A graça de Deus é Cristo. A grassa dos homens é Barrabás

Publicado: 08/11/2012 em Amor ao próximo, Espiritualidade, Evangélicos, Graça, Pecado, Perdão
Tags:, , , , , , , ,

Fui convidado a pregar ontem no culto de ações de graças pelo fim do semestre letivo dos alunos do Instituto Militar de Engenharia (IME), no Rio de Janeiro. O culto tinha um tema: Graça. Por isso, venho meditando há alguns dias sobre esse conceito basilar do Evangelho que, aliás, é perfeito para o post número 200 do APENAS. Para minha surpresa, o que brotou em meu coração ao pensar em algo tão magnífico foi… tristeza, acredite se quiser. E explico por quê. Pois não consegui pensar somente na graça de Deus, mas também na sua expressão no relacionamento entre os homens. Falamos muito sobre ela. Falamos. Mas… será que a temos vivido como deveríamos? Bem, aí a coisa começa a complicar. Pois é difícil encontrar alguém que a viva de fato em sua plenitude. E me incluo nisso, obviamente. Desfrutamos da graça de Deus, mas na hora de refleti-la ao próximo… não conseguimos. Graça falada encontramos por todos os lados. Mas graça vivida? Artigo raro. Exaltamos com toda razão a graça de Deus. Mas acredito que a sua manifestação não está somente no ato divino de salvar. Está em nos conceder o privilégio de nos tornarmos embaixadores da graça ao vivermos dispensando aos outros a mesma graça que Deus demonstra para conosco. Só que, nesse ponto, lamentavelmente temos chutado a bola muito acima do travessão.

A questão é que muitos de nós empacam na graça divina. Jogam âncora ali e dali não saem, estacionados nessa que é a maior característica do amor de Deus. Mas não vivem a graça na relação com os seus semelhantes, demonstrada essencialmente pelo amor e a misericórdia ao próximo. Vejo muitos e muitos exemplos e, ao vê-los, sempre lembro-me de 1 João 4.21: “Ora, temos, da parte dele, este mandamento: que aquele que ama a Deus ame também a seu irmão“. E esse, infelizmente, é um mandamento que poucos cumprem. E, ao descumpri-lo, pecam. Confesso esse pecado. Você é capaz de confessá-lo também?

Há muitas maneiras de falar sobre a graça mas não vivê-la. E todas se resumem ao pecado denunciado por essa passagem da primeira epístola de  João: amamos Deus mas tratamos o próximo sem amor. O que, na soma final, é igual a zero. O resultado dessa matemática é nulo.  E vivemos uma vida espiritual no zero a zero.

A graça de Deus se manifesta, por exemplo, em amar o mundo de tal maneira a ponto de se sacrificar por ele. Mas nós? Se formos ser honestos constataremos que estamos longe disso. Tratamos o não cristão como inimigo. Incircunciso. Ímpio. Miserável pecador. Filisteu. Vemos, por exemplo, um homossexual e o desprezamos como uma aberração, sem saber se Deus tem planos para sua vida, como se a graça de Cristo não pudesse alcançar também aquela alma – que é menos especial do que nós, lógico, afinal somos cristão perfeitos e inerrantes e aquele cara é… bem, é um pecador. Fazemos piadinhas entre os crentes em voz baixa,  o tratamos como um endemoninhado ou um personagem de comédia, sem nenhuma compaixão. Pedra nele.

Eu acredito que Jesus salva homossexuais, do exato mesmo modo que salva praticantes de pecados terríveis: vaidosos, iracundos, fofoqueiros, mentirosos, murmuradores, glutões, servos de Mamom, gananciosos, orgulhosos, arrogantes. Salvou a mim e a você, que não valemos nada, por Deus! Como não salvaria qualquer outro? Mas damos uma demonstração ínfima de graça no trato com quem não compartilha de nossa fé. Quando damos.

A graça de Deus também se manifesta no fato de que ele perdoa pecados. Mas nós? Queremos atirar em quem peca a primeira, a segunda e a terceira pedras. E a quarta não seria nada mal, só pra garantir. Meu Deus, como somos implacáveis e soberbos… Como fechamos os olhos aos nossos próprios pecados pós-conversão e fuzilamos sem chance de apelação o irmão que pecou, mesmo sabendo que todos nós também cometemos pecados horríveis todos os dias. Graça? Sim, ó maravilhosa graça, tão magnífica… para mim. Mas para os outros? Para aquele… pecador?! Jamais… Para os outros, se propomos oferecê-la voam acusações de que estamos defendendo a “graça barata” de Bonhoeffer. Implacáveis nós, que a proclamamos mas não a pomos em prática. Matemos os que pecam e dissolvamos seu corpo em ácido, para que não tenha nenhuma possibilidade de restauração.

Olho a ausência de demonstrações de graça de cristãos para com cristãos e imagino o que o Deus da graça tinha em mente ao inspirar Pedro, Paulo, Tiago e João para escrever epístolas que chamam cristãos em pecado ao arrependimento. Qual seria a finalidade do Espírito Santo com isso? Pelo que os homens têm feito, parece que o objetivo do Senhor era levar os arrependidos e perdoados a se tornarem párias dentro de suas igrejas, vidas inutilizáveis, que só servem para sentar no banco, serem segregados e discriminados, morrerem e serem lembrados como “aquele que pecou”. De preferência, esquecidos. É para isso que Deus restaura os cristãos que pecaram? Que geração mais impiedosa é a nossa, uma geração que idolatra a graça de Deus mas não tem  entendimento real de sua aplicação entre nós. Pois enquanto a graça da Cruz põe o cristão caído de pé, o veste de branco, lança seus pecados no fundo do mar e os afasta como o Oriente dista do Ocidente, a graça dos homens exila, guetifica, acusa, condena. Literalmente, os ímpios somos nós. Vou repetir: os ímpios, os impiedosos, os sem piedade, os sem compaixão, os sem misericórdia, os sem graça, os sem amor, portanto… somos nós.

Olhe em volta e, por favor, me diga que estou errado. Preciso ouvir isso.

A graça de Deus também se manifesta em priorizar o outro acima de si mesmo, como Aquele que despiu-se de Sua glória para pôr a humanidade desgraçada na porta de entrada do Céu. Mas nós? O outro será sempre o outro. Primeiro eu, depois o que me interessa, em seguida o que me convém, logo após meu ego e por último eu de novo. O próximo que temos de amar como nós mesmos habita o nosso espelho. Se não tem nosso nome e sobrenome, que Deus tenha misericórdia dele. Pois eu? Tenho que cuidar de mim. Não damos nosso tempo para o outro. Não damos nosso ombro para o outro. Falamos palavras belíssimas sobre amor e graça, mas na hora de nos sacrificarmos pelo próximo… onde? Onde? Onde, por Deus?

