Este fim de semana li uma afirmação curiosa. Dizia que  “simplesmente depressão não pode existir num coração preenchido pelo Espírito Santo”. A verdade é que essa é uma frase totalmente antibíblica, sobre um assunto sério que afeta tantas pessoas. Mas infelizmente esse é um pensamento que reflete a teologia atual de enorme parte da Igreja brasileira e que condena multidões de pessoas a um sentimento de culpa e a um cruel distanciamento de Deus. No mesmo contexto, o autor do texto usou termos consagrados pelas igrejas neopentecostais para adjetivar gente que está passando por momentos de aflição, como “derrotado” e “fracassado”, e emendou que o texto de “um homem que aceita essa condição e passa a viver depressivamente é a mais triste das coisas que eu li na vida”. Como essa visão reflete aquilo que é pregado em muitos púlpitos, quem lê coisas como essas acaba sendo levado a uma reflexão sobre como os cristãos enxergam a depressão: afinal, é possível um servo de Deus viver períodos de depressão? Isso faz dele um “derrotado” e “fracassado”? Como funciona isso? E como devemos tratar como cristãos quem está passando por essas fases de depressão?

Vemos nas Escrituras muitos e muitos homens de Deus, cheios do Espírito Santo, passarem por longos períodos de depressão. Elias pediu a morte quando fugiu da humanidade e só queria dormir e esquecer da realidade. Paulo passou uma semana sem apetite nem ânimo após se confrontar com a duríssima verdade de que o propósito de sua vida até aquele momento tinha sido vão. Pedro chorou amargamente e em dilacerante depressão após cruzar seu olhar com o de Jesus após o galo cantar. José do Egito com certeza não ficava soltando fogos na escravidão ou na prisão. Ana, de tão triste e deprimida, chorava  desbragadamente, a ponto de Eli a confundir com uma bêbada. Maria e Marta estavam tão deprimidas com a morte do irmão e a ausência do Senhor que o estado emocional delas chegou a comover Jesus e o levou às lágrimas de compaixão. Desnecessário dizer como a alma do homem reto, temente a Deus e que se desviava do mal Jó foi abatida até o limite. Davi, então, nem se fala, basta ler o salmo 51 para ver como o homem segundo o coração  de Deus entrou numa espiral de depressão após a crise de seu pecado e a morte do filho – aliás, os salmos contêm dezenas de cânticos escritos em agonia depressiva. Em resumo, a Bíblia nos mostra muitos homens e mulheres de devoção sincera a Deus que viveram períodos de acachapante depressão sem que isso os desqualificasse aos olhos do Senhor ou fizesse deles “derrotados” ou fracassados”.

O mesmo ocorreu com grande homens de Deus ao longo da História da Igreja. Charles Spurgeon viveu décadas em depressão profunda devido à sua saúde e a da esposa. Agostinho fala claramente sobre suas depressões e crises existenciais em “Confissões”. João da Cruz chega a escrever sobre o terrível estado de espírito que chamou de “a noite escura da alma”. O relato de vida sofridíssima de David Brainerd é uma inspiração para todos nós até os nossos dias. O que dizer então de John Bunyan em seus anos na prisão? Martinho Lutero em seu exílio voluntário para fugir da fúria papista produziu escritos magníficos, inclusive a tradução da Bíblia para o vernáculo. William Cowper, o deprimido poeta cristão sofredor, que exemplo! Todos gigantes da fé, que viveram enormes ondas de depressão. E… “simplesmente depressão não pode existir num coração preenchido pelo Espírito Santo”? Desculpem, mas isso simplesmente não é verdade.

Deus faz as coisas de modo surpreendente. No dia em que li essas palavras estava na casa de um grande amigo, onde fiquei de manhã até a noite em um sarau, cantando, tocando violão e conversando. Entre os poucos presentes estava um dos meus cantores preferidos de música cristã no Brasil, intérprete de muitas das canções evangélicas mais bíblicas e belas que conheço. Conversamos muito e ele me contou como compôs algumas de suas músicas. Lindo é que as mais profundas, as minhas favoritas, as que mais tocam o meu coração e me aproximam de Deus foram escritas em momentos em que ele se encontrava em uma depressão tão terrível que se eu relatasse as histórias te fariam chorar como eu chorei diante dele. Não posso contar quem esse cantor é ou que músicas são porque ele me pediu que não dissesse a ninguém, justamente pelas ideias erradas que o cristão tem sobre a depressão, como se ela fizesse de você um crente de segunda classe, sem fé ou distante de Deus. Foi uma bela ironia.

Biblicamente, a depressão é uma escola de Deus. Não, meu irmão, minha irmã, você não é um derrotado sem fé porque as circunstâncias da vida te levaram a esse ponto. Nunca deixe que te enganem com esse pensamento oriundo da Teologia da Prosperidade e da Confissão Positiva. Bons homens e mulheres de Deus se deprimem e, em meio a esse processo, Deus trabalha profundamente em suas almas e emoções. Estar deprimido não é motivo para se considerar menos espiritual, como se o cristão tivesse de viver sempre feliz da vida, sorrindo a toda hora. Isso é um conceito antibíblico fruto de uma teologia apócrifa. Deprimir-se simplesmente mostra que você é humano e dependente da graça de Deus. Se você está deprimido e sem forças, saiba que não é porque “depressão não pode existir num coração cheio do Espírito Santo”, mas sim porque você está na escola de Deus e no mais profundo do seu abatimento o Senhor está te ensinando lições importantíssimas. Todo barro para ser remodelado precisa ser amassado pelo oleiro.

Curioso é que o mesmo texto onde li essa frase sobre depressão diz ainda e paradoxalmente que “a realidade às vezes devora a vida. Às vezes a gente ‘despenca’ até o pó e lá o Senhor nos lembra coisas que o nosso coração fraco quer nos fazer esquecer”. E essa, por outro lado, é uma grande verdade. Quando você é humilhado, entristecido, moído, tratado com injustiça e desamor, na maioria das vezes não é o diabo o responsável, mas o Senhor, que em seu infinito amor disciplina todos os que ama. Deus muitas vezes nos leva propositalmente à tristeza, como Paulo prova em 2 Coríntios 7 – ao falar sobre a tristeza segundo Deus:

“Vocês se entristeceram como Deus desejava, e de forma alguma foram prejudicados por nossa causa. A tristeza segundo Deus produz um arrependimento que leva à salvação e não remorso, mas a tristeza segundo o mundo produz morte. Vejam o que esta tristeza segundo Deus produziu em vocês: que dedicação, que desculpas, que indignação, que temor, que saudade, que preocupação, que desejo de ver a justiça feita! Em tudo vocês se mostraram inocentes a esse respeito”. (2 Coríntios 7.8-10)

Nem sempre a depressão vai desvanecer-se simplesmente pelo fato de botarmos o joelho no chão: só vai acabar quando a soberania de Deus determinar, quando tivermos chegado ao ponto em que Ele quer. Jó passou mais de 40 capítulos falando com Deus sobre sua míséria e não foi por isso que o Senhor virou seu cativeiro. Davi orou, clamou e se humilhou mas ainda assim o Pai levou seu filho e, no episódio do recenseamento, ele teve de amargar o juízo do Alto. Paulo clamou três vezes, afligido pelo espinho na carne, e só ouviu como resposta “a minha graça te basta”. Temos de orar sem cessar. Mas nem sempre a oração fará as coisas acontecerem como queremos: a soberania de Deus fará. Oremos sim. Mas sem achar que isso é uma fórmula mágica para um suposto “coração vazio do Espírito Santo”.

Querido irmão, querida irmã, se você está enfrentando depressão, não se culpe. E jamais permita que te façam sentir culpado. Você não é. Estar deprimido não quer dizer que você se esqueceu das palavras de vida eterna que o Senhor te disse. Também não quer dizer, nem de longe, que você aceitou ou se conformou com essa condição. Muitos vão te julgar sem saber o que se passa na tua alma ou que circunstâncias da vida te levaram a esse ponto e, como os amigos de Jó, vão dizer que você está fazendo tudo errado e até te acusar de ser abominação ao Senhor. Deixe que falem. Só você sabe por onde passou, onde errou, onde acertou, sabe que a vida não é cartesiana e que 1+1 nem sempre é igual a 2, embora seja o mais fácil para os outros especularem. Só você sabe onde dói o calo – e mais: como aquele calo foi parar ali. Elifaz, Bildade, Zofar e a esposa vão te dizer palavras de acusação. E tua resposta deve ser sempre a de Jó: “Temos recebido o bem de Deus e não receberíamos também o mal?”. Não quer dizer que você está se fazendo de vítima. Só você sabe das circunstâncias. Não introjete as acusações. Deixe que falem. A sua conversa e a sua caminhada devem ser com Deus somente e com aqueles que te demonstrarem amor apesar de tudo, amor incondicional, aqueles que sabem quem você é apesar de não te reconhecerem em meio aos momentos de reestruturação que você vive pela depressão. Porque ningúem fica como sempre foi durante os períodos de depressão. E é o amor, e não acusações, que vai ajudar nisso.

