O blog APENAS, após 1 ano e 6 meses no ar, alcançou a marca de meio milhão de acessos. Isso significa que foram realizadas mais de 500 mil leituras dentre as 204 reflexões aqui postadas (sem considerar os irmãos que assinam e recebem os posts direto por e-mail). Como tudo isso são números, é uma excelente oportunidade para pensarmos sobre o assunto, tão controverso no que tange à Igreja: números são relevantes para o Evangelho? Muitos seguem a linha de que o importante é ganhar o maior número possível de almas para Cristo, portanto igrejas abarrotadas de gente e grandes eventos seriam sinal de sucesso na obra de Deus. Assim, se certa igreja ou ministério cresce em quantidade de membros, tamanho do santuário, número de congregações ou conta bancária, então supõe-se estar agradando a Deus. Já outros tantos defendem que o que importa é a qualidade dos discípulos, que é preferível ter grupos, comunidades ou igrejas pequenas e bem pastoreadas, de modo que o líder possa estar mais próximo de cada ovelha, mesmo que não haja tanta multiplicação de membresia. Afinal: em se tratando do Evangelho o que importa é quantidade ou qualidade?

O grande erro que muitos cometem é achar que temos de escolher entre um ou outro. Mas não temos. Essa não é uma questão de escolha, mas de prioridade. Ou seja: o que tem mais peso.

Claro que quantidade importa, no sentido que todos queremos que o maior número possível de almas seja resgatado do inferno. Negar isso seria hipocrisia. Mas defendo que a qualidade é infinitamente mais importante – e explico por quê. Não fico impressionado por shows e cruzadas que reúnem milhares de pessoas. Catedrais suntuosas também não enchem meus olhos, só me mostram que certo grupo eclesiástico teve dinheiro suficiente para realizar aquela obra. Megaigrejas não me geram interjeições: são paredes grandes e só. Meu blog ter tantos mil acessos em xis meses muito menos me faz sentir especial – nada de bom que escrevo seria escrito sem a iluminação do Espírito Santo. Nada disso me toca, e por uma simples razão: não consigo enxergar na Bíblia base para dizer que arrebatar multidões é o propósito do Reino de Deus.

Repare: em Mateus 22.14 descobrimos que “muitos são chamados, mas poucos, escolhidos”. Já em Mateus 7.13,14, Jesus escancara: “Entrai pela porta estreita (larga é a porta, e espaçoso, o caminho que conduz para a perdição, e são muitos os que entram por ela), porque estreita é a porta, e apertado, o caminho que conduz para a vida, e são poucos os que acertam com ela”. Leia com calma e veja que verdade fulminante: poucos são os escolhidos. Poucos são os que entram pela porta da vida. Em outras palavras: poucos são os que vão para o Céu. E, se há milhões nas igrejas, isso só significa que muitos dos que estão ali não vão entrar na Glória de Cristo. São membros de igrejas mas não são salvos. Isso me entistece tanto quanto a você, mas é uma dedução lógica e óbvia, a partir do que Jesus afirmou – e da qual não há como fugir simplesmente porque me dói.

Que diferença entre essas afirmações de Jesus e as frases triunfalistas que dizem que vamos “ganhar o Brasil para Cristo”, não é? Chocado? Você ainda acha difícil crer que poucos serão salvos? Então preste atenção ao que o próprio Cristo diz a esse respeito, em Lucas 13.23-27: “Alguém lhe perguntou: Senhor, são poucos os que são salvos? Respondeu-lhes: Esforçai-vos por entrar pela porta estreita, pois eu vos digo que muitos procurarão entrar e não poderão. Quando o dono da casa se tiver levantado e fechado a porta, e vós, do lado de fora, começardes a bater, dizendo: Senhor, abre-nos a porta, ele vos responderá: Não sei donde sois. Então, direis: Comíamos e bebíamos na tua presença, e ensinavas em nossas ruas. Mas ele vos dirá: Não sei donde vós sois; apartai-vos de mim, vós todos os que praticais iniquidades”. É uma verdade dura: muitos dos que frequentam igrejas e se acham salvos não são. As catedrais podem estar abarrotadas, mas o Paraíso terá bem menos gente do que se supõe. Você, atônito, pergunta então: “Mas e aí? O que essa percepção deve provocar em nós?”.

