Quando você cria um blog, seu nível de exposição torna-se bem maior do que se possa imaginar. Atualmente, após 13 meses no ar, o APENAS tem uma média de 4.000 leituras por post, fora outros blogs que o replicam e irmãos que fizeram a assinatura e assim recebem os textos por e-mail, repassando-os para outras pessoas. É uma quantidade significativa de internautas que leem os textos e interagem comigo pelos comentários, uma média de 60 por dia. Isso me gerou muitas percepções. Mas, de todas as percepções que blogar me proporcionou, uma das mais visíveis é como é fácil as pessoas se enganarem a seu respeito.

Calma. Não estou dizendo que deliberadamente engano você, meu irmão, minha irmã. Não é isso. Mas como escrevo sobre a fé cristã a partir daquilo em que acredito, a imagem que muitos dos leitores acabam construindo sobre o autor dos textos é de uma grande santidade, de uma monstruosa intimidade com Deus, de muita devoção. Isso fica claro quando leio os comentários de diversos irmãos que, por uma enorme bondade em seus corações, tecem elogios a mim. São irmãos e irmãs que não me conhecem pessoalmente, não enxergam as profundezas do meu coração e, assim, formam uma imagem a meu respeito baseado no que escrevo. E confesso que por vezes sou tratado como um homem de Deus tão santo que quase acredito.

Isso é um enorme problema. Pois é exatamente assim que começam a se formar celebridades gospel. Que pastores começam a ser idolatrados. Que cantores evangélicos ganham fãs. Que teólogos e palestrantes passam a ser vistos como inerrantes aos olhos de muitos. Que pastores hereges ou gananciosos são amados por cristãos sinceros apesar de suas heresias e de seus intere$$e$. Tudo porque, sem se conhecer a fundo os indivíduos e suas mazelas, começamos a olhar para eles por sua aparência de santidade e piedade, por suas palavras eloquentes ou bonitas, por seu jeito aparentemente espiritual de entoar louvores… e criamos imagens em nossas mentes sobre como essas pessoas são a partir de suas máscaras. Mas por baixo dessas máscaras muitas vezes a coisa é bem diferente. E eu vou provar com o meu exemplo. Para não falar dos outros, vou me pôr na berlinda. A você que me elogia pelo que eu escrevo, deixe-me confessar algumas coisas a meu respeito.

Sou uma pessoa absolutamente normal. Como você, tenho minhas muitas deficiências. Como você, luto constantemente contra minha carne e contra zilhões de defeitos. Me iro, sinto ódio, brigo com minha esposa, perco minha paciência, falo o que não devia, faço o que não devia, sinto inveja, mágoa, ciúmes. Cobiço o bem do próximo. Como você, luto a cada dia para viver em intimidade com Deus, embora tenha dias em que fique com preguiça de ler a Bíblia e sinta sono para orar. Como diz o clichê, tem dias em que “só a graça”! Como você, nem sempre amo a Deus sobre todas as coisas e ao próximo como a mim mesmo. Chego a ser egoísta, em muitas ocasiões. Perco a cabeça. Como você, tenho pensamentos impuros. Como você, tenho vontade de matar certas pessoas – depois de enchê-las de sopapos, claro. Já cometi pecados após a minha conversão que me enchem de culpa e, embora eu esteja sinceramente arrependido e saiba que Deus me perdoou, eu mesmo não me perdoei. Em resumo, meu irmão, minha irmã, sou exatamente como você: decepcionante, um pecador de marca maior, numa luta constante contra minha natureza humana e numa perene busca desesperada por Deus e pela santidade. Que parece sempre um alvo inatingível.

Mas há um porém: apesar de eu ser todo esse amontoado de pecados, escrevo sobre aquilo em que creio. Aquilo de que não tenho a menor dúvida que seja verdade. Creio no Evangelho. Creio na Bíblia como a inerrante revelação de Cristo. Creio em Jesus. Creio na graça sem a qual eu e você iríamos para o inferno. Creio que há perdão para o pecador arrependido. Creio na santidade e a vejo como uma meta essencial. Creio que devemos combater as heresias e os hereges. Creio na pureza de coração. Creio que devemos ser como o cristão que Jesus descreve no Sermão do Monte. Se eu fosse perfeito é como eu gostaria de ser. Difícil, para não dizer impossível. Mas lutar para chegar lá é totalmente possível.

Vivo, portanto, uma contradição. Escrevo e prego sobre o que creio, mas vivo com milhões de erros e cometo bilhões de pecados. Isso faz de mim um hipócrita? Ou… um humano? Não sei. Só cabe ao Espírito Santo de Deus me julgar. Mas sei de uma coisa, como já pus em outro post: a Bíblia diz que os anjos pediram ao Senhor para proclamar o Evangelho, só que, estranhamente, Ele decidiu dar essa tarefa aos homens. Que bizarro, que escolha aparentemente contraditória e sem sentido. Porque, se você parar para pensar, ao longo dos últimos 2 mil anos, as boas-novas de salvação só têm sido pregadas por… pecadores carentes de salvação. A santidade tem sido estimulada somente por homens com falhas graves na sua própria santidade. O arrependimento dos pecados tem sido apregoado por homens e mulheres desesperadamente necessitados do arrependimento de seus pecados. Todos os humanos que pregaram o Evangelho até hoje compõem uma grande multidão de “mascarados”, pessoas que anunciaram o Caminho para o Céu enquanto dentro de seus peitos pecados horrendos vicejavam e os poluiam.

Somos desgraças ambulantes pregando a graça.

Eu me enquadro nesse grupo. Todos os cristãos que caminharam sobre a terra nos últimos 20 séculos se enquadram nesse grupo. Mesmo assim, Deus nos mandou divulgar o maravilhoso Jesus e as coisas que Ele ensinou. Fascinante. Se Cristo aparecesse para mim hoje eu teria vergonha de olhá-lo nos olhos. Pois o peso da minha pecaminosidade e falibilidade me esmagaria. Mesmo assim o amo. E nunca cessarei, enquanto Ele me permitir, de proclamar que Ele é o Caminho, a Verdade e a Vida. Nunca cessarei de pregar a mensagem da Cruz. Trinta segundos após pecar subirei num púlpito e pregarei que não devemos pecar. Simplesmente porque é o que devemos fazer. Porque é o certo.

Sejamos honestos: se eu e você fossemos esperar sermos santíssimos para anunciar que devemos ser santíssimos jamais ninguém abriria a boca.

Se eu e você fossemos esperar que nossos pecados cessassem ou que nossa máscara de bons homens e mulheres caíssem para que fossemos sentar e escrever sobre como devemos nos despir das máscaras de santidade, assumir nossa natureza pecaminosa e afirmar que precisamos terrivelmente nos santificar…você não estaria lendo essas linhas agora. Sim, eu uso máscaras de santidade, negar sim seria hipocrisia e mentira. Oculto dos outros meus muitos pecados e os trato com Deus, entre as quatro paredes do meu quarto. Exatamente como você faz. Ele me conhece. Ele conhece você. E sabe que quem se esconde atrás de cada máscara – como diz a música do Bispo Walter McAlister (veja vídeo ao final deste post) – é uma pessoa real: pecadora, errada, miserável em suas transgressões. Se cada um saisse pelas ruas alardeando seus próprios pecados não haveria espaço para caminhar em meio à multidão. Mas a questão é que absolutamente todo cristão que pisa numa igreja é um tremendo pecador vestindo máscaras de santidade mas com o rosto desfigurado pelo pecado. Todo. Sem exceção. Eu. E, se você tiver coragem de admitir, você também.

O que nunca deve nos impedir de proclamar Cristo, o Evangelho, a salvação, o arrependimento dos pecados, o juízo, o perdão… e a maravilhosa graça.

