Eu3Poucas emoções no mundo se comparam a um salto de paraquedas. Essa experiência, aliás, não é apenas emocionante: é absolutamente transformadora. Se você nunca saltou antes, fica a recomendação: não perca tempo, salte! Por 350 reais você pode viver um dos mais revolucionários  eventos que um ser humano tem a possibilidade de experimentar. E, por uma série de razões, o salto é capaz de lhe dar insights muito profundos sobre a sua vida de fé. Hoje, por mais estranho que isso talvez soe, acredito até que o salto de paraquedas pode se tornar uma disciplina espiritual que vai te conduzir a reflexões extremamente válidas para sua caminhada com Cristo. Permita-me contextualizar o cenário, para você entender onde seu coração e sua razão estarão durante um salto do gênero. No Rio de Janeiro, o salto duplo é feito de uma altura de dez mil pés, cerca de 3,5 quilômetros acima do solo. Você despenca no vazio e, por 12 segundos, seu corpo acelera, até se estabilizar a uma velocidade de 200 quilômetros por hora. Depois seguem-se 45 segundos de queda livre. E que 45 segundos! Duram uma eternidade. Finalmente, a cerca de 1,5 quilômetro do chão, o paraquedas se abre. Desse momento em diante, você plana a 30 quilômetros por hora. Ao todo, do instante em que sai do avião até tocar o solo, o salto dura de 5 a 7 minutos. Se você não acha muito, experimente e verá o quanto sua mente funcionará nesse curto espaço de tempo. E por muito tempo depois.

A primeira coisa que você exercita ao saltar de paraquedas é a sua fé. Sua vida está toda depositada em um pedaço de lona conectada a alguns cabos. Um gancho mal posto pode resultar em morte. Se você conseguir elaborar uma reflexão aprofundada o suficiente a partir dessa experiência, verá a loucura que é o fato de entregar sua vida em confiança àqueles pedaços de tecido e, ao mesmo tempo, não depositar toda a sua fé no Deus criador do universo. Alguém poderia dizer que pelo menos o paraquedas é algo visível, palpável. Acredite: quando ele está dentro da mochila não há nada de visível. Te dizem que ele está ali é que tudo está certo, mas… quem sabe? Quem garante? Logo, ter fé para saltar de paraquedas mas demonstrar falta de fé em Deus é uma incongruência. Se sua fé é pouca, aceite a sugestão: faça no meio de um salto a sua oração a Deus pedindo que lhe acrescente fé. Depois me conta o que aconteceu.

Outro aspecto é o da comunhão. Se você não está fazendo um curso de paraquedismo, mas apenas um salto duplo, verá a importância do instrutor. Sem aquele cara a quem ficará enganchado durante toda a experiência, você percebe que as coisas seriam muito mais difíceis e problemáticas. A sensação de segurança que aquela pessoa vai te passar é indispensável para você ter coragem de dar o passo no vazio. Na última hora, você quer desistir e, adivinha quem te dá a força, a coragem e a confiança suficientes para se lançar do avião? O instrutor. O seu próximo. Saltar de paraquedas ensina muito sobre a importância de viver a fé em comunhão e em comunidade. Ali você vê nitidamente como a coletividade é essencial para o fortalecimento, o encorajamento mútuo, a edificação. Para seguir em frente.

Saltar de paraquedas também é um exercício magnífico para a renovação da mente. Não consigo pensar em nenhuma outra experiência humana que faça você ver as coisas de uma perspectiva totalmente diferente daquela a que sempre esteve acostumado como essa. O ser humano não foi feito para voar. Tampouco para se jogar no vazio a mais de três quilômetros de altura, contrariando tudo o que seu instinto de sobrevivência determina. É um tipo de suicídio, se parar para pensar. E, para conseguir se atirar, você terá de se dispor a ir contra tudo o que é óbvio e intrínseco a sua natureza e ao instinto de autopreservação.

O salto de paraquedas também instiga uma profunda reflexão sobre a resistência ao pecado. E, pode parecer estranho, mas saltar te fortalece contra ele. Se você está vivendo uma fase de sua vida em que enfrenta uma tentação fortíssima, à qual acha que vai sucumbir, pegue o primeiro avião que passar pela frente. Entenda: a vontade de ceder à tentação é uma força descomunal da natureza, um impulso aparentemente incontrolável, algo que vem conosco de fábrica e que move todas as fibras de nosso ser em direção ao pecado. Do mesmo modo, a vontade de não arriscar sua vida jogando-se de uma aeronave rumo ao nada domina todo o ser de quem está naquele aviãozinho, prestes a se lançar porta afora. Se você consegue exercer domínio próprio suficiente a ponto de contrariar tudo o que seu ser te diz para fazer… você é capaz de dominar a tentação. Seu eu diz “fica, não salta”, mas você se domina e vai em frente. Seu eu diz “vai, peca”, mas você se domina e não vai em frente. Se alguém me diz que teve forças para saltar de 3,5 quilômetros de altura a 200 quilômetros por hora mas não teve forças para resistir ao impulso de ver pornografia na internet, por exemplo, eu não acreditaria. Se você saltou de paraquedas, eu garanto: tem domínio próprio suficiente para se controlar ante as tentações. E, claro, há o fator presença de Deus. Pois, se você tem todo esse domínio próprio e o Espírito Santo habita em ti, as forças para resistir estão todas aí dentro, basta trazê-las à tona.

