O que aprendi sobre oração com as minhas ceroulas

Publicado: 01/08/2013 em Espiritualidade, Oração, Pessoal
Tags:, , , ,

Papa1 Moro na rua em cuja extremidade foi montado o palco para a apresentação do papa na Jornada Mundial da Juventude. Em outras palavras, isso significa que todo e qualquer tipo de inconveniente causado por esse megaevento me atingiu: engarrafamentos colossais, gente gritando e cantando o dia inteiro (e a noite… e a madrugada…) embaixo da minha janela e perturbando o sono de minha filha, dificuldade de deslocamento (minha rua foi premiada com barreiras que impediam o acesso de carros), montanhas de lixo deixadas pelos peregrinos na minha calçada. Enfim: fiquei no olho do furacão, tendo de suportar todo tipo de incômodo proporcionado pelo evento (e que fique claro que isso não tem nada a ver com o fato de ser católico romano: poderia ser budista, espírita ou evangélico, os inconvenientes seriam iguais). Decidi, então, aproveitar o feriado municipal e fugir do papa e dos gigantescos transtornos que ele e seus peregrinos trouxeram ao Rio de Janeiro. Escapei para um chalé à beira de um lago em Penedo, cidadezinha de montanha que amo, no estado do Rio. Que alívio. Só que tem um detalhe: o frio oscilava entre 2 e 7 graus Celsius. E, aí, congelei. Como bom carioca, não estou habituado a conviver com o frio extremo. Por isso, ao chegar a Penedo me deparei com um grande problema: só levei um par de calças. Jeans. Já usou jeans no frio de 2 graus? Acredite: parece que saíram do freezer. É torturante. E ali me vi eu, em agonia, com calças polares. E parecia que não tinha nada que eu pudesse fazer.

Foi quando me lembrei de que havia algo à minha disposição que poderia me livrar daquela tortura.

Papa2Alguns anos atrás, quando viajei para países frios, como Suíça e a Áustria, comprei ceroulas. Aqui no Brasil essa é uma peça de vestuário bastante incomum, pois somos um país bem quente. Lá são de uso comum. Mas a verdade é que ceroulas são extremamente úteis no frio. São como calças de pijama, só que aderem mais ao corpo, e as vestimos por baixo das calças. Acredite: por mais que pareça engraçado ou estranho usar ou até falar sobre ceroulas, quando viajo a um lugar muito frio sem elas eu sofro. Não queira usar calças jeans a 2 graus sem elas: parece que nossas pernas estão enfiadas na neve. Por isso, quando achei na minha mochila as ceroulas compradas para aquela viagem foi como se um coral de anjos começasse a cantar o Aleluia de Handel. Alívio. Conforto. E paz. Graças a algo a que não estou muito habituado a usar e a que, por isso, não me lembrava de recorrer, fui salvo de ficar três dias congelado da cintura para baixo.

Em nossa vida espiritual, muitas vezes vivemos situações difíceis, torturantes, de agonia. Nos deparamos com becos sem saída nos quais parece que não há nada o que fazer. Nos vemos impotentes diante de grandes dificuldades da vida. A sensação é que estamos vivendo um inferno congelante, do qual não há escapatória. Olhamos ao redor e parece que a ajuda nunca chegará, que ninguém ouve nossos apelos, que só nos resta nos conformar com a dor e o sofrimento, abaixar a cabeça e chorar.

Só que muitas vezes nos esquecemos de algo que usamos vez ou outra, algo que frequentemente fica esquecido e guardado em um canto mofado de nossa espiritualidade. Algo que aquece a alma e esquenta o coração. Que, assim como as ceroulas que usamos tão pouco mas são a salvação no momento de tribulação, cai às vezes no ostracismo até que nos lembremos de que temos esse recurso sempre à disposição: oração.

Papa3Sejamos francos: falamos muito mais de oração do que oramos. Oramos pouco. E, por orar pouco, muitas vezes a oração fica esquecida num canto mofado e escuro do nosso armário espiritual. Está ali, ao nosso dispor, com um potencial enorme de nos livrar de muitas tribulações, mas simplesmente não recorremos a ela. Pense em quantas vezes você ficou doente e antes mesmo de orar foi tomar remédios e procurar o médico. Pense na frequência com que tenta resolver algo com suas próprias forças em vez de dobrar os joelhos e falar com o Senhor. Pense nas aflições e dores que poderia evitar caso clamasse a Deus rotineiramente. Pense na oração que está ao alcance de suas mãos mas você simplesmente não usa, assim como eu e minhas ceroulas.