Em 1 João 1.8-10 disse o apóstolo amado: “Se afirmarmos que estamos sem pecado, enganamos a nós mesmos, e a verdade não está em nós. Se confessarmos os nossos pecados, ele é fiel e justo para perdoar os nossos pecados e nos purificar de toda injustiça. Se afirmarmos que não temos cometido pecado, fazemos de Deus um mentiroso, e a sua palavra não está em nós“. Não, eu jamais faria de Deus um mentiroso, assumo minha natureza pecadora, confesso a Ele meus pecados e creio que Ele é fiel e justo para ter me purificado de todo o mal que pratiquei. E, assim, sigo escrevendo sobre a fé.

Então sim, eu escrevo sobre o que tem que ser escrito. Escrevo porque é a verdade. Escrevo para edificar, embora eu mesmo prejudique pessoas. Escrevo para consolar, embora eu mesmo tenha minhas dores, que precisam de consolo. Escrevo para exortar, embora eu, me conhecendo como me conheço, saiba que ninguém mais do que eu precisa ser exortado. Mas mesmo assim o faço. Escrevo neste blog. Escrevo em livros. E Deus, por sua graça incompreensível, por seu amor imensurável, por sua compaixão e misericórdia impossíveis de se alcançar racionalmente em toda sua extensão… ainda assim usa as palavras que saem deste pecador incorrigível que sou para tocar corações, amparar necessitados, aconselhar pesssoas em dor e até evitar suicídios, como já contei aqui. Eis o porquê de eu continuar escrevendo sobre santidade; combatendo os inimigos de Cristo; denunciando as heresias e os hereges; trazendo reflexões sobre as coisas de Deus; buscando não esmagar quem peca, mas ajudá-lo a se pôr novamente de pé.

Meu irmão, minha irmã, eu sou pó e cinza escondidos por trás de uma máscara de piedade. Como todo pastor-celebridade. Como todo artista gospel. Como todo blogueiro. Como todo tuiteiro. Como todo teólogo. Como todo cristão. Por isso, não seja fã nem idolatre ninguém. Nenhum de nós tem a capacidade de ser exemplo: só Jesus. Só Jesus.

Não me idealize, querido, querida. Meus prêmios, livros e textos não fazem de mim alguém louvável. Sou exatamente igual a você: um pecador que carece diariamente da graça do Cordeiro de Deus que veio tirar o pecado do mundo. Não pense que sou melhor do que ninguém, não sou. Eu poderia ser muito melhor. Mas não é por isso que deixarei de estimular meu próximo a ser o melhor que ele puder. E não é por isso que não creio piamente no que escrevo: creio na graça, na glória de Deus, na remissão da humanidade pelo sangue derramado na Cruz, na luta desesperada pela santidade. E já escrevi sobre pecados enquanto lágrimas desciam por meu rosto sabendo que eu estava sendo o primeiro a ser alcançado pela minha própria exortação.

Então, querido, não me elogie nos seus comentários no blog. Em vez disso faça uma oração por mim – e por todos aqueles que você considera exemplos de santidade. Isso será muito mais proveitoso para minha vida espiritual, tão carente por trás das máscaras que uso. Tenha certeza absoluta ao ler meus textos e livros: foram escritos por um homem que peca, que sabe que peca, que odeia pecar e ainda assim peca, mas que proclama o Evangelho acreditando com toda sua alma naquilo que escreve e que deseja edificar o Corpo de Cristo. Que ama Jesus, a Bíblia, a Igreja, o Evangelho. E que luta diariamente para aproximar aquilo que vive daquilo que prega – embora nem sempre consiga. Mesmo assim, se for o caso não deixe de abrir seu coração para aquilo que escrevo, pois Deus pode usar até uma mula falha como eu para falar a você. É o que Ele tem feito por 2 mil anos por meio de cada pecador que proclamou o Evangelho da graça e é o que continuará fazendo até a gloriosa volta de Jesus.

Paz a todos vocês que estão em Cristo.

.

.

.

Direitos Reservados
O conteúdo deste site é de divulgação livre para fins não comerciais. É mandatório quem for reproduzir um post creditar: 1) Nome do autor. 2) URL do blog (com link). 3) Nome do blog: “APENAS”.

Licença Creative Commons Blog APENAS by Maurício Zágari is licensed under a Creative Commons Atribuição-Uso não-comercial 2.5 Brasil License.

As reflexões expressas neste blog são pessoais e não representam necessariamente a posição oficial de nenhuma igreja, denominação ou grupo religioso.

About these ads
comentários
  1. Renan disse:

    Às vezes o peso do pecado e o dedo do acusador nos oprimem de forma que passamos a pensar que não fomos perdoados, ou que somos hipócritas indignos de anunciar o evangelho. O fato é que, independente do quão santo eu seja ou ache que sou, não fosse pela graça, sempre seria indigno de anunciar as palavras de nosso Salvador.

    Eu precisava ler isso hoje. Sair da trincheira. Voltar para a guerra.
    Glória ao Senhor, pela sua misericórdia.

    Grande abraço, mano Maurício.

  2. vanusa disse:

    Amém! por tudo que você escreveu neste texto,mas saiba meu querido irmão em Cristo, na verdade meu interesse por solicitar para participar do seu blog, é justamente por concordar no que você escreve. Não viso ninguém como um ser de extrema santidade, somente o Pai.,por esse motivo vi e me identifiquei com o que li, melhor dizendo com o mesma concordância, mas como não sou uma expert na escrita e nem tenho talento nenhum como você (aceite meu elogio de uma forma carinhosa por favor) acabo não sabendo me expressar.Quicá uma hora eu possa descordar de algum assunto que você possa postar porque, graças a Deus, o Senhor me deu discernimento de tudo que leio ou vejo.Sigo o conselho de Paulo de reter somente o que é bom, o que edifica ou o que acrescenta, no mais, vejo as pessoas de carne e osso como eu, ou seja pecador e cheio de defeitos e qualidades também. Todavia um dia eu possa ter o mesmo talento, depois de estudar e ler bons livros que ajudem a eu me expressar, escrever e ter o mesmo feeling. Analiso todos os assuntos que são abordados a luz das escrituras,e quando me deparo de assuntos que são convincentes mas são ideologia do autor, oro ao Pai para que Ele me mostre se tal determinado conceito é verdadeiro ou não. Compartilho e aprendo aquilo que vejo ser importante e que também sirva de reflexão a quem está cego espiritualmente. Mas não de forma idolatrá como se a pessoa fosse um ícone, a voz de Deus aqui na terra, nada disso.Mas gostei muitíssimo de tudo que estou lendo no seu blog…obrigada por me aceitar .Que o nosso Deus abençoe você e sua família!

  3. Ruthi Lima disse:

    “Em resumo, meu irmão, minha irmã, sou exatamente como você: decepcionante, um pecador de marca maior, numa luta constante contra minha natureza humana e numa perene busca desesperada por Deus e pela santidade. Que parece sempre um alvo inatingível.”

    Deus, ontem chorei por isso. E agora choro também, porque muitas vezes as máscaras estão tão coladas no meu rosto que não consigo deixá-las cair. Querer fazer o bem e não fazer. Mas o mal que não desejo esse eu faço. Tal qual a luta de Paulo, assim tem sido a minha luta. Deus me conceda um coração novo a cada dia, pois a cada dia o pecado bate a minha porta e, “miserável homem que sou! Que me livrará do corpo dessa morte?”… Mas “graças a Deus por Jesus Cristo Nosso Senhor.” O pecado é a única coisa que pode nos separar do amor de Deus, mas ainda assim Ele, por bondade e misericórdia, providenciou a Graça, a Cruz, o Cristo.

    Abs.
    Em Cristo.