A civilização ocidental abomina a depressão. Muitos cristãos abominam a depressão. O que é previsível, pois vivemos numa sociedade hedonista, onde tristeza, melancolia e não estar com “alegria todo dia” é visto somente como um mal e não como um processo necessário de melhoria e avanço espirituais. Pois a Bíblia é claríssima quando mostra o poder terapêutico da depressão. Não a depressão patológica, mas aquele estado de alma em que somos cuidados, moldados, lapidados, aperfeiçoados e tratados por Deus. E entenda: a depressão patológica levou Judas a se enforcar, enquanto a depressão que é fruto da já citada “tristeza segundo Deus” leva Pedro a pregar e três mil almas se converterem. Ninguém gosta de ficar pra baixo, mas a questão é saber como usar isso em favor de seu crescimento espiritual. Deus sempre usou meus momentos de depressão, por exemplo, para mostrar sistematicamente quem se importa de fato comigo ou não, quem é amigo e quem não é, quem me ama e quem não ama. E sou grato ao Senhor por isso.

Muitos cristãos são tão implacáveis com a depressão dos irmãos que, se alguém está deprimido, suas palavras sobre vida com Deus param de alcançar os corações, porque os santos acham que os deprimidos desistiram aos poucos de coisas que são importantes e se entregaram ao sofrimento, como se tivesse sido uma opção – e fazem esse julgamento sem conhecer em toda sua extensão o furacão que os arremessou sem que quisessem e contra todas as suas vontades ao lugar de dor em que se encontram.  Além da depressão em si ainda têm de suportar acusações e julgamentos infundados. E isso dói mais do que a depressão. Mas é o que os cristãos tão cumpridores de bulas religiosas têm feito em vez de estender carinho e graça.

Às vezes é preciso que você passe um tempo na barriga do peixe, no monturo, no cenáculo, pastoreando ovelhas em Midiã, na sepultura, no deserto ou numa caverna sendo alimentado pelos corvos. Isso não é fugir, faz parte do processo de reestruturação e não é demérito algum. Muitos têm concepções próprias de felicidade que atribuem como sendo de Deus. Creem ser o padrão bíblico. Acreditam de fato em teologias as mais diversas ou mesmo que por cumprirem certas cartilhas legalistas estão cumprindo a vontade de Deus. Estou orando e jejuando, então estou fazendo a coisa certo. Deixe que creiam, descobri na prática que não adianta dizer a verdade. Chega uma hora em que você entrega cada um a sua própria sorte. A concepção de cada um é a concepção de cada um e só Deus pode nos ensinar.

Desista de querer mudar os outros, hoje eu sei que isso não funciona. Só quem muda é o Espírito Santo. E – surpreenda-se – muitas vezes Ele usará a depressão para isso. Pessoas que seguem manuais preconceituosos de vida cristã serão surpreendidos ao se verem vivendo depressões profundas, por não entenderem que a vida é dinâmica e não basta seguir os livrinhos de escola dominical, as apostilas dos cursos pré-nupciais ou os livros com “sete passos para a vitória” para tudo dar certo. E, quando a depressão vier para os outros, não cometa os erros que cometeram com você: não acuse, não pise, não diga que eles não têm o Espirito Santo no coração, não os julgue – pois você não sabe o que eles viveram e vivem. Simplesmente dê amor, é o que um cristão vivendo uma fase depressiva precisa até que ela acabe.

Ao final da depressão de Elias, o Espírito Santo, que nunca abandonou o coração daquele homem, envia um anjo, que o sacode e decreta o fim do período e o início de uma nova etapa: “Levanta-te e come, porque o caminho te será sobremodo longo”. E esse é o mesmo Elias que foi amado e cuidado pela viúva de Sarepta e dos lábios dela ouviu: “Nisto conheço agora que tu és homem de Deus e que a palavra do Senhor na tua boca é verdade”.

Se você sabe quem você é, conhece seu Deus e está seguro do seu relacionamento com o Senhor mas está vivendo um processo terapêutico de depressão… não se deixe afetar pelos que te põem mais para baixo, que julgam pela superficialidade e o pragmatismo e, por não saberem de todos os detalhes e as circunstâncias da tua dor, enxergam apenas os lugares-comuns – e, por isso, pisam em cima e te afundam ainda mais. Aproxime-se dos que te dão amor, pois esses vão se preocupar em ir fundo na sua alma para compreender melhor sua situação antes de te soterrarem de clichês que não ajudam em absolutamente nada – e ferem. Continue na jornada com Deus. Chore o quanto for preciso. Esqueça as cartilhas pré-fabricadas de felicidade ou as frases feitas sobre o “padrão cristão”. Lembre-se da beleza do fato de que você é único e que a graça vai lidar com você de forma única. Deus te conhece pelo nome. Deus sabe onde dói a tua dor. Por isso, Ele é o único que te entende e pode te ajudar plenamente. E, ao final, levante-se e ande – com todo o aprendizado obtido na escola de Deus – pois teu caminho será sobremodo longo.

Paz a todos vocês que estão em Cristo,
Maurício.
.

.

About these ads
Comentários
  1. LHenrique disse:

    Muito bom o texto Maurício. Tenho tendências depressivas, não creio que seja uma depressão patológica, mas, tenho sintomas da mesma às vezes, devido ao transtorno do pânico que também tenho, e tudo é relativo e interligado.
    Hoje em dia apenas faço tratamento com um medicamento sem a parte terapêutica.
    A melhor frase do texto foi: “Depressão é uma escola de Deus”. – Realmente.
    Eu sou um exemplo, um testemunho vivo, em carne e osso, de como Deus pode “tirar o bem do mal”, como disse Agostinho. Desde pequeno aprendi a ‘controlar’ essas tendências depressivas e o transtorno do pânico. Porém, este certo ‘controle’ veio somente através de longos prazos de dores emocionais. Já viu a frase: “Amadurecimento só ocorre através da dor”?! Pois é! Creio que seja assim mesmo. Durante todo um período da minha vida eu amadureci completamente, mudei, me transformei em outra pessoa devido aos grandes momentos de ‘reflexão’ que eu tinha depois de sofrer com tais sintomas da depressão e transtorno do pânico. Um dia eu estava em tal agonia que eu clamei a “alguém” para me tirar aquilo. Nunca fui completamente um ateu, pode-se dizer que era agnóstico, acreditava que tinha “algo mais”, “algo superior”. Neste dia de agonia, clamei a “isto” com todo o meu coração e esperança que aquilo iria ter ‘misericórdia’ de mim e me aliviar daquilo que eu estava passando no momento. Por mais incrível que se possa parecer, três meses depois eu conheci Jesus e fui salvo. Hoje sou um rapaz novo, tenho apenas 18 anos, mas, vejo através de minha vida, exemplo, entre outros, como sou muito mais maduro que muitos homens e mulheres por aí com 30 anos nas costas. Como diz a frase: amadurecimento não depende de idade, depende de experiência. Este “mal” veio para meu bem e para o plano de Deus para minha vida. Deus não me curou. Hoje ainda tenho os mesmos problemas, porém, como desde pequeno eu “luto” contra isto, aprendi a me controlar e conviver diariamente com isso. Tem períodos que estou completamente normal, mas, tem períodos em que isso vem e me leva ao fundo do poço novamente, para depois sair de lá cada vez mais modelado. Deus, antes mesmo da minha conversão, creio absolutamente nisto, veio usando este male para formar o que eu sou hoje. Seus planos eu não conheço, mas, creio que Ele trata um conforme seu chamado, e da-lhes a certa capacitação de que necessitamos para exercemos o plano do Senhor. Gostei muito do seu texto Maurício e estou sempre acompanhando o blog. Dessa vez não vou publicar com meu sobrenome para não me ‘entregar’. Hehe, poucas pessoas sabem disso a respeito de mim. Eu já adquiri e li o seu livro “A Verdadeira Vitória do Cristão”. Muito bom. Indiquei a um primo meu daqui, que já comprou dois também, um para ele e um para a namorada dele, e agora estão lendo juntos e estão adorando. Moramos no interior de SP.
    Bem, é isso aí. Um abraço meu irmão, Deus continue lhe guiando pelas veredas de justiça.

    • Mano, olá,
      .
      espero que o “A Verdadeira Vitória do Cristão” abençoe a vida de todos aqueles que o lerem. Fico grato pelo interesse e oro a Deus que mude vidas e visões por meio dessa leitura.
      .
      Sobre teu testemunho, apesar da tua pouca idade percebo o quanto Deus já te ensinou por meio da dor, da depressão, do sofrimento. Eu diria que você “passou por média” na escola de Deus, mano. O sofrimento é um grande professor.
      .
      Te abraço, querido, no amor desse Cristo que nos une,
      mz

      • Su disse:

        Maravilhoso seu texto Mauricio,confesso que o li com lágrimas nos olhos ,e pela primeira vez nos últimos meses não senti a vergonha insuportável de ter sido abatida pela depreção,pude ver no seu texto que ,embora as pessoas queiram me passar uma imagem contraria,Deus não está aborrecido comigo e não só me entende, como age através dessa circunstância,obrigada e que Deus continue sempre iluminando você e por favor divulgue e lute pelos cristãos que estão sendo massacrados pelas cartilhas das igrejas,que afirmam que se somos cristãos não podemos aceitar dificuldades como estas por exemplo.Creio que o evangelho seja cruz e não sabor de mel,ore por mim,quero que Deus me mostre um caminho novo,uma igreja onde eu vá receber o verdadeiro evangelho e possa servir a Deus com conhecimento e com base na verdade,apesar de estar somente a 4 anos na igreja sinto que preciso de caminhos novos,o Senhor tem me chamado pra algo que eu ainda não entendi bem o que,s e onde.

