Os riscos da intimidade

Publicado: 20/06/2013 em Espiritualidade, Pessoal, Relacionamento
Tags:, , , , , , , , ,

Azuis1Um conselho: não queira me conhecer pessoalmente. Um grande amigo costuma dizer que “de longe todas as montanhas são azuis, mas de perto são pedra e lama”. Pura verdade. Não foram poucas as pessoas que tomaram conhecimento da minha existência pelas coisas que escrevo, quiseram se aproximar e, depois de um tempo de convivência, sumiram. E não as censuro: elas simplesmente conheceram quem eu sou de verdade, com meus defeitos, meus pecados, minhas incorrigíveis falhas. E aí perdi a graça, pois deixei de ser aquele ser idealizado que elas achavam que eu era pelas coisas que escrevo e passei a ser… eu mesmo. Cá entre nós: sorte dessas pessoas, porque não há nada pior do que se relacionar com alguém que não é quem se pensa. Por isso admiro aqueles que descobrem quem é o verdadeiro Zágari e ainda assim continuam querendo conviver comigo. Acredito que Deus também admira os que o conhecem intimamente e, ainda assim, decidem permanecer convivendo com ele.

Claro que não dá para me comparar com Deus. No meu caso, as características que as pessoas que se aproximam de mim descobrem são todas negativas – minhas fraquezas morais, rabugice, impaciência, antipatia, preguiça, intolerância, palavras mal postas e por aí vai. Só coisas ruins, que agarram-se à ideia idealizada de quem eu sou como ferrugem a uma escultura. Já no caso de Deus é diferente. Paradoxalmente, o que faz muitas pessoas se afastarem dele quando o conhecem mais intimamente é sua real natureza, que, obviamente, é extremamente positiva – mas pode desanimar muitos.

Azuis2Pense comigo e veja se não é assim: a pessoa se converte. Em nossos dias, a pregação fácil que impera nos púlpitos cria um Deus idealizado, digno de ser amado por todos: que te fará prosperar em tudo, que vai curar todas as tuas doenças, que te fará ter uma vida eletrizantemente maravilhosa, que te dará tudo aquilo que você lhe pedir se tiver fé… que Deus extraordinário! A imagem que propagamos do Senhor é um ser disposto a dar, dar, dar, dar, dar, dar, dar e dar, num frenesi abençoador sem limites. Eu olho para um Deus desse, que sacia-me o tempo todo, e a paixão é imediata. Quem não se apaixonaria? Eu decreto que quero de volta o que é meu e me asseguram que ele vai dar. Gente, por onde andava esse Deus que eu ainda não tinha encontrado?! E, se você se mantém na superficialidade do conhecimento sobre ele, é esse Deus mesmo que terá: uma caricatura distante e idealizada do Pai, do Filho e do Espírito Santo. Gente boa, mas irreal.

Só que algumas pessoas cometem o pecado imperdoável: decidem se aproximar de Deus e conhecê-lo mais intimamente. Começam então a estudar a Bíblia. Passam a ler bons livros cristãos. Ingressam em grupos de debate bíblicos onde se aprofundam nas questões sobre o Senhor. Matriculam-se em seminários teológicos. Passam a ser discipuladas por cristãos de verdade. E aí, meu irmão, minha irmã, ocorre o choque: descobrem que aquele Deus que, de longe, era tudo o que pediram a Deus, na verdade não é bem do jeito que tinham idealizado.

Azuis3Descobrem que ele é amor e graça, mas que seu juízo é severo. Reparam que muitos e muitos cristãos vão nascer, viver e morrer materialmente pobres. Percebem que, por mais incomensurável que seja a fé delas, se a soberania e a vontade divinas não quiserem lhes dar algo, simplesmente não receberão. Notam que os anos se passarão e, por mais que muitos irmãos ao seu redor tenham muita fé, não serão curados de suas doenças. Se espantam por ver que os sofrimentos vêm muitas e muitas vezes ao longo de sua caminhada com Cristo. Se dão conta de que estão deprimidos, mesmo tendo o Senhor em sua vida. Percebem que Deus diz “não” muitas vezes a nossas vontades. E por aí vai.

Muitos não suportam a intimidade com Deus. A realidade divina interessa pouco a quem o idealizou como um Deus que não faz outra coisa da vida a não ser abençoar. Não pouca gente se decepciona com a real caminhada com Jesus, que é bem diferente daquele triunfalismo mar de rosas que lhe ensinaram no início da sua vida de fé. E, por isso, acaba se afastando dele. Pois creu num Deus idealizado e, quando se aproximou de fato, notou que não era como a caricatura que pintaram dele. E de fato não é, perseverar na fé exige de nós amar Jesus com todas as coisas nele que não nos agradam (como, por exemplo, abrir mão de nós mesmo, tomar a nossa cruz e, só então, segui-lo).

Azuis4Não culpo quem se aproximou de mim, descobriu quem eu sou de fato e depois se afastou, sumiu, perdeu o interesse. Seu erro não foi se aproximar, mas acreditar na imagem idealizada e irreal que tiveram no começo – e que está longe de ser quem de fato sou. Se viessem dispostos a amar, encontrem quem encontrarem, não teriam se decepcionado. Do mesmo modo, é uma pena que haja quem se aproxime de Deus crendo que ele é aquele bom velhinho de amor sem justiça, graça sem obras, paz sem renúncia e bem-bom sem sofrimentos. Deus é Deus e felizes os que descobrem quem ele verdadeiramente é desde o início. Que chegam até ele dispostos a amá-lo encontrem quem encontrarem. Pois aí passarão a amar o Jesus de verdade, mesmo que Ele seja diferente do que inicialmente imaginaram.