A graça de Deus também se manifesta em oposição ao legalismo. Acabei de editar o livro “Kingdom Come”, do presidente internacional do ministério Mocidade para Cristo (MPC), David Wraight, em que ele faz uma explanação brilhante sobre isso. Ele aponta 1 Samuel 16.7 como o cerne da questão: “O Senhor não vê como o homem: o homem vê a aparência, mas o Senhor vê o coração”. Mas nós? Não importa quem é fulano, basta um porém e ele se tornará indigno da graça dos homens – dos homens, claro, pois para a graça de Deus não há ninguém indigno, ela é cega ao pecado e submissa somente ao misericordioso e amoroso querer divino. “O principal problema com o legalismo é que focaliza no que fazemos, ao invés de focalizar em quem nós somos”, explana com brilhantismo David Wraight.

A interação de Jesus com os fariseus e mestres da lei mostra que o Senhor está muito mais interessado na essência do ser, com os valores instrínsecos que norteiam o nosso viver, do que na obediência a uma lista de tarefas a serem cumpridas ou não. É por isso que Davi foi chamado – e muitos não entendem por quê – de “homem segundo o coração de Deus”: pois o Senhor não olhava para aquele assassino e adúltero como um assassino e adúltero, mas como um homem de Deus que assassinou e adulterou. A diferença é monumental – ou nem um único cristão escaparia, será que você consegue enxergar isso? Nem um único.

Uma vez que vieram o arrependimento, a confissão e o perdão, o pecado cometido é eliminado e, diante dos olhos do Todo-Poderoso, permanece tão somente a essência daquele que pecou. Você já teve curiosidade de ler o que acontece na vida do rei Davi após matar, adulterar e ser perdoado? É revelador que no mesmo capítulo da Bíblia que relata o confronto entre o profeta Natã e Davi acerca dos pecados do rei (2 Samuel 12), logo em seguida o texto mostra Davi sendo honrado por Deus, que lhe concede uma vitória estrondosa sobre os amonitas. Para Deus, restauração e triunfo. Para os homens? Vale a Lei: apedrejem Davi. Morte ao homem segundo o coração de Deus. Na teoria, amamos a graça. Na prática, vivemos o legalismo.

A  graça de Deus sempre nos trata como não merecemos, segundo a bondade e a misericórdia do Senhor e não segundo a nossa pecaminosidade. Já a graça dos homens nos pune por muito mais do que fizemos, sem misericórdia e muitas vezes sem uma justa justiça (pleonasmo proposital). A graça de Deus põe a Cruz em primeiro plano. A graça dos homens põe o pecado em primeiro plano. A graça de Deus diz “nem eu te condeno, vai e não peques mais” a graça dos homens diz “você está perdoada, mas fique longe de mim”. A graça de Deus diz “pecado? Que pecado?”. A graça dos homens diz “tá vendo aquela ali, é fulana, aquela safada que cometeu aquele pecado que te contei”. A graça de Deus é Cristo. A grassa dos homens é Barrabás.

Por isso que você leu no título deste post “a grassa dos homens”: não, não é um erro de português ou de digitação. É apenas uma forma de mostrar como a graça de Deus nas mãos dos homens torna-se algo distorcido, equivocado, que tem aparência de graça, som de graça mas só é graça aos ouvidos de quem ouve o discurso. Na prática, é grassa mesmo. Curiosamente, o dicionário define “grassa” como, veja você, a “propagação de uma doença”…

Você se lembra que, depois de ter assassinado, adulterado e de ter sido perdoado, Davi novamente incorre em pecado, ao mandar fazer o recenseamento do povo? Um pecado terrível, fétido às narinas de Deus, chamado vaidade. Quando o profeta Gade lhe dá a opção de escolher entre três tipos de punição, o pecador que já tinha sentido na pele tanto a graça de Deus quanto a grassa dos homens sabiamente escolheu, como relata 2 Samuel 24.14: “Prefiro cair nas mãos do Senhor, pois grande é a sua misericórdia, a cair nas mãos dos homens”.  O conceito que Davi tinha da misericórdia dos homens não era dos melhores. Por que será?

Olho ao redor, olho para dentro de nós e, infelizmente, constato que nada mudou dos tempos de Davi para cá. Sou homem. Portanto, estou tão sujeito como qualquer outro a manifestar a grassa crendo piamente que estou sendo um justo agente da graça. Por  isso minha oração é que Deus me permita entender Sua graça, para ser menos injusto e cruel do que sou no trato com meu semelhante. Já fui muito mais implacável do que sou hoje. As pancadas da vida me ensinaram um pouquinho mais. Até porque sou pó, não valho nada e não tenho moral nenhuma para não estender graça ao meu próximo.

Você tem? Se tem, sinta-se à vontade para atirar a primeira pedra…

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício.

About these ads
Comentários
  1. Mery disse:

    Nossa Maurício,não tenho nem palavras ,tocou-me profundamente esse texto,pude ver o quanto injusta eu sou.

    • Oi, Mery,
      .
      fico feliz que te tocou. Na verdade, o quão injustos todos nós somos, mana. A questão é: que atitudes vamos efetivamente tomar para consertar isso?
      .
      Deus te abençoe muito,
      mz

    • Robson Dias disse:

      ” A graça de Deus é Cristo. A grassa dos homens é Barrabás.”
      Esse trecho tem uma representação tão importante nesse texto.
      Não sei com os demais, mas quando li, parei na “grassa”, e pensei…
      Acho que o Mauricio não percebeu e errou ali…
      Porém, quando dei continuidade no texto, percebi o quantos damos tanta
      atenção ao “erro” dos outros, somos tão prontos a apontar… que não percebemos que “graça” não é acusadora, mas perdoadora.

      Excelente texto Maurício…
      Outro ponto que me deixa triste nos dias de hoje que fico ao mesmo tempo feliz por você…
      é que hoje em dia as pessoas são tão preguiçosas, (também sou, talvez não nesse ponto, mas com certeza em muitos outros) que querem as coisas tudo tão fácil, que infelizmente muitas que precisam ler textos como esse, não tem vontade de ler por ser um texto grande.

      E fico feliz, por você não se submeter a isso e continuar a escrever segundo a inspiração do Espirito de Deus…

      …e uma grande prova de que o Espirito de Deus fala através de seus artigos, é que tenho sido orientado por Ele de forma cronológica, ou seja, Ele tem me dado instrução totalmente de acordo, um complementando o outro em todos os lugares em que busco.

      Abraço meu irmão em Cristo, tenho aprendido muito com seus textos…

      • Oi, Robson,
        .
        obrigado pelas palavras gentis, mano.
        .
        É muito reconfortante saber que há pessoas como você que entendem o verdadeiro significado de graça. Tenho visto muita gente graúda falar sobre isso mas suas atitudes denunciam que não sabem nada sobre ela. É o que mais me entristece.
        .
        Sobre os textos, existem temas que não podemos desenvolver com responsabilidade em três ou quatro parágrafos. Escrevo para quem está disposto a ir fundo, sair do raso. E, quem sabe, assim alguns serão incentivados a fugir da cultura iternética de scraps e 140 caracteres e passarão a gostar de ler textos com começo, meio e fim. Livros, principalmente. É meu sonho. Que mais cristãos leiam, se aprofundem, conheçam, cresçam.
        .
        Por favor, não me agradeça. Depois que você ouve o chamado de Deus é simplesmente impossível não seguir Sua voz. Fui chamado para ser um vaso de barro, onde meus irmãos possam beber o tesouro que o Espírito nos dá. Não tenho mérito, a Deus a glória.
        .
        Obrigado pelo carinho, mano. Deus te abençoe muito,
        mz

  2. Karliny disse:

    Fantástico!
    Realmente precisamos nos colocar em nosso devido lugar: de pecador.
    Deus tem misericórdia de nós todos os dias, então precisamos aprender a olhar com humildade para nosso próximo.