      • Oi, Su,
        .
        se você me permite, eu te recomendaria buscar uma igreja tradicional. Batista, Presbiteriana, Metodista ou alguma do gênero. Embora eu seja pentecostal, vejo por aí muitas igrejas que seguem essa doutrina diabólica de que um cristão ficar deprimido é falta de fé ou coisa do gênero. Absurdo. Procure urgente outra igreja, minha irmã, e, nesse caso, recomendo que seja uma que fale menos de poder e mais de Palavra. É disso que você precisa agora: sã doutrina. Bíblia. Conforto na verdade e não em misticismos tresloucados.
        .
        Oro por ti, mana. Deus te abençoe muito,
        mz

  2. Carina Cardoso disse:

    Irmão, eu sempre compartilho seus posts e gostaria de compartilhar um que foi pro meu e-mail: A GLÓRIA DE DEUS CABE NUM ABRAÇO. Lindo demais!!

    Na paz..

    • Olá, Carina,
      .
      Obrigado pelo carinho. Esse post esta programado para o dia 05, deve ter ido para você antes por algum bug do sistema. Se puder aguardar até lá, ok? Obrigado.
      .
      Deus te abençoe muito,
      mz

      • Sueli (Su) disse:

        Olá Mauricio gostaria de recer seus textos por email .é possíve

      • Oi, Sueli,
        .
        sim, basta você se inscrever no espaço que está na coluna à esquerda do blog. Me parece que basta preencher o espaço com seu email e depois confirmar.
        .
        Obrigado pelo interesse. Deus a abençoe,
        mz

  3. Lelê (Alessandra) disse:

    BRAVO BRAVO!!!!!!
    Que explicação e ponderação mravilhosa!
    É isso mesmo. Qd estamos pra baixo vem sempre alguém para nos colocar mais pra baixo ainda e vem sempre alguém para colocar o dedo na nossa ferida!
    Eu tinha que ler essa aula HOJE!
    Obrigada, meu Deus, por mais uma vez ter usado o Maurício com palavras Suas e para me dizer que eu estou indo pelo caminho certo. Basta eu esperar que a benção vai chegar!
    Com carinho e agradecimento,
    Lelê

  4. katiadiniz74 disse:

    Muito obrigada, Maurício! Só posso agradecer a Deus e a você pelas mensagens sempre tão abençoadoras que leio aqui!
    Deus te abençoe meu irmão!

  5. Bianca Dias disse:

    Maurício, eu passei por muitos momentos como esse (o da depressão), e muitas vezes orava à Deus perguntando porque essa depressão?? Deus sou cristã não estou fazendo nada de errado…porque Deus ???? e não entendia mesmo, achava que depressão era do maligno….e mesmo tendo lido várias passagens na bíblia sobre depressão…não aceitava…isso em minha vida….orava e orava….hoje não me encontro mais assim, Glória a Deus!!!! porém, encontrei respostas nesse texto para muitas dúvidas que eu tinha…e um alívio em minha alma..por saber que Deus me amaaa muitoooo.

    Obrigada amigo….

    • Bianca, oi,
      .
      Você tocou num ponto central. Quem segue a teologia de que um coração deprimido está vazio do Espirito Santo acaba levando muitos a crer nisso e a acharem que Deus não os ama. Em vez de colaborar para a paz, semeiam culpa e dor. É uma pena que aprendam isso em suas igrejas. Fico feliz que você esteja bem.
      .
      Deus te abençoe muito,
      mz

    • Elias Marcelino disse:

      Olá Maurício,
      Graça e Paz !!
      Sempre que possível acesso seu blog, e vejo quanto suas mensagens são edificantes, porque são bíblicas.
      Infelizmente muitos acreditam que são super crentes, ha muito tempo atras eu tbm pensava assim, mas era falta de aprendizado e maturidade.
      Hoje mesmo como pastor passo por muitos momentos assim, eu também ajudo muitas pessoas quando se encontram neste estado, e tenho visto um crescimento espiritual, tanto em minha vida como na vida dos meus irmãos.
      Para nós, cristãos, a depressão é sim uma escola de Deus.

      Um grande abraço meu irmão!!

      No amor de Cristo

      Elias

      • Meu irmão Pr. Elias,
        .
        fico muito feliz de saber que há sacerdotes como você que põem o outro em primeiro lugar. Que sabem que seu papel é sempre ajudar a pôr o outro de pé. Isso muito me alegra.
        .
        Oro a Deus que o mantenha assim, com um ego submisso a Deus e com o olhar voltado para o rebanho que o Senhor lhe confiou. Pois grande é a responsibilidade e grande será a cobrança. Por isso precisamos tanto da graça de Cristo.
        .
        Louvo a Deus por sua vida. Que Ele lhe dê paz, forças e abnegação sempre. No amor do Mestre,
        mz

    • Su disse:

      Assim como vc Bianca vivi essa situação,em muitas crises sentia a presença real de Deus ali no meu quarto,mas dali a pouco sumia e a doença continuava,eu gritava pra Ele voltar rs,e pra piorar fui intimada pelos meus pastores a abandonar o tratamento porque eles não concordavam com o uso de medicação para depreção em crentes,e pra piorar numa crise eu tentei até o suicídio,porque tive uma briga com meu pastor e por causa disso com meu marido,e aí… surto…más hj vejo que o senhor me livrou naquela noite da qual me arrependo amargamente,e qdo souberam disso na igreja,foram em caravana a minha casa mais ou menos umas 20 pessoas entre elas crianças e adolescentes dos quais eu era líder antes desses fatos ocorrerem,e me sentaram no meu sofá,e começaram a gritar com as mãos na minha cabeça pro demonio sair,tive tanta raiva que fingi uma manifestação,pra que eles se satisfisesses e fossem embora,nunca confessei isso e me sinto envergonhada mas agora até me diverti contando,parece que me exorcisei.rsrsr…aff obrigada pela oportunidade de falar aqui ,me sinto bem.abraços povo abençoado.

  6. Dayana disse:

    Quem nunca esteve deprimido, triste, nem que seja por um pequeno momento da vida que atire a primeira pedra!Sinceramente, fico enojada com pregações e teologias que desumanizam o homem, até parece que a formula secreta de Deus para viver-se em constante alegria é reservada só para alguns super “dotados”. Graças a Deus, Jesus chorou, posso me achegar a Deus sabendo que ele conhece e com precisão o que é estar triste, e isso é uns dos pontos que faz dEle um fiel e excelente intercessor. Obrigada pelo texto, abrç.

  7. Alexandre Barbosa disse:

    Querido irmão Mauricio,
    Muitos serão consolados por estas palavras.
    Vou indicar!

    • Salve, Reverendo! Espero que esteja tudo bem com você.
      .
      Amém, que venha para o consolo de muitos. Louvo a Deus por cada vida edificada.
      .
      A graça e a paz do Mestre pra ti e toda a familia,
      mz

  8. Zágari,

    Palavras mais do que necessárias atualmente. Me entristece e me estarrece ao perceber que o discurso atual em muitos arraiais é “vitoriolatra” e com isso, muitos irmãos são menosprezados e sua dor dada como insignificante.

    Curiosamente, postei no meu blog ontem algo muito parecido, falando sobre angústia, dor, aflição, agonia.

    Parte do texto é:

    “Se como cristãos não entendermos que servir a Cristo é carregar seu fardo e jugo, e estes são leves, fazemos de Cristo mentiroso (o que é impossível) e nós continuaremos afundando. Pois nestes momentos, pode ser que nossa fé esteja sendo provada. As dores e angústias, não só nos ensinam algo aqui, mas apontam para a eternidade, pois Deus está trabalhando nossa fé e moldando nosso caráter.”

    Uma fé saudável, passa por altos e baixos, como o vaso que vai à prateleira e depois de algum tempo precisa voltar a ser barro novamente para consertar algumas fissuras.

    Somos homens. Deus é Deus. E isto, já faz toda a diferença em saber quem Ele é.

    Paz amado irmão.

    Pr. Anderson Alcides.

    • Oi, Anderson,
      .
      Infelizmente é isso mesmo, essa é a nossa realidade e é o que muitos têm pregado. Em consequência, é nisso o que muitos têm crido.
      .
      Vou ao teu blog ler o texto na integra.
      .
      Abraço grande, na paz de Cristo,
      mz

  9. Renan disse:

    Eu tinha uma visão meio equivocada sobre a depressão. Até me policiava às vezes quando me sentia triste, achava que era meio que “falta do que fazer”, porque eu não tinha o direito de estar triste, dado tamanho dom e misericórdia de Deus em me salvar. Vejo que, apesar desse maravilhoso dom, nossa humanidade não impede que o nosso espírito se abale em meio às tempestades que eventualmente nos sacodem.

