Nicole1Há poucos dias, liguei a televisão, num daqueles momentos em que você zapeia por todos os canais e não encontra absolutamente nada que te interesse. Acabei sintonizando em um programa bizarro, a que nunca assistira antes: o Face Off, do canal SyFy. Trata-se de um reality show estadunidense em que artistas de maquiagem disputam um prêmio em dinheiro criando, a cada episódio, criaturas iguais às de filmes de ficção cientifica. Monstros, cyborgues, vampiros, alienígenas, esse tipo de coisa. Aquilo chamou de imediato minha atenção porque, na hora em que sintonizei, estavam entrevistando os três finalistas do programa antes de anunciar o vencedor. Um deles, a jovem Nicole Chilelli (na foto, de camisa azul), estava, naquele exato momento, falando sobre como conseguia viver e trabalhar, apesar de sofrer com uma terrível doença chamada fibromialgia (que faz seu corpo inteiro doer, o tempo todo, entre outros sintomas horríveis – e não tem cura). Nicole falava sobre como ela, cuja mãe padece da mesma moléstia, lidava com aquilo no dia a dia e como encontrava motivação e disposição para superar aquerle horror e continuar vivendo.  Confesso que, à medida que ela falava sobre sua luta pessoal, lágrimas desciam pelo meu rosto. E já explico por quê.

Nicole2Nós, seres humanos, temos a tendência natural de reclamar de tudo, nos lamentar por qualquer coisa. Em linguagem bíblica, murmurar. A famosa murmuração que levou Israel e ficar rodando quarenta anos no deserto. E nós não somos diferentes: se moramos embaixo da ponte, chiamos pela falta de teto. Conseguimos dinheiro para nos mudar para um conjugado alugado e nos abatemos porque não é próprio. Somos abençoados com a chance de comprar um conjugado nosso e maldizemos a sorte porque não tem um quarto. O salário aumenta e nos mudamos para um quarto e sala. E praguejamos, por ser pequeno demais. Deus nos dá um três quartos e chiamos por não ter garagem ou playground. Recebemos uma bolada de herança e nos mudamos para um condomínio de luxo, com academia e piscina, mas nos entristecemos, pois o bairro não é tão nobre assim. Recebemos uma promoção e com isso conseguimos nos mudar para o melhor apartamento do melhor condomínio do país mas… não ficamos satisfeitos, pois, afinal, queríamos morar em Paris. Essa é nossa natureza: reclamar, reclamar, reclamar, reclamar, reclamar…

Nicole3Nada nunca está bom o bastante. Queremos sempre algo mais. “Piedade com contentamento é grande fonte de lucro”, revela Paulo em 1Timóteo 6.6, e continua: “pois nada trouxemos para este mundo e dele nada podemos levar; por isso, tendo o que comer e com que vestir-nos, estejamos com isso satisfeitos”. Mas, sinceramente, quem de nós pensa assim? Pior: quem de nós age segundo esse pensamento canônico? Nunca está bom o bastante. Queremos sempre mais. As bênçãos de Deus parecem sempre incompletas. Se conseguimos o emprego tão almejado e desejado, no dia seguinte já reclamamos que o chefe é exigente demais, a cadeira é desconfortável e ainda falta um ano para as férias – afinal, ninguém é de ferro. Pobres de nós, que temos uma vida tão desgraçada: o telefone não dá linha, arranharam nosso carro, nosso time perdeu, apareceu uma espinha no rosto, um fio de cabelo ficou branco, a unha quebrou! Meu Deus, quanta tragédia!

Nicole4Enquanto isso, Nicole Chilelli, uma não cristã, dá um exemplo de força interior, dedicação, perseverança, superação e alegria… porque encontra na criação de monstrengos a realização pessoal e uma motivação para prosseguir. Que vergonha. Que vergonha Nicole me fez sentir. Pois nós, cristãos, temos a vida eterna. Mas sempre estamos reclamando de tudo. Vou repetir, caso tenha parecido algo casual e sem importância: nós-temos-a-vida-eterna. Temos Jesus. Ele apontou para mim e para você e disse: “Eu te quero. Receba minha graça, o perdão dos seus pecados e a eternidade na glória eterna”. E o que nós fazemos? Respondemos a ele: “Ah, Jesus, mas a vida é tão dura, tenho de trabalhar tanto! Engordei dois quilos! Está calor demais! O elevador do meu prédio quebrou e tive de subir pelas escadas! Peguei muito engarrafamento hoje! A Internet está lenta!” E por aí vai. De uma lado, uma não cristã com fibromialgia vive alegre, motivada, sorridente, feliz e grata por fazer maquiagens que criam seres imaginários. De outro, legiões de cristãos, que receberam o privilégio de ser filhos e herdeiros do criador do universo, reclamam, reclamam, reclamam, reclamam, reclamam…