Apesar de eu ser esse poço de problemas e pecados, ainda assim há quem persista em ser meu amigo ao descobrir o vaso de barro todo rachado que eu sou – vai entender. Esses não estão ganhando muito com isso. Vantagens maiores têm aqueles que, mesmo sabendo que estar com Jesus vai exigir muito de si, ainda assim persistem em se relacionar com ele. E esses estão ganhando tudo com isso: a vida eterna.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

About these ads
comentários
  1. Jose Junior disse:

    Paz de Deus nobre amigo.

    “Mas o que para mim era lucro, considerei-o perda por causa de Cristo”.

    A gente tem que perder pra ganhar, nobre irmão.

    Perder a arrogância, o orgulho, a incredulidade… para ganhar intimidade com Deus, com a Igreja, com você.

    Sou grato a Deus pela “intimidade” que consegui alcançar contigo e com Ele, pois depois desse ato, muito aprendi e tenho feito aproveito disso para ser um cristão melhor. E com Deus então, melhor ainda.

    Abraço no amor de Cristo,
    José.

    • Amém, José, isto é um fato: quão mais intimidade ganhamos, mais conhecemos o verdadeiro Cristo. Pena que muitos nao têm estrutura para isso.
      .
      Abraço, no amor de Deus,
      mz

  2. valdir disse:

    Bom dia amigo

    Isso me faz refletir e deduzir que como é difícil ter e

    manter a intimidade com as pessoas, conviver com seus atributos

    maravilhosos mas não mascarar os defeitos de quem amamos, entender

    isso e conceber da forma mais pura o amor pelo próximo, peço a Deus

    misericórdia para conseguirmos amar aos nossos irmãos…por mais que

    conheçamos o lado perverso do caráter delas…ainda sim possamos ama-los

    INCONDICIONALMENTE…

    A paz de Jesus meu amigo…

    • Oi, Valdir,
      .
      é uma bela oração. Compartilho dela, embora creia que jamais
      vou conseguir alcançar esse patamar de excelência. Mas sigamos tentando, na força de Deus.
      .
      Abraço, no amor de Jesus,
      mz

  3. Henrique disse:

    Eita texto bom de ler.

    O Cristo curando cegos, paralíticos, levantando o morto da cova é lindo de se pregar e romântico de se idealizar nos pensamentos.

    Agora o Cristo sofrido, perseguido, exposto na cruz, agonizante, esse é difícil de se “digerir”.

    E o mesmo ocorrem com os pregadores. É gratificante pregar o Cristo triunfante, e amargo pregar o Cristo agonizante.

    Que você continue pregando a verdade. E apenas o verdadeiro Evangelho.

    Abraços!

    • Oi, Henrique,
      .
      que nunca nos esqueçamos de seguir o Cristo verdadeiro e não o Cristo dos contos de fada. “Porque decidi nada saber entre vós, senão a Jesus Cristo e este crucificado.”- 1Co 2.2.
      .
      Abraço, irmãozão, na paz do alto,
      mz

  4. Mery disse:

    Maurício ,quando me converti também pensava que Deus era um Deus bonzinho ,que perdoava meus pecados,e eu teria uma vida feliz sem problemas,mas na realidade Deus me amou tanto que me deixou passar por tantas provações,que só não desisti ,porque olhei para trás e vi que minha vida era tão ou mais ruim que minhas provações,passaram-se os anos fiquei mais intima de Deus,provações vem e se acabam,estar com Jesus para mim é tudo,depende somente de mim para que meu relacionamento com Ele seja eterno.

    Mery

    • Olá, Mery,
      .
      fico feliz que você amadurece a cada dia. Só nunca se esqueça que Deus é rico em perdoar e perdoa quantas vezes achar necessário quem se arrepende de coração contrito.
      .
      Beijo fraterno, no amor de Deus,
      mz

  5. Carina Cardoso disse:

    Chorei. Texto incrivelmente humano, sensível e verdadeiro. Você é feliz em escrever o que pensamos e transmitir o que Deus pensa.
    Deus seja contigo =)

    • Obrigado pelo carinho, Carina. Por saber que toda boa dadiva vem do Senhor, leio em tuas palavras uma expressão de louvor a Deus. Me alegro por isso.
      .
      Na graça que nos basta,
      mz

  6. Kátia Machay disse:

    O q eu acho mais bacana nos seus posts é q vc SEMPRE me faz refletir sobre mim mesmo, e isso me ajuda a crescer mais espiritualmente, por isso qdo estou querendo me entender melhor, abro o apenas1 e me regozijo com suas colocações.
    Sem mais, pq tudo o q escreve tem feito me ver melhor por dentro de mim mesma.
    Nunca pare!

  7. Luiz Fernando disse:

    Ola Maurício.
    No começo da caminhada, também tive a idéia de um Deus assim, um Deus mais ou menos servo, não Senhor. Um Deus que era tipo um “mercado de atacadão”: podíamos pegar o que quiséssemos por um preço facil de se negociar. Um Pai ultra coruja que passa a mão por cima de nossa cabeça. Esta é a imagem que a princípio nós fazemos, pois é o que sonhamos e queremos. Deus está a cima de qualquer razão, impossível compreender a mente daquele que tudo criou. Seria idolatria fazermos imagem de um ser incorruptivel e transformar a nossa imagem e semelhança.
    Então comecei a estudar as Escrituras, passei a enxergar Deus de uma forma absolutamente diferente daquilo que estava habituado. Um Deus Soberano, Deus de amor, porém, que faz coisas que não entendemos mas que é para o nosso bem. Um Deus que permite o sofrimento para não nos perder para o sofrimento eterno. Entre outros. O seu livro “A Verdadeira Vitória do Cristão” disseca bem este assunto. Mas é isso que Jesus requer de nós. Duro é este discurso? Sim, é. Mas para onde iremos se só Ele tem palavras de Vida Eterna?