    Confesso que fiquei curioso quanto ao cantor. Tem um em particular (S.M.), que tem músicas tão lindas que sempre me fazem refletir sobre a grandeza de Deus, e em algumas delas, me parece transparecer que o compositor estava passando por uma grande dificuldade, mas sempre encontrava no louvor uma força para glorificar a Deus. Não sei se é o mesmo amigo seu, mas ele é um dos meus cantores preferidos, que eu, por acaso, conheci há pouco tempo. Caso não seja esse, gostaria que, se possível, você me enviasse alguma música desse seu amigo por e-mail, pois infelizmente boa música cristã anda escassa nos dias de hoje.

    Grande abraço, Mauricio. Que Deus te abençoe.

    • Olá, Renan,
      .
      Obrigado por suas palavras, fico feliz que esta reflexão tenha tocado seu coração.
      .
      Infelizmente não posso expor o nome do cantor pois prometi a ele. E jamais revelo o que me é dito em confiança, seria traiçoeiro, entende?
      .
      Mas se você quiser ouvir boa Musica cristã eu posso te indicar na internet o site Radio MC3. As musicas ali em sua maioria são muito boas.
      .
      Espero ter ajudado. Deus te abençoe muito, mano.
      mz

  10. Mano, paz de Cristo! É sempre bom estar aqui, ser edificado pelas suas palavras.
    Sabe irmão, eu acho que já falei em outros posts que sofri (e ainda me resta um pouco) de Fobia Social e depressão. Na época eu já conhecia a Cristo, ainda como novo convertido. Na época, como novo na fé, fazia todo tipo de campanhas e votos pela cura de Deus … foram 4 anos e lágrimas diárias no chão do meu quarto (não me sentia digno de chorar na cama, era um lugar confortável demais para minha desgraça). Foram anos de medicamentos, terapias, mas sem esquecer dos votos e campanhas. Não havia entendimento em mim, apenas uma ânsia de me ver livre daquilo. Bom, não preciso dizer que nada foi suficiente nem teve resultado … apenas bons médicos e disciplina no tratamento me arrancaram da boca do inferno e me trouxeram um pouco de alívio. Claro que não ignoro a mão misericordiosa de Deus, me quebrando, moldando; mas como doeu. E hoje lendo seu post tanta coisa me vem à memória, quantos obstáculos. Mas o Senhor me ajudou em todos e hoje estou aqui, ainda sendo moldado pelo oleiro, que castiga todo que ama. Choro ao ler um pouco de mim no post, mas não é tristeza não, é alegria e gratidão de ver que Deus te moveu a escrever isso; e que isso será um bálsamo sobre muitos.
    Que o Deus de alegria, mas que permite o sofrimento, nos ajude em tudo … forte abraço meu irmão querido…

    • Oi, Alexandre!
      .
      meu irmão, o que dizer? Você viveu isso, não preciso te dizer nada, creio que tenho é a aprender com tua história. Apenas te abraço em silêncio e com muito carinho.
      .
      A paz que excede todo entendimento seja sobre a tua vida, meu querido,
      mz

  11. Jacy disse:

    Maurício,

    Eu já passei por momentos de depressão. Tentei reprimir a angústia e mascarar a minha condição, o que desencandeou em uma série de sintomas psicossomáticos. Na verdade apenas protelei a aceitação de um problema real que me ajudou a ser uma pessoa muito melhor hoje. Consegui a força que não sabia que tinha através da fé em Cristo, o meu Salvador. Tudo que passei foi muito forte e muitas pessoas do meu convívio desconhecem, só eu e Deus sabemos. Fui julgada também. Subestimada mais ainda. Mas Deus teve misericórdia de mim. Posso, com propriedade, afirmar que de fato as acusações doem mais que a própria depressão e que quem passa por este vale e permite que sua alma seja tratada, sai de lá com um olhar mais amoroso e paciente.

    Paz meu querido mano…. Apenas mais um post abençoador!

    • Oi, Jacy,
      .
      você é uma prova viva de como essa teologia faz tão mal. “As acusações doem mais que a própria depressão”: xeque-mate.
      .
      Louvo a Deus por você ter sido aperfeiçoada em meio a tua dor.
      .
      E sei que estou em falta com você, mas não me esqueci da tua resposta, viu? Ainda escreverei.
      .
      Deus te abençoe muito,
      mz

      • Jacy disse:

        rsrs Não se preocupe Maurício. Sei que no tempo oportuno o Senhor alinhará a Sua Vontade com a resposta que você me escreverá. Estou tranquila. Te agradeço de coração. Abraços.

  12. Jose Gad disse:

    Graça e paz continuem em sua vida, nobre irmão Maurício

    As suas reflexões e alguns comentários postados são sempre de grande valia para a minha alma, e creio eu, para muitos leitores do blog Apenas.
    Deus os abençoe ricamente.

    Este post merece ser impresso e guardado na carteira/bolsa. Sua sensibilidade foi pontual, e creio que Deus esteve nesse negócio.

    Por várias oportunidades, nos últimos dois anos, já pedi “um tempo para Deus”, tamanha as depressões que venho carregando anexa à alma. Tem horas que parece que o céu é de chumbo e nenhuma oração sobe até Deus. E há momentos em que aqueles que são próximos é que são os mais ferrenhos críticos da saudável fé cristã, como fez Elifaz, Bildade, Zofar e a esposa…

    Mas ao ler essa reflexão minha alma ganhou um suspiro extra. Introjetei-me de alegria e fé, inspirado por suas sábias palavras. E fica mais claro o entendimento de que “nesse mundo há aflição”. Mas que nem por isso estou sendo “menos amado por Deus” ou que eu seja “um caso perdido…

    Mais uma vez, louvo a Deus por sua vida, Maurício.
    O seu pedido de desculpas pelo envio antecipado do próximo post está aceito, mas não tive como não recomenda-lo e imprimi-lo.

    Um abraço fraterno,
    Jose

    • José, olá,
      .
      fico feliz que as reflexões do APENAS e as experiências que os irmãos de bem postam aqui ajudam na sua caminhada.
      .
      Obrigado pelas palavras tão gentis. Sinto-me feliz por saber que Deus usa este vaso de barro torto e rachado para levar sua graça a irmãos como você. Que o Senhor seja louvado por isso.
      .
      Ele é contigo, mano, sempre. Ignore os homens que ensinam doutrinas antibíblicas, ouça tão somente a voz de Deus. Sabendo quem você é e quem Deus é você vai bem, a despeito do que os outros falarem.
      .
      Te abraço com carinho, nesse afeto que só Deus nos dá,
      mz

  13. luiz Fernando disse:

    Ola, a paz.
    Ontem, cheguei da igreja, vazio deprimido. Me perguntando onde eu tinha pecado, o que eu fiz ao Senhor para que Ele se afastasse de mim. Ontem, sentado em minha cama, olhando para TV, milhões dê pensamentos passando por minha cabeça. Apaguei a luz e fui orar, pedi ajuda ao Espírito Santo para orar, pois não tinha mais voz para clamar, não tinha mais palavras, não sabia o que dizer a Deus, simplesmente chorei…. foi a oraçao que eu menos falei, só gemi de dor, muita dor, minha cama encharcada pela as lágrimas e meus olhos inchados por aperta-los. Queria falar, mas não conseguia, minha alma gritava a Jesus por misericórdia. Um vazinho tão grande, um mal estar terrível. É que eu não posso ver, não posso tocar para arranca-lo, simplesmente sinto… muito ruim, Maurício. As vezes penso que vou morrer de tanto sofrimento interno. Sei que tem pessoas no mundo passando por coisas piores do que eu, mas eu preciso muito de Deus. Não desisto porque sei que é Deus que tem me sustentado até aqui. Coisas que acontecem na igreja, no trabalho e no dia a dia, me deixa mais pra baixo. Minha esperança não morreu, mas está enferma. Dói mais do que um soco na cara, um chute no estomago, uma facada. É um vale sem fim, onde a fé fica cega e só a graça de Deus faz milagre. Só eu e Deus entende o que se passa. Meu orgulho, minha avereza, o meu egocentrismo de alguma forma está sendo quebrado, ainda falta muito…. mas está sendo quebrado. Sigo ate Jesus dizer basta, mesmo que eu não entenda, mas sigo. E ruim passar por isso, mas o Senhor tem me dado esperança para continuar, e uma dessa esperança e o seu texto. Obrigado, amigo, por compartilhar isso conosco. Aprendo muito aqui, não é te idolatrando, pois sei que és um homem tao falho quanto eu, mas se o Senhor não tivesse me guiado até aqui, creio que já teria me deixado levar pelas heresias e teologias apocrifas deste mundo, e teria caido faz tempo. Tens feito um grande trabalho para Reino, glória a Deus pela tua vida. Que Deus te abençoe muito, e se eu não tiver o prazer de lhe conhecer pessoalmente aqui na terra, creio que te darei um abraço muito apertado la na gloria e direi: vencemos, conseguimos, meu irmão. Enquanto isso, abraço no amor que nos une. A paz daquEle que me ensina, e me cura com a dor.