Nicole5Fibromialgia é uma síndrome que provoca dores por todo o corpo por longos períodos, com sensibilidade nas articulações, nos músculos e nos tendões; causa fadiga crônica, distúrbios no sono, falta de ar, dores de cabeça, depressão, ansiedade, falta de disposição e outras desgraças. Não tem cura. Os tratamentos geram poucas melhorias. É sofrimento dia e noite, 24 horas por dia, sete dias por semana. Fui procurar informações sobre Nicole na web. Li uma entrevista em que ela diz: “Maquiagem é toda minha vida”. Para uma mulher que sofre dessa montanha de problemas que você leu, maquiagem é tudo – e isso a deixa feliz. Para nós, a quem Jesus de Nazaré é toda a nossa vida, nosso tudo, nossa esperança de paz e gozo pelos trilhões e trilhões de anos que temos pela frente, às vezes cada centímetro da vida parece ruim – porque, afinal, nossa unha encravou, está chovendo lá fora ou nosso cachorro roeu o pé da mesa.

Temos de valorizar a bênção incrível que é a salvação. A adoção como filhos de Deus. O céu que nos espera. O fato de que somos amados pelo Senhor que tudo criou. a realidade de que o Todo-poderoso nos conhece pelo nome. Coisas como essas deveriam nos fazer sorrir do acordar ao deitar – exultantes e agradecidos. As tristezas vêm? Lógico! Nos abatem? Claro! Jamais vou defender que devemos ser hipócritas e dizer que tudo esá bem quando não está. Acredito que, se a Igreja fosse menos triunfalista, teríamos coragem de assumir mais vezes que estamos mal e, com isso, seríamos mais habilidosos em carregar o fardo uns dos outros e auxiliar-nos em nossas dores e nossos sofrimentos. A questão não é fingir uma falsa situação de bem-estar. É pensar em como lidamos com as desgraças da vida sabendo da realidade espiritual maior e do grande plano da eternidade.

Nicole6Nicole venceu o reality show. Tirou primeiro lugar. Faturou o prêmio. E saiu sorridente, emocionada, em paz. Feliz. Assistindo àquilo, não tive como não deixar de recordar de quando, 17 anos atrás, eu também recebi o diagnóstico de fibromialgia. Pensei no fato que, nos dez dias anteriores àquele em que assisti ao programa de TV, acordei todas as manhãs com dor de cabeça e sentindo falta de ar. Cheio de dores pelo corpo todo. Que nos três dias anteriores a ter visto Nicole sorrindo na televisão tive de me submeter, reclamando, murmurando e gemendo, a massagens doídas, para aliviar um pouco do sofrimento. Chorei com vergonha de mim, murmurador incorrigível que sou.

FibromialgiaAssisti a esse reality show durante o almoço, no intervalo de meu horário de trabalho. Nicole venceu sorrindo. Eu desliguei a TV chorando – e voltei para o meu computador. Sentei-me diante dele e me lembrei do médico que, 17 anos antes, me recomendou que eu “virasse cantor de ópera”, porque nunca mais poderia usar um computador na vida, pelo tanto que me dói digitar. Mas pensei em como Deus me conduziu até onde estou hoje – e trabalho como editor de livros cristãos, com uma jornada de oito horas diárias fazendo o que me disseram que nunca poderia fazer na vida: digitar ao computador. Na tela estava o texto de uma nova Bíblia, que estou ajudando a editar. Envergonhado, tudo o que pude fazer foi glorificar a Deus, pois o que me faz seguir adiante, lutar com todas as forças contra minhas impossibilidades e participar da confecção da Palavra Sagrada do Senhor Altíssimo é única e exclusivamente a graça do Cristo crucificado. Pois ele apontou para mim e disse: “É você”.

Murmurar? Já murmurei muito. Mas creio que não me atrevo a murmurar mais. Nicole me deu um tapa na cara. Se um não cristão pode ter alegria de viver por fazer maquiagens de monstros, mesmo sofrendo de uma moléstia terrível, eu preciso ter a humildade de ignorar as coisinhas de pouca importância do dia a dia e encontrar a alegria de viver por fazer parte de algo muito, mas infinitamente muito mais grandioso: o Reino dos céus.

Meu irmão, minha irmã, o Todo-poderoso lhe apontou o dedo e disse: “É você”. Do que você tem reclamado mesmo?

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício

About these ads
Comentários
  1. Marcia disse:

    Deus te abençoe Maurício..