  3. belo post Mauricio. Realmente a graça de Deus é algo simples, mas de uma profundidade imensa, e lendo essas palavras, percebi o quanto temos esse conceito limitado e distorcido em nosso coração. Oremos pra que entendemos a cada dia a essência da graça de Deus e que possamos estender essa graça ao próximo. Abração e fica na paz!

    • Oi, Jadson,
      .
      obrigado pela bondade, mano.
      .
      Faço da tua oração a minha, sabendo que precisamos compreender melhor para então fazer melhor.
      .
      Outro abraço grande, a paz de Cristo abunde na tua vida,
      mz

  4. Daniele Oliveira disse:

    É Maurício, preciso também pedir a Deus em oração, para aprender a não olhar o próximo com menosprezo, e entender mais LC 10.27-28, onde o próprio Jesus nos responde;faze isto e viverás.

    • Oi, Daniele,
      .
      todos nós precisamos fazer isso, minha irmã. É o básico da fé. E fico feçiz que você tenha alcançado essa percepção.
      .
      Deus te abençoe muito,
      mz

  5. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!!!!!
    Novamente no alvo, digo, tocou no centro de uma questão tão “esquecida” pela maioria de nós.
    Certamente me tocou…tenho mesmo estado muuuuito mais focado no que eu preciso e quero…
    Agora me lembro das palavras de Paulo: “Porque o que faço não o aprovo; pois o que quero isso não faço, mas o que aborreço isso faço.”…
    É mano Zágari, não apenas precisamos da Graça de Deus para nosso benefício; precisamos sim, para o benefício de todos.

    O Deus da Graça continue lhe concedendo graça e lhe dando mais e mais de Sua Graça!!!!!!

    God bless you!

    • Bom dia, queridão,
      .
      que alegria saber que você tem esse entendimento, mano. Que tua reflexão se transforme em atos de amor.
      .
      Abração, na paz e na graça de Cristo,
      mz

  6. Fala Maurício!
    Muito bom o texto, concordo em gênero, número e grau.
    Usarei no meu blog viu! Valeu

  7. solange vieira disse:

    Bom dia !
    Pois é meu amigo, hoje acordei pensando quão miserável pecadora e carente da graça de DEUS eu sou,e logo leio este post,e só tenho a dizer, que o SENHOR tenha misericórdia de mim ,dos meus atos,e pensamentos,contra mim mesma e meu próximo.
    Bem sei que DEUS conhece minha estrutura e sabe que sou pó Sl 103.13,senão o que seria de mim,ops, de nós.
    Post bom para despertar o nosso eu .
    Na Paz de Cristo.

    • Bom dia, Solange!
      .
      Que o Senhor tenha misericórdia de todos nós, minha irmã. E que saibamos que, mesmo sendo pó, podemos agir e fazer algo em benefício do próximo. Você pode muito mais do que imagina, pode acreditar.
      .
      Deus te abençoe muito, com sua graça e sua paz,
      mz

  8. Juliana disse:

    Maurício, já li quase todos os artigos desse blog, esse foi um dos que eu mais gostei!
    Me levou a uma profunda reflexão e ao arrependimento!
    Glória a Deus por mais essa oportunidade de reconhecer meu pecado, me arrepender e ser perdoada, pela GRAÇA!
    Que você continue sempre sendo um instrumento valoroso nas mãos de Deus!
    A paz do nosso Salvador seja contigo!

    • Olá, Juliana,
      .
      fico feliz que Deus tenha falado ao teu coração por meio dessa reflexão. Louvo a Ele por isso. Que teu incômodo se converta em ações em prol do próximo.
      .
      Faço teu desejo a minha oração, mana. Enquanto Ele quiser…eis-me aqui.
      .
      Jesus te abençoe muito, com sua graça e sua paz,
      mz

  9. luiz Fernando disse:

    Ola, meu amigo. A paz do Senhor.
    É, realmente falar da graça de Deus é lindo, chega até ser poético, mas na teoria, até voar como o “Super-homem” se torna possível.
    Ontem no seminário, o pastor disse algo simples e verdadeiro do evangelho, algo que nós lemos e deixamos passar batido. É de quando Jesus censura os fariseus, dizendo em uma de suas censuras que eles não iam para o céu e tbm não permitiam que os outros tbm entrassem. Uma ovelha em pecado, tentando se levantar, vem um “sacerdote santarrao” e a acusa, atira não só a primeira pedra, mas um caminhão inteiro, em vez de ajuda-lá manifestando a graça de Deus, mas não, usa a lei para matar, não curar. Nós não queremos perdoar, nós queremos a todo tempo ser perdoados, mas praticar o perdão, nao.
    Realmente Davi é um exemplo de vida, quando se trata de ter vivido a graça. Ele matou, adulterou, mas mesmo vivendo no tempo da lei, onde era olho por olho, dente por dente, Deus quebra a lei interia, despedaça e fumina por causa de Sua graça. Na realidade, Deus deu a lei ao homem, para mostrar que o homem é incapaz de cumpri-la, porque se fossemos cumprir a lei, teria que ser ela por inteira. Mas Deus ele mostra ao homem que ele somente, tão somente precisa e necessita desesperadamente de Sua graça. O homem cumprindo a lei inteira, seria perfeito. Mas isso é impossível. homens como Jó, Daniel, Noé, por mais que fossem homens da qualidade de santos, falhavam tanto quanto nós. Nós podemos perdoar e praticar a graça, é difícil, mas podemos. Deus nos ajuda, afinal é Sua vontade. Como vc, meu amigo disse, vivemos o legalismo, o legalismo em sua plenitude. A maioria na verdade tá vivendo a lei, no tempo graça, e no tempo da lei eles precisavam viver a graça, ou seja, invertemos a coisa. Jesus em Suas parábolas mostrava de forma simples a Sua graça para que todos os “leigos” entendessem. Amigo, eu o admiro porque vc de muitas pessoas, que pregam a graça, tenta a todo custo não só pregar, mas vive-la. E vc, abaixo do Senhor Jesus, é um exemplo de sedento pela Verdade pura e imaculada. Obrigado por passar aquilo que o Senhor deseja que cumpramos.
    Me perdoe por extender o texto, mas sempre quis contar como vim parar aqui no blog, foi Deus mesmo… rsrs
    Eu, um leigo, procurando um estudo sobre negar a si mesmo, achei no google o seu texto com o titulo: “negar-se a si mesmo? Fala sério!”. Não sei se é exatamente com essas palavras, mas foi esse o título. Daí eu olhei e disse: o quê?! Ele deve está falando mal dos crentes.(por causa do ttítulo, achei que fosse uma ironia ao evangelho kkkkk)
    Então eu fui cheio de sede, igual a um lobo no deserto, para poder te criticar. Abri o link, e fui ler para ter argumentos e com que te acusar. Mas quando li, disse: Meu Deus!(assim mesmo com interjeição), que magnífico, que verdadeiro e bíblico. Desde então, meu amigo, venho aprendendo a ser um cristão melhor aqui, com toda certeza foi Deus. E isso, as pessoas notam no meu comportamento na igreja, no trabalho etc….
    Nao sou melhor do que ninguém, nao mesmo. Mas agradeço a Deus por ter me direcionado a esse seminário virtual, onde aprendi muito, e sou incentivado a aprender a Verdade. Mas foi engraçado, Deus é tremendo! Quero até te pedir perdão por ter tido esse pensamento crítico.
    Mano, belo texto como sempre, que Deus continue a te abençoar com o Dom da Verdade. E a sua família. Abraço no amor do nosso Gracioso Deus.