    • Luiz, meu irmãozão,
      .
      fico tocado pelas tuas palavras e por saber que nossas reflexões têm te ajudado a manter-se dentro da sã doutrina de Cristo.
      .
      Sobre a tua agonia de alma, querido, te dou meu abraço, meu carinho e a oração doída a Deus, na esperança que o Todo-Poderoso cure tudo isso que está em teu interior. Cada ferida, cada agonia, cada dor.
      .
      Não de palavra, mas de coração: que a paz de Cristo, aquela que não pode ser compreendida, transborde dentro de você. Ele, que tudo pode, e que é a fonte de toda boa dádiva.
      Do teu mano,
      mz

  14. Texto extremamente e extraordináriamente edificante… Sem mais.

  15. Daniel disse:

    Uma palavra: Obrigado.

    Deus te abençoe sempre!

    • Imagina, mano, não tem o que agradecer. Fico feliz por ter abençoado de algum modo. Agradeça ao Senhor, que põe Seu tesouro em vasos de barro.
      .
      Deus te abençoe muito, com Seu amor e Sua paz,
      mz

  16. Muito bom texto Mauricio,
    estou terminando de ler o livro , O sorriso escondido de Deus, que trata justamente disso.

    A vida é feita de altos e baixos e todos nós estamos sujeitos as mesmas “paixões”
    só a Graça de Deus é que nós basta e nos conforta

    e sobre o cantor que vc disse logo no começo , eu acho q sei quem é , vi uma entrevista dele semana passada , mas como vc não falou eu tbm não irei falar. rs

    Que a paz esteja com todos nós. e que Deus continue te abençoando.
    Obg pelos post.
    flw

    • Oi, Gessé,
      .
      Obrigado pelas palavras, mano, bondade sua.
      .
      “O sorriso escondido de Deus” é um livro muito bom, em sua simplicidade. Se você quiser se aprofundar pode ler a biografia do David Brainerd (compre um lenço junto) e também “O livro dos mártires”. Vão te edificar muito e mostrar que a ilusão de que vida com Deus é uma vida sem sofrimento não passa de uma miragem.
      .
      Não sei dizer se é o mesmo cantor, mas a experiência é o que importa, não é? Deixemos os nomes preservados. Não gosto de expor ninguém.
      .
      Um abraço, mano, Deus te abençoe muito,
      mz

      • Ok.! dps me mande mais indicações de livros!

        vlw Mauricio , abraços

      • Gessé,
        Você pode pegar uma boa lista no post “Os 10 melhores livros cristãos”. Ali há uma lista do que considero ser a cesta básica para adquirir um bom e sólido conhecimento bíblico.
        Espero que te ajude.
        Na paz do Mestre,
        mz

  17. Danila disse:

    Excelente reflexão Maurício!Me ensinou muito meu irmão.Fiquei emocionada qdo li:”E é o amor que vai ajudar nisso e não as acusações”.Sabe irmão ultimamente tenho voltada um tanto desanimada dos cultos porque as mensagens estão tão carregadas de pressão,tensão,punição…Amor é o precisamos.
    A Paz!

    • Olá, Danila,
      .
      ô, minha irmã, que alegria saber que essa pequena reflexão tocou teu coração. Louvo a Deus por isso.
      .
      Eu creio que há hora para tudo. A exortação faz parte da profecia bíblica. Mas a exortação tem que ser feita em amor sempre. Um pai que põe o filho de castigo não o faz porque o odeia, mas porque o ama. Assim deve ser conosco.
      .
      Eu mesmo já preguei mensagens duras. Pois era o que eu sentia que precisava ser dito. Mas mesmo em sua dureza trazia consolo, esperança, amor e paz. Sem isso não falamos com o sotaque de Deus.
      .
      Deus abençoe muito você e todos os seus,
      mz

  18. Davi Ribeiro disse:

    Meu caro amigo Zagari, paz de Cristo a você mano!!

    E mais uma vez Deus te põe no meu caminho com esse texto esclarecedor. Passo por uma tristeza profunda e melancolia no meu coração há meses, e mesmo assim Deus vem me usando para salvar irmãos e ajudar pessoas ainda mais do que antes. E mesmo nesse estado, agradeço sempre ao Pai pela minha vida e que seja sempre feita a vontade DELE, a minha quie venha em segundo plano. E já me foi revelado que em breve a minha angústia irá passar, e Deus me dará a vitória plena.
    Mais uma vez obrigado pelo testo que sempre ajuda a nós irmãos que buscamos conhecer mais da palavra de Deus.

    Que Deus te abençoe mano, aliás, você já é um abençoado!

    Um grande abraço,

    Davi Ribeiro

    • Querido Davi,
      .
      Fico feliz que este texto falou ao teu coração. Sou grato a Deus por ter a oportunidade de abençoar a tua vida.
      .
      Creio que você está na escola de Deus, mano. Veja que mesmo em meio a esse momento tão tenebroso você é sal e luz. Quando chegar ao final do vale imagine o tanto de aprendizado que terá e que poderá compartilhar com vidas carentes daquilo que está aprendendo.
      .
      É como disse Paulo aos romanos: “também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança; e a perseverança, experiência; e a experiência, esperança. Ora, a esperança não confunde, porque o amor de Deus é derramado em nosso coração pelo Espírito Santo, que nos foi outorgado”. Palavras que falam a nossas almas dois mil anos depois.
      .
      O Senhor seja contigo sempre! Na paz do Mestre,
      mz

  19. olá amado Pastor, só fugindo um pouco do tema que o Senhor postou, eu queria te fazer uma pergunta . Hoje eu fui numa loja evangélica atrás de um livro que falasse de doenças depressivas, ou mentais, não sei se é a mesma coisa, então o jovem vendedor me indicou o Senhor me garantindo que o Senhor é muito bom e confiável, é que eu tenho uma irmã que é esquizofrênica, e muitas pessoas dizem que é possessão demoníaca, e as vezes isso deixa ela muito triste, ela é uma pessoa totalmente normal, mas a base de remédios, se ela não tomar ela entra em crise, queria saber sua opinião sobre isso. Esquizofrenia é possessão ou não, é muito importante pra mim.

    • Querido Gleiscon,
      .
      obrigado pelo carinho e a confiança. Por favor, não precisa me chamar de “senhor” nem de “pastor”, pois somos cosservos e sou apenas uma ovelhinha. Então “mano” e “você” cabem muito bem.
      .
      Não sei se sou tão bom e confiável assim, mas posso me esforçar para te dar uma luz.
      .
      Meu irmão, preste muita atenção: esquizofrenia NÃO é possessão demoníaca. É uma doença psiquiátrica, uma moléstia de origem bioquímica como diabetes, lúpus, fibromialgia e muitas outras. Não tem absolutamente nada de possessão, quem diz isso pratica uma tremenda irresponsabilidade. Sua irmã precisa de acompanhamento médico, de remédios e uma terapia psiquiátrica de apoio.
      .
      Por favor, diga isso a ela. Diga-lhe que fique em paz. O que ela precisa é ir a um especialista nessa doença e não ir a um exorcista. Fico transtornado ao ver como pessoas ignorantes impõem um jugo tão desumano sobre uma pessoa que já está fragilizada por essa enfermidade. Um absurdo.
      .
      Gleiscon, fique em paz. Absolutamente esquizofrenia não é possessão demoníaca. Acalme sua irmã. Busquem tratamento médico adequado e ela poderá ter uma vida normal.
      .
      Espero ter ajudado, mano.
      .
      Que a graça de Jesus seja com você e com sua irmã, a quem desejo paz e a quem estendo meu amor. Graça seja sempre sobre vocês,
      mz

      • Muito obrigado meu irmão, vc não sabe o quanto me deixou aliviado, vc poderia indicar algum livro com relação a isso? um abração eque a paz de Deus esteja sempre contigo.