  2. Maurício,

    Que bênção poder compartilhar esse artigo no facebook, pois a murmuração é um dos mais sérios problemas em nosso meio cristão. Vou orar para que nosso Deus de milagres cure essa fibromialgia que lhe aflige. Seja abençoado mais e mais. Continue publicando tão excelente e atualíssimas mensagens como tem feito. Quando você divide seus artigos, multiplica bênção de Deus no meio do povo. Sejam multiplicadas as bênçãos do Altíssimo sobre sua vida e ministério.

    • Olá, Pedro,
      .
      obrigado pelo carinho e as orações. Peço a Deus que de fato as reflexões que aqui posto sejam edificantes para o máximo possível de vidas.
      .
      Abraço, Deus te abençoe,
      mz

  3. Mery disse:

    É, esse texto também me fez refletir ,apesar que, sem hipocrisia , eu não murmuro mais,aprendi as duras penas que Deus me ajuda a carregar meu fardo,meu pai foi um exemplo para mim, teve Câncer na laringe e nunca fumou na vida,a chance de não fumante é 2% ,ele estava nesses 2% e nunca,nunca mesmo questionou a Deus sobre isso,nunca murmurou ,sempre sorrindo,e sempre dizendo ,Deus tem o melhor para mim,Ele cuida de mim,cuidou mesmo ,está bem agora nos braços do Senhor,que Deus me ajude ser igual ao que meu pai foi.

  4. Maria Aparecida Siqueira Evangelista disse:

    Quem tiver tempo leia muito bom

    ________________________________

    WordPress.com Mauricio Zgari publicou: “H poucos dias, liguei a televiso, num daqueles momentos em que voc zapeia por todos os canais e no encontra absolutamente nada que te interesse. Acabei sintonizando em um programa bizarro, a que nunca assistira antes: o Face Off, do canal SyFy. Trata-”

  5. Eliana disse:

    Esse texto falou ao meu coração… Por vezes, tbm sou uma grande reclamona… Espero não ser mais…
    Graças a Deus por sua misericórdia, por nossa salvação… E graças a Deus pela vida do meu amigo e irmão Mauricio Zágari, que, mesmo de longe, vive me abençoando e me ajudando a amadurecer…
    Orando por vc… Que o Senhor o abençoe e o sustente!

    • Oi, querida,
      .
      sei como é difícil com a sua condição manter-se em silencio, sem chorar um pouquinho no colo do Papai. Creio que trocar a murmuração por louvor é um processo que vem aos poucos, dor após dor, Nicole após Nicole. É um caminho, não uma curva.
      .
      Louvo a Deus por tua preciosa vida, muito, muito valiosa.
      .
      Um beijo em ti, no maridão querido e em toda a família,
      mz

  6. Andréia disse:

    Ufaaaa! Que sacudida.
    Deixa eu começar meu dia,cheia de gratidão.
    Obrigada meu Pai por tudo que fez e faz por mim.

  7. Luiz Fernando disse:

    “Acredito
    que, se a Igreja fosse menos triunfalista,
    teríamos coragem de assumir mais vezes
    que estamos mal e, com isso, seríamos
    mais habilidosos em carregar o fardo uns
    dos outros e auxiliar-nos em nossas dores
    e nossos sofrimentos.” Este é o tratamento para Igreja. Se fizessemos isso, com certeza o amor ao próximo seria exercitado e praticado com verdade.
    Ontem msm estava reclamando da minha vida, do meu trabalho, das perseguições. Mas o Senhor me fez recordar de onde Ele me tirou, do lixo que eu era. Nós somos assim. Deus escreve uma nova história pra mim e eu quero apagar com a borracha da incredulidade e ingratidão. Vc é um exemplo, Nicole é um exemplo de superação.
    Deus é bom e muito poderoso.
    A paz de Cristo.

    • Luiz, olá,
      .
      com tuas palavras você mostra que você também é um exemplo. Nunca se esqueça de valorizar e celebrar cada avanço em tua vida.
      .
      Abraço, mano, no amor de Deus,
      mz

  8. Zágari, como vai?

    Dias atrás estava refletindo sobre isso. A comunidade onde auxilio no pastoreio é humilde. Me sinto alegre em poder fazer parte disto e ver que o Senhor tem um propósito em tudo. Então, analisando algumas coisas ao meu redor, percebi o quanto eu murmuro às vezes e em comparação com alguns irmãos da igreja, que têm sim, “razões” para murmurar, não o fazem. São alegres, sorridentes em todo o tempo. Há um irmão na igreja que anda de bicicleta a cidade inteira, faça chuva ou sol, vendendo seus produtos de limpeza que ele mesmo fabrica. Quando chega ao culto durante a semana, está sorrindo e responde ao ser questionado como está que: “Está tudo às mil maravilhas. Cristo é bom. Hoje tive um dia de trabalho bom”. E eu, enquanto tenho um carro, reclamo que preciso fazer isso, aquilo e etc.