Primeiro, em nada isso deve diminuir nosso fervor evangelístico. Pois você nunca sabe quem será salvo. Então temos que seguir pregando a tempo e fora de tempo para toda criatura. Mas… não só pregar, como Marcos 16 parece sugerir. Pois Mateus 28.19,20 nos mostra a Grande Comissão como um todo: “Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado”.

A grande missão da Igreja não é, assim, ganhar almas: é fazer discípulos. E discípulos não são pessoas que frequentam aulas pré-batismais. Discípulos são gente que vai caminhar por anos, ombro a ombro, com cristãos mais experientes, aprendendo na convivência a ser um servo bom e fiel de Jesus de Nazaré. Para se formar um discípulo é preciso tempo, dedicação, atenção, abnegação. E não é possível fazer isso com multidões sem nome. Só se faz isso em grupos onde há possibilidade de os irmãos se relacionarem intimamente.

Nas igrejas faraônicas isso não ocorre. Grandes números impossibilitam isso. Imagine que cada pessoa que lê os posts que escrevo no APENAS me mandasse um e-mail com questões pessoais ligadas a cada texto. Só no dia em que publiquei, por exemplo, o recente artigo  “Perfeito amor“, teria de responder a mais de 3.100 e-mails – o que é virtualmente impossível. Imagine então, o pastor de uma igreja com 3.100 membros… como os pastoreará? Como dará atenção a cada um? Como os visitará em casa? Como os conhecerá pelo nome e sarará suas feridas?

Uma pergunta fundamental que envolve essa discussão e que, portanto, devemos nos fazer é: o que faremos ao chegar no Céu? Muitos têm aquela imagem de que vamos nos deitar em edredons de nuvens fofas e ficar de papo pro ar pela eternidade. Não creio. Nós passamos nove meses na barriga de nossa mãe sendo formados e preparados não para permanecer ali, mas para desempenharmos bem nossa vida pós-nascimento. E penso que passamos 70 anos, em média, nesta terra sendo formados e preparados para desempenharmos bem nossa vida pós-morte. Haverá coisas a se fazer no Céu. E penso que esta vida existe tão somente como uma preparação para a próxima. Meus erros e acertos nesta terra servem para formar o caráter que terei no dia em que, pela graça de Deus, entrar pelos portões do Paraíso – despido, já, da natureza pecaminosa corruptível.

Por tudo isso penso que Deus quer salvar pessoas para que sejamos bem preparados, nos tornando, assim, discípulos fieis. Não consigo ver o Senhor convocando um enorme exército despreparado para estar com ele na eternidade. O vejo mais separando para si um destacamento de elite, como era a guarda pretoriana na antiga Roma. Poucos, mas bem preparados. Poucos, mas espirituais. Poucos, mas santos. Poucos, mas cheios do fruto do Espírito. Poucos, mas que demonstram um autêntico amor pelo próximo. Poucos, mas que carregam consigo as cicatrizes de uma vida de aprendizado adquirido com muito suor, dor, pecados seguidos de arrependimento, perdões, humilhações e outros fatores que formam nosso caráter cristão.

Não, números não me enchem os olhos. Simplesmente porque não creio que encham os de Deus. Pastor querido, você se gaba de que sua igreja tem muitos membros? A pergunta certa é: como é a qualidade da vida espiritual deles? Quando quebro um braço, prefiro ter um único médico bem preparado ao meu lado do que mil pessoas que não sabem engessá-lo.

Chegamos a meio milhão de acessos. Louvo a Deus por isso. Mas se há qualquer mérito neste blog não está nem nas qualidades extremamente questionáveis do pecador que aqui escreve textos e muito menos no número de assinantes ou de cliques. Pois, se as milhares de pessoas que passaram por aqui leram algum texto mas nada mudou para melhor em suas vidas, o APENAS tem como único número relevante o seu valor: zero à esquerda. Mas se houve 1 só alma que foi abençoada, edificada, incomodada, transformada ou levada ao arrependimento pelas palavras aqui escritas… então o blog teve algum valor para o Reino de Deus. Qualidade acima de tudo. E, se houver quantidade com qualidade, ótimo.