      • Gleiscon,
        .
        não tem o que agradecer. Confesso que o teu relato me deixou tão chateado que em breve devo postar um artigo sobre esse assunto aqui no blog.
        .
        Não conheço nenhum livro que fale especificamente sobre isso, pois é uma questão tratada pela literatura médica e não cristã. O que você vai encontrar no meio evangélico sobre isso são bobagens e absurdos ligados a esses grupos que organizam seminários e lançam livros sobre batalha espiritual – e faturam uma nota com isso. Mas são toneladas de doutrinas antibíblicas, coisas inventadas pelo homem ou ensinadas por demônios e, portanto, sem absolutamente nenhuma credibilidade. Possivelmente esse cidadão que te disse esse absurdo aprendeu essa inverdade em alguma dessas fontes apócrifas e desumanas. O que há no mercado editorial sobre o assunto é coisa que não presta, infelizmente. Se há alguma boa literatura eu desconheço. Desculpe não poder ajudar nesse sentido.
        .
        No amor de Cristo, receba meu abraço e meu carinho,
        mz

  20. Felipe Souza disse:

    Esse texto chegou no momento que eu estava precisando muito!
    Te contar uma pequena historia que esta sendo muito dificil pra mim.
    O texto seu com o seguinte titulo: Batalha espiritual ou bandalha espiritual?
    Eu achei magnifico! e esses dias mostrei para meus pais esse texto, e eles falaram isso: Aonde você esta achando esses absurdos Felipe? isso é coisa do diabo! toda igreja tem que ter culto de libertação semanalmente, igreja que nao tem esses cultos sao igrejas que nao sao libertas!!!
    Você precisa de uma libertação Felipe!
    E meu pai me disse duas vezes que eu estava com o diabo no corpo de pensar isso que voce diz no texto. Fiquei magoado demais de meu Pai me falar que eu estava com o diabo no corpo por duas vezes e decidi ir em um culto de “libertação” .
    E no momento que iria começar a “libertação” o pastor nem chegou a falar 2 min mas eu contei quantas vezes ele chamaria o satanás e nesse curto periodo pronunciou o nome dele 10 vezes, mesmo assim fui fazer a “libertação” com os Gansos(nessa igreja esse é o nome dado a quem faz a “libertação e meu pai é um deles) a hora que o ganso foi orar por mim chamou o inferno inteiro eo pior repetia varias vezes: Eu sei que voce esta ai dentro desse rapaz, sai dai agora em nome de Jesus!! nessa hora eu pensei, estou sendo liberto ou carregado com coisas ruins espiritualmente?
    desde esse dia estou numa aflição enorme, dores no peito, deprimido e coisas do genero. Sou uma pessoa que adora brincar com os outros sendo estou fazendo piadas dando risadas pq ja passei por muitas dificuldades como ja te contei.
    Meus pais ate me proibiram de estar lendo seus textos pq vc pode ser uma pessoa usada pelo diabo a escrever coisas “erradas” sobre libertação.
    Meu pai la leu vários livros sobre batalhas espirituais e a cada livro ele fica mais abitolado com isso.
    Estou no momento confuso com tudo meu amigo.

    Eu ainda não sou batizado, mas estou querendo muito me batizar para se entregar 100% a Jesus Cristo, você sabe me dizer se eu pedir para algum pastor me batizar que eu estou arrependido de tudo de errado que fiz e quero uma vida nova a partir de agora ele pode me batizar ou negar?
    E se pode me batizar em qualquer lugar, tanque, chuveiro qualquer lugar e se tem sobre isso na biblia?
    e se estiver em qual parte esta escrito que ele nao pode negar um batismo.

    Muito obrigado amigo,

    Fique na paz de Cristo!

    • Querido Felipe, a paz de nosso Senhor Jesus Cristo,
      .
      mano, fico feliz que o texto te edificou, mas fico extremamente triste de ouvir o que você está passando. Como me dói saber que você vivendo esse absurdo.
      .
      Antes de tudo, lembre-se que, apesar do que está acontecendo, é fundamental você honrar seus pais. Não se rebele contra eles, é um dos dez mandamentos e é mandamento com promessa. Nada adianta você fazer qualquer coisa e desonrar seus pais, isso é fundamental. Como você é solteiro, a hierarquia é: primeiro, Cristo; segundo, seus pais.
      .
      Não me incomodo de dizerem que o que escrevo é coisa do diabo, mano, não se preocupe com isso. Lembre-se que Jesus foi acusado de fazer milagres pelo poder de Belzebu, por que eu não seria? Mateus 5.11,12 diz “Bem-aventurados serão vocês quando, por minha causa os insultarem, perseguirem e levantarem todo tipo de calúnia contra vocês. Alegrem-se e regozijem-se, porque grande é a recompensa de vocês nos céus, pois da mesma forma perseguiram os profetas que viveram antes de vocês”. Então absolutamente isso não me incomoda, sou bem-aventurado.
      .
      Sobre o que você falou, essa moda de batalha espiritual é toda baseada em informações que supostos ex-satanistas ou mesmo demônios “revelam”. Ou seja, a credibilidade é zero. Como vou pôr ensinos passados por servos do pai da mentira acima das verdades do Pai das Luzes, reveladas na Bíbla Sagrada? Impossível.
      .
      Lamento que seus pais creiam que toda igreja tem que ter culto de libertação. A Bíblia diz: “Conhecereis a Verdade e a verdade cos libertará”. Portanto, qualquer culto em que é proclamada a verdade do Evangelho de Jesus Cristo é um culto de libertação, pois é a verdade que liberta e jamais a invocação de milhões de supostos nomes de demônios. Cristianismo é sobre Cristo e não sobre o cão.
      .
      “Gansos”? De onde saiu esse termo, irmão? Que coisa…
      .
      Se teus pais te proibiram de ler minhas reflexões, mano, não leia. Não quero ser um problema na sua família, por favor. Importa que a paz reine no teu lar. E, por favor, não sinta-se mal, deprimido ou coisas do gênero pelo que houve. Não creio que você tenha diabo algum no corpo. Pessoas possessas não dizem o que você está dizendo nem desejam se batizar. Fique em paz, ore ao Senhor, tenha uma vida de silenciosa devoção a Ele e a Cruz – essa sim – vai te libertar de todo jugo, todo mal, todo sentimento ruim, toda inverdade que falaram sobre você. Descansa em Deus. Lança sobre Ele as tuas aflições. E Ele te dará paz.
      .
      Sobre o batismo, é uma alegria saber que você quer dar esse passo. Mas entenda exatamente o que significa se batizar: é um ato externo de uma realidade interna. É um gesto simbólico de que você crê que morreu para o mundo e renasceu em Cristo. Em outras palavras, é um “carimbo” da sua fé em Jesus. Não há no batismo nada sobrenatural, batismo não é “descarrego” ou coisa parecida. Isso precisa ficar muito claro.
      .
      Biblicamente você pode ser batizado em qualquer água. Vale a intenção de seu coração. Se for por imersão, por aspersão, no chuveiro, no rio, na piscina ou em casos extremos até com um dedinho molhado em saliva, importa é tua motivação. O ato em si é um simbolismo. E não consigo entender por que um pastor se negaria a batizá-lo. Vale é a sua vontade, a sua fé, a sua disposição de coração. Não entendo como um pastor pode proibir. Seja batizado, querido, é mandamento de Deus aos que creem em Jesus e é uma experiência maravilhosa com Deus e inesquecível.
      .
      Eu vou postar dia 15/11 um texto sobre um assunto que tem a ver com o que você está vivendo, baseado no relato de um irmão que me mandou uma história análoga à sua. Vou incluir também situações como a sua, talvez lhe seja útil.
      .
      Mano, fique com meu abraço, meu afeto e minha solidariedade. Oro a Jesus que essa situação aflitiva que você vive passe logo. E que Cristo traga paz ao seu coração e ao seu lar. No amor de Jesus,
      mz

  21. Raquel Soares disse:

    Olá, Maurício
    Confesso q eu mesma tinha muitos preconceitos sobre esse assunto. Faço terapia a dois anos e a duas semanas fui diagnosticada por um psiquiatra, com transtorno bipolar do tipo 2. Fiquei apavorada, justamente, devido aos ensinamentos q recebi ao longo de minha caminhada cristã. Apesar do meu esposo q tbm é servo do Senhor, estar me apoiando de todas as formas,
    fico triste por não poder compartilhar esse momento com nenhuma irmã em Cristo, nem mesmo com o pastor da igreja q faço parte.
    Se o Senhor permitir divulgue mais sobre esse assunto, pois são anos de ensinamentos equivocados na comunidade cristã.
    Muito obrigada!

    • Olá, Raquel,
      .
      fico triste pela postura dos irmãos de sua igreja. Oro a Deus que você encontre cristãos que amam acima de tudo e que defendam e sigam a sã doutrina e não ensinamentos espúrios, para te dar carinho e o apoio que você precisa.
      .
      No dia 15/11 vou publicar um texto que fala exatamente sobre casos sobre o seu, devido ao número de irmãos que têm postado comentários análogos ao seu contando suas histórias. Se desejar leia o post, que vai se chamar “Doença ou possessão demoníaca?”, pode ser que traga mais paz ao teu coração e te mostre que você não é a única vítima desse tipo de pseudocristianismo.
      .
      Oro por ti, minha irmã, por tua saúde e por tua paz de espírito. Que Jesus te traga conforto e alento para seguir adiante sem ter de carregar o peso de um jugo desnecessário e absurdo. Te abraço fraternalmente, desejando que a graça de Cristo esteja sobre ti e a tua familia,
      mz

  22. Simone disse:

    É triste imaginar que muitos irmãos vivam a depressão e nem ao menos possam expressar esse sofrimento dentro de sua família ou comunidade cristã, pois sabem que serão repreendidos e sofrerão duras críticas.

    É comum ouvirmos o pastor ou algum irmão subir ao púpito no início de culto e pedir orações ao irmãos enfermos, ou pedidos de outra natureza, mas nunca ouvi alguém pedir oração para algum irmão que sofra com a depressão.

    Fico pensando quantas possam ser as pessoas ali sentadas nos bancos da igreja, quietinhas, fazendo o máximo possível para mascarar o problema (se é que seja possível), quando por dentro estão gritando por ajuda.

    Passei por isso, e não posso dizer que estou 100% livre, mas em vista do que já vivi com relação a essa doença melhorou muito. E como você escreveu no texto, hoje tenho total consciência que a depressão veio para o meu bem.