    Creio que a murmuração, seja um dos motivos porque muitas vezes não recebemos o que pedimos. Ela endurece o nosso coração. Tal qual os israelitas no deserto, não olhamos para o que o Senhor tem nos dado, e nos encantamos com o que os outros povos (aqui, não cristãos) têm e simplesmente apontamos o dedo para Deus e dizemos: “Sou teu filho, você “tem” que me abençoar”.

    Que Deus tenha misericórdia de nós!

    PS: Boas notícias: Vou ser pai. (Estou feliz por demais)

    Pr. Anderson.

    • Querido Pr. Anderson,
      .
      que alegria!!! Você é papai!!! Meu amado, louvo a Deus por essa benção tão grande. Uma nova etapa se inicia em sua vida, de desafios, dificuldades, felicidade e um sentimento inexplicável de gratidão. Bendito seja Deus por esse presente que te deu. Meus parabéns!!!
      .
      Abraço bem apertado, papai (vai se acostumando rs),
      mz

  9. Jose Junior disse:

    A paz de Deus, nobre irmão Maurício.

    Bom, eu acordei hoje com pensamentos de murmuração, mas em oração havia conseguido ficar em paz. Após ler suas palavras, me senti ainda mais capaz de lutar e submeter-me ao Senhor.

    Tenho acompanhado sua luta, por teus testemunhos aqui no APENAS, e tantos outros, tais como este da Nicole, que também sinto-me envergonhado quando cedo a tentação de murmurar.

    Louvo a Deus pelas vidas de vocês por permitir que eu enxergue o quanto preciso humilhar-me diante de Deus e ser-Lhe grato por todos os benefícios que Ele tem me concedido, a iniciar pela minha salvação.

    Agradeço ao Senhor pela sua vida, pela Igreja e por essa tão rica oportunidade.
    Deus seja contigo.

    Abraço fraterno, nobre amigo,
    José.

  10. Sidnei disse:

    Graça, paz, conforto e consolação do Espírito Santo sejam sobre a sua vida mano Maurício…
    É um deleite espiritual cada texto seu…difícil conter a ansiedade ao aguardar o próximo.
    Sempre que começo a murmurar faço a leitura de Efésios 3 e meu coração é consolado e aquietado…mas como as vezes é difícil, pois a menor contrariedade, nossa natureza carnal se manifesta imperiosamente…
    Abraços

    • Olá, Sidnei,
      .
      obrigado pelas bondosas palavras, mano.
      .
      Excelente leitura, querido, há passagens da Palavra que de fato são bálsamo para nossas vidas. Para mim, Mt 5-7.
      .
      Abraço grande, no amor de Jesus,
      mz

  11. Dayana disse:

    De vez em quando eu preciso de um tapa desse na consciência, obrigada por me lembrar disso. Abç

  12. Felipe Grillo disse:

    Ol, paz do Senhor para todos do apenas, bem, estou tenteando meditar sobre o suicdio,calma no quero isso pois no tenho esse direito, que o meu primo que tinha um problema de depresso suicidou-se, a vida para ele no tinha graa, reclamava que no sabia viver, e j tinha tentado antes duas vezes at que conseguiu dia 18/04/2013. Pr. gostaria de saber se o senhor tem algum post falando sobre isso, ou se no tiver, quando tiver um tempo mande algo pra mim, pois j no aguento mais irmos sem sensibilidade que afirmam que ele est direto no inferno, e eu acredito num Deus de amor, de misericrdia, no quero ir contra a biblia por isso pesso que me de algo para pensar, ao invs de sair falando por a julgando quem vai para o cu ou para o inferno, sua resposta muito importante para mim, pois o livro do Pr. Walter , com suas perguntas, (O fim de uma nova era) parece que foi plgio da minha cabea, pois concordo e vejo a decadncia das igrejas protestantes por causa do dinheiro, e poder que alguns julgam ser o importante,bom desculpe-me o desabafo, aguardo pacientemente, paz a todos.