    Meu caro Maurício, ainda que você seja um tremendo pecador, falho ao extremo, ainda sim oro a Deus para que eu tenha o privilégio de te conhecer pessoalmente. Pois você partilha dos mesmo pensamento inerentes a Deus que eu. E além do mais, Deus escolheu você, vaso rachado, homem falho, para nos orientar pelos seus escritos despertando em muitos de nós o amor a Verdade. Por isso o respeito como homem de Deus. Maurício Zàgari Tupinambá, tu és um pecador igualmente a mim, e a todos nós leitores de seu blog. Eu te pergunto: não estamos a busca do perfeito? Não queremos a vida eterna, não somos pecadores resgatados por Sua graça necessitando de misericórdia todos os dias? Amar o próximo implica amar o pecador de um modo geral, não só as qualidades artificialmente expostas. Já me decepcionei muito, mas caí em si percebendo que todos somos homens, e homens não são perfeitos e nunca serão enquanto estivermos nessa podridão que chamamos carne. Deus permite que nossos erros sejam mais expostos do que nossas qualidades para provar que apenas e somente Ele é perfeito e digno de admiração.
    Que Ele nunca, mas nunca permita que recebamos glórias, e que nenhum elogio nos dê a percepção de que somos alguma coisa. Bendito somos nós quando todos os homens nos desprezarem e falarem todo tipo de calúnia contra nós.
    Soli Deo Gloria.
    Um abraço de um irmão pecador a ti, irmão pecador.

  8. Bom dia mano!!
    É … somos vasos de barro que poucos púlpitos permitiriam que fossemos usados de enfeite.
    Sabe mano, já te falei uma vez sobre amigos e tal … e esse seu post de certa forma tbem é, digamos, uma resposta ao porquê de, muitas vezes, estarmos sós: defeitos. Na mesma sinceridade que você escreveu, vejo em mim tbem antipatia… não gosto de festas, raramente saio de casa, sou introvertido demais, não gosto de futebol, barulho, multidão… sempre fui assim. Mas em minhas meditações sobre toda essa situação, sob muitas lágrimas, ganhei pelo menos um presente de Deus (lembra do seu conselho sobre orar por amigos? Deu certo) … e esse presente (amigo) enxergou a enxurrada de defeitos em mim e…adivinha… se viu em mim… muitos já me acharam legal tbem, mas se decepcionaram e, como na sua experiência se afastaram … mas esse amigo viu meus defeitos e, por se achar ‘rachado’ tbem, se apegou e temos uma amizade cristã que é um tesouro pra mim.
    Por isso mano, seus defeitos são pra mim espelho … somos assim…. e fico feliz em saber disso … a boa obra que Ele começou só será plenamente percebida na eternidade…
    Obrigado mano … sem máscaras a gente se vê melhor…
    Forte abraço viu!!!

    • Alexandre, salve!
      .
      Queridão, você devia escrever um livro de provérbios, Deus te deu um talento privilegiado para pensar e traduzir isso em curtos pensamentos. Bravo.
      .
      Sim, o Senhor ouve nossas orações que de fato importam. Você pediu algo mais excelente, por isso Deus te deu esse presente. E isso me alegra demais. Exerça a amizade lembrando sempre que ela é expressão do amor de Deus por sua vida. Vc é amado, querido.
      .
      Com simpatia por ti,
      mz

  9. Zulmira Borges disse:

    Bom dia irmão!

    Meus sonhos dourados não se realizaram, e nem vão se realizar, mas ainda sim Cristo continuará sendo meu alicerce, muitos enganos ouvi e li por aí na minha caminha cristã, mas também aprendi com a palavra, que ainda que a figueira não dê os seus frutos, eu louvarei ao Deus que me salvou.

    Quanto ao Maurício, não conheço pessoalmente, mas amo assim mesmo, mesmo sendo rabugento, o Senhor não nos manda amar ao nosso próximo ? Eu também sou uma pessoa cheia de motivos para poucos quererem ficar ao meu lado, mal humorada, muitas vezes murmuradora, cheia de manias de limpeza, melancólica, que prefere o silêncio das montanhas , do que o barulho da cidade grande, e mesmo assim Deus me ama, e sempre “piso na bola” com Deus quando deixo a ira me levar a pecar contra a mansidão do Espírito Santo.

    Penso eu que Pedro não deve ter sido uma flor muito cheirosa, e mesmo assim Deus o usou muito para sua glória.

    Abraço irmão

    • Oi, Zulmira,
      .
      me alegro que as dificuldades que enfrentou lhe tenham dado um dos maiores presentes que podemos receber: maturidade na fé.
      .
      Abraço, mana, na paz de Deus,
      mz

  10. solange vieira disse:

    Bom dia,Amado do Senhor !

    Alguns realmente desistem pelo caminho, mais quão gratificante é ter intimidade com o SENHOR.
    Alguns amam incondicionalmente, outros o deixam.
    A Suma é que devemos amar ao nosso DEUS não pelo que ele pode nos dar,mais pelo que ele
    é para nós.
    Quantas vezes somos surpreendidos por esse DEUS maravilhoso.
    Abraços !