    • Oi, Luiz,
      .
      mano, o que dizer? Só posso adorar e louvar esse Deus maravilhoso por permitir que este simples espaço de reflexões seja um canal para transmitir as verdades que mudam corações. Meus olhos marejam ao ler o que você escreve. Só posso bendizer ao Senhor por tamanho privilégio.
      .
      Te amo em Cristo, meu irmão. Obrigado por compartilhar palavras que nos incentivam a prosseguir mesmo nos piores momentos da vida,
      mz

  10. Poliana Vieira disse:

    Maurício,

    como sempre edificada com seus posts. O que mais me admira é o seu reconhecimento e sinceridade. Palavras brilhantes! Deus te abençoe!!!

    • Oi, Poliana,
      .
      fico feliz que o post te edificou, louvo a Deus por isso. E obrigado pelas palavras generosas.
      .
      Se não formos sinceros de que adianta? O Salmo 139 joga na nossa cara que não há como fugir dos olhos de Deus. O melhor é reconhecermos nossas falhas e buscarmos conseertá-las, não é? Oro ao Senhor que esse sentimento se trnasforme em ações.
      .
      Deus te abençoe em dobro, minha mana,
      mz

  11. melinamartins disse:

    Infelizmente não posso dizer que você está errado. =/
    Que Deus tenha misericórdia de nós, que nos ensine a viver a Graça e não a grassa.
    “Como cooperadores de Deus, insistimos com vocês para não receberem em vão a graça de Deus.” 2 Coríntios 6.1
    Parabéns pelo post nº 200. Fui 200 vezes abençoada aqui. =)

    • Melina, oi!
      .
      me alegro por saber que minhas simples palavrinhas iluminadas pelo amor precioso do Espírito abençoaram você. Louvo a Ele por tão grande misericórdia.
      .
      Que as tuas percepções se convertam em ações de amor pelo próximo.
      .
      A graça e a paz de Cristo sejam com você, a quem tive o privilégio de conhecer,
      mz

  12. Franklin disse:

    Brilhantes observações, Zágari!
    Me faz ponderar em que sentido tem ser cristão se não nos tornamos veículo dessa graça. Afinal, não seria esse o contraste do cristianismo em relação a todas as outras religiões?
    Creio que neste caso, tem muita coisa em jogo, trata-se de uma escolha entre seguir os passos de Cristo ou Anás e Caifás!

    Desculpe, não sei mais como te elogiar… rsrs…

    Paz e bem.

    • Olá, Franklin,
      .
      muito gentis as tuas palavras, querido, muito além do mérito que há aqui. Tens um coração generoso, mano.
      .
      Você falou algo essencial: C.S.Lewis disse exatamente isso em uma conferência, quando os acadêmicos discutiam o que tornava o cristianismo diferente das demais religiões. Ele só falou isso: “Simples, a graça”. Não há outra fé que tenha esse conceito tão maravilhoso.
      .
      Não me elogie, Franklin, mas se puder ore por mim. Seria um grande presente e só Deus sabe o quanto preciso.
      .
      Paz e bem, mano. Nesse amor que nos une,
      mz

  13. Eliana disse:

    Suas reflexões melhoram a cada dia, querido! Excelente! Estou lendo o livro ” O Evangelho Maltrapilho” e o capítulo 4 fala muito disso que você abordou.
    Que o Senhor tenha misericórdia de nós e nos ensine a viver esta graça que tanto pregamos.
    Deus o abençoe!

    • Obrigado, minha amiga.
      .
      Brenan Manning tinha uma grande qualidade: sua honestidade ao reconhecer-se humano.
      .
      Faço tua a minha oração, que nosso discurso deixe de ser palavras e torne-se ações.
      .
      Deus te abençoe em dobro, ao Brainer e a toda a família,
      mz

  14. «73n £1Øn» disse:

    Reblogged this on …para esses dias….

  15. Bianca Dias disse:

    Maurício, muito bom o texto como sempre, mas então, se pecarmos estamos isentos das consequências…. se nos arrependermos.do pecado ???? pois a graça é maior do que nossos pecados????……Davi não ficou isento das consequências apesar de ter se arrependido…..ele passou por momentos terríveis por desobedecer a Deus…… as escrituras dizem: Pois o pecado não terá domínio sobre vós, porquanto não estais debaixo da lei, mas debaixo da graça. Pois quê? Havemos de pecar porque não estamos debaixo da lei, mas debaixo da graça? De modo nenhum. Não sabeis que daquele a quem vos apresentais como servos para lhe obedecer, sois servos desse mesmo a quem obedeceis, seja do pecado para a morte, ou da obediência para a justiça? Mas graças a Deus que, embora tendo sido servos do pecado, obedecestes de coração à forma de doutrina a que fostes entregues; e libertos do pecado, fostes feitos servos da justiça.
    Romanos 6:14-18. Será que não vamos ficar muito confiantes que vivemos pela graça e esquecermos que Deus também se ira???? muita gente ao ler esse Texto vai achar que pode sair pecando e fazendo o que bem entende…. aqueles que interpretam aquilo que querem por seu próprio prazer…. Tem gente que vai abusar da Graça de Deus…….

    A PAz!!!!!

