Meu distanciamento da Internet tem me dado um tempo enorme para ler que eu esqueci que tinha. Decidi que minha prioridade neste momento é reler a Bíblia, antes de qualquer outro livro, pois tenho sentido uma necessidade premente de me aproximar mais de Deus e de me lembrar de verdades básicas da fé a que a distração, a priorização de outras atividades e minha própria natureza humana falível me levaram. E por mais que você já tenha lido a Bíblia inteira, nunca é demais reler: sempre Deus falará com você de modo diferente, por duas razões principais. Primeiro, Ele tem algo novo a nos dizer a cada dia. Segundo, somos seres em constante mutação e o que lemos ontem já terá um significado novo hoje e outro amanhã, pois vivemos experiências diferentes a cada momento e nos tornamos sempre pessoas distintas a cada nova manhã. Só que nas últimas semanas, estimulado por um livro maravilhoso chamado “Meditatio“, de Osmar Ludovico (pastor que  dirige cursos de espiritualidade, revisão de vida e seminários para casais, pastores e missionários), resolvi ler a Bíblia de um modo que nunca havia feito antes, que tem sido impactante na minha vida e que por isso quero recomendar: a chamada Lectio Divina.

Algum tempo atrás postei aqui no APENAS um texto sobre meu método habitual de oração (leia AQUI) e diversos irmãos comentaram que tinham dificuldade para orar e por isso o artigo os tinha ajudado. Por isso, compartilho um pouco sobre o método que estou usando atualmente para ler as Escrituras, na esperança que seja útil para quem tem dificuldade de ler a Bíblia ou para quem, como eu, tenha passado por um período de leitura superficial e deseja retomar com vigor esse hábito.

A Lectio Divina (e não se assuste por o nome ser em latim) é apenas um dos muitos métodos de absorção de verdades bíblicas. Não é o único nem necessariamente o melhor para você. Mas minha experiência das últimas semanas tem me feito crer que é um dos mais eficazes para que a letra sobre papel se transforme em vida e prática para nós. Consiste em quatro passos: Ler, Meditar, Orar e Contemplar. E calma, não se assuste com palavras como “meditar”, posso assegurar que não há nada de budista, hinduísta ou herético nisso.

“Lectio Divina” significa simplesmente “leitura divina”. Esse método existe desde antes do surgimento do Catolicismo Romano – que pela crença protestante na verdade não foi estabelecido pelo apóstolo Pedro nem pelo imperador Constantino, mas sim pelo bispo de Roma Gregório, a partir do ano 590. Os princípios dessa forma de se ler a Palavra de Deus foram expressos ainda na época da Igreja primitiva e perseguida, por volta do ano 220. Há registros de que tenha sido praticada por nomes importantes do cristianismo pré-católico, como o grande teólogo e bispo de Hipona Agostinho e um dos sistematizadores da doutrina da Trindade, Basílio de Cesareia.

A Lectio Divina pressupõe a leitura assídua das Escrituras, acompanhada da oração, que gera um diálogo íntimo em que, ao se ler, ouve-se Deus e, ao se orar, respondemos ao Senhor com o coração aberto. E não é uma forma rápida de orar, exige algum tempo diariamente dedicado a essa disciplina, para que de fato tenha efeitos transformadores e não apenas de absorção de conhecimento. Quem decide ler a Bíblia por esse método automaticamente começa com uma oração. Em seguida, com calma e atenção, recomenda-se ler o trecho escolhido quantas vezes forem necessárias. O importante é “mergulhar” no que é dito, tentando identificar os elementos importantes da passagem: o ambiente, os personagens, os diálogos, as imagens usadas, as ações. É importante identificar tudo com calma e atenção, como se estivesse vendo a cena. Quase como se estivesse assistindo a um filme. Se você não souber as circunstâncias em que a passagem foi escrita, uma boa Bíblia de estudos pode ajudar nisso (para mim têm sido muito úteis a de Genebra e a NVI).

Em seguida, é o momento da meditação. Como disse um certo sacerdote, “ela não se detém no exterior, não para na superfície, apóia o pé mais profundamente, penetra no interior, perscruta cada aspecto”. É o momento da reflexão. É não apenas ler, fechar a Bíblia e ir ver TV: é parar para pensar em tudo aquilo que se leu. Deixar as verdades aprendidas criarem raízes no teu coração, cada frase, cada ensinamento. Para os pentecostais, como eu, pode ser complicado de início, tão acostumados estamos ao barulho. Pode haver um pouco de distração no começo, o pensamento vagar um pouco. Mas esse é um momento de paz e reflexão e com a disciplina diária a distração desaparece. É na meditação em que o texto “faz sentido”, ganha vida e aplicação. Se você se pegar chorando nessa hora não estranhe, é comum emocionar-se ao perceber que Deus está falando com você por meio do texto sagrado. Mas prepare-se: as verdades absorvidas podem te trazer muita alegria mas também uma gigantesca contrição, caso perceba-se confrontado por seus pecados ou mesmo a realidade da sua pequenez ante a majestade do Altíssimo. Pode ser avassalador. Para mim foi extremamente doloroso. Então prepare-se.

Quando você vê que a reflexão perfurou seu coração e te confrontou, começa a terceira etapa, a da oração. O que é algo que ocorre com fluidez impressionante, pois toda boa meditação desemboca naturalmente na oração. Essa é a hora de responder a Deus após Ele ter falado. E você verá que, na hora em que Deus falar e Sua Palavra rasgar teu coração, a oração fluirá com uma facilidade absoluta, seja ela de adoração, louvor, pedido de perdão, necessidade de maior clareza, intercessão…  enfim, os momentos anteriores, se feitos com dedicação e atenção, vão direcionar essa oração – sob a iluminação do Espírito Santo, que te consola; te convence do pecado, da justiça e do juízo; te aconselha. É um momento especial.

Os relatos históricos e minha experiência mostram que é aí que nasce o compromisso de estar com Deus e fazer a sua vontade, pois sua alma enxerga que não pode por si mesma atingir os alvos: o sentimento de dependência do Senhor para tudo (“sem mim nada podeis fazer” – palavras de Jesus em Jo 15.5) e a clareza com que você vê sua natureza pecaminosa são esmagadores, humilhantes e transformadores. É nessa etapa que você ganha coragem para mudar na prática aquilo que precisa ser mudado – algo que uma leitura bíblica rápida e superficial e da qual se desliga logo para outras atividades não promove. Sei disso porque reconheço que passei os últimos meses lendo as Escrituras dessa forma superficial e pouco efeito tiveram sobre minha vida. Percebi que só ler não basta: é preciso fazer o que se leu ter consequência – e “Meditatio” me mostrou que a Lectio Divina poderia fazer isso. E fez.

Por fim, é a hora da chamada “contemplação” (e, novamente: calma, não tem nada a ver com budismo ou coisa do gênero). Os antigos patriarcas da Igreja primitiva diziam que “este é um momento que não pertence ao homem, mas a Deus e sua presença misteriosa”. É um período no qual se fica em silêncio diante do Senhor (novamente alerto os pentecostais como eu que vão achar isso de início muito estranho, para mim foi, mas creia: vale a pena). É um momento imprevisível, em que Deus pode conduzi-lo a refletir, a ter apenas a tranquilidade de instantes de paz e silêncio, a tomar a decisão de mudar atitudes ou simplesmente agradecer por tudo o que Ele é e por ter te escolhido para te conceder a graça imerecida sendo você um miserável pecador.