    Date: Tue, 23 Apr 2013 03:41:37 +0000 To: fgrillo33@hotmail.com

    • Olá, Felipe,
      .
      mano, em primeiro lugar, receba meu abraço pela perda do teu primo. Nao consigo imaginar a dor que vc está sentindo e o que de melhor posso fazer agora é te estender e a toda a sua família o meu amor e meu carinho.
      .
      Mano, quem sou eu para dizer quem vai para o céu ou para o inferno? Fico pensando em alguém que conhecia o ladrão da cruz e o acompanhou até o calvário, tendo partido no momento em que ele foi erguido mas sem ter ficado ali durante a agonia dele. Certamente teria partido dizendo que aquele bandido certamente teria ido ao inferno. No entanto, nos últimos minutos de sua vida nós ouvimos Jesus lhe dizer que ele iria para o Paraíso. Quem diria, não é?
      .
      É um consenso histórico que os suicidas não viverão a eternidade ao lado de Deus, por ter partido após cometer um homicídio sem arrependimento. Compartilho dessa visão, mano, e nao poderia mentir para você. Mas a minha pergunta é: o que se passou na alma e no coração daquele que tirou a própria vida do momento em que atentou contra si e o momento em que de fato entrou na outra vida? Será que nos breves momentos em que refletiu, a graça do Espirito Santo nao o alcançou? Teria o Senhor chamado seu primo ao arrependimento e à salvação nos seus últimos momentos de vida? Ninguém pode responder isso.
      .
      A graça de Cristo alcança quem quer, onde quer e quando quer. Teria ela resgatado teu primo em seus últimos suspiros? Nao sei, Felipe, nao sei mesmo. A promessa de vida eterna é para os que creem em Jesus, se arrependem de seus pecados e são perdoados – nesta vida. Foi o que ocorreu com ele? Meu mais intimo desejo é que sim. Mas nao posso afirmar.
      .
      Penso que o destino dele está traçado – tenha ido ele para a gloria de Deus ou nao. A esse respeito, nada há que possamos fazer. É ter a esperança em nosso coração e esperar um possível reencontro na eternidade. Até lá, mano, creio que devemos pensar no que podemos extrair de bom desse triste episódio. E o que vejo de bom é o aprendizado. Partilhar dessa experiência tão próxima a ti quem sabe nao te leva a devotar piedade aos que sofrem de depressão, nao despertam em ti o ímpeto por estender a mão aos passam pelo que teu primo passou, para que nao tenham o mesmo tipo de partida desta vida. Tente transformar essa dor em experiência a ser usada em prol daqueles que ainda vivem. Talvez seja a melhor forma de honrar a memória de teu primo querido e de dar sentido a uma morte tão precoce.
      .
      Nao sei se ajudei, mano. Oro a Deus para que essa tragédia traga, paradoxalmente, frutos que venham a gerar vida.
      .
      Te abraço com carinho, no amor maior de Jesus, o gracioso,
      mz

  13. sidnéia g. de oliveira disse:

    Querido irmao Mauricio, que DEUS continue iluminando GRANDEMENTE sua vida!!
    Que sacudida!! quanta vergonha, pois so de lembrar de onde O TODO PODEROSO me arrancou, era para nunca mais murmurar,mas agradeço muito,pois acredito que lendo e refletindo, a gente vai se libertando desse mal e vai aprendendo a por em pratica o negar-se a si mesmo, tomar a cruz e ter nosso SENHOR JESUS como modelo,e ser seus imitadores.
    GRAÇAS! GRAÇAS A TI SENHOR OS EXERCITOS!!!

  14. Jacy disse:

    Maurício,

    Que saudade, mano!

    E que reflexão maravilhosa, que confronta e emociona ao mesmo tempo! A murmuração é uma moléstia na alma muito mais nociva que qualquer enfermidade que venhamos a passar nesta vida, já que o ato de reclamar sempre vem acompanhado de uma dose de ingratidão ao Criador.

    Mano, quero que saiba que desde que comecei a acessar este blog, tenho olhado a vida cristã de um ângulo diferente. Você faz parte disso. Deus te usa para trazer bálsamo através do que Ele é e faz em sua vida, mesmo em meio ao seu sofrimento pessoal. Quero ainda aprender muito da parte de Deus através de você e oro para que Ele te abençoe sempre.

    Ah, você tinha razão! rs “Voar” é mesmo uma sensação indescritível, embora rotineira para muitos. Vou te mandar algumas fotos da bela cidade de Natal-RN. Amei o passeio. :)

    Paz, meu sempre, sempre, querido mano.
    Abraços na família! :)

    • Oi, Jacy,
      .
      fico duplamente feliz com teu comentário. Feliz e grato a Deus por saber que, de algum modo, nossas reflexões tocam tua vida, e feliz por saber que seu primeiro voo foi inesquecível. Sou grato ao Senhor por essas bênçãos em tua vida.
      .
      Um abraço pra ti e Marcus, no amor de Jesus,
      mz

  15. Paulo Carvalho disse:

    Deus seja louvado por mais esse post, em que somos convidados a olhar para a vida e para o advento da Graça com mais gratidão e menos hipocrisia.
    Bendito seja o Pai pela tua vida, meu irmão!