  4. Luiz Fernando disse:

    Oi amado do Senhor, a paz.
    Olha Maurício eu sou tão mascarado que as vezes pelo os elogios de pessoas que acham que eu sou santinho, santo do pau oco só se for ne, pessoas que não vêem o meu coração, até acredito as vezes, sabe. Mas eu as vezes sinto tanta raiva de mim, que da vontade de ate desistir. e.Erro, e erro toda hora, mas vou tentando Deus nos ajude, como diz o jargao “Só misericórdia”. A paz querido.

  5. Lelê (Alessandra) disse:

    Maurício,
    Eu entendo a exposição que isso gera pra vc!
    O mais impressionante é que as pessoas fazem de vc alguém que não peca sendo que vc, eu creio, ser o primeiro a ser abençoado com as suas próprias palavras!
    Eu sei, às vezes, os comentários não são edificantes, é verdade, mas em sua maioria os testemunhos e o incentivo para que vc continue escrevendo com certeza superam todas as ofensas!
    Eu te conheço um pouco, sei que vc leva uma vida igual ou muito parecida com qq outro ser humano desse bolg, mas as pessoas tendem a colocar em um pedestal o autor de frases bonitas e impctantes.
    Eu não te tenho como um ídolo, mas sei o que vc escreve serve muitas vezes para me trazer de volta ao Evangelio.
    Aliás eu prefiro muito mais o Maurício das pizzas, brincando com a filhota e com a esposa e fazendo o que Jesus fez, amando ao próximo. Mas eu sei que esse é um privilégio de poucos.
    E louvo e agradeço a Deus diariamente por ter colocado a familia na minha vida!
    Aliás, poderíamos marcar um almoço para vc conhecer o Sergio e eu brincar com a pequena pois estou com muita saudade! rs
    Com carinho,
    Lelê

  6. Lincoln Negrão disse:

    Pouco após ter me convertido, o que de certa forma não faz muito tempo, ouvi algo que mexeu profundamente com meus conceitos e valores. A mensagem falava de 1 Cor 11:27 e logo veio ao meu pensamento uma questão: ” mas se sou tão pecador assim como é que posso comer e beber dignamente? Eu não mereço isso”. Somente então percebi a maravilha que é o Evangelho da Graça, que torna justos e dignos exatamente aqueles que reconhecem em si próprios a sua incapacidade, a sua corruptibilidade e as suas falhas; dignos são os que reconhecem sua indignidade, glórias a Deus! De fato meu irmão, vivemos tempos difíceis; os filhos andam sedentos pela Palavra genuína, cansaram-se das fábulas, das massagens de ego e do falso ensino que vem sendo entregue na maioria (digo isso com lágrimas no coração, visto que meu pecado por vezes me torna duro e incapaz de lamentar nossas mazelas de forma líquida, visível) dos púlpitos. Em tempos assim, a tênue linha que separa admiração, respeito e alegria por encontrar outro “E.T” (diria W.M) como você, se torna ainda mais estreita, frágil e difícil de ser percorrida de forma equilibrada, lúcida. Entendi a proposta do post, e de fato, a virtualidade das nossas “conversas” não me permite ver algo que somente o Pai e você sabem meu irmão. Contudo vejo comprometimento com o reino, vontade de acertar cada vez mais e pecar cada vez menos e entrega: ponto! Espero que não tenha soado como elogio, pq dessa vez não foi, rs. Oro a Deus pela sua vida e para que nós, “martelos” tortos que somos, continuemos a pregar aquilo que nos salvou e que continuará a salvar enquanto o Pai desejar. Ore por mim, meu irmão. Louvemos a Cristo.
    Fique na Paz.

    • Amem, Lincoln, sábias palavras, muito sábias.
      Oremos uns pelos outros, para que nos unamos nesse amor que a nós é impossível compreender.
      A paz do manso Cordeiro seja contigo.

  7. Ivan Pitzer de Souza disse:

    Aquele que se humilhar será exaltado! o princípio de toda a sanedoria , é o temor de Deus.! Po segredo de umai vida v
    itoriosa, não é o sucesso, mas sabermos, que aquele que me fotalece, me fcacita, para todas as coisas porque “quando me sinto fraco, busco tornar-me forte, maa quando penso que estou forte, ai estou fraco”
    “A minha Graça te bsta” Amem Senhor!
    Dpo seu conservo, do Senhor da seára, ivan pitzer de souza

  8. Tatiane disse:

    Que Deus o abençõe, me identifico demais com os seus textos, Gloria a Deus pela tua vida!

  9. Maicon Luiz disse:

    Talvez o texto mais sincero que já li.

  10. Cabral. disse:

    Zágari meu irmão!

    Vc deu agora pra fazer biografia daqueles que te acompanham aqui através do APENAS???

    Me vi plenamente em suas palavras…

    Como sempre digo, se formos ficar olhando prá nós mesmos, para nossa condição, pras nossas “qualidades” ou pra nossa capacidade de fazer algo para Deus, não saímos de casa…Nascemos em pecado, vivemos e morremos afligidos por ele…

    Tem um hino antigo, que o refrão diz: ” Eu venho como estou, sim venho como estou, porque Jesus por mim morreu, eu venho com estou…”.

    Podemos dizer que quando de nossa conversão, fomos até Jesus como estávamos, e entendo que não muda muito depois, na caminhada…Continuamos indo e buscando à Ele como somos e estamos… Eu particularmente sou muito sincero neste ponto. Sinceridade esta que as vezes até assusta alguns.. Mas deixa prá lá..

    Buscamos a santificação, mas para isso também, dependemos Dele. Em nós e por nós não existe nada,nada que nos qualifique para isso… Somos como vermes… Essa é a realidade.

    Em contrapartida,como vc lembrou de maneira muito sábia, APESAR DE TUDO ISSO, Deus nos escolheu e ordenou que proclamássemos as boas novas… Vai entender isso!!!…

    Creio que cabe à nós prosseguirmos, né mano?

    Em Cristo, conseguimos enxergar o que de fato, somos.

    E Nele, estamos juntos nessa!

    Forte abraço!

    Cabral.

    ps: não me esqueci do café aí no Rio….

  11. Marcelo de Andrade Gomes disse:

    Paz, mano!

    Certa vez ouvi alguém dizer que a figura da cruz também aponta para os tipos de relacionamento que devemos cultivar: o vertical e o horizontal, o Senhor e o próximo, neste caso os irmãos.

    Se te olhar horizontalmente, sem a tua máscara, verei claramente teus maus exemplos, os quais serão exatamente o espelho que revelará a minha face real e os meus exemplos piores ainda.

    E para que possamos nos entender e nos perdoar e continuar a trilhar o caminho estreito, devemos sempre e somente olhar verticalmente, para o Autor e Consumador da nossa fé e da nossa salvação (e vice-versa).

    Mano, você não presta e eu sou pior ainda. Mas, cobertos pelo Sangue e sempre reconhecendo que nada somos, somos mais que vencedores em Cristo.

    Obrigado por se permitir ser usado por Deus para me mostrar que não presto e que preciso ser diariamente moldado pelo Senhor!

    Deus te abençoe, queridão!

  12. katia machay disse:

    Mauricio, estou em prantos ao ler esse artigo.
    Vc disse: “Sejamos honestos: se eu e você fossemos esperar sermos santíssimos para anunciar que devemos ser santíssimos jamais ninguém abriria a boca.” Infelizmente eu me enquadro nessa parte do texto também e nao tenho aberto a minha boca pra falar em publico. Dou aula pra crianças, falo individualmente com adultos, mas em publico a responsabilidade de falar de pecado é muito grande pra mim, pois tenho a droga do medo da critica, justamente por causa dos bilhoes de pecados que cometo.
    Deus abençoe seu ministerio.