Eis a Lectio Divina. Sei que nós, protestantes, temos uma certa urticária ao falar de métodos pré-concebidos de oração ou leitura bíblica. Mas posso dizer por experiência que essa forma de absorção das verdades das Escrituras foi a que mais gerou impacto na minha vida, na minha alma e no meu relacionamento com Deus. Para mim foi transformador – e se ler a Bíblia não nos transforma, por que lê-la? Seria apenas mais um livro. Espero que, se você decidir experimentar a Lectio Divina, também sofra seus efeitos transformadores. Eu o escolhi porque na biografia dos antigos que o adotaram os resultados provocaram grande aproximação de Deus, como foi o caso de Teresa de Ávila.

Mas um detalhe importante: se você perceber que ao tentar aplicar a Lectio Divina na sua vida ela se torna uma prisão, algo como “tenho a obrigação de ler a Bíblia desse modo”, esqueça-a. E parta para uma forma que te conduza individualmente mais para perto de Cristo. Tem que ser uma experiência de vida e não uma chatice feita por forçar uma barra. Cada pessoa é diferente. Cada experiência de vida é diferente. Abracei esse modo porque li sobre o que ele fez por pessoas no passado e vi que precisava daquilo na minha vida. Sei o que fez por mim, como me levou e tem levado mais e mais para perto de Jesus e como tem me humilhado e mostrado como eu preciso desesperadamente desse Cristo e de sua graça, pelo tanto que sou inclinado em minha natureza pecaminosa a fazer o que a Bíblia manda não fazer.

Mas desfrute da liberdade no Espírito para alimentar-se da Palavra de Deus como for mais punjante e transformador para você. O importante é que a cada vez que você fechar o Livro Sagrado após ler você seja uma pessoa diferente e melhor do que quando o abriu. Mas isso só vai acontecer se você ler a Bíblia. Se não o fizer, nunca haverá mudança. E, acredite, não conheço ninguém que não precise mudar.

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

Se você deseja aconselhamento, recomendo que procure seu pastor e não um blogueiro.

As reflexões expressas neste blog são pessoais e não representam necessariamente a posição oficial de nenhuma igreja, denominação ou grupo religioso.

About these ads
comentários
  1. Irmão Maurício, paz e graça!
    Que maravilha! Louvo a Deus por cada post do “Apenas”, pois em muito tem edificado minha vida espiritual. Principalmente quando se trata de oração e leitura bíblica. Eu tinha lido alguns textos puritanos sobre a forma mais “íntima” da leitura da Palavra, e passei a aplicá-la… mas parava no estágio da oração após a leitura. Aprendi contigo irmão a fase segte e que considerei muito importante: a contemplação. Tbem sou pentecostal, mas como estou familiarizado com a leitura em silêncio da Palavra, acredito que não terei gdes dificuldades. Vou começar a por em prática isso em minha vida.
    Eu tive uma experiência de imersão na Palavra pela primeira vez lendo II Timóteo. Foi impressionante … mas como tudo na vida é um constante aprendizado, hoje aprendi um pouco mais.
    Obrigado por sempre trazer textos práticos… vi um comentário outro dia em outro texto de um irmão que sentia falta dos textos mais de estudos… eu particularmente gosto de estudos, mas como é bom ter no “Apenas” essa diferença, de textos mais práticos e humanizados…
    Deixo meu abraço a vc… e que Deus nos ajude em comunhão, oração e meditação a estarmos cada dia mais unidos nesse maravilhoso amor de Deus!!!

  2. Rodrigo disse:

    Gostei da dica, vou começar a praticar essa discilpina, espero tbm obter ótimos resultados.
    No amor de Jesus,

    R

  3. Marco Juric disse:

    Bom dia Zágari!
    Preciso mesmo melhorar na leitura, digo, de ter mais tempo de leitura.
    Muito obrigado pela ajuda!

    Grande abraço!

  4. Cristina disse:

    Gostei da idéia, vou tentar. Parece muito com o método ensinado nas “Oficinas de oração e vida” da igreja Católica, não sei se vc já ouviu falar. Minha mãe é católica e fez este curso, e o método é bem parecido. Foi criado pelo frei Inácio Larrañaga e dura 4 meses onde se ensina vários métodos de oração, mas seguindo basicamente princípios parecidos com este. Se quiser saber mais, a título de curiosidade,o site oficial é http://www.tvpil.org,
    Bom fim de semana para vc, fica na paz.

  5. Maurício, bom dia.
    Leio a Bíblia diariamente e já ouvira falar da “Lectio Divina” em um dos livros do pastor Eugene Peterson – creio que o “Maravilhosa Bíblia”.
    Creio que a minha leitura também tem sido superficial, soando como uma espécie de meta a ser cumprida – do tipo “vou ler a Bíblia em 1 semestre”.
    Este sua exposição – e testemunho – foi muito bem-vinda pra mim hoje.
    Penso que estarei revendomeu devocional diário.
    Só uma pergunta “pessoal”: na sua Lectio particular você lê 1 versículo, um capítulo inteiro, um trecho específico? Enfim, como você elege o que vai ler?

    Abração, querido!
    Mario D’Amore

    • Salve, Mário,
      Fico feliz por ter ajudado.
      A escolha depende muito e é muito pessoal. Em geral eu oro e peço orientação do Espirito Santo. O trecho que Ele põe em meu coração é o que será minha meta naquele período.
      Nas ultimas semanas senti desejo de reler o Novo Testamento inteiro, por exemplo. Hoje, meu devocional foi em cima de Romanos. E tenho invariavelmente meditado há dois meses diariamente em Rm 12.14-21.
      Então é algo muito pessoal.
      Que Deus te ilumine e conduza tua leitura.
      Na paz do Mestre.

  6. Gutemberg Hpwe disse:

    Parabens,

    excelente post. Alias, todos os que li são otimos. To chegando agora por aqui. Ja havia lido posts seus em outros blogs, mas esse está otimo no conteudo.

    E… realmente, o que precisamos é isso, tempo de qualidade na presença do Senhor!

    Abracos

  7. Jacy disse:

    Maurício, a paz!

    Eu já compartilhei com você a dificuldade e falta de disciplina que tenho em ler a Bíblia e estou motivada a mudar . Cada experiência compartilhada não determina uma ação mas, com certeza, direciona e ajuda. E eu particularmente agradeço por este post. rss Abraços, querido mano!

  8. walace alves disse:

    Paz Zágari, muitas vezes estamos que nem Marta afadigando nos nossos serviços, sonhos, metas e esquecemos de ficar ouvindo Jesus falar, nos sentar e ficar ali prestando atenção nas palavras do Mestre como Maria ficou.

    Grande meditação eu li o texto q fala das redes sociais e tenho reduzido as minhas entradas e estou claro de que não estou perdendo nada e percebendo que há um superficialidade tremenda!!