Pois o que importa para qualquer espaço onde se fale do Evangelho – seja uma igreja, um livro, uma revista ou um blog – é aproximar almas humanas de Deus e torná-los mais íntimos um do outro. Se um blog tem 500 mil acessos e não aproxima ninguém de Deus nem ajuda a sarar as feridas da alma humana, seria preferível ter tido apenas 1 acesso com consequência. Pois, ao fazer isso, teria cumprido a razão da existência do homem e de tudo o que fazemos: glorificar Deus. Porque nada que você faça na vida vai glorificar mais ao Senhor do que amar o próximo e conduzi-lo à intimidade com o Pai, o Filho e o Espírito Santo.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Mauricio.

About these ads
comentários
  1. Alessandra (Lelê) disse:

    Clap, clap, clap…..(isso são palmas!!!!)
    Maurício,
    Eu digo que o propósito do blog já foi cumprido. Na minha vida, me fez abrir os olhos para comportamentos conflitantes com a bíblia e por inúmeras vezes eu mudei de atitude ao tratar o outro e até tratar Deus!
    Eu sempre louvo a Deus por esse canal de benção.
    Com carinho para a familia toda,
    Lelê

    • Oi, Lelê,
      .
      fico muito contente por este espaço ser canal de bênçãos de Deus pra ti, de chamada para reflexão e, principalmente, de mudanças de atitude. Louvo a Deus por isso.
      .
      Beijo grande a ti, Sergio e toda a familia, no amor de Cristo,
      mz

  2. Rosilda disse:

    A paz querido irmão….suas palavras neste post confirma exatamente o penso….” qualidade de um cristão” diante de Deus…crescer na graça e no conhecimento….sempre avançando espiritualmente…é bom vermos grande números de pessoas nas nossas igrejas, poucos são os que verdadeiramente tem uma vida casta e temente a Deus…. enfim estamos caminhando, procurando nos limpar mais a cada dia……abraço!!

    • Olá, Rosilda, a paz de Cristo,
      .
      esse é o alvo, minha irmã. Que Deus nos ajude a fazer a nossa parte e ajudar o próximo naquilo que necessita para fazer a dele.
      .
      Abraço fraterno e Deus te abençoe,
      mz

  3. Ageu Leandro disse:

    Perfeito. Aliás, é muita coragem a sua manter-se fiel à verdade nesses 1 ano e 6 meses.

    É uma pena que a quantidade tem sido mais objetivada do que a qualidade em muitas igrejas e para muitos pa$tore$ famo$o$.

    Mas se Deus quiser esse post irá alcançar muitas pessoas e causar mudanças na mente e no coração através do Espírito Santo, como foi comigo agora.

    Um grande abraço e tenha uma boa semana, meu irmão.

    • Olá, Ageu,
      .
      oro a Deus a mesma oração que você, mano. Se o texto levar apenas uma alma à reflexão e mudança já ficarei feliz.
      .
      Alegro-me de saber que as simples reflexões aqui postadas te conduziram a uma mudança. Louvado seja o Senhor por isso.
      .
      Abraço fraterno e uma boa semana pra ti e os teus, querido irmão,
      mz

  4. Jose Junior disse:

    A paz de Deus, nobre amigo.

    Duro é esse discurso; quem o pode ouvir?
    Corações quebrantados, que se importam com a qualidade de vida espiritual de seus semelhantes, a começar pelos nossos próximos.

    A verdade quebranta. Glória a Deus por isso!
    Louvo a Deus por sua vida.

    Que Ele te abençoe ricamente e o APENAS continue sendo um canal de reflexões para a Igreja do Senhor Jesus.

    Abraço fraternal, meu amigo irmão.
    No Senhor,
    José.

    • Oi, José, tudo bem?
      .
      é isso, mano, infelizmente muitos optam pelo outro caminho, por razões as mais diversas. Que Deus tenha misericórdia de nós e que Sua graça nos leve sempre à verdade.
      .
      Abraço, querido, na paz do nosso Senhor,
      mz

  5. Marise disse:

    Querido amigo,

    Sou muito abençoada por tudo que vc já escreveu, usado por Deus, aqui nesse espaço. Através dos seus textos, vejo que vc diz várias coisas que eu gostaria de ter dito. Por isso, louvo a Deus por tua vida e sei que vc ainda será muito usado para abençoar a muitos. Abraço fraternal.

