que de fato parecem seguir os ensinamentos do Cristo…amigos, tudo que venho vendo por aí, é fanatismo, intolerância e um radicalismo enorme, exagerado… vejo alguns, com um verdadeiro ódio, de pessoas que seguem outra doutrina religiosa; muitos já se acham é o centro do Universo; outros, os donos da verdade absoluta, e etc, etc… Já aqui não, aqui eu “vi pessoas” amorosas e sóbrias, pessoas que de fato carregam Jesus nos seus corações…obs: gostei do texto lá de cima do Sergio, penso da mesma forma que o amigo…abraços a todos

    • Oi, Marcos,
      .
      também fico feliz por os manos que me honram com suas leituras e seus comentários demonstrarem esse amor e esse boa educação – bíblica e cívica.
      .
      Obrigado pelo carinho de suas palavras, querido.
      .
      Deus o abençoe muito,
      mz

  23. João Roberto disse:

    Bom dia irmão, fico feliz em poder ler suas mensagens todos os dias, sou edificado por suas reflexões ,pois muito me ajuda quando penso que não existe união entre irmãos, este tema é muito propício paranos lenbrar do sacrifício da Cristo naquela cruz.

  24. Fabio Cardoso disse:

    Me converti em 1983 pelo programa do Swaggart. Naquela época eu recebia grátis livretos com 20 páginas que me orientaram nos 1ºs passos.
    Infelizmente, hoje a maioria que está na TV são vendedores de bençãos e não pregam a salvação. Que saudades do Swaggart !!
    Maurício vc escreve super bem. Por que vc não divulga também pelo Face ?

    • Olá, Fabio, tudo bem?
      .
      Me alegro de saber dessa tua experiência. De fato, você lembrou algo interessante, Swaggart se arrependeu mas é crucificado, enquanto muitos seguem pecando (nas mais variadas áreas) e são glorificados. Pena.
      .
      Já estive no FB e no twitter, mas as experiências foram muito ruins para minha vida pessoal. Decidi sair e não sinto saudade alguma. Oro a Deus que as pessoas que ele deseja alcançar pelos textos do blog sejam alcançadas de um modo ou de outro, sem precisar de redes sociais – seja por procuras do Google, seja por leitores que indicam e encaminham os emails que recebem com os textos, seja como for. Creio que tem funcionado. Obrigado pela sugestão e pelo carinho de tuas palavras, mano.
      .
      Abraço pra ti, na paz de Deus,
      mz

  25. Mari Veiga disse:

    Reblogged this on and commented:
    Muito bom! Leia!

  26. Olá Mauricio, excelente reflexão.

    “Não julguem, para que vocês não sejam julgados. Pois da mesma forma que julgarem, vocês serão julgados; e a medida que usarem, também será usada para medir vocês. Por que você repara no cisco que está no olho do seu irmão e não se dá conta da viga que está em seu próprio olho? Como você pode dizer ao seu irmão: Deixe-me tirar o cisco do seu olho, quando há uma viga no seu? Hipócrita, tire primeiro a viga do seu olho, e então você verá claramente para tirar o cisco do olho do seu irmão”. Mateus 7:1-5

    Peço a Deus que me faça ser humilde o bastante para reconhecer todos os dias que nunca serei melhor que ninguém, que todos necessitamos da maravilhosa graça de Deus!!!

    Deus te abençoe!!!

  27. isac disse:

    Concordo plenamente com você Irmão Maurício.. De fato o perdão de Deus é muito forte sobre nós pecadores.. As misericórdias do Senhor é grande.. Mais que o inferno e a Morte..
    apesar de não concordar muito com alguns comentários exegético do Jimmy Swaggart, Pois na livraria onde trabalho, vendemos a Bíblia do expositor, mencionado a cima. Mas creio que Deus com toda certeza perdoa aquele que e arrepende! Mauricio que Deus Te der forças a cada dia!!!

  28. isac disse:

    Por favor assistam a essa Linda canção! Acho que tem tudo haver com o texto!Obrigado!

  29. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!!