    Lembro-me de ligar para minha mãe certa vez que passei por uma crise horrível (nunca havia sentido aquilo antes, achei que morreria aquele fim de semana) e aos prantos ouvir dela: “Olha, tem gente em situação pior que a sua”. Isso é uma das piores coisas que alguém pode escolher para dizer a um depressivo. É claro que o depressivo sabe da situação mundial, sabe das injustiças desse mundo, e se depara com tudo isso todos os dias ao sair as ruas, mas não é esse o ponto. A pessoa não escolhe passar por aquilo, aliás, tudo que ela quer é sair bem rápido daquela situação.

    Até em um de grupo de terapia ouvia dos meus colegas de tratamento algo como: ” você é jovem, bonita, não tem motivo para sentir essas coisas”, sei que na verdade, assim como minha mãe, estavam tentando me motivar, ajudar, só que não ajudava muito, ao contrário, me sentia culpada é só piorava a situação. Esse tipo de “comparação” não surte efeito com a pessoa que está em depressão.

    Aprendi que somos diferentes, não dá para julgar se o sofrimento de uma pessoa é genuíno ou não, e hoje sei que só Deus sabe o modo como ensinará cada pessoa.

    Quando não são pessoas criticando, dizendo que não há motivos para sentir aquilo, ainda há aqueles que até mesmo acham graça e chegam a zombar da situação.

    Acho que o desconhecimento do tema certamente leva ao preconceito e as pessoas não querem lidar com isso.

    Hoje evito o assunto, pois já sei como é a reação das pessoas.

    Mas seria bom que a esse assunto fosse dada a devida atenção dentro das igrejas.

    Bem, desculpa o tamanho do comentário. Acho que foi um desabafo, uma forma de compartilhar. É que esse assunto realmente mexe comigo, mas o mais importante já foi dito no texto e nos comentários do pessoal.

    Na Paz de Cristo,
    Simone

    • Olá, Simone,
      .
      por favor, não peça desculpas por desabafar. Este espaço serve para isso também. Se não pudermos levar os fardos uns dos outros, somos uma igreja inútil.
      .
      Mana, você tem meu abraço e minha solidariedade. Compartilho tua “solidão” nesse aspecto e sinto a tua dor. É duro demais ouvir coisas como as que vc relatou. A incompreensão, o desamor, a acusação e comportamentos nessa linha são piores que a depressão em si.
      .
      Estou junto. Estendo meu ombro. Entrego a Deus minha oração por você. E tenha certeza que sei dar o devido peso ao que você está sentindo. Não se sinta uma cristã inferior por viver isso. Jesus te entende e há muitos irmãos que entendem. É muito fácil quem não conhece um problema criticar quem o tem. Não te critico, te entendo e te estendo a mão, Simone. Conte com meu apoio e minhas orações.
      .
      No amor maravilhoso do nosso Deus que nunca nos desampara,
      mz

  23. Bianca Dias disse:

    Maurício, fora do contexto o que vou te pedir…vc conhece bem a bíblia, em qual versículo da Biblia que diz a respeito daqueles que perguntam: quando vão acontecer tais coisas desde meus antepassados já diziam…+ou- isso…se vc consegue me entender rsrsrs….é que meu esposo sempre questiona que ele tem um amigo no trabalho que faz tudo de errado..e é desviado da igreja..então, ele vive questionando porque Deus permite que ele se dê bem com tudo que ele faz…então eu li para ele malaquias 3 depois vc lê…para entender o que estou falando….ele ficou muito impressionado com apalavra, mas mesmo assim questionou e disse assim : tá bom Bianca e quando isso vai acontecer ??? na hora eu me lembrei que tem uma palavra que diz sobre isso, mas não sei onde…..se puder me ajudar……..agradeço!!! amigo…

    A PAz!!!!!

  24. Bianca Dias disse:

    Maurício volta com o facebook………

  25. Bianca Dias disse:

    Tá certo..respeito sua vontade…..:(

  26. Bianca Dias disse:

    Obrigada Maurício, realmente em Mateus…..

  27. tudo bem, esperarei o que você irá postar,
    um abração e fique na paz do Senhor.

  28. luiz Fernando disse:

    Ola, amigo. A paz do Senhor.
    Perfeito o texto. Texto de edificação e exortaçao.
    É o que falta, mano: amor.
    Eu disse a uma garota uma vez: o amor é o sentimento mais se falado, mas ironicamente, o menos sentido. E é verdade, falar de amor e não vive-lo, creio eu, é a maior hipocrisia no nosso meio.
    Uma irmã da minha igreja, resolveu dá um culto de açao de graças a Deus, pelo seu aniversário. Me convidou, confimei que ia, convidou os pastores e eles também confirmaram suas presenças. Chegando perto do tem dia(sábado passado), no culto quinta na matriz, era para ser anunciado o culto de açao de graça, mas não, o pastor se negou a anunciar, não sei exatamente o porquê, mas não anunciou. No dia esperado, cheguei lá, sentei, estava vazio e o pastor de minha congregação estava preparando para começar. Logo chegaram algumas pessoas, mas essas pessoas que chegaram, era algumas da qual ela convidou pessoalmente e que ela chamou de última hora. Zagari, deu tudo errado. Tudo ao contrario do que a irmã imaginou, o semblante dela estava caído. Para resumir, ela convidou a nós, as pessoa que ela imaginava que iria dar a maior força, carinho e atenção, mas não, todos nós estávamos doido para que acabasse logo, que chegasse a hora da comida. O pastor reclamava que a toalha que fica em cima da mesa, onde se senta os pastores, estava um pouco suja. Ela deu esse culto para agradecer a Deus por tudo, mas também porque o seu marido não é cristão, e o seu filho que estava a caminho do culto também não. Ela esperava que nós “irmãos amorosos”, expressassemos amor e união. Mas ao contrário disso, foi desordem total, por causa da nossa impaciência e falta de amor, união e de carinho. O filho da irmã é homossexual, e ao entrar no culto, começaram a rir de seus piercing e tatuagens, é um menino bom, ama a mãe e a admira por ter mudado de vida, vida de bebida e prostituição, ele dizia para ela: “mãe, agarra-se com esse Jesus, ele te fez tão bem”. Ela me disse que ele tinha vontade de aceitar Jesus por causa do testemunho pessoal que ela estava dando, um homossexual, prática que só Jesus e capaz de tirar, dizendo isso. Seu marido, um cachasseiro, no final, quando já tudo tinha dado errado, ele chegou para ela e disse: “filha, senta aqui. Era hoje que eu ia começar a caminhar com você, eu só precisava de uma palavra dos irmãos”.
    Qual será o pensamento do filho e do pai da igreja, depois disso tudo? Eu não sou inocente, larguei o culto na metade para ir uma festa de aniversário com um irmao da igreja, me senti mal e pedi perdão a ela por isso. Ela que veio me contar tudo isso, e me disse que estava muito magoada com os patores e os demais irmãos, e que queria entregar o cartão de membro. Eu disse para ela orar a Deus e decidir perdoa-los, pois isso estava lhe causando um mal tão grande, não a eles. Fez um mal tão grande, que ela depois disso tudo passou mal e foi para no Upa, e passou a madrugada de sábado para domingo inteira internada. E eu disse para ela chamar o pastor num canto e dizer que está chateada com ele, para que ele a pessa perdão e que fique tudo bem, porque nós pecamos sem perceber as vezes e o pastor não é onisciente. Caso ele não se arrependa, faça sua parte em perdoa-lo, orar por ele e deixar nas mãos de Deus.
    Lhe contei essa história, porque é algo que acontece constantemente, e Deus não está feliz com nossas atitudes de desamor, não adianta entregar revelação, curar, pregar com autoridade e sabedoria, se não tiver o amor. Toda busca é vão.
    Meu irmão, me perdoe pelo extenso texto. Deus continue a ti usar para nos colocar no caminho correto, o do amor. A paz daquele que é o próprio amor.

    • Luiz, oi,
      .
      Meu irmão, que história triste. Ela é um reflexo de um mal maior: a Igreja não entende o que é ser Igreja. Revelação? Pra quê? Numa situação como essa nem é preciso revelação; digo eu, não o Senhor: sem amor não há dom, não há poder, não há nada. É uma fé vazia. Não é à toa que 1 Co 13, que fala sobre o amor de Deus, está posto entre 1 Co 12 e 1 Co 14, que falam sobre os dons: de nada adianta nada sem amor.
      .
      Me entristeço por essa situação e oro por essa irmã. Que Deus console seu coração e conserte o que os homens estragaram. Uma pena.
      .
      Deus te abençoe muito, meu mano, na paz e no amor de Cristo,
      mz

  29. Marcos falcon disse:

    Fala grande! Td 10? Eles pensao que o cristaos sao super herois, e nao tem problemas! So a graça! Fk na paz
    .