    • Marise! Que alegria ter noticias suas!
      .
      Fico feliz que você ainda anda por aqui e que não perdemos o contato, apesar de minha saída das redes sociais. Louvo a Deus por tua vida e pela bondade que tuas palavras demonstram.
      .
      Faço minha a tua oração, que enquanto Deus permitir eu possa ser instrumento em Suas mãos.
      .
      Abraço grande, na paz de Cristo,
      mz

  6. Dalva disse:

    Oi Mauricio;
    ler,ler, ler e não me canso…
    tão bom ler essas coisas que escreve, faz-me bem.
    Obrigada, como diz um outro comentarista…
    “não quero parecer repetitiva”.
    Obrigada novamente por este canal.
    Dalva,família aqui manda abraços.

    • Oi, Dalva,
      .
      eu fico muito feliz de ter o carinho de irmãos como você, que por meio de palavras tão gentis me incentivam a prosseguir compartilhando minhas reflexões. Eu que tenho de dizer: muito obrigado.
      .
      Que o Senhor faça deste blog sempre um canal de edificação para nossos irmãos em Cristo.
      .
      Um abraço a ti e a toda a tua família,
      mz

  7. Fernando Ferreira de Oliveira disse:

    Olá, Graça e paz no amor de Cristo que nos constrange.
    concordo com tudo o que você disse, acredito que o evangelho é puro e quanto menos conseguirmos vencer nossa vaidade ( sempre disfarçada de “amor pelo Senhor”), mais eficazes seremos em nossa tarefa de proclamar o evangelho(que é de Jesus Cristo). um abraço!

    • Fernando, olá, graça e paz sejam sobre ti.
      .
      Me alegro que você tenha essa percepção, mano. Que o santo Evangelho de Cristo seja proclamado e que possamos ser as vozes que compartilhem da sã doutrina do alto.
      .
      Abraço forte, no amor do nosso Deus,
      mz

  8. Caro irmão Maurício, descobri recentemente seu blog através do site “Voltemos ao Evangelho” e quero dizer que desde então tenho sido muito edificado, confrontado, exortado e ministrado pelo Espírito Santo de Deus por meio de seus posts.

    Sobre a sua reflexão, partilho do mesmo entendimento e me entristeço em ver a maioria das igrejas mais preocupada com números do que com a Grande Comissão dos Cristãos: fazer discípulos.

    Eu louvo a Deus pela sua vida. Que o Senhor continue a usá-lo, mantendo-o sempre fiel à Palavra.

    • Olá, Rodrigo,
      .
      fico feliz que o APENAS tenha trazido reflexões que te edificam e confrontam. Obrigado pelo carinho e as palavras de incentivo. Louvo a Deus pelo seu entendimento acerca da Grande Comissão, na certeza de que isso te capacita para ser um proclamador bíblico da sã doutrina e das palavras de vida eterna.
      .
      Obrigado pela sua oração, querido, faço minhas as tuas palavras.
      .
      Na paz do nosso Mestre, te abraço,
      mz

  9. maria das graças monteiro costa disse:

    Amei as tuas palavras, também penso assim, qualidade dentro e fora da igreja, ser fiel a Jesus Cristo em todos os aspectos de nossa vida, assim vamos alcansar o reino de Deus.
    Paz do Senhor, irmão.