  16. Fernanda disse:

    Ah, se tem algo que peço a Deus todos os dias é para que eu possa encontrar a felicidade mesmo aqui na Terra! Me culpo muito por tantas vezes fazer reclamações sem motivo suficiente. Seu texto falou comigo, pois muito se fala sobre a vida de um cristão não ser nada fácil, porém esses dias ouvi uma pregação que dizia que devemos ser felizes aqui no mundo também. Tenho procurado muito esse ponto de equilíbrio entre não me afetar pelas coisas mundanas e procurar ser feliz de uma maneira correta aos olhos de Deus, mas os murmúrios sempre surgem. Espero confiante que Deus tire esse fardo terrível de mim, que é reclamar de tudo, até mesmo de reclamar.

    Deus te abençoe, Zágari! Um abraço

    • Oi, Fernanda,
      .
      sabe, uma análise das Escrituras e, em especial, dos evangelhos, mostra que não há garantia de felicidade nesta terra. A felicidade dos cristãos é prometida para a vida eterna, não aqui. A Biblia diz que aqui teremos aflições, choro, doenças, pecado. A felicidade terrena existe, mas é um bônus, uma dádiva de Deus. Não é promessa bíblica. Temos que ter essa consciência para não desanimarmos ou perdermos a fé quando o sofrimento chegar (e ele chegará, é inevitável). Ainda assim, dispomos da alegria que é fruto do Espírito (Gl 5.22-23), que nos permite nos alegrarmos em meio às tribulações pela certeza de termos Cristo em nossa vida.
      .
      Deus te abençoe muito, no amor dele,
      mz

  17. roberto disse:

    Olá Mauricio tudo bem? e o rio de janeiro continua lindo?rs. É meu caro as pessoas nunca estão contentes com o que tem, sempre querem mais e mais…., faz 17 anos que tenho sindrome do panico, e antes de descobrir o que tinha passei sete anos sofrendo e com depressão, pra vc ter uma ideia tenho 1,78 e cheguei a pesar 62 kg no auge da minha depressao, a minha doença é horrivel, vc tem medo de sair de casa, tem insonia, tremores na maos, pernas moles, boca seca, taquicardia,boca seca, falta de ar, panico tudo junto ao mesmo tempo parece que vc vai morrer.Mas graças a Deus, mesmo nao sendo mais cristao, mas nao sou ingrato, faz dez anos que foi diagnosticado e faço tratamento e hj consigo sair de casa, ter uma vida normal apesar de minha doença nao ter cura, ja cheguei tomar 3 antedepressivos e mais dois calmantes por dia, e hj so tomo um comprimido de antedepressivo por dia, as vezes sinto os sintomas mas hj ja tenho um pouco da manha pra tentar manter o controle, ainda hj passo no psiquiatra pra pegar a receita e manter o controle.E hj estou indo atras dos meus sonhos as vezes murmuro tbm, fico desacreditado, mas nao desisto, sigo em frente, antes eu ficava preocupado pelo de comer , pelo vestir, onde morar, mas hj acho isso uma tremenda besteira, pois eu nem sei se amanha acordarei vivo pra que esquentar a cabeça? é certo que temos que ter responsabilidades, todos temos lutas, mas se na vida tudo fosse tao facil nao teria graça, nao dariamos valor. A vida eterna todos teremos, so nao sei pra onde eu vou, uma boa parte da culpa dos cristaos murmurem tanto e da propria igreja que hj prega uma teologia da prosperidade, em que o cristao tem que ser vencedor,bem sucedido, nao pode ficar doente, e qdo vem os obstaculos,as pessoas acham que Deus a abandonou ou deve ter cometido um pecado terrivel e esta sendo punido por Deus, ainda hoje qdo vejo pastor na televisao ou esculto na radio um pastor dizer pras pessoas determinarem a bençao, eu dou risada e tenho pena dessas pessoas que sao enganadas . quem somos nós pra determinarmos a Deus alguma coisa? as pessoas rezam o pai nosso, e nao prestam atençao no que falam? seja feita sua vontade assim na terra como no ceu. e nao a nossa vontade?
    As pessoas acham pq sao cristaos nao terao mais problemas, sera tudo perfeito, lindo,maravilhoso feito uma propaganda de margarina. mas esquecem que Jesus disse no mundo terei afliçoes, mas eu venci o mundo. Na verdade os cristaos hoje agem como crianças mimadas que esperneiam, fazem beiço, se o pai nao da o que elas querem, mas infelizmente por terem maus mestres é que elas agem assim, tudo o que eu sei da bilblia foi do começo da minha conversao a 10 anos atras, dos tres anos que fiquei na igreja, eu tinha fome de saber e conhecer a bilblia, eu lia a biblia o dia inteiro, mas hj nao leio mais, desculpe se alongar de mais , um forte abraço pra vc e a todos aqui.