    • Salve, Marcos,
      .
      não creio que seja por mal, é apenas fruto de ensinamentos equivocados. Tenhamos graça, corrijamos com amor, que haja paz com todos.
      .
      Abraço forte, no amor de Cristo,
      mz

      • Rita Pacheco disse:

        Oi Maurício!
        Ando meio em fase de deserto da alma, ha dias me sinto fraca, e não consigo nem orar, é não consigo nem confiar em ninguém , por que as pessoas não sentem e não entender pessoas já me falaram ” Rejeite isso, sua alma está te prendendo” ”Ordene sua alma…” ou aquele clássico isso vai passar… Me senti varias vezes uma injusta com Deus, por me achar ingrata a ele, de que ao invés de estar cantarolando a ele eu estava chorando…
        Esse post me emocionou muito. Mto obrigada.

        Continue sendo usado!!! Deus te abençõe!!!

      • Oi, Rita,
        .
        minha irmã, infelizmente me parece que as pessoas só compreendem a dor do outro quando elas próprias já passaram por aquilo. Por isso costumo dizer que momentos como o que você está passando são a escola de Deus: é quando aprendemos a um custo alto aquilo que podemos usar para abençoar outros no futuro que passarão pelo que hoje vivemos.
        .
        Minha palavra para você não tem palavras. Simplesmente te abraço em solidariedade e choro as tuas lágrimas, orando ao Senhor que faça esse momento de dor ser abreviado.
        .
        Paz não se dá com palavras. Mas é derramada do alto, num fenômeno que só Deus pode provocar. E por isso que oro a Ele por tua vida, minha irmã. Que teu vale acabe logo e que cheguem os pastos verdejantes. E que o sorriso venha a galope.
        .
        Que Deus te abençoe muito, com sua graça, seu amor e sua paz que excede todo o entendimento. Teu mano,
        mz

  30. Erica Moreira disse:

    Meu amado irmão,

    Que lucidez e que clareza para tratar de um assunto tão sensível! Como as pessoas têm sido massacradas quando se encontram no contexto da depressão.
    Que nós, como igreja, sejamos os braços do Senhor Jesus, prontos a abraçar e confortar nossos irmãos, com palavras permeadas de graça, ou apenas no silêncio que diz, “eu estou ao seu lado e compreendo sua dor”.
    Que Deus nos capacite e que continue a te abençoar.

    Um abraço,

    • Oi, Erica,
      .
      é isso o que temos que fazer. Infelizmente a egolatria de nossos dias não abre nossos braços para os irmãos. Mas ainda há o remanescente fiel, isso me consola. Aqueles que estão dispostos a se doar pelos outros.
      .
      Que Ele nos capacite, mana. Pois só Ele pode.
      .
      Abraço, na paz de Cristo,
      mz

  31. Zulmira Borges disse:

    A paz do Senhor reine em nossos corações Maurício!

    Relendo seu texto hoje, desejei comentar porque me identifiquei.
    Em anos de evangelho, eu ouvi várias vezes, de vários pastores e irmãos, que eu não poderia estar e nem ficar depressiva, e eu acreditei que era espiritual e maligno todas as minhas depressões.
    Eu sempre lutei com orações e muita leitura, mas depois de anos acreditando que eu tinha que ser firme e forte e nunca esmorecer, hoje eu tenho crises de labirintite, gastrite e crises de ansiedade, e porquê?
    Porque fui “ensinada” que temos que ser super heróis cristãos, que estamos acima de qualquer problema que a vida nos oferece.
    Penso em como pude ser manipulada dessa forma, já que eu nunca fui ignorante na palavra, sempre devorei a Bíblia, mas também sempre li muita baboseira que a igreja toda lia nos anos 90, confissão positiva, Kennet Hagin e outros tantos.
    Eu pensava que tinha que ser liberta dessa opressão, hoje vejo que preciso é ser curada com medicação, que a infância triste que tive, com pai ausente e alcoólatra, morte do único irmão, e uma mãe arrebentada emocionalmente, e o pior sem Cristo na época.
    É claro que Deus já operou curas em minha vida! Eu já fui curada de problemas na coluna, fui curada de sinusite depois de sete anos sofrendo com isso, e Deus através de seu amor e poder me usou como canal para orar e ministrar cura na vida de outras pessoas.
    Meu irmão lendo seus textos, estou sendo liberta é de tanta religiosidade e besteira gospel que vemos por aí.
    Quero ser liberta é do farisaísmo todos os dias, e manifestar o amor de Cristo aos outros.

    • Oi, Zulmira, a paz seja contigo,
      .
      sinto-me comovido por tuas palavra. Por ver o tanto que você enfrentou e por saber que Deus usa as simples palavras deste vaso de barro para te transmitir paz e conhecimento. Louvo a Deus por tua vida.
      .
      Que triste saber que ensinaram a você dessa forma. É muito deprimente (e uso essa palavra de propósito) saber que a Igreja ainda desprepara pessoas dessa forma. Lamentavalmente todo ensino herético ou teologicamente equivocado têm verniz de verdade e são baseados em trechos manipulados ou mal interpretados da Bíblia.
      .
      Tenho certeza de que tudo o que você viveu e vive te preparam para passar para outros a sua experiência e evitar que sejam enganados. Se posso sugerir, Zulmira, use a sua dor para sanar a dor dos outros. E assim tudo de ruim terá tido um propósito.
      .
      Deus te abençoe muito e faça conforme a tua oração, em concordância com a Sua vontade. Te abraço fraternalmente,
      mz

  32. Lucimara Ricardo disse:

    Paz do Senhor Maurício, muito obrigado por ter elucidado. Nasci no berço evangélico e sempre fui propensa a depressão, mas tanto minha família como a igreja ignoravam essa questão. Foi após meus 27 e até agora estou sofrendo uma terrível depressão, melhora e depois me vejo no fundo do poço, resolvi não manifestar isso porque encontraria preconceito, mas quis Deus que eu me aliviasse um pouco, então há dois anos atrás tive crise de pânico, devido ao transtorno de ansiedade que tenho, a crise se deu no meio do culto de ceia, e após o culto pedi pra conversar com o pastor , contei tudo o que estava passando e ele amorosamente até hoje me ajuda Eu disse a ele que não sabia se era espiritual ou não, então ele me contou que haviam pastores com esse mesmo problema, que era físico mesmo, e que eu deveria procurar um psiquiatra. Procurei o psiquiatra, mas não obtive ajuda, confesso que saí do consultório mais transtornada do que havia entrado, fui chorando pra casa e pensando no caminho: “já que não acho a cura eu mesma vou me ajudar, deve ser coisa de Deus”, isso me deu um pouco de esperança pra continuar vivendo com a situação, depois disso tudo, comecei a aprender muito sobre mim, compreender melhor as pessoas, como quero estudar medicina, comecei a me interessar por psiquiatria, mas não tenho conseguido estudar, pois muitas vezes me sinto no fundo do poço e isso me toma muito tempo, aí quando me sinto melhor tem tanta coisa pra estudar que me sinto frustrada e deixo de lado, o que piora a situação. Esse ano comecei a sentir vontade de morrer e me veio um desinteresse muito forte pela vida. É importante que eu estude, pq isso está nos planos de Deus pra minha vida, mas não tenho conseguido, sinto muita angústia, não tenho interesse por coisas normais na vida, tipo comer, tomar banho, compras. Se não for muito, quero te pedir que me ajude, porque preciso estudar, tenho adiado muitos planos, pois não me vejo capaz de conseguir realizar mesmo Deus me dizendo que minha benção é grande, por favor me envie emails e ore por mim. Escrevo isso debaixo de lágrimas. Não tenho com quem desabafar, pois todos que conheço pensam como descrito no seu texto. Deus te abençoe grandemente.

    • Lucimara, olá,
      .
      minha irmã, sei exatamente como você se sente. Na época em que escrevi esse post eu me encontrava na mais profunda depressão. Encontrei incompreensão, desamor, abandono. Mas também encontrei os que me amaram e ajudaram, como teu pastor de forma louvável tem feito com você.
      .
      O que você tem é um problema psiquiátrico e deve ser tratado com medicamentos e terapia. É um problema causado por um desequilíbrio na produção de neurotransmissores no cérebro. Eu mesmo me tratei com uma psiquiatra e me ajudou demais.
      .
      Na minha igreja conheço pelo menos três pessoas com síndrome de pânico. A esposa do líder da minha denominação sofre de depressão clinica grave. Sim, cristãos sofrem desse mal, pois cristãos têm cérebros. E o que você tem nao é uma fraqueza ou um desvio de caráter. É uma doença.
      .
      Se o psiquiatra nao te fez bem, procure outro. Um deles vai te ajudar. Eu mesmo nao gostei do primeiro a que fui, mas me dei muito bem com a segunda. É assim mesmo. O que você nao pode fazer é desistir.
      .
      A boa noticia, minha irmã, é que existe solução para seu problema. Nao é insolúvel. Tudo o que vc esta vivendo, essa falta de vontade de fazer as coisas mais básicas, esse desanimo de viver, tudo isso são sintomas clássicos de depressão. Volte a procurar tratamento. E persista nele.
      .
      E lembre-se: Jesus esta contigo todos os dias, até a consumação do século – todos os dias.
      .
      Se quiser, leia um post aqui do blog chamado “O Vale da Sombra da Morte”, creio que pode ser bom pra ti.
      .
      Um beijo carinhoso, no amor de Nosso Senhor,
      mz

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s