A oração é extremamente menosprezada em nossos dias. É vista como um complemento da fé e não como um de seus alicerces. Muitas vezes, até mesmo como uma chatice, uma penosa obrigação. Ninguém me obrigou a usar as ceroulas, mas elas viabilizaram que eu passasse dias agradáveis no frio. Ninguém te obriga a orar, mas a oração viabiliza que você supere períodos de tribulação sob a mão e a direção de Cristo. Tampouco me senti incomodado por usar as ceroulas, assim como não devemos nos incomodar quando nos convidam a orar, a participar de um culto de intercessão, a fazer parte de um grupo de oração. Ou mesmo quando o Espírito Santo de Deus nos chama a orar entre as quatro paredes de nosso quarto.

Papa4Nunca imaginaria que logo o papa seria, indiretamente, o responsável por me conduzir a uma reflexão sobre oração. E, por isso, apesar da enormidade do transtorno que a presença dele trouxe a minha vida e à de milhões de cariocas, tenho de lhe agradecer. Obrigado, Sr. Jorge Mario, por, depois de me atrapalhar tanto, ter me proporcionado dias tão agradáveis em Penedo. E, mais importante do que isso: por acabar me conduzindo, por caminhos estranhos, a pensamentos sobre oração. Não serei hipócrita: confesso que torço para que demore muito a haver no Rio novos eventos como a Jornada Mundial da Juventude, para que eu não tenha de fugir de minha própria cidade graças aos enormes incômodos como os que a vinda do papa me provocou.

Por outro lado, peço a Deus que a disponibilidade e a urgência da oração permaneçam sempre presentes em nossa vida – e isso, todos os dias. Que nunca esqueçamos aquilo que Deus pôs ao nosso dispor, como artigo de primeira necessidade, em algum canto mofado da nossa vida de fé. Obrigado, Senhor, pelo privilégio de poder orar.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

Anúncios
comentários
  1. Mery disse:

    Então tá,obrigada seu Papa por ter conduzido ao Maurício a escrever
    um texto tão belo .

  2. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!

    É verdade, como deixamos a oração “em algum canto mofado da nossa vida de fé”.
    Obrigado por mais essa reflexão/exortação.

    Grande abraço!

    MJ

  3. Mano … excelente reflexão.
    Esses dias tbem fez muito frio em SP e confesso que isso tirou meu ânimo de orar; queria logo me enfiar debaixo das cobertas.
    E lendo seu texto e sobre o que você aprendeu sobre orar, percebi paradoxalmente o que tem me impedido de orar, além do frio: indisciplina (meu Deus, quanta!!), tristeza, falta de ânimo … enfim, muitas coisas. Hoje seu post vai me ajudar a meditar mais sobre oração… e vou pedir a Deus que me ajude a não deixar meus pés submergirem quando Ele me convidar a caminhar sobre as águas.
    Valew mano … por me ajudar a ver o mofo que precisa ser tirado.

    Abração!!!

  4. Paulo Carvalho disse:

    Bom dia, irmão Maurício.
    Graça e paz!

    Amado, não sei se lembra, mas há algumas semanas lhe solicitei seu e-mail pessoal, para que pudesse compartilhar contigo de um trabalho que faço em devoção e agradecimento ao Senhor por aquilo que Ele tem feito em minha vida. Imagino que você deva receber muitas coisas para cuidar e não quero, de maneira alguma, criar mais fila em sua caixa de correio.
    Assim, posto aqui a mensagem de hoje para que o irmão dê uma olhadinha e veja se deseja receber. Eu as escrevo de segunda a sexta e encaminho para milhares de irmãos em todo canto, salvo quando o trabalho não me permite por força de sobrecargas.
    Adianto o seguinte: por favor, não se sinta constrangido, de forma alguma, caso não queira recebê-las. Não ficarei ofendido, nem me sentirei desprezado em hipótese nenhuma.

    Desde já, reitero o pedido para que o Senhor continue lhe inspirando e usando como este excelente veículo para que reflitamos um tanto mais sobre a Palavra e tenhamos conosco o zelo de compreendê-la para aplicar na prática em nossa vida diária. Deus lhe abençoe!