  11. Ceiça disse:

    Oi Mauricio, paz do Senhor
    Eu conheci o seu blog em uma madrugada que estava trabalhando, o primeiro post que li foi o “Upgrade burro da igreja”. Amei, e passei a acompanhar, ler, e comentar os seus posts algumas vezes em conjunto com minha filha Rebeca, a partir daí tivemos você como um amigo querido mais chegado que um irmão (Pv 18:24) mesmo sem nos conhecermos pessoalmente, mas, unidos pelo amor a Deus e a sua palavra. Um dia vamos nos conhecer mesmo que seja no céu e eu vou saber que é você Maurício Zagari que se deu a conhecer pelos seus escritos. Não sei se você se deu conta, mas o que você é fica muito claro na maneira como você se expressa nos seus posts, se você não tivesse defeitos não seria humano e não moraria na terra. Mas dentro das suas limitações e defeitos você é uma benção não só pra mim, mas para todos os que compartilham dos seus escritos.
    Deus continue abençoando sua vida.
    Abraço fraterno.

    • Oi, Ceiça,
      .
      obrigado pelo carinho, minha irmã. Creio que só sou suportável porque o Deus verdadeiro se fez conhecer.
      O que seria do verdadeiro eu sem o verdadeiro Ele, nao é?
      .
      Vocês são uma família abençoada. Jesus as abrace a cada dia.
      .
      No amor maior,
      mz

  12. Alciane disse:

    belo texto Zagari, realmente a intimidade requer conhecimento e aproximação verdadeira, e hj em dia estamos tão preocupados com os nossos problemas e o nosso mundinho que evitamos ficar verdadeiramente intimos de alguem, principalmente quando vemos que nós seres humanos somos tão imperfeitos, estamos em um mundo onde queremos julgar mais e não sermos julgados e quando vemos pessoas cheias de problemas geralmente em vez de faicarmos do lado e ajudarmos preferimos nos afastar, ainda bem que Jesus está sempre nos dando uma chance para aprendermos a cada dia com as suas palavras e mudarmos nossas vidas pois só através do conhecimento em Jesus poderemos nos tornar pessoas melhores.
    Obrigada, as vezes fico achando que só eu é que sou imperfeita e horrivel, mas vejo que tem muitas pessoas assim como eu, mas felizmente tenho buscado conhecer a Deu e buscado me tornar uma pessoa melhor, mesmo sabendo que vou errar e ferir muitas pessoas, mas se Deus quiser um dia conseguirei ser alguém melhor.
    Fique com Deus e que Ele continue te usando para nos aproximarmos cada vez mais Dele, com todos os nossos defeitos e imperfeições.
    Abraços Alciane

    • Oi, Alciane,
      .
      mana, depois de Jesus nosso melhor amigo é o espelho. Felizes são aqueles que conseguem se ver como verdadeiramente são para, a partir daí, preservar o que é bom e buscar mudar o que não é. Perfeição é impossível, esforço não.
      .
      Abraço carinhoso, no amor maior,
      mz

  13. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!

    Vero com relação a Deus!
    Já você…ah, tu é um cara muito maneiro!

    Abração!

    MJ

  14. Jacy disse:

    Maurício,

    Terminei de ler em lágrimas. rs

    Graças a Deus que por sua infinita misericórdia nos tira as escamas dos olhos, para que enxerguemos de fato quem Ele é.

    Aqui em São Luís, o nosso café ainda está de pé! hehe E no Rio?

    Paz, querido mano!

    • Esse é o objetivo, Jacy: Deus por quem Deus é, sem subterfúgios.
      .
      Café de pé, sempre.
      .
      Deus abençoe vc e o filhão, minha irmã. Li seu email, só nao consegui parar pra responder, ok?
      .
      Na graça que nos basta,
      mz

      • Jacy disse:

        rs Tudo bem Maurício, haverá oportunidade de responder e eu estarei aguardando, sem pressa. :) Obrigada.

  15. Olá Maurício, como vai?
    A intimidade dá racionalidade aos sentimentos, não dá para ser amigo de alguém sem conhecê-lo, tampouco amar sem ter certa intimidade.
    Em relação a Deus o conhecimento e obediência estão intimamente ligados ao amor, quanto maior a nossa intimidade com a palavra de Deus maior é o nosso conhecimento e a possibilidade de identificarmos com Ele e viver o amor dEle (João 14:21,23-24). Antagonicamente a paixão é cega, sem razão, sem conhecimento, sem intimidade, as pessoas apaixonam se por perfis de redes sociais, por fotos, por palavras, por farda, por profissões…
    Passam um tempo cegamente apaixonadas e se esquecem até pelo que realmente se apaixonou. Por isso a intimidade é tão importante ela nos faz conhecer, e a partir desse conhecimento cultivar racionalmente um sentimento verdadeiro por alguém.
    Quando comecei a ler o Apenas (por favor, não se ofenda comigo mas …) algumas vezes eu tinha a impressão de que você era meio chato, rabugento, perfeccionista, e , acredite, algumas dessas impressões sobre você eu confirmei rsrs, mas esses defeitos fazem de você um amigo muito especial, muito atencioso, sua dedicação em responder cada comentário, sua preocupação em esclarecer as dúvidas que lançam a você, te fazem excepcional, mesmo que você não ache isso dado a sua simplicidade. Amizades como a sua fazem valer a pena estreitar relacionamentos, seja pessoalmente ou em redes sociais.
    Com o apreço que lhe tenho,
    Grande abraço.