    • Olá, Bianca,
      .
      claro que o pecado tem consequências. Se você rouba alguém e se arrepende terá de ir para a cadeia ainda assim.
      .
      Sobre sua pergunta, quem ler esse texto e achar que pode sair pecando não entendeu o texto e não entendeu o Evangelho. O artigo é uma proposta para estendermos ao nosso próximo o mesmo amor e a mesma graça que Deus nos estendeu. Não é em momento algum um incentivo para o pecado.
      .
      Lembre-se que Deus conhece o coração do homem e sabe quem arrependeu-se genuinamente de um pecado e quem pecou já contando com o perdão. Deus não se deixa escarnecer.
      .
      Deus te abençoe muito e a toda a família. No amor de Cristo,
      mz

  16. Alessandra disse:

    Boa tarde Zágari,

    Venho acompanhando seu blog tem uma semana no máximo e “achei” por acaso na internet, confesso que está abrindo minha visão para vários assuntos nos quais luto pra mudar em minha vida e para que eu possa ainda mais engrandecer o nome do Senhor.
    Sou de uma igreja evangélica que prega muito sobre a ” Teologia da Prosperidade”, não concordo com várias coisas em minha igreja só que meu intuito é um só: Jesus Cristo, então relevo muitas coisas que são ditas e absorvo pra mim somente aquilo que agrada aos olhos de Deus, acredito que não devo expor as minhas convicções pois ali dentro sou minoria e corro risco de ser rotulada ou algum parecido e não quero criar inimizades com ninguém, principalmente na casa de Deus.
    Em relação a mensagem, tocou-me profundamente quando li e chorei de vergonha com tanta coisa que faço, como sou falha e ingrata com nosso Deus, como não agradeço por ter dado seu único Filho pra mim salvar? Peço muito a Deus e nada dou em troca, somente algumas horas na igreja onde aparentemente todos estão felizes. Depois de ler essa mensagem e me humilhar diante do Senhor decidi que vou fazer mais pela minha vida, pela minha salvação. Pedi a Deus que transforme meu coração, minhas atitudes para com meu próximo, que eu saiba perdoar e que as pessoas que feri de algum modo me perdoe também, tenho passado dias de lutas e inimizades dentro da família e embora não tenha provocado errei ou melhor: pequei em ter revidado palavras e acusações que me fizeram, se tivesse agido da mesma forma que Jesus teria ficado quieta e tinha orado pelo ocorrido, mas sou falha e totalmente dependente de Deus e reconheço isso, minhas armas de “lutas” de hoje em diante será a palavra de Deus, tudo aquilo que eu necessito procurarei lá e encontrarei.

    Que Deus continue te abençoando e que você possa estar transmitindo pra nós essas belas mensagens.
    Abraços a você e sua família:)

    • Olá, Alessandra, boa tarde,
      .
      fico feliz que as reflexões que posto no APENAS têm colaborado para seu crescimento espiritual. Louvo a Deus por isso.
      .
      Muito mais me alegra saber que essas simples palavras alcançaram teu coração e que, por meio delas, o Espírito Santo de Deus te chamou para uma percepção espiritual mais elevada. Que a “crise” que o texto provocou em você se converta em atitudes que venham a aproximá-la de Deus e de Sua maravilhosa vontade. Sua vida é preciosa e o Senhor estar te chamando para um proceder mais excelente é prova inequívoca do quanto Ele te ama.
      .
      Entendo sua postura diante da teologia que sua igreja prega. Só me permita sugerir que tome cuidado. Nunca se esqueça que é uma doutrina de demônios, é um engano e uma mentira. Oro a Deus que isso nunca contamine tua alma e que voce seja luz em meios às densas trevas que essa filosofia tem disseminado em meio ao verdadeiro Evangelho de Jesus Cristo.
      .
      Deus a abençoe muito com sua paz e seu amor, a você e toda a sua família. Nesse amor que nos une,
      mz

      • Alessandra disse:

        Zágari, fico grata pelo retorno!

        Tomarei muito cuidado sim e essas doutrinas nunca me agradaram nenhum pouco, não sei se realmente minha igreja é de fato meu lugar, nunca frequentei outra e me sinto muito bem lá. Meu pastor é uma benção,apesar que tenho pouco contato com ele.
        Me sinto renovada a cada culto e quando não vou parece que falta alguma coisa em mim, minha vida mudou muito depois que conheci a Jesus e espero mudar a cada dia mais e que através da minha fé Deus mude e transforme as pessoas que mais amo.

        Uma tarde abençoada!
        Fique na paz de Cristo!

      • Amem, Alessandra, a paz de Cristo também seja na tua vida,
        mz

  17. Fabio Henrique disse:

    Mauricio,

    Estou realmente chocado e perplexo de quanto o Senhor tem te usado. E nesse post não foi diferente, peço a Deus que eu não apenas fique chocado, mas que Ele me dê forças para espalhar desse favor que eu nunca mereci.
    Deus te abençoe ricamente.

    Fabio Henrique

    https://www.facebook.com/fabiohenrique.silva?ref=tn_tnmn – Facebook

    • Fabio, olá,
      .
      tenha a certeza de que ninguém fica mais perplexo por Deus me usar do que eu mesmo. Me conhecendo como me conheço isso me pareceria impossível. Mas o que importa é o tesouro e não o vaso de barro.
      .
      Que o impacto das verdades do Evangelho se transformem em vida e atitude na tua caminhada. Louvo a Deus por tua vida.
      .
      Um abraço apertado, no amor do manso Cordeiro,
      mz

  18. Lelê (Alessandra) disse:

    Mauricio,
    Mais uma vez vc foi lá no centro da questão.
    Sou PÓ mesmo e não mereço mais nada da parte de Deus.
    Como ainda tenho a ousadia de reivindicar uma benção não alcançada? Sou uma verme mesmo!
    Aliás seus últimos posts têm tocado muito forte no meu coração e mais do que isso me fazem repensar minha atitude perante Deus e as outras pessoas.
    Parabéns!
    Espero ver toda a familia no domingo!
    Com carinho,
    Lelê

    • Oi, Lelê,
      .
      não fui eu não, foi Deus, querida. Sou só os dedos que digitam.
      .
      Fico feliz que aquilo que aqui tem sido escrito fala ao seu coração, pois esse é o objetivo do APENAS. Se os irmãos não repensarem e mudarem… de que adiantaria escrever, não é? Oro a Deus que Ele conduza tuas decisões e atitudes, minha amiga.
      .
      Se Deus quiser estaremos lá domingo. Quero conversar com você.
      .
      Beijo grande, no amor de Cristo,
      mz

  19. andreia disse:

    Olá querido irmão, fico MUITO feliz em reconhecer que sou alvo de um amor que chega a ser constrangedor…. mas que me leva a ser cada dia mais grata a esse DEUS que me escolheu e que textos como esse me “lembram’ de que como eu DEPENDO, DEPENDO, DEPENDO DELE, pois se não for assim , só resta, pó,pó,pó……..

    Grata pela postagem, que o óleo da unção nunca te falte,

    bjs em toda familia,

    Andreia Araujo

    • Oi, Andreia,
      .
      você resumiu bem. É pura dependência. E que possamos sempre refletir aquilo que do alto recebemos para o nosso próximo, com amor e integridade.
      .
      Um beijo grande em toda essa família que tanto nos abençoa,
      mz

  20. Dalva disse:

    Mauricio;
    Então, mais um post maravilhoso, edificante…
    Sabes, após ler a reflexão eu confesso que leio os comentários embora ache que seja um particular seu com seus seguidores de Blog (como eu), gosto de ver suas respostas inteligentes e cheias de unção, gostei muito o que disseste a Alessandra, para quem escreve e espera sua resposta isso é um alívio espiritual quanto tu respondes.
    Esta sua reflexão nos aproxima mais daquele que nos criou, exalto, glorifico, agradeço ao Senhor pela sua maravilhosa graça, pelo seu amor, pela sua misericórdia, pelo seu perdão, pela sua bondade. Graças a Deus pela tua vida Mauricio que mostra o quanto sou miserável.
    Que Deus te abençoe mais e mais!