    • Olá, Roberto,
      .
      fico triste por você ter de lutar contra essa doença tão debilitante. Sei bem o que é Sindrome do Pânico e o que provoca. Receba meu abraço e minha solidariedade.
      .
      Sabe, Roberto, com relação às igrejas o meu consolo é que há muitas e muitas que nao são como as que vc descreveu. Nao sei qual vc frequentou, mas muitas e muitas são serias e professam o genuíno evangelho de Cristo. Um evangelho de amor, piedade e doação. Esses são os focos de resistência, os que mantém a Igreja sendo o que a Igreja foi feita para ser. Congrego numa dessas e sou grato a Deus por ter-me conduzido a essa família de fé, onde tenho como pastores homens éticos, cristãos de fato em todos os aspectos.
      .
      Oro ao Senhor que você encontre seu caminho. E que, nele, viva a paz verdadeira.
      .
      Um abraço, no amor de Cristo,
      mz

  18. Edson Dias disse:

    Caro Mauricio Zágari! Caminhar pelas vielas estreitas dos sentimentos é um grande desafio para todos nós, pois a cada configuração que a vida nos apresenta somos levados a explorar lugares nunca antes por nós palmilhados, lugares inexplorados, desertos áridos da nossa própria consciência. O melhor de tudo é saber que sempre encontraremos um oásis onde paramos para rever nossos valores e reorganizarmos aquilo que está fora do lugar. Sua Dissertação sobre esse assunto tão atual e pertinente à nossa realidade me levou a entrar nessa área de conflito, me levou a sair da zona de conforto onde quase sempre somos menos produtivos, pois sempre que somos desafiados pelo curso desse grande mar chamado “EXISTÊNCIA”, tendemos a crescer como cidadãos tanto da terra como dos Céus. O seu texto me fez refletir de forma racional sobre tudo aquilo que já conquistei, pois ao longo da caminhada tendemos de forma alienada à nos atrelar a sentimentos de frustrações por aquilo que não temos, desvalorizando aquilo que já está em nossas mãos. Só pra terminar caro “IRMÃO E AMIGO” (se é que posso usar esse termo, se não, me perdoe), tenho uma família abençoada, conquistei à pouco tempo minha casa própria, faço parte de uma Igreja equilibrada e coerente com as verdades do evangelho, e que com toda a certeza vou tentar depois de tudo isso que você nos passou, reorganizar meus sentimentos diante daquilo que Deus tem me concedido por intermédio de sua imensurável graça. Forte abraço, fique na paz do Senhor nosso Deus!!!

    • Olá, Edson,
      .
      mano, fico feliz por esse simples texto ter levado você a uma reflexão tão profunda. Lindo ver o Espirito de Deus falar tanto a um coração. Louvo ao Senhor por isso.
      .
      Abraço, querido, no amor de Jesus,
      mz

  19. Neia disse:

    Ola Mauricio,
    Infelizmente nos Cristaos nunca estamos satisfeitos sempre murmurando mas Deus sempre nos da oportunidades de mudar colocando as Nicoles nos nossos caminhos a nos ensinar a ser mas gratos e tb colocando Mauricios Zagari pq sua vida e inspiracao pra nós apesar de tudo vc nao desistiu e esta ai sempre a nos abençoar com esses posts que nos constrage e encoraja a mudar de vida a sermos pessoas melhores cristaos verdadeiros compromissados com o Senhor desafiados a viver uma vida de renuncia, entrega de adoracao .
    Para mim e um privilegio ter tido a oportunidade de conhecer o seu blog pois tenho sido edificada e tenho crescido muito , vc tb é um exemplo de que devemos seguir em frente servir ao Senhor independente das circunstancias fico feliz por vc se mostrar humano dependente da graça de Deus e nao louvo a Deus pela sua vida siga firme pq nós que fazemos parte do Apenas somos abençoados leitura pos leitura .
    Neia :)

  20. Drik's Pessoa disse:

    Por não sabermos o segredo do contentamento, acabamos escravos dos desejos descontrolados. Difícil vencer esse inimigo que se alimenta de nossas preferências e preferências. Enquanto deveríamos em tudo ver a oportunidade de dar o que ainda não damos, Lamentamos o que ainda não recebemos. Que o Senhor me ajude, nos ajude nessa caminhada de aprendizado e de práticas e de vida contente.