  10. luiz Fernando disse:

    Ola, a paz.
    Concordo plenamente com a irmã Alessandra, o APENAS cumpriu e está cumprindo o seu propósito, na minha vida, e creio que na vida de muitos, e irá cumprir mais e mais. A Palavra genuína, pregada verdadeiramente como ela é, surte esse efeito tranasformador nos corações desenganados, desorientados pelo “evangelho” apócrifo que está sendo pregado nos pulpitos. Tem um preço a se pagar, mas acredito que vc esteja feliz com as vidas que estão sendo salvas, muitas delas após anos na igreja. Mas graças a Graça sustentadora de Deus que nos apresentado um caminho muito excelente através desse blog.
    Amado, números sao números e perfeição é perfeição. Deus quer um povo a busca do perfeito caminho, não de multidões em quantidades excessivas com imperfeições, claro que nós somos imperfeitos, mas na tentativa de ser perfeito como Ele é, Ele nos honra. Deus sabe o que faz, a onisciencia de Deus é maravilhosa e poderosa.
    Deus te abençoe muito, fique na paz. Abraços no amor do Senhor.

    • Oi, Luiz,
      .
      obrigado pelo carinho, querido. Só posso dizer que fico feliz por sua vida estar sendo edificada pelo blog. A Deus a glória e a honra por isso e por toda boa dádiva que Ele nos concede.
      .
      Abraço fraterno, mano, Deus te abençoe muito,
      mz

  11. Marcus Paulo disse:

    Excelente post Maurício!
    Pode ter certeza que muitas pessoas são tocadas por Deus através de suas palavras.
    Uma ótima semana para você e sua família!
    Um forte abraço!

    • Olá, Marcus,
      .
      obrigado pelas palavras gentis, mano. Oro a Deus que sejam toques vindos do oleiro e não do barro.
      .
      Ótima semana pra ti e os teus também, mano, abraço forte na paz do Mestre,
      mz

  12. Dayana disse:

    Oi Mauricio, quero que saiba que este blog por muitas vezes foi benção em minha vida, como acredito que também o foi em muitas outras. Que você continue a se permitir a ser um canal do Senhor, contribuindo ainda que de maneira distante a cultivar valores do Reino na vida de seus leitores. Pense que Jesus certa vez ao pesar em seu discurso muitos voltaram atras ao ouvi-lo, por está compromissado com a verdade, desejo que continues assim, ainda que tenha que comemorar apenas um único acesso, contanto que este acesso tenha gerado vida, e vida para o Reino. Parabéns, abraço.

    • Olá, Dayana,
      .
      obrigado pelas suas palavras tão gentis. São irmãos e irmãs como você que nos motivam a prosseguir, na esperança de estar edificando vidas.
      .
      Obrigado pelo carinho, Deus a abençoe muito e a todos os seus,
      mz

  13. Valderi Felizado da Silva disse:

    Antes do dia 4 de fevereiro de 2000, precisamente naquela semana anterior, a minha alma estava vendida para um travesti que recebia a Pomba Gíria em uma roda de macumba que eu e minha mãe participavam.
    Tudo bem, alucinado por esse travesti, que só se aproveitava de meu corpo, mas que amava um criminoso – e dizia isso para mim -, decidi, desempregado, fazer uma entrevista de emprego em uma empresa multinacional para enfim sair da miséria que assolava minha vida.
    No dia da entrevista, 4 de fevereiro, meu pai fechou as portas de casa e não consegui encontrar as chaves, obrigando-me a pular o muro e a laje da vizinha para então chegar às 17h00 na referida empresa. Como cheguei às 18h00, perdi a entrevista, tendo como promessa uma possível re-entrevista no dia 7, segunda-feira.
    Triste, desci no centro do meu bairro e fui jogar um fliperama, tão comum naquela época, e depois de umas “fliperadas”, sem dinheiro fui caminhando em direção à minha casa. Nesta caminhada, duas obreiras de uma dessas igrejas, que os tradicionalistas e você atacam, me abordaram e perguntaram se eu não queria receber uma oração.
    Com respeito religioso, disse que eu já tinha a minha religião e que agradecia o convite, mas não entrando. Com a voz do Espirito Santo, aquela obreira disse: Não quero apresentar a você mais uma religião, quero apresentar JESUS CRISTO. Pensei e disse: Tudo bem, mas o “exu” não gostará que eu entrasse nessa igreja. A outra obreira foi apresentada e disse que ela mesmo já tinha sido uma mãe de santo.
    Diante dessa palavra e coragem, decidi entrar e, depois disso, andar com Jesus até os dias de hoje.
    Mudei-me daquele local, a minha mãe ainda mora lá. Não somente ela conheceu Jesus, mas também meu pai, ex-alcoólatra nato, hoje é uma das ovelhas mais pacatas do grupo.
    Sabe porque eu escrevo?