    • Querida irmã Dalva,
      .
      eu que tenho de agradecer por mais uma vez oferecer tanta bondade e generosidade por suas palavras amáveis.
      .
      Não tem nenhum problema ler os comentários, muitas vezes os irmãos escrevem algo que é mais edificante do que o próprio post. Fique à vontade.
      .
      Deus a abençoe muito e a toda a igreja em terras lusitanas,
      mz

      • Dalva disse:

        Querido Irmão;

        Nem fala isto…precisa levantar aqui uma Igreja, um Pastor, um homem de Deus mesmo, tu deves saber o quanto o catolicismo aqui é praticado, o que mais vejo é a Igreja Universal se aproveitando da fé daqueles que tem sede da verdade e da palavra, fora eles só testemunha de Jeová que coitados!!! Levam tantas portadas na cara, levam o Evangelho as aldeias(bairros) mais longínquas que possa imaginar e só. O restante das Igrejas Assembléia,Batista, nunca ví, Wesleyana existe em Aveiro, 1h meia de onde estou e pelo que vejo nem há tantos membros…neste anos eu pude notar que a “facilidade de fé” no meio dos católicos é enorme, para eles a adoração a imagens é uma coisa estupendo, largam tudo para passar dias em Fátima. Até fizeram uma matéria que a Igreja Católica tem perdidos seus devotos, mas nem sei no que deu. Só Jesus para salvar toda Portugal a base de muita oração.

        Deus te abençoe, Bom dia!

      • Oi, Dalva,
        .
        estou bem inteirado acerca da situação espiritual de Portugal, estive em uma conferência em que um pastor português fez uma explanação acerca da igreja lusitana, foi realmente muito triste. Além disso, meu irmão de sangue é pastor na Espanha e a situação lá é bem parecida.
        .
        A minha denominação, a Igreja Cristã Nova Vida (ICNV), tem uma igreja em Portugal e tomei conhecimento que outra está sendo plantada em Cascais, pelo Pastor Antonio Vieira. A que já existe é esta: http://www.portalnovavida.com.br/icnv/pt/vwNossasigrejas.aspx?p=198
        .
        Mesmo que não seja perto de você, se desejar pode entrar em contato com o Pastor João e é possível que ele saiba indicar boas igrejas na sua região, caso esteja com problemas para isso. Posso assegurar que a ICNV é uma igreja séria e que segue a sã doutrina.
        .
        Espero de algum modo ter ajudado, minha irmã.
        .
        Deus te abençoe muito,
        mz

  21. ozana corguinha pereira disse:

    A Paz Mauricio,

    Maravilhoso texto.Fico me perguntando quando seremos capazes de compartilharmos desta Graça
    com nosso próximo de maneira concreta,deixar o abstrato de lado e vivermos o verdadeiro cristia
    nismo que Jesus nos propoe todos os dias.Olho pra mim mesmo e vejo tanta miserabilidade q per
    cebo o quão distante estou disso.
    Nesta semana mesmo Deus de uma maneira maravilhosamente absurda falou ao meu coração que
    sou uma pedra bruta em suas mãos, sendo lapidada para me tornar um diamante,penso que assim
    estamos todos nós, sendo lapidados… Uns, nesse doloroso processo estão mais avançados,outros
    nem tanto e a maioria está no início da lapidação,permitamos o lapidador por excelência continuar
    seu trabalho em nossas vidas aí sim seremos capazes de abraçarmos nosso próximo transbordan-
    do da Graça do Pai.

    Abraços
    Ozana

    • Ozana, oi,
      .
      suas palavras de reconhecimento de si mesma mostram como você está mais perto dessa sua meta do que imagina.
      .
      Fico feliz por você e louvo a Deus pela sua vida.
      .
      Deus te abençoe muito. No amor de Cristo,
      mz

  22. Muito “abençoante” este post.
    Mauricio, peço sua autorização para colocar um link do seu blog no meu: http://elintonoliveira.wordpress.com

  23. Jose Gad disse:

    A paz do Senhor Jesus Cristo seja contigo.

    Você disse:
    “Fui chamado para ser um vaso de barro, onde meus irmãos possam beber o tesouro que o Espírito nos dá. Não tenho mérito, a Deus a glória.”

    A maioria, após ler este post, foi/será espatifada. Mas eis que surge/surgirá a graça, restaurando-nos e confirmando o quão bendita ela é. Somente assim podemos/poderemos absorver e guardar o rico tesouro que te foi confiado a nós.

    Minha oração é que não nos conformemos com uma vida de apenas graça falada, mas que nos esforcemos para sermos graça vivida.

    Abraço fraternal, nobre irmão Maurício,
    A graça do Senhor é contigo.

    José

  24. Salve, Zagari! muito bom cara me fez lembrar desse som…

    Reclamar do que , só a graça de Deus nos basta , não temos o direito de pedir é nada se for parar pra pensar.

    Deus te abençoe..
    Abraço

  25. Danila disse:

    Puxa Maurício,é exatamente assim mesmo q agimos,pedra nos outros…Também passei a amar o meu próximo de maneira “qualitativa” depois de pegar umas pancadas e ir para “o vale da sombra da morte” há poucos meses.Benditas pancadas… Me levaram á”tristeza de Deus”,ao arrependimento,pelas vezes q não agí com os outros como gostaria que tivessem agido comigo,como Deus age conosco:”E dos seus pecados não me lembrarei mais”,colocando”anel no meu dedo,sandália nos meus pés e fazendo festa”.Os pastos verdejantes apareceram e a minha maior preocupação hje como salva é,depois de amar a Deus, amar o próximo como a mim mesma.Deus não quer sacrifício,mas sim misericórdia!
    Lovado seja Deus que nos abençoa com toda sorte de bençãos em Cristo Jesus!
    Graça e Paz Maurício!

    • Oi. Danila, tudo bem?
      .
      Fico contente que você já avançou tanto. Louvo a Deus por sua vida.
      .
      Eu diria que amar a Deus e ao próximo vêm como uma coisa só. É impossível um sem o outro. Essa é a cerdade que muitos não compreenderam e por isso creem que é a Deus tudo e ao próximo… O que der. E isso não é Evangelho.
      .
      Deus te abençoe muito!
      mz

  26. Jacy disse:

    Paz Maurício! Que dizer???
    Misericórdia de mim Senhor, “até porque sou pó, não valho nada e não tenho moral nenhuma para não estender graça ao meu próximo.”

    Abraços, querido mano! :)

  27. Pr.Fernando Ferreira Gomes disse:

    BOM dia irmão mauricio,a paz seja contigo, mas um dia p/ defendermos a Sã doutrina e combatermos as heresias…

    MUITOS CONFUNDEM GRAÇA COM LIBERTINAGEM ,ACHAM Q DEUS,VAI INOCENTA-LOS… PERMANECEREMOS NO PECADO,PARA QUE A GRAÇA ABUNDE? DE MODO NENHUM. NÓS, QUE ESTAMOS MORTOS PARA O PECADO,COMO VIVEREMOS AINDA NELE? RM 6.1-2

  28. Alessandra disse:

    Boa tarde, Zágari.