    • Katia,
      não tenha medo da crítica. Leia Mateus 5.10-12 e certamente isso te fortalecerá e dará forças para pregar a verdade, apesar dos seus pecados.
      E proclame Cristo, a despeito deles. Todos os que o proclamam os têm.
      Deus te abençoe, querida irmã.

      • katia machay disse:

        Obrigada pelas indicação da Palavra do nosso Deus. Li e reli. Mas vc sabe q qdo terminei vi q li ate o versiculo 15 (acho q o ES me fez ler ate o vs.15 e nao ate o vs. 10)…rs Sempre é bom lembrarmos q devemos ficar sempre alegres em todos os momentos de perseguição. Eu acho q eu é q persigo eu mesma, querendo ficar “perfeita” pra falar do amor do nosso Deus.
        vs.13 diz q somos o sal da terra…
        vs.14 diz q somos a luz do mundo…
        Vou me firmar em toda essa palavra desses versiculos.
        Obrigada mais uma vez.

      • Disponha sempre, Katia.
        Deus te abençoe e te dê Sua paz.

  13. Elias Valença disse:

    Estou decepcionado com vc, Dindinho! E eu que muitas vezes imaginava que vc poderia ser um anjo disfarçado de homem para fazer a Obra que os homens negligenciam. E eu que já planejava tocar na sua camisa ou pegar um lenço seu para receber um pouco da unção que Deus te deu.
    Estou arrasado! Meu Dindinho é um pecador… Ooohhhhh mundo cruel!!!!
    Deixando a brincadeira de lado, realmente confesso que por seus posts serem tão fortes, tão profundos, tão “luz nas trevas”, por vezes cheguei a questionar minha salvação e me incomodar em falar de santidade sendo eu um miserável pecador… Agora entendo que devemos sempre lutar para alcançar a santidade, mesmo sabendo que nunca a alcançaremos enquanto estivermos nessa Terra, e nem por isso devemos deixar de falar em santidade. Obrigado Dindinho por deixar sempre o Senhor te usar para nos ensinar a viver mais de acordo com a Sua vontade. Este é o meu Dindinho. Abração.

  14. Monica Malva disse:

    Bom dia!!, sou uma das pessoas que cita que lê seus textos quase que diariamente, e vou dizer que aprendi a gostar de você por “as vezes” me identificar com suas palavras, talvez já até elogiei vc por algum texto, mas o que escreveu hoje, eu tento pensar no que disse sobre idolatria, talvez nem chega a ser isso, as vezes passamos a Amar tanto que não nos contentamos em apenas olhar e não dizer nada, ou não tirar foto…, mas isso é um estudo profundo…, confesso que tem muitos posts que ainda não li, mas não os deletei da minha caixa postal, deixo tudo lá guardadinho, para dias de “desespero”, ou de achar que Deus me esqueceu ou coisas desse tipo, e eu aprendi a amar você quando li sua matéria como sei os planos de Deus para minha vida, lendo, eu fui com você aos lugares que citou e senti o que você sentiu ao dobrar a esquina e ver seu sonho realizado., releio as vezes e vejo que ali Deus te ouviu e te levou ao lugar da Adoração.
    bom, voltando a este post, num é que gostei mais ainda de você!!., por te conhecer ainda mais e saber que é como eu…, cuidado se eu te encontrar na rua, vou pedir pra tirar uma foto.

    • Olá, Monica, bom dia!
      Obrigado pelas lindas palavras. Vc é muito gentil. E seu posicionamento sobre o amor em lugar da idolatria é perfeito. Que consigamos amar reconhecendo que os defeitos alheios são o que nos identifica com o outro, e não uma suposta inerrância. E que é Cristo, esse sim sem mancha, o amálgama entre nós.
      Deus a abençoe muito!

  15. samuel crespo disse:

    caro irmão, hoje resolvi comentar seu post e espero que seja compreendido. É fato, temos máscaras e uma para cada ocasião. Somos imperfeitos? Claro! senão não haveria necessidade de Deus pai ter enviado seu filho ao mundo para nos redimir. Mas Deus coloca pessoas certas no momento certo, com a palavra certa. Você amado, de minha parte, meus poucos elogios e de forma carinhosa é uma forma de agradecimento por palavras inspiradoras que Deus coloca em sua mente e você as traduz em textos como esse que pessoalmente, quando consigo ler e acompanhar, tem me edificado e tirado muitas dúvidas e olha eu sou cristão desde berço e sempre procuro agregar e reter aquilo que é bom e isso é bom, sem puxasaquismo, se é que essa palavra existe, mas reconhecendo a uma pessoa usada pelo espirito santo é idolatria? jamais !!! acho que meu irmão a concorrência está enorme rsrrssrs veja a TV. No mais a maior prova de que as vezes a “duras penas” pessoas sem conhecimento bíblico mínimo se achando… sendo duras contigo não sabendo em que ambiente estão, avaliam de forma errônea seus posts e comentários. me impressiona você se posicionando como recebedor de suas próprias palavras reconhecendo que é pecador, meu irmão isso é a maior prova que Deus o usa para abençoar as pessoas e você não é mula manca como se refere no final do seu post és uma mula inteira rsrsrsr porque a manca não serve porque não consegue andar e é sacrificada para não sofrer. Sei como é difícil as vezes administrar as vaidades que surgem, querido são normais; somos humanos, senão seríamos imaculados e verdadeiros anjos e não estaríamos mais aqui e sim com o Senhor criador da vida. Tenho minhas máscaras como você como qualquer outra pessoa que se reconheça como pecador não como S.C. SUPER CRENTE isso se chama busca pela santidade e é muito difícil amado irmão é uma graça por demais difícil; nossa carne é carne. Tentações? Nossa!! diárias porque nossa luta não é na carne e sim espiritual e isso é de difícil entendimento para aqueles que tem dificuldade de aceitar que tem limitações e máscaras como qualquer pessoa. Entendi cada palavra que colocou aqui mas sei que muitas pessoas vão critica-lo ao invés de entender que você se refere a nossa natureza humana, pecaminosa e a nossa eterna busca por aquilo que Deus determina em sua palavra: SEJAM SANTOS COMO EU SOU SANTO isso é praticamente impossível. Mas essa será sempre nossa eterna busca. Fique com DEUS e na sua paz e até a próxima.

    • Samuel, olá,
      muito obrigado pelas tuas palavrasm todas muito bem colocadas. Nem uma vírgula a mexer.
      Te agradeço, querido, me edificou.
      Abraço forte, na paz e no amor do Cordeiro.

  16. Deborah disse:

    Que bom meu irmão. Nem todos tem coragem de admitir as suas fraquezas e falhas. Mas isso tbm não é nada extraordinário. Pois todos os dias olho para mim no espelho e não me orgulho de nada a meu respeito.
    Faço minhas as suas palavras pq por muitas vezes ou quase sempre me sinto assim. Já preparei diversas ministrações em que o Senhor ministrava primeiro a mim. Falível como sou, me deu a alegria de ser um instrumento em suas mãos.

    Mas permita-me discordar de vc e me perdoe (de coração): ainda vou elogiá-lo algumas vezes. Não por vc ser perfeito. Me identifico muito com o q vc escreve aqui, embora vá discordar de algumas coisas. O q sei q não será problema nenhum pra vc.

    Não vou fazer uma disputa de quem é mais pecador, temo perder feio. Vou me alegrar pelo privilégio que o Senhor me dá de conhecer irmãos como vc. Estendo este comentário para todos os queridos e queridas que deixam seus comentários aqui. Já conheço os nomes e os rostos de alguns que aqui deixam seus registros. Deus os abençoe!

    2Co 4:7 “Mas temos esse tesouro em vasos de barro, para mostrar que este poder que a tudo excede provém de Deus, e não de nós.”