    Porque depois de 12 anos, do centro de Itaquera à minha casa próximo ao Hospital Planalto, ainda só há aquela igreja.

    No meu bairro humilde, não encontro nenhuma igreja tradicional. Nenhuma. Talvez só uma Batista que passa a maior parte do tempo fechada.
    Há uma igreja Betesda, más que só abriu depois de 6 anos de minha conversão.
    Não faço mais parte dessa igreja, que tem uma emissora de televisão de número 7, mas de vez em quando estou lá.
    Seria hipócrita em dizer que concordo com tudo o que o líder dela diz.
    Mas naquele dia não encontrei esse líder. Encontrei duas almas que se preocuparam comigo e lutaram, elas e mais dois obreiros, para que eu me tornasse homem de verdade e salvo.
    Hoje sou de uma Assembléia de Deus tradicional, local onde eu e minha esposa fazemos o possível para Deus.
    O emprego?
    Fiz a entrevista na segunda e passei.
    O entrevistador disse que na sexta, o dia que eu perdi a entrevista e ganhei a Cristo, eles não tinham aprovado ninguém.

    Eu sou número e qualidade.

    • Valderi, olá,
      .
      louvo a Deus pelo que Ele fez na sua vida, meu irmão.
      .
      Não entendi muito bem que igrejas eu “ataco”. Minha critica é a megaigrejas, que se preocupam em pescar mas não cuidam dos peixes. Não compreendi a questão de não haver uma igreja Batista na sua região e tenho um carinho especial pela Assembleia de Deus, denominação onde Deus me converteu. Mas sobre valorizar a qualidade do discipulado sobre a quantidade de evangelizados, quanto a isso tenho convicção. Pois o resultado dessa mentalidade são igrejas inchadas mas com pessoas que não conhecem Cristo em profundidade. Acabam voltando para o mundo ou migrando para denominações e/ou outras igrejas que ofereçam um alimento mais sólido.
      .
      Fico feliz pelo que o Senhor fez na sua vida e na de sua família, meu irmão. Oro a Ele que os abençoe e proteja,
      mz

      • Valderi Felizado da Silva disse:

        Antes eu não concordava com o que você escrevia, mas confesso, é nas horas de atribulação que concluímos que nem tudo o que nós achamos saber é suficiente para o nosso consolo.

        Isso eu concordo contigo. Antes eu achava que não fazia diferença, mas nas igrejas “pequenas” há um melhor acompanhamento do fiel e, sobre tudo, é mais fácil saber se ele está faltando ou desanimado.
        Entendo sua crítica agora. O motivo pelo qual saí daquela igreja, por mais que tenha homens de Deus naquele lugar, foi por achar que não era conveniente o que era feito ali.

        Talvez o fato de haver muita igrejas pentecostais nos lugares afastados, os tradicionais não quiseram estar presente, talvez, entendendo que as Assembleias de Deus, Deus e Amor, Brasil para Cristo e Congregação Cristã do Brasil já realizava um bom serviço.

        Acho que as neo-pentecostais, das quais já integrei suas fileiras, são confundidas, em seu todo, com a IURD, assim levando os outros a pensar que todas elas tem a mesma filosofia de pregação.

        Deus te abençoe em nome de Jesus.

      • Valderi, olá,
        .
        também há outro fator. Nas tradicionais, um ministro precisa fazer um seminário teológico de pelo menos quatro anos, passar por uma avaliação, é um processo longo de preparação e teste. Nas igrejas que você mencionou isso não é exigido e qualquer irmão pode plantar um ponto de pregação que, ao começar a caminhar, lhe permitirá ser ordenado pastor. Isso facilita muito a entrada das igrejas pentecostasis em mais lugares.
        .
        A propósito, só para te situar, também sou membro de uma igreja pentecostal.
        .
        Deus te abençoe, meu irmão, louvo a Deus por tua vida,
        mz

  14. Jacy disse:

    Maurício,

    Conhecer este blog foi a melhor coisa que me aconteceu na esfera virtual. Algo tão surpreendente que ultrapassou a barreira do computador e me ajudou a amadurecer na vida real. Aqui tenho um irmão, um amigo, tenho sido edificada, exortada, consolada, animada e fortalecida através do Espírito Santo de Deus agindo em sua vida. Sim porque não há outro senão o próprio Deus que de forma piedosa e amorosa fala através de você, usa-o como melhor lhe apraz. E nestes muitos acessos, em 1 ano e meio de existência, com certeza o APENAS cumpriu seu propósito na vida de alguns, o que já é um ganho enorme.