    Mensagem Devocional 1288 – 01/08/2013

    “Deixa a ira, e abandona o furor; não te indignes de forma alguma para fazer o mal.
    Porque os malfeitores serão desarraigados; mas aqueles que esperam no Senhor herdarão a terra. Pois ainda um pouco, e o ímpio não existirá; olharás para o seu lugar, e não aparecerá. Mas os mansos herdarão a terra, e se deleitarão na abundância de paz.” (Salmos 37:8-11)

    Existe uma crença distorcida no mundo, de que para conseguirmos vencer as vicissitudes e conquistar a felicidade é preciso “ganhar as coisas no peito”. Esse tipo de concepção tem compelido homens e mulheres de todas as idades a passar por cima de seus semelhantes e esquecer o exemplo de amor a compaixão de Cristo, sob a desculpa de que sem isso não se pode ultrapassar as barreiras desses tempos modernos.

    Quem comunga desse tipo de ideia não percebe que, aos poucos, o hábito se transforma em raiz e aquilo que era supostamente justificável na hora de estabelecer negócios ou de se relacionar com pessoas de fora do seu círculo familiar começa a ser levado para dentro de casa. É assim que marido se converte em déspota, mulher se converte em concorrente, filho se converte em detrator e a família começa a se desintegrar debaixo de nossos narizes.
    Irônico é o fato de que fazemos isso com nós mesmos e depois ficamos nos perguntando: “Senhor, o que o Senhor pretende me ensinar com isso?”.

    Está na hora de reformar a consciência e tomar as rédeas de nossa jornada, sim, mas com a coerência diferenciada daqueles que realmente caminham com Jesus. A Bíblia nos ensina que a atitude diante daquilo que é errado nunca deve ser o pagamento na mesma moeda. Em outros termos, não tem cabimento que um cristão se rebaixe à condição de quem pratica o mal pois, quando assim o fazemos, realizamos aquilo que Cristo nunca faria se estivesse em nosso lugar. “Não te deixes vencer do mal, mas vence o mal com o bem.” (Romanos 12:21)

    Se desejamos o bem em nossas vidas, nos concentremos nele. Tratemos de conhecê-lo melhor, compreender seu funcionamento e nos acostumar a tê-lo como reação natural e como ferramenta primária diante de nossos planos e relacionamentos. Sem isso, não conseguiremos mais do que apenas engrossar as fileiras daqueles que desejam uma vida de paz e felicidade, mas desperdiçam seu tempo semeando discórdia e contradições…

    Oração:
    Senhor, nosso Deus e nosso Pai, ansiamos pelo bem em nossas vidas, mas somente agora compreendemos que para ter o bem é preciso fazer o bem. Bendito seja teu amor pela imensa paciência que o Senhor tem, porque muito demoramos para ter esse tipo de compreensão e milênios se passaram desde que teu Filho Amado veio nos dar o exemplo, mas o Senhor não desistiu de um sequer entre esses teus filhos pecadores.
    Ensina-nos a preservar a dádiva da tolerância e a clareza de consciência que nos ajudará a fazer o bem em todo tempo. Ajuda-nos a jamais esquecer de que a coisa toda é entre nós e o Senhor, de forma que o mal que me faz o próximo não é senão mais um instante do mal que eu mesmo também já cometi por muitas vezes.
    Em tudo, Deus Pai, que tenhamos como primeiro impulso aquilo que o Senhor mesmo faria se estivesse em nosso lugar.
    Louvado seja teu santo nome, por Cristo Jesus, nosso Salvador!
    AMÉM!

    Ministério Devocional Água Viva

  5. Henrique disse:

    Oops… confesso… tem horas que a minha tem cheiro de naftalina…

  6. Líbia disse:

    Querido Zagari,
    Graças a Deus que temos ainda… o privilégio de poder Orar!!!!
    um grande abraço, estou com saudades.
    Líbia

  7. Luiz Fernando disse:

    Ola, Maurício. A paz.
    Nossa, veio de encontro exatamente com que estou passando. Tremendo.
    Deus o abençôe, mano.
    A paz.