    • Oi, Rebeca,
      .
      menina, vc tem cérebro. Coisa linda e rara.
      .
      Obrigado por me ver como eu sou. Ou aparento ser. De qq modo, obrigado por enxergar humanidade.
      .
      No amor do perfeito Deus,
      mz

  16. Eliana disse:

    Ah, que texto bom! Quanta sensatez e verdade! Eu li recentemente um livro do John Piper chamado Deus é o Evangelho que aborda quando o sofrimento é usado por Deus para nos manter perto dele e nós aceitamos isso porque nossa satisfação é estar perto dEle e não receber as bençãos, por si só. E John Piper faz a pergunta crucial logo na introdução: se o céu tivesse as pessoas que vc ama, os lugares que vc ama, tudo de bom que vc já experimentou na vida e absolutamente nenhum sofrimento ou dor, mas sem a presença de Jesus, vc ficaria satisfeito? Sua satisfação está na benção ou em Jesus?
    Pra pensar, né?

    A propósito, mesmo com seus defeitos, pecados e incorrigíveis falhas, vc é uma benção na minha vida!

    Abração, Mauricio!

    • Minha amiga, saudades de vc. Espero que tu e Brainer estejam bem.
      .
      John Piper é o cara, Eliana. Se vc gostou desse livro, leia “O sorriso escondido de Deus”, é uma magnífica explanação de como nosso amor por Deus deve independer de termos uma vida terrena feliz. Uma abordagem grandiosa do sofrimento humano pela ótica divina. Recomendo.
      .
      Quanto a mim, obrigado por ter ficado, minha amiga. Vc é rara.
      .
      Um beijo enorme, no amor de nosso Pai,
      mz

  17. Neia disse:

    Ola Mauricio ,
    Creio que a maioria de nos ao longo da nossa caminhada nos deparamos com um Cristo que nao era oque tinhamos conhecido no inicio é um desafio mas a recompensa de seguir na caminhada amando a Cristo nao existe bem mas precioso .
    O nosso relacionento com os nossos amigos tb e um desafio mas sempre encontraremos pessoas que apesar das nossas falhas que sao muitas ainda sim permanecem ao nosso lado.
    Obrigado pelo post Jesus te abencoe !!!
    Neia :)

    • Oi, Neia,
      .
      esse, creio, é o alvo: deixar para trás o leite e sorver a comida solida. E isso só é possível deixando no passado a compleição pueril e amadurecendo em Cristo.
      .
      Beijo fraterno, no amor de Deus,
      mz

  18. adriana disse:

    boa noite mauricio, e a paz do senhor,sinto isso na minha vida,quando as pessoas começam a me conhecer intimamente,elas se afastam…as vezes fico triste,mas os verdadeiros amigos não me abandonam,e assim também é com deus,quanto mais eu o conheço,mais vejo como é difícil permanecer nele .mais como sou sua verdadeira amiga e serva,continuo com ele,independente dos seus sim e na maioria dos seus nãos em minha vida. força mauricio ,deus continua sendo seu amigo.

    • Olá, Adriana,
      .
      Jesus nunca nos abandona, querida. O amor dele por nós nao é motivado por interesses ou qualquer outra coisa. É amor, simplesmente. Entre os homens, se algum se vai é benção, mana. Jesus cuida de nós.
      .
      Na graça de Deus,
      mz

  19. Flavio Grillo disse:

    Querido professor, eu sou suspeito para falar do senhor, pois fui seu aluno no seminário do IBADIG, conheci o senhor, convivi com o senhor, fui contra a algumas opiniões do senhor e conheci o senhor como pessoa também, realmente cheio de defeitos como eu e como qualquer ser humano, mais posso garantir que realmente o senhor é um homem escolhido por DEUS para falar a verdade para que quiser ouvir, mais infelizmente, vários seres humanos, não gostam de ouvir a veredade, e essa qualidade eu aprendi com o senhor, sempre falar o que a Bíblia diz, claro com respeito e com amor PRÓXIMO, um grande abraço e que o senhor continue sendo essa benção para varias pessoas, os defeitos que o senhor tem, muita gente também tem, e que atire a primeira pedra aquele que nunca pecou, O SENHOR É UMA BENÇÃO QUE O SENHOR JESUS ABENÇOE MUITO A SUA VIDA E VIDA DA SUA LINDA FAMÍLIA, A PAZ DO SENHOR.

    • Obrigado pelo carinho, Flavio.
      .
      Eu diria que seu maior defeito é me chamar de “senhor”. “Mano” tá ótimo, querido.
      .
      Graça e paz na tua vida e na dos teus,
      mz

  20. Olá Mauricio. Paz!

    Esse foi um dos post que mais gostei, sem dúvida conhecer a Deus em sua grandeza e majestade, nos assusta um pouco, mas mesmo o conhecendo como Ele verdadeiramente é não consigo deixar de ama-lo, vê sua bondade e justiça através de nossas vida e maravilhoso ainda que muitas vezes não seja como esperamos. Estou passando por uma enfermidade a quase dois anos, tenho pedido a cura , mas ela não vem, mas Deus tem me confortado todos os dias e eu não consigo deixar de agradecer por tudo, em tudo dai graças e o que Paulo dizia, mesmo passando por enfermidades e muitas outras coisas. Deus tem me ensinado o verdadeiro valor de viver ainda que muitas vezes eu não consiga entender, as vezes reclamo, mas logo o Senhor me conforta, tenho aprendido viver da graça de Deus, e mesmo com tantas coisas passando por minha cabeça eu não e impossível deixar de ama-lo.

    Garça e paz a vc e sua família.

    Deus abençoe.