    Excelente Reflexão!
    Que o Senhor te abençoe
    Paz!

  21. Marco Juric disse:

    Boa tarde Zágari!

    Vero! Vero! Vero!
    Comovente, verdadeiro e impactante.
    Desde que ouvi e li 1Timóteo 6:8 (faz um bom tempo), esse texto passou a ser norte e nele busco conforto.

    Abração cara!

    MJ

    • Salve, Marco,
      .
      texto bem escolhido, mano. Sábado fui ao Norte Shopping e passei na porta da que – creio – seja a sua igreja. É uma branca e azul? Lembrei de vc.
      .
      Abraço, queridão,
      mz

  22. DEIJENANE GOMES disse:

    Adoro ler seu blog, muito edificante! espero que o Senhor lhe cure de sua doença, mas enquanto isto não acontece continue nesta sua força, pois a graça do Senhor lhe basta. abraço.

  23. Abraão disse:

    Mais uma mensagem abençoada!!Deus te abençoe Ir.Maurício.Que eu possa aprender a murmurar menos e agradecer mais.

  24. Amado irmão,

    Que benção tem sido para mim estar lendo suas reflexões!

    Faz um ano (mais ou menos) que acessei pela primeira vez seu site e desde então o visito regularmente.

    No amor de Cristo,

    Manoel.

    • Oi, Manoel, tudo bem?
      .
      Louvo a Deus por isso, querido. Enquanto Deus quiser usar este cano enferrujado aqui para levar a água cristalina…eis-me aqui. Fico feliz por edificar.
      .
      Nesse amor que nos une,
      mz

  25. Danila disse:

    Olá Maurício,
    É VOCÊ meu irmão!E você ainda responde cada comentário nosso aqui cara!!!!!Com toda essa dificuldade para digitar!Louvado seja Deus pela tua vida e pela tua entrega e bendito seja Deus que te escolheu para nos abençoar com teus trabalhos!
    Tenho buscado esse contentamento em tudo que Deus me proporciona,mancando, vou caindo e vou levantando,mas vou.
    No amor de Cristo meu irmão,
    Danila.

  26. LUCIA HELENA disse:

    Se agradecêssemos a DEUS por tudo que ELE nos tem feito, não sobraria tempo para murmurações.O hino 370 da harpa cristã é uma boa meditação…

  27. A paz Mauricio, poxa fazia um tempão que não lia um post seu, confesso que senti muita falta, pois cada um deles é sempre um conforto pro meu coração. Obrigado.
    Realmente, vemos pessoas não cristãs dando um chapéu na gente, sendo aquilo que Deus quer de nós. Esquecemos da alegria da salvação, dos planos de Deus, da sua graça, amor e misericórdia, pois é mais facil lembrar das nossas “tragédias”.
    Um abraço, Deus o abençoe sempre;

  28. Graça e Paz meu amigo.

    Cara que Deus possa derramar da sua graça a cada dia na sua vida e na de pessoas que sofrem com essa enfermidade.

    Desculpar mudar o assunto murmuração por dor. Assista esse vídeo :

    [youtube http://www.youtube.com/watch?v=BKWc0sUOvVM?rel=0&w=420&h=315%5D

    • Uau, Rodrigo, estava aqui moderando os comentários e acabei de ver que há alguns dias você me passou o vídeo que hoje postei. Obrigado demais, pena que nao vi antes, teria publicado antes e te dado o credito, certamente. Obrigado.
      .
      Abraço, mano, em Cristo,
      mz

  29. Abda Suzanny disse:

    OW, Márcio, senti a mesma vergonha, sempre resmungamos e ainda achamos certo, queremos tudo do nosso jeito e queremos que Deus faça nossa vontade, mas Ele sempre prepara um jeito até bem sútil de nos fazer perceber nossas falhas. Acredito mesmo, que o senhor te levou a ver esse exemplo, pra te tocar e tocar outros como fez comigo…

    • Oi, Abda,
      .
      se você sentiu a mesma vergonha que eu é porque o Espirito habita em ti, mana. Tenho certeza que Deus me conduziu a ver esse programa improvável por essa razão.
      .
      Obrigado por susas palavras. Deus te abençoe muito,
      mz

  30. É meu irmão, realmente precisava ler isso.
    Sinceramente me enquadro na lista dos vegonhosos, que tanto reclamam, também levei um tapa na cara ao ler tudo isso.
    Que Deus nos ajude a sermos mais agradecidos e conformados a imagem de Cristo, grande abraço irmão, Paz seja contigo.

  31. Danieli disse:

    Quantas respostas tenho encontrado por aqui… graças a Deus por essas palavras.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s