  17. Flávia disse:

    Difícil atender o seu pedido pra não elogiá-lo nos comentários. A minha admiração só aumenta por pessoas que são honestas para assumir as suas fraquezas. Isso é muito confortante e só
    me estimula ainda mais a prosseguir, confiando que a graça do Senhor me basta. Todos passamos por lutas, e devemos fortalecer uns aos outros, apesar de tudo. Obrigada por esta riqueza. Deus te abençoe!

  18. Michelle disse:

    Apesar de você ter pedido pra não ser elogiado, te digo que é bom saber que existem irmão que declaram “eu sou falho” sem parecer falsa modéstia. Me identifiquei com o texto porque já vivenciei e ainda vivo essa situação. E já me perguntei como pregar o evangelho, o arrependimento se eu mesma preciso mudar. Já me lembraram disso também, e dói. Que Deus continue te capacitando, assim como a mim e a tantos que olham pra si mesmos e não veem nada de bom. Paz seja contigo!

    • Michelle,
      fico feliz que vc teve identificação com o texto e que ele alcançou de algum modo teu coração.
      Que o Senhor nos capacite a todos nós, pecadores incorrigíveis.
      A paz seja contigo!

  19. Fato. Mas me junto á algumas pessoas que lhe diz que é dificil não elogiar os seus posts….muito dificil, onde você ao contrário de outras pessoas fala com tanta liberdade de “nossos erros” e “pecados” , pois normalmente ao ler alguns blogs e ouvir algumas pregações,chego á pensar que pelos pecados que cometo, não há salvação pra mim e que não serei nunca “qualificada” pra levar a palavra para as pessoas, e isto é um problema sério, pois muitas vezes temos algo pra compartilhar e por “força” destes “pecados” somos “travados” e ao compartilharmos até somos repreendidos….Fico pensando aonde estas “pessoas’ buscam tanta “santidade” e isto faz com que desistimos de lutar e nos trava ao abrir os lábios e nos colocamos por trás das mascaras, tão firmemente “criticadas” em pregações…..E normalmente só o nosso quarto e Deus é claro, conhece as nossas “verdadeiras” lutas…Como vc diz: Mas a questão é que absolutamente todo cristão que pisa numa igreja é um tremendo pecador vestindo máscaras de santidade mas com o rosto desfigurado pelo pecado. Todo. Sem exceção.
    Que cada um assuma isto (mascaras), e proclame a palavra de salvação para todos!!! Sabendo e adimitindo acima de tudo que somos pecadores.
    Deus tem te usado tremendamente!!!
    Em oração por nós!!!!

    • Solange,
      obrigado pelas palavras carinhosas. Fico feliz que vc tenha a clareza na percepção da nossa realidade, tão desesperadamente carente da graça de Deus.
      Oremos uns pelos outros, como a Palavra nos ensina, pois precisamos demais.
      Um beijo grande, no amor do Senhor.

  20. Fiquei feliz por esse post. Estou mais que convicto que esse blog tem sido escrito por um pecador salvo que ama a Deus. Orarei por você amigo, para que Deus lhe use ainda mais. Paz de Cristo.

  21. Jacy disse:

    Maurício, me enquadro entre as pessoas que o “elogiam” ou será “incentivam”? Concordo com muitas coisas que você escreve tão somente por que vêm de encontro as minhas necessidades espirituais. Não, não se preocupe, peço a Deus o discernimento ao ler tudo, mesmo que se diga cristão. Quando parei aqui, APENAS me senti em casa, rsrs, em família, fraternalmente acolhida. :) Já meditei muito sobre o porquê de Davi, um pecador incorrigível como eu e você, ser um homem segundo o coração de Deus e em meu humilde entendimento compreendi que apesar de todo lodo que o cobria, ele se mantinha humilde, consciente de sua natureza falha e caída e sedento por justiça, amor e verdade, mesmo ele sendo por diversas vezes injusto, cruel e transgressor do que acreditava. Creio que esta postura puramente humana de Davi mereceu um lugarzinho especial no coração do Pai. Me emocionei demais com este post, porque veio só testificar o que eu já sentia a seu respeito, mesmo sem o conhecer: “és um homem de dores e falhas e mesmo assim és um homem que zela pela Palavra de Deus, portanto, Dele”.
    Com tudo que você é e trás de marcas e máscaras em sim. És Dele. Me alegro em me sentir sua irmã e amiga em Cristo. Oro e orarei mais por você , para que em ti o Senhor cumpra seus desígnios e continue alcançando vidas através da sua. Abraços fraternos, meu querido mano! :)

  22. Jacy disse:

    *traz

  23. Anaíza disse:

    Olá Maurício,
    impossível não elogiar, através deste post vc só mostra que é um cristão honesto e maduro teologicamente, portanto um exemplo a ser seguido.
    Ao ler seu texto lembrei de quando o apóstolo Paulo (1 Tm 1.15-17) se vê como o pior dos pecadores. Ele mostra que conhece o próprio coração, sua pecaminosidade e assim reconhece a misericórdia de Deus diante do seu pecado que ainda continua a amá-lo. Como diz a música “Máscaras”, mesmo diante das nossas máscaras Jesus nos ama, e isso nos faz magnificá-lo a cada dia e continuar lutando contra nossa natureza cheia de pecado.
    Quando nos vemos como pecadores reconhecemos que precisamos da graça de Deus.
    Deus continue te abençoando e usando pra glória dEle.
    Abração!

    • Anaíza,
      vc disse algo fundamental: Cristo nos ama. Sem isso… ai de nós! Amor traduzido em graça; logo, em perdão e; logo, em salvação.
      Deus te abençoe em dobro! Abraço forte, na paz do Cordeiro.

  24. Ayres Balbino dos Santos Filho disse:

    Engraçado, eu tenho uma admiração por ti, disse admiração e não idolatria veja bem, justamente porque não o enxergo como um já “santificado”. Aliás ,vai ser pecador como eu na conchichina,( rs, rs, rs).

    O pecador /cristão Maurício Zágari, imprime uma escrita atraente do ponto de vista cristão e literário, justamente porque escreve do lugar comum que se encontram todos . Ou seja, a zona do pecado, mas sem perder o foco, e perseguir a tal quase impossível santificação, que não o paralisa na fé cristã, nem deixa de provocar uma fé coletiva para todos os seus leitores. Aí seu pecador! Entendo que você escreve coerente com suas ideologias e tentativas de conseguir também não ser o que você mesmo tanto denúncia.
    Zágari fala para os seus leitores, mas principalmente para ele mesmo.
    Paz do senhor meu irmão!