    Sei que minhas dúvidas não tem haver com o tema da mensagem acima, peço desculpas.
    De madrugada estava lendo sobre o que postou sobre a “Demonologia da Prosperidade”, texto excelente por sinal, parabéns! Eis minha dúvida: Na minha igreja não prega claramente sobre esta teologia, mas fala que quanto mais darmos ao Senhor mais vamos receber, já ouvi até falar que temos que dizimar do valor bruto e não do líquido, e a oferta deve ser mais ou menos parecida. Ouço tantas coisas diferentes que fico totalmente confusa,na minha igreja fazem campanhas não sei se é errado ou certo, falam-se muito também que se semearmos pouco colheremos pouco. Tá bom, entendi mais ou menos…. Então quer dizer se meu irmão dizimar menos do que eu ou oposto devido aos valores diferentes de nossas rendas, Deus irá me dar mais e menos para meu irmão? Pois assim aprendi até o momento, como sei o que está certo ou errado?

    Desde já agradeço e desculpas novamente, mas tenho que saber o que de fato é verdade e o que realmente a bíblia nos ensina.

    Fique na paz de Cristo:)

    • Olá, Alessandra,
      .
      vamos tentar responder por partes:
      .
      1. “Quanto mais darmos ao Senhor mais vamos receber” – mentira. Deus nos dá por graça, por amor, por compaixão e não por uma barganha. Deus não se vende.
      2. “Temos que dizimar do valor bruto e não do líquido” – eu dizimo do bruto, pois entendo que mesmo o que não entra em forma de dinheiro se converte em benefícios. Mas não há um mandamento específico sobre isso, vai da consciência de cada um.
      3. “A oferta deve ser mais ou menos parecida” – mentira. Oferta deve ser espontãnea e o montante vai do coração do ofertante. Não há absolutamente nada na Bíblia que determine o valor de uma oferta.
      4. “Na minha igreja fazem campanhas” – depende da campanha. Se for campanha para que nos arrependamos dos pecados, campanhas para levarmos não cristãos aos cultos ou campanhas de estímulo à leitura de bons livros cristãos penso ser algo extremamente positivo.
      5. “Se semearmos pouco colheremos pouco” – se está falando de dinheiro isso é uma afirmação errada. Donald Trump nunca deu dinheiro nenhum à igreja, nem Steven Spielberg, nem Chiquinho Scarpa. Mas alguém vai negar suas fortunas?
      6. “Se meu irmão dizimar menos do que eu ou oposto devido aos valores diferentes de nossas rendas, Deus irá me dar mais e menos para meu irmão?” – jamais. Cada um deve dizimar na proporção do que ganha. Veja o que Jesus fala sobre a viúva que deposita uma moedinha no templo.
      .
      Espero ter te ajudado, Alessandra. Deus te abençoe muito e te dê discernimento. Te abraço, na paz do Mestre,
      mz

      • Alessandra disse:

        Olá, Zágari,

        Nossa! Ajudou até de mais da conta…
        Já fui dizimista, no momento não dizimo porque não tenho nenhuma renda minha, sou totalmente dependente financeiramente de meu esposo, e acredito que não devo “pegar” dinheiro dele escondido para dizimar, já que o mesmo não frequenta nenhuma igreja(estou na luta para que ele entregue novamente sua vida para Cristo). Na minha concepção Deus não se alegrará se fizer isso sem o consentimento dele, sempre oferto na medida do possível, mas não em grande quantia. Já chegaram me falar de quando parasse de dizimar eu iria passar necessidades em todos os sentidos, mentira: Não passo necessidade de nada, decidi parar de trabalhar e me dedicar inteiramente aos estudos, termino este ano meu curso de Pedagogia e colo grau no começo do ano que vem, desde então meu marido vem me dado tudo que preciso, sem regalias claro, afinal mulher dá muito gasto e eu não posso ficar explorando ele, já que ele foi muito bom comigo e incentivando meus estudos. Tenho outros afazeres também, como cuidar da casa, filho, bichinhos de estimação e tudo que uma dona de casa faz, e olha que é serviço que nunca acaba…rsrsrsrs.
        Mas logo irei ser dizimista novamente, assim que concluir minha faculdade vou conseguir um emprego, assim terei renda fixa que seja minha, suor do meu trabalho.

        Fico grata pela atenção que nos dá, sei que devo pedir orientações de meu pastor, só que foi assim que aprendi até agora na minha igreja, com suas explicações farei aos olhos da bíblia, porque prestarei contas á Deus e não aos homens aqui na terra, e minha salvação somente Ele me dará.

        Fique na paz de Cristo!
        Domingo abençoado pra você e sua família:)

      • Alessandra,
        .
        Fico feliz por ter ajudado. E é isso mesmo, se seu marido não é cristão e você está sem renda não tem dízimo para dar. Se pegasse dinheiro escondido dele aí sim estaria errando. Fique em paz, você está fazendo a coisa certa.
        .
        Deus te abençoe e a toda a sua família,
        mz

      • a paz mauricio mas um de apologética!!!!!

      • Alessandra disse:

        Em minha cidade não tem a ICNV, que pena! Queria conhecer:(

        Alessandra.

      • Alessandra, olá,
        .
        existem muitas igrejas boas fora a ICNV, como a Batista, a Presbiteriana, a Metodista e outras. A melhor igreja é sempre aquela que tem uma sã doutrina e para onde Deus te conduz. Ore a Ele e derrame teu coração e depois aguarde o momento em que Ele te dará as certezas.
        .
        Que o Senhor te abençoe e ilumine,
        mz

  29. Marcos Falcon disse:

    Grande Maurício!!! Te digo que esse post também me chamou a atenção, em relação ao tratamento com o nosso próximo, onde vejo o quanto nós como crentes pensamos ser melhor que os outros e não temos atitudes nem de longe semelhantes a Cristo. Tenho que pedir perdão a Deus e por sua palavra em prática. Tamos juntos!! M. Falcon

    • Salve, Marcos,
      .
      infelizmente a sua descrição é exatamente o que acontece. É triste, mas é fato. Que Deus toque corações de pedra para que se transformem em corações de carne e amem de fato.
      .
      Abraço, na paz do Mestre,
      mz

  30. Alessandra disse:

    Boa noite, Zágari,

    Mais uma vez agradeço, perto de minha casa tem uma igreja Batista! É pequena, com poucos membros, mas aparenta ser muito acolhedora.

    Fique na paz de Cristo.
    Uma semana abençoada pra você e família:)

    • Boa noite, minha irmã,
      sendo uma igreja que segue a sã doutrina, pode ser uma opção. Ore a Deus, converse com o pastor e siga o que o Senhor puser em teu coração.
      Que a semana seja de paz para você e sua família também,
      mz

  31. Alessandra disse:

    Há, esquecei de mencionar, a única igreja evangélica que frequentei até hoje é a Quadrangular.