    Paz, meu querido mano! :)

    • Oi, Jacy,
      .
      fico grato por todas as suas palavras de carinho e de incentivo. Alegra-me saber que aprouve ao Senhor usar este espaço para edificar a sua vida. Louvo a Deus por você e o filhão.
      .
      Um beijo fraterno em você e em Marcus, Deus os abençoe muito,
      mz

  15. Ricardo disse:

    Você disse tudo: “A grande missão da Igreja não é, assim, ganhar almas: é fazer discípulos. E discípulos não são pessoas que frequentam aulas pré-batismais. Discípulos são gente que vai caminhar por anos, ombro a ombro, com cristãos mais experientes, aprendendo na convivência a ser um servo bom e fiel de Jesus de Nazaré. Para se formar um discípulo é preciso tempo, dedicação, atenção, abnegação. E não é possível fazer isso com multidões sem nome. Só se faz isso em grupos onde há possibilidade de os irmãos se relacionarem intimamente.”
    Estou contigo e não abro mão.

  16. marcos silva disse:

    Vaso, a paz do SENHOR!
    Esse canal de bençao sempre é bem vindo em nossas vidas,onde nos ajuda na instrução da palavra de Deus. Fk na paz. Marcos Falcon

  17. Mauricio bom dia,

    Sou leitor recente do seu blog, comecei a ler há uns três meses atrás, e sinceramente me sinto tocado pelos temas que você trata, o evangelismo no Brasil sofre com um problema de relacionamento enorme, esse crescimento sem qualidade e exigido a qualquer custo ,os olhos de alguns lideres se enchem a ver essas megas igrejas como se isso fosse aprovação do seu ministério.
    O crescimento que Deus esta preocupado a começar de mim,com certeza e o crescimento do meu amor ao próximo.
    Parabéns pelo excelente artigo.

    • Oi, Elieser,
      .
      obrigado pelo carinho, mano, você é gentil. De fato esse é um problema que tem afetado muito a Igreja no Brasil. Em parte tem motivações financeiras, em parte crenças sinceras mas equivocadas. Oremos ao Senhor para que o amor não se esfrie, em nós e nos nossos irmãos.
      .
      Abraço, querido, na paz de Cristo,
      mz

  18. Andreia disse:

    Irmão, sempre comunguei deste sentimento e ideia, mas nunca o verbalizei porque o meu redor “religioso” sempre se impunha de forma contrária. Reconheço em seu raciocínio exposto a verdade bíblica, e não a verdade dita bíblica. Alem de que, nesta manha, pude meditar reassentar minhas convicções. Que o Senhor o mantenha firme em seus posicionamentos tão límpidos e claros sobre o Reino e o exercicio de nossa servidão e adoração ao Pai.

    • Oi, Andreia,
      .
      fico feliz que você tenha esse discernimento e essa maturidade espirituais, minha irmã. Faço minha a tua oração.
      .
      Deus te abençoe muito, e a toda a tua familia,
      mz

  19. Olá Mauricio,

    Faz tempo que não me comunico contigo neste canal, que como já lhe disse em outra oportunidade e quem vem bem de encontro com o tema colocado, é um discipulado para mim. Sinto falta realmente de participar de um discipulado, mas texto como este tem-me encorajado e me feito enxergar a importância do mesmo.

    Obrigado pela coragem e disposição, que sei não ser fácil, em ser um canal de bênçãos de DEUS para anunciar as verdades do Reino.

    Deus lhe abençõe.