    Ayres Filho

  25. Iara Souza disse:

    “Apesar de eu ser todo esse amontoado de pecados, escrevo sobre aquilo em que creio. Aquilo de que não tenho a menor dúvida que seja verdade”.
    Mauricio Zágari, bate o// \\o rsrs
    Enquanto lia o post, vieram tantas informações a minha mente… Sei nem por onde começar. :s
    Primeiro, vou trazer três situações desta pecadora que aqui escreve.
    1ª) Certa vez, no twitter, escrevi “saudades do tempo que chorava, indo em direção do meu quarto, atraída pela presença de Deus”. Uma amiga, leu e me chamou no msn. Ela ficou surpresa com a declaração. Por quê? Porque ela conhecia a “Iara” que ministrava louvor e que Deus usava com palavras que levavam os presentes ao quebrantamento. Como ela mesma disse, quando as pessoas nos olham, no púlpito, pensam que nossa vida é inabalável. E naquele momento, quando escrevi isso, eu estava em ruínas. Eu também “cometi um pecado que me enche de culpa e, embora eu esteja sinceramente arrependida e saiba que Deus me perdoou, eu mesmo não me perdoei”. O que seguiu depois da conversa com ela? Que eu, com todos os erros inimagináveis para uma “ministra de louvor”, abençoei a vida desta amiga, que há poucos dias me disse que essa “Iara” de agora, que reconhece os erros e não os aceita tem-na ajudado muito mais do que a “Iara” que costumo lamentar não existir mais.
    2ª) Um dia, revoltada com as circunstâncias, pensei e escrevi no face “só acredito naquilo que está ao meu alcance”. Uma amiga comentou “e o que está ao seu alcance, você pode ver?” Retruquei “isso é papo de crente, né? Não tô a fim de papo de crente!” Ela respondeu “tá! Deixa pra lá!” No dia que nos vimos ela me contou que ficou se perguntando “meu Deus, por que ela escreve uma coisa dessas? Iara, tu tens que ter cuidado com o que tu escreves. As pessoas estão ali, lendo…” Mas, como disse pra ela, eu não uso máscaras. Quer me conhecer? Hoje posso dá como resposta a esta pergunta um “LEIA-ME!” Sou o que escrevo. E o que escrevo sou eu e meus momentos. Inclusive percebi que quando estou me sentindo um nada é quando mais abençôo vidas. Aprendi a não murmurar. Pelo menos tenho me esforçado pra não dizer o que tá entalado na garganta. Fora que, de tudo faço poesia. Não digo simplesmente “o céu é azul”, mas dou cores a cada movimento das nuvens esparsas… rsrs Só os bons entendem as entrelinhas. ;) E assim, vou dando cores aos meus sentimentos, vida às minhas palavras, sabor aos meus descontroles… =)
    3ª) Minha mãe foi visitar irmãos, parentes no interior e, chegando lá, o que ela ouve? “Iara escreve tão bem” disse um, “Iara escreve umas coisas lindas” disse outro. E eu? Eu fico neste meu lado virtual de ser, escrevendo aqui e ali, sobre todos os meus momentos, sobre o que vejo, sinto, leio, sobre pessoas, amigas, estranhas… rsrs Minha mãe, de novo, chega à igreja e uma de suas amigas vovozinhas lhe diz “Helena, manda um beijo pra Iara e diz que eu estou acompanhando ela. Ow minha irmã, ela escreve umas coisas tão bonitas!” hahaha :D Quase morro de rir. Até porque, quando minha mãe me contou isso, a primeira coisa que lembrei foi o que coloquei no dia anterior: “estou muito bonita pra ficar um sábado à noite em casa” kkkkkkkkkk Enfim…
    A verdade que, diferente do título que leva este post, eu não engano ninguém nas redes sociais. Sou aquilo que escrevo. Sou como me lêem. O problema é quando estamos escrevendo aqui, na boa e vem um com fúria de um leão faminto interpretar o que escrevemos, lembra? rsrs Quando me deparo com estes, meus dedos travam. Não conseguem teclar mais nada. rsrs
    Agora, meu querido, teve uma coisa que li neste post que me deixou meio sei lá, entende? :s
    “Trinta segundos após pecar subirei num púlpito e pregarei que não devemos pecar. Simplesmente porque é o que devemos fazer. Porque é o certo”. Parece o pensamento de alguns amigos que tenho. Este pensamento se resume em “eu pequei, reconheço e vou mostrar pro diabo que ele não me venceu. Saio pra pregar. Saio pra fazer culto de rua. Saio pra cantar…” e por aí vai. Eu os ouvia, mas dentro de mim não concordava. Eu não consigo aceitar isso tão facilmente, sabe. Um dia eu fui até meio durona com um. Chamei-o legalista. Eu não consigo, Zágari, me identificar com isso. Embora você tenha dito logo depois que “se eu e você fôssemos esperar que nossos pecados cessassem ou que nossa máscara de bons homens e mulheres caísse para que fôssemos…” De fato, isso é difícil, até porque a obra de Deus não pode parar, nem esperar! Mas ainda tenho minhas ressalvas com relação a isso. Nunca mais bati de frente com nenhum destes amigos. Acho que cada um entende como quer. Mas eu tenho minhas experiências e elas me são muito determinantes para minhas ações. :-|
    É… Acho que vou fazer um blog “Comentando, apenas” hahahahaha
    Porque meus comentários são praticamente um novo post!!! hahahahahaha :D
    Muito obrigada por tudo!!!
    Tem sido muito bom compartilhar com você!!!
    Fica na paz!!!

    • Oi, Iara,
      suas experiências são muito ricas e certamente enriquecem este post. Obrigado por compartilhá-las comigo e com os irmãos que vêm ao APENAS.
      Sobre a sua não-identificação com esse trecho do que escrevi, compreendo. Mas sabe o que vejo? O Ide não é condicional. Jesus não falou “preguem e façam discípulos, mas somente se estiverem sem pecado”. Devemos proclamar a verdade do jeito que estivermos. Pois nossa situação individual com Deus é uma coisa. O efeito da pregação é outra.
      Só para citar um exemplo: meu irmão de sangue, que hoje é pastor, foi convertido por Cristo num culto onde pregou um determinado pastor que supostamente tinha “dom de operação de maravilhas”. Nós descobrimos depois que o homem era um trambiqueiro, que ele dizia que ia tirar câncer das pessoas e saia uma massa, aquela coisa. Mandamos os “cânceres” todos que saíram para o laboratório, que comprovou que se tratavam de miolo de pão. E no video do culto dá para ver que ele tirava o pão da manga do paletó.
      Mas…meu irmão foi salvo pela pregação daquele mentiroso. Por quê? Porque, apesar do vaso de barro bem podrezinho que ali estava, o que saiu de seus lábios foi a palavra da verdade. E aí a graça de Deus entrou em ação na vida de meu irmão.
      Entende o que falo?
      Pregue. Sempre. Não importa se pecou. Até porque cer-ta-men-te antes de pregar você pecou. Então não tem pra onde correr rs.
      Um beijo grande e que a paz de Cristo inunde seu coração.

      • Iara Souza disse:

        Entendo o que você fala! Mesmo pecadores e tendo que pregar ou cantar, o que convece outro pecador é a palavra de Deus que flui através de nós. Mas, ainda assim, tenho minhas ressalvas… :s E temo pelo texto:

        “Muitos me dirão naquele dia: Senhor, Senhor, não profetizamos nós em teu nome? E em teu nome não expulsamos demônios? E em teu nome não fizemos muitas maravilhas? E então lhes direi abertamente: Nunca vos conheci; apartai-vos de mim, vós que praticais a iniqüidade”. Mt 7.22 e 23

        Esse é meu temor… :-| #oremos

      • Iara,
        importa ler o contexto dessa passagem. Ela nos leva a pessoas que não praticaram a piedade e, logo, não tinham Cristo no coração.
        Deus te abençoe!

  26. Eduardo 26 | SP disse:

    Excelente!…
    Lendo esse post me lembrei do outro que você escreveu recentemente: “Sou um tremendo Santarrão” (quem não leu, leia.).
    E é fascinante como Deus sempre me deixa em cheque: O Evangelho confronta o homem. Se você, irmão que lê esse comentário, não está sendo confrontado diariamente pelo Evangelho, reveja sua busca pela santidade.
    Esse post de hoje vem como um bálsamo para aqueles que estão debaixo da acusação do inimigo, em débito com a sua própria consciência e envergonhados na presença de Deus, mas quando – arrepiado pelo que estava lendo – esbocei um sorriso, o Espírito Santo me mostra um outro lado também muito importante, e que você fez questão de citar várias vezes: “lutar contra o pecado”, “buscar a santidade” mesmo que ela seja “impossível” de ser alcançada enquanto estivermos sob a corruptibilidade da nossa carne. O Senhor Jesus nos ensina como podemos demonstrar o amor que temos por Ele: “Aquele que tem os meus mandamentos e os obedece esse é o que me ama…” (João 14: 21).
    Portanto, Aquele – Único – que conhece o nosso coração e nossas intenções, sabe quando o pecado em nossas vidas representa a “banalização da Graça” ou a falta de intimidade com Deus. Nossas vidas não vão mudar enquanto só Deus souber diferenciar isso, é necessário que nós sejamos sinceros e saibamos reconhecer em que “time” estamos jogando.
    Meu irmão, Maurício, peço a Deus que mantenha em você esse coração sincero e contrito e que, cada vez mais, o seu coração se pareça com o dEle.
    Um abraço!