  8. solange vieira disse:

    Bom dia ,Mauricio!
    Normalmente comento somente os posts que falam direto ao meu interior, achei graça quando comecei a ler este, e pensei ,algo bom vem por aí, e me deliciei na leitura, me reportei há
    momentos não tão longínquos que passei ,quando descobri o câncer, quando operei, o corre ,corre,
    e quando não tinha mais nada que os médicos pudessem fazer, que me joguei aos pés do SENHOR em oração, e ele me disse, aquietai o seu coração, sou contigo , te ajudo e te fortaleço,
    e assim fui orando, e li Buscai a DEUS e vivei.
    Passei a orar todo os dias, pedindo forças e salvação de minha alma, em pouco tempo já estava
    curada para glória de DEUS.
    Ontem mesmo li uma crônica interessante onde uma frase me chamou muita atenção:

    A Oração nos coloca no nosso devido lugar : de joelhos.

    Sou grata a DEUS que te usa para compartilhar conosco experiências tuas em situações adversas que tem muito acrescentado em minha caminhada com CRISTO.
    Que Deus continue lhe usando sendo.
    A Paz.

    • Oi, Solange,
      .
      louvo a Deus por ter permitido que essa doença te conduzisse a um lugar de maturidade espiritual tão elevado. São os caminhos estranhos do Senhor.
      .
      Abraço fraterno, na paz,
      mz

  9. Daniel disse:

    Parabéns Maurício!

    Falou grandemente comigo, certos problemas somente oração!

    Abraço!

  10. Luis Alberto disse:

    Muito boa, interessante e inteligente sua reflexão. Me fez pensar muito a respeito da oração, e como dificilmente encontramos tempo para ela, embora nos sobre para muitas coisas.

    Posso colocar no meu blog pbluisalberto.blogspot.com com as devidas referências ?

    Um abraço, em Cristo

    Pb Luis Alberto

  11. Jacy disse:

    Oi, Maurício!

    Bem aplicada a afirmação “falamos muito mais de oração do que oramos”. Pura verdade. Julgo por mim mesma.

    Paz, querido mano!

  12. Jose Junior disse:

    A paz de Deus nobre amigo.

    Como disse o nosso Mestre por excelência:
    “Então Jesus contou aos seus discípulos uma parábola, para mostrar-lhes que eles deviam orar sempre e nunca desanimar.” Lc 18.1

    Pode parecer absurdo mas é como muitas vezes me sinto ao pensar em orar.

    Mas agradeço ao Deus por mais uma oportunidade(exortação).

    Que Deus continue te inspirando e conduzindo-lhe sempre à oração.

    Abraço fraterno,
    José.

  13. Neia disse:

    Olá,
    Eu imagino o incomodo kkkk mas por outro lado fiquei feliz pela reflexão sobre oraçao !!!!!
    Jesus te abencoe !!
    Neia 🙂

  14. Zágari, iniciei um blog cristão e ele está tendo alguma repercussão. Estou tendo alguns problemas para lidar com algumas questões, e gostaria de saber se existe alguma forma de nos comunicarmos para que eu possa te pedir ajuda mais abertamente, e se você pode me ajudar.

    Paz seja contigo. Aguardo sua resposta.

  15. Carol Boratino disse:

    Como um pássaro tem duas asas e só consegue voar usando as duas, assim também é com o Cristão que têm duas asas, uma se chama palavra de Deus e a outra Oração, sem ambas é difícil voarmos para algum lugar mais perto de Deus. E por isso, por ser um alicerce da fé, da comunhão com Deus é que nossa carne odeia e rejeita e não quer orar. Acho que a oração é uma das maiores lutas da minha vida espiritual, por causa da oração tenho descoberto o que é esmurrar a carne e o que é o espírito lutar contra a carne… Que Deus nos dê forças.

    Grande abraço e Obrigada pela reflexão!

    • De fato, Carol, é isso. Eu gosto de ver a oração como parte de um relacionamento pessoal. É impossível se relacionar e se tornar íntimo de alguém sem dialogar, ou seja, falar e ouvir. Com Deus é assim: falamos na oração, ouvimos na Palavra.
      .
      Abraço e Deus te abençoe,
      mz

  16. Fabiana disse:

    Antes que alguém pense que o post é sobre atacar o líder católico e a JMJ, deixemos claro que o objetivo é refletir sobre a importância da oração.rsrsrrsrsrs

    Confesso que desde meu real encontro com Deus vivo nesta luta diária de manter este compromisso diário,não por obrigação ou conveniência, mas como uma necessidade para o descanso e alimento do meu espírito.Definitivamente orar não é lá algo agradável para a nossa carne a quem devemos, como Paulo, esmurrar para que em nós o Espírito Santo possa agir com liberdade e que assim seja.

    a Paz

    Fabiana

    • Olá, Fabiana,
      .
      fico feliz que você leu além do primeiro parágrafo rs.
      .
      De fato a oração é uma disciplina. Mas uma disciplina prazerosa e frutífera, que só gera benefícios. Como abrir mão dela, não é?
      .
      Na paz de Deus,
      mz

  17. Reeeeee disse:

    Sim, de joelhos.
    Sincronia absoluta com pensamentos dessa semana – esses encurralados da vida que fazem a gente dobrar os joelhos e poder sincronizar com o Pai.