Eu6A humildade é outra virtude que o salto de paraquedas traz ao coração. Quando você vê aquela cidade enorme em que vive lá embaixo, pequenininha, uma mancha espalhada entre o mar e a montanha, percebe o quanto não somos nada. Frágeis. Pó. Mais ainda: quando você se põe em perspectiva diante do gigantismo deste mundo em que vivemos, passa a ter a rara e nítida percepção de quão insignificante é o ser humano. Acredite: saltos de paraquedas humilham qualquer soberbo. Se você conhece um homem arrogante, peça a Deus que ele decida dar um salto – e ore para que ele seja alcançado por essa percepção.

O salto de paraquedas também é uma ocasião de louvor e adoração. Quando você está em um avião e olha para toda a grandeza da criação, o coração dispara em reconhecimento à grandiosidade do Criador. Estar junto às nuvens, ver o mar lá do alto, vislumbrar as montanhas ao longe… que espetacular oportunidade de apreciar, de um ponto de vista único, a beleza da obra de arte do grande Artesão. Já perdi a conta de quantas vezes voei de avião, mas até hoje me deslumbro com a vista lá de cima, não sou nada blasé quando voo. Não foram poucas as vezes em que tive de esconder olhos molhados de emoção dos outros passageiros ao fazer um simples voo Rio-São Paulo, por exemplo. Simplesmente porque a obra das mãos do Senhor é linda de morrer.

OraçãoNão há duvidas de que saltar de paraquedas é uma experiência capaz de nos levar à transcendência e a um religare com Deus como poucas outras. Se você puder, salte – eu recomendo. Mas sabe… fiquei pensando em algo. Bem-aventurado é o homem que consegue viver o fortalecimento da fé, a valorização da comunhão, a renovação da mente, o fortalecimento contra o pecado, o senso de humildade e o louvor e a adoração do Senhor sem precisar subir a quilômetros de altura. Minha oração hoje é que todos nós consigamos dar esse salto, todos os dias, entre as quatro paredes de nosso quarto. Pois nem todos podem saltar de paraquedas, mas qualquer um pode ter uma Bíblia. Nem todos têm como entrar em um avião, mas todos temos a possibilidade de dobrar os joelhos em oração. E, na intimidade desenvolvida pelo estudo das Escrituras e o hábito de falar com Deus, está toda a emoção, a razão e a ação de que você precisa para viver a sua fé em plenitude.

Busque ao Senhor no silêncio do seu quarto. É o mais empolgante, transformador e radical salto que você pode dar em toda a sua vida de fé.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

comentários
  1. Gamaliel disse:

    O que falar, quando seus olhos estão cheios de lágrimas por ler reflexões que nos levam cada vez pra perto de Deus, de pensar na grandeza do Criador, sua soberania e Amor?
    É o que sinto nesta manhã, nesse texto belíssimo irmão Maurício.
    Sempre quis pular de paraquedas, e agora então, a vontade cresceu, e o farei assim que possível.
    Que o Senhor te abençoe querido, que Ele te dê a sua graça para continuar a escrever de forma tão clara e objetiva que fala aos nossos corações.
    Na paz do Mestre.

    • Oi, Gamaliel,
      .
      que alegria saber que o texto tocou teu coração, querido.
      .
      Tua oração é a minha também. Muito obrigado por interceder, preciso muito.
      .
      Um abraço, na paz de Deus,
      mz

  2. Graça e paz Maurício!
    De fato pela experiência narrada, que adrenalina não sentimos!!
    Nunca pulei, mais fico com as palavras de um dia poder vivenciar tal experiência de fé e de coragem em minha vida.
    Enquanto isso, continuarei dando saltos de fé em busca do Criador, tendo experiências que nos levam a cada dia a refletir o quanto pequenos somos, e o quanto Maravilhoso Cristo é.
    Saudações em Cristo!
    Jeferson Rangel
    prjefersonrangel.blogspot.com.br

    • Saudações, reverendo,
      .
      tenha certeza que os saltos que se dão dentro do peito são os mais transformadores de todos. Nossa alma é um céu sem horizontes.
      .
      Abraço, na paz de Deus,
      mz

  3. Henrique disse:

    Que texto meu irmão Maurício.
    Que texto!