    • Oi, Alice, tudo bem?
      .
      Fico feliz que o post falou ao seu coração. Que linda experiência você tem vivido com o Senhor! É por isso que acredito firmemente que, em meio às nossas dores, Deus nos amadurece e faz crescer. Se você não tivesse essa clareza sobre o Senhor certamente não estaria desfrutando das coisas boas que Ele lhe oferece em meio às dificuldades.
      .
      Oro por tua cura e também para que você seja fortalecida e edificada ao longo do processo. No amor maior,
      mz

  21. LUCIA HELENA disse:

    oi,boa tarde! sabe irmão os meus defeitos nem dá pra listar de tantos que são,mas o nosso bondoso DEUS tem me abençoado tanto,colocando pessoas em minha vida que me aguentam e me fazem sentir que sou amada por elas,mesmo eu sendo assim… E se um dia vc vier pregar em brasília ou goiás eu terei um imenso prazer em ir vê-lo. Um grande abraço no amor do PAI. OBS.:Tenho certeza que vc não pode ser mais rabugento do que eu.

  22. roberto disse:

    Olá Mauricito tudo bem? adorei o seu texto, ainda bem que cada ser humano é singular, pois se todos fossem iguais como o mundo seria chato.Eu sou uma pessoa facil de se conviver, mas tbm tenho meus defeitos,será que vc continuaria a ser meu amigo se me conhecesse pessoalmente,vendo quem realmente sou? Hoje em dia não sou mais cristão, nao sigo religião alguma, sigo a vida como uma folha levada pelo vento, na época que era cristão e escultava radio evangelica, houvia muito pastor defender que cristão só tinha que ser amigo de cristão, pra não se contaminar com o mundo. Que podia ir ao mundo levar o evangelio mas não se misturar com as pessoas que fazem parte dele, penso que vc não é assim, e nem todos tbm, mas uma bela parcela infelizente pensa assim, gostar e ser amigo de quem é igual a gente até os impios faz o mesmo, e amar e gostar do diferente será que todo o cristão está com a mente e o coração aberto para isso? Um forte abraço pra vc, e pra todos aqui, mesmo nao comentando em todos os seus textos eu sempre estou aqui acompanhado seu blog.

    • Oi, Roberto, tudo bem?
      .
      Obrigado pelo carinho, querido. Entendo teu posicionamento, eu segui o caminho inverso do seu. Já fui uma folha ao vento, hoje me agarrei à Rocha. Confesso que prefiro meu estado atual, é difícil imaginar a vida sem Cristo – esta vida ou a próxima. Depois que se conhece Jesus verdadeiramente, como ele é, não da pra se afastar. Na minha visão é como dirigir uma Ferrari e depois querer voltar a dirigir um fusquinha 1968 rs.
      .
      Tenho amigos não cristãos, mas confesso que a falta de sintonia na visão de mundo, nos valores, nos sonhos e até na forma de resolver os problemas dificulta muito a convivência. Por isso a gente acaba “setorizando”, involuntariamente, as amizades. Talvez seja a isso que os tais pastores se referiram, não sei.
      .
      Um abraço carinhoso pra ti, na paz daquele que nunca nos abandona,
      mz

  23. Andréa Florêncio disse:

    Você é engraçado assim mesmo, irmão? Muito legal essa visão: “Aquele Deus, de longe, era tudo o que pediram a Deus” rsrsrsrs. O Senhor continue te abençoando com essa criatividade!!! A paz.

  24. Reee disse:

    Oi mano rabugento, chato, perfeccionista, intolerante, antipático, cricri :)
    Porém… diante do Senhor um filho valente, franco, que se sabe fraco mas forte nEle (porque tantos dias o tem carregado em Seus braços, não é mesmo?), que se prostra diante dEle, que reconhece quem é e ainda assim tem a generosidade de ser, apesar – entre tantas outras coisas que somente quem está em Cristo pode ser e transmitir.

    Do lado de cá todos nós estamos contigo! Somos feitos do mesmo barro, caídos pelo mesmo pecado, ousados descobridores do mesmo Deus que nos escolheu para ouvirmos sua voz e segui-lo quando, pela Graça maravilhosa, nos enviou seu Filho, o caminho a verdade e a vida que nos salvou. E nos entendemos e suportamos por Ele, graças, sabemos quem É! Por isso sabemos quem somos, sua Palavra é nosso espelho diário. O mundo não diz mais quem somos, aleluiiiia.

    Abraços de #tamosjuntos de uma igualmente chata, torta, cricri e muitos etceteras
    Porém… Igualmente salva pela Graça do Pai

  25. marcos falcon disse:

    Fala Mauricio, muito bom o post, entendo que muitos não querem pagar o preço, carregar a cruz, quando percebem que nem todas as respostas de DEUS não serão positivas, pulam do barco!
    A Biblia diz que no mundo teremos aflição, mas tende bom ânimo… que essa mensagem nos abençoe! fk na paz, Marcos Falcon

  26. Boa noite meu amado Maurício.

    Acabo de ler seu texto e minha reação foi unica.Ri muito.
    Eu não sei se você é o cara ”rabugento” que descreveu na publicação acima,mas,se isso realmente for verdade,o mundo precisa de mais rabugentos.kkkkkkkkkkkkk.
    Comprei a pouco tempo seus livros (todos) e nunca vi algo digno de tanta atenção (mentira vi sim.A BIBLIA,rs).Sempre pensei que seria impossível uma obra fictícia abrir um caminho que nos levaria a querer mais simplesmente da palavra de Deus,sendo assim,com muita alegria meus conceitos a esse respeito foram quebrados.Li uma postagem sua a respeito da musica gospel atual e suas respectivas gravadoras.Concordei 100% e discordei com apenas algumas colocações suas.Com isso eu acho que pela graça de Cristo Jesus (e com a ajuda dEle,é claro)Ousaria a conhecer você de pessoalmente e conhecer seu ”jeito” e ver se eu iria fugir ou ficar ali.O nosso Meste nos disse pra levar o fardo um dos outros.kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk.
    É meio difícil nos dias de hoje encontrar um ser humano no qual mesmo com algumas discordâncias de opiniões se tornem nossos mentores para uma busca genuína com Deus e com seu espirito.Esse,ao ponto de vista desse ousado e leigo admirador,é a definição do qual te enquadro.Deus abençoe muito você e sua família.Homens assim como você não podem ficar em silencio,mas sim invadir as nossas igrejas e fazer-nos conhecer o Deus que ainda não conhecemos.O Deus de verdade.
    Não sou seu fã porque a minha caminhada de descobertas com Deus me levaram a ”odiar” essa palavra,mas te digo que sou um admirador no qual vai aprender a mudar alguns valores (errados)que sempre me ensinaram.Estou disposto a aprender.