    Obrigada, mais uma vez, por escrever tão bem, pela palavra tão clara trazendo mais da Palavra.

    Abçs e Paz

  18. isac disse:

    Muita coisa tem nos tirado do nosso momento a sós com Deus. que o Senhor venha nos ajudar!Linda reflexão! um forte abraço zágari.

  19. ccordovil disse:

    Caro Mauricio , estou indo ao Rio novamente e acho que agora podemos nos encontrar com o tempo que a coisa merece. Fico até segunda feira. Já tem meu email? Como podemos nos comunicar para marcar? abraços claudio cordovil

  20. Cintia Medeiros disse:

    Oi Maurício, boa tarde!!

    Li seu post semana passada, e ontem sentada esperando atendimento médico, percebi o quanto um jeans congela…rsrs…lembrei das ceroulas, você estava certo!! Então, aproveitando o comentário, dizer que eu não fui à Jornada, mas alguns amigos meus foram…e mesmo pela tv eu tentei acompanhar na medida do possível…gostei muito do que vi e ouvi! Acho que foi uma manifestação bonita de fé, de gente pacífica…de unidade mesmo, mas principalmente de pessoas que buscavam ouvir a palavra de Deus.

    Tem uma palavra que o papa disse, que eu vou partilhar agora com você e com todos: “A melhor forma de evangelizar um jovem é outro jovem…”, acho que você consegue alcançar muita gente aqui com suas palavras, com sua simplicidade…a palavra lançada no coração cria raízes nos valores, na maneira como se enxerga o outro…às vezes me deparo com algo aqui, depois reflito…ai fico: é mesmo. Acho que isso!

    Sobre oração, tenho uma teoria: acho que se depositarmos nossa confiança sempre em Deus, nas coisas que fazemos diárias, alcançamos isso…brinco com meus amigos que Deus é o meu amigo mais legal, porque é o único que tem paciência pra realmente me escutar…rsrs…e é mesmo, eu converso muito com ele…mesmo em pensamento, e eu penso que oração é isso…procurar estar perto…! Ah propósito, levei algumas broncas essa semana Dele, acho que isso é resposta, é cuidado, zelo…é ensinamento!! 😉

    • Oi, Cintia,
      .
      fico feliz que você converse bastante com o Senhor. Tê-lo como seu maior confessor e amigo é o que de melhor você pode ter, acredite.
      .
      No amor de Deus,
      mz

  21. Andreia Nascimento disse:

    Acabei de ler seu Texto, reflexão interessante sobre oração. Eu sai de Mato Grosso e fui na JMJ e tudo o que eu queria era esta cada vez mais próxima do Papa… enfrentei frio, chuva, filas, multidão, trem lotado, ônibus lotado, ruas escuras e perigosas, enfrentei filas e mais filas para comer, para ir ao banheiro, para entrar em alguns lugares, passei por momentos delicados.. fiquei doente, fui parar no UPA, e tudo o que passei foi necessário de toda mau se tira um bem, vida de cristão não é fácil, provações existem e precisamos ser forte…. ser peregrino não é fácil.. muitos confundiram peregrinação com turismo. Dar graças a Deus em todos os momentos aprendi isso na JMJ. Vi o papa muito rápido, mas valeu muito… enfim infinitas foram as bênçãos recebidas e ainda estou recebendo ate hoje.
    Eu fique aqui pensando mesmo vc fugindo foi tocado e escreveu essa belíssima reflexão, imagina se vc não tivesse fugido??? pensei e repensei.. e vc ja parou para pensar sobre isso??
    fica na paz… att

    • Oi, Andreia,
      .
      querida, para onde fui Jesus foi comigo. Não se sinta desrespeitada, por favor, entenda que falo com respeito, mas não creio que o papa poderia me tocar. Quem nos toca é o Espirito Santo de Deus, o bendiro parakleto. E, acredite, ele teria feito isso no conforto do seu quarto, sem que voce tivesse de passar por tudo isso. Afinal, Deus nao quer sacrifícios, já diz a Biblia, nao é?
      .
      Um abraço fraterno, no amor de Cristo,
      mz