    E agora com um texto desse é soh colocar o tempo q Deus nos dá nas coisas Dele!

    Paz!

  9. Zágari… engraçado!! Eu praticamente, usava deste método, sem saber que se chamava “Lectio Divina”!!

    Muito bom o artigo, e concordo com vc, ao mencionar que as pessoas não podem e não devem levar isto com uma obrigação. Particularmente aqui, eu vejo que denotaria uma religiosidade sem espiritualidade. Aí é perigoso. O que acha? Eu penso assim.

    Mas tenho minha maneira de ler a Bíblia também. E óbvio, sempre seguindo regras de hermêuticas obviamente, para não cair no erro de interpretar algo para mim, para o meu próprio desejo, anseios, vontades.

    Paz a você que também está escrito (resolvi responder a você assim, já que fecha seus artigos desejando a nós leitores a Paz do nosso Senhor) rsrss (só um gracejo santo entre irmãos).

    Anderson.

  10. Luiz Fernando disse:

    Ola amado, a paz!
    Mano como sempre veio em ótima hora, puxa põe ótima nisso. Estava mt longe de Deus, precisavá de algo me aproximar dele, pois eu estava priorizando outras coisas mais a palavra lia de qualquer jeito, sabe. Te agradeço meu irmão por compartilhar esse método que creio que seja ótimo.
    Mais gostaria de tirar umas dúvidas, se não for muito encomodo. Mulher pode pastorear? Minha igreja e totalmente contra até a mulher ministrar a palavra, pois conheço uma missionária muito usada por Deus, que está começando um ministério agora e está de frente. Pode isso?
    Outra dúvida é, posso subir ao monte sozinho? Meu pastor diz que não, pois posso cair de um dia para outro, satanás pode se levantar contra mim de um jeito que eu não suporte, creio que não haja perigo algum, mas gostaria de saber de alguém confiável e sábio na Palavra. Já agradeço a resposta.
    A paz, amado!

    • Salve, Luiz,
      Fico feliz que o artigo tenha ajudado sua vida devocional.
      Sobre o pastoreio feminino, não vejo como bíblico.
      Sobre subir o monte sozinho… Se tiver uma bela vista lá de cima, por que não? É igual a orar no quarto sozinho. Não há nada de magico ou místico no monte. É só um monte de terra.

      Abraço, querido, Deus te abençoe.

  11. Erica Moreira disse:

    Mano,
    Obrigada, muito obrigada! Mais uma vez aprouve ao Senhor usá-lo para responder minhas orações!!!
    Que Deus continue a abençoá-lo

  12. Diógenes Moraes disse:

    Caro irmão Maurício, a Paz do Senhor

    Tenho lido todos os posts aqui no APENAS e estou muito feliz por Deus estar te usando tanto para falar comigo. Seus textos me ajudaram muito no momento em que estive desviado dos caminhos do SENHOR e não tenho dúvidas de que me ajudaram muito a volta para a casa do Pai. Não vou ficar tecendo elogios a você (embora ache que você mereça) pois você mesmo pediu para que seus leitores não fizessem isso em um de seus textos. Mas quero te dizer que suas palavras tem me abençoado demais e que eu louvo a Deus pela vida dos irmãos como você. Oro todos os dias por você, pedindo a Deus que continue te abençoando, te guardando, te fortalecendo e te usando para nos abençoar com seus textos.

    Um forte abraço!

    • Fico muito feliz por ser canal de benção em tua vida, Diógenes!
      Relatos como o seu são o que me motivam a continuar.
      Um abraço muito forte pra ti também, na paz do nosso Mestre.

  13. Ree disse:

    Gostei muito da orientação, mano. Aliás, sua retirada das redes tem me inspirado, sabe? Estou dando ré na www e seguindo o mesmo passo que vc. Acho que está me fazendo bem!
    Abração e vamos, na Fé e na Graça do Pai!!!

  14. Já li sobre este método de leitura em um livro do James Sire, Hábitos da Mente. Ótimo livro, por sinal. Confesso que sempre encontro dificuldades (principalmente para encontrar um lugar silencioso, que tornaria o processo mais fluente) para aplicar este método à leitura bíblica. Ao ler este texto, sinto-me encorajado a tentar novamente. Continue se deixando usar por Deus, abençoando outros com teus textos.

    Abraço!

  15. Willany disse:

    Paz e graça, Maurício!
    Maravilhoso este método, vou tentar adotar, pois estou precisando muito!!!
    estou com uma leitura muito dispersa..
    muito obrigada!!!
    ^^
    Paz!
    Willany
    Natal/RN

  16. Greize disse:

    Estou lendo o Evangelho de Lucas.Sempre que me sinto distante de Deus,no caso é minha culpa. Vou para os Evangelhos.E vejo que quando acho que sei tudo, sempre que releio vejo que não sei nada.
    E quando decidimos fazer isso é uma luta, espiritual, é incrível como vc passa horas na tv, ou internet, mas nas Escrituras vc acha que leu demais, sabe demais.E nem sou nenhuma expert em teologia.
    Quero ser forte essa semana nas leituras.Só a palavra sustenta.Tem sido luta, mas foi culpa minha, então devo lutar para recuperar mais tempo com Deus.Me conceda graça.Como essa oração do escritor e pastor Charles Swindoll:
    “Obrigado Pai, por me achar quando eu não estava olhando…por me amar quando eu não era digno…por me tornar seu quando eu não merecia.Graça.Ela é realmente Maravilhosa”.(Livro Davi).
    Vamos na força meus irmãos.
    Greize

  17. obrigado Zágare !

    Deus te abençoe.

  18. Fabiana disse:

    Ainda não havia lido sobre essa forma de ler e meditar nas Escrituras.Tenho lido a minha através de um plano de Estudo que peguei na minha igreja. Tive vergonha ao ser deparada com a realidade de que nunca havia lido toda a bíblia. Não havia me dado conta disso, mas é preciso um começo e aqui estou eu.A persistência na leitura as vezes se torna uma luta, mas sigo prosseguindo e meditando.

    a Paz

  19. Rosana disse:

    Minha dúvida não tem a ver com o post, mas sim é uma dúvida que não consegui ainda sanar, quem sabe vc pode me ajudar : “Por que Jesus por vezes instruia que não contassem seus feitos ?” – já houve quem dissesse que era “marketing” justamente pq sabia que fariam justamente o contrário, outros que “era necessário que não soubessem quem Ele era realmente.” – gostaria de entender. Abraços amado Mauricio ! Deus lhe abençoe!

    • Rosana, olá,
      há muitas teorias. A mais aceita pelos melhores teólogos diz que Jesus só deveria ter mais exposição próximo ao momento pré-determinado para sua morte e que antes disso sua visibilidade deveria ser moderada.
      A verdade em sua plenitude é um mistério. Resta-nos especular.
      Espero ter ajudado.
      Deus a abençoe.