    Cara, o negrito chave é a chave: “por se considerarem justos, e desprezavam os outros…”
    Percebo que certas pessoas se consideram melhores, mais puras, mais santas, mais próximas de Deus etc, como se não tivessem pecados a serem perdoados…Ledo engano.
    Será que existe algum cristão que se considere santo absoluto? Se existe, esse cara tá precisando de perdão pelo simples fato de se achar santo absoluto.
    Pior é que tem gente que acha que os seus pecados são menores ou menos graves. Uns dizem:”ah, foi só uma mentirinha.” e se esquecem que o pai da mentira é o diabo. Ué, não dizemos “tal pai tal filho”? Taí então…
    Só as Madalenas, os Pedros, os Filhos pródigos; os pecadores arrependidos é que darão real valor ao perdão recebido, digo, nós que reconhecemos o quanto pecamos(pret.perf.ind), pecamos(pres.ind.) e ainda pecaremos por trazermos em nós esse vírus pecado desde Adão e Eva, afinal, quinhentos dinheiros têm mais peso que cinquenta, não é mesmo?
    Graças a Deus por Sua maravilhosa Graça, Seu Amor, Seu perdão e Sua SALVAÇÃO!

    Glórias a Deus, também, por sua vida Zágari!!

    Abração mano!!

    MJ

    • Oi, Marcão!
      .
      Rapaz, existem. E não são poucos. O que é muito, mas muito triste.
      .
      Enquanto a Igreja não se der conta de sua imperfeição e falibilidade teremos sempre aqueles que, na época de minha conversão, chamávamos de “santarrões”. Infelizmente, é um fato.
      .
      Aquele abraço, meu querido, e obrigado pelas sempre afetuosas palavras. Deus te abençoe e a toda a família,
      mz

  30. Ana Maria disse:

    Olá Mauricio, um irmão em Cristo pediu pra perguntar o que seria os “socos, murros pontapés e cusparadas”?
    Graça e paz amigo.

    • Olá, Ana,
      .
      é uma forma metafórica de falar sobre desprezo, agressividade, discriminação. Essas atitudes demonstram o mesmo tipo de postura moral e espiritual que “socos, murros pontapés e cusparadas” representam em termos físicos. Esclarecido?
      .
      Abraço, Deus te abençoe,
      mz

  31. Ana Maria disse:

    Eu respondi com uma mesma parte de seu texto “Seria a postura de discriminar o arrependido de quem retornou – como fez o irmão mais velho do filho pródigo, alguém que, certamente, não compreende o que significa amor nem graça. ” Estou certa?

  32. Eu gostei muito dessa biblia eu queria abaixar pra mim fazer um estudo mais profundo da palavra de Deus.

  33. Isaac disse:

    Sempre orei a Deus por Jimmy Swaggart. Hoje louvo ao Senhor meu Deus, por ver-lo em pé para glória de Deus. Aos que o criticam fazer o quê?

  34. Cristiane Barbosa disse:

    Olá Maurício,
    Gostei muito do seu comentário, vc está certíssimo. Acompanhei a trajetória desse homem de Deus, me lembro na década de 80 era apenas uma criança mas de lar evangélico, tinha os discos de vinil q adorava ouvir e tb suas msgs. Vc não imagina a minha felicidade ao descobrir q ele possui um canal 24 horas na net(q passa msgs da década de 80 e tb de agora) e tb essa bíblia do expositor q é simplesmente fantástica. Se possível for, gostaria q me autorizasse a publicar o seu comentário na minha página do facebook, sou pastora de um ministério q prega a Graça mas como está difícil ver a prática desses ensinos e vc exemplificou muito bem, ao invés de se juntar ao pai do filho pródigo, preferem se juntar aos apedrejadores da mulher adúltera. Compartilho da sua tristeza mas também quero compartilhar da sua alegria de ver cada vez mais esse homem de Deus voltar a dar frutos, afinal quem nunca pecou q jogue a primeira pedra. Deus é amor e perdão e a bíblia é clara, quem confessa e deixa, alcança misericórdia! Parabéns pelo texto, homem de Deus.
    Graça e paz, irmão em Cristo. Deus te abençoe.
    Cristiane.

    • Olá, Cristiane, tudo bem?
      .
      Fico feliz que o texto falou ao seu coração. Sinta-se à vontade para republicar o texto no seu facebook, sem nenhum problema. Só pediria que citasse o link da fonte, ok?
      .
      Abraço fraterno,
      mz
      facebook.com/mauriciozagariescritor

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s