    Que venham mais.Rsrs.

    Estou compartilhando suas obras com alguns amigos.Eles precisam saber de algumas coisinhas.kkkkk

    Ah!Estou esperando o próximo livro da série com ansiedade (embora isso seja pecado).Você deixou escapar isso no Livro O mistério de Cruz das almas.Se demorar muito vou pra rua protestar.kk

    Que Deus te abençoe muuuuuuuuitttttttttttoooooooo…se for da vontade dEle,é claro,rs.

    Procurei seu facebook mas não achei,você o tem?

    Com amor em Cristo Jesus,

    Luiz de Oliveira

    • Oi, Luiz,
      .
      obrigado por tuas gentis palavras. Fico feliz que os livros e artigos te levem à reflexão e ao amadurecimento. Louvo a Deus por isso.
      .
      Infelizmente, embora o quarto livro da série Geração Ação (chamado “O Ritual”) esteja escrito ele não tem editora. A que publicou os três primeiros voltou atrás na ideia de publicar o quarto e cancelou o contrato na hora de mandar para a gráfica. Por isso, lamentavelmente ele não deve sair da gaveta.
      .
      Nao tenho Facebook nao, mano.
      .
      Fixo muito grato pelas palavras de afeto e incentivo. Você é uma pessoa de bom coração.
      .
      Abraço, querido, no amor de Jesus,
      mz

      • LUIZ DE OLIVEIRA disse:

        Como é?????
        Lamenta mais vai ficar na gaveta????Como ousa falar isso meu jovem?
        Bem que Jesus nos falou:”Homens de pequena fé”
        Vou roubar as suas frases de questionamento que me chamaram a atenção em outras publicações suas.Esse livro na gaveta vai servir de que para o reino de Deus?Acaso Deus te deu a criatividade para guardar a obra em um arquivo oculto aos olhos dos que já foram abençoados pelo primeiro?(Digo por mim mesmo).Lamento informar meu chefe,mas a sua gaveta de escritório não vai aceitar Jesus,então não precisa nem evangeliza-la.Risos.
        Agora sem sarcasmo meu amigo.Eu acredito que uma obra da sua competência,com os prêmios que foram concedidos (FALA ISSO SEM PUXASAQUISMO),e mais, a mão do Senhor,a que abre todos os caminhos,esse livro com certeza pode ser publicado,mesmo que não seja pela mesma que publicou os outros,isso é possivel em outra.Você não vai fazer isso né meu irmão?Pela fé já estou com o livro ”O ritual” em minhas mãos e sendo muito abençoado.Acredito que o que Deus começou a fazer na minha vida através dessas obras não param pela metade.Certo?rsrsrs.

        Abração do seu adimirador.

        To esperando noticias boas.

        Caso contrário mando você para a Central Gospel.
        kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

        Abração
        rsrs

        Luiz

      • Luiz, olá,
        .
        obrigado pelo carinho. Já tentei outros caminhos, mas ficção cristã no Brasil não desperta o interesse de editoras, infelizmente. Está nas mãos de Deus.
        .
        Abraço, mano, vamos orando,
        mz

      • LUIZ DE OLIVEIRA disse:

        Nossa Mauricio,fiquei tristão mesmo.

        Nossa cara,eu trabalho numa livraria evangélica e me deparo com cada livro que é publicado,tema,titulo,nossa,sem palavras meu.É triste de ver como a igreja hoje quer se alimentar com coisas que fazem bem para o próprio ego,e quando a gente vê um livro bom,a gente vê pouca publicidade e nenhum apoio das editoras.Chega dá raiva meu irmão.
        Minha mente é muito stéril cara,eu leio e já imagino coisas.E sabe o que eu imaginei enquanto lia os 3 volumes?Um filme muito do bem feito.Ia ser demais!Dai quando fui dormir adivinha o que eu sonhei?Sonhei que eu fui convidado pelo Mauricio Zágari para interpretar o personagem Daniel (pode rir).kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.Bem!se você ver que não vai ser publicado mesmo o livro,eu pago o valor que for preciso pra tú me compartilhar.Tô fazendo ”marketimg” dos seus livros na minha igreja e com meus amigos.To esperando em Deus.

        Abraço amigão

        Tristão mesmo

      • Rsrs, não se preocupe, Luiz, tenho tido algumas ideias, inclusive a disponibilização gratuita on-line. Mas ainda é preciso caminhar mais um pouco nisso. Em tempo dou notícias. E agradeço pelo carinho. Se puder orar por isso, fico grato.
        .
        Abraço, mano, na paz,
        mz

      • LUIZ DE OLIVEIRA disse:

        Já estou orando meu manolo.Esperemos agora.
        Tem algum email especifico para escrever a você sobre outros assuntos que não seja essa postagem?,pois queria fazer uns comentários sobre outros assuntos e contava com sua opinião.Na verdade eu queria fazer algumas perguntinhas,rsrsrs.