    Sem palavras. Não sei como descrever a emoção de ler tuas palavras.
    Que Deus te abençoe meu querido irmão.

    Um abraço.

  4. Alma Boaventura disse:

    meu sonho de consumo.

  5. rmdias disse:

    Que texto maravilhoso de se ler meu amigo!

    O Senhor continue te abençoe com essas inspirações em cima das experiências que lhe proporciona em sua vida!

    • Olá, mano,
      .
      obrigado pelo carinho, fico feliz que o texto falou ao teu coração, Muito obrigado pela oração, querido, a ela digo amém.
      .
      Abração pra ti, no amor maior,
      mz

  6. Cris disse:

    O texto é lindo, como sempre, mas dá até um frio na barriga de imaginar você, seu maluco, pulando lá de cima… rsrs
    Fico com o desafio, que é o que realmente importa, e espero conseguir dar esse salto diariamente entre as quatro paredes do meu quarto…

  7. João Vitor Alves Cardoso disse:

    E aí Maurício,excelente texto man.Muito boa sua relação com o paraquedas,isso aguça nossos sentidos,além de nos proporcionar belas reflexões.
    Fica na paz,man!

  8. Pri disse:

    Maurício, que interessante perceber como ultimamente seus textos têm se conectado com experiências recém vividas por mim. 🙂
    Este final de semana mesmo estive no RJ e sempre que subo num avião tenho a mesma sensação de pular de paraquedas (sou um pouco medrosa) pois me sinto entregue nas mãos do piloto e sempre fico boquiaberta com a criatividade do nosso Deus, com Seu capricho e penso também em nossa pequenez diante do mundão afora. Compartilho da sua opinião e adorei sua reflexão.
    Um abraço.

    • Oi, Pri, tudo bem com você?
      .
      É gratificante saber que criamos a conexão a partir dos textos escritos. Prova de que alguém lá em cima tem seus propósitos em poucas letras.
      .
      Espero que tenha desfrutado de sua vinda ao Rio. Sou extremamente coruja quanto a minha cidade, que considero a melhor de todas que já visitei no mundo. Mas sou ufanista e, logo, suspeito.
      .
      Obrigado pelo carinho com o texto, você é gentil.
      .
      Abraço pra ti, Deus te abençoe sempre e muito. Em minhas orações.
      mz

  9. Alex Nascimento disse:

    Lindo texto para ler, fico imaginando e vendo as palavras se concretizarem na minha frente toda vez que leio seus textos, parabéns, Deus te abençoe sempre. A comparação é simples e me leva a algo bem maior. Obrigado.

    Tenho muito medo de altura, não pularia rsrs

    Abraço meu querido.

    • Olá, Alex,
      .
      obrigado pelo carinho de tuas palavras e das tuas orações. Fico feliz que o que desejo esteja ocorrendo: buscar passar um conteúdo profundo com uma linguagem simples e acessível. Louvo a Deus por isso.
      .
      Abraço, mano, paz pra ti e os teus,
      mz

  10. Olá Zágari!

    Recentemente ganhei um “vale salto de paraquedas”, e coincidentemente, vejo esse seu post.

    Já não via a hora de pular, agora estou contando os dias rs.

    Deus o abençoe, abraço!

  11. Christiane Lopes disse:

    Louvo a Deus pela sua vida cada vez que leio um texto seu. Certamente sua inspiração vem direto do coração de Deus para o seu. Deus o abençoe.

  12. Daisy disse:

    Como Deus usa seus textos para falar comigo,leio,releio,leio,releio…

    Deus te abençoe,Maurício,e que você tenha uma semana cheia Dele!!!

  13. Jose Junior disse:

    A paz de Deus nobre amigo.

    Tá aí um desejo meu há muito postergado. Dar um salto assim…

    Mas desisti no momento de ir ao encontro do instrutor no campo de pouso em Anápolis.

    Entretanto, “experimentei” um pouco da emoção meditando em suas palavras. Maravilhoso nobre amigo.

    Que Deus continue te inspirando, te fazendo subir às maiores alturas, no momento em que te abaixas em humildade para receber de Deus a inspiração que tanto nos faz refletir quão glorioso é servir e ser ao Deus-Todo-Poderoso.

    Louvo a Deus por tudo, e sou-Lhe grato por sua vida.

    Abraço fraternal,
    José.