  20. lucas disse:

    Ola mauricio, muito bom esse seu texto, gostaria de saber se posso entrar em contato com você de alguma forma?
    Abraço

  21. Alysson disse:

    Olá Zagári,
    Só para constar quero dizer que comecei ler o seu livro( A verdadeira vitória do cristão) e realmente é muito confrontador com tudo que vivi até hoje, muito legal quando preciso rever o que já tenho guardado e tentar se desfazer do que realmente me atrapalha.
    Quanto ao texto só queria saber se o trecho escolhido seria um capítulo?
    Você indicaria um livro para começarmos a ler com a leitura divina?
    Abraço e fica com Deus.

    • Alysson,
      .
      fico feliz que “A Verdadeira Vitória do Cristão” te levou à reflexão. O objetivo é exatamente esse.
      .
      Sobre a Lectio Divina, o trecho vai do direcionamento que o ES der ao teu coração. Pode ser uma frase de um versículo. Ou um versículo inteiro. Ou um trecho de alguns versículos. Um capítulo. Ou até mesmo um livro inteiro, em que você medita sobre a mensagem como um todo dele. Varia muito.
      Na verdade, Alysson, a Lectio Divina é usada para a leitura da Bíblia. Não é usual fazê-lo com outros livros.
      .
      Espero ter respondido suas dúvidas.
      .
      Abraço forte, na paz.

  22. Gamaliel Martins disse:

    Meu irmão, nunca experimentei fazer tudo que você descreveu, mas com certeza, oração antes e depois de uma leitura minuciosa da Palavra de Deus nos deixa mais perto dEle. Sempre que leio assim a Bíblia, fica mais enraizada aquelas palavras dentro de mim, diferente quando leio ela quando estou com sono e no outro dia não lembro nem onde li… rsrsrs enfim, essa é outra história rsrs.
    Obrigado por compartilhar conosco suas experiências e essa com certeza servirá para muitos que a colocarem em prática, com o único motivo de se aproximarem mais de Deus.
    Abração meu irmão, na paz de Cristo.

  23. Bianca Dias disse:

    Mauricio porque vc está sumido??? com certeza todos estão sentindo sua falta…nós amamos você

    fique na Paz !!!!! conte conosco em oração….não desanime!!!!

    • Olá, Bianca,
      obrigado pelo carinho. Algumas circunstâncias de minha vida me fizeram me recolher. Repensar muita coisa, mudar práticas, rever conceitos. Achei por bem silenciar, ouvir mais e falar menos. Isso incluiu o blog.
      Agora creio que está chegando a hora de voltar a escrever. Pretendo retornar em pouco tempo.
      Obrigado pelas preciosas orações, são muito importantes.
      Deus a abençoe muito e até breve!

  24. Jose Gad disse:

    Graça e paz!
    Esta mensagem é diretamente a você e não precisa ser autorizada a sua postagem.
    Oro para que o Senhor nosso Deus esteja no controle da situação e que a sua ausência deste canal seja breve, se assim for da vontade do Senhor.
    Deus seja contigo, Maurício, como sempre tem sido. Você faz falta.
    Amém.

    • Jose,
      muito obrigado pelo carinho. Me ausentei do blog para repensar e reavaliar muitas coisas em minha vida pessoal. Achei importante ouvir mais do que falar. Deus tem tratado comigo e certamente isso se reflete naquilo que escrevo aqui. Por isso vi que era importante me calar até que o que tenho a dizer esteja em sintonia com este meu momento. Em pouco tempo devo retornar.
      Deus o abençoe muito, obrigado pelo afeto e até breve!

  25. Jonatas disse:

    Li o seu post hoje e também li este outro, também hoje:

    http://tempora-mores.blogspot.com.br/2011/09/por-que-nao-abraco-espiritualidade.html

    Augustus Nicodemus está falando do mesmo assunto, mas com uma posição completamente diferente. Espero que você também leia este texto dele.

    Um abraço.

    • Olá, Jonatas,
      li o texto do Augustus e respeito a visão dele. Em muitos pontos discordo do que ele crê (a começar por seu cessassionismo, visto que creio na atualidade dos dons), mas o respeito como homem de Deus que é e importante pensador de nossos dias. Não é por isso que concordaremos em tudo, mas sempre o amarei como o irmão em Cristo querido que é.
      Abraço, na paz do Mestre.

  26. Ana disse:

    Gostei do post, foi de grande valia!

  27. Paz irmão!!

    Tenho vindo diariamente ao “apenas”, pra ver se há novas postagens, e fiquei um pouco preocupado com a falta delas. Não que o irmão tenha obrigação de postar algo novo sempre, mas pela sua regularidade nos posts, e agora esse período de ausência, fiquei preocupado com o irmão. Espero em Deus que tudo esteja bem, e que se for uma ausência devido alguma situação difcíl, saiba que estou em oração pra que tudo seja para glória de Deus!
    Recebe meu abraço… e que o Senhor te ajude em tudo!!

    Alexandre

    • Querido Alexandre,
      na verdade minha ausência deve-se a um momento de vida. Ocorreram fatos que me levaram a uma profunda introspecção, meditação e reformulação de práticas e valores. Por isso vi a necessidade de me calar por um tempo. Está chegando ao fim, creio que em pouco tempo volto a postar.
      Obrigado pelas orações, o carinho e o afeto. Deus o abençoe muito!

  28. danielpc disse:

    Sinto a necessidade, de praticar isso todos os dias, Deus o abençoe por mais um post maravilhoso, tocou profundamente meu coração.

  29. Luciana da Silva de Paiva disse:

    É sei que estes momentos de intimidade é algo muito importante e nós deixamos de vive-lo por vários motivos;você com estas palavras me fez parar e pensar como estou sendo negligente com o meu Senhor …é difícil reconhecer mas é verdade …. um abraço e a paz..

  30. Luiz Felipe disse:

    Irmão Mauricio, boa dica. Vou procurar me atualizar melhor sobre este método de leitura que me pareceu muito edificante.
    .
    Quanto à meditação e contemplação, concordo com o irmão que nós protestantes temos nossas reservas sobre estas práticas, muito mais pelo fato de elas estarem associadas ao catolicismo do que pelo conceito delas em si. Acredito que o mesmo ocorre com a confissão, mas isto é outra estória.
    .
    Não tenho reservas quanto à meditação, pois a biblia nos convoca a meditarmos na Lei de Deus e nem quanto a contemplação pois a biblia nos convoca a isto também.
    .
    A meditação oriental, como na yoga, é caracterizada pelo esvaziamento da mente e de toda forma de pensamento no intuito de encontrar a paz interior e o equilibrio. Para isto são utilizadas várias técnicas mentais e físicas para se atingir este objetivo, como fixar-se em um pensamento, alongamentos, exercicios de respiração, etc.
    .
    Não entendo que a meditação na biblia tenha este conceito, mas sim que a meditação seja na Lei de Deus, ou seja, diferente da meditação oriental, ela visa o preenchimento e não o esvaziamento da mente. A paz interior,de igual modo , se dá pelo preenchimento do Espírito.