    • Olá, Pedro,
      .
      a gente se esforça, mano. Uma vida que seja abençoada já valeu o esforço.
      .
      Eu o encorajo fortemente a buscar um bom discipulador. Você verá a diferença que fará em sua caminhada cristã.
      .
      Abraço, querido, Deus te abençoe,
      mz

  20. Obrigado pelo texto, Maurício. Há verdade nessas palavras. Quando eu vi o último censo do IBGE, referindo-se ao aumento do número de evangélicos no Brasil, lembrei dos textos bíblicos que citaste, principalmente o da “porta estreita”. E cheguei mais ou menos à mesma conclusão a que você chegou. Se todos os que se declaram evangélicos fossem cristãos de fato, nosso país seria outro, MUITO diferente do que estamos vendo. Porque os frutos aparecem, não é mesmo?

    Que Deus continue abençoando sua vida, e inspirando-o para edificar a igreja de Cristo.

    Abraços!

    • Olá, Leandro,
      .
      de fato, a diferença entre os cristãos nominais e o cristãos de verdade é muito grande. Cabe a nós orar e entregar essa situação na mão de Deus.
      .
      Deus o abençoe muito, mano, com Sua graça e Sua paz,
      mz

  21. Felipe Souza disse:

    Ola Mauricio,

    Esses texto seu me deixou meio que sem palavras, porque você começou o APENAS ha 1 ano e meio e meu acidente também foi ha 1 ano e meio rs
    Quando você estava escrevendo os primeiros textos desse blog eu estava na UTI entubado entre a vida e a morte. Eu não acredito que seja uma coincidência mas sim os planos de Deus na minha e na sua vida, ele escreveu certinho nossas vidas e uma hora eu iria achar esse blog que me ajuda demais na minha vida espiritual.

    Deus o abençoe muito meu amado

    • Oi, Felipe,
      .
      mano, sem palavras. Deus escreve certo por linhas certas. Fico feliz que você esteja aqui – bem, com saúde e com a experiência de uma vida que se renovou pela vontade do Senhor. Bendigo o Senhor por você.
      .
      Abraço, querido, na paz e na graça do nosso Deus,
      mz

  22. Iara Souza disse:

    Olá, Maurício! Ando meio atrasada na leitura de seus post’s! rsrs #temporesumidíssimo
    Mas, vamos lá!

    Entendi a abordagem deste, com relação a opção da qualidade ou da quantidade. Interessante a referência dos textos bíblicos citados. Mas, enquanto lia, pensava na inversão que acontece em nossos dias. Na verdade, lembrei-me da congregação que frequento. Pergunto: não é algo perigoso ou preocupante quando a gente se depara com uma realidade de perda de membros (seja porque foram para outras congregações ou ministérios, seja porque se afastaram do evangelho), de poucos que se salvam e de que os que restam têm baixa qualidade???
    Não tenho muito o que acrescentar, mas deixo o meu lamento com relação a congregação que frequento que responde com um “sim” às questões que coloquei.
    Penso que estamos doentes e poucos (principalmente os líderes) têm percebido isso… =[

    Sem mais…
    Até breve!

    • Iara, olá,
      .
      a minha maior pergunta numa situação dessas seria por que essas pessoas se afastaram da congregação. Será que não está faltando amor?
      .
      Temos que orar e pregar, sempre. Mas, acima de tudo, temos de ser.
      .
      Abraço carinhoso, na paz de Cristo,
      mz

  23. Sempre que posso leio o textos! Sou um jovem de 18 anos e agora que estou começando a enfrentar a vida e os problemas diários. Antes de agradecer a você tenho que agradecer à Deus por sempre está me mostrando com algum sinal, seja na internet, na bíblia ou em qualquer lugar a direção certa para os meus passos. Agradeço também a você por continuar com um projeto tão lindo e que ajuda sim milhares de pessoas.

    Parabéns e viva ao Senhor! Amém!

    Abraços.

    • Oi, Adriel,
      .
      obrigado pelas palavras amáveis, mano. Oro a Deus que te sustente em Seus braços pela longa e pedregosa jornada que virá pela frente. Que você nunca desanime, mesmo em meio às mais difíceid provações. E que seja espelho da luz de Cristo por onde quer que andar.
      .
      Te abraço com carinho,
      mz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s