    Boa noite,
    Alessandra.

  32. Nathallia Dutra disse:

    A paz do Senhor Maurício Zágari.
    Leio todos os seus posts, mas esse falou e martelou no meu coração.
    Eu não entendi o porque do ser humano, me incluindo nessa, não amar ao próximo como diz o mandamento de Deus. Que pancada agora! Doeu, mas Deus fala dessa maneira para aprendermos, não para nos maltratar.
    Não devemos dar glória aos homens, mas reconheço em você um instrumento importante na obra de Deus. Você não diz o que ”queremos” ouvir, mas o que precisamos.
    A partir de hoje vou mudar minha oração; não pedia pra Deus me ensinar a entender sobre a Graça dEle…eu devo pedir isso.
    Que Deus continue te abençoando,te capacitando e fortalecendo pra continuar a obra.
    Abraços.

    • Nathallia, é um prazer ter teu feedback,
      .
      Me toca saber que o texto falou ao teu coração. Que alegria saber que você tomou a decisão de mudar sua oração para melhor. Louvo a Deus por isso.
      .
      E não sou tão importante não, mana, faço um trabalho de formiguinha que, enquanto Deus desejar, vai alcançar algumas vidas.
      .
      Obrigado pelo incentivo e o afeto, minha irmã,
      mz

  33. Samuel disse:

    Otimo texto
    Voce acha Que uma pessoa q crê em deus mas não tem frutos do Espírito, comunhão c o corpo e vive na prática do pecado .é salva?
    Deus abençoe

    • Olá, Samuel,
      .
      é muito difícil dizer quem é salvo ou não, pois a graça de Deus alcança corações de formas e em tempos que nos são intrigantes e surpreendentes. No entanto, a Palavra nos diz que pelos frutos conheceremos a árvore. A sua descrição dificilmente bate com a de alguém salvo. Mas não posso afirmar, pois Deus está muito acima de nossa capacidade de julgar pelas aparências.
      .
      Deus te abençoe muito, mano,
      mz

  34. Erica Moreira disse:

    Ah, a graça de Deus!!!

    Esse ano Deus tem me tratado nesse aspecto e como o aprendizado tem sido dolorido, mas folgo em saber que Deus disciplina àqueles que ama.

    No clube do livro, em nossa igreja, estamos lendo “Maravilhosa Graça” de Philip Yancey e, como Deus tem aberto nossos olhos e mostrado nossas falhas em demonstrar a preciosa graça de Deus.

    Então, no domingo, aproveitando o ensejo da Reforma Protestante, dia de batismos (entre os batizandos pessoas pelas quais oramos por muitos anos), o Pastor falou sobre “Sola Gratia” e, ao final da reflexão passou o video, cujo link te encaminho. Ainda não consigo assitir sem chorar e pedir a Deus que me ajude a distribuir graça, assim como tenho recebido diariamente.

    Que Deus continue a te abençoar.

    • Obrigado, Erica, por compartilhar esse vídeo tão significativo. Alegro-me em saber que a dimensão da graça enraiza-se no teu coração a cada dia, seja pela disciplina divina ou por caminhos que muitas vezes não esperávamos e mesmo nos surpreendem.
      .
      Deus te abençoe muito, minha irmã,
      mz

  35. Alexssandro Domiciano disse:

    Mauricio cada artigo seu é uma lição reflexiva e maravilhosa…ao encerrar a leitura deste artigo fiquei a me perguntar Quanto desta graça derramada em nossas vidas temos derramado na vida daqueles que ainda padecem e me parece que ainda estamos longe mesmo disto. Parabéns pelo excelente artigo Deus abenço abundamente sua vida.

    • Olá, Alexssandro,
      .
      me alegra muito saber que os artigos do APENAS te edificam e levam à reflexão. Oro a Deus que siga cumprindo esse objetivo.
      .
      Deus o abençoe muito, mano,
      mz

  36. Alane Melo disse:

    Olá Irmão Mauricio.
    Lendo o seu artigo pude ver o quanto somos falhos e injustos.
    Infelizmente as nossas Igrejas estão cheias de pessoas que apenas apontam defeitos e não ajudam nem os próprios Irmãos.Muitas vezes eu nem sei como agir,porque a minha Igreja censura muito o pecado e as pessoas do mundo.Por outro lado,eu tenho muitos amigos homossexuais e até mesmo ateus, embora na minha Igreja não gostem que nos tenhamos amizades com esse “tipo” de pessoas como dizem eles,eu sinto de alguma forma que eu quero estar proxima delas,tentar de alguma forma mostrar Deus através de mim,mas não sei se faço o certo em contrariar a Igreja.
    Mas sigo perseverante e crendo nos milagres que Jesus pode fazer e acredito que ele me mostrará o melhor caminho.
    Abraços,Deus te abençoe…

    • Olá, Alane,
      .
      tudo começa com nossa percepção de nossos próprios erros. A partir daí, é caminhar junto com o Espírito Santo para agir conforme Cristo e não conforme os maus exemplos ao nosso redor (mesmo os dos cristãos). Sobre as pessoas a que se referiu, lembre-se sempre que Jesus nos diz que somos sal da terra e luz do mundo. Se não brilharmos para o mundo, de que servimos?
      .
      Persevere, minha irmã, e você cumprirá o propósito de Deus para a tua vida.
      .
      Abraço, na paz e no amor de Cristo,
      mz

      • Alane Melo disse:

        Obrigada Maurício,você está certíssimo,sei que tenho que glorificar a Cristo em todos os meus atos,vou tentar entender mais a minha Igreja porque sei que é o lugar onde Deus me colocou e quer que eu esteja.Sei que não posso ser amiga do mundo,então vou tomar cuidado com os meus atos ao evangelizar essas pessoas.

        Abraços irmão,Deus te abençoe!!

  37. pr simon disse:

    eu fiquei triste agora pouco…um jovem se exaltpu e me falou palavras pezadas…sobreandamentos e eu disse que ninguem consegue vivelos 100 por cento
    … ele se ezaltou e ai apareceu do nada outro falando o mesmo com ar de maioral…eu ouvi e disse . porque que Jesus veio …e disse mais ninguem conseguiu vivet todo mandamento…pprisso jesus veio…a grassa e favor de Deus por todos…e eles discutiram…. fiquei triste nao dei continuidade no assunto pois ja tinha falado o qie eu tinha que falar…eles sairam e eu fiquieagoado
    ..

    orei e procurei no googly sobre grassa e mandamentos…e fi este lindp sermao… ao lwr passou um senhor e disse cauma deus ta contigo…e eu vi que o propio Deus usou vcs pra me animar de novo. Deus abencoe. simon Jesus e o reo.

  38. Dide disse:

    Mauricio esse texto tocou-me profundamente, e vejo quão mesquinhos somos nós, e tão miseráveis a ponto de ver pessoas sofrendo e não estender as mãos ao menos com uma palavra de conforto … A GRAÇA de Deus é pra todos temos que ter consciência disso…

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s