    A contemplação, entendo também que segue a mesma lógica.
    .
    A paz.
    .
    Luiz Felipe

  31. Acabei de comprar uma Bíblia de Estudo (John MacArthur) e estava querendo reler a Bíblia de uma forma diferente. Fiz uma primeira leitura superficial semelhante a descrita por você, mas sinto que este método trará mais benefícios! Só uma pergunta: Você especifica um tempo mínimo, certa quantidade de capítulos por dia ou deixa fluir?

    Valeu por partilhá-lo e perseverança pra nós.

    • Victor,
      não especifico tempo ou tamanho de texto. Lembro sempre que os livros da Bíblia não foram escritos divididos em capítulos ou versículos, então a ideia original do autor era que fosse lido com continuidade. Procuro respeitar isso.
      Evidentemente, há livros tão grandes que não permitem que seja lido de uma vez, outros sim.
      No meu caso, vai muito daquilo que bate no coração. Já aconteceu de eu passar uma semana meditando em uma frase de um versículo. Em outras vezes li um livro inteiro do NT e a reflexão foi acerca da mensagem como um todo dele. Enfim, depende muito.
      Creio que, sendo a leitura feita em oração e num momento de paz, o ES vai guiá-la.
      Espero ter ajudado.
      Na paz do Mestre.

  32. Marcos Morale disse:

    Difícil acreditar que um texto maravilhoso como este não teve nem um comentário até agora! É simplesmente imprescindível cultivar o hábito da leitura diária da Bíblia, assim como momentos dedicados à oração e meditação – ficar calados para ouvir a voz de Deus. É preciso calar os ruídos externos – televisão, internet, falatórios nada edificantes – e os ruídos internos – incertezas, preocupações em demasia, angústias – para ouvir a voz de Deus, derramando os nossos corações e nossas incertezas com sinceridade e desapego diante do altar do Senhor, que sabe o que é melhor para nós. Se não lermos a Bíblia, morreremos congelados espiritualmente e seremos inflamados pelo poder da carne e do maligno.
    Quero deixar aqui o meu sincero elogio ao livro “A Verdadeira Vitória do Cristão” do irmão Maurício, livro único, leitura obrigatória para todo crente em Cristo Jesus. Gostaria de distribuir um para cada membro da minha igreja!
    Que o Senhor o abençoe rica e poderosamente! Abçs

    • Querido Marcos,
      fico feliz que o livro “A Verdadeira Vitória do Cristão” abençoou sua vida.
      Também louvo a Deus pela sua visão sobre a importância da leitura bíblica. Na verdade a falta de comentários foi culpa minha, pois fiquei quase dois meses sem moderá-los. Agora já estão entrando.
      Deus o abençoe muito, com sua graça e seu amor!

  33. Rodrigo disse:

    Amado irmão, sei q vc está meio sumido das redes sociais.

    Há alguns dias atrás eu estive aqui e comentei q iria começar a fazer o estudo dessa forma sugerida, pois bem, eu comecei, confesso não ser fácil, está me exigindo disciplina e concentração, mas está sendo extremamente edificante, a minha vida cristã tem dado uma reviravolta como nunca antes.. rs. Glórias a Deus.

    Estou passando somente para dizer q este portal é uma benção, e tem edificado nossas vidas.

    Um abraço meu irmão.
    No amor de Jesus.

    Rodrigo

    • Fico muito feliz que o APENAS e a Lectio divina têm abençoado sua vida, Rodrigo.
      Em breve devo voltar a escrever no blog, assim que resolver questões dentro de mim que precisam ser trabalhadas para que eu encOntre o tom dos textos.
      Um forte abraço, na paz do Mestre.

  34. carlos farage disse:

    Graça e Paz Mauricio!
    Só hoje tomei conhecimento do pq da sua ausencia na internet. Senti sua falta,porém só
    hoje li seu comentário esclarecendo o motivo, e meu coração encheu-se do desejo
    de segui-lo nesse caminho de leitura biblica ( Lectio Divina ). Louvo a Deus por sua vida,
    e por sua dedicação ao Reino de Deus. Em tempo, iniciarei minha leitura, lerei novamente a biblia, procurarei dar ao Espírito liberdade para falar, corrigir e aplicar as Sagradas Escrituras, não tão somente a minha vida, mas também a Igreja que pastoreio.

    Obrigado irmão, e que Deus te abençoe rica e abundantemente!

    Paz

    • Carlos, olá,
      fico feliz que você tenha se interessado pela Lectio Divina. Tem sido muito bom para mim e me levado a muitas reflexões que antes não tinha.
      Em breve voltarei a postar, querendo Deus.
      Abraço fraternal, na paz do Mestre.

  35. Amado do Pai,

    Gostaria que visse este artigo que fala sobre a NVI:
    http://solascriptura-tt.org/Bibliologia-PreservacaoTT/ExpondoErrosNVI-Jun2000-Emidio.htm
    Não há necessidade de aprovar meu comentário, gostaria somente que me falasse a respeito deste artigo (erros NVI). Um abraço e Deus te abençoe grandemente!
    Estarei adquirindo um exemplar do livro citado e meditando na Palavra para me tornar uma árvore plantada junto a ribeiros. abraço!

    • Olá, Marcia,
      Conheço as críticas à NVI, mas ainda assim a considero a melhor tradução que existe hoje. Nenhuma mudança feita pelo seriíssimo grupo de tradutores compromete o texto original. Não vejo, por exEmplo, como mudar “côvados” por “metros” seja um mal ao Reino. Pelo contrário, facilita o entendimento do leitor.
      Eu amei reler este mês o NT na NVI, foi ótimo e me deu percepções que antes não tinha.
      Depois da NVI eu, por exemplo, tornaria a ARC peça de museu. A linguagem está defasada e traz trechos que muitos nem ao menos entendem.
      É minha visão e opinião. Espero ter ajudado.
      Deus a abençoe!

  36. Jacy disse:

    Maurício, que saudade de seus posts!!!!
    Espero que você esteja bem de saúde. Oro sempre por você. :)
    Abraços mano querido! :)

  37. Rose Medeiros disse:

    Prezado irmão! Estamos sentindo sua falta. Como está você?? Vamos orar por vitória – seja lá o que for que o esteja impedindo de blogar.
    Shalom!

    • Olá, Rose,
      obrigado pelo carinho. Estou passando por uma fase de reflexão e mudanças, e por isso senti que era momento mais de ouvir do que de falar. MAs em breve voltarei a postar, muito em breve.
      Deus a abençoe muito e obrigado pelo coração que se preocupa com o próximo.

  38. Beatriz disse:

    tenho orado por você, meu irmão. Não sei o que está acontecendo, mas que o Rei dos Reis, Deus Eterno e Todo-Poderoso alivie seu fardo. Fique na paz do Senhor. Beatriz

  39. Geane Araujo disse:

    Interessante, vou fazer isso!