        Me avise se tiver irmãozão…e desculpe a chateação…

        No céu você vai ser bem galardoado por dar atenção a esse cara chato.rs.

        Grace and peace,

        Luiz de Oliveira

      • Oi, Luiz, pode fazer por aqui mesmo, não tem problemas.
        .
        Abraço, na paz,
        mz

  27. Isac disse:


    Por favor, assista a esse vídeo

    Irmão Maurício, gostaria muito que você escrevesse algo baseado nesse lindo vídeo. você poderia escrever um texto de confronto para nossas vidas. um chamado para uma maior valorização as Escrituras, desde já Muito Obrigado. isac

  28. Paulo Victor disse:

    Olá brow mz,

    Hoje, na EBD, falamos sobre algo a esse respeito. Na busca dessa intimidade com nosso Pai, podemos fazer a comparação quando alguém se aproxima de um espelho. Quando mais aproximo meu rosto do espelho mais vejo minhas imperfeições. Vejo os buracos na pele, as rugas, os cabelos da barba que inflamam e ficam horríveis. Do mesmo modo, a medida que me aproximo de Jesus mais enxergo minha impaciência, indelicadeza, a falta de carinho com que as vezes lido com minha esposa, minha intolerância, meu egoísmo, enfim, minha imensidão de pecados. E isso não é fácil. A tendência é ficarmos complexados e/ou perplexos.
    Mas queria que me esclarecesse só um detalhe. A expressão “graça sem obras”, pode explicar?

    • Salve, mano,
      .
      nao sei se existe algum conceito teológico denominado “graça sem obras”, mas a meu ver ele é uma contradição em termo. A graça salvífica automaticamente noa leva a praticar boas obras. Se nao há boas obras, nao houve graça. É como penso.
      .
      A paz de Cristo,
      mz

      • Paulo Victor disse:

        Meu brow,

        Só perguntei porque a expressão, num primeiro momento, dá o sentido de que as obras vêm antes da graça. Agora, pelo que entendi, com sua explicação elas (obras) seriam consequência da graça.
        Mas de qualquer forma, vejo a graça como algo tão imerecido, que não precisamos realizar obras para obtê-la, nem mesmo, necessariamente, realizar obras por causa dela. Acredito que através da fé ou do amor, as obras viriam automaticamente.
        Pois o meu medo é que outras pessoas entendam equivocadamente o que escreveu – relacionando a graça com as obras. Pois nem todos têm a oportunidade de praticar as obras depois de salvos, bem como evitar os falsos ensinos de algumas religiões – que valorizam tanto as obras.

        Mais um texto que muito enriqueceu minha vida.

        Paz, mano.

      • Oi, Paulo,
        .
        na verdade, uma graça que nao leva a boas obras biblicamente nao é a graça de Deus. Tiago deixa isso claríssimo. A graça é um ato de amor tão avassalador que os alcançados por ela espontaneamente realizam atos benéficos por pura gratidão e senso de amor pelo Senhor. Nao tenha medo das boas obras, elas nao afetam negativamente a graça de Deus.
        Pelo contrario, a atestam. Uma graça que nao pressupõe como consequência boas obras é a “graça barata” da qual falou Dietrich Bonhoeffer. A graça de Deus nos leva a pacificar, a demonstrar humildade, a amar o próximo etc. Inevitável.
        .
        Abraço, mano, na paz de Deus,
        mz

      • Paulo Victor disse:

        É verdade. Perdoe-me se estiver focando em algo não tão importante, periférico. Mas foi o que me chamou a atenção.

        Ah… queria que me indicasse alguns livros. Gostaria de me aprofundar.

        Paz, brow.

      • Salve, Paulo,
        .
        aqui tem uma lista de livros que considero essenciais na vida de qualquer cristão. Espero que ajude:
        .

        http://apenas1.wordpress.com/2012/03/07/os-10-melhores-livros-cristaos/

        .
        Abraço, na paz,
        mz

  29. Danila disse:

    Olá Maurício,
    Post mto edificante meu irmão,obrigada mais uma vez!
    Me regozijo qdo leio em Daniel:”Fica sabendo, ó rei,que se o nosso Deus quiser,nos livrará da fornalha,mas se não quiser,continuará sendo nosso Deus.”
    Q o Senhor se revele cada dia a nós,através da Sua palavra, que é a verdade e q o adoremos em espírito e em verdade.
    Paz meu irmão, a todos nós que estamos em Cristo.

  30. Graça e paz irmão Maurício!
    O belo das Escrituras é a sinceridade e a verdade que sempre são expostas. Nada oculto para que no amanhã não haja reclamações ou surpresas. Claro que nos dias modernos onde o que predomina é o que “eu acho e penso” e não o que diz as Escrituras, o deus deste século se tornou o deus dos homens nas igrejas.
    Amar a Deus é amá-lo incondicionalmente porque Ele nos amou primeiro.
    A intimidade com Deus aumenta a cada dia se sempre nos lembramos disso. Amor sem interesse.
    Mais se apenas queremos satisfazer nossos desejos, adeus ao Deus da Bíblia.
    Bem, por enquanto estou aqui no apenas1…Quem sabe um dia no espaço físico nos conhecemos e se não, nos veremos na eternidade; onde seremos transformados. Pois eu também não tenho tantos amigos, mais tenho a Jesus meu verdadeiro amigo que conhece minha estrutura e sabe que sou pó.
    Em Cristo,
    Jeferson Rangel.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s