  22. […] O que aprendi sobre oração com as minhas ceroulas […]

  23. E o Satanás novamente foje da Cruz.

  24. Ola Maurício! um belo texto parabéns fiquei triste com seu comentário, depois de tão grande inspiração vc acabou com uma ofensa aos cristãos. Dizem que o diabo e pai da mentira quando vc afirma que o papa douxe incômodo a milhões de cariocas, é uma afirmativa caluniosa e mentirosa pois ele estava pregando a palavra de Jesus Cristo, e foi muito bem acolhido pelos Brasileiros. O Rock in RIO vem aí vamos ver se vc vai deixar a sua cidade também para fugir das badalacoes de milhões de fãs malucos que juntam dinheiro com sacrifício para idolatrar um músico que nem de Deus fala.

    • Roberto,
      .
      não sei onde você mora, mas se você estivesse na Zona Sul do Rio nos dias do evento teria visto os muitos incômodos que ele proporcionou.
      .
      Não entrei em nenhum momento pelo mérito do que o papa pregou. Independente do que ele disse no palco, a cidade virou um caos. Uma coisa não anula a outra.
      .
      O Rock in Rio será realizado num lugar isolado e bem distante dos locais de maior trânsito da cidade. Sua comparação não procede. O palco do papa ficou no coração de Copacabana e gerou engarrafamentos monstruosos. Eu levei duas horas, por exemplo, para percorrer o que normalmente percorro em 20 minutos. Tive de andar muitos quarteirões sob a chuva e no frio, com minha filha de colo, para conseguir um táxi. Então, por favor, seja menos passional e analise a realidade que a cidade viveu com um mínimo de imparcialidade. Eu sei o que vivi e não estou caluniando ninguém. Informe-se.
      .
      Aliás, se você fizer uma simples busca no Google pela capa do jornal O Globo nos dias da jornada verá a manchete “A jornada da desorganização”, onde todos os muitos problemas que o evento causou não relatados, como engarrafamentos, filas monstruosas no metrô, pane no sistema de ônibus e coisas outras. Informe-se antes de acusar os outros daquilo que não é verdade. É o mínimo que se espera de um cristão.
      .
      E, de fato, numa coisa você tem razão: o diabo é o pai da mentira.
      .
      Deus o abençoe,
      mz

      • Maurício em nenhum momento eu quiz te ofender ou criticar até elogiei seu texto que ficou muito bom. Desculpe-me se te passei está impressão erradas mais não foi isto que pretendir respeito todas as classes com suas crenças. O que eu quiz dizer e q o senhor deveria falar por si só não por milhões de pessoas que Vc não representa, pois teve incômodo sim com certeza mais também tivemos muitos benegócios não só social mais também econômicos, e tenho certeza auê tinha muito mais gente feliz q descontentes, a própria mídia mostrou isto.

      • Roberto,
        .
        falei por mim mesmo e não por milhões de pessoas. Este é um blog pessoal e não tenho a pretensão de representar ninguém além de mim mesmo. Espero ter esclarecido.
        .
        Deus o abençoe,
        mz

  25. leno de jesus disse:

    Bando de ipocritas falam mau de tudo e de todos abrem a boca em blasfemia contra os sacerdotes de Cristo e contra o próprio Jesus, agora o ereje faz um texto com um título ridículo e os fãnaticos ficam mentindo dizendo que ficou belo, tou vendo um ser sem caráter falando mau de uma pessoa que não faz mal a ninguém, como o santo padre o papa e criando fabulas. Se vc ora para não ter um evento deste aqui no brasil nos rogamos q tenha vários pois diz o cristo anuciai meu evangelho em todos os lugares do mundo aí um ser que se diz cristão fala uma blasfemia desta como vc doutor protestante fala acima no seu texto, falsos mestres que diz senhor senhor mais impedem que a verdade seja pregada ãos cristãos aí de vos caluniadores quando o senhor voltar e separar o joio do trigo aí vc vão pedir clemência até a virgem Maria que vcs odeiam tanto, fariseus vc fazem com as pessoas i que os doutores da lei faziam no tempo de Jesus não crê em nada e em ninguém são o santos o bastante para tomar o trono de Cristo e sentar ao lado de Deus como juízes. Misericórdia e união é isto auê Jesus quer não um bando de falsos mestres ccheios de continhos de fadas. Se comvertam a verdade e parem de falar mau dos outros use seu blog para anuciai jesus não para criticalo só vi coisa contra a santa ICAR. Nada sobre os santos evangelhos santas cartas os salmos,