  14. Eliane disse:

    Tenho recebido seus emails e repassado para todos que conheço!
    Amei este! Simplesmente maravilhoso. Quando li, pude perceber mesmo sem te conhecer, humildade, carisma que tocam os corações. Contine…Deus com certeza tem usado a sua vida
    para “falar” a outros corações que precisam de uma palavra de reflexão, alento e ensino para horas em que somente o nosso Deus, é o nosso refugio e a nossa fortaleza!

    • Oi, Eliane,
      .
      que alegria é saber que nossas singelas reflexões tocam corações. Louvo a Deus por isso.
      .
      Obrigado pelas palavras de incentivo, são muito preciosas.
      .
      Abraço carinhoso a ti, no amor de Deus,
      mz

  15. isac disse:

    CONFESSO QUE NÃO TERIA CORAGEM.. AO LER O TEXTO EU SONHEI, E VIA TODOS OS MEUS AMIGOS SALTAREM, MENOS EU! MAS UMA COISA EU SENTIA NESSE SONHO QUE DEUS ME DARIA CORAGEM.. (RS) É MAURICIO, LI O TEXTO E ACABEI SONHANDO… DEUS NOS DARÁ A FORÇA SEMPRE… ABRAÇO E MAIS UM VEZ OBRIGADO POR COMPARTILHAR CONOSCO CONHECIMENTO. A PAZ EM MEIO AS ALTURAS DA VIDA!

  16. Jean disse:

    Zágari,amado..
    Sempre se superando a cada texto..que analogia interessante sobre o salto de paraquedas e nossa vida com Deus..Quanto somos realmente pequenos perante a grandeza do Cosmos e desse planeta que o Senhor criou e nos deu pra habitar.
    Zágari,não sei se vc já assistiu,mas “Gravidade”,filme com Sandra Bullock e George Clooney,que relata o drama de 2 astronautas perdidos no espaço após um acidente,me comoveu muito.
    As imagens espetaculares da Terra vista do alto,a sensação de vulnerabilidade total dos personagens diante a imensidão do Cosmos e sua beleza,tornam o filme imperdível.Confesso que quis vê-lo sozinho,não queria ninguém pra falar nada comigo.Queria me sentir assim,lá em cima,no silêncio do espaço sideral,meditando sobre coisas que aqui embaixo não paro pensar,sentir-me como numa encruzilhada espacial onde não poderia fugir do meu eu,dos meus fantasmas existenciais,do meu orgulho,dos meus sonhos malucos,de minhas vaidades tolas..enfim, ter o privilégio que poucos tiveram ..assim como pra saltar de 10 mil pés de altitude,o homem também não foi feito pra viver acima da atmosfera,mas essa experiência de passear por lá,ser um astronauta por uns dias,seria ótimo..mas enfrentar a ausência da gravidade e suas complicações,exige muito mais preparação..é coisa de “louco” mesmo..mas pelo que vi no filme,vale a pena..
    Graça e Paz nas alturas!!

    • Oi, Jean,
      .
      que bom que apreciou o texto, querido. Vi a propaganda do filme, mas quem tem filho pequeno passa alguns anos sem ir ao cinema – no meu caso, lá vão três anos. Certamente quando sair em DVD vou assistir, obrigado pela dica, vou me lembrar do que você disse quando estiver vendo.
      .
      Abraço, na graça e na paz do Mestre,
      mz

  17. Andrei Alves disse:

    Edificante!

    Louvado seja o Senhor Deus pelo dom concedido a você meu irmão, texto simples e muito criativo, com verdades grandiosas! Confesso que fiquei desejoso de saltar também! Mais desejoso ainda de esse salto no meu quarto.

    Na Paz que excede todo entendimento,

    Andrei
    Campina Grande, Paraíba

  18. andreia disse:

    Sempre nos edificando atraves de suas publicações querido irmão,

    Clamamos ao Senhor que derrame dia a dia o óleo da sua Unção sobre ti.

    Que a paz de Cristo reine em tua casa, com carinho

    Andreia Araujo

  19. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!

    TOP!!!!!!!
    Acho que, pelo menos por enquanto, que ficarei com meus saltos dentro das 4 paredes…rsss
    Como você, não sou nada blasé quando estou no avião. É realmente um momento de contemplação da criação de Deus e, também de nossa pequenez.

    Deus seja louvado!
    Deus continue te inspirando para nos abençoar!!!!!!

    Abração!!!!

    MJ

    • Marcão, salve!
      .
      Compreensível, querido, cada um tem sua hora e seus limites. Pés no chão!
      .
      Obrigado pela oração, importantíssima.
      .
      Aquele abraço, na paz de Deus,
      mz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s