  40. Victor Hugo Marques Ribeiro disse:

    Olá, meu nome é Victor Hugo, moro no Rio Grande do Norte e gostaria que você lesse o que tenho a escrever. ^^’ – Bom, eu nasci no evangelho, ia sempre para igreja, e sentia em mim um desejo diferente, nada relacionado a igreja, eu era gay, gostava de ver meninos sem camisa, e sempre queria ter amizade com as meninas. Bom cresci, assumi pros meus amigos, eles me aceitaram na boa e os evangélicos não, claro. Me afastei da igreja a uns oito meses e aprendi bastante coisa, conheci a cantora Lady Gaga mais a fundo, e suas palavras me fizeram pensar que sou normal sendo gay, meus amigos evangélicos, e amigos não-crentes não conseguiram me fazer me sentir uma pessoa bonita, já que era uma pessoa completamente complexada, mas essa cantora sim. eu voltei para igreja a duas semanas, odeio religião, mas dessa vez eu voltei com um propósito, sempre soube também que Jesus quis algo na minha vida, e esse é o propósito ser aquilo que Deus quer que eu seja, conheci teu blog hoje, to lendo uns posts e tudo, mas gostaria que tu fizesse um resumo, grande se possível, sobre o que tu considera uma pessoa verdadeiramente cristã, isso em relação a musica, oração, bíblia e livros. – eu ainda sou gay, e me sinto bem, não me sinto uma aberração como muitos dizem e nem sinto que Deus me odeia por isso, ou que ele nem sequer não gosta de mim. – Será que algum demônio me assola? Eu sou normal e Deus me ama?

    • Victor, querido irmão,
      As questões que você propõe não são fáceis. Não tenho duvida de que Deus te ama e que você não é uma aberração. No entanto, não posso fugir daquilo que a Palavra de Deus afirma acerca do comportamento homoafetivo: é pecado. A Bíblia deixa isso claro em diversas passagens do AT. e do NT.
      Pq alguém passa a sentir atracão por pessoas do mesmo sexo é algo para que não tenho resposta. É um mistério para mim. Mas reconheço que a homoafetividade não é uma escolha, ou seja, ninguém é gay pq quer. Mas isso não exime o gay cristão de seguir o que a Biblia diz, ou seja, que relações com gente do mesmo sexo desagrada Deus. Do mesmo modo que relações heterossexuais fora do matrimônio também desagradam.
      Deus é amor e graça, mas tem inegavelmente seus padrões de certo e errado. E o comportamento homoafetivo está entre o que a Bíblia diz que Deus considera errado. Não é uma opinião minha. É o reconhecimento do que a verdade revelada nas Escrituras afirma.
      O que é um cristão? Alguém chamado pela graça de Deus para viver esta vida na companhia de Jesus, fazendo por amor aquilo que lhe agrada, e que passará a eternidade na presença gloriosa de Deus como resultado dessa fé demonstrada em obras.
      Sobre oração e leitura da Biblia, são consequência dessa relação com Jesus. São privilégios que Ele nos concedeu.
      Sobre Musica, procure ler o post aqui do APENAS chamado “Cristao pode ouvir Musica do mundo?”.
      No mais, mano, você não é anormal. É um homem feito à imagem e semelhança de Deus. Mas o comportamento homoafetivo biblicamente é considerado pecado, isso é um fato. Como lidar com essa equação? Com oração, busca de Deus e afastamento do pecado. Não há uma “fórmula mágica”. É difícil muitas vezes? Sim, é. Mas lembre-se do que Jesus disse: “Se alguém quiser vir após mim, tome sua cruz e siga-me”. Cruz fala de esforço e sacrifício.
      A pergunta que fica é: até onde estamos dispostos a ir por amor a esse Jesus que nos salvou?
      Espero ter ajudado, querido. Oro por ti e que vc encontre as respostas que busca, a paz e a santidade. Te abraço, no amor do Senhor.

  41. Libia disse:

    Querido Zagari, A Paz.
    Estou com saudades das mensagens, o q houve???
    um abraço da sua irmã, Líbia.

    • Olá, Líbia,
      Tirei um período longe da internet para repensar muitas coisas e refletir sobre outras tantas, orar e mudar aspectos da minha devocionalidade que não estavam bem. Tenho tratado algumas questões com Deus e, assim que encontrar o prumo para minhas questões interiores, voltarei a escrever. Não pretendo retornar às redes sociais, isso para mim é definitivo. Mas assim que sentir que estou em paz para voltar a compartilhar pensamentos aqui no APENAS recomeçarei a fazê-lo, mas pretendo adotar um tom diferente. Quero encontrá-lo e, aí sim, voltar. O que não deve demorar.
      Obrigado pela gentileza e a preocupação.
      Na paz do Cordeiro.

  42. Teofilo Cabral disse:

    Eu achei o texto fenomenal.

    Mas a sua “sumida” da internet me deixou triste.

    Mas saber que você está bem é um alivio para mim.

    Grande abraço, amigo.

    • Olá, Teófilo,
      Tirei um período longe da internet para repensar muitas coisas e refletir sobre outras tantas, orar e mudar aspectos da minha devocionalidade que não estavam bem. Tenho tratado algumas questões com Deus e, assim que encontrar o prumo para minhas questões interiores, voltarei a escrever. Não pretendo retornar às redes sociais, isso para mim é definitivo. Mas assim que sentir que estou em paz para voltar a compartilhar pensamentos aqui no APENAS recomeçarei a fazê-lo, mas pretendo adotar um tom diferente. Quero encontrá-lo e, aí sim, voltar. O que não deve demorar.
      Obrigado pela gentileza e a preocupação.
      Na paz do Cordeiro.

  43. Teresa Mesquita disse:

    Graça e paz Zagari!!

    Você resolveu mesmo sair das redes sociais ou aconteceu algo?Nossa..Manda notícias aqui pra gente..Nem que seja pra saber se está bem. Não te conheço pessoalmente, mas aprendi a te respeitar e gostar como um irmão querido e suas palavras tem feito falta aqui em seu espaço..Abraço!!

    • Olá, Teresa,
      Tirei um período longe da internet para repensar muitas coisas e refletir sobre outras tantas, orar e mudar aspectos da minha devocionalidade que não estavam bem. Tenho tratado algumas questões com Deus e, assim que encontrar o prumo para minhas questões interiores, voltarei a escrever. Não pretendo retornar às redes sociais, isso para mim é definitivo. Mas assim que sentir que estou em paz para voltar a compartilhar pensamentos aqui no APENAS recomeçarei a fazê-lo, mas pretendo adotar um tom diferente. Quero encontrá-lo e, aí sim, voltar. O que não deve demorar.
      Obrigado pela gentileza e a preocupação.
      Na paz do Cordeiro.

      • Teresa Mesquita disse:

        Ok meu irmão. Espero que essas questões sejam resolvidas e você possa continuar nos abençoando aqui em seu espaço. A sua postura nos posts são benção para quem entende o valor da palavra de Deus e seus princípios, saiba disso.

        Na paz daquele que nos orienta sempre!!

      • Obrigado, Teresa.
        A paz em dobro e que Jesus te abençoe.

  44. Maria disse:

    Louvado seja o Senhor! por tamanha unção nesta preciosa explanação. Que o Senhor continue te abençoando e fazendo de ti um abençoador em nossas vidas, querido irmão Maurício! No Amor do Senhor.