    • Caro Leno,
      .
      suas palavras só demonstram uma coisa: ódio. Que triste. Oro a Deus que tire toda essa raiva de seu coração e a substitua por amor. Aí você terá dado o primeiro passo para se aproximar de Cristo.
      .
      Deus o abençoe,
      mz

      • leno de jesus disse:

        Hoje encontrei um pastor que merece respeito e dignidade Reverendo Caio Fábio, este sim prega o evangelho, único que teve coragem de denunciar as safadezas do meio protestante, contou como cantores gospel e escritores como vc maurício enriquece as custas dos fanáticos ele desafiou todos os pastores protestantes a se converterem e ele é protestante, sabe algo lindo que ela fala sobre vcs protestantes que todo pro. É idolatra pq vcs idolatra a igreja e os pastores uma verdade, a igreja é a nossa senhora de vcs e o pastor o Deus. Ele disse em seu discurso o irmão papa francisco é hoje o maior exemplo cristão no mundo, outra verdade ele não julga ninguém mais fala a verdade. Procure saber sobre ele no youtube tem vídeos dele veja e se converta deixe de heresia. Garanto que vcs todos que tomarem ele como exemplo serão pessoas santas… Deus tenha piedade de todos vcs fanáticos.

      • Caro Leno,
        .
        todos sabemos quem é Caio Fábio e todos conhecemos sua historia de vida e seus pensamentos (pelo visto, você não conhece – informe-se). Desculpe, não é referência para nada.
        .
        Se você diz que eu “enriqueço às custas dos fanáticos” gostaria que você provasse isso. Todos os livros que escrevi até hoje têm os direitos autorais doados para missões, não embolsei um centavo sequer pelos livros que escrevi. Aliás, permita-me dizer que o que você escreveu é passível de processo na justiça por calúnia e difamação: você está atacando minha honra sem provas de nada. Engraçado você dizer que enriqueci se nem carro tenho e nunca tive, moro em um prédio sem garagem ou playground e vivo modestamente. Você caluniou e difamou – e isso é crime.
        .
        Permita-me dizer que suas palavras são as de uma pessoa raivosa, desinformada, agressiva, caluniadora, julgadora e em nada demonstra o fruto do Espírito Santo. E quer falar de cristianismo? Faça-me o favor.
        .
        Meu jovem, sua participação neste blog encerrou aqui. Este é um lugar para edificação e você só entra aqui para fazer arruaça. A partir de hoje, qualquer comentário seu nao será lido e muito menos aprovado, nem perca tempo escrevendo. Pelo menos até que você aprenda a falar com, no mínimo, educação, é persona non grata aqui.
        .
        Deus tenha piedade de sua alma.

  26. Julio disse:

    Mauricio, graça e paz.

    Simplesmente não tenho tido forças para orar, sou obreiro da casa do Senhor, ungido diácono, subo no púlpito para pregar, mas reconheço que ultimamente fui tomado por essa letargia espiritual e me falta vontade e inspiração para orar. Sinto-me envergonhado, porque sempre fui um cristão de oração, isso começou a partir do momento que comecei a passar por lutas intermináveis, tribulações…em fim, to começando a questionar a minha condição como cristão.

    Abraços

    • Julio, olá,
      .
      querido, um cristão de verdade não é uma pessoa que vive por décadas em uma constante euforia espiritual. Os melhores cristãos têm dúvidas, problemas, questionamentos, períodos de fraqueza, momentos de esfriamento, pecam… somos humanos. Somos pó. E Deus sabe disso. Leia o salmo 103.
      .
      O que você precisa é buscar ao Senhor sem ficar se cobrando tanto. Vá a ele com serenidade. Ore em conversas curtas e sinceras. Leia trechos pequenos mas significativos da Bíblia, em oração e meditação sobre eles. Nossa relação com o nosso paizinho deve ser de paz, de quietude, de calma.
      .
      Respire fundo. Bata um papo com teu papai. Ele te entende. Ele te ama. Tudo vai se resolver. Tenha calma e confie na graça maravilhosa de Jesus.
      .
      Um abraço, do mano,
      mz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s