  27. Luciana da Silva de Paiva disse:

    É isso que tenho feito,tenho orado por irmãos como vc que tem edificado nossas vidas com a palavra que não exalta o homem e sim a Deus.Que a maravilhosa graça a o amor de Deus seja renovada em nossas vidas um abraço.

  28. Aline Avelar disse:

    É Maurício, o cristão é uma contradição ambulante né?
    Que nunca deixemos o mal que habita em nós nos dizer que é impossível e nem que a santidade que Deus nos traz seja tida como coisa vinda de nós mesmos.
    Como vasos de barro sejamos, sabendo que tanto a forma quanto a pintura vem das mãos do Oleiro.Nosso mesmo, só o barro.
    Como bem disse o Paul Washer certa vez: As pessoas adoram os pregadores e esquecem de quem os alimenta. Que nunca nos esqueçamos disso, que Ele é quem alimenta.
    Gostei muito do post.Glória a Deus.

  29. Valéria de Souza disse:

    Olá.
    Lendo o seu texto e os comentários vejo que todos estamos na mesma situação, somos todos pecadores e carecemos do perdão de Deus.
    Deus te abençõe.

  30. Sueli Cajeron disse:

    Não vou elogiá-lo, mas elogiar o Senhor pelo ministério que tem lhe dado de nos mostrar, profeticamente, as verdades bíblicas contextualizadas à igreja de hoje. Você nos descreveu, a nós todos, nesse seu texto. Toda vez que uso da palavra na igreja para ensinar o povo tenho a mesma sensação de “Quem sou eu para estar ensinando isso?”. Que possamos continuar nessa luta contra o pecado em nós e pregando a palavra santa que não pode deixar de ser pregada.

  31. Agnaldo Gondim disse:

    “Cabra!!!”, você foi tão sincero que acaba de fazer outros pecarem mais ainda! os que não te idolatravam agora até podem fazer isso (brincadeira gente, não levem a sério esse comentário)!! rss.

    Pra falar a verdade não vejo mal algum em se admirar as verdades faladas por poucos ou o jeito como estes nos tratam (me refiro ao seu tratamento com quem comenta neste espaço). Nunca li os seus posts achando que você fosse melhor que os outros ou mais perfeito, leio o seu blog porque gosto das suas opiniões, apesar de discordar de umas coisinhas (como o seu pentecostalismo (brincadeira, não se irrite!!!)).

    Interessante que antes de você escrever esse post, eu estava meditando sozinho e ia te escrever uma pergunta bem indiscreta. Isso aconteceu depois que eu vi aqui sobre o monte de acessos por causa do sorteio do livro, eu ia te perguntar algo que coloca a sua honestidade em jogo. Temos visto que na maioria dos sites ou meios que tem um publico muito grande, as pessoas se cercam de assessores para os auxiliar, a minha dúvida, tendo em vista o numero espantoso de acessos e comentários no seu blog é a seguinte: É você mesmo quem de próprio punho responde os nossos comentários? Ou você tem pessoas que te ajudam, e com isso nos lesam fazendo-nos achar que foi você que nos respondeu enquanto foram os seus assessores? Rss.

    Não pode, mas se desejar faça, me pragueje pelo desaforo! rss , afinal você é pecador e quem tem um “pingo” de bom senso sabe disso!! rss. Mas não se preocupe que depois dessa eu não te convido mais para prestigiar a estátua que eu mandei fazer em sua homenagem, mandei até melhorar seus defeitos físicos, que por te admirar (bajular) demais, jamais vou citá-los aqui!! rss.

    Fica na paz meu irmão e desculpa as brincadeiras (é a identidade humorística do nordestino falando mais auto)rss

    • Ô, Agnaldo, só vc rsrs.
      Sobre sua pergunta, sim, sou eu mesmo quem respondo todos os comentários. O APENAS é um blog pessoal e só quem está comigo na hora em que respondo é o Senhor. Às vezes até peço para Ele responder por mim pra descansar meus dedos, mas até hoje minha oração não foi atendida.
      E quem sou eu pra ter um assessor, mano? Sou uma ovelhinha solitária num notebook.rs
      Não se preocupe com as brincadeiras, rir me faz bem. Obrigado pelo carinho.
      Deus te abençoe, mano, aquele abraço forte.

  32. marcojuric disse:

    Boa tarde Zágari!

    É meu irmão, a gente é mesmo assim. Tenha a certeza de que o que me fez seguir e continuar seguindo o seu blog e seus textos é exatamente essa coisa de ouvir “um de nós”, mas que sabe (Deus assim o capacita e o usa) se expressar e escrever melhor.
    Me identifico com você em tudo que tem escrito, não o vendo como “super santo”, pelo contrário, um ser humano como todos os outros, pecador, mas em busca da perfeição e da santidade, reconhecendo que todos somos dependentes da Graça de Deus.
    Minha oração é que Deus continue te abençoando e te usando para nossa edificação; para a edificação do corpo de Cristo.

    God bless you!

  33. Roberto disse:

    Amado Zagari,
    Como sempre – seus textos são extremamente edificantes e a mim servem para seguir na busca da santidade e nos princípios do Reino dos Céus – que não é de comida e nem de bebida, mas de justiça , paz e cheio do espírito santo.
    Sim amado, você é uma benção como pessoa e exemplo a muitos, mesmo porque não tem a “FALSA HUMILDADE” tão comum a telepastores e mercadores da fé – Vc tem coração e mente de Cristo , isso é o que importa.

    Louvado Seja o Poder, honra e Gloria DO NOSSO REDENTOR E SALVADOR JESUS CRISTO, presente sempre em nossas vidas.

    Em Cristo,
    Roberto

  34. [...] Fonte: Apenas (function(d, s, id) { var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0]; if (d.getElementById(id)) return; js = d.createElement(s); js.id = id; js.src = "//connect.facebook.net/en_US/all.js#xfbml=1&appId=208703792528355"; fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs); }(document, "script", "facebook-jssdk")); [...]

  35. Greize disse:

    Maurício, nunca fui de idolatrar ninguém, nem quando era católica.É uma coisa minha que até atrapalhou no começo da minha fé.Mas sim, tem horas que admiramos demais, e queremos ir se tal pessoa ir, mas depois passa.A idade ajuda, e olha que sou novinha.rsrs.
    Seu blog tem sido benção, por vc ter ética, não ficar citando nomes nem baixarias, pela sua educação e tb pela sua sabedoria.Sê tu uma benção.Mas…. nem tudo que vc escreve eu concordo.Sabe porque:
    Vc é um pecador!!!!!!!!Eu tb.rsrsrsrsrs
    Abraços, e que Deus tenha misericórdia de nós!Glória somente a Deus.
    Greize

  36. Pri disse:

    Oi Mauricio,

    Faz tempo que não escrevo aqui, na verdade gostaria de tirar uma pequena dúvida. Li no seu texto um trecho onde fala que os anjos queriam proclamar o evangelho, você se refere à 1Pe 1:12? Pois se sim, não consegui interpretar o versículo desta forma. Você poderia me esclarecer por favor? Muito obrigada. Nem sempre comento, mas acesso todos os dias. :)

    • Oi, Pri,
      sim, essa é a interpretação dos melhores teólogos. Vc pode ler em Strong, por exemplo, o comentário dele é bem interessante sobre o assunto.
      Deus te abençoe!