  45. lelis vinícius disse:

    Shalom Maurício.
    Estou preocupado e confuso… não sei se estou com problemas no meu navegador ou se você não está postando mais… ou aconteceu algo como vc mudar de endereço e eu não fiquei sabendo…
    Sinto falta de suas reflexões, porque elas me ajudam pra caramba a refletir também.
    Espero que vc esteja bem!
    Deus o abençõe.

    • Olá, Lelis,
      Obrigado pelo carinho e a preocupação.
      Não, vc não está com problemas no navegador, eu tirei um período sabático da internet. Estou num momento de minha vida que exige reflexão, repensar coisas, mudar outras. Isso se reflete, naturalmente, no que escrevo. Enquanto não estiver seguro de estar fazendo e vivendo o que Deus quer, prefiro me recolher, orar e continuar repensando. Vou voltar, só espero ter a certeza da parte do Senhor de que é a hora certa. Quero de fato que o APENAS seja bênção para quem lê. E para isso preciso saber que o que brota em meu coração e sai pelas palavras está de acordo com Sua vontade. Assim que encontrar essa paz interior saberei que chegou a hora. Vivi momentos de grande agitação e nessas horas temos de silenciar e buscar o prumo aos pés de Cristo. É o que venho fazendo.
      Até breve, mano, e obrigado pelo afeto e a preocupação.
      Na paz do Cordeiro.

  46. Andrea disse:

    Parou de publicar? Por quê?

    • Olá, Andrea,
      Tirei um período longe da internet para repensar muitas coisas e refletir sobre outras tantas. Tenho tratado algumas questões com Deus e, assim que encontrar o prumo para minhas questões interiores, voltarei a escrever.
      Até breve!
      Na paz do Mestre.

      • Andrea Melo disse:

        Ah, que bom! Obrigada por me responder! Deus o abençoe e guarde! Estarei aguardando a tua volta aqui no APENAS. A Paz de Cristo!

      • Amem, Andrea, não tem o que agradecer.
        Deus a abençoe em dobro, com seu amor e sua paz.

    • Obrigado, Fernanda. No tempo de Deus voltarei a escrever. Por enquanto ainda não, estou reavaliando e repensando muitas coisas em minha vida e isso se reflete no que escrevo. Quando Deus clarear a neblina de minhas dúvidas e questões me sentirei capacitado a retornar. Se quiser e puder, ore por isso, sim?
      Deus a abençoe e obrigado pelo carinho.

  47. Luiz Fernando disse:

    rsrsrs sabia que iria dizer isso sobre o monte. Obrigado pela resposta. Sobre a mulher pastorear ainda tenho dúvidas, sei que o homem sempre será o cabeça. Mas eu fico confuso porque essa mulher especificamente, é muito usada por Deus, usada mesmo. O problema que uns dizem não, e outros dizem sim…. Deus usou pessoas diferente, umas que ela nem conhecia, para dizer que Ele está com ela nesse negócio, e ai de quem falar contra, ou tentar parar. Foi consagrada a pastora tem um pouco de tempo, onde na bíblia diz que mulher não pode pastorear, porfavor me dê um help, porque eu quero sair do meu ministério, não estou me sentindo bem lá, amo as pessoas, o pastor, mas quero sair desse ministério. Sei que é algo muito sério trocar de ministério, mas se eu sair de lá, automaticamente eu iria para pastora. E agora? Sei que você não tem nada haver com isso, mas vejo você como homem de Deus, sábio na Palavra, não vive na base do “eu acho” mas sim firmado na Bíblia. Se puder me ajude porfavor, Deus te abençoe, estava com saudade dos seus postes.
    A paz!

    • Salve, mano,
      sem duvida milhões de mulheres são usadas por Deus. A questão quando falamos sobre pastoreio é que trata de regência e não de utilidade. Não se trata de machismo ou coisa do gênero, apenas tenho uma norma básica no que tange à Bíblia: na duvida não ultrapasse. Vemos no AT mulheres juízas (como Debora) e até administradoras (como Miriã, irmã de Moisés, que o ajudava). No entanto, os levitas que serviam no templo eram todos homens – embora na tribo de Levi houvesse muitas mulheres. Já no NT, vemos 12 apóstolos homens. Não vemos em nenhum momento Jesus autorizando regência feminina. Depois, de Atos em diante, vemos diaconisas, que eram auxiliares em trabalhos de serviço, mas, novamente, não vemos regência espiritual. Enfim, o resumo é que muitas e muitas mulheres na Bíblia foram usadas por Deus e atuaram de forma extremamente Importante em sua obra. Mas em nenhum momento vemos mulheres no papel de regência eclesiástica. Por isso, não me atrevo a autorizar algo que a Bíblia não autoriza. Mais uma vez, quero deixar isso claro: não se trata de machismo ou de não reconhecimento do mérito das mulheres, mas de temor a Deus e a aquilo que Ele estabeleceu. Se não há uma ordenança direta de mudança não ouso mudar. E não haver pastoras em nada desmerece a mulher na Igreja: continuam sendo importantes, a maioria, aliás (68% dos evangélicos são mulheres) e que seja dada honra a quem tem honra. Mas não falo ou faço o que Deus não falou ou fez. Respondido?
      Abraço grande, na paz do Mestre.

  48. Luiz Fernando disse:

    Obrigado mano, pela resposta. Confesso que fiquei preocupado contigo, não o conheço pessoalmente mas já tenho um grande carinho por ti. Entrava todos os dias esperando um sinal de vida rsrsrs. Que bom que você está bem, Deus vai lhe dá a paz que deseja e te esclarecer, assim como você é usado para esclarecer um monte de crentes “necios” rsrs, abraços obrigado pela paciência. A paz daquEle que subsiste eternamente.

  49. Juliana disse:

    Oi Maurício, a paz do Senhor!
    Que bom te ver por aqui, vou orar e esperar ansiosamente que você volte a escrever e edificar tantas vidas por meio de suas reflexões!
    Deus te abençoe!

  50. Ana Paula disse:

    Esse artigo como todos os outros me ajudaram e ajudam muito . Um tempão atrás quando eu não era ainda convertida, eu achava que indivíduos que nunca roubaram, mataram,etc, não precisavam se arrepender pois eu não via sentido nisso e me perguntava do “porque” eles deveriam se arrepender e “do que”. Quando lemos a Palavra do Senhor nesse sentido vemos que até os que tem boa índole também precisam se arrepender e converter.
    Abraços Zágari, Deus o abençõe sempre!!!

    • Sem dúvida, Ana, a Bíblia diz que “todos pecaram e destituídos estão da graça de Deus”. Então nenhum de nós é isento da necessidade de salvação.
      Fico feliz por ter abençoado.
      Que a paz de Cristo seja com você e todos os seus.

  51. Fernanda Marreiro disse:

    Maurício,
    Graça e paz querido! Não tenho mais recebido email com suas postagens daqui do blog já faz um tempinho….vc está bem, tá tudo em paz? Suas reflexões fazem falta.
    Espero que esteja tudo bem.
    Um grande abraço.
    Fernanda Marreiro

    • Oi, Nanda, tudo bem? Espero que sim.
      Na verdade me afastei do blog por um tempo para repensar muitas coisas em minha vida. E as experiências pelas quais passamos refletem no que escrevemos, não é? Assim que eu tiver encontrado o tom certo voltarei a escrever.
      Um beijo grande a toda a turma de CG, em você e nos pastores amados.
      Que a paz de Cristo encha sua vida e até breve.

      • Fernanda Marreiro disse:

        Entendo perfeitamente!
        Que Deus esteja acrescentando tudo que você necessita nesse momento de reflexão. Estarei fazendo o mesmo nos próximos dias, com a graça de Deus.
        Um grande abraço.
        Fernanda

      • Obrigado, Nanda. Fico feliz pela tua decisão.
        Um beijo fraterno, na paz de Cristo.

  52. Maurício, graça e paz! Saudades de seus textos. Oro para que Deus te guie e dê sabedoria para voltar quando puder e Ele permitir. Abraço!

    • Ola, Debora, graça e paz.
      Obrigado pelo carinho. Em breve voltarei a escrever, assim que puser em ordem algumas coisas na minha vida e na minha mente.
      Deus a abençoe e até breve!

      • Vanessa Oliveira disse:

        Maurício, a única coisa que lhe digo é que vou orar por ti. E peço para que quando estiver orando, lembre também dos internautas como eu… que precisam de uma oração!
        Fique com o Pai!
        Abraços,
        Vanessa

      • Oi, Vanessa,
        muito obrigado pelas suas orações, são preciosas. E pode deixar, oro sempre a Deus pelos irmãos que entram no APENAS, é um compromisso que firmei com o Senhor. E vou orar especificamente por você.
        Deus a abençoe, com sua paz.

  53. Líbia disse:

    Zágari,
    Você faz tanta falta.
    eu não poderia deixar de dizer novamente, que todas as manhãs venho aqui em busca de uma palavra amiga,
    mas entendo como dever ser grande a responsabilidade para Ti, espero que tão logo VC volte, todos nós
    te Amamos muito.
    um abraço
    tua irmã Líbia.

    • Libia, minha irmã, muito obrigado.
      Expressões de carinho e afeto cristãos como essas são muito importantes na comunhão dos irmãos, louvo a Deus pelo teu coração bondoso.
      Devo voltar a escrever em breve, já tenho rascunhado alguma coisa, mas ainda quero estar seguro da linha que vou adotar antes de iniciar.
      Deus te abençoe muito e a toda a sua familia.
      Na paz do Mestre.

  54. Simone disse:

    Oi Maurício,

    Bom saber que está tudo bem com você e que aos poucos você voltará a nos ensinar com seus textos edificantes que nos obrigam a parar, refletir e meditar sobre os assuntos abordados.

    Oro por sua vida e de sua família e também pela vida da famíla do bispo McAlister, aprendo muito com o Mosaico Cristão e os vídeos do bispo.

    Minha conversão ocorreu há poucos meses e gostaria de te pedir uma sugestão de livros para eu presentear meu pai que ainda não é convertido. Sei que a melhor indicação é a bíblia, todavia tenho certeza que como muitas pessoas meu pai tem uma em casa, mas é meramente decorativa.
    Tenho muita dificuldade para me expressar e como também ainda tenho pouco tempo de fé, tenho receio de falar besteira sobre a palavra de Deus.

    Sei que você já deixou aquela lista com dez sugestões de leitura, mas gostaria de saber se você poderia indicar algo para uma pessoa que ainda não é convertido (e para piorar, ainda acredita em algumas coisas que desagradam a Deus).

    Sei que meu pai será convertido pelo Espírito Santo (e oro para que isso ocorra), mas como sei que ele gosta de ler, gostaria de presenteá-lo com algo que possa ajudá-lo.

    Por favor, não tenha pressa e desculpe pelo abuso. Caso prefira, pode me mandar por email.

    Abraço e fique na Paz!

    Simone

    • Simone, olá,
      imagina, minha irmã, não é abuso algum, é um prazer ajudar.
      Eu sugeriria para começar o “Cristianismo puro e simples”. É um livro curto, informativo e , de certo modo, evangelístico. Pode ser um bom começo.
      Em seguida, “A renovação do coração”, de Dallas Willard.
      Em terceiro lugar, “Maravilhosa graça”, de Philip Yancey.
      .
      Creio que aqui já teria um bom começo. Ajudei?
      .
      Deus a abençoe muito e obrigado pelas palavras de carinho.

      • Simone disse:

        Oi Mauricio, ajudou sim! Muito obrigada pela atenção, você é 10!

        Abraço e a Paz de Cristo!

  55. Ananda disse:

    Olá Maurício.
    Acompanho seu blog diariamente e tenho percebido que você tem sumido.
    Gostaria de saber se vc desistiu de novos posts? Estou sentindo falta. :/

    • Olá, Ananda,
      Obrigado pelo carinho e a preocupação.
      Tinha desistido. Mas hoje retornei, após dois meses. No post de hoje explico.
      Deus a abençoe muito, com Seu amor e Sua paz.

  56. mzbrasileira disse:

    Maurício: sem fugir do tema, este Blog devia chamar-se Bíblia Viva, pois cada leitura nos edifica, exorta, consola, fortalece, etc…enfim, a Palavra nunca volta vazia! O principal, cada leitura faz com que glorifiquemos a Deus, mesmo quando não comentamos nada; é algo espontâneo, difícil nos controlarmos…louvado seja o Nome do Senhor para sempre! A Paz, meu amado, no Espírito.

  57. Rodrigo disse:

    Paz irmão.

    Voltando pra dizer que estou aplicando esse modelo e realmente tem sido uma benção em minha vida. Muito bom mesmo. Glórias a Deus.

    Abraço.

    • Fico muito feliz, Rodrigo. É bom saber que o que escrevemos tem consequência real na vida espiritual dos irmãos que nos leem. Me alegro.
      Deus te abençoe muito, com Seu amor e Sua paz,
      mz

  58. evellyn disse:

    oi a paz !
    queria uma dica pq eu gosto de ler a biblia mas me sinto presa lendo livro por livro gosto de cada dia ler uma historia diferente me da uma dica de como ler obrigada e que deus esteje sempre te iluminando obrigada

  59. julimar velloso disse:

    Mauricio!
    Ler a biblia com o auxilio de um bom comentario biblico ajuda? ou é recomendavel ler primeiramente somente a biblia ?
    Paz.

    • Olá, Julimar,
      .
      sim, um comentário bíblico é uma boa ajuda, mas é preciso ver de que editora é. Eu recomendaria a Biblia de estudos de Genebra ou a Biblia de estudos NVI.
      .
      Abraço e Deus te abençoe,
      mz

  60. Alessandra disse:

    Oi Mauricio!
    Gostaria de uma opinião sua sobre pessoas de leem outros livros e não leem a Bíblia. O que você pensa sobre elas? Tenho uma amiga evangélica que é viciada em ler livros, mas não lê a Bíblia…

    • Olá, Alessandra,
      .
      é como se alimentar só de sobremesa e não do prato principal. Primeiro o principal, depois o complemento. Quem só come a sobremesa acaba subnutrido.
      .
      Abraço carinhoso, Deus te abençoe,
      mz

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s