  37. Elinton Oliver disse:

    Olha Mauricio muito bom esse seu post. Eu já te elogiei muitas vezes, e entendo que você é tão pecador como eu. O que me admira em você é sua capacidade de expor os textos bíblicos de forma coerente e explicitada, coisas que eu não consigo fazer em meu blog. Tá mais abraços, fique com Deus.

  38. Maurício,é um desabafo este post.Entendi a sua colocação.Vc é um homem normal,vaso de barro e que tem falhas como todo o ser humano na terra.Tem sentimentos e o Criador conhece tudo sobre a sua vida,a sua personalidade,o seu jeito de pensar,sentir e agir.O Deus de toda a Graça e misericórdia o compreende e o aceita do jeito que é.O Senhor te ama incondicionalmente.Procure não se culpar mais,o Senhor já te perdoou,o passado ficou para trás.Peça ao Senhor para ajudá-lo a se perdoar e desfrute todos os dias do abração cheio do grande amor do Senhor por vc.Sinta a presença dEle bem perto da sua pessoa.Sinta através da oração,o cuidado do Senhor contigo,o quanto é importante para Ele e o coração do Senhor,batendo dentro do seu coração.Fé em Jesus e nova vida aos pés do Senhor (II Cor.5:17.Gl 6:14-18). Meu irmão em Jesus,temos pecados, fraquezas (Hb 4:14-16.Hb 10:19-25,35-39),erramos feio,falamos o que não convém,sentimos raiva,ódio,tem pessoas que é difícil amá-las e suportar só com a ajuda de Deus.Quem disser que não tem pecado,peca;quem disser que é perfeito na sua carne,peca e está mentindo.Perfeito só Jesus Cristo!!! A luta da carne contra o espírito é diária.Há a tentação e precisamos pedir socorro ao Senhor que entrará com o escape.Fugir e sair correndo do que não agrada a Deus.Estar vigilantes devido a fraqueza da carne.O Ap.Paulo diz na Bíblia que é para não confiarmos na carne,é corpo de humilhação e trapo de imundície.E quem está em pé,olhar para não cair. É importantíssimo buscar a Face do Senhor em oração e entregar tudo aquilo que aflige,angustia,dói o coração,entristece,faz chorar e incomoda no Altar.O Espírito Santo ajuda,ensina,orienta e consola com o Seu perdão,afago.
    A nossa perfeição é no espírito através da obra redentora de Cristo Jesus na cruz.
    “Porque com uma só oblação aperfeiçoou para sempre os que são santificados.E também o Espírito Santo no-lo testifica,porque depois de haver dito: Esta é a aliança que farei com eles Depois daqueles dias,diz o Senhor: Porei as minhas leis em seus corações,E as escreverei em seus entendimentos;acrescenta: E jamais me lembrarei de seus pecados e de suas iniquidades. Ora,onde há remissão destes,não há mais oblação pelo pecado” (Hb 10:14-18).
    “À universal assembléia e igreja dos primogênitos,que estão inscritos nos céus,e a Deus,o juiz de todos,e os espíritos dos justos aperfeiçoados;E a Jesus,o Mediador de uma nova aliança,e o sangue da aspersão,que fala melhor do que o de Abel” (Hb 12:23,24).
    Lê: Romanos 5:1-5. Rm 8:1,2. Efésios 1:1-23. Ef 2:1-10.
    Salmo 103:1-22. Provérbios de Salomão 28:13,14.Salmo 130:1-8 (O Senhor é perdão e bondade.Ele é Justo e Reto).Miquéias 7:18-20. O sangue de Jesus purifica.

    Como serva do Senhor,em que posso ajudar mais?
    Não deixa de orar em nenhum dia,louve ao Senhor,pois o Senhor quer ouvir a sua voz assim que acordar pela manhã e agradecer a Ele por estar vivo,pela Sua Graça,salvação e aconchegante presença de amor,paz e luz.Jesus é a sua esperança e força de viver!!! Sorria para Ele mesmo com dor e problemas.O Senhor sorri.Ele merece o seu lindo sorriso.Foi o Senhor que criou o seu sorriso,rosto e todo o seu ser.
    Alegria e paz para o seu coração.
    Tranquilidade para a sua mente ligada a Jesus.
    Vamos lá,não para de caminhar.Vc tem Jesus.Não tira os olhos do Senhor.
    Vale muito a pena ter vida consagrada ao Todo-Poderoso.Fogo do Senhor que abrasa os inimigos no nome de Jesus.Amém.
    “TU,pois meu filho,fortifica-te na graça que há em Cristo Jesus” (II Tm 2:1).
    “A graça de nosso Senhor Jesus Cristo seja com o vosso espírito.Amém” (Filemom 1:25).
    Felicidades, Luciana. :)

  39. Gamaliel Martins disse:

    Meu irmão, fiquei leitor assíduo do seu blog. Que a graça do nosso Senhor Jesus Cristo nos envolva a cada momento, por que de fato somos pecadores e com arrependimento nos nossos corações busquemos o perdão a todo momento. Fez-me refletir mais ainda o quanto precisamos e somos carentes da Graça e misericórdia do Cordeiro de Deus. Toda honra e toda Glória a Jesus, nosso amado mestre.
    Um abraço, na Paz de Cristo!

  40. mzbrasileira disse:

    Amado irmão Maurício: em pecados você está longe de vencer-me, pois já cronologicamente afirmo sem medo de errar, estou à sua frente, que quanto mais tempo de vida, mais tempo de pecadora! Não quero aqui exaltá-lo, pois você sabiamente rejeita isso das pessoas, mas apenas vim constatar que este precioso canal de bençãos chamado Mauricio apenas transcreve fielmente tudo o que o Espírito Santo coloca em seu coração; hoje, eu também vim transcrever o que Ele colocou em tempo hábil no meu coração. Que Ele a cada dia dobre e redobre a porção de unção nesse coração desprendido de si, aberto às coisas do Alto, para glória do Senhor. Amém.

    • Minha irmã, fico grato pelo carinho e pelas palavras imerecidas. Acredite: são. Mas me alegro por saber que há manas de coração generoso disseminando gentileza neste mundo tão egoísta.
      Deus a abençoe muito!

      • mzbrasileira disse:

        Maurício: seu coração transborda em generosidade; tudo o que de dentro dele sai, vem do Alto! Obrigada por suas doces palavras; Deus continue derramando bençãos sem medida sobre você, sua amada família e todos os que o cercam, meu amado irmão! No Amor do Senhor.

      • MZ, muito obrigado, você é que transborda generosidade em suas palavras.
        .
        Obrigado ainda pela oração sincera. Preciso e muito.
        .
        Louvo a Deus por sua vida. Que Ele te guarde e a todos os teus,
        mz

  41. Edson Santos Silva disse:

    Minha oração: “Jesus querido, abençoe este irmão em suas lutas diárias contra o pecado; o fortaleça; o livre e o guarde sempre em seu amor! Jesus, pela Tua graça, continue usando-o, sempre para a Tua glória e para propagação de Seu Evangelho! Obrigado sempre por saber que podemos, juntos, experimentar de Seu perdão e amor maravilhosos! Obrigado, Jesus querido, Salvador e Senhor nosso…, amém.”

  42. Noeme de Jesus Almeida Santana disse:

    Olá Maurício, este post, é de 2012, portanto meu comentário vem bem atrasadinho, rs, só agora conheci seu blog, excelente reflexão! me fez ficar de joelhos diante de Deus , confessar e chorar sobre os meus próprios pecados!! Que Deus nos abençoe!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s